Blog do Eliomar

Categorias para Porto

Setor portuário fechou 2017 com crescimento de 8,3%

Porto do Mucuripe, que ainda aguarda dragagem prometida pela União.

O setor portuário brasileiro registrou um aumento de 8,3% na comparação de 2017 com 2016, e movimentou 1,086 bilhão de toneladas. Compreendido por portos públicos e terminais de uso privado, esse setor havia registrado, em 2016, uma movimentação de 1,002 bilhão de toneladas. Os números foram divulgados hoje (15) pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

A movimentação de contêineres aumentou tanto em termos de tonelagem quanto de TEUs (sigla em inglês para Twenty-feet Equivalent Unity, unidade que equivale a um contêiner de 20 pés). Foram movimentados 106,2 milhões de toneladas (valor 6,1% superior ao registrado em 2016), transportadas em 9,3 milhões de TEUs (aumento de 5,7%).

A carga que apresentou maior incremento (10,3%) foi a de granel sólido, movimentando um total de 695,4 milhões de toneladas no ano passado. Milho e soja apresentaram crescimento de 71,8% e de 31,5%, respectivamente, na comparação 2017/2016. Já a movimentação de granel líquido registrou movimentação de 230,2 milhões de toneladas em 2017 – um crescimento de 3,8%, na comparação com o ano anterior. De acordo com o levantamento, a importação de derivados de petróleo aumentou em 32%, enquanto a exportação de petróleo bruto aumentou 19%.

Os terminais de uso privado movimentaram 721,6 milhões de toneladas em 2017. Em 2016, a movimentação tinha sido de 660 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 9,3%. Já os portos públicos apresentaram crescimento de 6,3%, registrando uma movimentação de 364,5 milhões de toneladas.

A movimentação de cargas aumentou 22,7% nos portos públicos e 32,9% nos terminais de uso privado de 2010 a 2017. O total de crescimento da movimentação de cargas ficou em 29,3%.

Em termos de tipo de navegação, as de longo curso apresentaram um aumento de 8%, ficando responsáveis pela movimentação de 803,3 milhões de toneladas. A navegação de cabotagem (entre portos marítimos de um mesmo país, sem perder a costa de vista) transportou 221,8 milhões de toneladas, pesagem 3,8% maior do que a registrada em 2016; e a navegação interior (ao longo de canais, rios , lagoas, enseadas, baías e angras) apresentou crescimento de 37,8% (57,3 milhões de toneladas).

(Agência Brasil)

ZPE Ceará é reconhecida como melhor Zona Franca das Américas

A ZPE do Ceará será premiada pela publicação Foreign Direct Investment (FDI) do jornal inglês Financial Times de Londres em duas modalidades: “Alto Reconhecimento – Melhor Zona Franca das Américas” e “Melhor Zona Franca em Atualização da Infraestrutura”.

O reconhecimento torna a ZPE Ceará ainda mais atrativa para os investidores internacionais. Em 2016, a ZPE Ceará também ganhou prêmio do jornal inglês nas categorias: “Melhor Zona Franca da América Latina e do Caribe- Grandes Inquilinos”; “Melhor Zona Franca para Infraestrutura”; “Melhor Zona Franca para Expansões” e “Melhor Zona Franca para Apoio à Educação e Treinamento”.

Segundo o secretário de Assuntos Internacionais, Antonio Balhmann, a premiação do FDI em dois anos consecutivos é um reconhecimento do Financial Times do esforço do governador Camilo Santana no sentido de garantir a afirmação da ZPE do Ceará com a sua enorme capacidade de gerar novos empregos.

“A gestão atual da ZPE Ceará não tem medido esforços para garantir o sucesso do projeto, que está em fase de expansão”, explicou Balhmann, que lembrou ainda que a premiação é fruto de um trabalho de divulgação internacional da ZPE Ceará realizado pela Secretaria de Assuntos Internacionais, com o objetivo de ranquear a ZPE Ceará entre as maiores do mundo.

A ZPE Ceará foi inaugurada no dia 30 de agosto de 2013, sendo a primeira do País a entrar em operação. A ZPE Ceará integra o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante, a cerca de 60 km de Fortaleza. Em maio de 2016, a ZPE Ceará incorporou uma área de 1.911,04 hectares antes destinada para a implantação da Refinaria Premium II da Petrobrás, o que permitiu a expansão de sua poligonal de 4.271,4 hectares para 6.182,44 hectares.

Conforme Balhmann, a ampliação da poligonal da ZPE Ceará significa a garantia de que o Estado possui área disponível para uma zona livre pelos próximos 50 anos. A nova área da ZPE Ceará está dividida por setores, sendo o Setor II Norte destinado para um projeto de refinaria compacta e moderna, que está em estágio avançado de negociação com a China, e o Setor II Sul para indústrias de setores diversos como petroquímico, metalmecânico, agroindústria e granito.

Conforme o presidente da ZPE Ceará, Mário Lima Júnior, a premiação do Jornal Financial Times é um excelente indicativo de que a ZPE Ceará está no caminho certo. Ele lembra que a nova área da ZPE já faz parte dos ativos do Estado.

“Dentro dessa nova área, temos a proposta negociada pelo próprio governador Camilo Santana no acordo Brasil-China, que prevê um espaço para a instalação de uma refinaria, projeto este que está se concretizando. Essa área assegura também a vinda de outros setores industriais, a exemplo de rochas ornamentais e autopeças, gerando milhares de empregos para o Ceará”, concluiu.

(Governo do Ceará)

R$ 13,8 milhões – Ibama multa CearáPortos por lançamento de carvão mineral na Praia do Pecém

A empresa CearáPortos, que administra o Porto do Pecém, localizado em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi multada em R$ 13,8 milhões pelo Ibama, em razão de acidente ambiental que resultou no lançamento de carvão mineral na praia do Pecém.

A fiscalização resultou em três autos de infração.  A maior penalidade, referente ao lançamento de resíduos sólidos (pó de carvão mineral) na faixa de areia e no mar, foi de R$ 12,5 milhões, no último dia 12/04. A administradora do porto também foi autuada em R$ 1,25 milhão por não ter comunicado a ocorrência ao Ibama, conforme estabelece condicionante da licença ambiental. O acidente teria ocorrido no início de abril. Um terceiro auto de infração, no valor de R$ 4 mil, foi lavrado em razão de a empresa ter deixado de apresentar relatório ambiental após notificação relacionada a outra ocorrência. As sanções totalizam R$ 13.809.500,00.

“O Porto do Pecém é um empreendimento relevante para o desenvolvimento econômico do Ceará e deve estar preparado para cumprir a legislação ambiental”, disse o responsável pela fiscalização do Ibama no Ceará, Miller Câmara.

“É necessário que o Complexo Industrial e Portuário do Pecém esteja preparado para reagir aos acidentes ambientais de forma satisfatória, causando o mínimo de impacto aos ecossistemas e à população local”, completou.

O Terminal Portuário do Pecém foi inaugurado em 2012.

(Ibama)

Porto do Pecém busca ser entrada de cargas do Nordeste, diz Danilo Serpa

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=oWSzk2U1vnA[/embedyt]

O diretor-presidente da Cearáportos, Danilo Serpa, avalia que o Porto do Pecém deverá ser a principal entrada de cargas do Nordeste, depois que adquiriu guindastes e outros equipamentos.

Danilo Serpa mandou vídeo para o Blog direto da 23ª Intermodal South America, o maior evento de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina, que acontece em São Paulo.

Governo do Ceará e empresários visitam a Holanda para intercâmbio portuário

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (25):

Governador Camilo Santana (PT) não vai passar o Dia de São José, 19 de março, dedicado a pedir chuvas no Ceará. Ele informa que cumprirá agenda na Europa, mais precisamente na Holanda.

Estará à frente de comitiva de secretários e empresários assinando, com o Porto de Roterdã, um memorando de entendimento voltado para intercâmbio entre esse porto e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Na programação, o grupo visitará dia 20 o Porto de Roterdã; dia 21, terá encontro com o embaixador holandês; e, no dia 22, assina o memorando. Nesse mesmo dia, em Haia, a comitiva prestigiará o Brazilian Day, evento do governo brasileiro que vai expor potencial de investimentos do País.

Com Camilo, os secretários da Fazenda, Casa Civil, Planejamento, Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico, PGJ e o presidente da Cearaportos, Danilo Serpa.

O presidente da Fiec, Beto Studart, também vai e levará comitiva de empresários de vários setores.

Camilo apresenta em Omã dados do Complexo do Pecém

44 2

foto-camilo-ira

O governador Camilo Santana (PT) apresentou nesta segunda-feira (16), em Omã, na Península Árabe, dados do Complexo Portuário do Pecém, além do início das operações da Companhia Siderúrgica, como forma de obter parceria com o país asiático.

“Estive com o vice-ministro de Transporte e Comunicação de Omã, Said Hamdoon Saif Al Harthy, responsável pela operação dos portos do país. (…) Fizemos uma visita técnica ao Porto de Sohar, que é administrado pela Sohar Industrial Port Company. (…) O secretário para Assuntos Internacionais, Antonio Balhmann, acompanha toda a agenda”, relatou Camilo, por meio de sua página no Facebook.

Porto do Pecém recebe dois super guindastes

49 1

daniloserpa

O Porto do Pecém, situado no município de São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), acaba de ganhar dois novos guindastes (tipo STS  – Ship to Shore). Instalados no Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), os equipamentos, que pesam 1.600 toneladas e medem 87 metros de altura, serão utilizados para a movimentação de contêineres.

Segundo o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa, as novas máquinas vão incrementar as atividades do porto cearense, junto com as melhorias de infraestrutura que estão sendo realizadas pelo Governo do Estado.

“Os STSs estão entre os maiores guindastes do país e vão contribuir para o aumento da movimentação através do Pecém. Em breve, quando começarem a operar, o fluxo de saída e entrada de mercadorias será bem mais eficiente”, destaca Serpa.

Governador diz que siderúrgica coloca Ceará na ‘rota do mundo’

foto camilo 160517 pecém

O governador Camilo Santana (PT) visitou nessa terça-feira (17) as obras de ampliação da infraestrutura portuária no Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). Com 99% das obras concluídas, o porto dará suporte à Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), que terá capacidade para produzir até três milhões de toneladas de placas de aço por ano, além de empregar diretamente 2,8 mil profissionais e ainda 1,2 mil terceirizadas, gerando na região outros 12 mil empregos indiretos.

“Seria bom se todo cearense tivesse a oportunidade de ver essa obra que é impressionante e que vai gerar oportunidade de emprego, dinamizar a economiae que tem tecnologia de ponta. É um sonho para o Ceará. A siderúrgica coloca o Ceará na rota de vários países”, destacou Camilo Santana.

“O Ceará vai atingir um novo patamar no que diz respeito à infraestrutura portuária. O nosso Estado estará entre as melhores opções para empreendimentos e empresas que precisam de um porto moderno e seguro para o seu desenvolvimento”, completou o secretário estadual da Infraestrutura, André Facó.

DETALHE – A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), o maior empreendimento do setor siderúrgico no País no momento, será inaugurada no próximo mês.

IFCE – Campus do Pecém terá aula inaugural na próxima segunda-feira

campusis

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) vai dar início, na próxima segunda-feira, às atividades do seu Campus do Pecém, mais precisamente no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza).

A partir das 8h30min, acontecerá a aula inaugural dos dois primeiros cursos: Eletricista Industrial e Português Instrumental, ambos na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC). O convidado para a palestra é Ricardo Parente, gerente geral de Relações Institucionais e Comunicação na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

Os dois cursos, com previsão de encerramento para setembro próximo, já estão com as turmas preenchidas. O primeiro, de 200 horas/aula, oferece 40 vagas; já o segundo dispõe de 25 vagas e possui carga de 60 horas/aula. Novos cursos serão oferecidos em breve em diferentes modalidades. Para isso, o campus do Pecém, que iniciou suas atividades em janeiro passado, continua estruturando seu quadro pessoal.

SRH quer reduzir fornecimento de água para o Complexo Portuário do Pecém e apostar em poços profundos

francisco_jose_teixeira

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (4):

A Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado está fechando uma operação que priorizará a perfuração de um total de 50 poços profundos na área do Complexo Portuário e Industrial do Pecém. O objetivo é reduzir o fornecimento de água para esse polo e priorizar o que é disponibilizado na área para atender mais comunidades.

O secretário Francisco Teixeira diz que as indústrias do Pecém consomem muita água – não falou em volume – e, no momento em que se vive instabilidade das chuvas, toda estratégia precisa ser adotada para garantir o abastecimento humano.

“A área de dunas do Pecém é rica em água, segundo estudos da Cogerh, e deve reforçar o atendimento ao complexo. Estamos acertando essa ação com o empresariado”, adianta Teixeira.

Ele continua não falando em racionamento d’água na Grande Fortaleza. Prefere confiar no xará: o São Francisco da transposição, com previsão de despejar água no Ceará, no segundo semestre.

Ibama multa Ceará Portos por derrame de carvão vegetal no mar

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Demitri Túlio, nas férias do titular:

O derrame de carvão vegetal em uma área do mar do Porto do Pecém foi de responsabilidade da Ceará Portos. O Ibama multou a “autoridade portuária” em R$ 30 mil e poderá aplicar outras multas e sanções por causa do dano ambiental.

Até essa sexta-feira (22), a Ceará Portos deveria ter apresentado ao Ibama a Ficha de Infraestrutura de Segurança do Produto Químico ali descarregado e o Plano de Resposta Emergencial.

Segundo Carlos Alberto Maia, coordenador do Núcleo de Prevenção e Atendimento a Emergências Ambientais do Ibama, um laudo apontará o quanto de carvão seguiu para o oceano.

Por enquanto, não houve mortalidade de peixes nem de outras espécies. E quem mais foi afetado, disse Maia, foram os funcionários do Porto.

O que aconteceu? O navio Vitakosmos, impossibilitado de usar as esteiraras da CSP e da Pecém Geração de Energia, foi orientado a descarregar (por guindaste) um pouco mais de 70 mil toneladas do carvão vindo da Austrália. A carga foi posta no chão sem adoção de medidas de segurança e o vento forte do Pecém arrastou parte do produto, poluindo um trecho do mar.

A Ceará Portos cometeu outro vacilo. Segundo Carlos Alberto Maia, do Ibama, a contaminação do mar pelo carvão deveria ter sido comunicada até duas horas depois do acidente. Informação omitida. O estrago só não foi maior porque a Petrobras emprestou uma barreira de contenção.

Cursos de Arquitetura e Urbanismo da UFC e da PUC/RJ fazem estudo sobre o Porto do Pecém

porto pecém

A disciplina Tópicos Avançados de Projeto Arquitetônico (TAPA), do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Ceará, através da disciplina Tópicos Avançados de Projeto Arquitetônico (TAPA), está sendo desenvolvida neste semestre, no formato de ateliê, um estudo sobre a área do Porto do Pecém.  O trabalho é uma ação conjunta com professores e alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da PUC do Rio de Janeiro.

Os participantes estão fazendo visitas ao local, levantando questões e problemas em relação ao impacto do porto e do complexo industrial e discutindo soluções. Uma turma da PUC-RJ esteve em Fortaleza para um workshop sobre o tema.

A disciplina está sendo ministrada, no âmbito da UFC, pelos professores Ricardo Fernandes, Ricardo Paiva e Romeu Duarte, bem como pelo mestrando Bruno Braga. Na PUC-RJ, as atividades são coordenadas pelos professores Marcos Favero, Gabriel Duarte e Pierre Martin.

(Site da UFC)

CSN pede celeridade aos órgãos responsáveis por licenciamento no Ceará

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira (16):

Dentro do embalo de que o Porto do Pecém está entre os equipamentos que o governador Camilo Santana (PT) quer privatizar – num pacote que envolveria ainda o Metrofor e o Centro de Eventos -, eis que a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) pediu celeridade aos órgãos responsáveis por licenciamento no Estado.

A CSN decidiu que vai construir um porto na área do Complexo Portuário e Industrial do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), aproveitando a logística ali já implantada.

Pedro Brito, diretor da área da CSN, confirma o investimento de R$ 1,2 bilhão em duas etapas, observando que esse porto servirá exclusivamente à futura Ferrovia Transnordestina, tocada pelo ex-ministro Ciro Gomes, também diretor na companhia. “A obra é para começar no início de 2016 e ficar pronta em 2018”, diz Pedro Brito para a Vertical.

Há quem indague: a chegada da CSN no Pecém abrirá portas para que o grupo se interessasse pela privatização? Eis a dúvida nesse alto mar.

Dilma define plano de concessões de aeroportos, portos e rodovias

9 1

Depois de quatro horas e meia, terminou na noite desse domingo (7) a reunião da presidente Dilma Rousseff com sete ministros, no Palácio da Alvorada, para acertar os últimos detalhes do plano de concessões de aeroportos, portos e rodovias. O encontro começou por volta das 19h e acabou em torno das 23h30. O lançamento do pacote de concessões à iniciativa privada está previsto para esta terça-feira (9), em cerimônia no Palácio do Planalto.

Os ministros presentes à reunião deixaram o Palácio da Alvorada sem dar entrevistas. Participaram os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Fazenda, Joaquim Levy; da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva; da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha; do Planejamento, Nelson Barbosa; dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues e da Secretaria de Portos, Edinho Araújo. Também esteve presente a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior.

O plano faz parte da agenda positiva do governo, que inclui também o Plano Safra 2015/2016, anunciado na terça-feira (2), que vai disponibilizar R$ 187,7 bilhões em recursos.

(Agência Brasil)

Navio com turistas não atraca em Fortaleza por causa da ressaca do mar

19 1

Um navio que transportava turistas deixou o mar de Fortaleza, nesse sábado (21), porque não conseguiu atracar no Porto do Mucuripe. A ressaca do mar, com ondas de até dois metros de altura, não permitiu a aproximação da embarcação.

Os turistas tinham como destino certo uma visita ao Centro de Turismo (Emcetur), além de outros pontos de Fortaleza. De acordo com o setor na Capital, o navio teria atracado, caso o Porto do Mucuripe tivesse uma melhor estrutura.

De acordo com o setor, não é a primeira vez que o problema ocorre em Fortaleza, quando até transatlântico deixou de atracar, por falta de estrutura do porto.

Porto do Pecém registrou movimentação recorde de mercadorias em 2014

Porto-do-Pecém-7

O Porto do Pecém, situado no município de São Gonçalo do Amarante (região Metropolitana de Fortaleza) registrou uma movimentação de mercadorias recorde nos doze meses de 2014. Foram 8,2 milhões de toneladas contra 6,3 milhões transportadas em 2013, o que representa uma variação positiva de 31%.

De acordo com a Cearaportos, gestora do Pecém, 475 navios operaram no terminal portuário durante esse período, com destaque para os granéis sólidos, que registraram incremento de 87%, movimentando 3,5 milhões de toneladas. As exportações cresceram 13%, enquanto as importações contribuíram com elevação de 36%.

Nos últimos seis anos, de 2009 a 2014, o crescimento na movimentação de mercadorias pelo Pecém foi constante, saindo de dois milhões em 2009 para 8,2 milhões no ano passado.

Ministro abrirá simpósio de logística portuária em Fortaleza

César-Borges

O secretário nacional de Portos da Presidência da República, ministro César Borges, estará em Fortaleza nesta quinta-feira. Ele vem proferir, a partir das 10 horas, no Centro de Eventos, palestra de abertura do IX Simpósio Internacional de Logística.

Em sua exposição, o ministro abordará as principais questões relativas aos portos como investimentos, as novas atribuições e competências a partir do Marco Regulatório, os gargalos e o que terá que ser feito nos próximos anos.

Além do simpósio, haverá, a Feira Nacional EXPOLOG. O encontro vai se estender até sexta-feira com cursos, oficinas e painéis dos mais variados assuntos do campo da logística portuária.

Terminal de Passageiros do Porto do Mucuripe – De vento em popa

terminal

Da Coluna Vertical, no O POVO desta sexta-feira (27):

O Terminal de Passageiros do Porto do Mucuripe, mesmo sem a área de lazer e praça de alimentação, foi aprovado e passou em todos os testes operacionais, ao receber mais de 3.500 turistas – mexicanos, especialmente, para a Copa.

A informação é do diretor de Infraestrutura e Gestão Operacional da Companhia Docas do Ceará, Mário Lima, acrescentando que, por conta disso, já estão programados mais dois grandes cruzeiros oriundos do Exterior: um virá em novembro e outro em dezembro. Ele não deu muitos detalhes, mas assegurou que, a partir de agora, Fortaleza ganhará reforço turístico via cruzeiros.

Sobre obras complementares, disse que há pucos detalhes a serem tocados e que a parte de lazer – com praça de alimentação, será arrendada. O processo licitatório é com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em Brasília.

Porto do Mucuripe – Terminal de Passageiros pronto para receber os mexicanos

mariolima

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira (10):

O terminal de passageiros do Porto do Mucuripe já está pronto para receber, às 5 horas do próximo dia 16, o MS Divina, o navio que vai trazer um total de 3.600 torcedores mexicanos para Fortaleza. O grupo vem conferir, no dia seguinte, na Arena Castelão, a partida de sua seleção contra o Brasil. “Todo o esquema já está pronto para recebermos esse contingente”, assegura o diretor de Infraestrutura e Operações da Companhia Docas do Ceará, Mário Lima.

Ele adianta não ter ficado pronto a parte de lazer do terminal, mas que o esquema funcionará num terminal de 350 metros de comprimento, com cais em condições de receber navios de até 50 mil toneladas.

Nessa segunda-feira (9), em Brasília, Mário Lima tratou das últimas providências burocráticas. Não se esqueceu de adiantar: o Porto, como um todo, ganhou, nos últimos dias, uma limpeza completa. Para gringo nenhum reclamar, é claro.

Copa 2014 – Porto do Mucuripe terá projeto para aumentar molhe de proteção

15 2

pauloandree

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quarta-feira (14):

O presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André Holanda, deixou encaminhado nessa terça-feira (13), na Secretaria Nacional de Portos, um projeto fundamental para garantir total segurança ao futuro terminal de passageiros do Porto do Mucuripe: o prolongamento do molhe de proteção, de 1,1 mil metros, em mais 400 metros de comprimento.

Isso para evitar assoreamento do porto e resolver impacto das ondas oriundas do Caribe, que dificultam atracações. O projeto, de R$ 60 milhões, será incluído no PAC 3. De acordo com Paulo André, o projeto será avaliado pelo Instituo Nacional de Pesquisa Hidroviária (INPH) e, após isso, virá o edital da obra em setembro.

Sobre o terminal de passageiros, adianta que a obra está concluída em 90% e que vai operar sem problemas para a Copa. Ele confirma, por exemplo, a vinda, dia 16 de junho, de um navio com 3.500 torcedores mexicanos.