Blog do Eliomar

Categorias para Política

Prefeitura paga R$ 24 mil de salário a defunto

163 3

“Na Prefeitura de Tejuçuoca, a morte não é um impedimento para a prestação do serviço público. Naquele município, distante 159,7 km de Fortaleza, o fotógrafo Manoel Lima de Sousa, falecido ainda no ano de 2008, recebeu exatos R$ 24.103,90 por serviços prestados durante o ano 2009. Pelo menos é o que consta na folha de pagamento do Executivo municipal.

O caso do jornalista é o mais emblemático dentre outras tantas irregularidades no gasto com pessoal da Prefeitura apresentadas pelos vereadores de Tejuçuoca Guto Mota (PTB) e João Matos (PSB).

Munidos de comprovantes da Receita Federal e de documentos obtidos no Portal da Transparência do próprio município, os parlamentares atestam que Manoel Lima recebeu por atuar como professor e chefe de gabinete municipal sem nunca ter exercido tais funções.

As irregularidades foram descobertas somente quando a irmã do jornalista, a microempresária Verônica Lima, tentou resolver um problema na Receita Federal.

“Até 2008, ele prestou serviço de fotógrafo e também fazia algumas matérias para prefeituras do Interior. Acho que tiveram acesso ao CPF e identidade dele e fizeram essa maracutaia. A prefeitura usou indevidamente o nome dele”, acusou. Os vereadores ingressaram com denúncias formais no Ministério Público Estadual (MPE) e no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Por dois dias, O POVO tentou ouvir o prefeito Edilardo Eufrásio (PSDB). Na segunda-feira, na sua residência em Fortaleza, sua mãe atendeu a ligação e disponibilizou dois números para contato. Um dos celulares estava fora da área de cobertura ou desligado. No outro, as chamadas foram recusadas. Ontem, mais uma vez, as chamadas não foram atendidas.”

(O POVO)

"Lei da mordaça" é aprovada em comissão a Câmara

“A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou [ontem] projeto que tipifica como crime vazamento de informação de investigação criminal sob sigilo. O projeto, que agora vai à votação no plenário, também proíbe a divulgação dessas informações.

Ou seja, caso jornalistas divulguem alguma informação também poderão ser enquadrados no crime, que prevê pena de dois a quatro anos de prisão, além de multa.

De autoria do deputado Sandro Mabel (PR-GO), o texto foi modificado pelo relator na CCJ, Maurício Quintella Lessa (PR-AL). A proposta original classificava como crime a divulgação e o vazamento de qualquer tipo de informação que fosse objeto de investigação oficial.

Maurício Quintella restringiu o crime às apurações criminais, mas deixou claro que a nova tipificação será aplicada não só ao servidor que vazar a informação, mas também a quem divulgá-la na imprensa.”

(Globo)

Controladoria Geral das Polícias e cinco mil denúncias à espera do novo controlador

182 1

“O universo de cinco mil denúncias de corrupção e outros desvios de conduta envolvendo policiais e bombeiros do Ceará está à espera da instalação da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado. O cálculo foi feito pelo futuro chefe da Pasta, o delegado da Polícia Federal Servilho Paiva, cujo nome foi antecipado com exclusividade pelo O POVO, no último dia 6 de maio.

Ontem, o procurador-geral do Estado, Fernando Oliveira, confirmou a escolha, que será oficializada assim que o Ministério da Justiça – órgão ao qual Paiva é vinculado – concluir o processo burocrático de liberação do delegado.

Segundo o futuro integrante do Governo do Ceará, o passivo de cinco mil “expedientes” contempla processos disciplinares, sindicâncias investigativas e também acusações em caráter preliminar, que ainda precisam ser averiguadas. Todo esse volume está hoje distribuído entre diversos setores do Governo, mas migrará completamente para a Controladoria, tão logo ela seja criada.

Para isso, começou a tramitar ontem, na Assembleia Legislativa, em regime de urgência, a mensagem do Executivo que define as regras de funcionamento do órgão – anunciado pelo governador Cid Gomes (PSB), em 2010, pouco depois de ter sido reeleito. A expectativa é que a votação do projeto ocorra até o fim da semana.”

(O POVO Online)

Jornada Municipalista ouvirá dois secretários estaduais

Os secretários estaduais Gony Arruda (Esportes) e Mariana Lobo (Justiça e Cidadania) vão conversar com representantes de 15 municípios na próxima edição da Jornada Municipalista, uma iniciativa da Assembleia Legislativa.

O encontro ocorrerá segunda-feira que vem, a partir das 9 horas, no Plenário 13 de Maio. Na pauta, políticas do Governo do Estado para as duas áreas. 

A iniciativa, segundo a assessoria do legislativo estadual, tem o objetivo de aumentar a interação entre as instâncias municipais, o Poder Legislativo e o Executivo Estadual.

Impeachment de Fernando Collor será incluído em exposição do Senado

178 1
“O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), informou nesta terça-feira que mandou incluir na exposição do chamado ‘”Túnel do Tempo” do Senado – um conjunto de 16 painéis nos quais a instituição se propõe a retratar os principais fatos da história do Congresso Nacional, desde a instalação do Senado em 1822 – o impeachment, de1992, do ex-presidente Fernando Collor de Mello, agora senador pelo PTB de Alagoas.
O fato havia sido suprimido na reinauguração da exposição. Na segunda-feira, Sarney classificou o impeachment como “um acidente” que não deveria ter ocorrido.
– Olha, eu não posso censurar os historiadores encarregados de fazer o painel. Talvez esse episódio seja apenas um acidente que não devia ter acontecido na História do Brasil. Mas não é tão marcante como foram os fatos que aqui estão contados, que foram os que construíram a história e não os que, de certo modo, não deviam ter acontecido. O que vale é que nós temos uma Constituição e sempre nos organizamos em torno da lei – justificou Sarney em entrevista.
Mais tarde, em conversa com o GLOBO, Sarney acrescentou:
– O Golpe de 64 está lá, porque resultou numa ditadura de 20 anos, mas a deposição de Jango (o ex-presidente João Goulart) não está lá. Se fôssemos mencionar tudo, não teríamos espaço suficiente.
Nas versões anteriores da exposição, o impeachment de Collor tinha destaque – o primeiro presidente da República afastado do cargo por determinação do Congresso Nacional.
Eram mostradas imagens das passeatas dos estudantes, os caras pintadas, pelo impeachment, acompanhadas de informações sobre a decisão tomada no segundo semestre de 1992.”

(Globo Online)

Titular da Seman entra na lista de "Prefeituráveis"

194 2

 

Mais um petista entra no páreo da disputa pela Prefeitura de Fortaleza em 2012. O secretário municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano (Seman), disse estar à disposição da legenda para o embate.

Sinto-me em condições de disputar a Prefeitura”, afirmou o secretário que, segundo alguns petistas, tenta fazer um contraponto ao nome do também petista Camilo Santana, secretário estadual das Cidades, cujo nome é da preferência do governador Cid Gomes (PSB) para a sucessão da prefeita.

Deodato não entra nessa questão e prefere apostar na tese de que, ao final, a base aliada saberá resolver suas pendências e apresentar para o fortalezense uma opção que preserve os avanços sociais registrados na administração municipal.

(Foto – Paulo MOska)

Um governador com a barba de molho

399 1

Cid Gomes

Eis artigo da jornalista e professora Adísia Sá, que está publicado no O POVO desta terça-feira. Adísia aborda a briga do governador Cid Gomes (PSB) com o ministro Alfredo Nascimento (Transportes). Para ela, esse negócio ainda vai render muito. Confira:

“O governador afirma “não quero retroceder um milímetro das palavras que utilizei. O Ministério é inepto, incompetente e desonesto” (O POVO em 24/5). Ou a notícia do jornal trocou as palavras de “ministro” – empregado nas primeiras matérias sobre o entrevero Cid x Alfredo Nascimento – para “ministério” ou a troca foi feita mesmo pelo governador, tirando o ministro do fogo, com isto procurando amenizar o peso das palavras ditas antes? E, até quem sabe, eliminar o processo que contra ele corre?

Quem penetra no que se passa na cabeça de “gente grande”! O certo é que a coisa está rendendo. E vai render ainda mais este jogo de empurra-empurra entre os dois. Dois, não, duas autoridades: governador e ministro.

A que ponto chegamos. Mas, se solta foi a língua do governador nas críticas ao ministro/Ministério do Transporte (tudo letra minúscula, sim), menor não têm sido as críticas cearenses ao governo em relação à precariedade das CEs.

Pelo que o deputado Heitor Férrer tem mostrado na Assembleia Legislativa e os jornais publicado em suas reportagens sobre as estradas estaduais, a situação é tão ou mais grave do que a constatada nas rodovias federais.

Para se livrar das críticas e comparações e justificar esse quadro – “inverno rigoroso” e ao desvio de rota das BRs – o governador “anuncia pacote de obras nas CEs”. E tome matérias de páginas inteiras e duplas nos jornais (dinheirinho bem vindo ou encontro de contas?). Tudo muito bom, tudo muito bem…

Mas, a odisseia não fica por aí. Convidado para participar do “Rali da Fortaleza Dela” o governador respondeu: “Não, não vou participar. Você acaba transformando isso em intriga política” (O POVO em 24/5).

É isso aí, quando o bumerangue é acionado, melhor mesmo é sair do alvo. No caso, nada melhor do que botar as barbas de molho.

Será que esse teria sido um dos motivos pelos quais Cid Gomes deixou a barba (não tanto… tão rala) crescer?

Adísia Sá

adisia@secrel.com.br

A prefeita e o Cuca legal

212 3

Eis artigo da prefeita Luizianne Lins (PT) intitulado “Cuca legal”, publicado no O POVO desta terça-feira. Ela destaca a assinatura da ordem de serviço para a construção de mais um Cuca em Fortaleza. Aos poucos, cumpre promessa ainda do seu primeiro mandato. Confira: 

Ontem, no Bairro São Cristóvão, assinei a ordem de serviço para a construção de um novo equipamento público para a juventude de Fortaleza: o Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) da Regional VI.

A ideia do nome surgiu quando, ainda no movimento estudantil na Universidade Federal do Ceará, discutíamos um espaço que se chamaria de Cuca – Centro Universitário de Cultura e Arte, proposta que, na época, não foi levada adiante.

Mas a ideia dos Cucas como uma política pública para a juventude começou a se materializar no segundo turno das eleições de 2004. Ao assumir o Governo, assumi a responsabilidade de criar os conceitos e valores que iriam orientar esta política. Para isso, usei as experiências que vivenciei com a juventude nos meus mandatos parlamentares (afinal, fui eleita vereadora, sendo a mais votada do PT, com 26 anos de idade e, mais tarde, eleita prefeita de Fortaleza com 35 anos).

Queria, antes de tudo, que o Cuca fosse um espaço de liberdade e de respeito pelo outro, além de um espaço de socialização. Um local de grande atração para os jovens a partir dos seus desejos, sonhos e aptidões!

Assim, inauguramos o primeiro Cuca na Regional I, em frente ao encontro do Rio Ceará com o mar, na Barra do Ceará. O segundo equipamento, na Regional V, está em fase bastante avançada de obras, defronte à Lagoa do Mondubim. Exatamente como o primeiro, todo os demais serão dotados de ginásio coberto, anfiteatro, pistas de esportes radicais, piscina semiolímpica, campo de futebol de areia, cinema-teatro, videoclube, laboratórios de informática, fotografia, rádio e TV.

Daqui por diante, temos o desafio de iniciar mais três Cucas para as Regionais II, III e IV. O importante é que agora temos a exata dimensão dos impactos que este equipamento tem trazido para os mais de 35 mil jovens que, só em 2010, estiveram no Cuca Che Guevara: milhares de descobertas, milhares de formações, milhares de conhecimentos e milhares de jovens felizes!

Luizianne Lins

luiziannelins@bol.com.br

Prefeita de Fortaleza.

PV de Fortaleza pode ter ou não candidato a prefeito

149 1

Do ex-candidato a senador pelo PV e membro das executivas estadual e municipal Polô recebemos nota onde ele expõe qual a posição da legenda sobre 2012. Neste Blog, o presidente regional dos “verdes”, Marcelo Silva, assegurou que a legenda terá candidato a prefeito de Fortaleza e até admitiu disputar. Confira a nota de Polo: 

Caro Eiomar de Lima,
 
O Partido Verde tem se destacado como alternativa de poder nacional onde o Desenvolvimento Sustentável é a base política administrativa. Nos cenários municipais não é diferente, pois ocupa um lugar de vanguarda nas chamadas “cidades sustentáveis”. Em Fortaleza, o PV conta com 4 vereadores, ainda ocupa a vice-presidência da Câmara e a presidência da Comissão do Meio Ambiente da Casa, sendo a segunda força entre os partidos no legislativo.

Na ultima reunião da executiva, sábado, 21 de maio, o PV iniciou as discussões rumo às eleições 2012 em Fortaleza. Tendo como pauta: 1 – Constituição dos Zonais; 2 – Seminários Técnicos; 3 – Eleições 2012. Nesse sentido, gostaria de enaltecer o Partido Verde de Fortaleza que descentraliza a discussão e traz a uma avaliação mais “basista” de gestão e legislatura da Capital.

As discussões ocorreram de forma harmônica onde, depois de muita explanação de cenários possíveis e perspectivas, ficaram duas teses a serem defendidas: a primeira tese defendida por mim é a tese de que um partido que obteve 31,5% dos votos da Capital na ultima eleição presidencial e que tem 4 vereadores, além do melhor programa para a cidade, deve ter candidatura própria; a segunda defendida pelo Presidente Municipal do Partido, João da Cruz, é tese de que o partido, que hoje já conta com aproximadamente 70 possíveis pré-candidatos para a Câmara. não precisa, necessariamente, lançar candidato para o executivo, pois essa quantidade por si só já garantiria a eleição de 3 a 4 vereadores.

O Partido Verde, no entanto, não defende uma visão pragmática eleitoral, mas o prenúncio de que ou com candidatura majoritária (a Prefeito ou a Vice-prefeito) faremos uma prolongada discussão trabalhando todos os bairros de Fortaleza, apontando problemas e soluções na busca incessante por uma Fortaleza Sustentável.

* Polô

Membro da Executiva Municipal e Estadual do Partido Verde.

Cid Gomes emplaca mais um cargo federal

245 1

Saiu o decreto de nomeação de mais um cearense para cargo federal. Ramon Rodrigues, agora titular da Secretaria Nacional de Irrigação do Ministério da Integração Nacional.

Até bem pouco tempo, ele era o secretário-executivo dos Recursos Hídricos do Estado, onde o titular é o peemedebista César Pinheiro.

Ramon também foi assessor na época em que Ciro Gomes ocupava o Ministério da Integração Nacional.

Presidente da Assembleia confirma concurso

210 4

O presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio (PSB), confirmou, para a Coluna Vertical do O POVO:  Até o próximo dia 15, concluirá estudos de uma ampla reforma administrativa para a Casa.

Uma equipe faz todo o levantamento das necessidades e avalia o quadro de pessoal, dentro de uma ação que promte modernização das ações do legislativo.

Entre as medidas, Roberto Cláudio confirmou ter incluido a realização de concurso público, cujos detalhes virão com a conclusão dos estudos.

Professor Pinheiro reassumirá a Secult nesta 5ª feira

O professor Francisco Pinheiro (PT) retorna ao cargo de secretário estadual da Cultura a partir desta quinta-feira. Nesta quarta-feira, ele fez pronunciamento se despedindo da Assembleia Legislativa.

Pinheiro informa que continua com seu processo no âmbito local pedindo recontagem de votos em função de um candidato que teve registro indeerido da coligação do PTC (Antono Maurício) e em termos de TSE também tem processo buscando derrubar liminar que somavotos de candidatos que tiveram registro indeferido.

“Volto para a Secult, mas os processos continuam. Meus advogasdos acompanharão os processos e, se houver alguma necessidade, posso retornar ao legislativo. Já na Secult, assumirei apresentando três projetos estruturantes na reunião do secretariado no fim de semana”, informou Pinheiro para o Blog.

Cid emplaca "segundinho" de Leônidas Cristino

 

Saiu o decreto de nomeação do cearense Mário Lima para o cargo de secretário-executivo da Secretaria Nacional dos Portos. Com data do último dia 17, mas só ontem divulgado. O governador Cid Gomes é o avalista dessa escolha.

Mário Lima estava, até bem pouco tempo, como diretor comercial da Ceará Portos. Ele também atuou, na chamada Era Mudancista, como braço direito de Raimundo Viana quando na pasta da Indústria e Comércio.

Na Ceará Portos, preencheu sua vaga o ex-gerente geral da extinta Transbrasil, Francisco Oliveira.

PPS do Ceará programa encontros regionais

145 2

O presidente estadual do PPS, Alexandre Pereira, anunciou, nesta terça-feira, um cronogrma de encontros regionais que o partido realizará no Estado, dentro do objetivo de animar as bases de olho nas eleições de 2012. O objetivo é também ampliar o número de filiados e de candidatos a vereador, vice e a prefeito.

Segundo Alexandre Pereira, entre junho e agosto, o PPS realizará quatro encontros regionais. As datas já estão definidas: 

4 de junho – Encontro Regional Cariri (Juazeiro do Norte)

11 de junho – Encontro Regional Sertão Central (Quixeramobim)

09 de julho – Encontro Regional Norte (Sobral)

27 de Agosto – Encontro Regional Metropolitana (Fortaleza)

DETALHE – O Encontro Regional Cariri (Juazeiro do Norte) vai ocorrer, a partir das 11 horas, no auditório do Panorama Hotel.

Ex-ministro espera que Senado corrija Código Florestal aprovado na Câmara

“O ex-ministro do Meio Ambiente e atual secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, afirmou ter esperança de que o Senado vá corrigir o que ele considerou erros no Código Florestal aprovado na Câmara no último dia 24. “A minha expectativa é que o Senado melhore pelo menos as piores coisas que foram aprovadas na Câmara. Foi realmente um estupor, um horror. Passaram uma autêntica motosserra no Código Florestal”, disse.

O ex-ministro, que esteve com a presidenta da República, Dilma Rousseff, juntamente com outros ex-ministros do Meio Ambiente, afirmou que se os senadores não reformarem a matéria, só restará o veto presidencial. “Se não resolverem isso, a presidenta Dilma nos garantiu que vetará os dispositivos que impliquem anistia aos desmatadores ou em descaracterização das preservações, sejam das APPs [áreas de preservação permanente], sejam das reservas legais.”

Minc participou de uma audiência pública sobre as obras de recuperação ambiental da área em volta do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que a Petrobras está construindo no município de Itaboraí, na região metropolitana.

Ele considerou que um resultado negativo em relação ao Código Florestal poderá comprometer os compromissos ambientais e a imagem do Brasil perante a comunidade internacional, que estará presente em peso no país em 2012, durante a Rio+20, conferência que marcará os 20 anos da Rio 92.

“Quando eu conversei com a presidenta Dilma, alertei que essa será a maior reunião internacional de seu mandato. E que as pessoas estão muito ligadas na questão da Amazônia e do código. Ela disse que vetará o que for incompatível com o programa [eleitoral] dela, o que é um atributo constitucional.”

(Agência Brasil)

Prefeitura vai pagar 40% do 13º salário em junho

280 2

Vaumik Ribeiro.

A Prefeitura de Fortaleza vai pagar 40% do 13º salário dos servidores em meados de junho próximo. Informou, nesta terça-feira, o secretário municipal da Administração, Vaumik Ribeiro, acrescentando que serão beneficiados 35 mil servidores da ativa e mais 10 mil aposentados e pensionistas.

O desembolso é da ordem de R$ 40 a 50 milhões e, conforme o secretário, segue tradição que a gestão Luizianne Lins vem mantendo desde o primeiro mandato. “Isso vai ser muito bom para os servidores e também para aquecer o comércio”, acentuou o secretário.

Vaumik revelou também que, nesta quarta-feira, a Prefeitura fará o desembolso do mês de maio do seu pessoal adicionando reajuste de 6,3%. Para ele, esse reajuste chega como sinalização positiva do município para categorias que estão em estado de greve. Vaumik espera que esses segmentos entendam a posição da Prefeitura de dar reajuste responsável.

Sobre os professores em greve, informou que o assunto deverá ser discutido entre lideranças do movimento e o Setorial da educação do PT, com participação da Câmara Municipal. Para ele, o importante é que o diálogo está aberto em busca de um acordo.

Policiais voltam a pressionar pro piso salarial nacional

“Quase 15 meses após a votação do primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição 300/08, que cria o piso nacional para policiais e bombeiros militares, o assunto volta à tona na Câmara. Nesta terça-feira (31), será lançada uma frente parlamentar em defesa da PEC 300, com a intenção de pressionar o governo para concluir a votação da matéria. Policiais de vários estados devem chegar a Brasília para fazer manifestações hoje e amanhã.

A tramitação da PEC 300 está parada desde março do ano passado, quando a proposta foi aprovada em primeiro turno na Câmara. Desde então, o governo conseguiu adiar a votação do segundo turno. A atuação do Palácio do Planalto ocorreu por dois motivos. O primeiro é por conta da criação de um fundo, abastecido com dinheiro da União, para bancar o aumento salarial dos policiais e bombeiros. O segundo é a pressão feita pelos governadores.

“Muitos estados terão dificuldades com a elevação das folhas de pagamento”, disse o vice-líder do governo na Câmara, Osmar Serraglio (`PMDB-PR). A proposta aumenta para R$ 3,5 mil o salário inicial dos praças e para R$ 7 mil o dos oficiais. Atualmente, a média nacional é de R$ 1.814,96. Esses valores seriam provisórios até a aprovação de uma lei complementar estabelecendo critérios para o reajuste salarial.

“Na verdade, os governadores estão interpretando de forma equivocada essa questão da PEC 300. O que nós desejamos através dela é criar um fundo constitucional, ou seja, para que a União transfira recursos para os estados, para complementar as folhas de pagamento. Portanto, não há problema para os estados, o fundo os socorrerá”, afirmou o presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), após audiência pública realizada no Piauí sobre o assunto.

Para justificar a criação do fundo, deputados defensores da PEC 300 usam o exemplo do Distrito Federal. A capital do país recebe do governo federal uma verba para custear despesas de educação, saúde e segurança pública. Em 2010, o valor foi de aproximadamente R$ 7,6 bilhões. “O fundo vai socorrer alguns estados que não terão condições de pagar o reajuste, como é feito no Distrito Federal”, disse o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), autor da PEC 300.

O Fundo Constitucional do Distrito Federal foi criado por meio da Lei nº 10.633, de 27 de dezembro de 2002, no fim do governo Fernando Henrique Cardoso, para destinar recursos necessários à organização e manutenção da Polícia Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e dar assistência financeira para execução dos serviços de saúde e educação. O cálculo do reajuste anual do Fundo Constitucional leva em conta a variação da receita corrente líquida da União durante 12 meses, a contar do período anterior a junho do ano em que o cálculo é realizado.”

(Congresso em Foco)

CPI do Palocci – PMDB pede para senadores aguardarem parecer do Ministério Público

Eunicio Oliveira, o “porta-voz” do encontro.

“Durante encontro na noite desta segunda-feira (30), o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), passou orientação à bancada do Senado de seu partido para que esperasse o parecer do Ministério Público sobre o aumento patrimonial do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci (PT-SP), antes de discutirem o apoio a uma possível CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o ministro.

A oposição no Congresso busca há cerca de uma semana apoio na Câmara e no Senado para conseguir o número mínimo necessário de assinaturas para a abertura de uma CPI Mista (171 deputados mais 27 senadores – o equivalente a um terço dos integrantes de cada uma das Casas). No momento, a oposição afirma ter 19 assinaturas no Senado e o apoio de cerca de 100 deputados na Câmara.

“Ficou definido que o PMDB tem que esperar a decisão do Ministério Público. Aos que desejavam colocar a assinatura nesta questão [foi orientado] que se esperasse a posição do Ministério Público”, explicou o senador Eunício Oliveira, do Ceará.

No encontro, estiveram presentes 16 parlamentares, praticamente a totalidade da bancada, com exceção de Garibaldi Alves (RN), Lobão Filho (MA), que sofreu um acidente de carro e foi substituído pelo pai, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e Jarbas Vasconcelos (PE), o único dissidente que avisou que não participaria do encontro.

Outros dois parlamentares que mostraram disposição para saber mais detalhes sobre como Palocci multiplicou em 20 vezes seu patrimônio nos últimos quatro anos, os senadores Pedro Simón (RS) e Roberto Requião (PA) estiveram na reunião e, de acordo com Oliveira, se comprometeram em seguir a orientação da legenda.

Ainda de acordo com Oliveira, o tema central da discussão foi a possibilidade de se chegar a um acordo “que seja bom para todos os lados com relação ao projeto do Código Florestal”, que foi aprovado na semana passada na Câmara dos Deputados e chega ao Senado nesta semana.

Questionado se o jantar seria uma “prévia” sobre as reivindicações do partido para o almoço de amanhã entre a presidente Dilma Rousseff e Temer, o parlamentar reforçou que não se discutiu uma agenda e que a ideia da reunião de amanhã é de reforçar a aproximação e a confraternização das duas legendas, PT e PMDB.

Segundo o senador, não foram temas do jantar as recentes discussões entre Temer e Palocci nem as reivindicações por mais espaço no governo.”

Copa 2014 – Governador interino e prefeita participam de reunião em Brasília

O governador em exercício Domingos Filho (PMDB), e a prefeita Luizianne Lins (PT) vão participar, nesta terça-feira, em Brasília, de reunião convocada pela presidente Dilma Rousseff para discutir obras da Copa 2014. O encontro reunirá todos os 12 governadores e 11 prefeitos da subsedes do certame.

Domingos Filho já se encontra em Brasília desde ontem à noite, enquanto a prefeita Luizianne Lins embarcou nesta madrugada de terça-feira em cima da hora do voo. Com ele, vai estar o coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura, Geraldo Accioly.

Dilma vai aproveitar o encontro para ouvir queixas sobre liberação de recursos e burocracia, mas também vai cobrar maior celeridade nos projetos. Ela não esconde irritação com o ritmo dos trabalhos, segundo assessores. No cronograma da Copa as cidades de Belo Horizonte e Salvador aparecem como em situação crítica.

Fortaleza, nesta semana, foi surpreendida com matéria do O POVO dando conta de que das cinco avenidas previstas para alargamento, somente duas deverão ser beneficiadas: Via Expressa e Albeto Craveiro. Ou seja, estão fora dessa ampliação as avenidas Dedé Brasil, Paulino Rocha e Raul Barbosa. Isso porque o gasto com desapropriações seria bem maior do que o montante previsto nos projetos, segundo o gerente da Copa, Delano Oliveira.