Blog do Eliomar

Categorias para Política

Bipolaridade de amor e ódio com Lula desgasta Ciro

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

Ciro Gomes (PDT) ressurgiu como alternativa presidencial na esteira das incertezas sobre a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Astuto, percebeu que havia filão eleitoral e tanto de centro-esquerda na oposição a Temer. Tentou surfar nesse segmento. Até agora, não decolou.

Ciro disputa eleições há 35 anos. Tantas quanto Lula, mais que Aécio Neves (PSDB), Bolsonaro, Marina Silva (Rede)… Não convence muito como “novo”. A bipolaridade de amor e ódio com Lula e o PT também não ajuda. Desgasta a imagem tanto com simpatizantes quanto com quem odeia os petistas.

Izolda Cela para suplente de senador?

O maridão Veveu Arruda (PT) e sua Izolda.

A vice-governadora Izolda Cela pode até não pensar em mandato ano que vem, mas, para algumas lideranças do seu PDT e da área de influência do governador Camilo Santana, ela não pode ficar excluída do processo.

Há setores querendo que Izolda ocupe uma das vagas de suplência de senador. Se Cid Gomes for mesmo consolidado para essa disputa, teria Izolda nessa condição, defendem alguns pedetistas.

(Foto – Balada In)

Porto do Pecém – Obras de ampliação estão paradas por falta de dinheiro

O colunista Lauro Jardim, do O Globo, informa:

Não é só o metrô de Fortaleza que sofre por falta de recursos do governo do Ceará. A ampliação do Porto de Pecém, previsto inicialmente para o fim de 2017, parou pela segunda vez só este ano por falta de recursos. O governo deve R$ 40 milhões.

Por conta disso, cerca de 200 funcionários foram afastados.

“La Dolce Vita” de Sergio Machado em Fortaleza

243 1

Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro – subsidiária da Petrobras, nos governos Lula e Dilma, vive uma rotina em Fortaleza que em nada lembra sua condições de delator na expectativa de sentença judicial. Mora em sua mansão de 1.200 metros quadrados, a poucos metros do mar, frequenta academia de ginástica, missas e até o shopping Riomar, onde foi fotografado na companhia de netos. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em suas andanças, Sérgio Machado é sempre acompanhado de seguranças. Mesmo quando vai ao shopping.

O ex-senador frequenta, a missa das 18h, de segunda a sexta-feira, na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Dunas, Fortaleza.

O delator do “quadrilhão do PMDB” tem três filhos no exterior. Um mora em Miami, outro em Londres e um terceiro em Nova York.

Camilo entrega base do BPRaio de Maracanaú

O governador Camilo Santana (PT) entregou, na manhã deste sábado, em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), uma base fixa do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). O efetivo da unidade contará com 56 policiais militares.

É a primeira base fixa do BPRaio no cronograma de implantação do grupamento motorizado para cidades acima de 50 mil habitantes no estado, informou o governador.

O BPRaio em Maracanaú contará com 56 policiais, 24 motos e duas carros da polícia. O investimento em veículos, equipamentos e na sede da unidade é superior aos R$ 2 milhões.

(Foto  Facebook do Goernador)

Acquario do Ceará: mais um capítulo

Editorial do O POVO neste sábado (23) aponta que grupo chinês pode firmar parceria com o Governo do Estado para seguimento às obras do Acquario. Confira:

A viagem do governador do Estado, Camilo Santana, à China, trouxe novamente à tona o debate sobre o Acquario do Ceará. A obra, concebida em 2008, e com a construção iniciada em 2011, sempre foi cercada de polêmicas. Herdada por Camilo da administração anterior, de Cid Gomes, a construção foi orçada inicialmente em R$ 450 milhões, dos quais cerca de R$ 130 milhões já foram consumidos. Até hoje o empreendimento está inconcluso, tendo sido suspenso o contrato com a empresa americana ICM-Reynolds, responsável pela parte técnica do empreendimento.

Em Pequim, Camilo reuniu-se com o grupo chinês Fosun Internacional Limited, com o qual, segundo o governador, está sendo estudada “parceria” para dar seguimento às obras. As informações dão conta de que seria formado um grupo de estudo, com representantes da empresa e do governo, para estabelecer os termos desse acordo. O governador mostra-se confiante no sucesso da parceria, dizendo que os empresários chineses já conhecem o Ceará e que ficaram “animados com negócio”.

Em 2016, Camilo Santana garantiu que não gastaria mais “nenhum dinheiro” do governo com o Acquario e passaria a buscar parcerias privadas: “Não dá mais pra gastar dinheiro público nessa obra”. Pelo que se vê, uma parte da promessa está sendo cumprida. A outra, de não mais investir dinheiro público no aquário, ainda está por se ver. E isso vai depender do tipo de acordo que o governo vai propor aos empresários chineses – e de estes aceitarem as condições do governo. Se o acordo prosperar, talvez uma obra gigantesca que começou sem planejamento adequado e sem plano de negócios, possa encontrar um caminho que reduza prejuízos.

Para o bem do Ceará, seria interessante que a parceria desse resultado, e que, de fato o negócio fosse feito sem a necessidade da inversão do dinheiro público, economizando recursos que poderiam ser mais bem aplicado em setores nos quais a necessidade é mais urgente, como saúde, educação e segurança.

Quem ganha com o descrédito

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

A campanha presidencial deverá estar em pleno curso dentro de um ano e a incerteza só aumenta, à medida que a eleição se aproxima. O descrédito dos potenciais candidatos ficou escancarado pela pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta semana. Nenhum candidato tem rejeição abaixo de 50% e o líder em todos os cenários está seriamente ameaçado de ser impedido pela Justiça de concorrer.

Na terça-feira, no Live Política, transmissão ao vivo no perfil do O POVO Online no Facebook, o colega Ítalo Coriolano me perguntou se essa rejeição dos candidatos sugere que o futuro presidente da República pode não ser nenhum dos postulantes que estão aí colocados. É uma possibilidade, sim. Respondi a ele que o cenário está pavimentado para o aparecimento de uma novidade, algo diferente.

O problema é que o tempo para surgir uma novidade fica cada vez menor. No âmbito nacional, um candidato só é viável se tiver estrutura capilarizada, alianças nos rincões, estrutura em todo o País. Não dá para aparecer do dia para a noite.

Porém, a saída para o impasse pode não necessariamente ser uma novidade. Num cenário de desgaste do poder, como ocorre hoje, a oposição tende a capitalizar o sentimento de rejeição. Porém, quando a desacreditação é total dos candidatos e atinge também os opositores — chega ao sistema político inteiro — e nenhuma novidade consegue sobressair, quem pode sair ganhando é o governo. Se todos são rejeitados, a força da máquina pode ser o diferencial capaz de induzir o voto. Se tanto faz um como o outro, na visão do eleitor, essa concepção pode ajudar quem tem a caneta para conceder benefícios de imediato à população.

Tal realidade se torna muito mais improvável diante do grau de desgaste do governo Michel Temer (PMDB). Ultrapassou-se o patamar no qual o governo é impopular. Os índices atuais são completamente ridículos. Dilma Rousseff (PT) tinha o recorde anterior de impopularidade. Nessa última pesquisa, Temer tem a metade do índice de ótimo e bom obtido por ela, que já era vergonhoso. Então, a de se considerar que o governo está num patamar de desacreditação sem precedentes. Não é situação normal.

Estivesse o governo Temer um pouquinho melhor, teria condições de influenciar as eleições de maneira bastante significativa. Nem precisava ser muito mais popular. Não precisava ser amado. Bastava ser pouquinha coisa menos odiado e já teria cenário ao seu feitio. Fosse impopular no nível em que foi um José Sarney (PMDB), um Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no fim de seu mandato, já estaria em boa posição. Ocorre que a situação de Temer é ruim sem qualquer precedente.

Mesmo assim, a economia dá sinais tímidos de recuperação. O PIB voltou a crescer, embora muito discretamente. Caso haja melhora contínua nos próximos 12 meses, quem sabe o governo terá capacidade de fazer a diferença a favor de um candidato que apoie. Nem precisa de muita coisa. Com a máquina, os braços do governo espalhados por todo o País e o financiamento costumeiramente generoso para candidatos de situação, se for capaz de levar seu candidato a algo em torno de 18% a 20%, já estará na briga pelo segundo turno. E, no segundo turno, tudo pode acontecer.

De modo que, por mais que a situação de Temer seja tenebrosa, ainda é possível que o governo consiga emplacar o sucessor. Provável não é, no cenário de hoje. Mas, possível é. O presidente dá sinais de que tem essa compreensão.

Uma das muitas dificuldades para ele está no fato de que, apesar da melhora do PIB, não houve retomada do investimento. Sinal de que ainda há muita desconfiança. E, sem investimento, não tem jeito de o País crescer de forma sustentável e continuada. Sem crescimento e retomada de emprego, não tem como o governo melhorar a avaliação.

A agenda de reformas profundamente impopulares complica ainda mais.

PT diz que candidatura de Lula é irrevogável

Em nota enviada ao Blog, o Partido dos Trabalhadores (PT) reafirma a opção irrevogável pela candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2018, segundo Resolução aprovada na reunião do Diretório Nacional do partido. Confira:

Não há dúvida de que eleição sem Lula é fraude! O ataque a Lula configura um ataque à democracia brasileira, especialmente, ao direito inviolável de escolha da cidadã e do cidadão.

As espetaculares manifestações de apoio popular à caravana “Lula Pelo Brasil”, em sua passagem pelo Nordeste, confirmam o que as pesquisas já indicavam: Lula é a única liderança política capaz de mobilizar a esperança do povo na retomada da democracia, do desenvolvimento e das conquistas sociais.

Sobral se prepara para o centenário da Teoria da Relatividade

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (23):

O presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o físico Ildeu de Castro Moreira, professor da UFRJ, esteve em Fortaleza nesta semana. Reuniu-se com representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Sobral para tratar do centenário da confirmação da Teoria da Relatividade de Einstein, que teve como palco a cidade de Sobral, em maio de 1919.

Uma série de eventos científicos está sendo planejada, em Sobral, com a participação de cientistas internacionais.

O lançamento dos festejos deve ocorrer ainda neste ano. Ontem, o professor Ildeu se reuniu com a vice-governadora Izolda Cela, o secretário Inácio Arruda, o professor Tarcísio Pequeno (Funcap) e o prefeito de Sobral Ivo Gomes. Na quinta-feira (21), Ildeu proferiu palestra na sede da Adufc.

Sobral já tem o Museu do Eclipse em homenagem à confirmação dos pressupostos científicos da teoria da relatividade.

Eduardo Carnelós assume defesa de Temer

O responsável pela defesa do presidente Michel Temer na segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República na Câmara dos Deputados será o criminalista Eduardo Carnelós. O advogado Antônio Cláudio Mariz deixou a defesa do presidente – foi Mariz quem conduziu a defesa de Temer na primeira denúncia feita pela PGR – ao alegar conflito ético, uma vez que já havia defendido no passado o doleiro Lúcio Funaro, um dos delatores da nova denúncia.

A nova denúncia acusa Temer dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A denúncia foi entregue na quinta-feira (21) na Câmara, mas a tramitação só se inicia na próxima semana. O primeiro passo será a leitura da denúncia no plenário, o que só pode ocorrer em sessão com quórum de, no mínimo, 51 deputados. Por esse motivo, a peça não foi lida nessa sexta-feira (22), diante da presença de apenas dois deputados.

O presidente Michel Temer tem até dez sessões para apresentar a defesa na Comissão de Constituição e Justiça. Enquanto apresenta a defesa, o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), deverá definir o relator da proposição. Após apresentação da defesa, a CCJ tem até cinco sessões para elaborar e votar o parecer, que poderá ser pela aceitação ou arquivamento da denúncia. De toda forma, a decisão final sobre a abertura ou não de investigação contra o presidente da República cabe ao plenário da Câmara.

(Agência Brasil)

Gilmar Mendes mantém presos os irmãos Joesley e Wesley Batista

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes negou nessa sexta-feira (22) o pedido de liberdade aos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F, presos preventivamente na semana passada por uma decisão da Justiça Federal em São Paulo.

A soltura dos acusados foi decidida pelo ministro no caso em que os irmãos Batista são acusados crime de insider trading [informação privilegiada], sob a suspeita de usarem informações obtidas por meio de seus acordos de delação premiada, para venderem e comprarem ações da JBS no mercado financeiro.

Na decisão, Gilmar Mendes entendeu que o habeas corpus não pode ser analisado pelo STF antes da uma decisão de mérito de outros pedidos que estão em tramitação nas instâncias inferiores da Justiça.

(Agência Brasil)

Caso da estudante de Jornalismo, vítima de racismo em Aracaju, ganha debate em duas comissões na Câmara Federal

O caso da estudante de Jornalismo na Universidade Tiradentes (Unit), em Aracaju, Thamires Menezes, 20, vítima de preconceito à raça, à etnia e às características físicas, será debatido na terça-feira (26) pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e pela Comissão de Educação da Câmara Federal.

O debate foi provocado pela deputada Rosangela Gomes (PRB-RJ), que acredita que a “discussão desse episódio específico proporcionará o debate de medidas capazes de prevenir e combater o racismo nas escolas, abrangendo desde o fortalecimento de políticas públicas até o estímulo à prática de atividades pedagógicas sistemáticas nas escolas das redes públicas e privadas de educação”.

Em junho deste ano, o professor da disciplina Comunicação e Expressão Oral – técnicas de dicção – teria dito em sala de aula que o tipo de penteado da estudante não servia para ser âncora de telejornal, na melhor das hipóteses uma repórter ou moça do tempo.

Apesar de não ser especialista na área de Jornalismo – o professor é fonoaudiólogo -, o docente alegou que o cabelo da estudante chamaria mais atenção que a notícia.

A estudante alega que foi desestimulada pela Coordenação do Curso de Comunicação Social e pela própria direção da Unit a desistir da denúncia, pois não teria ocorrido “racismo ou injúria na aula”.

A estudante alega, ainda, que os colegas da disciplina passaram a tratá-la com indiferença, depois que o professor passou a se reunir com os estudantes, fora da sala de aula.

(Com agências / Foto: Reprodução)

Secretários de Fortaleza apresentam em Singapura projetos nas áreas de transporte público e resíduos sólidos

A secretária de Infraestrutura, Manuela Nogueira, e o secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, embarcam para Singapura, nesta sexta-feira (22), a convite do governo do país localizado no Sudeste Asiático.

Os gestores irão participar de dois eventos realizados em parceria com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), o Latin America Bussines Exchange e Latin America Bussines Forum, quando apresentarão dois projetos inéditos, a serem implantados em Fortaleza, nas áreas de transporte público e resíduos sólidos.

Em vídeo, Temer rebate acusações da segunda denúncia da PGR

173 2

O presidente Michel Temer usou as redes sociais para fazer mais uma defesa contra as acusações da Procuradoria-Geral da República. Em vídeo divulgado nesta sexta-feira (22), Temer afirmou que foram apresentadas “provas forjadas” e “denúncias ineptas”. “A verdade prevaleceu ante o primeiro ataque a meu governo e a mim. A verdade, mais uma vez, triunfará”, disse. A declaração do presidente é feita no dia seguinte à chegada da segunda denúncia contra ele à Câmara dos Deputados.

No vídeo, disponível em sua conta no Twitter, Temer diz que “o princípio básico da inocência foi subvertido: agora todos são culpados até que provem o contrário”. Destacando que é vítima de uma conspiração, o presidente diz que o Brasil pode estar seguindo o mesmo caminho de regimes de exceção. “Só regimes de exceção aceitaram acusações sem provas, movidos por preconceito, ódio, rancor ou interesses escusos. Lamento dizer que, hoje, o Brasil pode estar trilhando este caminho”.

Temer voltou a criticar o áudio de uma conversa entre ele e o empresário Joesley Batista, que deu origem à primeira denúncia, rejeitada pela Câmara no início de agosto, e destacou a prisão de Joesley, ocorrida este mês.

“Graças aos áudios que tentaram esconder, mas que vieram a público acidentalmente, sabe-se que, contra mim, armou-se conspiração de múltiplos propósitos. Conspiraram para deixar impunes os maiores criminosos confessos do Brasil, finalmente presos, porque sempre apontamos seus inúmeros delitos”. Joesley e Ricardo Saud, ambos executivos do grupo J&F, foram presos após a divulgação de um áudio de quatro horas de diálogo entre ambos que, de acordo com a PGR, aponta que eles omitiram informações durante o acordo de delação premiada.

O presidente também fez um apelo aos deputados, que vão começar a apreciar a segunda denúncia contra ele na próxima semana. “Tenho convicção absoluta de que a Câmara dos Deputados encerrará esses últimos episódios de uma triste página de nossa história, em que mentiras e inverdades induziram a mídia e as redes sociais nestes últimos dias. A incoerência e a falsidade foram armas do cotidiano para o extermínio de reputações”.

(Agência Brasil)

José Pimentel debaterá conjuntura nacional em Iracema

O senador José Pimentel (PT) vai cumprir agenda, neste sábado, na cidade de Iracema, que fica a 290 km de Fortaleza. No roteiro, entrega de máquinas e equipamentos, visita a obras em andamento na cidade, palestra e encontros políticos.

A programação, sob a coordenação do prefeito Zé Juarez, terá início às 9 horas, quando o petista percorrerá as ruas da cidade que foram beneficiadas com pavimentação, por meio de recursos provenientes de emendas orçamentárias de sua autoria. Às 10 horas, na Praça Matriz, a Prefeitura entrega máquinas e equipamentos aos agricultores rurais. Na sequência, as autoridades visitam as obras de reforma do hospital municipal e de construção de uma escola.

No começo da tarde, José Pimentel participará de um debate com lideranças políticas e sociais da região, com foco na conjuntura política e nos direitos sociais. O debate será precedido de visita à nova sede local do PT, a convite do seu presidente, Antônio Filho.

Por volta das 15 horas, o senador petista terá encontro com trabalhadores rurais na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iracema. Serão discutidos temas como agricultura familiar e reforma da Previdência.

(Foto – Agência Senado)