Blog do Eliomar

Categorias para Política

Saída de Marina do PT repercute na imprensa estrangeira

“A saída da ex-ministra do Meio Ambiente e senadora Marina Silva do Partido dos Trabalhadores (PT), depois de 30 anos de filiação, teve repercussão na imprensa estrangeira. Os britânicos “Financial Times” e “The Guardian” publicaram artigos de seus correspondentes no Brasil destacando a possibilidade da candidatura da ex-ministra à Presidência da República em 2010.

Para os norte-americanos “The New York Times” e “The Washington Post”, isso representa um revés para a estratégia do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de alavancar o PT nas eleições presidenciais do próximo ano.

Os jornais norte-americanos “The New York Times” e “The Washington Post” destacaram que, ao deixar o partido, Marina pode dificultar a estratégia de Lula, impossibilitado de concorrer à Presidência, de alavancar o PT para um terceiro mandato.

O “The Guardian” destacou a questão ambiental da eventual candidatura e publicou o artigo sobre a saída do PT de Marina na página de meio ambiente. “Marina Silva deve concorrer à Presidência em 2010 e colocar a questão ambiental de novo na agenda.” A maior parte do artigo aborda o descontentamento da ex-ministra com a política para o meio ambiente do governo do presidente Lula.

Já o “Financial Times” se centrou nos desafios que a candidatura de Marina poderá representar para o PT nas próximas eleições. “Ela deve dividir o voto a favor do governo na disputa que, esperava-se, teria dois lados, entre os candidatos do governo e da oposição.”

O jornal lembra que a saída da ex-ministra deve agravar ainda mais a crescente crise para o governo e para o PT, citando a intenção do senador Flávio Arns (PR) de também deixar a legenda, “depois que seus colegas no Senado votaram pela absolvição do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), das acusações de nepotismo e corrupção”.

(Agência Estado)

Tânia Gurgel é contra reeleição do presidente tucano Carlos Matos

tanigabriemulher

Eliane Piola, presidente do PSDB Mulher de Minas, e Gabriel Azevedo, presidente do PSDB Jovem mineiro, estão entre convidados do seminário Ceará em Debate que o Instituto Teotônio Vilela, do PSDB, promove, nesta quinta-feira, em Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza).

Os dois são ciceroneados pela ex-deputada estadual Tânia Gurgel que, como sempre, não tem papas na língua quando o mote é renovação política. Tânia, em conversa com o Blog, aproveitou para avisar: é contra a reeleição do presidente estadual tucano Carlos Matos. “Ele já deu o que tinha de dar. Já cumpriu sua missão. Temos que renovar!” – disse Tânia. Recentemente, ela comandava o PSDB de Fortaleza mas, por divergências com Matos, entregou o cargo.

Tânia endossou opinião do deputado federal Raimundo Gomes de Matos de que o próximo presidente regional tem que ser um político sem mandato. “Pelo que sei, Carlos Matos vai disputar cadeira de deputado federal. Então…”

Aloísio Mercadante vai entregar liderança do partido

“O ministro José Múcio (Coordenação Política) telefonou há pouco para o senador Aloizio Mercadante. Era portador de um recado de Lula.

O presidente pediu a Mercadante que não formalizasse a renúncia à liderança do PT antes de conversar com ele.

E o senador decidiu adiar o discurso que programara para a tarde desta quinta (20). “Devo isso ao presidente”, diz Mercadante.

Vai dar meia-volta? “Não, a minha decisão está tomada”. Lula está fora de Brasília. Cumpre agenda no Rio Grande do Norte. Só volta à Capital no final do dia.

Deve avistar-se com Mercadante ainda nesta quinta. O senador imaginou que sua conversa com Lula poderia ser telefônica.

Porém, Múcio informou a Mercadante que o presidente quer conversar pessoalmente. Assim, Mercadante optou por adiar o discurso.

De renunciante “irretratável”, voltou à condição de quase-futuro-ex-líder-do-PT.

Veja no Twitter o anúncio do senador.

(Blog do Josias de Souza)

Transposição – TCU manda suspender contratação de empresas do setor ambiental

“O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou ao Ministério da Integração Nacional, por medida cautelar, a suspensão da contratação de empresas para execução e acompanhamento de programas ambientais relacionados à integração do rio São Francisco com as bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional.

O edital continha norma que permitia variação de preços fora do limite legal. O orçamento não demonstrava a compatibilidade de preços com os de mercado e foram verificados indícios de sobrepreço nos valores relativos à mão-de-obra, passagem, aluguel e manutenção de veículos e combustível.

Entre as divergências de valores, o TCU detectou sobrepreço de 90,74% no valor das passagens aéreas. No caso de aluguel de veículo leve, a diferença foi de 64,03% acima dos valores de mercado.

As informações prestadas pelo Ministério ao TCU não foram suficientes para esclarecer as irregularidades apontadas e o tribunal ouvirá os responsáveis envolvidos. O ministro Benjamin Zymler é o relator do processo.”

(Com TCU)

Aécio chega para cumprir agenda política e social

tassoaecio

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB) dsembarcou por volta dasd 14h35 desta quinta-feira no antigo terminal do Aeroporto Internacional Pinto Martins. Ali, foi recebido pelo senador Tasso Jereissati, que estava acompanhado do presidente regional tucano Carlos Matos, do deputado estadual Gony Arruda e do prefeito de Granja, Esmerino Arruda, este tendo ao lado sua mulher, carmen Arruda.

Aécio chegou com ajudante de ordem e assessor para cumprir agenda que se estenderá até a manhã desta sexta-feira no Estado. Nesta tarde, ele esteve no Palácio Iracema, onde conversou com o governador Cid Gomes (PSB) e com o deputado federal Ciro Gomes. O governador, um dos presidenciáveis do PSDB, ainda participará do seminário Ceará em Debate, organizado pelo Instituto Teotônio Vilela, na cidade de Horizonte.

Antes, ao lado do governador, Aécio, confere inauguração de parque eólico em Parajuru, no município de Beberibe. O projeto tem apoio da Cemig.

Ainda nesta quinta, o mineiro jantará na casa do senador Tasso Jereissati e na manhã de sexta-feira, às 8h30min, dará entrevista ao programa do Paulo Oliveira, na rádio Verdes Mares AM, em Fortaleza.

(Foto – Cláudio Barata)

Ciro desembarca para reunião com Aécio Neves

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) vai se encontrar, nesta tarde de quinta-feira, com o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB). Sob olhares do governador Cid Gomes (PSB). Ciro desembarcou de surpresa e seguiu para o Palácio Iracema, observando que, antes de serem presidenciáveis, os dois são amigos que se admiram. Ciro aproveitou para reiterar que está como candidato a presidente da República. Ele observou que a base aliada e o presidente Lula estão insistindo para que vá disputar o Governo de São Paulo.

Ele fez questão de dizer que ainda não transferiu seu título de eleitor para esse Estado, embora tenha dito ainda estar refletindo sobre o assunto. “Estou pensando. Eu já disse que não quero, não é meu projeto, mas eu respeito essas pessoas – entre elas está o Lula, que me pediu para pensar nessa possibilidade e a gente vai pensar junto”.

Sobre a virtual candidatura de Marina da Silva a presidente da República pelo PV – ela deixou o PT ontem, Ciro disse que não se sente incomodado: “A candidatura dela eventualemente assumida – não está ainda, é aquilo que eu venho dizendo: não é provável que haja um plebiscito no País, aqueles que apoiam e que são contra o Lula, porque algumas variáveis estão fora do controle do presidente e das forças que o apoiam”. 

Ciro não poupou elogios a Marina da Silva: “É uma pessoa maravilhosa, é minha amiga. vai acrescenta dados interessantes ao debate nacional”. O parlamentar deve seguir, nas próximas horas, para o Piauí onde, neste fim de semana, dará palestra em Teresina e Parnaíba onde, afirmou, estar cumprindo agenda de campanha de quem quer ser presidente da República.

Mais um presidenciável tucano em Fortaleza

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), desembarca em Fortaleza, no início da tarde desta quinta-feira. O primeiro compromisso será uma visita ao governador Cid Gomes (PSB), no Palácio Iracema, com direito a lanche político. 

Em seguida, os dois conferirão em Parajuru (Beberibe) a inauguração de parque eólica. Depois, Aécio participará, ao lado do senador Tasso Jereissati, do seminário Ceará em Debate. Isso, a partir as 16h30min, em Horizonte, numa promoção do Instituto Teotônio Vilela, que tem no comando o deputado federal Raimundo Gomes de Matos.

Câmara regulamenta contratação de plano ou seguro saúde para trabalhador

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, o destaque que mantêm o texto referente ao projeto de lei (PL-4985/09) de autoria do deputado Eunício Oliveira (PMDB) que regulamenta a contratação de planos ou seguros saúde para o trabalhador. O parlamentar conseguiu inserir o texto através do deputado Sandro Mabel (PL-GO), relator da MP 462/2009, que garante repasse de R$ 1 bilhão aos municípios que tiveram perdas com a diminuição do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Segundo o parlamentar, o trabalhador que não possui condições de arcar com os custos de um plano ou seguro saúde terá incentivo total ou parcial de sua empresa, o que tornará acessível um serviço de saúde de qualidade. “Foi um trabalho difícil e de muita articulação, mas todos entenderam que o objetivo final era priorizar um serviço de saúde eficiente para os trabalhadores, oferecendo condições para se ter o acesso. Acredito que com essa medida muitos funcionários serão beneficiados”, afirmou o deputado.

De acordo com o artigo 21 do Projeto de Lei de Conversão, a empresa que decidir arcar com os custos total ou parcial na contratação de planos ou seguro de saúde para os seus empregados, no que se refere a contribuição, não terá natureza salarial, nem se incorporará à remuneração do empregado para quaisquer efeitos; não constituirá base de incidência da contribuição previdenciária ou do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e não se configurará como rendimento tributável do trabalhador. O projeto de lei de conversão irá agora para apreciação no Senado.

Sarney diz esperar que o Senado volte à normalidade

“O presidente do Senado José Sarney disse nesta quarta-feira que está satisfeito com o arquivamento das ações contra ele no Conselho de Ética. Sarney disse que espera que a Casa volte à normalidade.

“Acho que vai normalizar a Casa”, afirmou Sarney ao ser questionado se a crise estava superada. “Acho que todos estamos [satisfeitos] porque ultrapassamos uma fase”, disse.

Em sessão que durou cerca de quatro horas, o o Conselho de Ética rejeitou os recursos que contestavam o arquivamento de 11 acusações contra Sarney e também enterrou, por unanimidade, representação do PMDB contra o líder do PSDB na Casa, Arthur Virgílio (AM).

Virgílio era acusado de permitir que Carlos Alberto de Andrade Nina Neto, servidor lotado em seu gabinete, realizasse curso na Espanha recebendo salário do Senado. O PMDB também acusava o tucano de receber empréstimo do ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia para pagar despesas em Paris, além de ter pago R$ 723 mil pelo tratamento de saúde da mãe –enquanto o regimento da Casa permite gasto anual de R$ 30 mil.

O arquivamento coletivo de todas as denúncias e representações que tramitavam no Conselho de Ética faz ganhar força o suposto “acordão” firmado entre os partidos para absolver Sarney e Virgílio. A oposição nega, mas o próprio líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), que representou contra o tucano, votou pelo arquivamento da denúncia contra Virgílio.

“O PMDB considera-se suficientemente esclarecido, verdadeiramente esclarecido, e acompanha o despacho pelo arquivamento da representação”, disse Renan.”

(Folha Online)

VAMOS NÓS – O que seria essa tal normalidade para Sarney? Alguém decifra?

Dia de protesto em Brasília

protesdto

Um grupo de estudantes bem que tentou fazer algum tipo de pressão para evitar o arquivamento, por parte do Conselho de Ética do Senado, das 11 acusações contra o presidente da Casa, José Sarney.

O esforço foi em vão. Faltou o discurso e a garra que, por exemplo, era a grande marca dos partidos de esquerda em passado recente.

Mas o que sobrou mesmo foi muita cara de pau. Para todos os lados.

Oficiais de justiça em novo protesto silencioso no TJ

A direção do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sincojust) está convocando a categoria para que compareça nesta quinta-feira, a partir das 13 horas, na sede do Palácio da Justiça, no Centro Administrativo do Cambeba.

O objetivo é fazer novo proetsto silencioso durante sessão do Pleno do TJ. A categoria foi convocada nesta quarta-feira para que compareça vestindo preto.

Ainda é a luta dos oficiais de justiça por convocação de aprovados em concurso realizado ano passado e melhores condições salariais.

Até no atendimento de reivindicações, a Justiça, pelo visto, é lenta.

Pedimos que compareçam vestidos de preto, para uma melhor identificação da categoria.

Dnocs e ANA debatem cooperação técnica

“Dirigentes e técnicos do DNOCS avaliaram, nesta quarta-feira, com membros da Agência Nacional de Águas (ANA) acordos de cooperação firmados entre as duas instituições, entre eles, o Projeto de Integração de Águas do Rio são Francisco para o Nordeste Setentrional (PISF), a implantação dos parques aquícolas dos açudes Castanhão e Armando Ribeiro Gonçalves e a gestão dos recursos hídricos no Nordeste.

O Dnocs, como proprietário de 18 grandes açudes que integrarão o PISF, quer se
capacitar para, segundo o seu diretor-geral, Elias Fernandes,  ser uma das alternativas da gestão desse projeto de integração de bacias que beneficiará os estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

Na reunião, o diretor geral do DNOCS, Elias Fernandes, informou que há uma proposta de fortalecimento institucional do órgão que foi encaminhada ao Ministério da Integração Nacional constante de cinco itens para análise, quais sejam: Marco Regulatório que dará possibilidade do DNOCS de atuar em outras regiões com secas no Brasil; Modernização Administrativa e Gerencial; Concurso Público; Recurso Orçamentário de Custeio Operacional e Custeio Administrativo.

Segundo Elias Fernandes, com a aprovação dessa proposta que visa modernizar e
fortalecer a instituição, o Dnocs se tornará “apto a enfrentar os desafios futuros
em busca de soluções para o semiárido.”

(Site do Dnocs)

Ministro diz que PV não está preparado para receber Marina Silva

cultura

“Durante a sabatina promovida pela Folha nesta quarta-feira (19), o ministro da Cultura, Juca Ferreira, comentou a possibilidade da senadora Marina Silva se candidatar à presidência em 2010. “[A possível candidatura] é legítima e positiva. A Marina é uma senadora qualificada e é um reconhecimento de sua integridade”, afirmou.

O ministro ainda falou sobre o provável ingresso de Marina Silva ao Partido Verde. Nesta quarta-feira, a senadora anunciou sua saída do PT afirmando que agora se sente livre para fazer parte de outro partido. Entretanto, Marina Silva não confirmou se aceitará o convite do PV.

“Acho que o Partido Verde é mais problemático que a Marina”, afirmou o ministro, completando que o partido vive hoje “uma crise profunda”. “O PV não está preparado para receber a Marina. O grande perigo é que a questão ambiental em si não é capaz de mobilizar o eleitorado. Prefiro trabalhar com a ideia de alianças.”

Questionado por Gilberto Dimenstein, membro do Conselho Editorial de Folha, se votaria em Marina Silva para presidente, Juca Ferreira preferiu não responder. Na sabatina, o ministro ainda é entrevistado por Sylvia Colombo, editora da Ilustrada, pelos repórteres Marcio Aith e Ana Paula Sousa e também responde a perguntas da plateia presente no Teatro Folha.”

(Folha Online)

Oposição quer recorrer de decisão que arquivou denúncias contra Sarney

“A oposição quer encontrar uma saída jurídica para recorrer ao plenário do Senado contra o arquivamento das 11 acusações que pediam investigação do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética. Os oposicionistas acionaram a consultoria do Senado para analisar a situação. Pelo regimento do colegiado, recursos não são permitidos.

Os oposicionistas, no entanto, esperam conseguir um parecer favorável da consultoria afirmando que deve prevalecer neste caso o regimento do Senado, que autoriza parlamentares integrantes de comissões recorrer à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) contra resultados de votações, levando o caso para análise da maioria dos 81 senadores em plenário.

O líder do DEM, José Agripino Maia (RN), afirmou que o arquivamento dos processos pelos governistas mancha a postura ética da Casa. “A nossa disposição é de recorrer, mas estamos aguardando um posicionamento da consultoria.”

Na avaliação do democrata, o apoio do PT para derrubar as ações contra Sarney teve a influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O apoio do PT ao presidente José Sarney mostrou que o presidente Lula colocou a sua digital no arquivamento”, disse. O líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), afirmou que a movimentação da oposição não preocupa porque não é regimental o recurso. Renan saiu em defesa do PT e disse que os dois partidos estão cada vez mais próximos em torno de um único projeto. “Isto é uma prova de que o PT e o PMDB podem estar ainda mais próximos”, afirmou.

Para o senador Renato Casagrande (PSB-ES), o PT sofreu seu pior golpe desde sua criação e levou o Senado junto. Casagrande afirmou ainda que é preciso recorrer para marcar posição.

“É impressionante como o Senado cada vez mais consegue se afastar da vontade da opinião pública. É uma questão simbólica, sabemos que não temos maioria, mas precisamos mostrar nossa indignação com este rolo compressor.”

PSol do Ceará vibra com saída de Marina do PT

roseno

O PSol marcou para este fim de semana, em Brasília, seu congresso nacional. Com a decisão anunciada nesta quarta-feria pela senadora Marina da Silva de dar adeus ao PT, muitas lideranças dessa legenda comemoraram. É que Marina está disposta a postular a presidência da Reública em 2010 possivelmente pelo Partido Verde, o que poderia abrir para um diálogo de aproximação com o PSol.

O ex-presidente regional do  PSol, Renato Roseno, gostou da decisão tomada por Marina, a quem considera uma companheira de peso e de biografia irreparável. Ele informou que essa questão constará na pauta de debates do congresso, mas não adiantou qual seria a tendência.

“O que eu digo é que a ex-senadora Heloísa Helena quer voltar ao Congresso Nacional. Mas ainda temos que avaliar muito esse quadro sucessório”, disse Roseno, observando que Marina da Silva é um fato novo. Ele até chegou a admitir: “Se a Marina quiser vir para o PSol, tranquilamente ela será a nossa candidata a presidente”.

Senador diz que PT “rasgou a página da ética”

“Ao felicitar a postura e a coerência do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), o senador Flávio Arns (PT-PR) disse estar envergonhado por ser filiado ao Partido dos Trabalhadores. O senador disse que o PT “rasgou a página fundamental de sua constituição, que é a ética”, ao votar a favor do arquivamento, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal, das denúncias apresentadas contra o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP).

– O PT tem de buscar outra bandeira, porque a ética deixou de existir, foi jogada no lixo – afirmou o parlamentar, criticando particularmente a nota divulgada pelo presidente do partido, Ricardo Berzoini, “recomendando que ética fosse jogada no lixo”.

Para Flávio Arns, seu partido “deu as costas para a social, para o povo, para seus princípios”.

– Eu me envergonho de estar no PT, com esse direcionamento que o partido está fazendo. Quero dizer isso de maneira muito clara para todos os meus eleitores. Houve um equívoco. Quando entrei no partido, achava que bandeiras eram pra valer, não eram de mentira – afirmou o senador, acrescentando que as bandeiras que hoje movem o PT “são bandeiras eleitorais, bandeiras visando a eleição do ano que vem”.

Flávio Arns afirmou que Arthur Virgílio, seja como deputado ou como senador, “tem honrado o mandato que o povo lhe confiou”. Mas disse não poder dizer o mesmo de seus companheiros de partido que votaram a favor do arquivamento das denúncias contra Sarney. Ele lembrou que esses senadores assinaram um documento pedindo que as denúncias fossem investigadas, mas acabaram por tomar outra posição.

– Peço [a esses senadores] que prestem conta a seus eleitores para dizer por que se posicionaram de uma maneira em um documento discutido por todos e divulgado por escrito e votaram de outra maneira no Conselho de Ética – afirmou Flávio Arns, perguntando como se pode confiar em pessoas que tomam um posicionamento em um documento e depois tomam outro na prática.

Logo depois de falar durante a reunião do conselho, Arns deu entrevista à imprensa em que admitiu estar pensando em deixar o partido. Ele disse, no entanto, que espera fazer isso com o reconhecimento da Justiça, uma vez que, a seu ver, o PT teria se afastado de seus princípios.”

(Agência Senado)

Conselho de Ética também arquiva denúncias contra Arthur Virgílio

“Depois de arquivar todas as acusações contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), os membros do Conselho de Ética também livraram o líder do PSDB na Casa, Arthur Virgilio (AM). O “acordão” entre aliados de Sarney e oposicionistas mostrou-se eficiente no resultado da votação unânime a favor do arquivamento da ação: 15 a zero.

Assim como as ações contra o peemedebista, a representação contra o tucano também já havia sido arquivada pelo presidente do conselho, senador Paulo Duque (PMDB-RJ). No entanto, foi apresentado recurso contra a decisão.

Sobre o arquivamento das denúncias contra Sarney (veja abaixo quais são as acusações), a oposição planeja repetir o movimento, agora recorrendo ao plenário do Senado, em uma nova tentativa de forçar a investigação das acusações contra o presidente do Senado.

Em relação a Virgilio, a justificativa dada por vários dos votantes foi a de que as explicações dadas pelo tucano “foram convincentes”.

(Folha Online)

Presidente do DEM do Ceará em outros pastos

chiquinho

O presidente regional do DEM, Chiquinho Feitosa, dará uma pausa à agenda politica no fim de setembro próximo. É que ele está assumindo interinamente a presidência da Associação dos Criadores do Ceará com a incumbência de realizar mais uma Exposição Agropecuária do Estado, a tradicional Expoece.

O presidente da associação, José Flávio Saboya, passou a responder pela presidência da Federação da Agricultura do Ceará (Faec) porque o titular, José Ramos Torres de Melo, permaneerá dois meses em Brasília, pois assumiu a diretoria de Infraestrutura do Conselho Nacional da Agricultura (CNA).

Torres de Melo quer organizar o trabalho nessa nova missão para depois cair no vaivém Fortaleza-Brasília.

Pesquisa Band-Vox Populi mostra Serra liderando, mas adversários reagindo

Eis a mais recente pesquisa divulgada pela Band sobre a corrida presidencial 2010. Com números do Vox Populi. Confira:

Cenário 1
José Serra – 30%
Dilma Rousseff – 21%
Ciro Gomes – 17%
Heloisa Helena – 12%

Cenário 2
Dilma Rousseff – 21%
Ciro Gomes – 20%
Aécio Neves – 17%
Heloisa Helena – 12%

Cenário 3
Dilma – 25%
Aécio Neves – 21%
Heloisa Helena – 18%

A pesquisa não incluiu Marina Silva e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Aparentemente, a única semelhança com a pesquisa Datafolha são os votos da Heloisa Helena.