Blog do Eliomar

Categorias para Política

RC testa popularidade no aterrinho da Praia de Iracema

rcaterro

 

O prefeito Roberto Cláudio esteve, no começo da madrugada desta segunda-feira, no aterrinho da Praia de Iracema, local de show do Carnaval. Serviu para testar sua popularidade. Ele posou para fotos ao lado de eleitores, ouviu apelo por obras e reiterou que a passagem de ônibus vai voltar a R$ 2,00 após o carnaval.

(Foto – Nely Rosa)

Projeção do Brasil na agenda internacional é tema de palestra nos Estados Unidos

175 1

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, está nesta segunda-feira (11), em Cambridge, nos Estados Unidos, para fazer uma palestra na Kennedy School of Government (instituto de relações internacionais da Universidade de Harvard). O tema da palestra de Patriota é a Projeção Global do Brasil: Uma Agenda Diplomática voltada para o desenvolvimento e para a paz. Em abril do ano passado, Dilma Rousseff fez palestra no mesmo local, quando mencionou os avanços econômicos do Brasil e o respeito aos preceitos democráticos no país.

Nesta terça-feira (12), o chanceler participa das discussões no Conselho de Segurança do Conselho das Nações Unidas (ONU). Patriota também se reúne com o ministro de Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul, Kim Sung-hwan, que preside o conselho até o final deste mês, e com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e com o presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Vuk Jeremić.

No seu discurso no Conselho de Segurança, Patriota deverá cobrar da comunidade internacional, em Nova York, nos Estados Unidos, a chamada “responsabilidade ao proteger” – que é a exigência dos parceiros internacionais que garantam mecanismos de verificação sobre a execução de ações de ajuda humanitária e segurança aos civis nos conflitos armados.

Segundo analistas políticos, a participação de Patriota nas discussões do Conselho de Segurança é uma demonstração de que o governo brasileiro tem condições de ampliar a atuação no órgão e nas negociações internacionais. A presidenta Dilma Rousseff cobra a reforma do conselho para aumentar o número de assentos permanentes e rotativos e o direito de o Brasil participar do órgão como titular.

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) é formado por 15 países – cinco permanentes e dez rotativos, que se revezam a cada dois anos. O órgão é responsável pela definição de medidas de segurança para as regiões em conflito. Os debates, na próxima semana, concentram-se em um tema único: a proteção de civis em áreas de confrontos armados.

(Agência Brasil)

Petição contra Renan alcança meta de assinaturas

177 2

renan senador

Será necessário talvez que o barulho do Carnaval passe para a grande maioria dos brasileiros se dar conta, mas o fato é que a petição pelo afastamento de Renan da presidência do Senado alcançou a meta de assinaturas estabelecida pelos autores da iniciativa. Ou seja, mais de 1% do eleitorado nacional – isto é, 1 milhão 360 mil pessoas – já assinou o documento que pede o impeachment do senador Renan Calheiro (PMDB-AL).

A mobilização digital contra a volta de Renan ao cargo ao qual ele renunciou, no final de 2007, abalado por várias denúncias graves, foi iniciada pela ONG Rio de Paz e teve imediata adesão de diversas entidades da sociedade civil. A ideia original era pressionar pela eleição de um político ficha limpa para presidir o Senado e, por conseguinte, o Congresso Nacional (o presidente do Senado acumula as duas funções). Eleito no último dia 1º com o voto de 56 dos 81 senadores, Renan é acusado de ter cometido três crimes pela Procuradoria-Geral da República.

(Congresso em Foco)

RC esteve no Carnaval da Domingos Olímpio e avisou: "Bilhete Único" sai até junho

rcavenida

O prefeito Roberto Cláudio esteve, nesta noite de domingo,  no Carnaval da Avenida Domingos Olímpio. Com ele, sua mulher, Carol, o secretário municipal da Cultura, Magela Lima, os vereadores Evaldo Lima (PCdoB), líder de RC na Câmara Municipal, Paulo Diógenes e Marco Aurélio, e deu uma boa conferida na festa. A circulada serviu para ele testar que sua popularidade continua firme.

Sobre a decisão da Justiça Estadual que acatou recurso da Prefeitura e mandou fazer a passagem de ônibus voltar ao patamar de R$ 2,00, RC confirmou: ao ser notificado, vai fazer o preço voltar ao que era, o que ocorrerá após o Carnaval.

Ele informou que, até junho próximo, vai implantar o “Bilhete Único”, sistema que garantirá o usuário pegar quantos ônibus quiser , por até duas horas, e pagar uma única tarifa.

(Foto – Divulgação)

Hospitalizado há dois meses, Chávez está à frente da Venezuela, diz chanceler

150 1

Hospitalizado há dois meses em Cuba, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, está no comando do governo e na liderança das decisões, segundo o ministro das Relações Exteriores do país, Elias Jaua. Chávez está em Havana, capital cubana, para o tratamento de combate a um câncer na região pélvica. Ele foi submetido a uma cirurgia em 11 de dezembro e teve uma série de complicações, como infecção pulmonar e hemorragia. Mas as autoridades venezuelanas dizem que ele se recupera.

“O presidente é o responsável por tomar decisões sobre a economia do país”, disse Jaua. Na última semana, o governo venezuelano determinou a desvalorização da moeda. Segundo Jaua, o presidente está em processo de recuperação gradual.

“[O presidente] luta [contra a doença] com muita fé, agarrando-se à vida e ao amor das pessoas e com a convicção de que vai vencer a batalha”, ressaltou o chanceler, que nesse sábado (9) se reuniu com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota.

Após a reunião, Patriota e Jaua concederam entrevista coletiva informando que serão implementados projetos nas áreas de infraestrutura e esporte. De acordo com ele, no final de março, deverá ocorrer uma reunião entre integrantes dos dois países para analisar as medidas que serão adotadas. Também está em estudo projetos nos setores de energia, agricultura e comércio.

Patriota disse ser positiva a iniciativa da Venezuela de defender que o país seja a sede dos Jogos Pan-Americanos em 2019. Segundo ele, a proposta será analisada com “muito cuidado” pelo governo brasileiro e a que ideia é “excelente”.

(Agência Brasil)

Sindicato dos Empregados dos Transportes de Passageiros aprova redução da passagem

“O Sindicato dos Empregados das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará (Sintro) aprovou a redução da passagem de ônibus de Fortaleza. O assessor político da entidade, Valdir Pereira, afirmou que a Prefeitura já tinha concedido benefícios aos empresários ano passado, por meio da isenção do ISS como contrapartida para garantir aumento salarial a motoristas e cobradores.

Para Valdir, a licitação organizada para as empresas de ônibus pela gestão de Luizianne Lins é falha, pois “deixou uma brecha” para que os empresários pudessem reajustar a tarifa. “Os técnicos da Prefeitura falaram que o reajuste passaria por discussão e não seria automático. A decisão da Justiça está corrigindo um erro que não poderia ser repassado ao usuário”, comentou Valdir Pereira.

No último sábado, 9, a Justiça determinou a redução da passagem dos ônibus em Fortaleza, de R$ 2,20 para R$ 2, segundo assessoria da Prefeitura de Fortaleza. O valor deverá ser reajustado logo após o Carnaval, depois que a Prefeitura de Fortaleza voltar do feriadão momino e adotar as medidas cabíveis. O valor havia sido reajustado, há cerca de um mês, diante da mensagem da gestão anterior em dezembro último.”

(POVO Online)

RC visitará pontos do Carnaval

roberto-claudio

O prefeito Roberto Cláudio (PSB) fará um giro nesta noite de domingo por alguns pontos do Carnaval. No roteiro, não poderia faltar o Polo Descartes Gadelha, onde ocorre o desfile dos maracatus. Bailes como o circuito de Dona Mocinha também estão nesse giro.

Roberto Cláudio, segundo sua assessoria, est´mais do que feliz por ter conseguido derrubar liminar que garantia a passagem de ônibus mais cara. Após o Carnaval, ele implementará o retorno dos preços antes praticados. A passagem voltará para R$ 2,00 e meia a R$ 1,00.

Ministro dos Portos confere o "Galo da Madrugada"

194 2

leonidda

 

O secretário nacional dos Portos, ministro Leônidas Cristino, passa o Carnaval no Recife. Ali, teve direito a conferir o bloco “Galo da Madrugada”, como convidado do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Canmpos. No grupo, também o ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional.

O governador Cid Gomes até que foi convidado, mas, por conta de crise de sinusite, acabou recolhido à sua chácara no município da Meruoca.

(Foto – Divulgação)

 

O senso de preservação e a perda de credibilidade

194 1

Da coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (10), pelo jornalista Luiz Henrique Campos:

Uma das máximas do jornalismo político é a de que o conteúdo dito vale mais, a depender de quem diz, do que propriamente do que é dito. Isso explica muitas vezes porque a mesma coisa, verbalizada por alguém importante, ganha mais notoriedade do que quando expressada por político sem tanta representatividade. É claro que para alcançar esse estágio de reconhecimento público há diversos fatores que se combinam, nem sempre implicando necessariamente o cargo que se ocupa. E aí, vale desde o talento nato para a frase dita no momento certo, até o conceito alcançado ao longo da trajetória política. É fato, ainda que, alcançado o conceito e o respeito da opinião pública, dificilmente se perde a representatividade, sendo esse político caro na hora de se ouvir sobre os mais importantes temas em voga.

Manter essa representatividade perante a opinião pública, todavia, requer, além do conteúdo, algo mais, que diz respeito também a personalidade de cada um, e o senso de oportunidade para aproveitar as brechas que surgem. Um desses indicadores do algo mais é justamente, saber se preservar para não virar um boneco, que tanto fala sobre tudo, como atira para todo lado sem significar que possua competência para tal. Assim, em muitos casos, pode ser bem mais fácil chegar ao topo rapidamente, do que se manter em evidência com credibilidade e aceitação. Infelizmente, não são raros os que já estiveram lá e hoje descem a ladeira do descrédito, sendo ignorados solenemente pelo que dizem, tornando-se mais folclóricos do que propriamente formadores de opinião.

Não digo que seja o caso, mas o ex-governador Ciro Gomes parece não ter a noção exata do que já foi na política nacional e o que representa hoje. Se antes, no auge, quase chegou a ser presidente, tendo ocupado importantes funções na esfera da República, tudo indica que caminha agora para se tornar um falastrão sem acrescentar algo novo ao debate político. Acostumado às frases de efeito, deixou o governo Lula atirando contra o presidente, como se aquilo lhe rendesse dividendos políticos. Ora, acabou caindo no jogo da grande mídia, a quem tanto critica, que o usou à época para atacar o PT, mas depois o deixou de lado como se fosse uma laranja murcha após ser saboreada. De lá para cá, o esporte preferido de Ciro continua sendo de ataque ao Partido dos Trabalhadores.

Ataques, é bem verdade, que, na maioria das vezes, não ferem a verdade. Ao contrário, Ciro acerta no alvo. A questão, todavia, é que se o estilo de discurso do ex-governador é certeiro, não se coaduna com a sua prática. E aí, ao se fazer a síntese, ele tem mais a perder do que a ganhar. O resultado é que as suas falas e frases cativantes já não geram os mesmos efeitos de outrora. Da mesma forma que saem, com a rapidez de raciocínio e virulência característica, estão se perdendo ao vento, não recebendo nem mais o beneplácito da dúvida por parte de quem as escuta. Uma pena, pois muitas delas contêm verdades ferinas. Mas é a lógica da política. Como disse no início, as palavras valem mais dependendo de quem as expressa, e não o que propriamente significam. E quando quem diz perde a credibilidade, estas se perdem no vento da história.

Projeto garante compensação por atraso na entrega de imóvel

Se o atraso na entrega de imóvel for superior a 180 dias, o incorporador deverá pagar ao comprador multa de 2% sobre o valor já pago e de 0,5% ao mês sobre o mesmo montante enquanto perdurar o atraso, sem prejuízo de outras indenizações, podendo tais valores serem compensados nas prestações devidas. É o que prevê o PLS 7/2013, que se encontra em tramitação inicial na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Se o projeto for aprovado, a norma só terá validade para os contratos celebrados a partir do início de sua vigência, prevista em 90 dias a partir da publicação da lei. O PLS 7/2013 acrescenta o inciso III ao artigo 43 da Lei 4.591/1964, que dispõe sobre o condomínio em edificações e as Incorporações imobiliárias.

O autor do projeto, senador Gim Argello (PTB-DF) observa que o lançamento de alguns empreendimentos imobiliários pelas incorporadoras não tem seguido planejamento adequado. Ele lembra que a entrega de imóvel comercializado tem enfrentado atrasos, em virtude do ritmo das construções, acrescido de procedimentos burocráticos a cargo de incorporadoras, inclusive os relacionados aos cartórios de imóveis, além da falta de documentação necessária, como alvarás e licenciamentos indispensáveis à análise e aprovação das obras.

Embora a maioria dos contratos hoje contenha a previsão de tolerância de até 180 dias para a entrega dos imóveis, Gim Argello ressalta que a imprensa tem noticiado atrasos que desmoralizam o setor, na medida em que ultrapassam qualquer medida que se possa ter como razoável, com prejuízos ao cidadão comum que muitas vezes investe nesse empreendimento todas as suas economias.

Gim Argello ressalta que, com intervenção do Ministério Público e mediante acordos, o comprador tem recebido das empresas multa de 2% sobre o valor pago e de 0,5% ao mês sobre o mesmo montante, enquanto durar o atraso, podendo até obter o pagamento de aluguel de outro imóvel em substituição àquele que não foi ainda entregue.

Mesmo assim, observa Gim Argello, falta regra precisa que traga maior segurança ao consumidor quanto ao cumprimento dos prazos acordados e, concomitantemente, garanta confiabilidade ao setor da construção e venda imobiliária.

(Agência Senado)

Projeto tipifica como crime ‘bullying’ praticado pela internet

O senador Clésio Andrade (PMDB–MG) apresentou projeto de lei que criminaliza o bullying virtual. O PLS 21/2013 tipifica as agressões passíveis de penas, que vão até três anos de detenção, para esse tipo de ação que causa sofrimento psicológico e constrangimento mesmo que transitório. De acordo com o projeto, bullying virtual é considerado a ação de “violência emocional por meio da propagação de mensagem humilhante ou constrangedora via correio eletrônico, sítio da internet, redes sociais ou dispositivos da telefonia móvel”.

Segundo a proposta, qualquer ofensa relacionada à orientação sexual, etnia, religião, deficiência e a pessoas idosas poderá levar à detenção de três meses a um ano, além de multa. Discriminação por características pessoais como distúrbios motores ou de dicção também poderão deixar o agressor até três anos na cadeia.

Além disto, se for comprovada incidência de transtorno mental permanente, autoagressão ou agressão a terceiros por parte vítima, desencadeados pelo bullying, o autor poderá ser penalizado com detenção de seis meses a um ano, além de multa. Nesse caso, também se aplicaria pena específica relacionada à violência. Se o autor do bullying virtual for criança ou adolescente, deverão ser aplicadas medidas correcionais e socioeducativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA- Lei 8.069 de 1990).

Clésio Andrade chama atenção para as particularidades e consequências do bullying virtual, que requer medidas detalhadas, segundo afirma.

– O espaço virtual é ilimitado, o poder de agressão se amplia e a vítima se sente mais acuada. Também, nesse tipo de agressão, o anonimato tende a aumentar a crueldade dos comentários e das ameaças, e os efeitos tendem a ser extremamente graves.  Muitas vezes, o bullying afeta tão violentamente o estado psicológico da vítima que resulta em transtornos irreversíveis, algumas vezes causadores até mesmo de suicídio.

(Agência Senado)

Caso Carlomano – Sociólogo recomenda cautela

295 4

O sociólogo e advogado Pedro Albuquerque deixou nos comentários deste Blog a seguinte análise sobre o caso da cassação do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) – captação ilegal de votos, e a postura do Poder Legislativa que lhe concedeu oito sessões para apresentar defesa. Confira:

Não há nada de vergonhoso nessa posição da Assembleia Legislativa do Ceará. Todas as possibilidades recursais devem estar esgotadas para que o Poder Legislativo venha a formalizar, finalisticamente, a perda de mandato de um deputado. Cassar mandato não é coisa de menor importância. É da maior relevância, uma vez que o mandato não pertence nem ao deputado nem ao Poder Legislativo, mas aos eleitores. Se o deputado feriu o decoro, seu mandato é passível de cassação.

O Legislativo não é obrigado a esperar a coisa transitada em julgado para cassar mandato de parlamentar, uma vez que as razões pelas quais esse poder cassa um mandato têm natureza política e não, necessariamente, jurídica. Todavia, como o mandato é popular, em muitos casos, a depender de suas especificidades, recomenda-se que o Poder Legislativo acautele-se e aguarde todos os prazos e possibilidades de defesa do deputado acusado ou contra o qual haja decisão prolatada em juízo, como é o caso desse deputado com mandato cassado pelo TRE que, no Ceará, tem à frente um Juiz probo, de espírito democrático, que sabe o que é a falta da democracia, o Desembargador Ademar Mendes Bezerra.

Mas, ao deputado assiste o direito de recurso ao TSE. Se a juízo do Poder Legislativo há dúvidas quanto à culpabilidade de natureza política do referido deputado, correto é aguardar pelo esgotamento de sua defesa junto a instâncias superiores do outro poder, no caso, o TSE. Todavia, nada obsta que o Poder Legislativo, repito, se adiante e casse o mandato, pois cada poder tem sua autonomia própria, seus procedimentos próprios, suas razões próprias, seu tempo próprio.

O mandato do Senador Demóstenes Torres foi cassado independentemente de decisão judicial anterior. Há vários precedentes a favor de maior acautelamento. Um recurso do deputado ao TSE pode produzir a suspensão da decisão prolatada pelo TRE e condicionar a cassação de seu mando ao julgamento definitivo do processo na derradeira instância. Nesse sentido, há precedentes judiciais.

Recomenda-se, portanto, que a execução do acórdão proferido pela corte regional deve aguardar o julgamento pelo TSE. Outro exemplo é a decisão do STF no julgamento da cassação de mandatos dos deputados envolvidos com o mensalão. O STF, nesse caso, funcionou como primeira e última instância, uma vez que o julgamento se deu com base na prerrogativa de foro privilegiado. A Câmara dos Deputados decidiu, corretamente, aguardar a coisa passada em julgado.

Esse é o procedimento que a Assembleia Legislativa do Ceará poderá adotar no caso do deputado Carlomano Marques. Cassar mandato não deve ser coisa corriqueira, mas ato de ultima ratio, pois mandato tem o crivo da legitimidade popular e, na democracia, isso vale mais que ouro.

*Pedro Albuquerque,

Sociólogo e advogado.

AFBNB divulga manifesto em defesa do Banco do Nordeste

Com o título “Instabilidade plantada. A quem interessa?”, eis manifesto divulgado, neste sábado, pela diretoria da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB). Aborda as especulações em torno de uma possível queda do presidente do banco, Ary Joel. Confira:

Tem sido frequente a inserção de matérias na imprensa dando conta de possíveis mudanças na gestão do Banco do Nordeste do Brasil. A mais recente, da hora, que circula em redes sociais, indica que a próxima edição de uma revista traz a Decisão da Presidenta da República por demitir o Presidente do Banco, cuja ordem já havia sido expedida ao Ministério da Fazenda.

Consta da referida mensagem que o motivo seria a insatisfação dos governadores da região com a “indisposição” do Presidente em recebê-los, a redução das operações de infraestrutura e o fato de o mesmo ainda não ter fixado residência em Fortaleza (CE), sede da Instituição. É no mínimo estranha essa atitude, pois não se observou qualquer sinal de preocupação das citadas autoridades em situações realmente temerosas, por exemplo, quando foi indicado para o Banco em meados de 2011 um gestor que, diante dos fatos, tinha características de “ficha suja”, e que por isso foi obrigado a renunciar um ano depois; tampouco recentemente durante os casos de corrupção que levaram a Instituição mais uma vez às páginas policiais e que causaram alterações na cúpula do Banco.

Esse quadro de notinhas na imprensa parece mais um jogo de interesses, do tipo “coisa plantada”, por iniciativa de quem está sendo contrariado, de toda ordem, inclusive política. Assim, também não é descartada a possibilidade de chantagem política, haja vista a possível necessidade da montagem de um palanque em torno da reeleição à Presidência da República. Esse tipo de situação, também inescrupulosa, assim como os casos já referenciados, gera um quadro de instabilidade institucional desnecessário e de insegurança interna, além de incertezas para a sociedade, principalmente na área de atuação do BNB, tão sofrida e carente da ação creditícia do Banco. Isto não interessa aos trabalhadores e à sociedade. Então, a quem interessa?

A AFBNB mais uma vez vem a público para protestar veemente contra esse tipo de tratamento e desserviço ao Banco. Por oportuno enfatiza: É urgente que o Governo Federal se pronuncie sobre esses fatos. Não é admissível que pessoas ou segmentos organizados se utilizem do nome da Presidenta da República, e se valham dos governadores dos Estados para seus interesses mesquinhos.

O BNB não é e nem pode ser tratado como moeda de troca da barganha política de quem quer que seja. A sociedade nordestina e de toda a área de atuação do Banco, assim como os próprios trabalhadores do BNB, merecem e exigem respeito.

Pela Associação dos Funcionários do BNB

Rita Josina Feitosa da Silva.

Pão, água e olhe lá

166 1

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (9), pelo jornalista Érico Firmo:

A oposição definitivamente não terá vida fácil na Câmara Municipal. O vereador Deodato Ramalho (PT) havia feito acordo com Joaquim Rocha (PV) para ocupar a vaga que seria deste último na Comissão de Direitos Humanos.

O líder do prefeito, Evaldo Lima (PCdoB), entrou em campo para que a troca não ocorresse. O que chama atenção é que, normalmente, os governos brigam para ter a presidência, a maioria dos membros e, no máximo, também a vice-presidência das principais comissões. Não é usual embate em torno de simples cadeira – em colegiado que não está entre os mais estratégicos e no qual a base é francamente majoritária.

Depois de muita confusão com os petistas, mediante ameaça de o acordo para distribuição das vagas ser rompido e ser reivindicada a distribuição proporcional, o líder cedeu.

Dilma Rousseff tem base infiel

“Um levantamento inédito feito pela consultoria Arko avaliou o comportamento dos partidos no Congresso durante a primeira metade do mandato de Dilma Rousseff — e mostrou que o apoio ao governo na Câmara diminuiu no ano passado.

Em 2011, o governo foi derrotado em apenas uma votação; em 2012, perdeu em oito.

Entre os partidos da base, o mais infiel ao Palácio do Planalto na Câmara foi o PR. Apoiou somente 35% dos projetos do governo. O PMDB foi o sexto mais fiel entre os aliados. Ficou ao lado do governo metade das vezes.”

(Coluna Radar  Veja Online)

Cid Gomes indica novo presidente do Instituto Centec a pedido da Fiec

ferrerr

O engenheiro agrônomo Francisco Férrer Bezerra é o novo presidente do Instituto Centec. Férrer gerenciava a Unidade de Fomento às Cadeias Produtivas de Desenvolvimento do Ceará, do Instituto de Desenvolvimento Industrial (INDI, do Sistema FIEC, e foi também chefe da Embrapa Agroindústria Tropical. O convite partiu do governador Cid Gomes e teve o apoio do presidente da FIEC, Roberto Macêdo.

Férrer assume a presidência do Centec tendo como uma de suas principais metas integrar o Instituto Centec com as instituições públicas e privadas como: FIEC, Embrapa ,Federação da Agricultura do Estado, universidades e o Sistema “S”. A ideia é focar na qualificação profissional, inovação e integração operacional.

DETALHE – A última gestão do Instituto Centec tinha como titular Georgia Aguiar. Era indicação do vice-governador Domingos Filho (PMDB) que, no momento, articula mudança partidária. Pode ir para o desconhecido PPL naquela de perseguir o sonho de virar governador.

Justiça determina volta da passagem de ônibus a R$ 2

191 2

A Justiça determinou neste sábado (9) a redução da passagem dos ônibus em Fortaleza, de R$ 2,20 para R$ 2. O valor deverá ser reajustado logo após o Carnaval, depois que a Prefeitura de Fortaleza voltar do feriadão momino e adotar as medidas cabíveis. A decisão foi tomadas pelo desembargador Francisco de Assis Filgueiras Mendes.

O valor havia sido reajustado, há cerca de um mês, diante da mensagem da gestão anterior em dezembro último.

Para Wellington Dias, oposição tenta criar falsa ideia de prejuízo na Petrobras

221 2

A “chuva de críticas” dirigidas pela oposição à Petrobras, desde que a empresa divulgou seu balanço, cria uma falsa impressão de que houve prejuízo, o que só beneficia especuladores e aumenta a pressão para abertura do capital da estatal. A avaliação é do líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), em pronunciamento nessa sexta-feira (8).

Segundo o parlamentar, os resultados da empresa de 2012 mostram redução de crescimento dos lucros, o que não pode ser tratado como prejuízo, uma vez que a Petrobras acumulou um lucro liquido de R$ 21 bilhões no último ano, “menor apenas que o verificado em 2010 e 2011”, como observou.

– A oposição fala em má gestão, em aparelhamento político, mas, hoje, a Petrobras tem um lucro dez vezes superior a período em que o país foi governado pela oposição – disse.

O senador lembrou que, em audiência pública no semestre passado, a presidente da Petrobras, Graça Foster, já apontava a possibilidade de queda na lucratividade da empresa, devido, entre outros fatores, a alterações no câmbio.

Para o parlamentar, os críticos tratam isoladamente da redução de lucros e ignoram resultados positivos.

– Os que fazem a crítica isolam a questão do lucro para ofuscar resultados relevantes. No último trimestre, o lucro líquido aumentou 39% em relação ao trimestre anterior, o que mostra que saímos, a partir de reajustes autorizados pela presidenta Dilma, para melhores resultados – frisou.

Ainda para exemplificar os resultados positivos obtidos pela empresa, o parlamentar apontou o cumprimento da meta de produção em 2012 e o crescimento dos investimentos, “mais de R$ 84 bilhões, para exploração e produção”.

– Analistas de mercado e especialistas detectam movimento, de alguma forma incentivado pela oposição, para tentar diminuir o valor e a imagem da Petrobras. Assim, outros lucrarão na compra das ações a preços mais baixos ou ainda para justificar uma maior abertura ao capital privado na exploração direta nos recursos do valioso pré-sal, o que é contra os interesses do Brasil – afirmou Wellington Dias.

(Agência Senado)

Henrique Alves vai dar uma forcinha ao pupilo que comanda o DNOCS

234 1

henriquealvess

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), garantiu: após o Carnaval, convocará audiência para discutir reestruturação do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

O pedido havia sido feito, em requerimento, pelo deputado federal cearense Eudes Xavier (PT), preocupado com constantes esvaziamentos financeiros e de recursos humanos dessa autarquia.

Bom lembrar também que o DNOCS tem como diretor-geral um pupilo de Henrique Alves, no caso Émerson Fernandes.