Blog do Eliomar

Categorias para Política

Eudes Xavier: A eleição de Roberto Cláudio foi comprada

281 32

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Bn5d4NEyQdo&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=6&feature=plcp[/youtube]

O deputado federal Eudes Xavier (PT) afirmou, nesta terça-feira, que o PT vai ser oposição em Fortaleza “porque os ricos agora tomaram de conta da Prefeitura”. Ele lamenta que o PSB dos Ferreira Gomes tenha feito a mais deslavada compra de votos para ganhar a disputa. “Essa eleição foi comprada”, garantiu o parlamentar, dizendo não ter provas porque esse tipo de prática não deixa rastro.

Eudes Xavier afirmou não saber qual a perspectiva da aliança entre PT e PSB no Estado, o que deve ser avaliado futuramente, mas fez questão de garantir: ninguém vai falar da gestão de Luizianne Lins, que deixará dinheiro em caixa e em situação financeira bem melhor do que recebeu da Era Juraci Magalhães.

CNI lança em Brasília “Projeto Nordeste Competitivo”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=nVXRuvwRPzQ&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=2&feature=plcp[/youtube]

A Confederação Nacional da Indústria vai lançar, nesta terça=-feira, em brasília, o projeto Nordeste Competitivo. Trata-se de um documento com sugestões para o Governo Dilma Rousseff no plano de investimentos em logística na região.

O diretor da CNI , Jorge Parente, que participará do ato de lançamento desse documento em Brasília, engajado em caravana da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), dá detalhes das propostas e aproveita para fazer um desabafo sobre o recente apagão no setor elétrico que atingiu principalmente o Norte e o Nordeste..

Ao contrário de Luizianne, prefeito eleito terá bancada de oposição

247 2

“Pelo menos nove vereadores eleitos do total de 43 não deverão dar trégua ao prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB). Um cenário completamente distinto do vivido pela prefeita Luizianne Lins (PT).

São contados como opositores quatro petistas, dois do Psol, um do PTN e dois do PR. Nesse cenário, duas incógnitas entre os mais votados, o que deverá movimentar o cenário da crônica política na Câmara: para onde irão mesmo Carlos Mesquita (PMDB) e Leonelzinho Alencar (PTdoB)?

A mesma pergunta deve ser feita com relação aos três secretários petistas da gestão Cid Gomes. Eis uma tarefa não para um bom analista político, mas para um bom vidente.”

(Coluna Vertical, do O POVO/Foto- Divulgação)

O silêncio de Luizianne Lins

248 16

“No dia seguinte à derrota de Elmano de Freitas (PT), candidato apoiado pela atual gestão municipal, fez-se silêncio na prefeitura de Fortaleza. A própria prefeita Luizianne Lins (PT) ainda não fez nenhum pronunciamento após o resultado das urnas e, ontem, não foi localizada pela equipe do O POVO. Entre assessores e pessoas próximas à prefeita, a maioria esteve com os celulares desligados ou não atendeu às ligações durante todo o dia. Alguns disseram que não estavam “sabendo de nada”, nem mesmo em relação ao paradeiro da prefeita. O POVO apurou ainda que alguns setores do gabinete não funcionaram normalmente.

Além disso, quando a reportagem ligou para o gabinete, no período da tarde, foi informado que a prefeita não havia dado expediente no órgão. Depois foi dito apenas que ela “não foi vista”. Um dos poucos da gestão a falar foi o coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura, Geraldo Accioly, que garantiu que, apesar no insucesso no pleito, a ordem na gestão é continuar trabalhando normalmente até o último dia de governo de Luizianne. “A situação está normal. Já tínhamos acertado que qualquer que fosse o resultado da eleição os trabalhos correriam normalmente já no dia seguinte”, afirmou Accioly, acrescentando que ontem mesmo já havia participado de série de reuniões referentes à sua pasta. De acordo com o coordenador, o mais provável é que a prefeita se reúna com o secretariado nos próximos dias para tratar da transição de governo. “Isso é um processo interno, que cabe à prefeita decidir”, explicou.

Sobre a possível saída em massa de funcionários comissionados, Accioly disse que esse era “um problema para o próximo prefeito”. Porém, reconheceu que deverá haver muitas mudanças. “Evidente que ele (Roberto Cláudio) vai ter que ter muitos cargos comissionados, porque tem que atender ao Moroni (Torgan), ao Inácio (Arruda), ao PMDB…”, disse o coordenador, se referindo aos apoiadores de Roberto durante a campanha.

Questionado se, no dia de ontem, a prefeita estaria dando expediente normalmente no gabinete, o secretário disse que “ela deve estar lá”, porém afirmou que ainda não tinha conversado com Luizianne após o resultado da eleição. O mesmo disse o presidente municipal do PT, Raimundo Ângelo. “Não falei com ela ainda, mas hoje é complicado porque estamos saindo de um processo eleitoral”, afirmou. Segundo ele, o partido está apurando denúncias de compra de votos por parte da campanha do prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB) no dia da eleição.

Sobre a transição de governo, Ângelo disse que os aspectos administrativos para os últimos dois meses de gestão ainda não começaram a ser discutidos. “Nos próximos dias vamos cuidar dessas questões.”

(O POVO/Foto – Arquivo)

VLT da Copa – Prefeito eleito promete assumir desapropriações

327 5

“No primeiro dia como prefeito eleito, Roberto Claudio (PSB) se comprometeu a resolver um dos impasses instalados entre Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado. Em entrevista à TV Diário na manhã de ontem, ele disse que irá assumir e realizar as obras de desapropriação no entorno da Via Expressa. Em maratona de entrevistas à imprensa, o prefeito eleito ainda reforçou promessas e afirmou que buscará a Prefeitura de Fortaleza para garantir que a transição entre as gestões ocorra de forma tranquila.

Necessária para a construção dos túneis do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), a responsabilidade pelas desapropriações foi objeto de longa disputa entre Luizianne Lins (PT) e Cid Gomes (PSB). “É minha atribuição e eu vou fazer. Se não for feito até lá, dia 1º de janeiro eu pego o projeto e boto debaixo do braço. Não vou ficar transferindo responsabilidades, eu quero é fazer, porque o dinheiro é público”, disse Roberto Cláudio à TV Diário. Na entrevista, também reforçou o compromisso em tocar obras de alargamento de vias e de faixas exclusivas de ônibus. Em entrevista ao O POVO, o Coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura, Geraldo Accioly, evitou comentar a declaração, e disse apenas que a gestão “continuará a tocar todas as obras previstas”.

Transição

Em entrevista à TV DN, o prefeito eleito ainda comentou a transição com a Prefeitura Municipal. “Minha tarefa é buscar a transição, ter acesso aos recursos da Prefeitura, ter informações para já começar governando sem precisar aprender durante o governo. Vou buscar esse diálogo”, diz. Na ocasião, destacou o compromisso em visitar todos os postos de saúde de Fortaleza ainda no primeiro mês de mandato, além de criar um Instituto de Planejamento para o Município.”

(O POVO)

Cid tem encontro agendado com Dilma Rousseff

205 1

O governador Cid Gomes (PSB) tem agendado um encontro com a presidente Dilma Rousseff para quinta-feira, em Brasília, segundo assessores. Antes, deveria ali participar de uma reunião dos governadores do Nordeste com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, sobre projeto que quer alterar a Lei do ICMS. Esse encontro, no entanto, acabou adiado.

A conversa de Cid ocorre depois de sua vitória em Fortaleza com Roberto Cláudio e depois também dele ter reafirmado que apoiará a reeleição de Dilma em 2014.

No PSB, o presidente nacional da legenda, o governador Eduardo Campos, não esconde desejo de sonhar com a presidência da República.

Roberto Cláudio volta à Assembleia Legislativa nesta 3ª feira

209 1

O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, estará na Assembleia Legislativa nesta terça-feira, a partir das 9 horas. Ele comandará os trabalhos e aproveitará a ocasião para fazer um pronunciamento sobre a sua vitória.

Roberto Cláudio aproveitará para renovar promessas de campanha. Deve aproveitar também para definir calendário de atividades pós-eleições com a mesa diretora da Casa, onde entre destaque a peça orçamentária estadual, ficada em R$ 19,5 bilhões. Ele deve renunciar do mandato até 31 de dezembro.

Claro que a vitória de de Roberto Cláudio do comando do legislativo, a partir de janeiro próximo, já abriu a peleja entre parlamentares por seu trono. O pleito ocorrerá em fevereiro, mas já estão no páreo José Sarto, Sérgio Aguiar, Welington Landim e Zezinho Albuquerque. O irmão do governador, Ivo Gomes, ficaria para o futuro.

 

Prefeito eleito, é hora de cativar os professores municipais

379 6

Com o título “Os Educadores e o Novo Prefeito”, eis artigo do professor Francisco Djacyr Silva Souza, da rede municipal de ensino. No conteúdo, certa descrença quanto ao que pode o prefeito eleito Roberto Cláudio fazer para melhorar o setor educacional, quando, em campanha, ele só priorizou discursos para a saúde. Confira:

Quando há mudança no sentido ideológico da política, muitos ficam apreensivos e outros ficam entusiasmados com o novo sentido de ação da gestão que entra no circuito do poder. Mas, e a educação como fica? Sabemos claramente que o objetivo do novo prefeito não é mudar a educação, não é valorizar os educadores, não é criar escolas, pois seus discursos estão sempre relacionados à saúde como se esta não dependesse de pessoas educadas e bem orientadas para a prevenção que tem a ver com higiene corporal, cuidados com dejetos , mudança de hábitos alimentares e outros processos que têm mais a ver com a cultura do que com o simples tratamento hospitalar.

Em debates, o novo prefeito já afirmou que o professor não importa na escola e que não é tão importante como outros fatores como estrutura, alunos e famílias. A continuar com este pensamento, certamente o ensino público não irá a lugar algum, não mudará, não crescerá, pois professores insatisfeitos junto com a estrutura carcomida da sociedade jamais darão bons resultados.

Alguns professores estão desesperançosos com o novo modelo político que irá se instalar, pois a todo momento ele (prefeito eleito) diz que irá se espelhar na atual administração estadual que não paga o piso, mandou bater em professores e tem desejos megalomaníacos, ao invés de ser preocupar com a estrutura social de desigualdade que é motivadora de todos os males hoje assolando nosso povo. A dor que sentimos é que nosso povo teve oportunidades de uma candidatura mais voltada para o social e preferiu levar ao segundo turno representantes de oligarquias travestidas de esquerda e que nada ou pouco têm com a construção de uma sociedade digna , justa e igualitária. Preocupa-nos muito a forma como o partido, hoje instalado no poder da capital, tem tratado educadores. Ficamos um pouco à espera de que toda a estrutura mude, o que é pouco provável.

Os professores da rede municipal querem sim mudanças, onde seja extirpada a nomeação de diretores e funcionários pelo cartão dos vereadores que apoiaram a administração que sai e que, certamente, apoiarão a gestão que entra. Na política, o “Efeito Camaleão” é comum e passa a ser a orientação dos que querem se beneficiar do poder a qualquer custo. Os professores querem o piso salarial, querem votar para diretor, querem que a violência não tome conta das escolas, querem cidadania na gestão, querem chefes de distrito que conheçam e saibam o sentido da educação, o que não foi realidade na administração anterior e que durante muito tempo foi referendado pelo partido que chegou ao poder atualmente.

Sinceramente, no plano da educação pouco há de se esperar, já que partidos clientelistas e direitistas apoiam o atual gestor, o que certamente tem a ver com a manutenção do status quo. E pensar que ainda se diz por aí que o povo de Fortaleza é afeito a mudanças… Infelizmente, só nos resta esperar algo melhor do que o desastre em que se transformaram os últimos oito anos.

* Francisco Djacyr Silva de Souza,

Professor.

Justificativa eleitoral deve ser entregue até 27 de dezembro

“O eleitor que não votou no segundo turno das eleições por estar fora de seu domicílio eleitoral e não justificou a ausência tem até o dia 27 de dezembro para regularizar sua situação. Quem faltou ao primeiro turno do pleito deve regularizar a situação até o dia 6 do mesmo mês. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a justificativa deve ser apresentada em qualquer cartório eleitoral do país. Para tanto, o eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral, disponível gratuitamente, nos cartórios eleitorais e nos postos de atendimento ao eleitor. O documento também pode ser baixado no site do TSE.

O eleitor que não votar e não apresentar justificativa fica impedido de tirar passaporte, participar de concurso público, obter empréstimos em bancos públicos, renovar matrícula em escola pública, entre outras sanções. Quem deixar de votar e não apresentar justificativa por três eleições, considerando cada turno uma eleição, tem o título cancelado.

Os eleitores residentes no exterior que não se cadastraram para votar no país onde se encontram e os que estiverem fora do Brasil no dia do pleito municipal devem justificar a ausência do voto no prazo de 30 dias após o retorno ao Brasil. Os cadastrados para votar no país onde moram não votam nem precisam justificar a ausência na eleição municipal, pois votam apenas em pleitos para presidente da República.”

(Agência Brasil)

Movimento Cotas Já faz ato nesta 3ª feira na UFC

269 2

O Movimento Cotas Já promoverá, nesta terça-feira, as 8 horas, mais um ato para cobrar a implementação da cotas na Universidade Federal do Ceará. O ato contará com a participação de alunos de diversas escolas publicas de Fortaleza, além de professores e militantes do movimento negro.

O ato pretende pressionar o Conselho Universitário da UFC, que fará reunião nesta terça e deve definir os percentuais iniciais das cotas. O Movimento Cotas Já! Defende a implementação imediata dos 50% de vagas que a lei estabelece e repudia a intenção da universidade de aplica-la gradativamente. Lideranças do ato dizem que o Ceará está muito atrás das demais universidades que, na sua maioria, vem implementando essa política, mesmo antes da recente Lei Federal. A UFC quer destinar 12,5 % de vagas.

O Sindicato – APEOC, através do seu Coletivo de Raça e Etnia, tem participado do movimento.

 

Marqueteiro político cearense comemora vitórias eleitorais

498 1

Ao contrário de Duda Mendonça (e equipe) que colheu derrota em Fortaleza, eis aí o marqueteiro cearense Erivelto Souza sorrindo à toa. Ele desembarcou nesta segunda-feira na Capital cearense trazendo na bagagem duas vitórias em matéria de eleição municipal. Ganhou em Belém e em Teresina e, para não dizer que não falou da peleja fortalezense, comemorou a vitória de Roberto Cláudio neste segundo turno. Do lado de Roberto, estava Moroni Torgan, que foi candidato a prefeito pelo DEM que o contratara como marqueteiro.

“Perdemos no primeiro turno, mas o prestígio e o carisma do Moroni na periferia colaborou com a vitória do Roberto Cláudio”, acentua Erivelto Souza. Agora, segundo avisou, é descansar. Mas de olho em 2014.

Marqueteiro é igual a político… adora uma próxima peleja nas urnas.

(Foto – Paulo MOska)

Plano Brasil Sem Miséria – Ministra apresenta resultados para CNBB

“A ministra Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, participa, nesta terça-feira, às 14h30min, em Brasília, de reunião com o Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). No encontro, ela vai apresentar o balanço do “Plano Brasil Sem Miséria”, lançado em junho do ano passado.

O Conselho Permanente da CNBB é o órgão de orientação e acompanhamento da atuação da conferência e dos organismos a ela vinculados. É composto por 45 bispos de todas as regiões do Brasil e se reúne três vezes ao ano.

Presidente do TRE diz que eleição em Fortaleza transcorreu com normalidade

283 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bulvlzXFM7E&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=4&feature=plcp[/youtube]

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Ademar Mendes Bezerra, fez uma avaliação do pleito em Fortaleza. Foi antes do seu embarque para Brasília onde, nesta noite de segunda-feira, ele participará da divulgação do relatório “Justiça em N úmeros”, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Esse documento mostrará uma radiografia do Poder Judiciário em todas as esferas no que dz respeito a processos.

Os “Papagaios de pirata” da vez

238 5

 

Era impressionante ontem a disputa por espaço pertinho do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), entre dois políticos que sonham com o olimpo 2014: o senador e presidente regional do PMDB, Eunício Oliveira, e o secretário nacional dos Portos, ministro Leônidas Cristino (PSB).

Mas, até lá, a política promete muitas, muitas emoções.

Eleição em Fortaleza – Começa agora a novela da vida real

Com o título “Eleição não é novela”, eis artigo de João Paulo Bandeira de Souza, cientista Político, que faz uma análise do processo eleitoral de segundo turno em Fortaleza. Passa a eleição, cabe ao cidadão acompanhar e cobrar promessas do seu prefeito eleito. Ou seja, essa novela da vida real não chega ao seu último capítulo. Pelo contrário, só está começando.

O segundo turno mais disputado da história foi inventado no próprio fazer da nossa vida política cotidiana, nas nossas escolhas, omissões, indiferenças e interferências nos planejamentos e negócios da pólis. Seus milhares de tons cinzentos, suas cores, barulhos e silêncios ensinaram-nos como o exercício da democracia tem transformado nossos modos de fazer e pensar a política, mas sem esquecermos como ainda somos benevolentes com a troca de voto por favores, vantagens pessoais e benesses materiais.

Houve de tudo: aliado que virou inimigo, inimigo que virou aliado, traições, promessas velhas em fino “design” visual, debates sem diálogos, propostas de gabinetes, candidatos de laboratório, coalizões eleitorais, colisões partidárias, discursos apaixonados, visitas inesperadas, apelidos divertidos, eleitores atentos, réplicas indignadas, tréplicas sarcásticas, ressentimentos revelados, indiferenças alardeadas, lealdades feridas, apadrinhamentos, conchavos sinceros, pesquisas duvidosas, denúncias imperdoáveis, sonhos de um mundo melhor criado numa canetada, torcidas inflamadas!

A política não pode passar, embora tenha sido esquecida em muitos momentos do processo eleitoral, não pode tornar ao seu lugar de esquecimento que normalmente ocupa na vida das maiorias. Eleição não é novela, que após o último capítulo, não mais importa, não traz maiores consequências para vida cotidiana individual e coletiva. Votar é corresponsabilizar-se, é comprometer-se com a vida pública, seu candidato ganhando ou perdendo. Cada um de nós tem obrigação de acompanhar de perto o novo prefeito, seus atos e escolhas.

Agora começa o verdadeiro desafio, não deixemos nossa vida política se limitar a um mero apertar de botões, balançar bandeiras ou postar fotos de candidatos. A vida democrática exige cooperação, diálogo, organização, reflexão, para tomar decisões que afetam a vida de milhares. E por falar em decisão importante, votarás em quem para o governo em 2014?

João Paulo Bandeira de Souza

jpcientistapolitico@gmail.com
Cientista político, doutorando em Ciências Sociais e mestre em Políticas Públicas e Sociedade

Antonio Mourão cita Darcy Ribeiro para desabafar após derrota em Fortaleza

479 12

Eis o desabafo que o professor Antonio Mourão Cavalcante (PR), que perdeu como vice na chapa de Elmano de Freitas (PT) em Fortaleza, está divulgando:

Quando recebia o título de doutor Honoris Causa na Universidade Sorbonne (Paris), o grande guru Darcy Ribeiro disse:

“Fracassei em quase tudo que tentei na vida.
Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui.
Tentei salvar os índios, não consegui.
Tentei fazer uma universidade séria e fracassei.

Tentei fazer o Brasil desenvolver-se autonomamente e fracassei.
Mas os fracassos são minhas vitórias.
Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu”

VAMOS NÓS – Será que o professor Mourão vai querer continuar na vida política em busca de um mandato? Eis uma pergunta que só cabe a ele responder. Quanto a Elmano, cremos, de um poste sem luz na disputa, acabou saindo desse processo todo com luz própria.

Cid Gomes apoia a reeleição de Dilma em 2014

O governador Cid Gomes (PSB) afirmou que o PSB vai apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. O socialista é bastante ligado ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que é cotado para disputar a sucessão presidencial. Apesar de não confirmar a postulação, já que é aliado nacional dos petistas, Eduardo já começou a construir um discurso de oposição. Essa informação está sendo veiculada principalmente em Pernambuco, a terra de Camos, que é o presidente nacional do PSB e sempre apontado como presidenciável.

“Nacionalmente, não enxergo nenhum problema [no rompimento]. Tenho declarado, e não diria se não tivesse total certeza sobre essa questão, que se a presidente Dilma, que tem feito um grande governo, for para a reeleição, nós estaremos juntos com ela”, afirmou, em entrevista ao portal UOL.

Em cidades importantes do País, como Fortaleza (CE) e Recife (PE), PSB e PT romperam alianças nestas eleições municipais. O PSB foi o partido que mais cresceu no primeiro turno e ganhou força para uma possível disputa contra os petistas.

A hora de conferir o grau de autonomia

315 4

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=A65BjgMj4Ec&feature=plcp[/youtube]

O jornalista Plínio Bortolotti analisa o resultado do pleito em Fortaleza. Para ele, vitória do desejo do eleitorado que queria mudança. Para ele, agora é esperar qual o grau de independência terá o prefeito eleito Roberto Cláudio (PB) com relação às parcerias que vai manter com o Governo Cid Gomes (PSB).