Blog do Eliomar

Categorias para Política

Prédio abandonado é apenas retrato do descaso com o DNOCS

Do engenheiro Cássio Borges, recebemos a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima

Li sua nota publicada na Coluna Vertical do Jornal O Povo do último dia 1 – e replicada neste Blog – sob o título “Casa fantasma” na qual você faz referência a um imóvel do DNOCS (não é da ASSECAS) em estado de abandono, se deteriorando, situado na Avenida Bezerra de Menezes. Ainda me admira que o suntuoso prédio do DNOCS, na Avenida Duque de Caxias, não esteja na mesma situação.

Como utilizar e ocupar essas edificações se aquele Departamento Federal não dispõe mais de pessoal suficiente nem mesmo para manter o mínimo de suas atividades técnico/administrativas?

Para você ter uma ideia, a COGERH tem mais de 700 funcionários para exercer uma única atividade que é o “monitoramento dos açudes existentes no estado do Ceará”.

Para essa atividade, no Ceará, o DNOCS dispõe (acredite) de apenas dois engenheiros e três servidores técnicos/administrativos. Além dessa atividade, o DNOCS tem sobre si a operação e manutenção dos seus 326 açudes e de 15 perímetros de irrigação em toda a Região Nordeste, sem falarmos na importante atividade que é a piscicultura, etc. etc. Para tudo isto, o DNOCS dispõe de 1.620 funcionários em toda a nossa região.

Em outras palavras, o que a COGERH, a Secretaria de Recursos Hídricos e a Sohidra fazem no estado do Ceará, o DNOCS faz em todo o Nordeste com apenas, repito, 1.620 servidores. A sua nota foi válida e oportuna porque a sociedade cearense e nordestina tem que saber desta nua e crua verdade.

* Cássio Borges,

Engenheiro e apaixonado pelo DNOCS.

Um seguro safra para a fruticultura

euvaldo

Na Secretaria da Pesca, Aquicultura e Agricultura do Estado, fala-se na criação de um seguro safra para o ramo da fruticultura em tempos de seca. O secretário-adjunto da pasta, Euvaldo Bringel, confirma o estudo. 

O pleito deverá ser levado ao governo federal, seguindo os moldes do que já existe em matéria do Garantia Seguro Safra dos agricultores.

Por falar nisso, a Agrícola Famosa, maior exportadora de melão do País e que ainda opera no vale jaguaribano, demitiu cerca de 1.500 funcionários. O caso já chegou aos ouvidos do Abolição.

Assembleia e Governo fecham parceria na área de políticas de juventude

bruoo

O presidente da Comissão de Juventude da Assembleia Legislativa, Bruno Pedrosa (PSC), esteve reunido, nesta semana, com o coordenador estadual de Políticas para a Juventude, Davi Barros (PT).

No encontro, que teve a participação da assessoria técnica da Comissão de Juventude da Casa, eles debateram temas ligados a políticas públicas que serão tocadas pelo Governo Camilo Santana (PT). Bruno e Davi fecharam parceria nessa.

(Foto – Divulgação)

Pros espera que PT apoie a reeleição do prefeito Roberto Cláudio, avisa deputado cidista

95 1

 [youtube]https://www.youtube.com/watch?v=rqSu7l3yawo[/youtube]

“O Pros apoiou Camilo para o Governo. Agora é a vez do PT apoiar a reeleição do prefeito Roberto Cláudio”. Quem avisa é o deputado federal Leônidas Cristino, amigo-irmão do ex-governador Cid Gomes.

Leônidas reconhece que a gestão RC vive momentos de dificuldades, que refletem o cenário nacional, mas garante confiança de que o prefeito tem muito ainda para fazer por Fortaleza.

Sobre a disputa em Sobral, o deputado Leônidas Cristino espera que o PT de lá, que tem no prefeito Clodoveu Arruda sua maior liderança, apoie um nome do Pros, no caso o secretário estadual das Cidades, Ivo Gomes.

 

Prefeitura de Fortaleza cria legislação para facilitar participação de microempresa em licitações

Da Coluna O POVO Economia, de Neila Fontenele, no O POVO desta sexta-feira:

Finalmente os microempreendedores de Fortaleza terão uma legislação específica para simplificar alvarás, contratos e a sua participação em licitações de compras governamentais. Após quase uma década, foi aprovada na semana passada a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas de Fortaleza, que vai ajudar a regulamentar a legislação nacional.

Desde o lançamento do I Seminário Empreender, que já está na sua nona edição e é coordenado pelo jornalista Nazareno Albuquerque, os gestores públicos da época já falavam da necessidade de regulamentação específica para os pequenos negócios.

Passado todo esse tempo e com a reclamação geral sobre a necessidade de um trabalho conjunto para facilitar a abertura e fechamento das pequenas empresas, a legislação avançou.

Os pontos altos da nova lei estão nas facilidades de registros de funcionamento e na isenção de custos prévios relativos a alvarás, licenças e cadastros para o Microempreendedor Individual (MEI). Outro avanço interessante é a criação da sala do empreendedor, possibilitando a implantação de um espaço físico em local de fácil acesso para tirar dúvidas do segmento.

Caso a lei seja realmente aplicada, os ganhos para a sociedade virão em médio prazo, com a garantia de que os requisitos de segurança sanitária e controles urbanos serão simplificados, racionalizados e uniformizados para que não se perca tanto tempo com retrabalho, como ainda acontece.

Os microempresários também levarão vantagem no caso de licitação de compras governamentais, no que se refere a critérios de desempate, quando ocorrerem propostas iguais ou até 10% superiores ao mesmo preço.

A Prefeitura terá que fazer alguns ajustes para cumprir a nova regulamentação e criar um processo licitatório destinado exclusivamente à participação de microempreendedores para contratos com valores inferiores a R$ 80 mil.

Além disso, no próximo dia 12, no IX Seminário Empreender, essa regulamentação será apresentada como integrando o estatuto da Cidade.

Depois de toda essa gestação das regras, falta agora ver como será a aplicação dos novos processos na prática.

Fortaleza é sede do III Encontro Nacional de Ecossocialismo do PSOL

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=N0TQ-RKcQ2U[/youtube]

O PSOL está promovendo em Fortaleza o seu III Encontro Nacional de Ecossocialismo. O encontro, que acontece no Centro de Formação Frei Holanda, no bairro São João do Tauape, vai se estender com debates até sábado e, no domingo, membros do partido se engajarão ao evento “Viva Fortaleza”, no Parque Rio Branco.

Um dos convidados desse encontro de ecossocialismo do PSOL é Marcos Mendes, o conhecido Marcão, que disputou o Governo da Bahia. Marcão conversou com o Blog sobre a conjuntura política nacional e falou das suas possibilidades de disputar a Prefeitura de Salvador em 2016.

Sobre o GoverfnomDilma e ajuste fiscal, Marcão não poupou: Dilma cometeu um “estelionato eleitoral” contra o povo brasileiro.

Senadores cobram ainda mais transparência do BNDES

Apesar de o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) passar a divulgar dados sobre operações no exterior, senadores cobram da instituição ainda mais transparência, principalmente sobre as taxas de juros no exterior, inferiores às praticadas no Brasil. O BNDES cobrou juros de 4,44% a 6,91% anuais no empréstimo para a construção do Porto de Mariel, em Cuba. No Brasil, o juro médio é de 6% ao ano, mais taxa de risco.

O senador Reguffe (PDT-DF) defende o projeto (PLS 261/2015), de sua autoria, que proíbe o BNDES de conceder crédito a projetos em outros países. Para Reguffe, o dinheiro do contribuinte, que alimenta o caixa do banco, deve ser investido aqui. Considera também inaceitável a diferença na cobrança de juros.

A senadora Ana Amélia (PP-RS), por sua vez, diz não ser tão radical na opinião contrária aos negócios do BNDES fora do Brasil. Lembrou que empresas brasileiras são beneficiadas nessas operações. A parlamentar, no entanto, quer que os senadores votem o PRS 02/2014, apresentado por ela, pelo qual os empréstimos externos de bancos públicos devem ser submetidos ao Senado.

O líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), assegura que o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, está disposto a debater com os senadores das comissões de Assuntos Econômicos e de Relações Exteriores e Defesa Nacional a atuação do banco no exterior. Defende que alguns negócios devem ser mantidos confidenciais, até mesmo para assegurar a competitividade de empresas brasileiras.

O senador José Medeiros (PPS-MT), propõe uma comissão parlamentar de inquérito para investigar a atuação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

(Agência Senado)

Morre o general Leônidas Pires

“O general Leônidas Pires Gonçalves, ministro do Exército durante o governo de José Sarney, morreu hoje (4), no Rio de Janeiro. Segundo informações do Centro de Comunicação Social do Exército, o general tinha 94 anos e deixa a mulher, dois filhos, quatro netos e sete bisnetos.

De 1974 a 1977, durante a ditadura militar, Leônidas Pires Gonçalves foi chefe do Estado-Maior do 1º Exército, no Rio de Janeiro, e comandante Militar da Amazônia. Em 1983, assumiu o Comando do 3º Exército, em Porto Alegre.

Em 1985, foi convidado por Tancredo Neves para assumir o Ministério do Exército. Com a morte de Tancredo, o general integrou o governo do presidente José Sarney.

Em nota, Sarney lamentou a morte do ex-ministro, a quem chamou de grande amigo, e disse que o general teve papel fundamental durante a transição da ditadura militar para o regime democrático.

“Ele deu suporte para que a transição fosse feita com as Forças Armadas e não contra as Forças Armadas. Pacificou o Exército e assegurou e garantiu o poder civil. Reconduziu os militares aos seus deveres profissionais, defendendo a implantação do regime democrático que floresceu depois de 1985”, lembrou Sarney.”

(Agência Brasil)

Residencial Demócrito Dummar II é inaugurado em Maracanaú

foto josé airton maracanaú 150603

Com as presenças do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, do senador José Pimentel (PT), dos deputados federais José Airton (PT) e Domingos Neto (PROS), além do prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça (PR), e do ex-prefeito Roberto Pessoa (PR), 280 famílias ocuparam as unidades do Residencial Demócrito Dummar II, no Conjunto Timbó, em um empreendimento do programa Minha Casa Minha Vida. Cada apartamento é composto por sala, dois quartos, banheiros e cozinha com área de serviço conjugada.

“Apesar da crise econômica, o Governo Federal não descuida da população mais carente. O residencial é uma justa homenagem ao jornalista Demócrito Dummar, que comandou O POVO, entre os anos de 1985 a 2008”, comentou o deputado José Airton.

foto maracanaú 150603 residencial mcmv

Servidores públicos poderão ter aposentadoria compulsória aos 75 anos

Tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei complementar (PLP 69/15) que estende de 70 para 75 anos a idade para aposentadoria compulsória de todos os servidores públicos, nas esferas federal, estadual e municipal.

A aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dos tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União (TCU) já ocorre aos 75 anos desde a promulgação da Emenda Constitucional 88, em maio deste ano. Na proposta que originou a emenda, apresentada em 2003 pelo então senador Pedro Simon, havia indicativo de ampliação da norma para todos os servidores públicos, por meio de lei complementar.

De acordo com o autor do PLP 69/15, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), a matéria acompanha a mudança de expectativa de vida dos brasileiros, que passou de 39 anos, nos anos 1940 (quando foi criado o teto para aposentadoria), para 74,9 em 2013.

Segundo o parlamentar, a medida também traz benefícios para a economia, ao poupar gastos na Previdência Social, e para o mercado de trabalho, que passa a aproveitar melhor uma mão de obra qualificada.

Já o deputado Henrique Fontana (PT-RS) avalia que o balanço é primário. Para ele, a medida pode ter outros lados, como o de represar recém-formados que estão ingressando na carreira pública.

(Agência Câmara Notícias)

Ex-secretário do Turismo quer disputar a Prefeitura de Aracati

bismarck

O ex-secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, já admite disputar, ano que vem, a Prefeitura de Aracati (Litoral Leste).

Bismarck, que nasceu e tem raízes políticas nesse município, afirma estar em condições de postular, porque não acredita em avanços patrocinados pela administração do prefeito Ivan Silvério (PDT).

“A administração de Aracati está desagradando a todos. É um desastre”, acentua Bismarck Maia, que ainda não informou por qual partido poerá disputar a prefeitura.

Atualmente, Bismarck atua como consultor na área do turismo e vem prestando serviços a alguns governos no Nordeste.

Acquario será monumento ao absurdo

87 2

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO desta quinta-feira (4):

Retorno das (sempre) curtas férias. A volta ao trabalho impõe a leitura do que passou. Deparo-me com a seguinte notícia no O POVO (24/05): “Não haverá empréstimo para o Acquario, segundo Eunício Oliveira”. É grave. Muito grave. Muito menos pelo fato de não haver empréstimo, mas sim pela sequência de decisões que, segundo o senador, fará com que o mesmo não seja aprovado.

Sim, Eunício foi derrotado na eleição para governador. Está na oposição. Tem motivos para implicar. Porém, é um senador importante. Já presidiu a Comissão de Constituição e Justiça do Senado, é líder do PMDB na Casa e, há anos, compõe a cúpula do PMDB.

O ponto central da argumentação do senador para justificar o seu ponto de vista é o seguinte: o Governo Federal não pode aprovar financiamentos de obras que já estão em andamento. Os pedidos de empréstimos públicos só financiam obras em fase de projeto.

Por isso, na versão do senador, o pedido de empréstimo (R$ 330 milhões) internacional que o Ceará apresentou ao Eximbank dos Estados Unidos, nem sequer será enviado pelo Ministério do Planejamento para avaliação do Senado. Entendem a dimensão do problema?

Aqui, tenho apontado a irresponsabilidade e a temeridade que é iniciar uma obra pública, ancorada em empréstimo internacional, sem que o mesmo nem sequer houvesse sido liberado. O mínimo de austeridade e compromisso público teria evitado a barbeiragem.

Vejam a situação: o Governo do Ceará iniciou a obra sem que o empréstimo fosse aprovado e gastou toda a parte que lhe cabia de contrapartida (U$ 45 milhões). Hoje, a obra está parada e, segundo o senador, não haverá dinheiro do pretendido empréstimo internacional.

Caso a assertiva do senador seja verdadeira, a obra do Acquario vai virar um monumento ao absurdo. Dificilmente será finalizada e não se prestará a outra coisa que não seja a demolição. Assim, será enterrada a decência, além dos 45 milhões de dólares solenemente sugados do bolso dos cearenses.

O projeto do Acquario é exclusivamente fruto da mente do ex-governador Cid Gomes. A ideia saiu de sua cabeça. Os fundamentos técnicos, todos superficiais, vieram em seguida por encomenda de quem decidiu tocar o projeto.

O projeto arquitetônico beira a vulgaridade. Tudo em plena praia de Iracema, em meio a um singelo casario, à beira mar. Até hoje, mesmo que o empréstimo fosse real e a obra tivesse prosseguido, não se sabe qual o modelo de gestão do sofisticado e complexo equipamento.

Meses atrás, já havia se dado outra surpresinha. O Acquario precisava de um imenso estacionamento. Bobagem, não? Resolve-se assim: desapropria-se o prédio residencial que fica em frente. Este será demolido para dar lugar aos carros e ônibus.

Não ficou nisso. O Acquario é grandioso. O maior da América Latina. Não basta ligar na tomada pra funcionar. Foi então que se descobriu a necessidade de uma usina termelétrica para fazer o grandioso equipamento funcionar e manter as temperaturas constantes e ideais dos habitats dos 35 mil animais.

Problema? Qual nada. Simples de resolver: é só montar uma termelétrica a gás em plena Praia de Iracema. Ora, não liguem para os impactos que isso terá naquela delicada área da cidade. Pegam-se mais R$ 16 milhões do bolso dos ricos cearenses e pronto.

É inacreditável a sucessão de imperícias que cerca o caso.

Bancada federal do Nordeste debaterá dívidas rurais

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=29SCIN_oucY[/youtube]

A bancada federal nordestina quer do governo federal renegociação das dívidas dos produtores rurais ou anistia geral. O assunto será discutido no próximo dia 11, em Brasília, devendo contar com a presença de representantes de instituições como o Banco do Brasil e Banco do Nordeste.

Um dos articuladores dessa reunião é o deputado federal José Airton, coordenador da bancada cearense em Brasília. O parlamentar quer convocar para o encontro o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e a ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

A luz acendeu

91 3

Em artigo enviado ao Blog, o delegado César Wagner ressalta o papel da DADT no combate à impunidade de crimes no trânsito. Confira:

Finalmente um Governo que demonstra firmemente decisão para se combater as mortes no trânsito em nosso Estado.

Muitos passaram, mas não tiveram essa visão, o que nos levou a lamentável estatística de ser a segunda Capital do Brasil que mais perde cidadãos na roleta russa que viraram nossas ruas e avenidas.

Hoje, ao me deparar com reportagem de O POVO, fiquei extremamente esperançoso de que teremos um novo olhar para área de tamanha importância.

Segundo dados, este ano o Ceará teve redução de 27% de vítimas fatais no trânsito em comparação com mesmo período de 2014, e o governador Camilo Santana anunciou uma série de ações que visam disseminar a cultura da prevenção.

De nossa parte na chefia da Delegacia de Acidentes e Delitos de Trânsito (DADT), apesar de minúscula equipe, acrescente-se motivada e produzindo bons resultados, não estamos medindo esforços para que esta unidade especializada da Polícia Civil retome sua posição de destaque como referencial no combate à impunidade, e este ano deveremos quebrar recordes na instauração de Inquéritos Policiais, prisões em flagrante delito com participação importante da AMC, Detran, PRE e Polícia Militar; boletins de ocorrências e conduções coercitivas de motoristas que apostam na impunidade não comparecendo as audiência na delegacia e na Vara Única de Delitos de Trânsito, para isso estamos priorizando todos os mandados provenientes do Titular do Órgão Julgador,e mantendo estreita parceria com o Ministério Público.

Aguardamos ainda, ansiosos, a mudança da atual sede da DADT, que encontra-se já bastante antiga e sem contar sequer com um estacionamento, para o complexo que está sendo criado na antiga Academia da Polícia Civil, que reunirá várias especializadas.

A preocupação é que tivemos notícias não oficiais que tão sonhado passo não seria mais dado, em um momento que o Delegado Geral atento a problemática de fraudes do seguro DPVAT centralizou os BO’s da Capital de acidentes de trânsito com vítimas na DADT, o que gerou um intenso movimento em uma estrutura física acanhada.

Congratulações ao governador Camilo Santana, que como estadista, tem uma visão ampla acerca da problemática da segurança pública. A luz acendeu!

Chico Lopes adota tom de oposição e critica alta da taxa de juros

“Precisamos de mais investimentos, de mais obras de infraestrutura, para fazer a economia crescer, gerar emprego, valorizar as empresas brasileiras, com juros mais baixos”. A crítica é do deputado Chico Lopes (PCdoB-CE), contra a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, que elevou a taxa básica de juros da economia em 0,5 ponto percentual, para o nível mais alto em seis anos.

Vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, da Câmara Federal, Chico Lopes disse que a decisão é “mais um retrocesso” na luta da sociedade por juros mais baixos e por melhores condições para geração de emprego, renda e desenvolvimento.

“Lamentamos mais essa elevação da taxa de juros, novamente essa medida ineficaz e conservadora da equipe econômica, porque a especulação financeira é o que acontece quando os juros sobem”, afirma Chico Lopes.

Justiça italiana autoriza a extradição de Pizzolato

“O Tribunal Administrativo Regional (TAR) do Lazio, na Itália, autorizou hoje (4) a extradição do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. Os julgadores rejeitaram recurso protocolado pela defesa do ex-diretor contra decisão do governo italiano que autorizou a extradição para o Brasil. Os advogados alegaram que os presídios brasileiros não têm condições de garantir a integridade física dos detentos.

A defesa do ex-diretor ainda pode recorrer ao Conselho de Estado, última instância da Justiça administrativa da Itália, para evitar a extradição. Com a decisão do TAR, o Ministério da Justiça italiano deve voltar a discutir com as autoridades brasileiras a fixação da uma data para a transferência de Pizzolato, que deve cumprir pena no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde outros condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, estão presos.

Pizzolato foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão. Antes de ser condenado, ele fugiu para a Itália com identidade falsa, mas acabou sendo preso em fevereiro de 2014, em Maranello.”

(Agência Brasil)

Camilo pode enfrentar greve na área da Saúde

95 1

camilo1-400x300

Camilo Santana enfrenta crise na saúde.

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual (Mova-se) vai se reunir, a partir das 8 horas desta sexta-feira, com os servidores da saúde. O encontro ocorrerá no Hospital do Coração, em Messejana.

Os servidores das unidades da estrutura organizacional da SESA, que já diziam estar no prejuízo com a inclusão da Gratificação de Incentivo ao Trabalho com Qualidade – GITQ no contracheque, sofreram um novo golpe. O secretário interino da Saúde, Henrique Javi, decidiu transferir o pagamento dos plantões extras para a cooperativa.

Com isso, os servidores efetivos temem a inclusão de pessoal terceirizado para trabalhar nos plantões. Dependendo do posicionamento do secretário, os servidores afirmam iniciar greve a partir desta sexta-feira.

IFCE do Ceará caminha para uma greve geral

55 1

Servidores de oito unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) aprovaram indicativo de greve. Os servidores de Juazeiro do Norte, Iguatu, Acaraú e Sobral, Tianguá, Ubajara, Camocim e Canindé aprovaram o indicativo e se somaram ao cenário de mobilização D EOLHO NUMA greve geral, que vem sendo debatida por entidades em todo o País.

Essa greve geral é discutida por entidades como o Sindicato Nacional dos Servidores Federais de Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), a Associação Nacional dos Docentes de Instituições de Ensino Superior (ANDES) e a Federação dos Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (FASUBRA), que têm trabalhado na preparação de um calendário de paralisações. No Rio Grande do Norte, servidores do IFRN enfrentaram uma greve que durou 68 dias. Já na Bahia, a paralisação dos servidores do IFBA continua. Em Sergipe, professores da Universidade Federal aprovaram dar início a greve no próximo dia 28.

A aprovação do indicativo de greve nas diversas unidades do IFCE também foi motivada pelo descontentamento dos servidores desses campi diante da perda de direitos que já haviam sido conquistados pela categoria. Com a garantia da jornada de 30 horas semanais ameaçada pela portaria 1025/GR, com a retirada do adicional insalubridade de setores que reconhecidamente estão associados à exposição dos trabalhadores a agentes nocivos à saúde, os servidores responderam com mobilização.

Aliado de Dilma diz que aumento da taxa básica de juros é “mais um retrocesso”

foto chico lopes

“Isso é mais um retrocesso!” Assim reagiu o deputado federal Chico Lopes (PCdoB), vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, da Câmara Federal, ao comentar a elevação, pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, da taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, para o nível mais alto em seis anos.

“Lamentamos mais essa elevação da taxa de juros, novamente essa medida ineficaz e conservadora da equipe econômica, porque a luta da sociedade brasileira, de quem quer mais avanço, desenvolvimento, emprego e renda, é por juros mais baixos, por incentivo à produção e não à especulação financeira, que é o que acontece quando os juros sobem”, afirma Lopes.

Ele observa que “o aumento na taxa Selic reflete também em uma elevação ainda maior dos juros reais ao consumidor, cobrados pelos bancos, pelas lojas, no crédito do mercado imobiliário, de carros, enfim, em vários segmentos”.

“Quem é investidor fica mais inclinado a se manter no mercado financeiro aproveitando a alta dos juros, e não investindo na produção”, lamenta Chico Lopes.