Blog do Eliomar

Categorias para Política

Líder da prefeita quer Dilma presidente e aliança com PSB de Cid

acrisiodilma

Acrísio e a presidenciável Dilma Rousseff

“O projeto do PT é o projeto de um campo democrático e popular, cuja aliança tem proporcionado enorme ganhos para nosso País. Por isso, defendemos a continuidade deste projeto com a candidatura da ministra Dilma Rousseff. Porém, apostamos também que o PSB – um aliado histórico neste campo democrático popular – possa permanecer conosco”. Essa afirmação foi feita nesta terça-feira pelo vereador Acrísio Sena, líder da prefeita na Câmara. O vereador petista é o autor do decreto legislativo que dá o título de cidadã honorária à ministra-Chefe da Casa Civil.

Segundo Acrísio Sena, a aliança prioritária para o Governo do Estado continua sendo com o governador

Cid Gomes. “A aliança estratégica que elegeu Cid está na ordem do dia. Essa resolução não foi alterada e a disposição da prefeita Luizianne Lins é de continuar marchando nesta direção”, ressaltou.

Acrísio Sena ressaltou que a disputa em 2010 deve ser entre os dois projetos nacionais. “Sem querer ser maniqueísta, mas existem aqueles que preferem voltar as teses ultrapassadas do neoliberalismo e aqueles que querem continuar apostando num Páis mais justo. Estes lados estão bem postos e entre eles devem acontecer os maiores embates”, afirmou.”

(Do site do vereador Acrísio Sena)

Ciro espera que aliança PT-PMDB tenha argumentos confessáveis

“Eu espero que eles entreguem o que estão prometendo. Historicamente, desde sempre isso não acontece. E eu espero também que os argumentos dessa aliança sejam confessáveis publicamente”, disse o pré-candidato pelo PSB.

Nesta noite, um jantar reunirá PT, PMDB, Dilma e Lula para anunciar a aliança. A ministra já esteve também com PDT, PC do B e PR. Na próxima semana, o encontro de Dilma será com o PP.

Ciro procurou demonstrar tranquilidade com as movimentações de Dilma em busca de apoios partidários. Ele afirmou que o seu partido terá uma conversa definitiva com o presidente Lula em fevereiro para decidir a estratégia para a eleição. A intenção é convencer Lula de que duas candidaturas da base aliada teriam mais chances de derrotar a candidatura do PSDB.

Somente após esta conversa o PSB partiria para a busca de aliados para a eleição presidencial. No momento, Ciro afirma que um movimento atrás de partido criaria constrangimentos dentro da base aliada. “Não podemos fazer um movimento de hostilidade dentro da coalizão”.

(POrtal G1)

Assembleia gaúcha arquiva pedido de impeachment de Yeda Crusius

“A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul arquivou nesta terça-feira (20) o pedido de impeachment contra a governadora Yeda Crusius (PSDB) que tramitava na Casa desde junho deste ano. A votação foi folgada para o governo: 30 votos favoráveis ao relatório pelo arquivamento e 17 contrários.

  • Marcello Casal Jr./Agência BrasilDurante a sessão na Assembleia Legislativa, um estudante jogou um tomate no local onde ficam os deputados e gerou confusão na Casa.

Sob vaias e protestos de partidários da governadora Yeda Crusius, que lotavam as galerias, os deputados do PT se revezaram na tribuna antes da votação defendendo a admissibilidade do processo de impeachment. “Até para dar direito de defesa. Assim é a democracia, assim são os processos e os ritos que fortalecem o estado democrático”, disse Adão Villaverde.

Ele também se referiu à relatora do processo. “Ela teve uma atuação de advogada de defesa, e não de uma parlamentar”, criticou. Foi vaiado. Aos gritos de “mensalão, mensalão”, a assistência abafou os pedidos de ordem. O presidente da Assembleia, Ivar Pavan (PT), teve de pedir silêncio à plateia por várias vezes para garantir os pronunciamentos da oposição. Numa última tentativa de obstruir a sessão, o deputado Elvino Bohn Gass (PT) pediu verificação de quórum: 40 deputados marcaram presença – o regimento da Assembleia garante sessão com 33 parlamentares.

A deputada Stela Farias (PT), presidente da CPI da Corrupção, cobrou a presença da base governista no debate sobre o impeachment. “Está claro como a água que houve um grande acordo. Era uma troca de dinheiro por cargos”, discursou a deputada. “Mas essa é a resposta que o parlamento gaúcho dará ao Brasil: leniência para investigar e celeridade para arquivar”, lamentou.”

(Folha Online)

Prefeita despacha em Brasília

A prefeita Luizianne Lins (PT) está em Brasília. Nesta terça-feira, ela conferiu a solenidade de posse de José Múcio como ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Luizianne aproveita estada, segundo sua assessoria de imprensa, para despachar no escritório da prefeitura em Brasília.

Ela manteve a tradição: embarcou sem contato com a imprensa que dá plantão no aeroporto.

Nesta quarta-feira, ela está convidada para participar, no Hotel Sonata, de um congresso que discute captação de investimentos externos.

Assessor de Lula rebate Gilmar Mendes

mendss

“O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, criticou nesta terça-feira o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Para Garcia, Mendes deveria se resguardar e se manifestar apenas nos julgamentos que comanda. A reação de Garcia foi provocada pelo fato de Mendes levantar dúvidas sobre a suposta intenção eleitoreira envolvendo eventos públicos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

“O presidente do STF (Gilmar Mendes), em geral, deve falar nos autos, não deve falar em outras ocasiões, na minha modestíssima opinião”, disse Garcia, cotado para coordenar a campanha política da provável candidatura de Dilma à presidência da República.

Na segunda-feira, Gilmar Mendes defendeu que as viagens de Lula e Dilma relativas às obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) devem ser examinadas pela Justiça Eleitoral. “É uma questão que terá de ser examinada. Muito do que está se fazendo, sorteios, entrega de brindes, tem característica de campanha”, disse.”

(Portal Terra)

Serra falará no CIC em novembro

O governador de São Paulo, José Serra, presidenciável do PSDB, estará em Fortaleza em novembro próximo. Aqui, ele vem encerrar a série de seminários “Ceará em Debate“ e falará no ciclo de debates que comemora os 90 anos do CIC, sobre o cenário políico nacoonal. O local está em acertos.

A informação foi confirmada nesta terça-feira pelo presidente da entidade, Robinson Castro e Silva, que ainda tenta acertar a vinda do ex-presidente da Rússia, Gorbachev para encerrar, segundo diz, com “chave de ouro” esse ciclo de palestras da enitdade.

Guimarães endossa Ciro e quer Cid reeleito

O deputado federal José Nobre Guimarães (PT) endossou, nesta terça-feira, o que defende o presidenciável do PSB, deputado federal Ciro Gomes: o governador Cid Gomes (PSB) não pode sacrificar seu direito de postular reeleição por causa do cenário da disputa 2010. Ciro faz essa defesa em entrevista ao O POVO publicada na edição desta terça-feira.

“Eu sou a favor da reeleição do governador Cid Gomes. Ele realiza um grande governo. A gente precisa é não precipitar os fatos. Temos que aguardar o cenário nacional, que deve ficar bem claro até fevereiro”, aconselhou Guimarães.

O parlamentar reiterou que Cid Gomes é o melhor nome para o Governo, é parceiro do PT e do presidente Lula, no que considera “cedo demais” para tratar de chapas.

Dilma será cidadã de Fortaleza

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), a “Mãe do PAC“ , estará de volta ao Ceará no próximo mês. Foi o que ela garantiu para a prefeita Luizianne Lins, quando de sua passagem pela Capital cearense na última semana. Dilma virá receber o título de Cidadã de Fortaleza, projeto de iniciativa do líder da prefeita na Câmara Municipal, Acrísio Sena PT), que deverá ser aprovado nesta semana pela Casa.

Acrísioo disse para o Blog que a ministra tem apoiado a gestão municipal em seus projetos estratégicos, o que não deixa de ser um bom motivo para que ela ganhe essa cidadania.

Claro que esse evento se constituirá como mais um reforço à imagem de que também é presidenciável pelo PT.

Mensalão – Dilma depõe no processo

“Indicada como testemunha de defesa dos réus José Janene e Roberto Jefferson, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) vai depor nesta terça-feira (20) no processo do mensalão. A data foi marcada pela juíza da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, e Dilma será ouvida na sede provisória do governo federal – o CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) -, às 18 horas.

De acordo com reportagem da Folha, Dilma havia sido intimada em meados de setembro, mas não havia respondido. Como é ministra de Estado, ela tem a prerrogativa de escolher o dia, a hora e o local do depoimento.

Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai prestar informações por escrito. Ele foi convocado como testemunha de defesa do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil).

Acusação

O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, ofereceu denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) em abril de 2006 contra 40 suspeitos de participarem de um suposto esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada – o mensalão.

Em agosto de 2007, os ministros do STF acataram a denúncia e transformaram os suspeitos em réus.

Entre os denunciados estão os ex-ministros Luiz Gushiken (Comunicação do Governo), Anderson Adauto (Transportes) e José Dirceu, além do empresário Marcos Valério, os deputados João Paulo Cunha (PT-SP) e José Genoino (PT-SP) e o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ).

Dos 40 denunciados, 39 continuam respondendo como réus. O ex-secretário-geral do PT, Silvio Pereira, fez um acordo e foi excluído da ação em troca do cumprimento de pena alternativa.”

(Folha Online)

Carlos Matos reúne bancada para despedidas e deve anunciar Penaforte presidente

O presidente regional do PSDB, Carlos Matos, vai reunir a bancada estadual do partido durante almoço, a partir das 13 horas, no restaurante Sal & Brasa. No menu, apresentará um balanço de sua gestão à frentee do partido.

Carlos Matos também detalhará tudo sobre a convenção regional do PSDB, que ocorrerá domingo próximo, a partir das 9 horas, na Assembleia Legislativa.

DETALHE – Informará também que é candidato a deputado federal e dverá confirmar o nome de Marcom Penaforte como o próximo dirigente estadual da legenda. Este Blog, aliás, já informou sobre esse assunto em post anterior, por meio do ex-vice-governador Maia Júnior, que nos antecipou a informação.

PSDB do Ceará pode ter Marco Penaforte como presidente

O PSDB do Ceará deve ressuscitar o médico Marco Penforte como seu presidente regional. Segundo o ex-vice-governador do Ceará, o tucano Maia Júnior, Penaforte conta hoje com 90% de chances de ser ungido durante a convenção que ocorrerá no próximo domingo, na Assembleia Legislativa.

Marco Penaforte presidiu a tucanada nos anos 90, época dos governos de Tasso Jereissati. Na época, o PSDB era o maior partido, sem qualquer risco de perda de espaços. Hoje, no entanto, há essa ameaça a partir do pleito de 2010.

O PSB de Cid Gomes e o PT de Luizianne Lins querem reforçaras bases ano que vem.

Maia Júnior, inclsuive,m defende que o PSDB tenhaa candidato a governador. “Admiro  muito o governador Cid, mas o PSDB precisa ter candidato. Partido que não disputa jogo, perde espaço”, ensina o tucano. Maia garante que a tucanada tem muitas opções para essa disputa. Cita, por exemplo, o empresário Assis Neto, o deputado estadual Luiz Pontes, a ex-deputada estadual Tânia Gurgel e até o nome dele.

Caravana do Ceará na posse de José Múcio

“O ex-ministro das Relações Institucionais José Múcio Monteiro assume cargo no Tribunal de Contas da União (TCU) nesta terça-feira (20), em cerimônia que contará com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Múcio ocupará a vaga do ministro Marcos Vilaça, já aposentado. O novo ministro assumirá o cargo em um momento em que o papel do TCU é discutido e o órgão tem sido criticado inclusive pelo presidente Lula.”

* Saiba mais aqui.

O CEARÁ marcará presença nesta posse com o governador Cid Gomes, o presidente do BNB, Roberto Smith, a bancada federal aliada. A prefeita luizianne Lins (PT) agendou presença, mas a sua asssessoria ainda não deu a confirmação até agora.

PMDB já aguarda convite para ocupar a vice de Dilma

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve formalizar hoje, em jantar na Granja do Torto, o convite para que o PMDB integre a chapa presidencial encabeçada pela chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, indicando o nome para vice.

A expectativa dos peemedebistas é que Lula sinalize a preferência pelo presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP). O encontro terá a presença dos principais líderes do partido, além de ministros peemedebistas.

— Tudo indica que vão pedir a mão de Temer em casamento. Será um jantar de noivado. Dará a largada para um entendimento político e eleitoral. É importante para PT, PMDB e para a própria Dilma em direção à candidatura presidencial de 2010 — afirmou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

A expectativa no PMDB é que uma sinalização imediata de uma aliança nacional com o PT ajude a resolver problemas regionais entre os partidos. No encontro de hoje deve ser selado um pré-acordo eleitoral. A coligação formal só pode ser oficializada no período das convenções partidárias, em junho do ano que vem.

— Esse acordo nacional vai facilitar entendimentos nos estados. Dará mais respeito ao PMDB. Com a definição do acordo para a chapa presidencial, o partido vai se dedicar às questões regionais — disse o líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN).

Ele acredita que os problemas nos estados começam a se resolver, como o impasse na Bahia. A expectativa é que o Planalto aceite palanque duplo para Dilma: um do governador Jaques Wagner (PT-BA), que disputará a reeleição, e outro do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB).”

(Globo Online)

Bancada federal do Ceará debate emendas ao Orçamento da União 2010

A bancada federal cearense vai se reunir no início da noite desta terça-feira, em Brasília. Segundo o coordenador-geral da bancada, deputado federal José Nobre Guimarães, o objetivo é definir prioridades em termos de emendas coletivas para a proposta do Orçamento Geral da União 2010.

Guimarães afirmou que a prioridade é garantir o maior número de recursos para os projetos estratégicos do Estado como Metrofor, que teria verbas já garanatidas, e outras ações. O parlamentar disse também estar nesse esforço da bancada a garantia dos repasses das obras relacionadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Quem está em Brasília nesta teça-feira para a posse de José Múcio como ministro do TCU é o governador Cid Gomes. José Guimarães não confirmou se nessa reunião da bancada federal Cid marcará presença.

Fortalecido pelo DEM, Aécio decide dar ultimato ao PSDB

“O governador de Minas, Aécio Neves, desembarcou ontem em São Paulo decidido a dar um ultimato ao PSDB. Fortalecido por recentes manifestações de simpatia do DEM, Aécio viajou até São Paulo para oficializar sua disposição de concorrer à Presidência e rechaçar a vice numa chapa com o governador de São Paulo, José Serra.

Antes de embarcar para um jantar com Serra, Aécio antecipou a aliados preocupações quanto à indefinição do partido. A decisão, alega, não pode ficar para março sob pena de se reproduzir o cenário de 2006.

Os tucanos apontam o tardio lançamento como um dos motivos da derrota de Geraldo Alckmin para Lula em 2006.

A interlocutores, Aécio tem dito que, se o PSDB empurrar a decisão para depois de fevereiro, vai se lançar candidato ao Senado em Minas.

O anfitrião do jantar foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), chegou por volta das 20h30. Aécio, às 21h.

Embora não discorde de Serra publicamente, Aécio se queixa de imobilidade. Recentemente, ele teve que cancelar uma viagem por quatro Estados do Norte do país. Ele argumenta ainda que, escolhido, o candidato poderia monopolizar o tempo de programa partidário, em vez de dividi-lo.”

(Folha)

Ciro se diz contra “sacrifício” de Cid

ciro

“Nada de sacrifício. O deputado federal Ciro Gomes (PSB) refutou a possibilidade de o governador Cid Gomes (PSB) se desfazer de costuras políticas locais – inclusive disputar a reeleição – em prol da candidatura dele a presidente da República. “Ele (Cid) não tem o direito de fazer isso porque ele não se pertence, ele pertence aos cearenses“, afirmou Ciro ontem, durante evento na Universidade de Fortaleza (Unifor). Ele insistiu que quer disputar a Presidência e, diante dos apelos do presidente Lula (PT) para que haja apenas uma candidatura de sua base aliada , Ciro desafiou que mais à frente se verá “quem tem razão“.

Durante visita do presidente Lula (PT) ao Nordeste, Cid pôs em xeque a própria reeleição, alegando que a “prioridade é o Brasil“. Ele enfatizou que, se necessário, faz qualquer “sacrifício“ para garantir a candidatura de Ciro. Apesar de negar a possibilidade, Ciro fez questão de ressaltar a atitude do irmão mais novo. “Não é um irmão pai-d-égua?“, brincou.

O deputado garantiu que nem o pedido de Lula para “unificar“ os aliados em torno da candidatura, pelo PT, da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o fez pensar com carinho na possibilidade de sair candidato ao Governo de São Paulo. “O presidente acha que seria melhor nos juntarmos tipo num plebiscito e nós achamos que isso é um erro. Com todo o respeito que temos, dissemos a ele francamente que achamos ser necessário para o País duas candidaturas“, afirmou ele, em nome do PSB.

“Eu não…“, foi a resposta que deu, sorrindo, ao ser questionado se estava preocupado com a ofensiva do PSDB de São Paulo, após críticas dirigidas ao governador José Serra (PSDB). Os tucanos classificaram Ciro de “neopaulista“, pela mudança de domicílio eleitoral, do Ceará para São Paulo. Ainda cogitaram cobrar na Justiça Eleitoral o mandato dele na Câmara dos Deputados – já que o Ceará teria “perdido“ um representante.

Razão
As conversas estão se dando no sentido de “executar uma tarefa“, entre Ciro, Lula, Dilma, além do presidente nacional do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. “Como isso não é ciência, é arte, e somos amigos, combinamos que ficaremos juntos em qualquer circunstância, mas vamos examinar quem tem razão“, desafiou Ciro.

Questionado sobre o peso das pesquisas eleitorais e das alianças na decisão, ele preferiu aguardar o “andar da carruagem“ até fevereiro ou março. “Nós somos políticos, nós produzimos aquilo que as pesquisas retratam depois“, alegou.

Apesar de comentar a relação “familiar“, o deputado preferiu se esquivar de dar palpites sobre questões locais, como uma possível presença do PSDB e do senador Tasso Jereissati (PSDB) no palanque de Cid. “Essas coisas o Cid tem conduzido“, resumiu. ”

(Jornal O POVO)

CGU inicia fiscalização dos municípios sorteados

“Os municípios brasileiros sorteados no último dia 5 de outubro para serem fiscalizados pela Controladoria-Geral da União (CGU) quanto à aplicação dos recursos públicos federais recebem hoje (19) a visita das equipes de fiscalização da Controladoria que atuam no âmbito do Programa de Fiscalização a partir de Sorteios Públicos – 30ª edição. A previsão é que as atividades de campo sejam concluídas até a próxima sexta-feira, dia 23.

Nesta edição, a distribuição entre as faixas populacionais sorteadas ocorreu da seguinte forma: 70% dos municípios na faixa A (até 20 mil habitantes), com um total de 42; 27% na faixa B (entre 20 mil e 100 mil habitantes), totalizando 16 municípios; e 3% na faixa C (acima de 100 mil habitantes), com o sorteio de Santarém (PA) e Mossoró (RN). O município a ser fiscalizado com a menor quantidade de habitantes é Quixaba (PB) com menos de 1.500 habitantes.

As equipes de fiscalização mobilizam diretamente mais de 400 servidores que irão verificar a aplicação dos recursos federais repassados pela União para a execução descentralizada de diversos programas federais de governo. O montante de recursos previsto para ser fiscalizado neste sorteio é superior a R 850 milhões.

Ao final do processo, a íntegra do relatório de fiscalização será disponibilizada na internet, na página da CGU (www.cgu.gov.br), para conhecimento da população, além de ser encaminhada a diversas instituições como ministérios gestores, Advocacia-Geral da União, Ministério Público Federal e Estadual, Tribunal de Contas da União e Congresso Nacional, entre outros. A participação da sociedade como “fiscal” da aplicação dos recursos públicos é fundamental para o desenvolvimento do país, e, nesse sentido, o sorteio busca contribuir para a melhoria das políticas públicas, além de fomentar o controle social.”

(Site da CGU)

Berzoini diz que PP deve apoiar Dilma

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Ricardo Berzoini, afirmou, nesta segunda-feira, no twitter (microblog) que a maioria do PP apoia a pré-candidatura da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência da República em 2010. O PP terá jantar com a ministra no próximo dia 27, em Brasília.

“O presidente nacional do PP, senador Dornelles (RJ), disse que dos 27 diretórios regionais, vinte deles apoiam a candidatura da Dilma”, informou Berzoini. Dilma já teve conversas do gênero com representantes do PMDB, PDT, PC do B, PR e do PRB”, adiantou o dirigente petista.

NO CEARÁ, o presidente regional do PP é o deputado federal José Linhares, que milita politicamente na região de Sobral, berço político do presidenciável Ciro Gomes (PSB). Padre Zé evita definições a respeito do tema sucessório nacional.

Flávio Torres endossa tese de recandidatura de Patrícia ao Senado

torres

O senador Flávio Torres (PDT) endossou, nesta segunda-feira, a afirmação feita pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, durante reunião do partido no último fim de semana, em Fortaleza, em favor de uma recandidatura da senadora Patrícia Saboya em 2010.

Para Flávio Torres, há condições de Patrícia entrar no páreo “até porque o quadro local está dependendo muito do que teremos de cenário nacional”. Ele destacou que a senadora realiza ótimo trabalho no parlamento, no que a sua reeleição não poderia ser descartada.

Torres está ocupando vaga de Patrícia. Ela se licenciou por problemas de saúde e só deve retomar atividades no dia 13 de novembro próximo.

Oposição vai ao TSE reclamar da viagem de Lula às obras do São Francisco

“A oposição pretende questionar os custos da viagem realizada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para acompanhar o andamento das obras de revitalização e transposição do rio São Francisco, na semana passada, nos Estados de Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. O vice-líder do PSDB, senador Álvaro Dias (PR), afirmou hoje (19) que os partidos oposicionistas também devem consultar a Justiça Eleitoral sobre a possibilidade de ter havido antecipação de campanha eleitoral.

Para o tucano, a presença de dois pré-candidatos – a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o deputado federal Ciro Gomes (PSB-SP) – na caravana presidencial são indícios de que a viagem teve fins políticos. “É preciso que aposição recorra ao Tribunal Superior Eleitoral [TSE]. [A viagem] é uma afronta a legislação eleitoral.”

“Há um abuso que precisa ser reprimido pela autoridade judicial e, como o TSE e a Justiça Eleitoral só agem se provocados, cadê a oposição interpor representação, já que é evidente que houve campanha eleitoral e não um ato administrativo, que seria perfeitamente admitido?”, discursou o senador tucano da tribuna do Senado.

Álvaro Dias acrescentou que a oposição deve pedir à Casa Civil informações sobre o custo da viagem do presidente Lula ao vale do São Francisco. “Cabe a oposição questionar a Casa Civil sobre os gastos. Quanto o governo gastou para essa caravana ao vale do São Francisco e, evidentemente, cabe uma medida de natureza judicial para que a impunidade não prevaleça”, disse. ”

(Portal Uol)