Blog do Eliomar

Categorias para Política

Artur Bruno é mantido como titular da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado

453 1

Artur Bruno vai continuar como secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Ceará. Ele recebeu convite, agora há pouco, do governador Camilo Santana (PT) para que continuasse no cargo.

Bruno se disse feliz pela confiança manifestada por Camilo em seu trabalho e que deverá redobrar esforços para continuar a luta em defesa das áreas de proteção ambiental do Estado, além de trabalhar para aprimorar o Parque Estadual do Cocó e demais parques estaduais.

Camilo fechou indicações para 14 secretarias e três assessorias especiais com status de secretaria que estão abrigadas na estrutura da Casa Civil: Relações Institucionais, (Nelson Martins), Comunicação (Chagas Vieira) e Relações Internacionais (César Ribeiro) –

(Foto – Arquivo)

Bolsonaro terá que definir valor do novo salário mínimo

 

O presidente Michel Temer deixou para o sucessor, Jair Bolsonaro, definir a nova política para o salário mínimo. A regra atual para cálculo perde validade amanhã (1). O valor atual do salário mínimo é de R$ 954.

No Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2019, o valor fixado para o mínimo a partir de 2019 é de R$ 1006. Porém, é necessário confirmar o valor e definir também as regras que vão vigorar para os próximos reajustes.

Tradicionalmente, o decreto é editado nos últimos dias do mês de dezembro. A Agência Brasil apurou que Michel Temer não irá assinar mais nenhum ato que envolva impactos futuros.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários. Bolsonaro tem até o dia 15 de abril para decidir se mantém a regra ou se muda.

Pela regra atual, o mínimo deve ser corrigido pela inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) dos dois anos anteriores.

Os ministérios da Fazenda e do Planejamento informaram que o valor do mínimo foi revisado para cima porque a estimativa de inflação pelo INPC em 2018 passou de 3,3% para 4,2%. O INPC mede a variação de preços das famílias mais pobres, com renda mensal de um a cinco salários mínimos. Alguns Estados, como Rio de Janeiro e São Paulo, têm valores diferenciados para o salário mínimo, acima do piso nacional.

(Agência Brasil)

Último ato – Temer nomeia Marun como conselheiro da Itaipu Binacional

170 2

O presidente Michel Temer exonerou do cargo o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e o nomeou como conselheiro da Itaipu Binacional, com mandato até 16 de maio de 2020. A exoneração e a nomeação foram publicadas na edição de hoje (31) do Diário Oficial da União.

Eleito deputado federal pelo MDB de Mato Grosso do Sul, Marun assumiu a Secretaria de Governo em dezembro do ano passado. Ele não disputou cargo nas eleições de outubro.

Carlos Eduardo Xavier Marun nasceu em Porto Alegre, mas construiu a carreira política em Mato Grosso do Sul. É advogado e engenheiro civil e já atuou nas secretarias de Habitação municipal e estadual.

(Agência Brasil)

Ex-deputado tucano articula para ocupar espaços na Era Bolsonaro

138 3

Mesmo tendo perdido a reeleição, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) deve ser aproveitado em algum cargo na Era Bolsonaro. Ele, nos últimos dias deste 2018, esteve em Brasília articulando junto a setores do futuro governo.

Por enquanto, Gomes de Matos evita falar no assunto, mas ele marcou posição firme em defesa de estatais como o Dnocs e projetos prioritários para o Nordeste como a Ferrovia Transnordestina.

(Foto – Agência Câmara)

Camilo anuncia a convocação de 220 agentes penitenciários

266 1

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, em sua página no Facebook, que vai convocar por etapas os cerca de 650 agentes penitenciários aprovados no último concurso público realizado pelo Estado.

Inicialmente, vão ser convocados 220 aprovados em março próximo, com demais grupos sendo chamados após uma avaliação de demandas a ser feita pelo titular da recém-criada Secretaria de Administração Penitenciária.

Camilo disse que esse grupo será lotado na Região Metropolitana de Fortaleza e no Interior.

Já a convocação dos demais grupos virá ao longo de 2019 e que haverá, da parte de Luis Mauro, futuro titular dessa secretaria, uma análise e um planejamento nesse sentido.

(Foto – Facebook)

Tasso ganha novo “bônus” na disputa pelo Senado

249 2

Da Coluna Política, no O POVO desta segunda-feira (31), pelo jornalista Carlos Mazza:

O ministro Edson Fachin, relator de processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), homologou no último sábado delação premiada de Jorge Luz, lobista ligado ao MDB, que atinge o senador Renan Calheiros (MDB-AL). Ruim para o alagoano, que tem agora a primeira delação diretamente contra ele no Supremo, a novidade pode ser motivo de felicidade para outro senador, o cearense Tasso Jereissati (PSDB).

Atualmente, Tasso disputa a presidência do Senado em confronto com Calheiros, e já começa a contar inclusive com setores ligados ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O movimento, que tenta quebrar hegemonia de anos do MDB no Senado, conta ainda com articuladores do PPS, PSDB, Rede e até do PDT do recém-eleito Cid Gomes (PDT). Como setores do PSL já rejeitavam o nome de Calheiros, a delação acaba prejudicando ainda mais o emedebista.

Na delação, Luz inclui planilha que identifica US$ 418 mil dos R$ 11,5 milhões em propinas que diz ter intermediado para políticos emedebistas. Segundo a delação, além de Renan, teria sido beneficiado também, entre vários outros, o deputado federal cearense Aníbal Gomes (DEM). Não reeleito em 2018, Aníbal assumirá mandato em 2019 caso se confirme indicação do deputado federal Mauro Filho (PDT) para a Secretaria de Planejamento do Ceará.

A defesa de Aníbal rebate: “Os delatores, como vem ficando provado pela própria Lava Jato, estão fazendo delações envolvendo políticos tão somente para obter benefícios, sobretudo o benefício da liberdade. A revogação da prisão decretada pelo juiz. Fica muito fácil imputar qualquer pessoa pela prática de crime sem uma prova (…) até hoje, não há uma prova sequer que vincule o deputado ao senador Renan ou que demonstre que tenha praticado algo ilícito”.

Até a semana passada, aliados de Tasso na disputa contabilizavam cálculo “realista” de 21 a 23 votos para o tucano na disputa. Dentro do total de 81 parlamentares na Casa, o número ainda é baixo, especialmente contra um veterano do Congresso como Renan Calheiros. Ainda assim, o apoio já é bastante para dar base sólida para a entrada do cearense como um projeto viável na disputa.

Vale lembrar que, até as vésperas do 1º turno deste ano, os resultados previstos nas urnas de todo o Brasil acabaram em uma reviravolta de última hora. Além disso, impera no Congresso o discurso de mudança, muito fruto do resultado eleitoral de outubro. Batendo de frente contra o “velho” Renan, Tasso tem uma vantagem natural na disputa, que só se fortalece com a nova delação premiada.

Pesa bastante contra Tasso, no entanto, recente apoio declarado pelo senador José Serra (PSDB-SP) à eleição de Calheiros. Vindo de dentro do próprio ninho tucano, a sinalização mostra verdadeiro “vespeiro” em que se transformou o PSDB após as derrotas eleitorais deste ano. E também como a linha de autocrítica proposta pelo senador cearense tem sido recebida por setores mais tradicionais da sigla.

Jair Bolsonaro convida Mauro Benevides, a quem trata de “Meu tenente”, para sua posse

O ex-senador Mauro Benevides, que já presidiu o Congresso Nacional, está entre convidados vips do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Ele, aliás, trata o ex-parlamentar cearense na intimidade de “Meu tenente”.

Além de Mauro, outros cearenses como o presidente nacional da Abih, Manuel Cardoso Linhares, o deputado federal eleito Capitão Wagnr (PROS) e o presidente estadual do PSL, Heitor Freire, com suas esposas, prestigiarão atos da posse e, em especial, o baile a ser oferecido aos convidados por Bolsonaro.

(Foto – Agência Câmara)

Bolsonaro prepara discurso da posse, diz irmão

Na véspera da posse, o presidente eleito Jair Bolsonaro prepara seu discurso para amanhã. Ele deve falar em dois momentos distintos – primeiro, no Congresso Nacional, durante a solenidade de posse, e depois, no parlatório no Palácio do Planalto. No parlatório, tradicionalmente é um pronunciamento mais curto.

A informação é do irmão de Bolsonaro, Renato, que está hospedado na residência oficial da Granja do Torto, em Brasília, com parentes desde ontem (30).

“Ele está preparando seu discurso. Nós não interferimos. É um ambiente familiar”, afirmou Renato hoje (31), ao deixar a área de segurança da residência para cumprimentar populares que se aglomeram desde cedo no local.

Renato, que veio de Miracatu (SP), afirmou que todos os familiares estão na casa, inclusive, a mãe de Bolsonaro, Olinda, de 91 anos. A família do presidente eleito é de Eldorado e da região do Vale da Ribeira.

“Toda minha família está lá. Está normal. É um ambiente familiar como na casa de vocês. Não falamos nada de política”, afirmou.

A família deve passar a virada do ano no local. Bolsonaro não tem compromissos oficiais e deve aproveitar o dia de hoje para descansar e se preparar para as cerimônias de amanhã (1º) que começam por volta das 14h e só devem terminar depois das 21h.

(Agência Brasil)

Sobral vive a polêmica do reajuste do IPTU

Veveu Arruda, ex-prefeito, na defesa de Ivo.

Com o título “Demagogia em defesa de privilégios”, eis comentário que o ex-prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT), manda para o Blog e que diz respeito à cobrança do IPTU neste município da Região Norte do Ceará. Ele defende a medida tomada pelo atual prefeito, Ivo Gomes (PDT). Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Sou absolutamente a favor da decisão do Prefeito Ivo em relação ao aumento do IPTU de Sobral.

Trata-se de uma correção do valor dos imóveis no cadastro da Prefeitura. Não é aumento de alíquota, mas uma aproximação do valor venal dos imóveis no cadastro ao preço real de venda , que ficará ainda abaixo do valor venal de mercado. Com incidência parcelada em 4 anos. E há benefícios como isenção para os imóveis com valor até 60 mil reais.

No mais, não há no mundo todo, como se assegurar a realização de políticas públicas eficientes e seus necessários investimentos, que sirvam para todos, especialmente, para os que mais precisam, empobrecidos por esse sistema de produção de tantas desigualdades, sem a devida tributação.

Quando fui prefeito fiz o mesmo duas vezes por ser justo e necessário. E, ainda assim, naquela época, toda a arrecadação anual de IPTU não pagava um único mês da folha de pagamento de todos os servidores.

Mais uma: apenas sobre 20% dos imóveis de Sobral haverá cobrança de IPTU.

A demagogia que move alguns que lutam contra essa necessária medida administrativa, nasceu na velha cultura política que colocava analfabetos para serem diretores de escolas municipais …. e que não se importavam se os meninos e meninas da rede municipal estivessem condenados aos analfabetismo.

Hoje, Sobral, entre outras conquistas, tem o melhor IDEB do Brasil( índice de desenvolvimento do ensino básico), entre os 5.574 municípios brasileiros. Isso mostra a qualidade da aprendizagem nas escolas da rede pública da Sobral de hoje.

A velha demagogia quer preservar privilégios de uns poucos, em prejuízo das políticas públicas que servem para a grande maioria da população. E, para tanto, demagogicamente, faz o discurso da defesa de todos, enganando a muitos.

O mais gozado é que se apresentam como os novos atores de uma nova política… rsrs

*Clodoveu Arruda

Ex-Prefeito de Sobral.

(Foto – Reprodução de Youtube)

Antonio Henrique promete maior proximidade da Câmara Municipal com a população

115 1

A proximidade com a população é ressaltada como prioridade “número 1” do vereador Antônio Henrique (PDT), eleito presidente da Câmara Municipal e que toma posse amanhã no plenário da Casa. “Pretendo fazer uma gestão voltada para o interesse da população e que a população se sinta verdadeiramente representada pela Câmara Municipal”, resume ele em entrevista ao O POVO.

Entre as ações prioritárias da nova Mesa Diretora, ele destaca projetos voltados para o diálogo entre vereadores e cidadãos. Entre eles a continuidade do “Câmara nos Bairros”, realizado em parceria com a Prefeitura. “São os vereadores perto do povo, falando com o povo e ouvindo o povo. É uma questão mais de ouvir”, explica o vereador.

Outra proposta, é um espaço para debate com relação à questão do combate ao uso indevido de drogas. “Eu quero que a Câmara esteja mais perto nessa pauta, discutindo isso com os pais, alunos e a população de forma geral”, afirma. Segundo o vereador, o projeto, contudo, “ainda está só na minha mente, não está escrito em papel, ainda não conversei com a Mesa”, afirma.

No plenário da Casa, o pedetista antecipa que a principal discussão que deve acontecer no início do mandato da nova Mesa Diretora é sobre o novo Plano Diretor de Fortaleza. “Nós vamos receber da Prefeitura esse plano. (O objetivo é) Dar condições para que essa discussão possa sair realmente alinhada com os anseios da população. Discutir com a academia, com as associações de bairro, com a classe empresarial”, detalha.

A matéria do Executivo deve ser tratada em comissão especial sobre o assunto. Antônio Henrique afirma que, além dessa, outra comissão técnica deve ser criada para a revisão do regimento interno da Casa. “Ele tem alguns artigos que precisam ser melhor especificados, detalhados, porque, às vezes, você pega um artigo em uma parte do regimento e ele não está muito claro. Aí, em outra parte, tem outro artigo (que entra em conflito). Então assim, existe uma certa dúvida no que proceder”, aponta o vereador.

Antônio Henrique foi eleito para presidir a Câmara Municipal com o apoio de 42 dos 43 parlamentares no início de dezembro. Apenas Márcio Martins (Pros) se absteve. Além de Antônio Henrique, a Mesa Diretora eleita conta com Adail Júnior (PDT) como vice-presidente, Raimundo Filho (PRTB) na 2° vice-presidência e Gardel Rolim (PPL) como 3º vice-presidente. Idalmir Feitosa (PR) continua na 1º secretaria, enquanto a 2º e 3º secretarias serão assumidas por Zier Férrer (PDT) e Lucimar Martins, a Bá (PTC). Como vogais, ou suplentes estão Márcio Cruz (PSD), Casimiro Neto (MDB) e John Monteiro (PDT).

O ex-secretário da Regional 3 irá substituir o vereador Salmito Filho (PDT), que deixa a Câmara Municipal para assumir o mandato de deputado estadual. Segundo Antônio Henrique, o novo mandato será uma continuidade do que já vinha fazendo o correligionário. “Eu não pretendo fazer nenhuma mudança para mudar o que foi construído, eu pretendo continuar e avançando naquilo que eu acho que é necessário”, garante. Ele acrescenta ainda que “avalia a administração do presidente Salmito como um das melhores administrações que a Câmara já teve nos últimos anos”.

Sobre um dos projetos de Salmito, o de levar a sede da Câmara Municipal para o Centro, o presidente eleito afirmou que discutir os motivos para a não efetivação da transferência e que “se for necessário nós vamos voltar à discussão, mas só se for viável. Não sendo viável, não tendo recurso para fazer essa mudança, acredito que nós deveremos continuar onde estamos, dando uma melhor estrutura no prédio existente”.

(O POVO – Repórter Luana Barros/Foto – CMFor)

Responsáveis pela posse de Bolsonaro dizem que “a festa está pronta e será segura”

Sob um forte esquema de segurança, a equipe responsável pela cerimônia de posse de do presidente eleito, Jair Bolsonaro, realizou hoje (30), na Esplanada dos Ministérios, o último ensaio para a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Após o ensaio, o atual ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, disse que os preparativos para a cerimônia estão prontos e que não houve grandes alterações em relação ao previsto no primeiro ensaio.

“A festa está pronta, será segura e certamente vamos ter um dia primeiro para coroar o processo democrático que se iniciou lá atrás no primeiro turno [das eleições] no dia 7 de outubro”, disse o ministro durante coletiva com jornalistas.

Questionado se já havia uma decisão sobre a utilização do desfile em carro aberto no tradicional Rolls-Royce, Etchegoyen disse não haver decisão sobre o uso do automóvel e que dependerá da vontade do presidente eleito.

No primeiro ensaio, realizado no último domingo (23), o dublê que interpretou Bolsonaro fez o trajeto da Catedral Metropolitana até o Congresso em carro aberto. No ensaio deste domingo, o desfile foi realizado em carro fechado.

“A decisão do carro aberto ou fechado será decidida pelo presidente da República em conversa com o general [Augusto] Heleno [futuro comandante do GSI], já no dia da posse e conforme as circunstâncias indicarem”, afirmou. “A nossa responsabilidade, a minha e a do general Heleno, é garantir que a vontade de 58 milhões de brasileiros se concretize e para isso é preciso dar segurança”.

Etchegoyen voltou a afirmar que são esperadas para a posse entre 250 a 500 mil pessoas. O ministro disse também que não há confirmação sobre a realização de uma cerimônia ecumênica na Catedral de Brasília.

“Somos um país grande, com significado no mundo, uma democracia importante que vai comemorar a posse de um presidente eleito. A nossa responsabilidade é apenas garantir que a festa esteja segura”, repetiu. “Toda posse é um período de esperança, independente de quem esteja assumindo, a posse é sempre um momento de esperança. Essa festa tem que ser garantida com as melhores condições de segurança”.

(Agência Brasil)

Zezinho Albuquerque vai ocupar a pasta das Cidades

488 6

Há uma articulação política para que o atual presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), entre no novo secretariado do governador Camilo Santana (PT). Isso abriria vez para o pedetista Lucílvio Girão e, ao mesmo tempo, faria com que o Governo articulasse novas opções para o comando do Legislativo.

O objetivo seria evitar racha no PDT, pois além de Zezinho, que já obteve reeleição para essa função, estão querendo o comando da Casa os deputados José Sarto, Sergio Aguiar, Tin Gomes e, correndo por fora, o atual líder do Governo, Evandro Leitão.

Bem, Zezinho vai mesmo ocupar a pasta das Cidades, que hoje está com o PP, com Paulo Henrique Lustosa. Esse partido, bom lembrar, é comandado por AJ Albuquerque, deputado federal eleito e presidente estadual do PP, e, também, filho de Zezinho.

É mais um impasse resolvido pelo governador Camilo Santana.

DETALHE – Zezinho ainda irá participar do processo sucessório do Legislativo apenas comandando o pleito. Dependendo do grau de disputa, pode abrir surgir um tercius.

DETALHE – Fala-se também na possibilidade de Leônidas Cristino (PDT), deputado federal reeleito, também vir a ser convocado para uma pasta no novo governo.

Netanyahu diz que evangélicos são os melhores amigos de Israel

Em encontro com lideranças cristãs brasileiras na tarde de hoje (30) no Rio de Janeiro, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que os evangélicos são os melhores amigos de Israel no mundo. Entre as lideranças presentes no encontro estavam o cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta e Silas Malafaia (da Assembleia de Deus), o prefeito Marcelo Crivella e o governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

“Não temos no mundo amigos melhores do que a comunidade evangélica. E a comunidade evangélica não tem amigo melhor do que o Estado de Israel. Vocês são nossos irmãos e irmãs e nós protegemos os direitos dos cristãos”, disse Netanyahu.

O primeiro-ministro destacou que cristãos e judeus têm tradições e heranças comuns e que o cristianismo nasceu do judaísmo.

No encontro com lideranças cristãs, Netanyahu recebeu uma imgem ampliada de um selo comemorativo dos Correios em homanagem a esta que é a primeira visita de premiê israelense no Brasil.

Segundo Netanyahu, Israel está agarrando as oportunidades do futuro e que o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, pode se juntar ao seu país para capturar o futuro. “Jair significa aquele que traz a luz [em hebraico]. Temos agora a oportunidade de juntos trazer muita luz para os povos do Brasil e de Israel”.

Mais cedo, em encontro com lideranças judaicas do Brasil, Netanyahu disse que Bolsonaro garantiu a mudança da embaixada brasileira de Telavive para Jerusalém. “Desde o tempo do rei Davi, Jerusalém foi capital do nosso povo, manteve-se capital do nosso povo e permanecerá a capital unida e eterna do povo judeu”, disse o premiê israelense.

Em encontro com jornalistas brasileiros, na manhã de hoje, Netanyahu disse que o Brasil é um dos principais focos da política externa israelense e que, desde 2017, Israel tem buscado ampliar parcerias entre as grandes economias mundiais, como Índia e China, e entre os países árabes. “Países árabes têm buscado Israel porque eles têm medo do Estado Islâmico, do Irã. Israel pode ser um aliado para eles”, disse.

Antes dos encontros, no início da manhã de hoje, Netanyahu visitou o Pão-de-Açúcar com o governador eleito Wilson Witzel. Ontem, ele passeou pela Praia de Copacabana. Há a expectativa ainda de que o premiê israelense visite o Cristo Redentor. Netanyahu deve ficar no Rio durante a virada do ano e viajar para Brasília apenas no dia 1º, para acompanhar a posse de Bolsonaro.

(Agência Brasil

Camilo afirma que faltou humildade ao PT e diz que partido precisa se reinventar

155 2

Em entrevista ao jornal O Globo publicada neste domingo (30), o governador reeleito do Ceará, Camilo Santana, afirmou que seu partido, o PT, precisa passar por transformações desde os objetivos até as relações com as bases sociais. Disse também que faltou humildade à legenda e que o partido deveria ter feito autocrítica. Voltou a dizer, também, que Ciro Gomes (PDT) poderia ter vencido a eleição caso concorresse com apoio do PT.

“Eu já defendi lá atrás que o PT precisa se reinventar, reavaliar os seus caminhos, se reorganizar, se aproximar das suas bases, movimento sindical e, muitas vezes, reconhecer os erros que foram cometidos”, disse Camilo.

“Acho que isso faz parte, isso demonstra de certa forma para a população e para o povo que todos estão sujeitos a cometer erros. Faltou um pouco isso para o partido, ter humildade. Querer construir um projeto que seja um projeto de nação. Isso precisa estar muito claro, não só para o PT, mas para todos os partidos. Às vezes, nosso posicionamento não é muito aprovado dentro das agremiações, mas tenho um estilo de sempre defender aquilo que acredito”, acrescentou o governador reeleito.

Ele disse que a autocrítica vai além dos casos de corrupção. “Eu falo dos erros cometidos pelo próprio governo na condução da política econômica, na relação com movimentos sociais. Foram vários erros cometidos, estratégicos do partido, que precisam ser muitas vezes avaliados, acho que a autocrítica é importante. Se o homem público não for capaz de fazer uma avaliação, está fadado ao insucesso”.

Camilo já havia defendido a autocrítica, na linha do que cobrou o senador eleito Cid Gomes (PDT), o que o levou a bater boca com militantes petistas.
Apesar disso, o governador cearense afirma que o partido saiu como maior vencedor das últimas eleições. “O PT fez muito esforço e foi um grande vitorioso. Considero que o partido mais vitorioso dessa eleição foi o PT: elegeu o maior número de governadores, a maior bancada de deputados federais, elegeu senadores. Tirou 45% dos votos para presidente com um candidato que foi apresentado a 20 dias da eleição. Claro que há uma reação muito forte em algumas regiões do país, o antipetismo. Precisa ser reavaliado, analisado. Alguma coisa está errada. É preciso reconhecer”.

(O POVO Online / Foto: Fabio Lima –  POVO)

Bolsonaro garante apoio a profissionais da área de inteligência

115 1

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, garantiu hoje (30) apoio aos profissionais do serviço de inteligência, “um dos mais importantes e sensíveis para a segurança da nação”, disse em seu perfil no Twitter.

De acordo com Bolsonaro, pela natureza discreta da atuação desses agentes, eles “raramente” são reconhecidos. Mas, “no que depender deste governo não faltará apoio e valorização para os profissionais da área!”, escreveu.

Bolsonaro toma posse como presidente da República na próxima terça-feira (1), em uma cerimônia com segurança reforçada na região da Esplanada dos Ministérios e Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Ele chegou na tarde de ontem (29) à capital federal e, desde então, está na residência oficial da Granja do Torto, onde deve passar o réveillon com sua família.

(Agência Brasil)

Até amanhã – Camilo anuncia convocação dos aprovados do Detran e dos Agentes Penitenciários

165 1

O governador Camilo Santana disse neste domingo (30), por meio do Facebook, que anunciará até amanhã (31) a relação dos aprovados para os concursos do Detran e dos Agentes Penitenciários.

“Amigos e amigas, conforme prometi, ainda hoje e também amanhã, estarei informando a vocês, aqui pelo Facebook, sobre a data de convocação dos aprovados do concurso do Detran, e também o cronograma de convocação da nova turma de agentes penitenciários. Fiquem ligados! Hoje e amanhã já teremos notícias”, declarou.

(Foto: Facebook)

Governo Camilo desiste mesmo de fazer a ponte estaiada sobre o Cocó

Por Rone Saraiva, do O POVO

Projeto concebido pelo Governo do Ceará ainda em 2009, na gestão do ex-governador Cid Gomes (PDT), a Ponte Estaiada sobre o Rio Cocó, em Fortaleza, definitivamente não faz mais parte dos planos do Palácio da Abolição. Embora o Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas (CGPPP) do Estado tenha recomendado o cancelamento do contrato com a OAS-Marquise Infraestrutura S.A, ainda em janeiro de 2017, havia esperança de que o plano fosse ressuscitado, já que o governador Camilo Santana (PT) nunca se manifestou publicamente contra a ideia.

Mas a pá de cal no projeto da ponte estaiada, que ligaria o bairro Cidade 2000 ao Centro de Eventos do Ceará, foi jogada no último dia 19. Data em que a Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), representada pelo secretário Lúcio Ferreira Gomes, e a OAS-Marquise, representada por Nivaldo Lira Castro e Renan Vale de Carvalho, assinaram termo de rescisão amigável do contrato.

Além da ponte, que teria 850 metros de extensão, o projeto incluía um sistema viário de interseção e acessos de vias urbanas à CE-040, bem como a construção do Complexo de Cultura e Lazer Mirante de Fortaleza, estrutura com 100 metros de altura que possibilitaria visão panorâmica da Cidade e do Cocó, onde seriam instalados espaços como galeria de arte, restaurante 360º e praça.

A parceria público-privada (PPP) previa investimento de R$ 259 milhões, valor que viria do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O Estado entraria com contrapartida de R$ 79 milhões, totalizando R$ 338 milhões. Como a obra foi retirada do PAC no ano passado, em razão de cortes no orçamento do Governo Federal, o Estado decidiu abandonar o projeto porque não consegue bancar o equipamento sozinho.

Desde que foi concebida, a ponte estaiada também virou alvo de polêmica. Em abril de 2016, por exemplo, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ajuizou uma ação civil pública contra o Ceará pedindo a anulação da licitação por existirem, de acordo com o órgão, irregularidades no edital.

(Foto – Divulgação)

Renan Calheiros ganha apoio de Serra contra Tasso

520 11

O candidato a presidente do Senado pelo MDB, Renan Calheiros, está ganhando um importante eleitor. Só que dentro do PSDB de Tasso Jereissati, que já entrou no páreo contra as pretensões do emedebista: o paulista José Serra.

Num passado recente, FHC disputou a reeleição quando Tasso estava com seu nome acertado para sair candidato. A paulistada, com José Serra e outros, barrou essa pretensão.

Conseguirá Serra esse novo tento agora?

(Com Veja Online/Foto -Sergio Lima, do Poder 360)

Novos ministros tomam posse no dia 2 de janeiro

Um dia depois da cerimônia de posse de Jair Bolsonaro para a Presidência da República, os 22 nomes confirmados para o primeiro escalão do futuro governo assumirão, em diferentes horários, o comando das pastas que comporão a Esplanada dos Ministérios a partir de 2019.

Nomes que dividirão os andares do Palácio do Planalto, mantendo relações mais diretas com o futuro presidente, serão os primeiros a ocupar postos. As primeiras transmissões de cargos marcadas para as 9h serão, conjuntamente, dos novos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, da Secretaria de Governo, General Santos Cruz, e da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Sergio Moro assumirá a Justiça e Segurança Pública também pela manhã. A pasta comandada pelo ex-juiz federal abarcará atribuições de áreas que, atualmente, estão distribuídas em outros Ministérios como o de Segurança Pública e Trabalho (registros sindicais).

Ainda pela manhã, Marcos Pontes recebe o bastão das áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação e do atual Ministério das Comunicações na Esplanada e o Almirante Bento Costa e Lima, o de Minas e Energia.

A primeira mulher confirmada para o primeiro escalão de Bolsonaro, atual deputada Tereza Cristina, assume a Agricultura. Depois de um pronunciamento, a nova ministra já empossa os secretários da pasta.

No período da tarde, ocorrem as transmissões de cargo de ministro da Cidadania e Ação Social para Osmar Terra e da Saúde para Luiz Mandetta.

Três dos atuais ministros do governo Temer repassam suas atribuições a Paulo Guedes às 15h. O futuro Ministério da Economia abarcará funções que hoje são divididas entre Eduardo Guardia (Fazenda), Esteves Colnago (Planejamento, Desenvolvimento e Gestão) e Marcos Jorge (Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

A partir das 16h, assumem ainda Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura), General Fernando Azevedo (Defesa), Ricardo Vélez Rodriguez (Educação), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

No fim do dia, o diplomata Ernesto Araújo toma posse na sede do Ministério de Relações Exteriores, em solenidade marcara para as 18h.

Com a manutenção de Wagner Rosário no comando da Controladoria-Geral da União, não haverá solenidade neste caso. Ainda há definições de horários em aberto, como é o caso das pastas do Meio Ambiente, a ser ocupada por Ricardo Salles, e do Desenvolvimento Regional, que terá o atual secretário executivo do Ministério da Integração Nacional, Gustavo Canuto, como ministro. Canuto administrará funções que hoje estão divididas entre os ministérios das Cidades e da Integração Nacional.

(Agência Brasil)