Blog do Eliomar

Categorias para Política

Projeto mantém crimes de corrupção em campanhas na Justiça comum

286 1

O Projeto de Lei 1520/19 determina que os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais será julgado pela justiça comum. A iniciativa é uma resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de dar à Justiça Eleitoral competência para julgar crimes comuns ligados a crimes eleitorais.

A decisão do STF foi interpretada como um enfraquecimento dos crimes investigados pela Operação Lava Jato, já que parte das condutas verificadas nas apurações estão ligadas ao financiamento de campanhas e, até então, eram julgadas pela Justiça Federal do Paraná.

Os autores da proposta, deputados Igor Timo (Pode-MG) e Roberto de Lucena (Pode-SP), argumentam que os deputados precisam reagir à decisão do STF. “A Câmara dos Deputados, enquanto caixa de ressonância da vontade popular, precisa garantir o protagonismo da Justiça Comum no processamento de causas tão caras à sociedade”, argumentam.

Segundo os parlamentares, a Justiça Eleitoral não tem vocação para processar e julgar crimes diferentes daqueles relacionados com o processo eleitoral, ao passo que a Justiça Comum na esfera federal e nos estados tem sido estruturada para lidar com crimes do colarinho branco.

O projeto será analisado pelas comissões da Câmara.

(Agência Câmara Notícias)

BID aprova indicado de Guaidó para representar Venezuela no órgão

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou nessa sexta-feira (15) uma resolução que reconhece o economista Ricardo Hausmann como o representante da Venezuela na instituição financeira. Ele foi indicado por Juán Guaidó, líder da oposição e autoproclamado presidente interino da Venezuela, para ocupar o lugar do país na Corporação Interamericana de Investimento (CII), ramo do BID que empresta recursos ao setor privado.

Com a decisão, o BID tornou-se a primeira instituição financeira internacional a reconhecer a presidência interina de Guaidó na Venezuela. A instituição financeira informou que a nomeação tem efeito imediato.

Em nota, o Ministério da Economia informou que o Brasil apoiou a indicação de Hausmann, que foi economista-chefe do BID entre 1994 e 2000. Antes de trabalhar no BID, ele foi ministro do Planejamento do segundo governo de Carlos Andrés Pérez, em 1992 e 1993.

Nos últimos anos, Hausmann era diretor do Centro para o Desenvolvimento Internacional e professor de Economia do Desenvolvimento na Escola de Governo John F. Kennedy da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Fundado em 1959 e com sede em Washington, o BID financia projetos de desenvolvimento econômico e social (como infraestrutura e modernização de gestão) em países da América Latina e do Caribe. Atualmente, o banco multilateral é presidido pelo colombiano Luis Alberto Moreno.

(Agência Brasil)

Até governadores do Nordeste se esqueceram do Dnocs

383 7

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (16):

Os governadores do Nordeste, reunidos em São Luís (MA), na última quinta-feira, criaram um consórcio em defesa dos projetos da região. Até uma carta foi divulgada com algumas posições cobrando respeito ao Pacto Federativo e defendendo um debate franco e aberto sobre a proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro.

Ainda na carta, os chefes dos executivos defenderam o desenvolvimento regional a partir do fortalecimento de organismos como o BNB, Chesf e Sudene. Mas acabaram cometendo um pecado: eles não incluíram o Dnocs, responsável por tudo que se tem na região de infraestrutura hídrica e que se transformou, ao longo dos anos, em repartição usada como moeda de troca de apoio político.

Por aqui, quem ouviu muita, muita queixa sobre esse esquecimento imperdoável, foi Camilo Santana (PT). Veio de dentro de casa, mais precisamente do seu pai, Eudoro Santana. Eudoro, por lembrar, foi diretor-geral do órgão.

Sancionada lei que proíbe casamento antes dos 16 anos de idade

Foi sancionada a lei que altera o Código Civil e proíbe o casamento de menores de 16 anos de idade (Lei 13.811/19). O código permitia o casamento de menores de 16, desde que autorizado pelos pais, para evitar cumprimento de pena criminal ou em caso de gravidez.

A mudança partiu de um projeto de lei (PL 7119/17) da ex-deputada Laura Carneiro (RJ), aprovado pela Câmara dos Deputados no ano passado.

Na ocasião, Laura Carneiro divulgou números alarmantes sobre o casamento infantil – 877 mil crianças se casaram no Brasil até os 15 anos de idade, sendo 88 mil com 10 anos de idade. “Não se sabe os motivos desses casamentos, eventualmente podem ter ocorrido fraudes, por exemplo, a questão da Previdência, pode ter ocorrido a venda da criança sexualmente, existem abusos sexuais que são esquecidos com o casamento e com a reparação financeira. Existem vários motivos que levam a esse casamento”, declarou.

Campanha da ONU

A relatora do projeto no Plenário da Câmara, deputada Maria do Rosário (PT-RS), ressaltou que a medida atende a uma campanha da Organização das Nações Unidas (ONU) para que os países tenham legislações nacionais sobre o tema. “O Brasil é um dos países com alto número de crianças e adolescentes vivendo com homens adultos, maritalmente. Isso leva ao abandono da escola, à gravidez precoce, à violência sexual cotidiana e, muitas vezes, ao próprio feminicídio”, afirmou.

A nova lei não muda a situação de homens e mulheres que tenham entre 16 e 18 anos. Estes só podem se casar se tiverem a autorização de pais ou responsáveis, já que ainda não atingiram a maioridade civil.

(Agência Câmara Notícias)

PSOL do Ceará promove roda de conversa para homenagear Marielle

Uma roda de conversa com a deputada carioca Dani Monteiro e com a feminista cearense Isabel Monteiro marca uma homenagem do PSOL do Ceará à memória da vereadora carioca Marielle Franco, neste sábado (16), a partir das 18h30min, na sede do partido em Fortaleza, no Centro.

Marielle e seu motorista Anderson Gomes foram assassinados a tiros, há um ano, em um crime de pistolagem. A vereadora era defensora de causas sociais.

Na terça-feira (12), a polícia do Rio de Janeiro, em operação conjunta com o Ministério Público, prendeu o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz como os autores dos disparos.

No Planalto, há quem aposte na queda de Vélez ainda neste semestre

A Revista Veja desta semana aborda, em reportagem, a situação instável do ministro da educação, Ricardo Vélez.

Confira parte do texto:

Poucos ocupantes do alto escalão do governo, aqueles que ficam no Planalto, apostam numa longeva permanência de Ricardo Vélez. O ministro da Educação, avaliam, não consegue colocar na rua a pauta da educação propriamente dita e só ganha o noticiário com temas negativos.

A mais otimista previsão é que dure só este primeiro semestre.

“Os sinais de que essa turbulência vá mudar no MEC são próximos de zero” – disse um ministro-militar.

(Foto – Divulgação)

Elmano Freitas é o novo presidente do Conselho de Altos Estudos da Assembleia Legislativa

382 4

O deputado estadual Elmano Freitas (PT) é o novo presidente do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa do Ceará, órgão técnico-consultivo vinculado a Mesa Diretora da Casa, criado em setembro de 2007.

Elmano promete integrar ações do Conselho com o Inesp e a Unipace, organismo do legislativo, e buscar oferecer mais eficiência, mas, principalmente “fazer estudos aprofundados, elaboração de diagnóstico e proposições que interessem à sociedade e possam interagir com o Poder Executivo e demais poderes”

O que é?

O Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa tem o propósito de oferecer embasamento técnico-científico ao planejamento de políticas públicas e ao processo decisório legislativo.

(Foto – ALCE)

O Ceará e a Festa Anual das Árvores

Com o título “Árvore é vida”, eis artigo do secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno. No O POVO desta sexta-feira, ele divulga a Festa Anual das Árvores, que será aberta neste domingo, no Parque Estadual do Cocó. Confira:

O Governo do Estado realiza a Festa Anual das Árvores (FAA) 2019 de 17 de 24 de março, sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema). O tema deste ano será “Compostagem – Transformando resíduo orgânico em adubo”. O evento tem parceria de 117 municípios, Unidades de Conservação Estaduais, além de ONGs, universidades, escolas, ambientalistas e entidades privadas.

São várias ações de sensibilização: revitalização de viveiros regionais para produção de mudas, lançamento do Plano de Coletas Seletivas múltiplas para 103 municípios e anúncio do plantio de 12.400 mudas com parceiros (C. Rolim Engenharia, Unimed Fortaleza e Chesf), além de atividades de educação ambiental, lazer e esporte do Projeto Viva o Parque.

As árvores são fundamentais principalmente para um estado localizado no semiárido. Ações de florestamento e reflorestamento proporcionam maior infiltração das águas, resultando na recuperação de nascentes, da biodiversidade e de ecossistemas naturais, prevenindo a erosão e a desertificação.

A revitalização de viveiros regionais reforça a implementação do Projeto de Florestamento, Reflorestamento e Educação Ambiental do Ceará, do Programa Ceará Mais Verde. O foco é a produção de mudas nativas destinadas à recuperação de áreas degradadas e as ações de educação ambiental. Os viveiros abrangem diferentes polos do Estado, possibilitando uma logística eficaz da doação de mudas.

Nas áreas urbanas, a arborização exerce papel de vital importância para a qualidade de vida das cidades, atuando na qualidade do ar, no nível de ruídos, na paisagem, além de constituir refúgio indispensável à fauna. Pela redução da incidência direta da energia e do aumento da umidade relativa do ar, a arborização pode contribuir para a redução de até 4ºC de temperatura.

A escolha do tema busca a convergência entre a FAA e a Política Estadual de Resíduos Sólidos, que determina que os municípios implantem sistema de compostagem para resíduos sólidos orgânicos e articulem com os agentes econômicos e sociais formas de utilização do composto produzido. Árvore é vida, sendo aproveitada em todos os momentos do seu ciclo.

*Artur Bruno

Secretário do Meio Ambiente do Ceará.

Ciro diz que proposta da Nova Previdência de Bolsonaro está cheia de “pegadinhas”

O ex-ministro Ciro Gomes participou. nesta manhã de sexta-feita, de um debate, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, sobre a proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro. Ele fez duras críticas e garantiu que seu PDT conta com uma proposta que seria melhor para o Brasil. Para o pedetistas, a proposta está cheia de “pegadinhas”.

“Há 66 páginas na proposta. Está cheia de pegadinhas. Em algumas, são flagrantes as injustiças e aberrações. Para nós nordestinos, por exemplo, eles estão igualando a idade mínima da mulher sertaneja e do homem sertanejo, aos trabalhadores de trabalho intelectual, no ar condicionado. Isso não é razoável.”

Ciro disputou a presidência da República, mas ficou na terceira colocação da peleja.

Já o senador Cid Gomes deixou claro que o PDT quer o debate porque vê clara atitude da elite contra segmentos que podem sofrer graves prejuízos com a proposta como, por exemplo, os agricultores.

“Nós temos grandes preocupações com essa proposta. Há um grande esforço da elite desse país para fazer uma reforma a toque de caixa, sem grandes discussões. A gente quer exatamente o contrário, queremos aprofundar e levar ao conhecimento da população. O nosso principal front de luta vai ser na defesa dos trabalhadores rurais e beneficiários do BPC.”

Na Assembleia, foi recepcionado pelo presidente da Casa, deputado José Sarto (PDT), que estava acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antônio Henrique (PDT).

O auditório recebeu bom público.

Além de Ciro, Cid e Mauro Filho, houve também a fala do presidente da Casa, José Sarto, que destacou a necessidade de se debater o tema. Ele destacou Cid Gomes no processo.

“É uma pauta nacional, afeta de uma maneira direta todos os brasileiros. É importante que a gente compreenda muito bem quais são as propostas de alteração na Previdência. O Senado é uma Casa fundamental, tanto o Senado quanto a Câmara. E é importante que um senador que é diligente, estudioso, que se preocupa, como é o senador Cid Gomes, venha para essa Casa debater com a gente”

O debate foi uma iniciativa do deputado Evandro Leitão (PDT), primeiro-secretário do legislativo.

(Fotos – PDT)

União dos Vereadores do Ceará sob nova direção

378 1

O vereador Guto Mota, de Tejussuoca, foi eleito por aclamação, nesta sexta-feira, presidente da União dos Vereadores do Ceará (UVC).

Cerca de 100 vereadores de vários municípios compareceram á sede da entidade para dar apoio ao novo dirigente. Guto cumprirá mandato no período 2019-2020.

Ele promete descentralizar ações da UVC e trabalhar pelo fortalecimento das Câmaras Municipais, bem como buscar respaldo de entidades públicas e da sociedade civil para dar a esses legislativos condições técnicas para elaboração de projetos.

 

O deputado estadual Audic Mota (PSB) e lideranças do Interior abraçaram Guto Mota.

(Fotos – Divulgação)

Romeu Zema convoca governadores do Sul e Sudeste para discutir a Nova Previdência

O mineiro Romeu Zema (Partido Novo) convocou os governadores do Sul e do Sudeste para um encontro neste sábado (16), em Belo Horizonte. Quer discutir a agenda econômica do país, informa a Veja Online.

Entre os assuntos que ele vai tratar com demais colegas de executivo estão: endividamento dos Estados e a proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Zema pretende avaliar com os governadores os impactos da proposta.

Cadê o Acquario que estava aqui?

388 1

Com o título “Cadê o Acquario que estava aqui?”, eis artigo de Eduardo Girão, senador pelo Podemos. Ele aborda possível acordo para retomar o projeto, às vésperas das eleições, mas que acabou não se concretizando após as urnas.Confira:

Concebido há 10 anos, o projeto Acquario Ceará, proposto a ser um equipamento de entretenimento na Praia de Iracema, em Fortaleza, está paralisado desde 2015. Já custou mais de R$ 130 milhões aos bolsos do contribuinte cearense, boa parte gasto em manutenção de material metálico que, exposto pela obra ainda inacabada, enferruja rapidamente. Tornou-se um triste monumento ao desperdício do dinheiro público. Para todo mundo ver? Sim, mas não. Parece ter sido “abduzido” do mapa de ações do governo e da vista do povo. Sumiu, desapareceu, escafedeu-se!

Explico. Em agosto de 2018, com a crescente pressão sobre o caso e as dificuldades para tocar a obra, o Governo do Estado anunciou uma parceria público-privada (PPP) com a Prefeitura de Fortaleza e a empresa contemplada – que entraria com a contrapartida de centenas de milhões de reais para fazer a exploração imobiliária do local.

Soou como o desfecho perfeito para destravar aquele incômodo indigesto há uma década. Acontece que, em janeiro deste ano, a empresa parceira anunciou que não daria continuidade à iniciativa, voltando o Acquario a encalhar novamente no mar de paralisia. E qual foi o período conveniente que vingou tal parceria? Ora, as eleições 2018! A questão foi “tirada de tempo”, saindo sorrateiramente do debate eleitoral, não causando desgaste para o governo que sabia que seria um calo — como é a questão da segurança pública.

Um olhar mais atento sobre este “sumiço” que, incrivelmente, teve pouca repercussão entre formadores de opinião, detecta algo nefasto: às vésperas do início da campanha, um remendo salvador tapa um buraco enorme — que mostra ineficiência de gestão — e é descosturado logo após o pleito. Eu mesmo achei, então, que o problemaço havia sido finalmente solucionado e, confesso, senti-me enganado. Quem mais foi prejudicado com isso?

Este fato precisa ser trazido à superfície, apurado e investigado. O aquário cearense, incompleto, já gastou mais do que o aquário do Rio de Janeiro, completo, e deve custar quase o triplo desse. Não é justo esse episódio morrer na praia. A população exige, como nunca, respeito com o dinheiro público e, sobretudo, transparência dos seus gestores, pois a verdade foi omitida – na hora oportuna -, confundindo um dos bens mais preciosos em uma democracia: o voto.

*Eduardo Girão,

Senador do Podemos.

(Foto – Fábio Lima)

Medalha Iracema 2019 – Prefeitura divulga homenageados

O prefeito Roberto Claudio (PDT) está divulgando os nomes dos três homenageados com a Medalha Iracema 2019.

Nesta edição, receberão a maior comenda do Executivo Municipal o empresário Pio Rodrigues, o ex-senador Mauro Benevides e o médico e professor universitário Oto Leal Nogueira.

Os homenageados foram escolhidos em reconhecimento ao trabalho desenvolvido por cada um, para a vida e o progresso da capital cearense. A entrega da medalha acontecerá no próximo dia 13 de abril, data do aniversário de Fortaleza, durante ato no Teatro São José.

Este é o segundo ano em que a Prefeitura concede a Medalha Iracema. Em 2018, foram homenageados o cantor e compositor Raimundo Fagner, a jornalista Adisía Sá e o professor e arquiteto Liberal de Castro.

MDB fará primeira reunião de cúpula. Eunício Oliveira dará o ar da graça

O MDB fará a primeira reunião de sua executiva, neste ano, no próximo dia 20, às 14h30min, em Brasília.

Entre os temas a serem tratados no encontro, estão a posição da sigla sobre o governo Jair Bolsonaro e, também, a Nova Previdência.

Quem reaparecerá ali é o ex-senador Eunício Oliveira, pois dirigente do partido no Ceará.

(Foto – Agência Brasil)

Pastor Everaldo fecha com direção estadual do PSC estratégias de olho nas próximas eleições

Wellington Saboya, Everaldo, Nicolle, vereadora Patricia Costa e empresário Henrique Santana

Deixou Fortaleza, nas últimas horas, o presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo.

Aqui, ele esteve reunido com a direção estadual do partido, que é comandado por Nicolle Barbosa, ocasião em que foram discutidas ações para a reestruturação da sigla no Estado.

Nicolle Barbosa garante que a meta do PSC é conquistar mais adesões não só na Capital mas, principalmente, no Interior, já pensando nas eleições municipais.

Atualmente, o PSC é parceiro da administração do governador Camilo Santana e dá apoio ao prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT)

(Foto – PSC)

Sergio Moro prepara ofensiva contra corrupção policial

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, trabalha para formatar uma ação de combate à corrupção policial. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta sexta-feira,

De acordo com o jornal, o programa já tem até nome: “Operação Serpico”. O nome teria sido inspirado na história real de um policial americano que se recusou a receber propina e quase foi morto.

O caso foi parar no cinema na década de 1970.

(Foto – Agência Brasil)

Assembleia Legislativa puxa debate sobre Nova Previdência sob leitura do PDT

262 2

A Assembleia Legislativa vai debater, a partir das 9 horas desta sexta-feira, a proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro. O encontro atende a um requerimento de autoria do deputado estadual Evandro Leitão (PDT).

Para esse encontro, que ocorrerá no Auditório Murilo Aguiar, foram convidados o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o senador Cid Gomes (PDT), e os deputados federais André Figueiredo, vice-presidente nacional pedetista, e Mauro Filho (PDT), que coordenou o plano econômico do então candidato a presidente Ciro Gomes.

Lideranças de movimentos sociais e sindicais também vão participar desse evento.

(Foto – Fcebook)

MPF denuncia 12 por fraudes contra o BNDES; na lista, Joesley, Palocci e Guido Mantega

O Ministério Público Federal (MPF) no Distrito Federal denunciou à Justiça 12 pessoas por supostas fraudes em aportes do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao grupo JBS, entre 2007 e 2011. De acordo com as investigações, o banco teve prejuízo estimado em R$ 1,8 bilhão. A ação pede reparação dos danos de R$ 3,7 bilhões.

As acusações são de crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro. Entre os denunciados estão o empresário Joesley Batista, os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci e o ex-presidente do BNDES, Luciano Coutinho.

Na denúncia, procuradores argumentam que foram praticadas manobras políticas e econômicas “em um projeto que teria por objetivo a internacionalização do grupo JBS, com o fim de que a holding passasse a operar em novos mercados”.

Segundo os procuradores, o banco emprestou ao grupo valor acima do permitido. “Não houve clareza na definição das finalidades em que os recursos seriam aplicados. Nesse aspecto, a empresa pública consentiu que parte do montante entregue à holding fosse destinada conforme livre determinação da empresa e não segundo o deliberado nos contratos. Os autores mencionam ainda a ausência de análise do limite de exposição do BNDES ao Grupo JBS. Ou seja, o MPF verificou que o banco se arriscou e emprestou muito mais do que poderia à empresa, contrariando as próprias normas de segurança”.

Os procuradores dizem que os crimes não foram relatados por Joesley Batista no acordo de delação premiada, firmado em 2017. Em nota, o advogado André Callegari, que defende Joesley Batista, afirma que os fatos da denúncia “foram tratados em anexos entregues por Joesley Batista em colaboração firmada com a PGR e homologada pelo STF, em 2017. Foi inclusive na condição de colaborador que ele prestou depoimentos à autoridade policial e aos próprios autores da denúncia. É preciso que sejam garantidos os direitos assegurados àqueles que firmam acordo e colaboram com a Justiça”.

Outros denunciados negam as acusações.

(Agência Brasil)

Moro: Justiça Eleitoral não tem estrutura para julgar crimes complexos

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nessa quinta-feira (14) que respeita a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), ao definir que processos da Operação Lava Jato que envolvem caixa dois e demais atos associados a crimes comuns, como corrupção, devem tramitar na Justiça Eleitoral. Porém, ele ressaltou que ela não está preparada para julgar crimes complexos.

“Respeitamos a decisão do STF, mas persistimos no entendimento de que a Justiça Eleitoral, apesar de seus méritos, não está adequadamente estruturada para julgar casos criminais mais complexos, como de corrupção ou lavagem de dinheiro. Mas a decisão do STF será, como deve ser, respeitada.”

Em sessão concluída nesta quinta-feira, a Suprema Corte decidiu por 6 votos a 1 pela tramitação dos casos na Justiça Eleitoral. De acordo com a maioria, nos casos envolvendo crimes comuns conexos aos eleitorais, prevalece a competência da Justiça Eleitoral. Segundo os ministros, a Corte somente reafirmou entendimento que prevalece há décadas na sua jurisprudência.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio disse que as sentenças que foram proferidas antes da decisão da Corte sobre a competência da Justiça Eleitoral podem ser anuladas. Na avaliação do ministro, as condenações podem ser afastadas diante da decisão do Supremo.

(Agência Brasil)

Boticário Ferreira – Assis Cavalcante recebe maior comenda da Câmara Municipal de Fortaleza

Assis, entre Edna, sua mulher, e Idalmir.

O presidente da CDL/Fortaleza, empresário Assis Cavalcante, recebeu, nesta noite desta quinta-feira (14), na Câmara Municipal de Fortaleza, a Medalha Boticário Ferreira, a mais alta comenda do Legislativo Municipal. O requerimento foi do vereador Idalmir Feitosa. O empresário esteve acompanhado da esposa Edna Cavalcante.

O ato contou com a presença de lideranças do comércio como Honório Pinheiro, diretor da CNDL e vice da FCDL e CDL; Freitas Cordeiro, presidente da FCDL; e empresários do ramo como João Araújo Sobrinho e Pantaleão Cavalcante. Membros do Conselho de Administração do Sebrae/CE como João Porto Guimarães e Alci Porto, também prestigiaram o ato.

Assis Cavalcante é advogado, escritor e empresário com mais de 40 anos de experiência no varejo. Ele é sócio proprietário das Óticas Visão, rede de 24 lojas, sendo 12 no Centro.

O empresário é, também, um maiores defensores da revitalização do Centro, quando aposta no fortalecimento do comércio e geração de emprego e renda. Coordena ainda a campanha Natal de Luz.

(Foto: Paulo MOska)