Blog do Eliomar

Categorias para Religiao

Haddad deve indenizar Edir Macedo em R$ 79 mil por tê-lo chamado de “charlatão”

O candidato derrotado à Presidência Fernando Haddad (PT) terá que pagar R$ 79 mil ao empresário e bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record, por chamá-lo de “fundamentalista charlatão” e afirmar que o religioso tem “fome de dinheiro”.

Além da indenização, a sentença determina ainda que Haddad se abstenha de praticar qualquer ato ofensivo ou inverídico sobre Edir Macedo, sob pena de multa R$ 10 mil por cada episódio. O juiz Marco Antonio Botto Muscari, da 6ª Vara Cível de São Paulo, também ordenou que Haddad publique uma retratação em até 30 dias após o trânsito em julgado da decisão. A informação é do site Consultor Jurídico.

As declarações foram dadas pelo petista durante o segundo turno das eleições, após o bispo declarar que votaria em Jair Bolsonaro (PSL). Ao sair de uma missa, Haddad afirmou em entrevista que Edir Macedo era um “fundamentalista charlatão” e que tinha apenas “fome de dinheiro”. Depois, o ex-prefeito de São Paulo ainda disponibilizou o conteúdo da entrevista em suas redes sociais.

Alegando que foi difamado e injuriado por ter exercido seu direito de declarar o voto, Edir Macedo entrou com duas ações contra Haddad, uma criminal e uma cível. O bispo foi representado pela advogada Adriana Guimarães Guerra.

Ao pedir que Haddad fosse condenado a pagar indenização por danos morais, Edir Macedo disse que o político teve o intuito de propagar intolerância religiosa e ferir sua honra por causa da insatisfação do apoio a Bolsonaro. A ação lembra que, em outras eleições, Edir Macedo já anunciou apoio justamente ao Partido dos Trabalhadores.

Por sua vez, Haddad afirmou no processo que não teve objetivo de ofender ou causar dano ao bispo. E lembrou que Edir Macedo já foi processado por charlatanismo e teve que parar de comercializar seu livro porque continha ofensas a outras religiões. Para o juiz Marco Antonio Botto Muscari, no entanto, não é possível acreditar que Haddad, que é mestre e doutor em Direito pela USP, imagine que chamar o bispo de charlatão e faminto por dinheiro não é conduta capaz de ofender.

“Conhecedor privilegiado das normas jurídicas do país, porquanto estudou na mais tradicional faculdade de Direito brasileira, o réu [Haddad] obviamente sabe que acusações passadas de “charlatanismo, estelionato e curandeirismo”, seguidas de absolvição, apenas reforçam a presunção constitucional de inocência do bispo Macedo. Ou será que Fernando Haddad se julga no direito de, após decreto absolutório, insistir em que o líder religioso pratica, sim, ‘charlatanismo’?”, questionou o juiz na decisão.

O juiz afirmou ainda que o bispo não persegue lucro fácil, “tanto que indicou desde cedo instituição beneficente para receber a verba indenizatória”. Edir Macedo afirmou na petição que o valor da condenação será doado à Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento (Abads) — antigo Instituto Pestalozzi, que cuida de crianças com Síndrome de Down, autismo e paralisia cerebral.

Advogado de defesa de Haddad, Igor Sant’anna Tamasauskas afirmou que vai recorrer e observou que a sentença foi proferida poucas horas depois da contestação. De acordo com o andamento processual, a contestação foi juntada na noite de terça-feira (11/12). Menos de 24 horas depois, às 16 horas de quarta-feira, a sentença foi liberada.

Padre Reginaldo Manzotti cumpre agenda no Interior cearense

O Padre Reginaldo Manzotti está no Ceará.

Nesta quinta-feira, ele cumprirá agenda no Santuário de Fátima, em São Benedito, onde celebrará e terá encontro com caravanas de fieis. Na sexta-feira, será a vez de comandar o “Canta Esperança” em Sobral (Zona Norte), no Estádio do Junco.

O religioso encerrará sua peregrinação em Itapipoca no sábado, com um grande evento religioso no Parque de Exposições da cidade.

(Foto – Reprodução de TV)

Neste dia 13, preces a Santa Luzia e Nossa Senhora de Fátima

Hoje é o dia de Santa Luzia, a padroeira dos olhos na Igreja Católica.

Para atender aos muitos fieis, a igreja que leva o nome da santa, situada no bairro do Meireles, realizará missa a partir das 19 horas, tendo na presidência dom Aldo Pagotto.

Já no Santuário de Fátima, em bairro homônimo de Fortaleza, acontecem as tradicionais missas deste dia 13: ao meio-dia, às 14 horas, às 15h30min, às 17 horas, às 18h30min e às 20 horas.

(Foto – Divulgação)

Padre Reginaldo Manzotti em dose dupla no Interior cearense

130 1

O Padre Reginaldo Manzotti estará no Interior cearense por duas vezes, neste mês.

Segundo sua assessoria, dia 14, quando comandará o evento “Canta Esperança”, em Sobral, no Estádio do Junco. Esse ato terá cunho não só de louvores e orações, mas, também, em favor da construção de unidade da Fazenda Esperança, que acolhe drogaditos.

Também dia 15 próximo, no Parque de Exposições de Itapipoca.

Nestes dois eventos, o Padre Manzotti lançará seu livro “Combate Espiritual”.

(Foto – Reprodução de TV)

Dom Edmilson da Cruz comemora 70 anos de sacerdócio

105 2

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira:

Dom Edmilson da Cruz, bispo emérito de Limoeiro do Norte, ganhará Missa de Ação de Graças hoje, às 19 horas, na Igreja da Prainha, por seus 70 anos de sacerdócio. Após o ato religioso, haverá confraternização com o bispo no salão ao lado da igreja. A homenagem parte das Irmãs Josefinas e de pastorais sociais que sempre tiveram no religioso, agora aos 94 anos, um exemplo de luta em defesa dos pobres e que sempre bradou contra a sociedade de injustiças institucionalizadas.

Corajoso, nunca se curvou aos poderosos.

Um exemplo disso ocorreu no dia 21 de dezembro de 2010. Dom Edmilson, nessa data, recusou receber a comenda Dom Helder Câmara de Direitos Humanos do Senado. Nada de desrespeito à comenda, mas numa atitude de protesto contra o aumento salarial de 61,8% aprovado pelos parlamentares em causa própria. O bispo emérito discursou perante um plenário de senadores surpresos. Foi ousado e aplaudido pela maioria dos brasileiros nessa ocasião, insatisfeitos com uma classe política longe da realidade do País.

(Foto – Paulo MOska)

Arcebispo nomeia o novo diretor-geral da Faculdade Católica de Fortaleza

O arcebispo de Fortaleza, Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, nomeou o novo diretor-geral da Faculdade Católica de Fortaleza (FCF). Trata-se do Padre Francisco Antônio Francileudo.

Após receber a lista tríplice dos mais votados, no último dia 24 de outubro, o arcebispo fez a escolha e, nesta semana, assinou o ato de nomeação.

O novo diretor-geral do faculdade cumprirá mandato no período de 2019 a 2022.

(Foto – Arquidiocese de Fortaleza)

Camilo vai a local de batismo no Rio Jordão; Se batizou?

O governador Camilo Santana aproveitou a viagem com família para Israel para ir a um dos principais pontos turísticos do país localizado no Oriente Médio: o provável local de batismo de Jesus, no Rio Jordão.

Fieis costumam se batizar ou se rebatizar no rio onde João Batista teria batizado Jesus. João Batista pregava que o batismo não perdoava pecados, mas para a remissão dos pecados.

A presença do governador foi registrada pelo advogado Marcelo Uchôa, articulista do Blog.

(Foto: Facebook)

Padre Manzotti é atração do Sobral Canta Esperança

A Fazenda da Esperança São Bento, comunidade terapêutica que trabalha na recuperação de dependentes químicos, intensifica cada vez mais os preparativos para o evento Sobral Canta a Esperança, que terá como grande atração o Padre Reginaldo Manzotti. A pouco menos de um mês para a festa, que acontecerá no dia 14 de dezembro, no Parque de Exposições de Sobral (Zona Norte), a equipe de organização lança novidades e se empenha na venda de produtos e ingressos que dão acesso ao evento.

Uma das novidades é a realização de um bazar durante o evento, em parceria com a Cáritas, entidade que trabalha na defesa dos direitos humanos. Estarão à venda durante todo o evento roupas vindas da Alemanha, com preços bastante acessíveis. Outra novidade será o espaço Esquina da Esperança, onde serão vendidos artigos produzidos pelos acolhidos da Fazenda da Esperança em Sobral, como os artesanatos da Marcenaria e Escola São José e os pães da Padaria Sabores da Esperança. As agendas 2019 também estarão à venda. A Loja Esquina da Esperança funciona na Rua Coronel Mont’Alverne, nº 271, Centro (esquina com a Corpvs Segurança).

No Parque de Exposições será montada toda uma estrutura de palco, backstage, arquibancadas, estandes, praça de alimentação, estacionamento, espaços como o Oasis da Esperança, com atendimento a confissões e aconselhamento, entre outros. Cerca de 20 equipes de serviço com centenas de voluntários engajados estão trabalhando para fazer do Parque de Exposições de Sobral a Arena da Esperança. Os voluntários receberam mais orientações sobre o serviço em uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira (15), na Igreja da Sé.

A Fazenda da Esperança São Bento comemora 10 anos de atuação na cidade de Sobral e região Norte do Estado do Ceará, e agora lança, por meio do evento Sobral Canta a Esperança, uma campanha para construção de uma unidade feminina na Serra da Meruoca, a Fazenda da Esperança Santa Clara. Inicialmente, o projeto prevê a construção de uma casa com capacidade para acolher 20 mulheres e seus filhos.

Programação

O evento terá início às 15 horas com a recitação do Terço da Misericórdia. Em seguida, momentos de testemunhos com jovens que se recuperaram na Fazenda da Esperança, animação e acolhimento das caravanas, shows com a Banda Emanuel e com o Padre Reginaldo Manzotti. A festa se encerra com adoração ao Santíssimo Sacramento, seguida de missa presidida pelo bispo da Diocese de Sobral, Dom Vasconcelos, com a presença de Dom Fernando Saburido, atual bispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, que colaborou com a vinda da Fazenda da Esperança para Sobral, há 10 anos. A Santa Missa contará ainda com a animação do Padre Reginaldo Manzotti acompanhado por sua banda.

SERVIÇO

*Adquirindo a camisa e os produtos da Fazenda da Esperança, os participantes terão acesso aos espaços Pista, Arquibancada e Front na arena do evento.

*Ingressos: Pista – R$ 30 reais (camisa); Arquibancada – R$36 reais, (camisa + produto da Fazenda da Esperança; Front – R$70 reais (camisa + produto da Fazenda da Esperança).

*Maiores informações sobre vendas de ingressos podem ser obtidas pelo fone (88) 3611-0054.

Carioca, o homem que liderou o sequestro de Dom Aloísio Lorscheider

197 1

Antônio Carlos de Souza Barbosa entra cabisbaixo à sala do diretor do presídio, trazido por agentes. Cumprimenta balançando a cabeça rapidamente. Veste o uniforme da cadeia: camisa branca de algodão, calção laranja, chinelas. Desde maio deste ano, foi transferido da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL 3) para o Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira (IPPOO 2), em Itaitinga. Está ali por medida de segurança. Havia sido julgado pelo tribunal do crime para morrer, segundo ele próprio. Conta que acabou liberado pouco antes de tomar o chamado “coquetel da morte”.

Poucos fios brancos no cabelo, o rosto já com traços envelhecidos, mas ainda o olhar expressivo – como na cena marcante de 24 anos atrás, quando fez refém o então arcebispo de Fortaleza, cardeal Aloísio Lorscheider. Ainda eram tempos sem internet, mas as fotos e filmagens dele com a faca no pescoço e no costado do religioso rodaram meio mundo. O nome de batismo, comum, foi eclipsado com o tempo pela alcunha pesada que adotou. No crime, afamou-se como “o Carioca”.

Pergunto como prefere ser chamado. Pelo nome ou o apelido? “Tanto faz, não tenho mais nada a esconder”, responde. Carioca nasceu no Ceará. Ainda criança foi morar com os pais no Rio de Janeiro. O pai teria sido tenente-coronel da PM. A fala é com sotaque paulistano – dos mais de 30 anos que já viveu entre presídios, mais da metade foi em penitenciárias paulistas.

Quando jovem, Carioca garante que esteve nas Forças Armadas. Diz ter sido soldado da Aeronáutica, “a poucos meses” de se tornar oficial, mas teria saído expulso ao ser descoberto desviando armas e munições. Ao O POVO, a Força Aérea Brasileira nega que ele já tenha feito parte do contingente militar. Não encontrou nenhum registro com seu nome.

Escolhas de vida foram levando Carioca ao mundo cão. Roubou bancos, casas de câmbio, matou, liderou rebeliões, fugas de cadeias, sequestrou, foi chefe de facção criminosa no Ceará. “Graças a Deus, só nunca cometi estupro. Mas, tráfico, tudo…”, afirma, invocando a fé em meio a tantos ilícitos.

Sequestro de Dom Aloísio

No caso que lhe deu a maior notoriedade, em 15 de março de 1994, comandou um grupo de presos que manteve 11 reféns dentro do então maior presídio do Ceará, o Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS). Entre as vítimas estava dom Aloísio Lorscheider. O cardeal, que no fim dos anos 1970 chegou a ser indicado como possível sucessor do papa João Paulo I. Para Carioca, foi o refém imaginado como um passaporte para a liberdade. Mas virou o principal carimbo de sua biografia transgressora.

A cena é histórica: o cardeal jogado ao chão, imobilizado numa gravata de braço e uma faca que lhe espetava as costelas e o pescoço. Os olhos arregalados de Carioca – a tal expressividade mencionada há pouco – e o semblante assustado do religioso. Vinte horas de terror até um desfecho com todos os reféns vivos.

Carioca foi recapturado nove dias depois. As ideias para a fuga com os reféns eram outras, ele revela hoje: “Os planos na época eram pra nós invadir o aeroporto, pegar um avião”. Dias antes, parceiros do lado de fora teriam desistido de explodir a muralha do IPPS. (Colaborou Demitri Túlio)

Bastidores

As duas sessões de entrevista com Carioca foram no início de setembro (dias 4 e 11). A primeira durou 1h15min. A segunda, 35 minutos. Somadas as conversas preliminares, quase duas horas totalizadas nos dois encontros.

O primeiro pedido feito à Secretaria da Justiça, sobre a possibilidade de a conversa acontecer, foi dia 8 de agosto. No dia 28, a confirmação de que Carioca havia topado.

Carioca concedeu a entrevista sem algemas. Permaneceu calmo e sempre eloquente. Somente numa pergunta da 1ª sessão, pediu para não responder. No 2º encontro, não quis falar sobre nomes de comparsas.

Em reportagens de 1994, logo que foi preso pelo sequestro do cardeal Lorscheider, Carioca chegou a ser mencionado como condenado no caso Abílio Diniz. Porém, nunca houve aprofundamento a respeito.

O POVO falou com dois dos reféns do sequestro no IPPS: Mário Mamede, então deputado estadual, e Raimundo Brandão, à época coordenador estadual do Sistema Penal. Ambos hoje estão aposentados.

Mamede lembra de seu momento mais tenso no episódio. Disse ter sido ameaçado de morte por Carioca. “Ele dizia que não estavam brincando. ‘Vamos dar um tiro na cabeça dele, jogar no pátio’. Fiquei olhando pra ele. Não pisquei o olho até que ele não me olhou mais”.

Brandão depois tornou-se subsecretário da Justiça, que administra as penitenciárias estaduais. No dia, chegou a travar luta corporal com um dos detentos, quando o sequestro foi anunciado. Escreveu um livro sobre o caso: O pastor e os 12 reféns.

Após a entrevista, a pedido da diretoria do IPPOO 2, Carioca assinou um termo autorizando a publicação de suas declarações e das imagens.

*Mais sobre Carioca aqui.

*Mais ainda sobre Carioca aqui.

(O POVO – Repórter Cláudio Ribeiro/ Colaborou Demitri Túlio)/Foto – Aurélio Alves)

Projeto Mundo Novo Shalom promove Congresso para desenvolvimento profissional e pessoal

147 1

“Transformando o coração do homem reconstruiremos o mundo”, esse é o tema da 6ª edição do Congresso do Projeto Mundo Novo Shalom, evento que acontecerá nos dias 17 e 18 de novembro, no Marina Park Hotel e contará com palestrantes, como: Moysés Azevedo, Emmir Nogueira e Roger Valim.

Anualmente o Congresso reúne profissionais dos mais diversos segmentos e regiões do país para refletir e dialogar sobre os grandes e atuais desafios da sociedade. Roger Valim, médico pediatra e palestrante desta edição, conta que a proposta deste ano é levar o público a refletir que para “construir um mundo novo, devemos passar pela transformação do coração do homem, das famílias, das atividades e empreendimentos dos formadores de opinião”.

Roger também destaca que o Congresso contará com momentos de pregação e oração, os quais serão favoráveis à descoberta de novas perspectivas que favorecerão uma forma inovadora de pensar, sentir e agir. As palestras desta edição possuem temas atrativos e enriquecedores para o diálogo, como: “Profissional cristão ou cristão profissional?” e “Como empreender e crescer a luz de Deus”, além da palestra principal que carrega como título o tema do Congresso.

Os ingressos para participar do evento custam R$100,00, cada, e podem ser adquiridos pelo site http://cpmn2018.eventbrite.com.br ou nos dois endereços do Projeto Mundo Novo. O pagamento pelo site pode ser feito no cartão de crédito e parcelado em até 10x.

SERVIÇO

Evento: Congresso do Projeto Mundo Novo

Data: 17 e 18 de novembro

Local: Marina Park Hotel

Contato: comunicacaofortaleza@comshalom.org

Projeto Mundo Novo

Rua Andrade Furtado, 749 – Cocó

Avenida Santos Dumont, 938 – Aldeota

Show pirotécnico vai comemorar os 49 anos da estátua do Padre Cícero

Nesta quinta-feira, haverá festão em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

Hora de comemorar este 1º de novembro, que é o Dia do Romeiro e os 49 anos de inauguração da estátua do Padre Cícero. Na programação, show pirotécnico aos pés do monumento, na colina do Horto, a partir das 20h30min. Terá duração de cinco minutos e poderá ser visto de vários pontos do Cariri.

História

O projeto inicial da estátua previa que a estátua teria 7 metros de altura. Porém foi redimensionada e construída com 27 metros de altura. Foi esculpida por Armando Lacerda em 1969, sendo inaugurada em 1° de novembro do mesmo ano pelo então prefeito Mauro Sampaio.

O engenheiro responsável foi Rômulo Ayres Montenegro. Trata-se de um dos pontos mais visitados do município, pois, a partir da estátua, é possível avistar a cidade e a Chapada do Araripe.

(Foto  Arquivo)