Blog do Eliomar

Categorias para Política

Agressor de Bolsonaro é transferido pela PF para presídio federal

O agressor confesso do candidato Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, foi transferido, no início da manhã deste sábado (8), para o presídio federal de Campo Grande (MS). Pouco antes das 7h30, ele chegou ao aeroporto de Juiz de Fora, escoltado por policiais federais.

Adélio entrou em um avião da Polícia Federal (PF), após passar a noite em um centro de detenção provisória na cidade. Antes ele havia sido novamente interrogado na sede da corporação, com objetivo de saber se ele realmente agiu sozinho, como alegou, ou se teve ajuda de outras pessoas e se o crime teve a participação de um mentor intelectual.

A transferência para um presídio federal foi tomada em comum acordo entre a juíza federal Patrícia Alencar, que ouviu Adélio ontem (7), em audiência de instrução, o Ministério Público Federal e a própria defesa do acusado. O objetivo é garantir sua integridade física, já que poderia ser morto dentro do sistema prisional comum.

(Agência Brasil)

Ciro leva multidão às ruas de Sobral

1201 2

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, levou uma multidão às ruas de Sobral, na Região Norte do Ceará, a 222 quilômetros de Fortaleza, na noite dessa sexta-feira (7), em uma carreata pelas principais ruas e avenidas da cidade.

Centenas de pessoas se concentraram no aeroporto Virgílio Távora para receber Ciro, que chegou acompanhado da vice Kátia Abreu e do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Na carreata, Ciro recebeu a companhia do governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição no Estado, e dos prefeitos Ivo Gomes (Sobral) e Roberto Cláudio (Fortaleza).

O candidato ao Palácio do Planalto percorrerá neste sábado (8) os municípios cearenses de Juazeiro do Norte e Crato, quando depois seguirá para João Pessoa, capital paraibana.

(Foto: Divulgação)

Defesa de Adélio diz que discurso de ódio motivou ataque a Bolsonaro

310 1

Os advogados que representam o agressor Adélio Bispo de Oliveira sustentam que a agressão de seu cliente ao candidato Jair Bolsonaro foi um ato solitário, movido pelo que classificaram de “discurso de ódio” do próprio candidato. Quatro advogados acompanharam Adélio na audiência de instrução com a juíza Patrícia Alencar, na Justiça Federal, na tarde desta sexta-feira (7), que determinou a transferência do criminoso para um presídio federal.

“Esse discurso de ódio do candidato é que desencadeou essa atitude extremada do nosso cliente”, disse o advogado Zanone Manoel de Oliveira Júnior. Um dos motivos, segundo a defesa, foi a referência pejorativa aos negros quilombolas, já que seu cliente se identifica como negro.

O advogado informou que a defesa concordou com a transferência de Adélio para um presídio federal, para garantir sua integridade. O advogado também disse concordar com o indiciamento de seu cliente pelo Artigo 20 da Lei de Segurança Nacional, que fala em “praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político”. Ele disse ainda que vai requerer exame de sanidade mental em seu cliente.

Ataque

Ontem (6), ao ser carregado por apoiadores durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), Bolsonaro levou uma facada no abdôme. Ele foi levado para a Santa Casa de Juiz de Fora, onde foi submetido a uma cirurgia. Hoje pela manhã, o presidenciável foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

(Agência Brasil/Foto – PM)

Segurança de candidatos será ampliada em 60%, diz Jungmann

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou hoje (7), após acompanhar o desfile do 7 de Setembro em Brasília, que o efetivo da Polícia Federal que faz a segurança dos candidatos à Presidência da República será ampliado em até 60%, após o ataque sofrido ontem por Jair Bolsonaro (PSL), em Juiz de Fora (MG).

De acordo com o ministro, atualmente 80 agentes da PF fazem a segurança de cinco presidenciáveis que solicitaram o serviço, previsto em resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir do momento em que as candidaturas são oficializadas nas convenções eleitorais. Apesar da previsão, ressaltou Jungmann, a proteção não é automática e precisa ser solicitada pelas campanhas. Além de Bolsonaro, a PF faz a segurança de Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckimin (PSDB) e Marina Silva (Rede).

“Esses cinco contam com um efetivo de 80 policiais, sendo que Bolsonaro conta com 21 membros da PF que fazem permanentemente a segurança dele. Um a cada cinco agentes destacados para a segurança dos presidenciáveis está com Bolsonaro. Ontem [dia do atentado], 13 desses policiais o estavam acompanhando, além de 50 policiais militares que faziam complementarmente a segurança”, afirmou.

Jungmann comparou o efetivo disponibilizado a Bolsonaro com o que foi concedido ao ex-presidente da França, François Hollande, quando ele veio ao Brasil para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. “Durante as Olimpíadas, o presidente da França, que esteve aqui presente e era considerado de alto risco, contava com nove agentes da PF”.

O ministro não quis revelar quantos agentes estão disponíveis para os outros quatro candidatos que tem acompanhamento da PF. Segundo ele, cada candidato tem uma análise de risco que determina o tamanho do efetivo necessário.

Para Raul Jungmann, orientações de segurança não foram completamente seguidas ontem pelo candidato, durante o ataque em Juiz de Fora. A PF já havia demonstrado preocupação com a exposição ao risco de Bolsonaro, durante as atividades de campanha.

(Agência Brasil)

Decreto quer servidor estadual viajando para o exterior partindo apenas de Fortaleza

Da Coluna de Jocélio Leal, no O POVO desta sexta-feira, o tópico “Pousos e decolagens por aqui mesmo”. Confira:

O governador Camilo Santana (PT) está para assinar decreto que determina aos servidores do Estado embarque e desembarque em voos internacionais apenas pelo Pinto Martins.

Noutros termos, reforça com a demanda do Governo as frequências para o Ceará. Camilo ouviu a sugestão do secretário do Turismo, Arialdo Pinho. O pessoal que fazia questão de voar Emirates a partir de São Paulo terá de deixar o desfrute para as férias.

Na Era Tasso havia bem menos voos, mas existia esta exigência.

(Foto – Jarbas Oliveira)

Diretor da PF vai se reunir neste sábado com equipes dos presidenciáveis

O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, virá a Brasília amanhã (8) para se reunir com as equipes de campanhas dos presidenciáveis. Ainda não há horário e local para o encontro. Assessores de Galloro estão tentando fechar agenda com os grupos políticos.

A expectativa é definir um reforço na segurança dos candidatos à Presidência. A iniciativa responde a uma determinação do presidente Michel Temer que pediu ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, maior atuação da Polícia Federal depois do ataque sofrido pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

De acordo com a assessoria da PF, desde o início da campanha, todos os presidenciáveis têm à disposição dois ou mais agentes integrados às equipes de campanha. A proposta agora é oferecer um contingente maior de policiais para o trabalho.

Temer também pediu empenho nas investigações sobre o ataque a Bolsonaro. Um envolvido – Adelio Bispo de Oliveira, de 40 anos – foi detido logo após o ataque e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora (MG).

Hoje (7), Adelio foi transferido para um centro de detenção provisória e deve ser ouvido por um juíz federal até o final do dia. A PF prendeu outro suspeito que prestou depoimento, mas já foi liberado. De acordo com a PF, as investigações continuam. Não há confirmações sobre a participação de outras pessoas, mas o trabalho dos agentes é feito sob sigilo.

(Agência Brasil)

Bolsonaro, quase um mártir?

488 1

Com o título “Bolsonaro, quase um  mártir?”, eis artigo de Ricardo Alcântara sobre o atentado praticado contra Jair Bolsonaro, candidato a presidente da República pelo PSL, e suas implicações no processo sucessório. Confira:

A campanha eleitoral de 2018 já se dava numa conjuntura muito singular: o governo tem rejeição unânime da sociedade, o favorito nas pesquisas se encontra preso, um só candidato monopoliza metade do tempo de propaganda e a extrema-direita tem um candidato que ousa dizer seu nome. Não é pouco.

Agora, torna-se ainda mais incerto com o atentado sofrido pelo candidato Jair Bolsonaro numa passeata em Juiz de Fora. Pelo que se pode apurar até o momento, tratou-se de um ato isolado, de iniciativa individual do agressor, sem nenhuma conexão com grupos organizados de nenhuma ordem e, sendo assim, o incidente não atinge o processo institucional. O suspeito, inclusive, já está preso.

Portanto, a campanha em nada terá seu curso alterado, mas é evidente que haverá repercussão no processo de definição dos votos. O mais óbvio que se pode supor é a unção do candidato à condição de quase mártir da luta contra a criminalidade e, num primeiro momento, um estancamento no aumento de sua rejeição, mais célere nas duas últimas semanas.

Tanto é forte a crença de que a candidatura de Bolsonaro se beneficia do episódio, por mais condenável seja, que, no pulso das redes sociais, muitos colocaram em circulação a suspeita de um incidente montado, armado pelos próprios simpatizantes do candidato – versão que já se dispersa, uma vez que, sabe-se agora, o ferimento não foi tão superficial quanto se supunha.

Por, pelo menos, os próximos dias, o incidente será o fato dominante da campanha. Virou a pauta principal do noticiário dos veículos de massa e seu desdobramento será acompanhado, como um seriado dramático, com grande interesse do público capítulo a capítulo: o atentado, a recuperação cirúrgica, a saída do hospital, o período de repouso e, no capítulo final, o apoteótico retorno à cena com demonstração pessoal de determinação do candidato em levar adiante, a qualquer risco, sua refrega messiânica contra os perturbadores da ordem em geral.

Sim, os que o rejeitam usarão o episódio para demonstrar que a “pregação de ódio” do capitão voltou-se contra ele mesmo e que ele teve uma amarga resposta para sua equivocada proposta de armar indistintamente os cidadãos. Mas, penso eu, o saldo de tudo isso será favorável às pretensões do candidato, embora fosse pretensioso de qualquer modo medir desde já seu alcance.

O mais é desejar o pronto restabelecimento da saúde de Jair Bolsonaro, abruptamente ameaçada por um ato covarde e condenável sob todos os aspectos.

*Ricardo Alcântara

Escritor e publicitário.

Câmara Municipal aprova projeto que cria o Dia da Distrofia Muscular de Duchenne

676 9

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou nessa quinta-feira (6) o projeto de lei que estipula o dia 7 de setembro como a Data Municipal da Distrofia Muscular de Duchenne, bem como instala a Semana de Conscientização da Doença. A iniciativa é do vereador Michel Lins (PPL).

Com a criação do dia e da semana de conscientização da distrofia muscular de Duchenne, as pessoas terão acesso às informações sobre a doença e poderão observar se seus filhos apresentam os sintomas. Também os profissionais de saúde poderão receber mais informações sobre a doença, dando consequentemente a devida importância e tratamento. “Alertar e conscientizar é a meta”, explica Michel Lins, que agradeceu ao presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), por acelerar o processo na Casa, além do prefeito Roberto Cláudio, que se comprometeu a sancionar a lei.

Visando também o diagnóstico precoce e acesso do município de Fortaleza a recursos do Ministério da Saúde para  doenças raras, Michel Lins atendeu orientação do presidente do Legislativo Municipal, Salmito Filho, para protocolar projeto de lei que garante a todas as crianças matriculadas na pré-escola de Fortaleza o direito de realizar o exame chamado CPK (creatinofosfoquinase). É um exame simples e de baixo custo, que já está previsto no SUS, mas que não é aplicado pela então falta de habilitação do município.

Distrofia de Duchenne

A Distrofia de Duchenne é uma doença degenerativa, progressiva e que não tem cura, afetando cerca de uma a cada 3.500 crianças do sexo masculino, essa doença é tão grave que se não tratada precocemente a fraqueza muscular evolui para a incapacidade de andar, se agravando de tal maneira a paralisar os demais membros e órgãos até levar ao óbito. Geralmente a média de vida de uma pessoa que tem a doença é de apenas 20 anos.

Segundo a ACDM (Associação Cearense de Distrofias Musculares) estima-se que cerca de 3.500 crianças do Estado do Ceará são portadores da síndrome de Duchenne, mas atualmente só se conhece cerca de 40 casos confirmados, pois pela falta de conhecimento as pessoas acham que seus filhos tem apenas fraqueza outro tipo de doença e quando se dão conta já é tarde demais.

(Fotos – Divulgação)

Próximas horas serão fundamentais contra quadro de infecção de Bolsonaro

401 1

Após cirurgia para estancar uma hemorragia em veia abdominal e a retirada de parte do intestino grosso, o risco agora para o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, é uma infecção no ferimento, que poderá se alastrar para todo o corpo. É o que diz a equipe médica que atende Bolsonaro, que afirma ainda que as próximas horas serão fundamentais para uma avaliação da verdadeira situação.

O candidato foi agredido a faca durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG), na tarde dessa quinta-feira (6). O agressor Adelio Bispo de Oliveira, 40, disse que agiu sozinho, mas um segundo suspeito se encontra detido na sede da Polícia Federal em Juiz de Fora.

(Com Agências)

Homem é detido com R$ 70 mil, remédios e santinhos de candidato a deputado federal

Homem foi detido na madrugada desta quinta-feira, 6, no bairro Novo Portugal, com R$ 72.021,95, milhares de cápsulas de medicamentos e uma caixa com panfletos do candidato a deputado federal Roberto Pessoa (PSDB). O material foi apreendido e teria sido encaminhado à Polícia Federal (PF), segundo O POVO apurou. O suspeito foi liberado após prestar depoimento na Delegacia Metropolitana do Eusébio, informou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Ainda de acordo com a pasta, policiais militares faziam patrulhamento no bairro quando avistaram o veículo suspeito. Após a abordagem, o dinheiro, os santinhos e as cápsulas foram encontradas. De acordo com fonte da Polícia Civil, sob condição de anonimato, o suspeito do crime eleitoral é Mauro Henrique Nascimento Ramalho, conhecido como Dr. Mauro, candidato derrotado à Prefeitura do Eusébio nas eleições de 2016.

A assessoria de imprensa do candidato Roberto Pessoa negou relação com o homem detido. “Tomamos conhecimento, por meio das redes sociais, que circulam imagens de uma suposta apreensão (…) Desde já, a Coordenação da Campanha se coloca à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento e para auxiliar a apurar o acontecimento, que claramente tenta prejudicar a imagem do candidato Roberto Pessoa, que tem uma vida pública construída dentro da legalidade, da ética e da seriedade”, argumentou em nota. A assessoria ainda ressalta que o homem prestous esclarecimentos e foi liberado.

A assessoria de imprensa da PF disse desconhecer o caso, assim como o Ministério Público Eleitoral (MPE). O POVO Online não conseguiu contato com Dr. Mauro.

(O POVO Online)

Filho de Bolsonaro diz que agressão ao candidato já era temida

389 1

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (RJ), filho mais velho de Jair Bolsonaro, disse que o risco de o pai sofrer agressão “era prevista por pessoas mais próximas” e avaliou que pode ser resultado do que o candidato defende na campanha. “Quem ainda não percebeu contra o que a gente está lutando acho que hoje foi mais uma prova. A gente sempre sabia que isso podia acontecer. A gente tem se prevenido e tem evitado muita coisa, mas quando acontece como aconteceu hoje é que a ficha cai”, afirmou..

Flávio Bolsonaro, que está a caminho de Juiz de Fora, onde seu pai foi esfaqueado, gravou uma mensagem de áudio dizendo que o candidato foi medicado e que o ataque “foi um susto”. Além de confirmar que seu pai foi ferido, ele agradeceu a preocupação das pessoas que têm se manifestado e pediu orações.

“É verdade que o meu pai sofreu um atentado em Juiz de Fora. Um vídeo bastante impactante. Uma pessoa no meio da multidão tenta dar uma facada no coração dele. Graças a Deus tinha um rapaz que percebeu a hora em que ele ia enfiar a faca e conseguiu desviar o braço do cara que tentou matar meu pai, mas está tudo bem com ele, que está em Juiz de Fora. Foi medicado lá. Foi só susto. Obrigado a preocupação de tudo mundo. Para tranquilizar vocês que está tudo bem com ele e pedir que intensifique as orações por nós”, afirmou.

(Agência Brasil/Foto – Reprodução Redes Sociais)

Eleições 2018 – Tasso critica a falta de debates e defende renovação

326 1

O senador Tasso Jereissati (PSDB) lamentou

A falta de debates políticos na atual campanha foi criticada, nesta manhã de quinta-feira, pelo senador Tasso Jereissati (PSDB). Foi durante visita que ele fez, ao lado de General Theophilo, candidato tucano ao Governo, e de Dra Mayra, postulante do PSDB ao Senado, à cidade de Quixeramobim.

“Queremos debates. Quanto mais debates, melhor. Mas, a força do governo Temer e a do Governo do Estado unidos é muito forte para tentar evitar qualquer competição”, admitiu Tasso.

Ele disse, no entanto, que o grupo vai seguir percorrendo o Ceará todo, levando as propostas do General Theophilo e da Dra. Mayra porque “o Ceará precisa de renovação e de autoridade”.

Já o General Theophilo reiterou sua proposta para a área da segurança pública: “Vamos tirar o oxigênio do crime organizado, que é a droga. E, com isso, vamos usar o tripé que defendemos para a segurança: inteligência, tecnologia e fiscalização”.

(Foto – Divulgação)

Identificado autor do atentado contra Bolsonaro

A Polícia Militar identificou o suspeito de esfaquear o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, confessou o crime, informou a PM ao Portal G1.

O homem é natural de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, e foi preso em flagrante logo após o incidente.

Bolsonaro participava de um ato de campanha em Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, e estava nos ombros de apoiadores quando foi atingido.

De acordo com a TV Integração, o suspeito foi levado para a delegacia da Polícia Federal na cidade. Um inquérito já foi aberto pela Polícia Federal.

(Foto – PM de Minas)

Paracuru sofre abandono na área do turismo

A Associação Turística de Paracuru, por meio do seu presidente, Capitão Moreira, e vice-presidente, Ângela Tuzze, manda nota para o Blog onde apela às autoridades por apoio ao setor nesse município do Litoral Oeste. Confira:

Prezado jornalista Eliomar de Lima,

Como voz da Associação Turística de Paracuru, composta pela sociedade civil, hoteleiros e restaurantes, pedimos socorro e chamamos a atenção do Poder Público que não acata as reivindicações, muito menos investe nos equipamentos da área dispostos nestaa cidade.

A secretaria responsável faz pouco caso de sua responsabilidade em todos os âmbitos. Praias sem manutenções sanitárias e ruas sem sinalizações são só o início do descaso. Já é notório a perda de público refletindo nas ocupações da pousadas e mesas vazias. Em plena alta estação, não há tanta procura.

O comércio, por sua vez, se reinventa com promoções e ofertas, mas com uma cidade sem manutenções viárias e coletivas, Paracuru acaba descartadas como opção nos próximos feriadões.

*Presidente da Associação Turística
Capitão Moreira

*Vice presidente
Ângelo Tuzze

Operação Abre Alas, do MP do Ceará, afasta prefeito de Aracoiaba

A Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP) e a Polícia Civil deflagraram, na manhã desta quinta-feira (6), a “Operação Abre Alas” que culminou no afastamento do prefeito de Aracoiaba, Antônio Cláudio Pinheiro, por irregularidades em contratos milionários para promoção dos festejos do Carnaval de 2016. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Estado.

Ao todo, a operação cumpriu 14 mandados de busca pessoal e domiciliar nos municípios de Aracoiaba, de Fortaleza e Região Metropolitana, suspensão da função de agentes públicos e quebra dos sigilos bancário e fiscal.

Também foram afastados de seus respectivos cargos públicos os secretários de Finanças e irmão do prefeito, Francisco de Assis Pinheiro; do Meio Ambiente e Urbanismo, Alexandre de Oliveira Rezende; e o secretário de Educação e ex-secretário de Cultura do município de Aracoiaba, Francisco Emílio Campelo Freitas. Além destas ações, foram realizadas busca pessoal e apreensão em órgãos públicos e nas residências de todos os investigados, inclusive na casa da ex-vice-prefeita de Aracoiaba, Maria Valmira Silva de Oliveira, bem como nas residências dos sócios das empresas Ordnas Centro de Negócios Comerciais e Serviços EIRELI e Dourado e Brito Construções, Comércio e Serviços EIRELI-ME.

Conforme a investigação, foram comprovadas irregularidades em procedimentos licitatórios para a cessão de uso de bem público do município de Aracoiaba (praça de eventos) para a organização das festividades carnavalescas do ano de 2016 e há indícios de vícios em outros contratos de obras, coleta de lixo e fornecimento de merenda escolar.

Subiu 3 pontos – Ibope confirma vice-liderança de Ciro na corrida presidencial

 

O Ibope divulgou nesta quarta-feira (5) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial.

Sobre esse levantamento, o Ibope divulgou a seguinte nota:

“Como informado ontem, na pesquisa de intenção de votos realizada entre os dias 1 e 3 de setembro, para seguir as decisões decorrentes do indeferimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, que proibiram, entre outras coisas, que o ex-presidente participasse, como candidato, de atos de campanha, o Ibope deixou de aplicar o questionário em que o nome de Lula aparecia como postulante ao cargo de presidente da República, como constava do registo da pesquisa feito no TSE.

O instituto pesquisou apenas o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparecia juntamente com os candidatos que pediram registro.

O Ibope indagou ao TSE se este procedimento estava correto.

Em sua decisão de hoje, o ministro Luiz Felipe Salomão explicou que, segundo a lei, o TSE está impedido de responder a consultas como essa durante o período eleitoral.

Diante disso, e convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o Ibope decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e o ‘Estado de S.Paulo’.”

Confira os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 22%
Marina Silva (Rede): 12%
Ciro Gomes (PDT): 12%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Fernando Haddad (PT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera (PSTU): 1%
João Goulart Filho (PPL): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 21%
Não sabe/não respondeu: 7%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Lula.

No levantamento anterior, feito de 17 a 19 de agosto, os percentuais de intenção de votos no cenário em que o candidato do PT é Haddad foram os seguintes: Bolsonaro, 20%; Marina, 12%; Ciro, 9%; Alckmin, 7%; Haddad, 4%; Alvaro Dias, 3%; Eymael, 1%; Boulos, 1%; Meirelles, 1%; Amoêdo, 1%; Cabo Daciolo, 1%; Vera, 1%; João Goulart Filho, 1%; Branco/nulos: 29%; Não sabe/não respondeu: 9%.

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 2.002 eleitores
Quando a pesquisa foi feita: 1 a 3 de setembro
Registro no TSE: BR‐05003/2018
O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

(G1)

Polícia Federal diz em relatório: Temer recebeu vantagens indevidas da Odebrecht

Um relatório da Polícia Federal  enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) e revela ter encontrado indícios de que o presidente Michel Temer recebeu vantagem indevida da construtora Odebrecht. A informação é da TV Globo, adiantando que no documento o delegado Thiago Delabary aponta, ainda, suspeitas de que Temer cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A TV Globo procurou a assessoria do presidente e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

O inquérito no qual o relatório foi enviado se refere a um jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, em que se teria acertado o repasse ilícito de R$ 10 milhões ao MDB.

De acordo os delatores da Odebrecht, teriam participado da reunião Eliseu Padilha (atual ministro da Casa Civil), o então presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, o ex-executivo Cláudio Melo Filho e o então vice-presidente Michel Temer

A TV Globo também procurou a assessoria de Padilha e aguardava resposta.

Conforme o delegado Delabary, há indícios de repasses de R$ 1.438,00 a Temer após pedidos de Moreira Franco (atual ministro de Minas e Energia).

“Michel Miguel Elias Temer recebeu, em razão da função, por intermédio de João Baptista Lima Filho, em São Paulo/SP, R$ 500.000,00 em 19/03/2014, R$ 500.000,00 em 20/03/2014 e R$ 438.000,00 em 21/03/2014, totalizando R$ 1.438.000,00, decorrentes da solicitação dirigida por Moreira Franco a executivos da Odebrecht, além de ser o possível destinatário dos valores recebidos por José Yunes em 04/09/2014, em seu escritório de advocacia, fatos que, somados ao invariável emprego de dinheiro em espécie e de pessoas interpostas, espelham as condutas insculpidas no artigo 317 (corrupção passiva) do Código Penal e no artigo 1° da lei 9.613/98 (lavagem de dinheiro”, diz a PF.

Agora, o relator do inquérito, ministro Luiz Edson Fachin, deverá encaminhar o caso para análise da Procuradoria Geral da República, que decidirá se denuncia ou não o presidente.

(Foto – Agência Brasil)

General e Tasso cumprem agenda em três regiões do Estado

O General Theophilo (PSDB), candidato ao governo do Ceará pela coligação Tá na Hora de Mudar (PSDB/PROS), e o senador Tasso Jereissati (PSDB) visitarão três regiões do Estado nos próximos dias.

A agenda, que ainda contará com a presença da candidata ao Senado, Dra. Mayra (PSDB), será iniciada nesta quinta-feira (6), no Sertão Central, a partir das 10h. A comitiva estará em Quixeramobim; às 15h em Boa Viagem e no final da tarde em Canindé.

Na sexta-feira (7), a programação acontecerá na Serra da Ibiapaba, com visitas aos municípios de Viçosa do Ceará, às 15h, e Tianguá às 17hs.

No sábado (8), campanha prossegue na região norte do Estado. A partir das 10h visitam o município de Acaraú e às 15 horas Itapipoca.

(Foto: Divulgação)