Blog do Eliomar

Categorias para Política

Isenção de IR para professores vai à Comissão de Assuntos Econômicos

foto josé pimentel senador

O projeto (PLS 445/2012) que isenta do Imposto de Renda (IR) a remuneração dos professores será analisado em decisão terminativa pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), porém, aprovou parecer pela rejeição do texto.

O autor do projeto, senador Sérgio Petecão (PSD-AC), propõe alteração na legislação do IR tornando isentos os valores recebidos por professores em efetivo exercício na educação infantil, fundamental, média e superior. Ele entende que a isenção de IR aumentará o reconhecimento da relevância do professor e representará um incentivo para que mais profissionais integrem o magistério, contribuindo para suprir uma carência no sistema educacional.

Na CE, o projeto recebeu voto contrário da relatora, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). Em seu entendimento, os salários dos professores são tão baixos que “não adianta assegurar a isenção a quem não atingiu a condição de contribuinte”. A relatora calcula que o piso salarial dos professores, estabelecido em R$ 1.567,00 em 2008, “precisaria de uma complementação de aproximadamente 26% para que os professores que o recebem fossem alçados à condição de contribuintes na legislação do IRPF.”

O texto do relatório, aprovado em 11 de novembro de 2014, ainda argumenta que a isenção provocaria redução da receita tributária dos estados e municípios, o que poderia causar prejuízo aos professores que ganham menos.

A Comissão de Assuntos Econômicos apreciará requerimento do senador José Pimentel (PT-CE) para a tramitação conjunta do projeto com outras matérias.

(Agência Senado)

Camilo visita escolas em construção e confirma 14º salário na conta dos professores estaduais amanhã

596 2

foto-camilo-escolas

O governador Camilo Santana visita na manhã desta quinta-feira (12) duas das 17 escolas estaduais em construção em Fortaleza.

Durante as visitas, que acontecem nos bairros Luciano Cavalcante e Conjunto Ceará, Camilo confirmou ao Blog que já autorizou R$ 58,7 milhões para serem rateados entre 20 mil professores estaduais.

Cada um receberá em torno de três mil reais extras na conta nesta sexta-feira (13). Será uma espécie de 14º salário.

VAMOS NÓS – É o dinheiro do Fundeb chegando, uma conquista nacional dos docentes.

Mercado prevê déficit de R$ 148,3 bilhões do Governo Central em 2017

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda esperam que o déficit primário do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) termine este ano em R$ 148,3 bilhões.

Segundo a previsão, o desfalque nas contas públicas será maior que a meta de resultado fiscal perseguida pelo governo para este ano, que é déficit de R$ 139 bilhões.

A estimativa consta na pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro. O resultado foi divulgado hoje (12), em Brasília. Para 2018, a estimativa é déficit de R$ 125,9 bilhões.

A projeção da arrecadação das receitas federais este ano caiu de R$ 1,356 trilhão para R$ 1,345 trilhão. Para 2018, a estimativa recuou de R$ 1,465 para R$ 1,458 trilhão.

Para a receita líquida do Governo Central a estimativa para este ano manteve-se próxima da estabilidade, em R$ 1,160 trilhão.

No caso da Despesa Total do Governo Central, a projeção chega a R$ 1,312 trilhão em 2017 e R$ 1,376 trilhão no ano que vem.

(Agência Brasil)

Deputados do Psol questionam no STF o contingenciamento do Fundo Penitenciário

Deputados do Psol se reuniram nessa quarta-feira (11) com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para falar sobre o aditamento apresentado pela sigla na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 347, contestando a Medida Provisória 755/2016, que trata da transferência de receitas e recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).

Na peça, a legenda alega que a MP contraria a decisão do Supremo na ADPF 347. Em setembro de 2015, ao julgar liminar na ação, o STF entendeu que deve ser liberado, sem qualquer tipo de limitação, o saldo acumulado do Funpen para utilização na finalidade para a qual foi criado, proibindo a realização de novos contingenciamentos.

Segundo o advogado do partido na causa, Daniel Sarmento, a medida provisória, além de desrespeitar a Constituição Federal por agravar a situação dos presos, violando direitos fundamentais, como a dignidade humana, também ofende decisão do STF, que, quando determinou o descontingenciamento do fundo, determinou que os recursos teriam de ser utilizados para o fim a que se destina, ou seja, a melhoria do sistema penitenciário.

“A MP autoriza transferência de 30% do superávit do Funpen para o Fundo Nacional de Segurança Pública. Além disso, diminui as receitas do Funpen, que tinha como principal receita a destinação de 3% da Loteria Esportiva, mas agora a taxa passa a ser de 2,1%. A MP também prevê o uso dos recursos do Funpen para outros tipos de atividades, como a inteligência policial”, disse.

(Agência Câmara Notícias)

México diz que não pagará por muro na fronteira com os Estados Unidos

O governo mexicano declarou que não pagará a conta do muro, que cobrirá 3.200 km de fronteira. O preço da obra pode chegar a US$ 12 bilhões, de acordo com cálculos do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a campanha.

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, reafirmou que o México não pagará pelo muro, mas se disse disposto a trabalhar para ter uma boa relação com o governo Trump.

“É evidente que temos algumas diferenças com o próximo governo dos Estados Unidos” mas, ainda assim, o governo mexicano trabalhará “para ter uma boa relação com os Estados Unidos e seu presidente”, disse Peña Nieto.

O novo chanceler mexicano, Luis Videgaray, avaliou que “os Estados Unidos têm o direito de proteger suas fronteiras”, mas é “inadmissível que o México pague por infraestrutura dos Estados Unidos. Isso não vai acontecer”, declarou.

“Nem hoje, nem amanhã, nem nunca o México pagará por esse muro estúpido. Se Trump quiser um monumento ao seu ego, ele que pague!”, disse o ex-presidente Vicente Fox.

(Agência Brasil)

Temer: redução de juros e queda da inflação permitem retomada do crescimento

O presidente Michel Temer elogiou a decisão do Banco Central de baixar os juros básicos da economia a 13% ao ano e afirmou que, diante dos dados de queda da inflação divulgados recentemente, a expectativa é que a taxa continue caindo de forma gradual.

Segundo o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, Temer disse ter “convicção” de que “estão dados os elementos para a retomada do crescimento econômico”.

“A divulgação nessa quarta-feira (11) da taxa de inflação de 2016, em 6,29% anuais, é um dado extremamente positivo que terá sido levado em conta para a redução da Selic”, comentou o presidente, por meio do porta-voz.

Na declaração à imprensa, Parola disse que as informações disponíveis atualmente no governo indicam que a inflação continuará em queda, repedindo afirmação feita por Temer mais cedo de que o índice ficará no centro da meta (4,5%) este ano. Por meio do porta-voz, o presidente também elogiou a decisão do Banco do Brasil de reduzir os juros, anunciada pouco depois da divulgação da Selic.

“Todos os dados disponíveis indicam que nos próximos meses a inflação seguirá em queda. Com isso, o rendimento do trabalhador se vê protegido do efeito terrível da inflação e abre-se espaço para que a taxa de juros seja gradualmente reduzida, de modo responsável, consistente e sustentável. Um dos primeiros exemplos dessa tendência é o anúncio feito pelo Banco do Brasil na tarde de hoje de que está reduzindo suas taxas de juros”, afirmou Parola.

(Agência Brasil)

Guardas municipais e de trânsito poderão ter aposentadoria especial

Guardas municipais e agentes de trânsito podem ganhar direito a aposentadoria especial, com 30 anos de trabalho para os homens e 25 para as mulheres, estabelece o PLS 214/2016, do senador Paulo Paim (PT-RS). A proposta aguarda votação na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde a relatora é a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO).

De acordo com o projeto, a aposentadoria especial dentro do Regime Geral da Previdência Social poderá ser concedida a guardas municipais e agentes de trânsito aos 30 anos de contribuição se for homem, com pelo menos 20 anos na atividade, e aos 25 anos se mulher, desde de que tenha o mínimo de 15 anos na atividade.

Para Paim, a legislação é omissa em relação aos guardas municipais e agentes de fiscalização de trânsito, pois são profissionais que atuam em condições de alto risco. Assim, o senador afirma que esses servidores também merecem a aposentadoria especial em virtude da periculosidade de suas atividades.

Várias categorias já têm direito a aposentadorias especiais, pois atuam em atividades que podem por em risco a saúde do trabalhador, como policiais, médicos, eletricistas, enfermeiros, pedreiros de grandes obras e outros.

(Agência Senado)

Cearense na disputa pela Secretaria Nacional de Juventude

805 1

foto-jade-romero

A professora universitária e especialista em Políticas Públicas, a cearense Jade Romero, poderá ser indicada como secretária nacional de Juventude, após a saída do mineiro Bruno Júlio, que na semana passada ironizou o massacre de presos em Manaus. Jade é politicamente ligada ao senador Eunício Oliveira e possui o aval do deputado federal Domingos Neto, ambos do PMDB.

Outro apoio da professora cearense é da Confederação Nacional da Agricultura Familiar (Conaf), que afirma em nota que “Jade tem toda capacidade pessoal e curricular para assumir a SNJ e coordenar a criação e implantação das políticas públicas de juventude”.

TSE concede liminar para candidato mais votado em Saboeiro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu nesta quarta-feira (11) liminar ao candidato mais votado à Prefeitura de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins (PSD), que não teve os votos computados nas eleições de outubro último.

O candidato mais votado no município do Sertão dos Inhamuns, a 430 quilômetros de Fortaleza, recebeu o apoio do então prefeito Marcondes Ferraz (Pros).

Trump admite que Rússia está por trás da invasão de hackers na eleição dos EUA

A pouco mais de uma semana de sua posse como novo presidente dos Estados Unidos, o bilionário Donald Trump admitiu, pela primeira vez, que a Rússia está por trás da invasão dos computadores do Comitê Eleitoral do Partido Democrata por “hackers”, durante a campanha presidencial.

Ele também afirmou que pretende iniciar imediatamente a construção de um muro separando o México dos EUA e que o país vizinho vai “reembolsar” os custos com a obra. “Eu não quero esperar um ano e meio até que eu faça o meu acordo com o México”, disse, ao comentar sobre a possível data do reembolso, explicando que o pagamento será feito provavelmente através de um “imposto” e não pela quitação em dinheiro.

Na primeira entrevista desde que ganhou as eleições, transmitida ao vivo em rede nacional de televisão do seu escritório na Trump Tower, no centro de Nova York, o magnata considerou um “absurdo” as alegações, segundo ele infundadas, de que a Rússia tem informações pessoais e financeiras comprometedoras sobre ele. “Isso é algo que a Alemanha nazista teria feito”, destacou.

(Agência Brasil)

Fortaleza deverá ter este ano o projeto “Xadrez nas Praças”

foto-xadrez-licinio-e-eron

Uma parceria público-privada deverá este ano levar para as praças de Fortaleza o jogo de xadrez. A iniciativa é do vereador Dr. Eron Moreira (PP), que nessa terça-feira (10), esteve reunido na Secretaria Municipal de Educação (SME) com a secretária Dalila Saldanha e com o presidente da Federação Cearense de Xadrez (FCX), Licinio Correa, engenheiro civil e comodoro do Iate Clube.

“Pesquisei e estudei que outros projetos dessa magnitude já foram implantados com sucesso em algumas cidades do Brasil. O objetivo é a salutar prática do jogo de xadrez entre os jovens, principalmente das escolas públicas do município, com inclusão cultural, desportiva e social”, afirmou Eron Moreira, oftalmologista e ex-presidente da FCX, que a partir de fevereiro deverá dar entrada no projeto “Xadrez nas Praças” na Câmara Municipal de Fortaleza.

Camilo anuncia novas mudanças no ajuste do secretariado

foto-camilo-e-nelson-martins

O governador Camilo Santana anunciou há pouco novas mudanças do ajuste do secretariado, por meio de sua página no Facebook. Confira:

Dando sequência aos ajustes que temos feito no nosso secretariado neste início do ano, anuncio aqui os nomes dos novos secretários da Casa Civil, Seplag, Cidades e Seinfra.

Na Casa Civil assume como novo secretário Nelson Martins, que atualmente está no comando da Secretaria de Relações Institucionais. Na Secretaria do Planejamento assume como secretário titular Maia Júnior, com vasta experiência em governos anteriores. Na Secretaria das Cidades, o comando passa para Jesualdo Farias, ex-reitor da UFC e que também já ocupou cargos importantes em nível nacional. Já na Secretaria de Infraestrutura assume como titular Lúcio Gomes, atualmente na Cidades.

Esses ajustes feitos, juntamente com a mudança na SSPDS e SEJUS, buscam imprimir um ritmo ainda maior nas nossas ações nesta segunda metade de governo. Agradeço a cada secretário substituído pela relevante contribuição dada até hoje ao Estado do Ceará. Tem sido esse esforço conjunto o responsável pelos resultados obtidos pelo nosso estado até aqui, mesmo em meio a uma crise que tem atingido duramente todos os estados, municípios e o Governo Federal. Tenho absoluta convicção de que esse reforço na equipe de governo nos ajudará a obter resultados ainda melhores nessa missão de fazermos um Ceará cada vez melhor para cada um dos irmãos e irmãs cearenses.
E vamos pra luta!

Seguem os currículos dos novos secretários:

Nelson Martins – Engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal do Ceará. Foi secretário de Desenvolvimento Agrário do Ceará, secretário estadual da Controladoria e Ouvidoria Geral e atualmente está como secretário estadual de Relações Institucionais. Também foi vereador de Fortaleza e deputado estadual do Ceará por três vezes.

Maia Júnior – Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará e Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Ceará. Foi secretário de Transportes, Energia, Comunicações e Obras do Ceará, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, secretário estadual da Infraestrutura, secretário estadual do Planejamento e Coordenação, além de vice-governador do Ceará (2003-2006).

Jesualdo Farias – Professor Titular da UFC. Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Fortaleza, mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, especialização em tratamentos térmicos de ligas metálicas no Municipal Industrial Reserach Institute – Nagoia e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina. Foi reitor da Universidade Federal do Ceará e Secretário de Educação Superior do MEC. Foi também membro do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, do Conselho Nacional de Educação e do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

Lúcio Ferreira Gomes – Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Metotologia do Ensino Superior e MBA em Finanças. Foi secretário de Urbanismo e Obras da Prefeitura de Sobral e secretário Chefe de Gabinete do Governo do Ceará. Ocupou cargos executivos na iniciativa privada e atualmente é secretário estadual das Cidades.

Vereadores paulistanos recorrem da suspensão do aumento de salários

Os vereadores da capital paulista decidiram recorrer da decisão judicial que suspendeu o aumento de seus salários. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (11) pela Procuradoria-Geral da Câmara Municipal de São Paulo, depois de entrar com recurso no Tribunal de Justiça na tarde de ontem (10). O tribunal ainda não se pronunciou sobre o recurso.

No dia 20 de dezembro, os vereadores aprovaram aumento de 26,34% em seu vencimento. Com isso, o salário que era de aproximadamente R$ 15 mil passaria, este ano, a valer R$ 18.991,68. Os vereadores aprovaram o reajuste de seus salários faltando 11 dias para o término de seus mandatos. Além disso, o aumento para a próxima legislatura foi decidido antes mesmo da aprovação do orçamento do município.

Seis dias depois, o juiz Alberto Alonso Muñoz aceitou uma liminar movida por ação popular e suspendeu o aumento salarial. O magistrado considerou irregular a aprovação de aumento de despesa com pessoal em prazo menor que 180 dias antes do fim da legislatura.

(Agência Brasil)

“Não aprenderam nada” – Ciro critica acordos entre PT e PMDB no Congresso

foto ciro transnordestina

A recente aproximação entre PT e PMDB nas eleições pelo comando do Congresso é alvo críticas do ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Segundo Ciro, pré-candidato à Presidência da República em 2018, é “inacreditável” que petistas apoiem peemedebistas por “carguinho” ou “meia dúzia de quinquilharias do poder”.

As informações são do Estado de S. Paulo. “Se isso acontecer na Câmara, especialmente, ou no Senado, terá sido porque de fato o PT não aprendeu nada com toda a grande tragédia que aconteceu com ele”, disse Ciro, durante evento da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz) em Fortaleza.

“Como é que pode o PT, sendo o partido que foi golpeado, que denunciou para o País e para o mundo que o País experimentou um golpe, trocar o compromisso com o futuro por meia dúzia de carguinhos irrelevantes?”, continua.

Apesar das críticas, Ciro não descarta buscar apoio de petistas para sua pré-candidatura em 2018. Na Câmara, o ex-ministro tem apoiado candidatura de André Figueiredo (PDT) para presidente da Casa. O PT, por outro lado, estuda apoiar Rodrigo Maia (DEM), como forma de evitar ascensão do “Centrão” na Casa.

Já no Senado, petistas devem apoiar chapa do cearense Eunício Oliveira (PMDB) para o comando da Casa. Ex-aliado dos Ferreira Gomes, o peemedebista é hoje o maior opositor do grupo político de Cid e Ciro no Ceará.

(O POVO Online com Estadão)

Comissão aprova proibição de revista vexatória de visitante de jovem infrator internado

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou proposta que determina o fim da revista vexatória a pessoas que visitarem adolescentes infratores internados em unidades do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). A medida está prevista no Projeto de Lei 3832/15, do Senado.

O texto proíbe qualquer forma de “desnudamento ou introdução de objetos na pessoa, tratamento desumano ou degradante” e determina que a revista será feita com uso de equipamentos eletrônicos, como detectores de metais e aparelhos de raios X.

O relator da proposta na Comissão, deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), defendeu a aprovação da proposta. Segundo ele, trata-se de “uma proposta importante sob o ponto de vista da segurança pública, já vez que seu texto garante melhores condições para a socioeducação dos adolescentes cumprindo medidas de restrição de liberdade e para seus familiares e amigos que precisam visitá-los”, afirmou.

Para o autor do projeto, senador Eduardo Amorim (PSC-SE), o que se observa nas unidades de privação de liberdade existentes em todos os estados do Brasil é a imposição de revista íntima aos visitantes dos adolescentes, com desnudamento total, toque nas genitálias e esforços físicos repetitivos, inclusive em crianças. Ele entende que, além de ser ineficaz, esse tipo de abordagem é limitadora do direito à convivência familiar e comunitária dos adolescentes internados.

O projeto determina ainda os procedimentos sobre revista manual, que terá de ser feita por servidor habilitado e do mesmo sexo da pessoa revistada, de forma individual. Caso a pessoa a ser revistada assim o deseje, poderá ser realizada em sala apropriada apartada do local da revista eletrônica e sem a presença de terceiros.

(Agência Câmara Notícias)

Trump dá entrevista à imprensa em Nova York

Depois de um atraso de quase um mês, o presidente eleito Donald Trump deu há pouco sua primeira entrevista oficial à imprensa depois que venceu as eleições para a presidência dos Estados Unidos em novembro. Ele deve tomar posse como presidente em 20 de janeiro. A entrevista ocorreu na Trump Tower, em Nova York, edifício onde funciona o escritório de negócios do bilionário. O evento foi transmitido em rede nacional de televisão.

Donald Trump começou o discurso dizendo que durante a campanha eleitoral costumava a falar com a imprensa “quase diariamente”. Em seguida, agradeceu a um setor da mídia que não vem publicando as supostas informações comprometedoras sobre as suas relações com a Rússia. Ele disse que o noticiário publicado sobre o assunto pode ser originário de vazamentos da agência de inteligência. Segundo Trump, se isso de fato ocorreu, seria “uma tremenda mancha em seu registro se elas [agências de inteligência] fizeram isso.”

Antes de Trump, o vice-presidente eleito Mike Pence também mencionou brevemente as notícias sobre um suposto relacionamento do presidente eleito com a Rússia. Ele disse que as notas sobre o assunto decorrem de “decisão irresponsável de algumas organizações de notícias para correr com um relatório falso e sem fundamento”.

A entrevista foi iniciada pelo novo secretário de imprensa da Casa Branca, Sean Spicer. Ele também mencionou as informações sobre as alegadas relações de Trump com a Rússia, dizendo que são “falsas”. Spicer negou que três pessoas que atuaram na campanha de Trump estivessem sempre em contato com autoridades russas. E disse que as falsas notícias publicadas pela mídia são baseadas em relatórios “frágeis”.

(Agência Brasil)

Eunício usa telefone para pedir votos de olho na presidência do Senado

eunicio-oliveira

Eunício Oliveira (PMDB) permanecerá na toca o quanto puder, evitando declarações públicas sobre a disputa à presidência do Senado. Mas nem por isso o provável sucessor de Renan Calheiros (PMDB/AL) está parado, óbvio.

Longe de Brasília, Eunício vem torrando seu pacote de ligações interurbanas (e internacionais) para pedir votos aos colegas. Ele tem falado com pelo menos três senadores por dia.

(Veja Online)

Michel Temer: Inflação ficará no centro da meta em 2017

1061325-df_11-01-2016_jfc-4374

O presidente Michel Temer disse hoje (11) que, com os resultados positivos obtidos em 2016, a inflação ficará no centro da meta em 2017. A declaração foi feita durante a abertura da reunião do Núcleo de Infraestrutura, no Palácio do Planalto.

“A inflação hoje está em 6,29%. Portanto dentro da meta, cujo teto era 6,5%. A significar, portanto, que o que o governo está fazendo está em um caminho certo e adequado, dando resultados positivos; é evidente, ninguém esperava que, ao final do ano, chegaríamos abaixo da meta estabelecida”, acrescentou.

Segundo Temer, essa tendência de queda dos índices inflacionários se repetirá em 2017. “Toda a projeção para este ano é de redução ainda maior da inflação para ficar, na verdade, no centro da meta. Essa é uma boa notícia que eu quero compartilhar”, afirmou.

O presidente ressaltou que o governo vem cumprindo tudo aquilo que projetou, em especial no que se refere às obras de infraestrutura que ainda não foram concluídas. “No tocante às obras, especialmente as inacabadas, vamos aqui ouvir relatos sobre as que determinamos que fossem levadas adiante, nas quais remanescem pagamentos de R$ 500 mil a R$ 10 milhões. Vamos tratar também de outras obras que ainda possam seguir adiante, além daquelas que já têm sequência natural”.

Temer destacou a responsabilidade que o governo vem tendo com as contas. “Chegamos ao final do ano pagando todas as emendas, porque lei orçamentária é lei. Então, as emendas têm de ser pagas, até por serem impositivas. Pagamos as impositivas e as de bancadas, e ainda os restos a pagar de 2007 para cá. Na área de Cidades, ministério efetivou o pagamento de todos os atrasados. Ou seja, o pagamento daqueles que prestaram serviços está em dia”.

O Núcleo de Infraestrutura foi criado pelo governo federal para definir as políticas a serem implementadas no setor. Durante as reuniões foi apresentada uma lista de obras consideradas prioritárias e que possam ser concluídas com investimentos de até R$ 10 milhões, incluídas na carteira do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

As obras que precisam de mais de R$ 10 milhões para conclusão serão identificadas e priorizadas dentro do espaço orçamentário disponível para este e os próximos anos na execução do PAC

(Agência Brasil)

Camilo muda secretariado sem consultas ao PT

259 1

Com o título “Que as mudanças sejam para melhorar”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Aborda a mudança no secretariado do governador Camilo Santana (PT)  destaca alguns nomes recrutados. Confira:

Há muitos significados na confirmação do nome do empresário Francisco Queiroz Maia Júnior para compor, em papel preponderante, a equipe de secretários do governador Camilo Santana. Com larga experiência no setor público e privado, Maia se tornou conhecido pela sua capacidade de trabalho e pelo pragmatismo de suas decisões.

Maia Jr. serviu aos dois últimos governos de Tasso Jereissati como o secretário que cuidava das obras. No Governo de Lúcio Alcântara, além de vice-governador, o engenheiro ocupou a Secretaria de Planejamento e Gestão. A pasta tinha prerrogativas amplas, que passava pela coordenação da convergência entre as outras secretarias e as estratégias de ação do Governo como um todo.

Pelo que até agora se sabe, Maia vai novamente para a Seplag, que ganhará um desenho com fortes similaridades ao do tempo da administração de Lúcio Alcântara. Ou seja, o novo secretário vai exercer influência sobre todas as pastas. Será da Seplag que emanará a linha de ação do Governo.

Na prática, a indicação de Maia, que relutou em aceitar o convite, significa uma guinada na ação governamental de Camilo Santana. Ao nomear um tucano de linha liberal para ser o homem forte entre os secretários, o governador rompe com conceitos que marcaram as últimas gestões estaduais. É o caso de citar, por exemplo, a equivocada adequação da máquina pública às necessidades da política.

O fato é que, ao chegar à metade de seu mandato, Camilo Santana promove uma impactante reforma em seu secretariado. É o caso também da ida do ex-reitor da Universidade Federal do Ceará, professor Jesualdo Farias, para a Secretaria das Cidades em substituição a Lúcio Gomes, que, ao que consta, vai para a Seinfra. Notem que o PT, partido do governador, tem pouca ou nenhuma influência nas mudanças.

Até aqui, o governador não falou a respeito da questão. É importante que o faça, explicando o sentido da guinada administrativa e suas motivações. O País e o Ceará estão mergulhados numa profunda crise econômica. Portanto, é fundamental que o Governo abrigue gente experiente e mais capaz de oferecer os resultados melhores e mais rápidos.

Agenda do ministro da Saúde terá encontro com prefeitos do Ceará

foto-ricardo-barros-ministro-saude

Confirmado. Nesta quinta-feira (12 ), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, cumprirá agenda no Ceará.

Em Fortaleza, ele visitarão às 16h30min o Instituto José Frota (Centro), bem como as obras do IJF 2. Em seguida, às 18 horas, visitará o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). O objetivo é ver de perto as dificuldades, com promessa de liberação de recursos.

Ricardo Barros encerrará sua agenda ao lado do governador Camilo Santana (PT), quando terá reunião, às 19h30min, com prefeitos e gestores de saúde na Fiec.