Blog do Eliomar

Categorias para Segurança Privada

Temer acata pauta da segurança pública do Congresso

Além da decisão de decretar intervenção na segurança pública do Rio, o presidente Michel Temer, durante reunião que acabou na madrugada desta sexta-feira, adotou outras medidas. É o que informa o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, que estava no encontro com Temer.

De acordo com Eunício, o presidente confirmou que “adotará a pauta de segurança como prioritária para o Brasil, com atenção especial no Ceará”.

O senador divulgou a seguinte pauta, com nove medidas urgentes:

1. DISCUTIR E VOTAR A PROPOSTA DE NOVO CÓDIGO PENAL, NO SENADO FEDERAL;

2. DISCUTIR E VOTAR AS PROPOSTAS DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL E DA NOVA LEI DE EXECUÇÕES PENAIS, JÁ APROVADAS PELO SENADO, E ATUALMENTE NA CÂMARA DOS DEPUTADOS;

3. DISCUTIR E VOTAR A PEC QUE REORGANIZA AS FORÇAS POLICIAIS DA UNIÃO E DOS ESTADOS, BEM COMO DÁ PRERROGATIVAS ÀS GUARDAS MUNICIPAIS;

4. DISCUTIR E VOTAR, NA CÂMARA E NO SENADO, AS PROPOSTAS QUE VEDAM CONTINGENCIAMENTO DE RECURSOS DA ÁREA DE SEGURANÇA PÚBLICA;

5. ASSEGURAR CONDIÇÕES PARA QUE O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA EXERÇA EFETIVO CONTROLE DO TRÁFICO DE DROGAS E DE ARMAS, BEM COMO DO CONTROLE DE FRONTEIRAS, GARANTINDO OS RECURSOS NECESSÁRIOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DESSE PROGRAMA;

6. APROVAR, EM REGIME DE URGÊNCIA, A OBRIGATORIEDADE DA INSTALAÇÃO DE BLOQUEADORES DE CELULARES NOS PRESÍDIOS;

7. INICIAR UM IMEDIATO PROGRAMA DE CONSTRUÇÃO DE COLÔNIAS AGRÍCOLAS PENAIS, PARA PRESOS DE MENOR POTENCIAL OFENSIVO; A FIM DE QUE ELES NÃO TENHAM CONTATO COM PRESOS DE MAIOR PERICULOSIDADE, MAS TAMBÉM A FIM DE QUE POSSAM TRABALHAR PARA CUSTEAR AS DESPESAS DE SEU PRÓPRIO ENCARCERAMENTO;

8. CRIAR COMISSÃO MISTA EXTRAORDINÁRIA PARA PROPOR MEDIDAS ADICIONAIS, QUE TRAMITARÃO EM REGIME DE URGÊNCIA EM AMBAS AS CASAS;

9. FINALMENTE, A JUNÇÃO E A COMUNICAÇÃO ENTRE OS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA E INTELIGÊNCIA JÁ EXISTENTES, PARA OPERAREM CONJUNTAMENTE, DE MODO ÁGIL E FLEXÍVEL, EM UMA REDE UNIFICADA EM NÍVEL NACIONAL EM PROL DA SEGURANÇA DOS CIDADÃOS.

(Foto – Arquivo)

Poeta Bráulio Bessa vira garoto-propaganda de empresa de segurança privada

O poeta e escritor Bráulio Bessa assina, virou garoto-propaganda de empresa de segurança privada. Desde setembro último, ele assina a campanha publicitária de rastreamento veicular e portaria inteligente da Servis Segurança.

Ele foi escolhido por ser conhecido nacionalmente e ter um quadro fixo no programa Encontro, de Fátima Bernardes, na Rede Globo. A iniciativa exalta a figura do nordestino com o bordão “Pense num matuto sabido!”, revelando a esperteza do mesmo na contratação dos serviços oferecidos pela empresa.

A Servis Segurança aposta na imagem do artista para estampar a campanha nas suas filiais nos estados de São Paulo, Minas, Bahia, Piauí, Pernambuco e Amazonas.

 

 

PF divulgará balanço sobre operação que teve como alvo segurança privada não autorizada

Delegado Francisco Leite, chefe da área de Segurança Privada da PF, apresenta dados.

A Polícia Federal apresenta, nesta manhã de quinta-feira, em seu auditório, na Superintendência Regional (Bairro de Fátima), um balanço da Operação Crixus deflagrada com o objetivo de coibir a exploração da atividade de segurança privada não autorizada.

Essa operação também fiscalizou as empresas de segurança autorizadas e postos de segurança para garantir que estejam atuando de forma regular e de acordo com a legislação pertinente.

A Operação teve início com a realização do Fortal 2017.

(Foto – Divulgação)

Que tal uma corrida de rua monitorada por drones?

Durante a III Corrida do Eusébio (RMF), marcada para as 6h30min do próximo domingo, será utilizado, pela primeira vez no Nordeste, um método inovador de segurança para esse tipo de evento. Trata-se do uso de drones para monitorar todos os pontos da corrida e que ficará a cargo da Servis segurança. O equipamento pode cobrir o percurso de até 10Km com precisão. Em casos de suspeita de possíveis incidentes, a empresa terá como deslocar uma equipe para fazer o atendimento no local.

Com um público geral estimado em 12 mil pessoas e 4 mil participantes, a Corrida do Eusébio entra definitivamente no calendário esportivo cearense como o terceiro maior evento de corrida do Ceará. O desafio contará, além da caminhada de 2 km, com os percursos de 5 km e 10 km. A largada será ao lado do Eusébio Open Mall.

Segundo o diretor da Servis, Gilberto Dias, a tendência é que a empresa utilize esse tipo de equipamento em outras provas como Ironman Fortaleza, Circuito de Corridas Pague Menos e Circuito Track&Field Run Series (SP). A Servis, inclusive, já atuou em jogos da Copa do Mundo.

Grande Oriente do Brasil promove debate sobre Segurança Corporativa

O Grande Oriente do Brasil promoverá nesta quarta-feira, às 18h30min, no Ideal Clube, o I Workshop sobre A Importância das Ações Preventivas de Segurança no Dia a Dia das Pessoas e das Empresas”.

Serão conferencistas José Helano Matos, perito criminal federal, e nino Ricardo de Menezes, especialista em Segurança Corporativa.

 

Empresa de segurança do Ceará aposta em armas não-letais

Nesta quarta-feira, às 8 horas, no Hotel Blue Tree, durante café da manhã para a imprensa, a Servis Segurança apresentará suas armas não-letais, sendo a primeira empresa de segurança privada do Estado a adquirir esses equipamentos. A empresa segue assim todos os requisitos da Portaria Nº 3.233/2012-DG/DPF, de 10/12/12, para adquirir e manusear esse tipo de equipamento, já que dispõe de estrutura e profissionais treinados e capacitados para esse fim.

As armas poderão ser utilizadas para segurança de grandes eventos, instituições de ensino, instituições financeiras, creches, hospitais, indústrias, shoppings, entre outros. São diferentes das já utilizadas pela Guarda Municipal de Fortaleza – da marca Taser. As adquiridas pela Servis são da marca Condor, diferenciadas no mercado, no quesito tempo de choque, age apenas 5 segundos (a Taser não dispõe desse controle), período esse suficiente para incapacitar temporariamente a ameaça até que esta seja contida e removida do local.

Segundo o gerente de Operações de Alto Risco da Servis Segurança, João Paulo Lima, essas armas não-letais “são um verdadeiro marco para o setor de segurança privada do Ceará”.

Servis Segurança atuará no Circuito Ironman

A Servis Segurança fechou parceria com a organização do Circuito Ironman no Brasil, um dos maiores eventos de triátlon do mundo e que acontecerá pela primeira em Fortaleza no dia 9 de novembro.

A empresa ficará responsável por garantir a segurança dos atletas, áreas internas e pontos específicos do circuito, que será dividido em 3.8 km de natação, 180.2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida.

A Servis disponibilizar serviços de monitoramento de imagens, segurança (espalhada por todo o local), totalizando cerca de 100 profissionais. Nesse grupo, alguns dominando mais de um idioma já que a competição é internacional.

Coordenadoria de Identificação muda de endereço a partir da segunda-feira

A Perícia Forense (Pefoce) informa que a Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas, antigo Instituto de Identificação, passará a atender no endereço Avenida Bezerra de Menezes, 1735, a partir da segunda-feira (30). A mudança decorre da necessidade da entrega do prédio atual, na Avenida Heráclito Graça, 600, para Secretaria de Justiça e Cidadania, que o cedeu em caráter temporário enquanto ocorre a reforma da sede da Identificação. O horário de atendimento continuará das 7h às 17h.

A reformulação no prédio da Identificação contempla a reforma da infraestrutura de banheiros, salão de atendimento, salão de espera, rede elétrica, rede de dados, sistema de ventilação, além da mudança de todo mobiliário. A reforma visa trazer mais conforto para população atendida que gira em torno de 1,3 mil pessoas por dia.

A Coordenadoria de Identificação atende a população nos serviços de emissão dos seguintes documentos: 1ª via e 2ª via da carteira de identidade, e emissão do atestado de antecedentes criminais (folha corrida), este último inclusive pode ser emitido eletronicamente pelo site da Pefoce – www.pefoce.ce.gov.br.

A Pefoce informa ainda que o atendimento realizado nas Casas do Cidadão dos Shoppings Benfica e Diogo, Postos de Identificação dos Conjuntos São Francisco e Tancredo Neves, Morro Santa Terezinha e Assembleia Legislativa não sofrerá alterações.

(SSPDS)

Vice-governador conhece projeto "De Olho na Rua" do Secovi-Ceará

11 2

secoviv

Sérgio Por em conversa com Domingos Filho – Projeto exposto.

O presidente do Secovi-Ceará, Sérgio Porto, esteve reunido com o vice-governador Domingos Filho (PROS) nesta semana. Na ocasião, ele apresentou o projeto “De Olho na Rua”, que tem por objetivo criar na comunidade condominial uma nova cultura na prevenção à criminalidade, através de um canal de comunicação rápido e confiável entre funcionários e o corpo policial.

Durante o encontro, Domingos Filho demonstrou interesse pela iniciativa do sindicato, que propõe contribuir para a prevenção ao crime de forma colegiada entre condomínios e o Estado, sem muitos custos aos cofres públicos. O Sindicato, que já implantou a iniciativa como Projeto Piloto – com a capacitação dos funcionários dos condomínios, agora busca dar continuidade ao projeto de maneira efetiva, com a implantação a princípio em 50 condomínios nos bairros do Papicu, Cocó, Meireles e Praia de Iracema, ampliando, posteriormente, para mais 50.

INTERCÂMBIO

O mecanismo de segurança proposto pelo projeto é baseado numa rede de radiocomunicação entre os porteiros dos prédios, a polícia e o Secovi, que possibilita um contato imediato entre eles para o registro de ocorrências, como elementos suspeitos nas proximidades, portando arma branca ou de fogo e fazendo ameaças, roubos e/ou arrombamentos de carros, assaltos em frente ao prédio, uso de drogas e ameaças diretas à segurança dos condomínios.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza ganha primeira empresa de consultoria na área de segurança

10 2

Fortaleza recebe a primeira empresa especializada em consultoria na área de segurança. Trata-se da Custos Angelus Segurança, comandada pelos auditores Joseph Gandolfi, Pascal Micheli e Gilles Poletti. A empresa nasce prometendo serviços inovadores às empresas cearenses. Um deles é o de auditoria em segurança, com teste de invasão, depredação, roubo, pirataria e sabotagem.

A Custos Angelus Segurança realiza ainda análise e diagnóstico passivo (sistemas eletrônicos) e ativo (recursos humanos). A empresa elabora também manual de requisitos de segurança, bem como disponibiliza de suporte no gerenciamento de projetos. A consultoria fará treinamento com os funcionários para a implementação dos dispositivos de segurança. De acordo com o contrato assinado, a Custos emitirá certificação de qualidade válida por um ano. Após esse período, será realizada uma nova auditoria para a devida renovação.

 

“Alô, Polícia. Tá tendo um assalto”, denuncia o assaltante

18 1

assaltante trote 130211

Um fato inusitado, mas ousado, chamou a atenção da Polícia, nesta segunda-feira (11), durante uma ocorrência na Beira Mar. Homens do Batalhão de Policiamento Turístico (Bptur) estranharam o fechamento de um quiosque, no calçadão da avenida, que diariamente apresenta um grande fluxo de turistas à procura de pacotes para as praias do litoral cearense.

Os policiais passaram a cercar o local e a bater na porta. Minutos depois, os militares foram informados pela Coordenadoria Integrada de Operações Policiais (Ciops) de um assalto em andamento nas proximidades do quiosque.

Intrigados com a coincidência, o grupo se dividiu. Alguns policiais foram checar o suposto assalto contra um posto de combustível, enquanto a outra parte insistiu na ocorrência no calçadão da Beira Mar.

Com o retorno dos policiais, o grupo então teve a certeza do crime em andamento no quiosque e passou a ameaçar a invadir o local. O assaltante então se entregou e confessou o trote do assalto ao posto de combustível. Levado ao 2º Distrito, no Meireles, ele contou ao delegado plantonista que praticou o assalto porque estaria desempregado. Também disse em depoimento que a ideia do trote surgiu no momento do desespero, diante do cerco policial.

Aumenta número de mortos em assaltos relacionados a bancos, segundo a Contraf

O número de mortes decorrentes de violência em bancos ou correspondentes bancários chegou a 57 em 2012, enquanto em 2011 foi 49 e no ano anterior 23, de acordo com levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), divulgado nesta quinta-feira (10), em São Paulo.

Segundo os dados, o tipo de crime mais comum continua sendo a chamada saidinha de banco, que caiu de 32 em 2011 para 30 em 2012. Em seguida vêm os assaltos a correspondentes bancários, com nove em 2012 e cinco em 2011. Mortes em assaltos nas agências foram cinco em 2011 e oito no ano passado. As mortes de responsáveis pelo transporte de valores passaram de duas em 2011 para cinco em 2012.

Durante o abastecimento de caixas eletrônicos, foram mortas três pessoas em 2012 e duas em 2011. Durante arrombamentos a caixas eletrônicos, morreram duas pessoas em cada ano, e em postos de atendimento bancário, uma pessoa morreu em 2011, mas no ano passado não houve registros.

(Agência Brasil)

Que banco não bote mais banca. Segurança já!

8 1

Com o título “O Estatuto da Segurança Bancária de Fortaleza”, eis o editorial do O POVO desta sexta-feira. Destac iniciativa da Câmara Municipal de enfrentar o grave problema de falta de segurança nas agências bancárias. Confira: 

Os habitantes da Capital estão mais esperançosos de que a segurança prestada aos clientes que acessam os bancos da cidade dê um salto de qualidade. É o que promete a Câmara Municipal com o projeto que cria o Estatuto da Segurança Bancária de Fortaleza.

A iniciativa decorreu de uma sugestão do Sindicato dos Bancários do Ceará e conta com a assistência da Procuradoria Geral do Município. O Estatuto será formulado a partir das leis municipais já existentes sobre o tema, acrescidas de novas abrangências, de modo a dar lugar a uma legislação mais clara e consequente. O documento atende ao clamor da sociedade diante das brechas existentes na atual sistemática de segurança das agências bancárias, que têm deixado vulneráveis à ação dos criminosos não só os clientes, mas também os funcionários desses estabelecimentos.

Ir ao banco passou a ser uma operação cheia de riscos devido aos frequentes assaltos às agências ou pela ocorrência de “saidinhas” bancárias (quando os clientes vítimas de sequestros-relâmpagos são obrigados a fazer saques). Alguns são assaltados quando deixam as agências ou quando se encontram ainda em sua área de estacionamento, inclusive, sendo mortos no local.

Quando o assalto é feito às agências, os funcionários são os que correm mais riscos – além, é claro, dos clientes – pois ficam diretamente sob as armas dos bandidos e sujeitos ao nervosismo e à violência destes. A situação agravou-se mais depois da orientação posta em prática por alguns bancos de restringirem o uso de equipamentos de segurança, como as portas giratórias e detectores de metais.

Devido a isso, cresceu o inconformismo de clientes e funcionários. Todos se mobilizam para exigir que as agências sejam munidas não só de portas giratórias e detectores de metal, mas, igualmente de cabines que impeçam a visão dos saques feitos pelos clientes. A falta desse recurso tem permitido aos assaltantes a visibilidade sobre o volume de dinheiro sacado pela clientela, o que é um absurdo.

Dar essa segurança faz parte das obrigações sociais dos bancos, como contrapartida aos lucros auferidos pelo setor. Sempre altos, por sinal. Daí, o aplauso à iniciativa da Câmara Municipal de Fortaleza.

Segurança nos condomínios é reprovada

“Era manhã de uma quinta-feira ensolarada. Um carro popular se posiciona em frente ao condomínio e o porteiro libera a passagem. Não precisa nem buzinar, basta esperar alguns segundos para ter acesso. O veículo poderia seguir adiante, mas o motorista decide dar a ré e estacionar do lado de fora. O porteiro acompanha tudo e, para sua surpresa, não se trata de um condômino. É a equipe de reportagem do O POVO fazendo um teste e constatando como é fácil ter acesso aos prédios da Capital. Afinal, poderia ser qualquer um no volante, bem intencionado ou não.

Durante um dia, eu e a fotógrafa Iana Soares percorremos em um Fiat Uno, modelo antigo, os bairros de Fátima, Benfica, Aldeota, Joaquim Távora, Meireles e Jacarecanga. O objetivo era avaliar o grau de dificuldade no acesso às garagens dos condomínios residenciais, de diferentes classes sociais. Em todas as seis tentativas, os portões se abriram. A fragilidade no controle veicular dos prédios foi visível e as justificativas dos porteiros foram bem variadas.

No Benfica, o condomínio escolhido possui duas entradas para veículos, em ruas diferentes. Bastou encostar o carro na frente de um dos portões para ele se abrir. Segundo o próprio porteiro, o prédio é comumente usado por estranhos que querem cortar caminho e fugir do congestionamento. “Acaba sendo difícil reconhecer todos os veículos do prédio. Tem gente que está sempre trocando de carro e não avisa. A gente quer manter a ordem, mas é difícil”, reconhece. O ideal seria que cada prédio tivesse uma lista com o número da placa, modelo e cor dos carros dos condôminos. “Não sei se tem essa lista. Vai só na experiência mesmo”, completa.

No bairro de Fátima, a placa indicando o acesso exclusivo de veículos do condomínio é ignorada há anos. Mesmo assim, segundo o porteiro, nunca foi registrado assalto. O carro da reportagem estava se aproximando quando o portão começou a abrir. “Já virou mania deixar qualquer carro entrar. Quando a gente barra, sempre leva reclamação dos próprios moradores. O condomínio tem muito espaço para estacionar e acaba sempre entrando um ou outro”, comenta o porteiro.

Mais adiante, no Joaquim Távora, dois leves toques na buzina fizeram o porteiro atender ao sinal. “Pensei que fosse uma moradora. Ela se parece com você e saiu de manhã cedo”, tenta justificar o engano. Na Aldeota, foi o acúmulo de tarefas que deixou o porteiro mais relaxado com a entrada de veículos. “Eu sou sempre tão atencioso… Não acredito que não passei nesse teste. É porque estava de cabeça baixa varrendo a calçada”, diz envergonhado.

Prédio de luxo

No Meireles, o luxuoso prédio de vidros espelhados e muro alto também revela sua deficiência. Na dúvida se o carro parado na entrada era ou não de um morador, o porteiro optou por abrir o portão. “Estou nos primeiros dias de trabalho. Até estranhei o carro, mas como insistiu, acabei liberando”, diz o recém-contratado, que não passou por nenhum treinamento antes de assumir o cargo.  

No último teste, não houve dificuldade em conseguir acesso ao condomínio de poucas vagas de estacionamento. Diante da rua sempre movimentada no Jacarecanga, o porteiro se apressa em liberar a entrada para evitar o congestionamento. “Tinha um carro atrás do seu que era do condomínio. Por isso liberei”, despista.

O POVO tentou contato com o Sindicato dos Porteiros do Ceará, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

(O POVO)

Prefeitura de Fortaleza renova convênios com o Pronasci, do Ministério da Justiça

“As 12 cidades que sediarão os jogos da Copa do Mundo de 2014 irão receber R$ 1,6 bilhão do governo federal para a compra de equipamentos e capacitação de policiais. O valor é o dobro do que custou a segurança da Copa deste ano na África do Sul – US$ 500 milhões, cerca de R$ 886 milhões. Enquanto 2014 não chega, até agora, com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), também batizado como “PAC da Segurança” em 2007, ano do lançamento, o governo desembolsou R$ 620,7 milhões, no primeiro semestre deste ano, do 1,5 bilhão autorizado no orçamento de 2010, ou seja, 41% do previsto. 

De acordo com o Ministério da Justiça, o Pronasci articula políticas de segurança com ações sociais, prioriza a prevenção e busca atingir as causas que levam à violência, sem abrir mão das estratégias de ordenamento social e segurança pública. Ainda segundo a pasta, o programa se preocupa com a valorização dos profissionais de segurança, em reestruturar o sistema penitenciário, combater à corrupção profissional, entre outras. Também se beneficiam com o Pronasci jovens entre 15 e 24 anos. O alvo são aqueles em conflito com a lei ou à beira da criminalidade. O programa é executado em 150 municípios, Distrito Federal e 22 estados.

Das 11 ações orçamentárias que compõem o Pronasci, a de “concessão de bolsa-formação a policiais militares e civis, agentes penitenciários, guardas-municipais, bombeiros e peritos criminais, de baixa renda, pertencentes aos estados-membros” é a que tem maior orçamento previsto neste ano, R$ 702,3 milhões (49% a mais que em 2009). O Ministério da Justiça desembolsou no primeiro semestre 59% (R$ 414,6 milhões) da quantia autorizada para 2010.

Já para o “apoio a implementação de políticas de segurança cidadã”, que garante o acesso dos moradores de territórios conflagrados, especialmente os adolescentes em situação de risco social ou em conflito com a lei, o governo federal destinou R$ 142,4 milhões entre janeiro e junho. O montante representa 74% do previsto para o ano, maior percentual de execução orçamentária entre as ações do Pronasci.

(Contas Abertas)

DETALHE – O diretor-geral da Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza, Arimá Rocha, encontra-se em Brasília. Ele foi tratar da renovação de convênios do Município com o Pronasci. Na Capital cearense, o Grande Bom Jardim é um “Território da Cidadania”, onde as ações desse programa de prevenção à violência, do MJ, é executado. O curioso é que aumentou a violência nessa área, no que Arimá lembra: “As ações do Pronasci são prevntivas e só repercutirão a longo prazo”.

E a Segurança, como vai?

12 5

Eis artigo do jornalista Paulo Limaverde com o título “Se segura segurança!”. Ele aborda a questão da segurança dentro do seu estilo. Confira:

E tem tanto nome bonito: Ronda do Quarteirão, Raio, CPC, CPI etc..etc… Com tantas denominações e com tanto alardeamento de suas atividades, deveríamos estar morando no Éden. No entanto, a coisa é totalmente diferente daquilo que esperávamos de um governo que se diz preocupado com a Segurança Pública. O que estamos assistindo é o aniquilamento de gente da nossa sociedade pelos fascínoras que nos espreitam em cada esquina e em cada rua.

Só  aqueles que acreditam em promessas vãs é que estão dispostos a ver, todos os dias, relatos macabros de  assaltos com vitimas nas ruas mais movimentadas de nossa cidade. Quando não é nas ruas, os vilipendiadores invadem os lares. Roubam, estupram e matam sem dó nem piedade. Os que tem melhores condições adquirem sítios e casas de praia para desfrutar de um fim de semana tranqüilo com a família, mas, de repente, são assassinados violentamente nos próprios leitos enquanto estão a dormir.

Cenas de barbárie e dignas de figurarem nos anais da máfia italiana que promovia execuções sangrentas. Enquanto tudo isso acontece, ficamos a ver desfilar jovens inexperientes a bordo de luxuosas Hilux com ar condicionado e câmbio automático, ostentando o rotulo político-demagógico de “Ronda do Quarteirão”.

Procurem os carros do tal Ronda e vão encontrá-los à sombra de mangueiras ou estacionados diante de um bar ou restaurante. Rondar o quarteirão? Nunca! O máximo que fazem é criar vínculos românticos com as serviçais domesticas da região. Precise da nossa policia e veja o que acontece: invariavelmente, a resposta é nada. Enquanto isso, nossos policiais se transformaram em carrascos dos sertanejos já tão massacrados pela inclemência da seca e a tal Policia Rodoviária Estadual se posta nas estradas e entradas de cidades interioranas com um único propósito: tomar motos, prender veículos e molestar os pacatos habitantes.

Paralelamente aos desmandos da Policia Rodoviária, nas mesmas cidades onde as pessoas motorizadas são perseguidas, a população assiste estarrecida aos costumeiros assaltos às agencias bancárias, com direito a tiroteio, bala perdida e tudo que se imaginar. Fazia tempo que  este articulista não desabafava com o estado de coisas que estamos a viver. Ninguém tem mais segurança neste Ceara de meu Deus. Aconteceu o que se temia: a inversão dos valores e a total falta de preparo para lidar com uma coisa que mexe com todos nós que é a segurança publica.

O Governador do Ceara tem que vir a publico justificar tantas barbaridades e tantas mortes de pais de família inocentes, sob pena de se mancomunar com o estado de coisas que estamos a assistir.

Paulo Limaverde

Jornalista e radialista.

Câmara dos Deputados aprova piso dos policiais

“O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (6) por 349 votos a zero a criação de um piso salarial para policiais militares, civis e bombeiros por meio de uma proposta de emenda constitucional (PEC). A aprovação aconteceu em primeiro turno e os deputados terão de votar mais uma vez o tema em outra sessão antes que a proposta siga para o Senado.

A votação do texto-base da proposta já tinha acontecido em março deste ano, mas o projeto ficou pendurado devido a um impasse sobre a fixação do valor mínimo a ser pago aos profissionais. Os deputados ligados às categorias policiais queriam a fixação do valor já na PEC, o que o governo não aceitou.

Depois de algumas reuniões ao longo dos últimos meses e muitos protestos no Congresso, chegou-se a um acordo de se aprovar a PEC sem a definição do valor. Pelo texto aprovado nesta noite, o Executivo terá um prazo de 180 dias após a promulgação da PEC para encaminhar um projeto de lei propondo o valor do piso e a criação de um fundo especial da União para auxiliar os estados a cumprirem o pagamento mínimo.”

(Portal G1)

O POVO Quer Saber -Ex-secretário Cândido Vargas vem debater Segurança Pública

 

O ex-secretário da Segurança Pública do Ceará, general Cândido Vargas Freire, debaterá em Fortaleza o tema “Segurança Pública”. Isso ocorrerá na próxima segunda-feira, dentro do projeto O POVO Quer Saber, uma realizaçaõ do Grupo O POVO de Comunicação.

O tema foi escolhido pelos internautas, que votaram no site www.opovo.com.br/opovoquersaber. Cândido Vargas foi secretário em duas das três gestões do hoje senador Tasso Jereissati.

O programa vai ao ar das 10 às 12 horas e será transmitido pela TV O POVO, Rádio O POVO/CBN e Portal O POVO Online.

Cearense é vice na Federação Nacional de Empresas de Segurança

O cearense Carlos Gualter acaba de tomar posse como vice-presidente financeiro da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transportes de Valores. Ele foi eleito durante reunião da entidade, nesta tarde de terça-feira, em chapa que terá à frente o baiano Odair Conceição. A posse ocorreu em Brasília.

Carlos Guálter é diretor da Corpvs Segurança e também atua na área partídária. Presidente a regional da Fundação Ulysses Guimarães, organismo de formação política do PMDB.