Blog do Eliomar

Categorias para Política

Ciro diz que Petrobras é "caixa preta" e teme "cheiro de enrolação" com refinaria

ciro opovo

“O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) subiu o tom contra a Petrobras ao criticar os atrasos do início das obras de construção da Refinaria Premium II, no Estado do Ceará. Ciro disse sentir “cheiro de enrolação” e que a estatal é uma “caixa preta”. A saraivada verbal de Ciro Gomes foi proferida durante um encontro promovido pela Assembleia Legislativa do Ceará, em Camocim, no litoral Oeste do Estado, com o objetivo de mobilizar a sociedade em torno do projeto.

A briga pela implantação da refinaria é antiga. O empreendimento foi prometido ao Ceará ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e reiterado pela sua sucessora, a presidente Dilma Rousseff (PT). Apesar disto, a obra ainda não foi iniciada. “A Petrobras é uma caixa preta. Eu estou sentindo o cheiro da enrolação nessa história. Nós temos que lutar, porque se depender da Petrobras a Refinaria não virá para o Ceará”, afirmou o ex-ministro.

“Há uma promessa repetida, faz parte do acordo que deu ao Lula e à Dilma 80% da boa vontade do povo cearense. Nós confiamos que essa palavra empenhada e repetida será cumprida. Mas temos que lutar, porque se depender da Petrobras ela acaba nos enrolando de novo”, complementou.

O governador Cid Gomes e o vice Domingos Filho encontram-se em missões empresariais no exterior, onde tentam adquirir equipamentos destinados a ampliar o sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Fortaleza. Cid pretendia, ainda, estender sua viagem à Coréia do Sul para encontrar os diretores da GS Energy, que assinou um protocolo de intenções para desenvolver os estudos da refinaria de forma conjunta com a Petrobras.”

(Site 247 – DF)

"Minha Casa, Minha Vida" – MPF entra com ação contra 40 acusados em Fortaleza

194 1

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação, por improbidade administrativa, contra 40 pessoas supostamente envolvidas em irregularidades do programa Minha Casa Minha Vida, em Fortaleza. A denúncia é de que a Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) favoreceu servidores da Prefeitura e pessoas vinculadas ao PT, na gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT).

Na ação, além da condenação de todos os envolvidos, o MPF pede a anulação dos contratos irregulares de aquisição das unidades habitacionais, bem como a devolução dos imóveis à Caixa Econômica ou à própria Habitafor. “Os indivíduos beneficiados com as unidades habitacionais são alcançados pela Lei de Improbidade Administrativa, que abrange qualquer pessoa que, mesmo não sendo agente público, beneficie-se, de qualquer forma, do ato de improbidade”, esclarece o procurador Alexandre Meireles, autor da ação.

De acordo com as investigações do MPF, o mentor do esquema era o então presidente da Habitafor, Roberto Gomes. Junto com assessores, ele teria manipulado o sistema relacionado ao Minha Casa Minha Vida, com o intuito de beneficiar pessoas ligadas à gestão. Segundo o procurador, o grupo chegou a fazer inscrição de pessoas mesmo após o término do prazo oficial de cadastramento.

A investigação começou após a própria Habitafor, já na gestão de Roberto Cláudio (PSB) como prefeito, encaminhar representação ao MPF. A denúncia era de que vários imóveis do condomínio São Bernardo, no bairro Serrinha, teriam beneficiado pessoas ligadas à Prefeitura e a partidos políticos na gestão passada. De acordo com a investigação, 30% dos beneficiados com unidades habitacionais no condomínio tinham vinculação, direta ou indireta, com dirigentes e funcionários da Habitafor.

(Site do MPF)

Heitor Férrer apresenta projeto propondo plebiscito para Acquario

258 6

heitorrferrrer

“O deputado Heitor Férrer (PDT) apresentou nesta sexta-feira, 5, na Assembleia Legislativa, um projeto de decreto legislativo que determina a realização de um plebiscito para a construção do Acquário Ceará, equipamento de lazer que o Governo do Estado está erguendo na Praia de Iracema.

O deputado, que é um dos maiores críticos da obra, argumenta que o empreendimento constitui uma clara inversão de prioridades do Governo do Estado. Ele cita que, enquanto serão investidos milhões no aquário, há um grande contingente da população cearense atualmente sofrendo com uma das piores secas dos últimos tempos nos Estado.

Após a série de protestos pelo País, inclusive no Ceará, o governador Cid Gomes (PSB) admitiu a possibilidade de realizar consulta popular para alguns temas. Com isso, assuntos que antes estavam “adormecidos” voltaram ao debate. Na semana passada, a oposição na Assembleia voltou a questionar projetos, principalmente o aquário e a ponte estaiada sobre o rio Cocó.

Heitor afirma ainda que a proposta de plebiscito se deve também à exigência da população que saiu às ruas por todo o País, cobrando, entre outras coisas, maior responsabilidade com o dinheiro público.”

(O POVO)

Senado corta 53% das verbas do royalties que iriam para educação

“O projeto de lei que o Senado aprovou na última terça-feira, 2, destinando recursos dos royalties para educação e saúde, reduziu em 62% as verbas direcionadas às duas áreas em relação ao que havia sido aprovado na Câmara dos Deputados. Com a mudança, o repasse total caiu de R$ 279,08 bilhões para R$ 108,18 bilhões.

No caso da educação, o percentual diminuiu 53%, saindo de R$ 209,3 bilhões para R$ 97,4 bilhões. Já na saúde, a redução foi de 84%, fazendo a verba cair de R$ 69,7 milhões para R$ 10,7 bilhões. A estimativa é da Consultoria Legislativa de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos da Câmara, com dados da Agência Nacional do Petróleo.

Retrocesso 

Para especialistas, trata-se de um retrocesso. O projeto aprovado na Câmara, em meio à mobilização de protestos por todo o País, previa acréscimo de 1,1% do PIB para a educação até 2022, chegando a 7%. Atualmente são 5,8%.

“A redução feita pelo Senado derrubou o porcentual de 1,1% para apenas 0,4% do PIB. Foi o anticlímax. Existia um ganho que não era o ideal, mas melhorava bem. Agora voltamos quase ao zero”, diz o professor Luiz Araújo, especialista em financiamento e políticas públicas, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

(O POVO Online)

Copa das Confederações e protestos atenuaram inflação

“A Copa das Confederações e as manifestações em várias cidades brasileiras no mês de junho tiveram impacto sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação. No mês passado, a taxa chegou a 0,26%, 0,11 ponto percentual menor que a de maio. “Além de o comércio ter sido fechado por muitos dias por causa dos protestos, o clima da Copa modifica hábitos de consumo, como comer mais fora, ou direciona para determinados bens de consumo. Houve um junho atípico”, avaliou a coordenadora de índice de preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos.

Com as manifestações, comerciantes tiveram de fechar seus estabelecimentos mais cedo, o que causou queda nos preços em diversos grupos, como o de alimentos, pela redução da demanda. A queda das passagens de ônibus, que se deu a partir do dia 20 em algumas capitais, terá influência sobre a taxa de julho. No Rio de Janeiro, os itens trens e ônibus urbanos devem cair 5%, e o metrô, 6,5%. Em São Paulo, a queda será de 4,5% para os três. Recife, Fortaleza e Curitiba devem ter redução de 3% nos ônibus urbanos. Em Goiânia essa redução alcançará 5%.

Já a Copa das Confederações, além de ter influenciado hábitos de consumo, contribuiu para aumentar o preço das passagens aéreas. Em maio, o índice chegou a -3,43% e, em junho, a 6,71%, com mais de 9 pontos percentuais de diferença. Os alugueis também foram influenciados pela Copa, segundo Eulina, com alta de 0,29 ponto percentual em junho (1,04%) em relação a maio (0,75%).”

(Agência Brasil)

UFC pauta debate sobre manifestações e Reforma Política

227 1

O Laboratório de Estudos sobre Política, Eleições e Mídia (LEPEM), vinculado ao Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará, promoverá nos dias 11 e 12 próximos, das 14h30min às 17h30min, o evento “Reflexões e debates sobre o Brasil em movimento.” Através de duas mesas redondas, pesquisadores da UFC debaterão sobre “Manifestações políticas” (dia 11) e “Reforma política” (dia 12), temas em voga no País. Será no Auditório Luiz de Gonzaga.

O tema do primeiro dia será abordado por Danyelle Nilin, Jakson Aquino, Jamil Marques, Linda Gondim e Ricardo Kaminski. No dia 12, os expositores serão Jawdat Abu-El-Haj, Monalisa Soares, Paula Vieira e Valmir Lopes. Os componentes de cada mesa terão, em conjunto, uma hora e 30 minutos para apresentar suas avaliações sobre o tema em discussão. Em seguida, o debate será aberto ao público.

INSCRIÇÃO

* A inscrição é gratuita e deve ser feita pela Internet (is.gd/o63VJ0).

SERVIÇO

* Auditório Luiz de Gonzaga – Avenida da Universidade, 2995, área 3 do Centro de Humanidades, Campus do Benfica.

Modelo da polícia Civil de Sergipe em exposição em Fortaleza

304 6

O modelo da Polícia Civil de Sergipe será exposto agora à tarde em Fortaleza, no auditório do Centro de Ensino Técnico (CTS Cursos), que fica na avenida Tristão Gonçalves, 1177 – Centro, em frente ao Metrofor. A iniciativa é do Sindicato dos Policiais Civis do Estado.

Em Sergipe, a Polícia Civil conseguiu o maior salário do Nordeste, regulamentou carga horária e traça um plano de carreira onde o escrivão pode chegar à promoção de delegado.

Aberto ao público, o evento visa traçar novos rumos para o movimento dos policiais civis cearenses na conquista dos pontos da pauta atual, que se concentra na reposição salarial.

 

Renan diz que vai devolver dinheiro de custo com jatinho da FAB

“O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recuou e disse hoje que vai devolver o dinheiro equivalente ao custo pela utilização de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) no último dia 15 de junho. Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o senador usou a aeronave para ir ao casamento da filha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), em Trancoso (BA). Ontem (4), Renan respondeu, ao ser perguntado por jornalistas, que não devolveria o valor correspondente às passagens, já que havia usado o avião para cumprir compromisso como presidente do Senado.

De acordo com nota divulgada pela presidência do Senado hoje (5), “o senador está recolhendo aos cofres públicos os valores – R$ 32 mil – relativos ao uso da aeronave em 15 de junho entre as cidades de Maceió, Porto Seguro e Brasília”.

Ainda conforme o documento, o Senado” é o único [órgão] a ter um Conselho de Transparência com representantes da sociedade civil “que não deixam dúvidas quanto aos propósitos da Casa de ser referência em controle social”. A nota diz que Renan Calheiros vai consultar o conselho sobre o uso de aeronave da FAB para cargos de representação.”

(Agência Brasil)

Domingos Filho assume o Governo a partir de domingo

domingosfilho

O vice-governador Domingos Filho (PMDB) retorna de Israel no próximo domingo. Ele está em missão particular, mas vai assumir o governo estadual logo que que desembarcar na Capital cearense, substituindo o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PSB).

Domingos Filho ficará à frente do Palácio da Abolição até quarta-feira, quando o governador Cid Gomes (PSB) regressará de viagem que faz pelo eixo Itália-Coreia. Na agenda dele, conversa com fornecedores de trens para o Projeto Metrofor em território italiano e encontro com grupos empresariais coreanos interessados em investir na futura refinaria de petróleo .

O Executivo não pode estar mandando no Congresso, desabafa peemedebista

184 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1BO3-PNLTYc&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A Reforma Política é uma exigência da população, é urgente terá que sair. Quem apregoa é o deputado federal Mário Feitoza, lembrando que o povo foi às ruas cobrar e cabe ao Congresso acatar. “O Congresso não pode fica mais preso ao governo”, acentua o parlamentar.

Mário Feitoza aproveitou para desabafar contra o governo, que não atende aos pleitos dos parlamentares, no que cria uma situação onde o Executivo acaba mandando no Congresso.

Plebiscito – Adiar a medida é recuo bancado pela maioria conservadora do Congresso

222 2

Com o título “Plebiscito já! Por que não?, eis artigo que o vice-presidente do PT do Ceará, Joaquim Cartaxo, manda para o Blog. Ele considera fundamental que se faça o plebiscito sobre reforma política e lamenta que os parlamentares apregoem a necessidade da medida, mas, no íntimo, não querem mudanças. “Deputados e senadores propagam que a reforma política é mais do que necessária, deve ser uma prioridade do país. Retórica pura, desmascarada pela proposta da presidenta Dilma de realizar o plebiscito com constituinte exclusiva”, diz. Confira:

Adiar o plebiscito sobre a reforma política é recuo derivado da atual correlação de forças política no Congresso Nacional. A maioria conservadora formada por deputados e senadores é hostil ao exercício da soberania popular; tem objeção à fidelidade e ao fim das coligações partidárias; não quer abrir mão do financiamento privado de campanha; prefere o eleitor votando em pessoas no lugar dos partidos, portanto são contra partidos fortes com seus programas e ideologias; não quer imaginar metade dos parlamentares eleitos para a Câmara e o Senado ser mulher, garantindo-se assim a paridade de gênero.

Deputados e senadores propagam que a reforma política é mais do que necessária, deve ser uma prioridade do país. Retórica pura, desmascarada pela proposta da presidenta Dilma de realizar o plebiscito com constituinte exclusiva. De imediato, justificativas jurídicas e explicações técnica proliferaram em profusão contra a convocação da constituinte e, agora, utilizam-se argumentos temporais para adiar o plebiscito.

Não se ouve, se vê, se lê qualquer encaminhamento proposto por essa maioria que trate a reforma política como prioridade do ponto de vista prático. Em suma, a maioria do Congresso não está com qualquer disposição política de fazer a reforma, portanto para realizá-la é preciso articular as luta política, social e institucional pelo plebiscito com constituinte exclusiva.

O plebiscito é uma oportunidade para a população brasileira debater aquelas questões mencionadas, que a maioria conservadora é contra, e outras relacionadas como, por exemplo: democracia direta, democracia participativa, democracia representativa com seu sistema eleitoral e partidos políticos, democratização da informação e da comunicação, democratização e transparência do poder judiciário.

É uma oportunidade de radicalizar a democracia no Brasil e só se fará isso com mobilização e participação popular. Logo, a luta continua.

* Joaquim Cartaxo,

Arquiteto e vice-presidente do PT do Ceará. 

Antônio Balhmann elogia fim da multa de 10% sobre FGTS, mas cobra Reforma Tributária

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bx-aHRZwa10&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O Congresso derrubou a multa de 10% sobre o FGTS. O deputado federal Antõnio Balhmann qualifica de conquista importante para o empresariado.

Balhamnn, no entanto, diz que isso é pouco, pois o governo federal precisar fazer a Reforma Tributária. O Brasil tem uma carga de tributo esdrúxula e é a mais pesada do planeta, o que exige revisão para dar ao setor produtivo nacional maior competitividade.

Prefeito RC assina ordem de serviço para construção de dois viadutos

O prefeito Roberto Cláudio (PSB) assinou, na manhã desta sexta-feira, durante ato no estacionamento do Supermercado Frangolândia, a ordem de serviço para a construção de dois viadutos na avenida Antônio Sales com Engenheiro Santana Júnior. A obra está estimada em R$ 18 milhões e deve ser concluída em 14 meses. 

Esse projeto, segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Samuel Dias, faz parte de um programa de mobilidade urbana que deverá ser tocado na atual gestão, com investimento global de mais de R$ 900 milhões.

DETALHE – Quem apareceu no ato foi o vereador Leonelzinho Alencar, do PTdoB, partido que, em nota divulgada neste Blog, informou que estava rompido com o prefeito.

Fortaleza ganhará Centro de Desintoxicação de Dependentes Químicos

245 1

socorrofrnaça
“Fortaleza vai ganhar um Centro de Desintoxicação de Dependentes Químicos (CDDQ). O governo estadual, por meio da Assessoria Especial de Políticas sobre Drogas, lançou edital para construir o equipamento na avenida Washington Soares, no entorno do Hospital de Messejana.

O CDDQ, investimento inicial de R$ 11 milhões, deve ficar pronto até o fim do ano. Oferecerá 240 vagas/mês. Fará a desintoxicação e deverá trabalhar pela inserção dessas pessoas no mercado de trabalho, com apoio de comunidades terapêuticas e dos CAPs 24 Horas.

“Teremos ainda o apoio de grupos do Sebrae, Sesi e Sesc para ações de capacitação”, diz Socorro França, assessora especial de Políticas sobre Drogas. Ela destaca que isso tudo é o começo de uma batalha que exigirá parcerias e apoio da sociedade.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Prefeito garante que Hospital da Mulher vai deslanchar

roberto-claudio1-300x225

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), esclarece para o Blog que recebeu o Hospital da Mulher sem orçamento para este ano, mas, em negociação com o Ministério da Saúde, conseguiu alocar R$ 2 milhões/mês para a unidade.

Adianta que já nomeou nova direção, mandou implantar novo modelo de gestão e fará concurso.

Ou seja, pede tempo para virem os resultados.

Insatisfeitos por não terem cargos, vereadores ameaçam deixar base de RC

219 2

“O recesso na Câmara Municipal, que começa hoje, deverá ser de muita dor de cabeça para os articuladores políticos do prefeito Roberto Cláudio (PSB). Vários vereadores da base aliada se dizem insatisfeitos e ameaçam seguir o exemplo do PTdoB, que esta semana decidiu romper com RC. Nos últimos dias, os parlamentares aumentaram o tom das críticas. Alguns falam abertamente que o principal motivo do descontentamento é a falta de indicação de cargos para o Executivo.

“Eu não vou ser demagogo e dizer que não quero indicação”, entrega o vereador Adail Júnior (PV). Nos bastidores, fala-se que os partidos que apoiaram o PT na campanha eleitoral do ano passado não recebem, por parte do Executivo, o mesmo tratamento dado aos demais aliados. “O PV tem dois vereadores e não indicou nem um funcionário de serviços gerais. E tem partido que não tem nenhum vereador, mas ganhou uma secretaria, porque apoiou o Roberto Cláudio na campanha”, diz Adail.

Vaidon (PSDC) diz que falta mais “companheirismo entre Executivo e Legislativo” e afirma que os problemas ocorrem principalmente na relação entre vereadores e secretários de Governo. “Tem secretários que ainda não viraram a página política e acham que vão ficar lá a vida toda”, pontua, e também admite que uma das reivindicações são cargos.

Já Fábio Braga (PTN) é mais cauteloso e diz que o seu partido quer mesmo é ser ouvido para “contribuir” com o Governo. “O PTN teve 80 mil votos, fez três vereadores e até hoje não foi convidado para conversar”, reclama. Em tom profético, ele avisa que, se a gestão não iniciar uma eficiente articulação política agora, “pelo menos quatro partidos podem sair da base aliada durante o recesso”. Wellington Saboia (PSC) também diz que o partido precisa ser ouvido e cobra uma conversa “em nível partidário” com RC, o que, segundo ele, ainda não ocorreu.

O PTdoB, que já rompeu com RC, tem dois vereadores. Juntos, PV, PSC, PTN e PSDC somam 11 vereadores. Caso algumas dessas siglas também decidam romper, a base aliada sofreria um forte revés. Isso sem contar com Aonde É (PTC), que ontem também fez críticas à gestão.

Sem debandada

O líder do Governo, Evaldo Lima (PCdoB), diz que tem conversado longamente com cada um dos vereadores insatisfeitos. Segundo ele, a gestão vai ampliar os “canais de diálogo e participação”. “Não acredito em debandada. Vou conversar com os vereadores, ouvir as demandas e tenho certeza que eles serão sensíveis a isso”, projeta.”

(O POVO)

Estatuto da Segurança Bancária de Fortaleza completa 1 ano. O que mudou?

228 1

acrisiossna

O Estatuto da Segurança Bancária de Fortaleza completa, nesta sexta-feira, um ano de vigência. Para conferir como está o atendimento às exigências da lei por parte do setor, o vereador Acrísio Sena (PT), autor da matéria, que foi sancionada pela ex-prefeita Luizianne Lins (PT), visitará algumas agências bancárias. Às 10 horas, Acrísio estará circulando pelos bancos situados na rua Barão do Rio Branco, no Centro.

Aprovado pela Câmara por unanimidade, a matéria consolida a legislação sobre as regras de segurança nos bancos e agências financeiras, tendo como marco a lei das portas giratórias de 1993, do então vereador Durval Ferraz.

Estatuto

O Estatuto, dentre as suas normas de segurança, conta com a obrigatoriedade das portas eletrônicas, vidros resistentes a impactos e a disparos de arma de fogo de grosso calibre, sistema de monitoramento e gravação eletrônica em tempo real, além de divisórias e biombos nos caixas das agências e no auto-atendimento. Proíbe também o uso de aparelhos celulares no interior dos estabelecimentos, obrigando as agências a instalarem bloqueadores de celular para coibir as “saidinhas bancárias”. Estão previstas ainda penalizações para o não cumprimento da Lei, desde autuações à interdição dos estabelecimentos. 

Mauro Benevides – PMDB cobra redução de ministérios e terá que aceitar perder espaços

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4s42nd61flM&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal Mauro Benevides (PMD) afirmou para o Blog que o Congresso Nacional trabalha para aprovar todas as matérias que interessam à população brasileira. Segundo Mauro, a ordem é responder aos protestos das ruas.

Sobre cobrança que o PMDB faz ao governo Dilma Rousseff para que reduza ministérios, Mauro Benevides diz ser necessário. Ele reconhece que o PMDB vai perder nessa história, mas observa que essa exigência precisa ser adotada.