Blog do Eliomar

Categorias para Política

Mais um secretário do governo Temer vai estar na futura equipe de Bolsonaro

A assessoria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) informou hoje (26) que o atual secretário de Desenvolvimento e Competitividade Industrial da pasta, Igor Calvet, foi convidado para compor a equipe econômica do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Calvet será secretário adjunto da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, secretaria cujo titular será o economista Carlos Alexandre da Costa.

A pasta da Economia, sob o comando de Paulo Guedes, será criada no próximo governo, a partir da junção das atribuições dos ministérios da Fazenda, Planejamento, além do próprio MDIC, que serão extintos. Com o anúncio de Calvet, a equipe econômica de Guedes e Bolsonaro soma dez nomes que atuam no governo de Michel Temer.

“Calvet foi escolhido, principalmente, por importantes entregas apresentadas como o programa Brasil Mais Produtivo, cuja eficiência e eficácia foram atestadas pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe das Nações Unidas (Cepal) e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Outra agenda coordenada por Calvet que chamou a atenção da equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, foi a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM. “O modelo de gestão de informação BIM aumenta a produtividade e reduz custos e riscos na construção civil. Além disso, por fornecer informações precisas sobre quantidade e qualidade de materiais e prazo das obras, promove a transparência de processos licitatórios e compras públicas”, informou o MDIC, em nota.

Igor Calvet é funcionário de carreira do governo federal, no cargo de especialista em políticas públicas e gestão governamental. É bacharel em Relações Internacionais, mestre e doutorando em Ciência Política.

(Agência Brasil)

Socorro França será a titular da nova Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos

1230 22

Socorro França, atual secretária da Justiça e Cidadania, vai permanecer no novo Governo de Camilo Santana. Mas, desta vez, ocupando nova função.

Ela será a titular da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos do Estado, que surge no lugar da atual pasta do Trabalho e Desenvolvimento Social. O convite foi feito nesta quarta-feira pelo governador Camilo Santana (PT) e aceito por Socorro França.

Até sexta-feira, o governador divulgará toda a equipe.

Perfil

Socorro é formada em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Administração Pública pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), e em Economia pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA); tem mestrado em Direito Público também pela UFC.

Foi procuradora Geral da Justiça do Ceará (Ministério Público) por cinco mandatos, ouvidora Geral do Estado, coordenadora Geral do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), assessora de Políticas Públicas sobre Drogas e integrante do Conselho de Direitos Humanos do Estado, assim como do Conselho Superior do Ministério Público, do Conselho de Família e Cidadania e do Conselho Nacional de Defesa do Consumidor. Antes de assumir a Sejus, estava no comando da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD).

Cabo Sabino, que não foi reeleito, deve ser prestigiado por Camilo Santana na nova gestão

410 4

Izolda Cela, Camilo, formanda, Cabo Sabino e André Costa (SSPDS).

Na recente solenidade em que o governador Camilo Santana (PT) fechou, no Centro de Eventos, na última semana, um pacote de promoções na área da Polícia Militar, um personagem ganhou destaque: o deputado federal Cabo Sabino, presidente estadual do Avante, que não conseguiu a reeleição.

Cabo Sabino, que era do PR do Capitão Wagner, com quem brigou por espaços e acabou indo para os braços da oficialidade, não deverá ficar órfão politicamente.

(Foto – Divulgação)

Embalado por apoio popular, Bolsonaro quer aprovar, no começo da gestão, medidas impopulares

Pesquisa Datafolha encontrou um dado que muito deve ter agradado à equipe do futuro governo de Jair Bolsonaro: 65% dos brasileiros acreditam que a economia do País irá melhorar em 2019.

Baseado nesse dado, Paulo Guedes, futuro ministro da Economia, quer, a todo custo, aprovar, ainda no começo da gestão as chamadas medidas impopulares, como a tão propalada Reforma da Previdência.

(Foto – Agência Brasil)

Julierme Sena classifica de “aberração” encarceramento de presos no Complexo das Delegacias

O vereador Julierme Sena (PROS) classificou como uma “aberração” o encarceramento de presos no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), localizado no bairro Aeroporto, em Fortaleza.

Ele usou sus redes sociais, nesta quarta-feira, para fazer a crítica. A unidade abriga atualmente mais de 100 detentos.

Julierme reage após um princípio de rebelião, que terminou com a morte de um detento, acusado de estupro de vulnerável, no início da manhã da última terça-feira (25). O crime que ele respondia foi cometido em São Paulo.

O parlamentar voltou a cobrar do governador Camilo Santana (PT), que foi reeleito, melhor tratamento para a Polícia Civil, que, na sua avaliação, precisa ser fortalecida no quesito investigação.

(Foto – Divulgação)

Camilo comanda última reunião do atual secretariado

O governador Camilo Santana (PT), ao lado da vice-governadora Izolda Cela, comanda, nesta quarta-feira, no Palácio da Abolição, a última reunião com seu secretariado.

O clima é de balanço das ações e projetos realizados e o que ficou pendente para a sua nova gestão. Além dos secretários, participam do encontro todos os dirigentes de órgãos vinculados.

Camilo deve oferecer um almoço para a equipe. Sobre o futuro secretariado, será divulgado até sexta-feira, informou, nesta manhã de quarta, a sua assessoria de comunicação.

DETALHE  A imprensa não tem acesso ao encontro, onde só cinegrafistas e repórteres fotográficos documentaram a ocasião. Uma coletiva estava programada para o fim da reunião, mas não ocorrerá mais.

(Foto – Divulgação)

Tasso vai mergulhar na busca por votos para ganhar a presidência do Senado

207 2

Após as festas de fim de ano, o senador Tasso Jereissati (PSDB) cairá em campo em busca de votos para ganhar a presidência do Senado. Ele já comunicou à família e aos tucanos locais que este é um dos seus projetos para 2019.

Tasso até virou amiguinho do senador eleito Cid Gomes (PDT), que articula um bloco em favor do tucano. O nome de Jereissati agrada aos bolsonaristas, que tem, principalmente, uma vitória do emedebista Renan Calheiros.

(Foto – Agência Senado)

Em mensagem de Natal, Lula diz que “a luta por um mundo melhor continua”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta de Natal, na noite da 2ª feira passada, aos militantes da Vigília Lula Livre e pediu que seus apoiadores sigam fortes. “O ódio pode estar na moda, mas não temam nem se impressionem com essas pessoas posando de valentões”, afirmou o petista em referência ao governo eleito de Jair Bolsonaro (PSL). A mensagem foi lida pelo ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT), em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde Lula está preso desde abril.

De acordo com o ex-presidente, o tempo “deles” (oposição) vai passar e a verdadeira mensagem de Jesus, “um marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos”, vai continuar a ecoar em cada Natal: uma mensagem de amor, fraternidade e esperança. “A luta por um mundo melhor continua”, acrescentou.

Lula lembrou ainda que, neste Natal, ele não poderá estar junto de sua família, filho e netos, mas acredita que não está sozinho “Estou com vocês da vigília, que têm sido minha família”, afirmou na carta. Ele também agradeceu a companhia dos militantes e considerou uma “provação” a escolha feita por seus apoiadores de enfrentar dias de frio e calor no Paraná.A vigília Lula Livre reuniu militantes em Curitiba na última segunda-feira. Um ato político à noite antecedeu uma celebração inter-religiosa. Em seguida, cerca de 300 pessoas participaram da Ceia de Natal em homenagem ao ex-presidente. Os militantes gritaram “Feliz Natal” para Lula.

(Com Agências/Foto – Agência Brasil)

Temer não concederá indulto de Natal

199 2

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou joje (25) que o presidente Michel Temer decidiu não conceder indulto neste Natal. A extinção de penas é uma das competências privativas da Presidência da República prevista na Constituição Federal. Tradicionalmente, o perdão é dado nas festividades de fim de ano às pessoas condenadas ou submetidas a medidas de segurança.

A decisão do presidente ocorre a pouco menos de um mês da suspensão do julgamento no Supremo Tribunal Federal da validade do Decreto nº 9.246/2017 que concede indulto natalino e comutação de penas e dá outras providências.

O julgamento do indulto foi suspenso por pedidos de vista dos ministros Dias Tofffoli e Lux Fux. Até a interrupção, a maioria dos ministros do STF havia votado a favor da validade do decreto de indulto natalino: Alexandre Moraes, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Celso de Mello.

Votaram contra o indulto os ministros Luís Roberto Barroso, relator do julgamento, e Edson Fachin. Esses ministros se opuseram ao decreto porque a medida se estende a pessoas condenadas que haviam cumprido um quinto da pena – inclusive em casos de corrupção.

(Agência Brasil)

Bolsonaro diz que terá parceria com Israel para dessalinizar água

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje (25) que fará parcerias com Israel para beneficiar o Nordeste com projetos de dessalinização de água. Por meio de seu perfil no Twitter, Bolsonaro afirmou que o futuro ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, visitará em janeiro instalações de dessalinização, plantações e o escritório de patentes no país do Oriente Médio.

Ainda em janeiro, espera-se que seja implantada no Nordeste brasileiro uma instalação piloto para tirar água salobra de poços, dessalinizar, armazenar e distribuir para a agricultura familiar da região.

“Também estudamos junto ao embaixador de Israel e empresa especializada testar tecnologia que produz água a partir da umidade do ar em escolas e hospitais da região. Poderemos, inclusive, negociar a instalação de fábrica no Nordeste para venda desses equipamentos”, escreveu no Twitter.

(Agência Brasil)

Bolsonaro atribui comprimento da faca ao tamanho do cargo

169 3

“Ó, se eu der essa daqui em você, você vai ser presidente da ONU”, disse o presidente eleito Jair Bolsonaro, nessa véspera de Natal, ao apontar uma faca de churrasco contra o churrasqueiro que preparava a carne na base naval Restinga de Marambaia, no Rio de Janeiro.

A associação do presidente eleito de agressão a um cargo eletivo foi motivada pela lembrança do ataque que sofreu em setembro último, em Juiz de Fora (MG), quando foi ferido a faca durante um ato de campanha. Mesmo ausente dos debates e da própria campanha, Bolsonaro foi eleito Presidente da República.

Apesar da indevida associação e de apontar uma faca para um churrasqueiro, que se encolhe com a aproximação da faca, Bolsonaro teve suas imagens divulgadas pela própria assessoria.

(Foto: Reprodução)

“Saio com a alma leve e a consciência do dever cumprido”, diz Temer

Em seu último pronunciamento de Natal, o presidente Michel Temer agradeceu hoje (24) a todos os brasileiros, inclusive os que não o apoiaram. Também disse que não poupou esforços nem energia, destacou os avanços obtidos na sua gestão e as reformas negociadas. Ele desejou a todos um Feliz Natal e disse que deixa o governo “com a alma leve e a consciência do dever cumprido”.

“Saio com a alma leve e a consciência do dever cumprido. De coração, de coração mesmo, o meu muito obrigado a todos vocês e uma feliz noite de Natal. Fiquem com Deus, fiquem em paz”, afirmou Temer, que no dia 1º de janeiro de 2019, ele entrega a faixa presidencial para Jair Bolsonaro, eleito em outubro deste ano.

Temer disse ainda que “cabe ao tempo demonstrar” o que fez durante os dois anos e meio que esteve à frente do governo. O pronunciamento foi ao ar em cadeia nacional de rádio e televisão às 20h30 e durou aproximadamente três minutos.

“[Quero] agradecer a todos os brasileiros. Indistintamente. Aos que me apoiaram e também aos que não me apoiaram. Porque democracia é isso. É poder pensar e provar que é possível fazer mais pelo Brasil e pela vida de todos, independentemente das dificuldades, das barreiras impostas”, disse.

Segundo Temer, cada dificuldade enfrentada foi válida. “Valeu cada obstáculo vencido, cada momento vivido, cada conquista feita”, afirmou. “Podem estar certos de que não poupei esforços, nem energia e sei que entrego um Brasil muito melhor do que aquele que recebi. Ficam as reformas e os avanços, que já colocaram o nosso país em um novo tempo.”

O presidente ressaltou que é desejo de todos ter um Brasil “cada vez mais próspero e cada vez mais fraterno, cada vez mais igual”. De acordo com ele, em meio a tantos desejos, é necessário agradecer a Deus.

“[Quero] agradecer a Deus por ter me dado oportunidade, a honra de servir ao meu país. Agradecer por ele ter me dado serenidade para cumprir a missão que me foi designada. Agradecer por ele ter me permitido fazer valer a Ordem e Progresso estampado na nossa bandeira e que se tornou a marca da nossa gestão.”

Temer também agradeceu à família e aos ministros. “Toda a minha equipe, homens e mulheres de valor, que estiveram em todos os momentos ao meu lado e sempre me ajudaram a dar a volta por cima.“

(Agência Brasil)

Eduardo Diogo cotado para presidir o BNB, com apoio de político e empresários cearenses

357 6

O advogado Eduardo Diogo, ex-secretário do Planejamento e Gestão no Governo Cid Gomes, é um dos nomes cotados para presidir o Banco do Nordeste no Governo Jair Bolsonaro.

Eduardo Diogo recebe o apoio do presidente da Fiec, Beto Studart, do empresário Edson Neto, do Grupo Edson Queiroz, e do deputado federal eleito Heitor Freire, do mesmo partido de Bolsonaro.

(Foto: Arquivo)

Zezinho Albuquerque só pensa naquilo: ficar no comando da Assembleia Legislativa

Marminino!!

Certeza. Zezinho Albuquerque, atual presidente da Assembleia Legislativa, só pensa num só objetivo: ficar onde está, a partir de 2019.

Indagado pela reportagem deste Blog se um cargo no estafe estadual mudaria seus planos, foi direto: “Não!”

Resta saber se o governador Camilo Santana (PT) vai incorporar a figura de Papai Noel e fazer com que esse desejo de Zezinho, que se comportou bem à frente da Casa, diga-se de passagem, se transforme em realidade.

(Foto – Arquivo)

PT fará plantão durante o recesso parlamentar para analisar medidas do novo governo

Gleisi Hoffmann preside o PT nacional.

O Partido dos Trabalhadores convocou integrantes de sua assessoria técnica na Câmara dos Deputados e no Senado para que fiquem de plantão durante o recesso parlamentar. A missão será examinar com lupa as primeiras medidas que forem encaminhadas pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso. É o que informa a Folha de S.Paulo.

Os petistas pensam em recorrer a manobras regimentais para travar o avanço de propostas que devem ser enviadas nos primeiros dias de janeiro, como a reorganização dos ministérios de acordo com o desenho definido pelo presidente eleito.

A direção do PT acha que Bolsonaro usará os primeiros dias de seu governo para criar fatos políticos de impacto em algumas áreas. Uma das apostas dos petistas é que haverá rompimento nas relações com Cuba e Venezuela, países vetados na posse do novo presidente.

(Foto -Veja)

Ciro passa o Natal em Fortaleza, mas de olho no País

295 12

Ciro Gomes já regressou dos EUA e passará o Natal com a família aqui em Fortaleza.

Ele ainda avalia, no entanto, se passará também por aqui o Réveillon e se vai ficar para a solenidade de posse do governador Camilo Santana (PT), a partir da 14 horas do dia 1º, na Assembleia Legislativa.

Ciro definiu quem em 2019 vai continuar sua peregrinação de palestras pelo Brasil. Quer reforçar a tese de que será a oposição de verdade ao futuro governo de Bolsonaro.

(Foto – Facebook)

Então é Natal – A Luís Inácio Lula da Silva

133 1

Com o título “A Luís Inácio Lula da Silva”, eis crônica do professor universitário e arquiteto Romeu Duarte. “Entre uma garfada e outra no peru, o pensamento viaja a Curitiba, onde alguém se encontra preso e sofrendo injustamente os cruéis efeitos do maior lawfare de que já se teve notícia”, diz o articulista. Confira:

Tal como a rabanada, figurinha fácil nas ceias de Natal e Ano Novo, dois itens são inescapáveis em todas as quadras natalinas: o Natal de Luz na Loura Mamãe Noel do Sol e o show de Roberto Carlos na noite do nascimento do Santo Filho do Homem. Estes eventos têm atravessado gerações a fio, já se constituindo em acontecimentos que são esperados ao longo do ano por legiões e legiões de ardorosos fãs. “Ah, meu senhor, Natal sem as festas nas praças Portugal e do Ferreira e sem a música do Rei é o mesmo que carnaval sem cachaça e São João sem bolo de milho”, diz a vendedora ambulante de moda íntima no Centro, “sutiã e calcinha da moça da novela a dez real”. Pois é, com patrimônio cultural não se brinca, que a voz do povo é a voz de Deus, ora.

Com os festejos natalinos chegando cada vez mais cedo, traduzidos na tênue neve de algodão que emoldura as vitrines das lojas (já que a neve de verdade jamais cairá nestas latitudes, para desespero de muita gente), as árvores de Natal high-tech se armam nos dois logradouros públicos, sob os olhares cúmplices dos transeuntes. À noite, as duas praças se esquecem de que são redutos de tribos políticas adversárias e se deixam invadir pelos cânticos e as lembranças. Os moradores de rua da zona central sabem que aquele Natal não é deles e se mudam de latas e colchonetes para a Praça José de Alencar.

Do outro lado da cidade, a praça do Meireles, tão iluminada quanto a sua colega do Centro, amplia a sua forma de pátio de shopping, sacolas para lá e para cá.

Rente como panetone quente, o Brasa é pule de dez nas consoadas, tanto faz se nas ricas, nas remediadas ou nas pobres. Mas qual Rei se fará ouvir? O que começou meio tatibitate na bossa-nova e no samba-canção? O que conquistou milhões de fãs com o iê-iê-iê? O rapaz de olhos fundos e da alegria triste? O que se transformou no imperador dos motéis? O defensor das baleias, das mulheres gordinhas, pequenas e de 40? Ou o devoto fervoroso de Nossa Senhora? Claro, os bordões não podem faltar: “É uma brasa, mora!”, “E aí, bicho?”, “Meu amigo de fé, meu irmão camarada, Erasmo Carlos”. Sim, e quanto aos infalíveis convidados? Certamente mais uma vez estará vestido em branco e azul, com seu tom nasal, encantando e cantando “Esse cara sou eu”.

Entre uma garfada e outra no peru, o pensamento viaja a Curitiba, onde alguém se encontra preso e sofrendo injustamente os cruéis efeitos do maior lawfare de que já se teve notícia. A não ser, discordante leitor(a), que você queira também receber o mesmo tratamento jurídico a ele dispensado.

Pimenta na rosca de Natal dos outros é refresco, pois não? Fico imaginando como ele, solto, poderia curtir este momento tão aguardado pelas famílias brasileiras. Nos últimos dias, mais uma vez se rasgou a Constituição para mantê-lo atrás das grades, não importando se o sistema jurídico nacional fosse se enlamear ainda mais. Nas ruas, em vez de “Feliz 2019”, deseja-se “Que você escape em 1964”. Tempos difíceis, duros, retrógrados. Sigamos.

Feliz Natal, Lula, abraços.

Senador eleito pelo cearense dispensará apartamento funcional, carro oficial e metade dos assessores

988 11

O senador eleito Eduardo Girão (Pros) decidiu: dos 51 assessores que tem direito, vai contar com apenas 24. Também decidiu que não  usará o carro oficial. E mais: dispensará apartamento funcional. Tudo isso já está oficializado pelo parlamentar, em requerimentos encaminhados à Casa.

Bem, para quem investiu R$ 6 milhões quando presidiu o time do Fortaleza, isso tudo não fará falta. Mas não deixa de ser bom sinal e coerência com o que Girão apregoou em sua campanha. Ele é contra mordomias bancadas com o dinheiro público.

(Foto – Mateus Dantas)

PSDB está dividido no quesito expulsão de Aécio Neves

Os tucanos se dividiram diante do pedido do deputado federal Wherles Rocha (AC) para que o PSDB expulse o senador e deputado federal eleito Aécio Neves (MG). O tucano foi alvo de ação policial novamente na última semana. A ala favorável à punição argumenta que o partido deve resposta rápida aos eleitores.

Segundo informa a Folha de S.paulo, aliados do presidente da sigla, Geraldo Alckmin (SP), dizem que não há motivo para afobação.

Lembram que Aécio ainda está se defendendo na Justiça e preveem que as pressões diminuirão com as festas de fim de ano e o recesso parlamentar.

Eunício diz que sentimento é o do dever cumprido

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), destacou em sua mensagem de Natal e Ano Novo o sentimento do dever cumprido e que o trabalho não pode parar.

No fim de janeiro, Eunício deixará o Senado, após não ter o mandato renovado nas últimas eleições. Ele ainda não definiu como será a sua contribuição para o Ceará no próximo ano.