Blog do Eliomar

Categorias para Política

Heitor cobra da tribuna da Assembleia promessas não efetivadas por Camilo Santana

O deputado estadual Heitor Férrer (SD) cobrou, nesta quarta-feira, da tribuna da Assembleia Legislativa, promessas de campanha do governador Camilo Santana (PT) do pleito de 2014.

Entre as promessas não cumpridas, o parlamentar citou a construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todos os municípios com mais de 50 mil habitantes; a construção do Hospital Regional da Região Metropolitana e do Vale do Jaguaribe; a abertura de policlínicas na cidade de Fortaleza; prontuários médicos eletrônicos; a substituição de moradias de taipa por alvenaria e estágio remunerado para estudantes das universidades estaduais.

“Há uma série de promessas e o governador não cumpriu nenhuma. Portanto, ele vai se candidatar prometendo o quê se ele nem sequer cumpriu o que prometeu em 2014?”, questionou Heitor.

Ele lembrou que tais promessas podem ter garantido a eleição do governador que agora vai pedir outra vez o voto do cearense. “Ninguém é obrigado a prometer nada, mas é obrigado a cumprir aquilo que prometeu”, destacou Férrer.

Henrique Meirelles lançará pré-campanha nas redes sociais de olho em Ciro e Bolsonaro

O presidenciável do MDB, Henrique Meirelles, vai começar, nesta semana, a soltar pelas redes sociais filmes de sua pré-campanha. O ex-ministro quer marcar posição de enfrentamento às ideias de Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT). A informação é da Veja Online.

Na prática, Meirelles quer se vender como um candidato “radical, mas de centro” e seu slogan será “Chama o Meirelles!”

(Foto – Agência Brasil)

Datena pode ser anunciado nesta quinta-feira como pré-candidato ao Senado

O martelo está praticamente batido para que o apresentador José Luiz Datena (DEM) seja anunciado como pré-candidato ao Senado, em São Paulo, nesta quinta-feira. É o que informa a imprensa sulista.

Dirigentes do DEM estiveram em São Paulo conversando com o pré-candidato ao Governo, João Doria (PSDB), para acertar a entrada de Datena na sua chapa, que ainda terá o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM) como candidato a vice e uma vaga aberta para o Senado.

(Foto – Raphael Patrasso, da Folhapress)

Ceará nada Pacífico

753 1

Com o título “Ceará nada pacífico”, eis artigo de Marcelo Uchoa, advogado e professor universitário Ele critica a política de segurança do governador Camilo Santana (PT) que, na sua avaliação, prioriza a militarização. Confira:

Nessa semana, o jornalista Eliomar de Lima publicou, em sua coluna no O POVO e neste Blog, comentário do ex-secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública no Estado, Laerte Macambira, afirmando estar preocupado com a expansão do Batalhão Raio no Estado. Segundo a matéria, “há queima de etapas, quando o fundamental seria investir pesado na área de Inteligência. Ele vê certo açodamento também na convocação maciça de policiais militares”. A reflexão procede.

No início de seu mandato, o governador Camilo Santana inaugurou o Ceará Pacífico, projeto inovador que se propunha, a partir da reunião de todos os poderes do Estado, entidades da sociedade civil, autoridades ligadas ao tema, etc., repensar a política de segurança pública no estado, acuado com os estratosféricos números de homicídios.

Passados quatro anos, o que se percebe é uma tendência tímida na diminuição do número de mortes (em 2017, foram 5.134, o maior da história; entre e janeiro e maio de 2018, já foram 1.996), a custa de uma contratação assustadora de policiais, cerca de 9 mil, segundo o governador. Apenas nesta semana, o governo adquiriu mais 466 viaturas para a segurança pública, dentre tantas outras adquiridas, até mesmo helicópteros.

Por outro lado, Atlas da Violência do IPEA mostra que Ceará ostenta o desonroso quarto lugar no número de mortes de policiais em atividade no país. Na outra ponta, também registra que o estado é um dos primeiros em número de pessoas assassinadas por policiais, (161 civis apenas em 2017), cerca de 50 pessoas por cada mil habitantes, um verdadeiro absurdo.

No último dia 18, na Av. Washington Soares, uma mulher foi covardemente assassinada pela polícia, após infundada perseguição policial. Em março anterior, um instrutor da Academia Estadual de Segurança Pública (AESP) conseguiu a proeza de balear uma aluna do curso de formação. Segundo o Mapa da Violência, o número de homicídios no Ceará quintuplicou nos últimos 20 anos; para o IPEA, duplicou nos últimos 10 anos, sendo que quase 60% são de jovens entre e 15 e 29 anos, um indiscutível genocídio da juventude, notadamente, pobre e negra.

Em resumo, salvo nos espaços isolados em que o válido Ceará Pacífico opera, a política de segurança pública do Ceará é um fracasso. Apenas incha a máquina de policiais, sem se preocupar adequadamente com a postura do policial. Inverte as diretrizes da polícia cidadã, aniquilando a guarda comunitária e apostando no Raio (polícia de ações intensivas e ostensivas), convive com uma Secretaria de Políticas sobre Drogas que, até hoje, não disse a que veio (sequer tem coragem de discutir, na contramão do mundo inteiro, sobre o tema da descriminalização das drogas), por fim, não bastasse vez por outra reprimir legítimas manifestações sociais, o próprio governador celebra a suposta vitoriosa militarização estadual posando com crianças no colo fantasiadas de policiais.

Trata-se de algo completamente adverso aos princípios de segurança pública conjecturados pelo Partido dos Trabalhadores. Muito bom que o partido chamasse a atenção de seu principal filiado estadual e cobrasse, enquanto é tempo, o direito de influenciar nas tomadas de decisões nessa área, que, por ora, só servem para alimentar a cultura da violência e do medo no estado. Está-se criando um monstro no Ceará.

*Marcelo Uchôa

Advogado e Professor de Direito/Unifor.

Salmito faz prestação de contas do mandato para cerca de mil pessoas

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), realizou na noite dessa terça-feira (26), no Marina Park, a 18ª Plenária, quando prestou contas de seu mandato no Legislativo da Capital, no atual semestre. O evento contou com a presença de cerca de mil pessoas, entre apoiadores do mandato, lideranças políticas, formadores de opinião, secretários municipais, empresários e políticos.

Salmito destacou que, apesar das atribuições de uma presidência de Mesa Diretora, conseguiu elaborar no atual semestre 29 projetos de relevância, nas áreas de saúde, urbanismo, educação, entre outras.

“O nosso projeto está firme, nós temos capilaridade, temos liderança fazemos política verdadeiramente. Eu não nasci na política por cima, nós nascemos por baixo, na militância e forjado na disputa. E é por baixo que a gente cresce, com resistência, com resiliência e com determinação para alcançar projetos maiores”, observou.

O presidente do Legislativo de Fortaleza destacou a iniciativa do pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, que propõe a discussão de um projeto nacional de desenvolvimento.

“O Ciro está debatendo, colocando ideias”, disse. “Não vamos confundir ação governamental com política pública, quando essa última exige debate de especialistas, de movimentos organizados”, completou.

(Fotos: Divulgação)

Camilo Santana a la Gustagol

De tanto jogar e fazer gols em areninhas que vem entregando na Capital e no Interior, haveria algum clube interessado no passe de Camilo Santana?

O homem, pelo menos nas filmagens, sempre posa de artilheiro. Já o prefeito Roberto Cláudio (PDT), seu colega de campo, até que tenta recuperar bons tempos em que atuava no colégio como jogador de futsal.

Mas, segundo seus assessores, ganhou alguns quilinhos nos últimos meses.

(Foto – Divulgação)

Lúcio Alcântara é cotado para disputar o Senado

O ex-governador Lúcio Alcântara está propenso a disputar vaga de senador pelo PSDB. Nas pesquisas internas da legenda, ele aparece bem cotado.

Bom lembrar: Lúcio já ocupou essa função política e até ganhou destaque nacional por ser autor de projetos importantes como nos setores da Informática e na doação de órgãos.

No momento, ele consulta a família.

(Foto – O POVO)

Odebrecht apresentará projeto que promete monitorar editais de licitação de todo o País

176 1

A Odebrecht vai submeter a setores importantes da academia o projeto em que cria uma entidade sem fins lucrativos que, por meio de plataforma virtual, monitore e certifique editais de licitação de obras. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

O sistema vai agregar e disponibilizar dados de todos os editais publicados em diários oficiais. Se o software, com base em métrica preestabelecida, encontrar risco de restrição à concorrência, ela receberá uma marca negativa.

Nesta quarta (27), o projeto será apresentado na Faculdade de Direito da USP. Depois, a universidades do Rio. O passo seguinte é encontrar outros financiadores.

(Foto – Divulgação)

TRE e PF reforçam ações contra as “fake news” nas eleições

Membros do Ministério Público, magistrados  e servidores do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará conheceram de perto, nessa terça-feira, a atuação da Perícia Criminal da Polícia Federal e as ferramentas de investigação de crimes na internet. Essa aproximação promete, segundo a assessoria de imprensa do TRE, fortalecer a Justiça Eleitoral no combate às notícias falsas.

O chefe da Perícia Criminal da PF, Helano Matos, fez a explanação, iniciando com o conceito do termo fake news: “São informações fabricadas, imitando conteúdos da mídia convencional, em forma, mas não em processo organizacional ou intenção, e que se sobrepõem a outros distúrbios da informação, tais como, informações enganosas e imprecisas”.

Em seguida, foram discutidos os meios de propagação: mensagem falsa, perfil falso, site falso, robôs, ciborgue e ativista em série.
O perito mostrou as formas de checagem dos conteúdos, a retirada das publicações e a identificação dos responsáveis pela propagação de informações falsas.

SERVIÇO

Os eleitores poderão denunciar pelos seguintes meios:

– Aplicativo Pardal (a ser lançado pelo TSE na segunda quinzena de julho);
– Email da Polícia Federal: denuncia.eleicao.ce@dpf.gov.br;
– Facebook: usuários podem denunciar publicação e perfil falso;
– WhatsApp: é possível utilizar o canal “Fale Conosco” no próprio app para denunciar usuários e mensagens.

Pesquisa do DEM reforça argumento de ala que é contra aliança com Alckmin

209 2

Uma pesquisa encomendada pelo DEM reforçou a ala do partido que é refratária a uma aliança com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano não decola nem entre eleitores que dizem simpatizar com o PSDB. A informação é da Folha de S.Paulo desta quarta-feira, por meio da Coluna Painel.

Um observador atento, segundo a Painel, reparou que peça da campanha de Alckmin que fala sobre desalento e “roubo de sonhos” repete atores que fizeram a propaganda de Aécio Neves (PSDB-MG) em 2014.

A reciclagem seria fruto da dificuldade de achar quem tope atuar em filmes de políticos.

(Foto – Folha)

Prefeito de Aracati endossa reeleição de Eunício Oliveira

Bismarck Maia e Eunício.

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB), ganhou, nas últimas horas, mais um reforço em seu desejo de disputar a reeleição.

O prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB), conseguiu, com apoio de Eunício, em Brasília, a liberação de recursos para uma série de projetos do interesse desse município do Litoral Leste do Estado.

“”Acabo de estar com o senador Eunício Oliveira para agradecer e pleitear benefícios para nosso Aracati. Tem nosso apoio à sua pré-candidatura à reeleição. Viva!”, deixou o recado, em sua página no Facebook, o prefeito aracatiense.

(Foto – Facebook)

Luizianne Lins reafirma: Se Camilo apoiar Ciro, vai bater chapa com o petista na convenção

725 4

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira:

A deputada federal Luizianne Lins (PT) voltou ontem a mandar recado para o governador Camilo Santana (PT): “Se ele não apoiar Lula, nós vamos bater chapa na convenção. Nem que pra perder!” Ela insiste na tese de que o ex-presidente Lula ganhará condições de disputar.

Sem entrar no mérito jurídico, afirma que o petista, além de liderar as pesquisas, mesmo preso, adiciona um outro ingrediente a seu favor: quem ele indicar para a disputa, vence.

Luizianne reitera que a direção nacional do PT decidiu que não apoiará Ciro Gomes (PDT), que tem simpatias no Ceará da ala do governador. Ela não se esquece de que, na campanha de 2014, teve seu direito de ocupar a propaganda eleitoral gratuita tolhido pelos Ferreira Gomes, no que só furou o cerco por via judicial.

Sobre Luizianne Lins, o governador nada comenta. Prefere manter certa indiferença e, principalmente, distância.

Ciro está cada vez mais próximo de partidos de centro-direita

181 1

Com o desacordo prévio para uma ampla aliança da esquerda ainda no primeiro turno, o pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), deu start para negociação de aliança eleitoral com o bloco de centro-direita. Na semana passada, o partido do pré-candidato se reuniu com PP, SD, DEM e PRB — partidos do chamado centrão.

As últimas duas legendas possuem pré-candidatos ao Palácio do Planalto, incluindo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e do empresário Flávio Rocha (PRB).

O encontro foi informado pelo próprio Ciro, que palestrou ontem para empresários no município de Caucaia a convite da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Caucaia (Acisc). Questionado pelo O POVO, o ex-governador justificou a aproximação com o grupo alegando que a conversa foi “franca” e que a proposta de aliança é baseada em um programa de governo.

“Abrimos uma conversa, tratamos de coisa programática, tratamos das minhas críticas a eles e das deles a mim”, disse. É a primeira vez que o pedetista admite conversa formal com o grupo.

Ciro disse que os partidos do centrão, que hoje dão suporte ao governo do presidente Michel Temer (MDB), estão de portas abertas para uma possível aliança em outubro próximo. “(As portas) Estão completamente abertas na medida em que meu olho está um posto na eleição e o outro posto no dia seguinte”, admitiu.

O ex-ministro argumentou que o caminho que tem tomado é em respeito “ao voto popular”. “Nós precisamos ter humildade, respeitar o voto popular, pensar no futuro do País e num ambiente de diálogo entre diferentes. A única saída que o Brasil tem é estabelecer e fazer isso ao redor de programas ao invés de cargos, fisiologia e corrupção que em nenhuma possibilidade aceito”, pontuou.

O pré-candidato, ao ser questionado se estaria passando para o campo da direita, alfinetou o PT afirmando que o discurso que é difundido no meio da esquerda é “burocracia do PT” e que é injustiçado pelo partido do ex-presidente Lula.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse que a aproximação é em torno de um “programa” e que a ideologia de centro-esquerda da candidatura “não muda”. “Nós temos como prioridade a aliança com o PSB”, disse.

Ao O POVO, o senador Agripino Maia (DEM-RN) admitiu que Ciro está entre os nomes “do centro” que o partido estuda apoiar. A decisão, no entanto, deverá ser tomada em conjunto. “São vários partidos que estão discutindo em conjunto. Não tem possibilidade de candidatura A, B ou C. Os partidos (do centro-direita) vão tomar decisão em conjunto”.

No meio das conversas de bastidores, é considerada a possibilidade de DEM e PRB abrirem mão das candidaturas para negociar alianças mais interessantes para os partidos.

Flávio Rocha, no entanto, disse ontem, ao sair de uma reunião com o centrão, que pretende manter a candidatura ao Palácio do Planalto até o fim e descarta ser vice de qualquer candidato. (com agências

(O POVO – Repórter Wagner Mendes/Foto – Gustavo Simão)

Em Fortaleza, há um déficit de pelo menos 129 mil moradias

Com o título “Moradia em Fortaleza”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira:

Estudo sobre o setor habitacional no País, realizado pela Fundação João Pinheiro (FJP), com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), detectou que ao lado de um déficit habitacional de pelo menos 120 mil moradias, na Região Metropolitana de Fortaleza, existe o registro de 166 mil imóveis privados, desocupados, destinados justamente para moradia. Equalizar essa relação é um dos maiores desafios para as autoridades municipais. No entanto, sem escamotear as responsabilidades locais, trata-se de um quadro desolador que se repete no Brasil inteiro, com maior ou menor desequilíbrio.

O direito à moradia está inscrito no Art.6º da CF, no elenco dos direitos sociais, no entanto, o poder público ainda não conseguiu dar conta desse recado. A tentativa mais consistente foi a encarnada pelo programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), criado em 2009 pelo governo federal. Contudo, seus resultados ficaram aquém do desejado e, após o impeachment de 2016, praticamente estagnou.

No caso de Fortaleza, desde 2013 até hoje, só 14 mil moradias foram criadas pela gestão pública municipal e outras 13 contratadas. Na verdade, segundo o Núcleo de Habitação e Moradia (Nuham) da Defensoria Pública do Ceará, a maioria das moradias entregues em Fortaleza vai para famílias que já tinham casa e foram desalojadas pelas obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Mais frustrante ainda é o fato de que a comemoração pela conquista de uma moradia do MCMV é somente o início de outra luta para não continuar vivendo à margem da sociedade e sem acesso a serviços públicos. Os conjuntos muitas vezes são entregues, em todo o Brasil, sem rede geral de abastecimento de água, rede de esgotamento sanitário, ou com rede elétrica de baixo potencial de carga para suportar o uso de eletrodomésticos corriqueiros, nem coleta de resíduos sólidos. Recebem acabamento de péssima qualidade, não dispõem de creche, escola, nem posto de saúde nas proximidades.

Sem falar que se situam em áreas bem distantes dos locais de trabalho e da escola, desprovidas de estrutura de mobilidade urbana. Antes da construção de novas moradias o problema poderia ser minorado com reforma das moradias já existentes e em estado precário, ou com a locação de imóveis vagos, o que também contribuiria para reduzir o número de sem-teto. Seria até mesmo mais viável, economicamente, uma vez que aproveitaria o estoque ocioso disponível – frisam os técnicos. No caso de Fortaleza isso é evidente, pois há uma oferta de imóveis superior ao déficit de moradias. Sem falar em inúmeros prédios públicos ociosos.

José Dirceu está livre e pode até assistir ao jogo do Brasil em casa

Na madrugada desta quarta-feira (27), José Dirceu, ex-ministro da Era lula, voltou para sua casa, em Brasília, após passar um mês preso no Complexo Penitenciário da Papuda. Condenado a 30 anos e 9 meses de prisão no âmbito da operação Lava Jato, ele foi solto após uma votação da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). A informação é do Portal G1.

José Dirceu chegou ao apartamento dele, no Sudoeste (área nobre de Brasília), a 1h51min da madrugada. Ele entrou de carro pelo lado oposto de onde deveria entrar – ou seja, pela saída da garagem. O petista carregava uma bolsa preta na mão e mais duas sacolas. O repórter cinematográfico da TV Globo Edvaldo Lachu registrou a chegada de Dirceu.

Na Justiça, ele responde por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Com a decisão liminar (provisória), ganha o direito de aguardar em liberdade o julgamento de recurso do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Como agora o ex-ministro está em liberdade, na prática, não há nenhum impedimento legal para que ele deixe Brasília. A medida aplicada também não prevê o uso de tornozeleira eletrônica.

Segundo a defesa, ainda não está decidido se o ex-ministro ficará no apartamento da família ou seguirá para outro local.

(Foto – Reprodução TV Globo)

Eunício Oliveira e Rodrigo Maia definirão calendário de votações no período eleitoral

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), anunciou hoje (26) que se reunirá com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), para definir o calendário de votações das duas Casas no período eleitoral. A reunião ainda não está marcada e, de acordo com Eunício, tem o objetivo de construir um calendário que concilie o tempo disponível com a qualidade nas votações.

“[Tudo] depende de como o projeto vai sair da Câmara. Se ele sair com um processo negociado e ajustado é mais fácil para o Senado [aprovar]. Senão, o sistema é bicameral”, disse Eunício. “Nós vamos ter o recesso, mas voltaremos no período eleitoral e teremos aqui plantões para que a gente possa fazer um calendário dessa questão [votações] no período eleitoral”, completou.

Segundo o parlamentar, os senadores só vão encerrar as atividades no meio do ano após a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019. “Nós vamos [trabalhar] até aprovar a LDO, eu já disse e repito, desde que assumi a presidência, nós saímos no período legal que determina a Constituição brasileira. Enquanto não votar a LDO, o Congresso estará aberto”, assegurou o presidente do Senado.

O texto da LDO precisa ser votado pelos parlamentares até o dia 17 de julho em sessão do plenário do Congresso Nacional. Caso não seja votado até essa data, pode inviabilizar o recesso parlamentar, que vai de 17 de julho a 1º de agosto. Segundo a Constituição, o Congresso Nacional não pode parar enquanto não aprovar a nova LDO.

Com relatório preliminar da LDO aprovado na semana passada, a previsão é que o texto final seja votado na comissão especial que analisa o tema no dia 10 de julho.

Eleições 2019
Em outubro, os eleitores vão eleger o presidente da República, governadores, dois terços do Senado Federal, deputados federais e deputados estaduais e distritais. As eleições serão realizadas no dia 7 de outubro, em primeiro turno, e no dia 28 de outubro, nos casos de segundo turno.

De acordo com a legislação atual, os candidatos deverão ser escolhidos nas convenções partidárias entre os dias 20 de julho e 5 de agosto. O prazo para partidos políticos e as coligações apresentarem à Justiça Eleitoral o pedido de registro de candidatos termina no dia 15 de agosto.

A propaganda eleitoral é permitida a partir do dia 16 de agosto e pode ser feita por meio de comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na internet, desde que não paga, entre outras formas. Já a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto e prossegue até o dia 4 de outubro.

(Agência Brasil)

Salmito mostra no programa Leruaite a sanfona que pertenceu a Luiz Gonzaga

O apresentador, cantor e humorista Falcão entrevista nesta terça-feira, a partir das 22 horas, na TVC, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT).

No programa Leruaite, Salmito apresenta a sanfona que pertenceu a Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. Fã de Gonzagão, Salmito conta que adquiriu a sanfona como forma de preservar o instrumento no Nordeste.

O presidente do Legislativo de Fortaleza também fala sobre política, cultura e cidadania.

(Foto: Divugação)

STF manda soltar José Dirceu

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (26) suspender a execução da condenação do ex-ministro José Dirceu a 30 anos de prisão na Operação Lava Jato. Com a decisão, Dirceu deverá ser solto. Ele cumpre a pena na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

A decisão foi tomada a partir de um habeas corpus protocolado pela defesa de Dirceu. Votaram pela soltura o relator, Dias Toffoli, e os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Ex-ministro da Casa Civil José Dirceu

Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no STF, votou contra a concessão da liberdade. A maioria entendeu que o cálculo da pena pode ser revisto e Dirceu pode aguardar em liberdade o julgamento do recurso contra a condenação.

José Dirceu foi preso no mês passado após ter a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça Federal, com base no entendimento do STF, que autorizou a execução provisória da pena, após o fim dos recursos na segunda instância.

Sessão

O julgamento desta terça-feira foi marcado por várias trocas de farpas entre os ministros Dias Toffoli e Edson Fachin, que pediu vista do habeas corpus, mas os demais integrantes da Segunda Turma decidiram encaminhar a votação.

O procedimento não é usual no STF. Em geral, quando integrantes pedem vista de um processo, os demais chegam a adiantar o voto, mas o resultado fica suspenso e não é proclamado.

Em dos trechos do julgamento, ao discordar do voto de Toffoli,  Fachin sustentou que o ministro estaria descumprindo a decisão do plenário que autorizou a prisão após o fim dos recursos em segunda instância.  No entanto, Toffoli divergiu das ponderações e passou a rebater os argumentos de Fachin.

“Mas aí não tem a ver com execução imediata da pena, Vossa Excelência está fazendo um contraponto, eu estou falando A, Vossa Excelência está falando B. Vamos colocar as coisas nos devidos lugares”, disse Toffoli.

Em seguida, Fachin respondeu: “Nós dois estamos entendendo o que nós estamos falando”.

A troca de farpas entre os ministros ocorreu um dia após o ministro Edson Fachin enviar ao plenário, e não à Segunda Turma, o recurso no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também pedia para suspender a execução da condenação na Lava Jato.

Além de Dirceu, também conseguiram recursos favoráveis na sessão de hoje da Segunda Turma o deputado estadual Fernando Capez (PSDB-SP), a senadora Gleisi Hoffmann e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o ex-tesoureiro do PP, João Claudio Genu, condenado na Lava Jato.

(Agência Brasil)

Irmã de Ciro e Cid lançará pré-candidatura de deputada estadual em Sobral

Lia com Leônidas Cristino, que vai para a reeleição à Câmara.

A médica Lia Gomes, irmão de Ciro e Cid Gomes, lançará sua pré-candidatura de deputada estadual pelo PDT no próximo sábado, em Sobral. O ato ocorrerá pela manhã, em local ainda a ser definido.

Lia conta estar “muito otimista” com as adesões que vem obtendo ao seu projeto político. Além de apoio de lideranças em Fortaleza, ela estima sair da Zona Norte com boa fatia de votos.

Em Sobral, por exemplo, ela obteve reforço em seu projeto, a partir da desistência do ex-prefeito Veveu Arruda (PT).

(Foto – Blog do Tidi)