Blog do Eliomar

Categorias para Política

Governador dá presente para defensores e convoca para Réveillon

230 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=LODmZ7johRk[/youtube]

O governador Cid Gomes (PSB)  conversou com o Blog após a solenidade em que ganhou a “Medalha do Mérito Defensorial José Euclides Ferreira Gomes”, nesta manhã de sexta-feira, dentro da festa pelos 15 anos de criação da Defensoria Pública Geral do Estado. Ainda no auditório do órgão, ele anunciou que estava sancionando lei que beneficia os defensores criando, por exemplo, mais 46 cargos em comissão, falou sobre 2012 e Réveillon.

Previdência registra déficit de R$ 5,3 bi em novembro

202 2

“O Regime Geral da Previdência Social (RGPS) registrou déficit de 5,3 bilhões em novembro – valor 89% superior ao registrado em outubro deste ano. O aumento foi influenciado pelo déficit de R$ 6,7 bilhões no setor rural e pelo pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário (que tinha o prazo até o dia 20 de dezembro para ser quitada) que aumentou as despesas em novembro e diminuiu o superávit do setor urbano.

Em novembro foram arrecadados R$ 22,5 bilhões e gastos R$ 27,8 bilhões, aproximadamente. Em outubro, o déficit foi de cerca de R$ 2,8 bilhões. No acumulado de janeiro a novembro, houve aumento de 13,4% no saldo total do RGPS, se comparado ao mesmo período em 2011. Foram arrecadados R$ 238 bilhões e gastos R$ 225,1 bilhões, resultando no superávit de R$ 12,9 bilhões.

O setor urbano fechou o mês de novembro com o saldo positivo de R$ 1,3 bilhão, com R$ 22 bilhões arrecadados e R$ 20,7 bilhões gastos. Esse saldo caiu 20,9% em relação a novembro de 2011, quando o regime teve saldo de R$ 1,6 bilhão. De acordo com a Previdência, a queda do superávit nesse setor é explicado pelo pagamento da segunda parcela do décimo-terceiro salário. No setor urbano, foram gastos R$ 1,2 bilhão só com o pagamento do décimo-terceiro.

No setor rural, o déficit da Previdência cresceu 9,4% em novembro, na comparação com outubro, totalizando necessidade de financiamento de R$ 6,7 bilhões. A arrecadação chegou a R$ 478,2 milhões e os gastos, a R$ 7,1 bilhões. A Previdência justifica que o desequilíbrio no setor rural se deve à valorização do salário mínimo (atualmente R$ 622 – R$ 678 a partir de 1º de janeiro), pois 98,7% dos benefícios nesse setor estão na faixa do piso previdenciário, o que eleva a quantidade de pagamentos de benefícios.”

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio renuncia do mandato de deputado estadual

192 1

Roberto Cláudio (PSB)  renunciou, nesta manhã de sexta-feira, do mandato de deputado estadual. Ele era o presidente da Assembleia Legislativa que, a partir de agora, passa ao comando de Tin Gomes (PHS), já que o primeiro vice-presidente da Casa, José Sarto (PSB), só retorna do Exterior na primeira semana de janeiro.

RC, que assume como prefeito de Fortaleza no dia 1ª, vai comandar, já neste domingo, a partir das 10 horas, no Gran Marquise Hotel, a primeira reunião com sua equipe. Das 10 horas ao meio-dia, ele terá encontro por setores com o grupo, enquanto a parte da tarde será reservada para exposição de estudos feitos pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) sobre os bairros de Fortaleza.

RC repassará as diretrizes de sua gestão e definirá as primeiras medidas dos 100 primeiros dias.

Repórter do Blog ganha comenda da Defensoria Pública do Estado

623 5

Em comemoração aos seus 15 anos de criação, a Defensoria Pública do Ceará, sob comando da defensora-pública geral Andréa Coelho, realizou, nesta manhã de sexta-feira, em seu auditório, festa em clima de homenagens. O governador Cid Gomes (PSB) e este repórter do Blog constaram na lista dos agraciados. Nós recebemos comenda por conta da “teimosia de ter lutado, por meio de sua pena” pela criação da Defensoria do Estado e por seu fortalecimento ao longo desses anos”, segundo deixou claro, em discurso, a titular do órgão. O ato foi dos mais concorridos.

Este repórter do Blog recebendo “Comenda da Defensoria Pública” das mãos de Andréa Coelho. A expressão “Primos pobres do Judiciário”, forma que criamos para tratar os defensores, virou marca de cobrança junto aos governantes ao longo desses 15 anos, disseram vários da categoria.

Nívea Rolim foi a primeira defensora-pública geral do Estado. 

Vice-governador Domingos Filho que, quando presidente da Assembleia, viabilizou uma série de avanços para a Defensoria Pública.

 O ministro Raul Araújo (STJ) que, quando procurador-geral do Estado, viabilizou leis que garantiram fortalecimento da Defensoria Pública do Estado.

Adriano Leitinho, atual presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado, que brigou, com a categoria, por mais concursos na área.

O governador Cid Gomes (PSB) recebeu a “Medalha do Mérito Defensorial José Euclides Ferreira Gomes Júnior” (era seu pai, que foi advogado de ofício), por ter aumentado o número de defensores, garantido apoio para ampliação de unidades e apoio para a construção da atual sede do órgão.

DETALHE – Dona Maria José, mãe do governador, esteve na solenidade. Ganhou buquê de flores da Defensoria Pública do Estado.

DETALHE 2 – O senador Eunício Oliveira (PMDB) esteve no ato.

(Fotos – Edmar Soares)

Professores poderão fazer residência como parte da formação profissional

195 2

A realização de uma residência pedagógica, semelhante à residência médica oferecida aos estudantes de Medicina, pode tornar-se obrigatória no país para formação dos professores de educação básica. A proposta consta do Projeto de Lei do Senado 284/2012, pronto para entrar na pauta da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, em fevereiro, na retomada dos trabalhos no Senado.

De autoria do senador Blairo Maggi (PR-MT), a proposta acrescenta um parágrafo ao artigo 65 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996), com objetivo de melhorar a qualificação dos professores da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental. A residência pedagógica funcionaria nos mesmos moldes da médica: uma etapa posterior à formação inicial, com duração mínima de 800 horas e bolsa de estudos.

Para justificar a medida, Blairo Maggi argumentou que parte da dificuldade de alfabetização das crianças brasileiras com até oito anos de idade se deve às condições estruturais na formação dos professores. Dentre elas, o senador destacou o aumento de instituições de ensino de qualidade discutível.

(Agência Senado)

Condenado no Mensalão, José Genoíno pode assumir mandato de deputado federal

266 3

“O ex-presidente do PT José Genoino poderá voltar à Câmara dos Deputados a partir de janeiro próximo. Ele é suplente do deputado Carlinhos Almeida (PT-SP) que apresentou hoje (27) seu pedido de renúncia, a partir de 1º de janeiro, para assumir a prefeitura de São José dos Campos (SP). Presidente do PT no início do governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Genoino foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão em regime semi-aberto pelo Supremo Tribunal Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão.

O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), que deixa o cargo no início de fevereiro, disse que Genoino pode assumir o mandato porque ainda há possibilidade de recurso e a condenação não transitou em julgado. Ao todo, segundo a Secretaria-Geral da Mesa da Câmara, 27 deputados deixarão a Casa por terem vencido as eleições municipais de outubro. Os deputados Jonas Donizete (PSD-SP), Carlaile Pedrosa (PSDB-MG) e Alberto Mourão (PSDB-SP) já renunciaram para assumir mandatos de prefeito a partir de 1º de janeiro. Outros 21 parlamentares apresentaram o pedido de renúncia.

Depois de publicada a renúncia no Diário Oficial da Câmara, os suplentes serão convocados para tomarem posse. Eles têm o prazo de 30 dias para apresentar documentos e assumirem as vagas.”

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio se despede da Assembleia e renuncia nesta sexta-feira. No domingo, reúne equipe

O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), vai se despedir da presidência do Poder Legislativo nesta sexta-feira pela manhã, ocasião em que fará balanço de gestão. Ele também anunciará renúncia da condição de parlamentar, informou sua assessoria de imprensa.

Já no próximo domingo, a partir das 10 horas, no Gran Marquise Hotel, RC fará primeira reunião com o futuro secretariado. O encontro vai se estender até as 15 horas, segundo informou para o Blog o coordenador da equipe de transição e futuro titular do Instituto de Planejamento de Fortaleza (IPlanfor), Eudoro Santana.

De acordo com Eudoro, cada um dos futuros secretários vai expor uma análise do que recebeu de informações e o que pretende atacar nos primeiros 100 dias. O prefeito eleito aproveitará a reunião para o primeiro entrosamento com toda a equipe, assim como os escolhidos terão o primeiro contato com companheiros da nova gestão.

RC deverá expor as diretrizes principais de sua administração, devendo informar primeiras medidas globais.

Nesse encontro, será apresentado um estudo feito pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) sobre cada bairro de Fortaleza e suas necessidades, virtudes e perspectivas.

Cid Gomes escala Socorro França para luta contra as drogas

381 5

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8wWWTxlpmNg[/youtube]

O governador Cid Gomes empossou, durante ato concorrido no auditório do Palácio da Abolição, a ex-procuradora geral de Justiça do Estado, Socorro França, na recém-criada Assesssoria Especial de Políticas Públicas sobre Drogas. Socorro França, em conversa com o Blog,  nada adiantou sobre ações à frente do novo organismo, mas assegurou que, por conta do tamanho do problema, terá pela frente muito trabalho.

Durante o ato, o governador deixou claro que estava escolhendo a pessoa certa para o enfrentamento do problema das drogas, porque Socorro tem condições de agregar e atrair apoio de vários segmentos da sociedade. Ele garantiu que, nesse trabalho, ela terá apoio de todo o Governo, mas, especialmente, de secretarias como a Educação, Cultura, Justiça, Segurança Pública, Defensoria Pública e, ainda da Casa Civil e da Chefia de Gabinete. A Sefaz, Setur e STDS também se engajarão na ação, o que exigiria uma pessoa comprometida com a causa e disponível para se entregar à tarefa.

Socorro França agradeceu o apoio e destacou que começa um trabalho respaldada por estratégias desenvolvidas no Pacto pela Vida, conjunto de ideias elaborado pela Assembleia Legislativa, a partir da mobilização empreendida pelo então dirigente do INESP. Eudoro Santana. Em alguns momentos, a titular da Assessoria sobre Drogas brincou até com o chefe de gabinete, Danilo Serpa, que o conheceu bebê e que, agora, ali estava do seu lado para disponibilizar apoio logístico.

Entre as presenças na solenidade: o procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado; a defensora-pública geral Andréa Coelho; a vice-presidente do TRE, desembargadora Iracema do Vale; o empresário, escritor e presidente da entidade que congrega consulados em Fortaleza, João Soares Neto; o vice-presidente da OAB/CE, Ricardo Barcelar; o vereador eleito e artista Paulo Diógenes; o ex-deputado Osmar Diógenes – que tem trabalho de apoio aos envolvidos com drogas; o presidente da FCDL, Honório Pinheiro; a presidente do CIC, Nicole Barbosa; dona Wânia Dummar, coordenadora da Comissão de Responsabilidade Social da Fiec; o líder do Governo na Assembleia, Sérgio Aguiar (PSB); a deputada estadual Fernanda Pessoa (PR): padre Clairton Alexandrino; a prefeita eleita de Tauá, Patrícia Aguiar; o procurador jurídico da Assembleia, Reno Ximenes; dirigentes da AJE de Fortaleza; o radialista Paulo Oliveira (com filho Sadat); e vários secretários estaduais, além de Mônica Barroso, coordenadora de Políticas Públicas de Mulheres; e a ex-defensora-pública geral Francilene Gomes.

DETALHE – Socorro França foi também candidata à Prefeitura de Fortaleza em 1996 pelo PSDB e ainda ocupou cargo de secretária da Ouvidoria na Era Tasso Jereissati.

(Foto – Paulo Moska)

 

Réveillon da Solidariedade – Esquema de segurança já montado

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=W-K-KkYSkFw[/youtube]

Todo o esquema de segurança para o Réveillon da Solidariedade, que ocorrerá no aterro da Praia de Iracema, já está pronto. Quem garante é o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, coronel Francisco Bezerra. São quase 800 homens envolvidos.

O Coronel Bezerra aproveitou para falar também sobre possível greve de PMs e se disse certo de que o Estado vem cumprindo, na medida do possível, tudo o que a categoria tem reivindicado.

Renan Calheiros vem aí…

207 8

“Renan Calheiros anda dizendo por aí que deixará para a última semana de janeiro a oficialização do que todo mundo já sabe: que ela será candidato à presidência do Senado. Pretende fazer o anúncio no dia 24.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Delegado de polícia com carreira jurídica. Mas em toda sua plenitude

359 5

O advogado Irapuan Diniz de Aguiar manda artigo para o Blog intitulado “Carta aos Governadores”. No conteúdo, luta para que delegados de polícia sejam reconhecidos como carreira jurídica. No Ceará, um apelo a Cid Gomes para que ajuste, em termos de remuneração, a mensagem sobre o tema e que foi enviada para a Assembleia Legislativa. 

Tão logo foi promulgada a Carta Magna de 1988, 404 deputados e senadores constituintes redigiram e firmaram um documento intitulado “Carta aos Governadores dos Estados” em que expressavam, de forma peremptória, que o art. 241 inserido no texto da Carta Constitucional brasileira, foi elaborado com o objetivo de, corrigindo uma disparidade de tratamento, reparar uma injustiça que se impunha à categoria dos delegados de polícia, atribuindo-lhes a mesma retribuição pecuniária das demais carreiras jurídicas.

Este dispositivo, resultante de amplo acordo de lideranças, consagrou aos delegados de polícia uma isonomia qualificada, subordinada, unicamente, ao exercício da função, embora adequada à regra geral do § 1º, do art. 39, no que diz respeito ao princípio ali estabelecido, tratando-se, como tal, de norma que encerrava eficácia plena de aplicação imediata.

Por conta disso, ao receber este importante e esclarecedor documento, o então governador Tasso Jereissati, já em 1989, editou a lei nº 11.535, de 10/04/89, conferindo o mesmo tratamento remuneratório às carreiras jurídicas estaduais – delegados de polícia, defensores públicos e procuradores do Estado – conforme o estabelecido no seu anexo IV.

Com o advento, no entanto, da EC 19/98 (Reforma Administrativa), o art. 241 da CF/88, por um lamentável equívoco, por todos posteriormente reconhecido, foi tal dispositivo suprimido do texto da Carta Magna. É que, ao proibir a equiparação de cargos para fins de concessão de isonomia no serviço público, a supressão acabou por alcançar a situação específica das carreiras jurídicas, nelas incluídas os delegados de polícia.

De lá a esta parte, tem sido ingente o esforço da classe por sua reinserção no texto constitucional como carreira jurídica. Várias PECs tramitam na Câmara Federal nesse sentido. A demora na votação pelo Congresso Nacional tem inviabilizado a correção do lastimável equívoco. Em função disso, muitos Estados, de iniciativa própria, têm promovido à correção mercê da sensibilidade dos governantes e do trabalho dos delegados de polícia, por suas entidades, visando o restabelecimento desse inquestionável direito.

No Ceará, o governador Cid Gomes encaminhou à Assembleia Legislativa uma PEC nesse sentido, reconhecendo os delegados de polícia como integrantes das carreiras jurídicas estaduais, cuja proposta, todavia, carece de ajustes porquanto o texto se limita a afirmar o óbvio, ou seja, de que a atribuição de polícia judiciária, constitucionalmente deferida à categoria, é uma “atividade” jurídica. Ora, “atividade jurídica” é a desenvolvida por qualquer assessor jurídico dos órgãos da estrutura governamental.

Com o mesmo propósito de dar consequência a vontade do Legislador Constituinte originário, editou uma lei concedendo, de forma gradual, de 2012 a 2014, igual tratamento remuneratório às carreiras jurídicas estaduais, fixando os valores dos subsídios dos delegados de polícia no patamar estabelecido aos defensores públicos.

Um obstáculo, contudo, se antepõe a tal objetivo, qual seja a barreira do teto remuneratório. Enquanto os defensores públicos têm como referência de teto salarial o do Poder Judiciário, os delegados de polícia se subordinam ao teto do Poder Executivo. Vale dizer, o governo “dá com uma mão e retira com a outra”. Urge que se supere tal impasse que, não apenas impede que a lei alcance seu objetivo como, ainda, provoca flagrante ofensa ao princípio da hierarquia e disciplina em que se fundamenta a carreira policial.

* Irapuan Diniz de Aguiar,

Advogado.

Dilma já tem nomes para vaga do STF

153 1

A presidente Dilma Rousseff deixou para 2013 a indicação para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Cinco candidatos estão sendo avaliados pelo Planalto: o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Benedito Gonçalves, a ministra do Superior Tribunal Militar, Maria Elizabeth Guimarães Rocha, o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, o desembargador Pedro Feu Rosa, o constitucionalista Luis Roberto Barroso, e o advogado Heleno Torres, segundo informa em seu Blog, Felipe Patury.

Benedito Gonçalves tem o apoio do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva. Maria Elizabeth, que atuou na Casa Civil durante o governo do ex-presidente, é apoiada por funcionários da pasta. Feu Rosa tem o apoio da Igreja, da bancada capixaba no Congresso e do governador do estado. Barroso é apoiado por advogados e juristas. Torres teve seu pleito endossado pelo ministro Luís Inácio Adams, da Advocacia-Geral da União, e conta com a simpatia do ex-ministro do STF, Ayres Britto.

Justiça Eleitoral publica acórdão sobre processo de cassação de Carlomano Marques

203 3

Saiu no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral, dia 21 último, o acórdão do processo 705834, que diz respeito à cassação do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) e que envolve também a sua irmã, vereadora Magaly Marques (PMDB) na prática da compra de votos.

O acórdão subiu para a presidência do TRE que, a partir do dia 7 próximo, deverá comunicar oficialmente ao Poder Legislativo sobre a decisão de cassação do parlamentar.

A partir do dia 7 também começa a correr o prazo de três dias para recurso contra a medida.

Setur diz para Blog que comunicou interdição de área do espigão à Prefeitura

175 1

A Secretaria Estadual do Turismo esclarece para o Blog que, na últimas segunda-feira, deu entrada em ofício junto à Secretaria Executiva da Regional II comunicando que iria interditar a área do Espigão Demócrito Dummar para colocação da estrutura do Réveillon da Solidariedade.

Adianta a Setur que nada impedia a Prefeitura de realizar o ato de inauguração do espigão, pois haveria deslocamento necessário de parte da estrutura.

Neste Blog, a SER II informou que cancelou o ato porque houve a interdição de toda a área, com apoio policial.

O critério técnico das equipes de Luizianne e de Roberto Cláudio

173 6

Com o título “O Mito técnico”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. El aborda as contradições do discurso de Luizianne Lins como parlamentar e como prefeita de Fortaleza. Ele não poupa críticas ao loteamento de cargos, o que seria ingrediente a mais no bolo da ineficácia da gestão e prefere aguardar o tal critério técnico que o novo prefeito Roberto Cláudio apregoou na convocação do seu secretariado.

Repetiram-se com Luizianne Lins contradições que antes acometeram a quem, como ela, saltou – e não impunemente – do confortável discurso radical para a aspereza da prática gestora. Muito daquilo que, como vereadora, ela condenou, praticou quando prefeita.

Um exemplo citado com frequência é o loteamento de cargos públicos entre aliados que lhe deram sustentação política na Câmara dos Vereadores, o que explicaria em parte os bolsões de ineficácia de sua gestão, reconhecidos até mesmo por quem lhe deu apoio.

O prefeito eleito ofereceu como gesto de renovação – tal como houvera prometido em campanha, a indicação de muitos quadros técnicos para o seu secretariado. Roberto Cláudio não blefou: ilustres desconhecidos subirão à ribalta no dia primeiro.

Ouvi por conta das escolhas efusivas loas ao perfil da equipe. O termo, “técnico”, sempre mencionado no campo semântico oposto à “politicagem” – música para a opinião pública, escaldada na sangria do mensalão e nas derrapagens da gestão que se despede.

Houve pressa em firmar o atestado de boa conduta. Se a indicação de técnicos sinaliza a vontade do prefeito em dar presteza ao serviço público, ela não é, por si apenas, garantia de que as decisões estarão imunes ao mau contágio de interesses políticos indevidos.

Afinal, pela amplitude dos apoios recebidos, e a vultosa soma de recursos espalhada na campanha eleitoral, melhor aguardar um pouco mais. Logo veremos – e bem cedo, se às indicações técnicas corresponde a blindagem que os arautos se apressaram em vender.

Cargo de confiança entregue a técnico, sem força política própria, pode até significar o oposto: um biombo vulnerável a pressões de toda ordem. É no Palácio do Bispo que se define o que é inegociável. Limite, coloca quem foi eleito. O resto é perfumaria.

Se faltou eficiência em medida maior do que a aceitável em alguns setores da gestão que se despede, a cidade espera que a pretendida restauração da competência se dê em favor do interesse público e do bem comum. Enfim, que a boa técnica não sirva à má política.

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Dilma diz que não fala sobre Mensalão

149 1

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (27) que não se manifestará sobre o julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, no qual dirigentes petistas foram condenados, entre eles, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. “Não me manifesto sobre decisões de outro Poder. Não estaria contribuindo para a governabilidade desse país”, disse durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto.

“Não posso esquentar considerações, tomar atitudes que possam, de alguma forma, interferir no funcionamento desses órgãos”, acrescentou.

Dilma disse que, como presidenta da República, tem a prerrogativa de indicar ministros para preencher as cadeiras vagas no Supremo Tribunal Federal (STF), mas não tem ingerência sobre a atuação deles no tribunal. “Cada um vive sua vida”, disse, acrescentando que mantém a devida distância.”

(Agência Brasil)

Comissão da Câmara dos Deputasdos aprova projeto que rateia gorjetas

“A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê a divisão das gorjetas pagas aos garçons entre todos os funcionários do restaurante. É o Projeto de Lei 6558/2009, substitutivo a um projeto que regulamentava as profissões de maître e garçom. O texto original, além de detalhar as atribuições e obrigações das duas funções, criava a exigência de curso profissionalizante. Um capítulo do projeto regulamentava a gorjeta. Mas a relatora do Projeto de Lei na Comissão do Trabalho, deputada Sandra Rosado (PSB-RN), argumentou que a lei é um tanto desnecessária, já que a falta de regulamentação dessas profissões não traz riscos à sociedade.

Concordou com a parte do texto que fala da gorjeta. “Entretanto se, por um lado, a regulamentação de profissão não se sustenta, o mesmo não podemos dizer quanto aos aspectos da gorjeta. Temos visto muitos abusos praticados contra os integrantes da categoria em relação ao pagamento dessa parcela, havendo, muitas vezes, a cobrança sem que haja o devido repasse”, disse.

A opção aprovada pela comissão foi acrescentar os dispositivos do projeto que falam de gorjeta na CLT. O valor rateado entre os funcionários do restaurante teria como base 10% ou mais de cada conta paga no estabelecimento. O rateio já era previsto no projeto original, mas falava apenas nos garçons. A novidade é que, pelo substitutivo, a gorjeta será dividida entre todos os empregados que trabalham no horário de atendimento. A proposta tramita em caráter conclusivo, o que quer dizer que não será votada pelo Plenário da Câmara.”

(Agência Câmara)

Prefeitura cancela entrega de espigão porque governo interditou a área

216 2

A briga entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e o governador Cid Gomes (PSB), pelo visto, vai até o dia 31 mesmo. Nesta manhã de quinta-feira, a organização do Réveillon da Solidariedade ocupou e interditou, com o foguetório da festa, a área onde se encontra o Espigão Demócrito Dumar. A Polícia Militar encontra-se, inclusive, na área para evitar acesso.

Em razão disso, a Secretaria Regional II cancelou a solenidade em que a prefeita iria entregar o espigão, o que ocorrerá na parte da tarde. O clima, entre membros da gestão municipal, é de revolta porque  a interdição da área se registrou sem comunicado prévio.