Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

MP que prorroga contrato temporário de trabalho tranca pauta do Senado

Foi lida em Plenário nesta quinta-feira (10) a Medida Provisória 555/2011, que permite ao governo prorrogar 91 contratos temporários de trabalho vinculados a projetos de órgãos da União com organismos internacionais. A matéria, que deve ser votada até 31 de maio para não perder a validade, passa a trancar a pauta do Plenário.

A maior parte dos contratos beneficiados pela MP está ligada à educação. 71 dos contratos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que poderá prorrogá-los até 31 de dezembro de 2012 se estavam vigentes em dezembro de 2011.

Também são beneficiados oito contratos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e 12 do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A prorrogação desses contratos já foi objeto da Medida Provisória 524/11, de janeiro de 2011, que perdeu validade em agosto do mesmo ano.

(Agência Senado)

Ruralistas apresentam projeto para mudar novo Código Florestal aprovado no Congresso

Deputados ligados ao agronegócio, com o apoio de oito líderes partidários, protocolaram nesta quinta-feira (10), na Câmara dos Deputados, projeto de lei para modificar partes do novo Código Florestal Brasileiro, aprovado na Casa há pouco mais de duas semanas e que ainda aguarda decisão da presidenta Dilma Rousseff sobre sanção ou veto.

A proposta visa a redefinir o tamanho das áreas de preservação permanente (APP) às margens dos rios a serem recuperadas e está sendo apresentada agora, segundo os autores, por não terem conseguido fazer as modificações que queriam durante a tramitação do novo código.

Pelo projeto, os proprietários de imóveis rurais que tenham áreas consolidadas em APP ao longo de cursos d’água naturais e permanentes deverão promover a recuperação, seguindo o que determina o Programa de Regularização Ambiental de cada estado e de acordo com o tamanho dos rios.

O projeto aprovado pelo Congresso Nacional, que está sob análise da presidenta Dilma Rousseff para sanção ou veto, estabeleceu uma faixa de 15 metros de recomposição da vegetação desmatada às margens de rios de até 10 metros de largura. Pela proposta apresentada nesta quinta-feira pelos ruralistas, a área de recuperação obrigatória será 5 metros nas margens dos rios com 5 metros de largura. Já para os cursos d’água entre 5 e 10 metros, a faixa a ser recomposta será de, no máximo, 7,5 metros.

(Agência Brasil)

Maracanaú homenageia pioneiro do ônibus a diesel

119 1

A Prefeitura de Maracanaú (Região Metropolitana ded Fortaleza) vai homenagear o empresário José Assis de Oliveira, um dos pioneiros do setor de transporte de passageiros do Ceará e que foi responsável pela implantação dos ônibus a óleo diesel no Estado. Ele também fundou a Empresa Santo Antonio, que tem sede nesse município.

José Assis de Oliveira será homenageado nesta sexta-feira, quando seu nome será dado à Escola Municipal de Jari, que atende cerca de mil crianças e jovens de Maracanaú. A ligação do empresário José Assis de Oliveira com Maracanaú data de 1952, quando criou a linha de ônibus entre Fortaleza e o município.

Ele é pai do presidente da Federação dos Transportes (Cepimar), David Oliveira, que deu continuidade à história da família à frente da Empresa Santo Antonio.

Câmara aprova lei da Ficha Limpa em Fortaleza

“A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta quinta-feira, 10, a lei da Ficha Limpa municipal. A emenda à Lei Orgânica do Município, de autoria do vereador Salmito Filho (PSB), foi aprovada com voto dos 30 vereadores presentes. O mínimo necessário era 28.

A aprovação hoje foi resultado da articulação do presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT), que realizou força-tarefa para garantir a presença do número mínimo de parlamentares para aprovar a matéria. Na quarta-feira, 9, a proposta entrou na pauta,mas não havia o quórum mínimo para deliberação.

A emenda à Lei Orgânica inclui na “constituição municipal” a proibição de que sejam nomeados para cargos comissionados em Fortaleza pessoas condenadas em decisão de colegiados de pelo menos dois juízes.

A Ficha Limpa de Fortaleza vem na carona da lei federal da Ficha Limpa, que proíbe pessoas condenadas de serem candidatas a cargos eletivos.

No âmbito estadual, a Assembleia Legislativa também aprovou, no mês passado, emenda constitucional que proíbe nomeações de políticos condenados para funções comissionados em qualquer dos poderes no Ceará.”

(O POVO Online)

CCJ aprova relatório de Eunício que isenta de ICMS CDs e DVDs de autores brasileiros

 

O senador Eunício Oliveira (PMDB) manteve voto favorável e conseguiu aprovação de seu relatório à Proposta de emenda à Constituição (PEC 12/11) que isenta de impostos CDs e DVDs com obras musicais de autores brasileiros. Houve resistência por parte de parlamentares e empresários do estado do Amnazonas, onde opera a Zona Franca de Manuas.

Mais conhecida como ‘PEC da Música’, a matéria foi aprovada nessa quarta-feira, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e tem como objetivo, reduzir o preço dos produtos ao consumidor e, assim, desestimular a venda de reproduções piratas.

A iniciativa, de autoria do deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), livra de impostos CDs e DVDs produzidos no Brasil “contendo obras musicais ou literomusicais de autores brasileiros e/ou obras em geral interpretadas por artistas brasileiros, bem como os suportes materiais ou arquivos digitais que os contenham”. O benefício, no entanto, não alcança o processo de replicação industrial, que continuará a ser tributado.

Em seu voto favorável, Eunício lembrou que a isenção, se efetivada, irá assegurar ao setor fonográfico benefícios fiscais já concedidos a livros, revistas e jornais. Ele argumentou que além de reduzir a pirataria, a iniciativa busca democratizar o acesso da população às produções artística brasileira.

Fortaleza é a capital com maior percentual de diabéticos

84 1

Dados inéditos da pesquisa Vigitel 2011 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) mostram que a tendência de diabetes está crescendo no Brasil. Em homens, o percentual subiu de 4,4%, em 2006, para 5,2%, em 2011. Apesar do aumento, a prevalência de homens que informam  ter a doença continua sendo inferior a das mulheres (6%). Os números foram divulgados, nessa quarta-feira (9), pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante o Fórum Pan-Americano de Ação contra as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), que ocorre em Brasília.

O levantamento, que coletou dados nas 26 capitais e no Distrito Federal, revela que 5,6% da população declaram ter a doença. O estudo mostra ainda que o diagnóstico de diabetes é mais comum em pessoas que estudam menos: 3,7% dos brasileiros com mais de 12 anos de estudo declaram ser diabéticos, enquanto 7,5% dos que tem até oito anos de escolaridade dizem ter a doença. Uma diferença de mais de 50%. Para o ministro Alexandre Padilha, os dados comprovam a importância de trabalhar cada vez mais na prevenção e ampliar o acesso à informação. “É de extrema importância o fortalecimento de ações de prevenção e melhoria na qualidade da educação, além da expansão do diagnóstico e do oferecimento de medicamentos gratuitos”, analisou o ministro.

O autorrelato de diabetes também aumenta com a idade da população. O diabetes atinge 21,6% dos idosos (maiores de 65 anos), índice bem maior do que entre a faixa etária de 18 a 24 anos (0,6%).

A capital com maior percentual de diabéticos foi Fortaleza (7,3%), seguido de Vitória (7,1%) e Porto Alegre (6,3%). Os menores índices estão em Palmas (2,7%), Goiânia (4,1%) e Manaus (4,2%).

(Agência Saúde)

Morre professor Sinésio Lustosa

Morreu, nesta quinta-feira, o promotor de justiça aposentado Sinésio Lustosa Cabral Sobrinho (96). Internado há dias no Hospital São Mateus, ele teve complicações cardíacas e não resistiu. O velório ocorre na Funerária Ternura, com missa de corpo presente às 15h30min. Já o enterro ocorrerá às 17 horas no Cemitério Parque da Paz.

Sinésio Lustosa foi promotor de justiça durante muitos anos e exerceu o magistério, ensinando Língua Portuguesa em Itapipoca, Sobral e em Fortaleza, no Colégio Liceu do Ceará. Também era da Academia Brasileira da Língua Portuguesa e da Academia Cearense da Língua Portuguesa, da qual foi presidente.

Viaturas devolvidas depenadas por oficina mecânica

51 4

Vereador Plácido denunciou caso na Câmara

Quatro viaturas da Guarda Municipal de Fortaleza tiveram peças subtraídas pela oficina que prestava serviço para órgão municipal em 2011. Alguns carros estavam sem o motor de arranque, outros sem alternador e bateria e outro até sem pneus. O caso foi parar na polícia e provocou polêmica na sessão dessa quarta-feira (9) na Câmara Municipal de Fortaleza.

A oficina contratada, a Leva Car Service, chegou a receber notificação extra-judicial da direção da Guarda, em janeiro deste ano, na qual o órgão dava um prazo de 48h para a solução das irregularidades. O prazo não foi cumprido e o órgão municipal registrou boletim de ocorrência no 3º distrito policial, no Bairro do Otávio Bonfim.

O caso ganhou visibilidade depois do pronunciamento do vereador Plácido Filho (PDT) na Câmara Municipal. Ele criticou a direção da guarda, que segundo ele, não havia tomado todas as medidas necessárias para esclarecer uma possível delapidação do patrimônio público.

O diretor da Guarda Municipal, Arimá Rocha, disse que a Guarda tomou todas as medidas contra a oficina. “Desde janeiro a Leva Car pede mais prazo e não resolve o problema”, afirmou o diretor da Guarda.

O POVO ligou para a Leva Car Service e foi atendido por uma pessoa que quis se identificar apenas como “Paulo, funcionário administrativo”. Ele disse que a prefeitura teria atrasado pagamentos e que as peças retiradas teriam sido colocadas em outros carros da frota da Guarda. Paulo disse ainda que a Leva Car vai solucionar tudo até a sexta-feira da próxima semana.

(O POVO)

Exigência de cheque-caução para atendimento médico de urgência passará a ser crime

A exigência de cheque-caução como condição para atendimento médico-hospitalar de urgência se tornará crime. Vai à sanção da presidente da República o Projeto de Lei de Câmara (PLC) 34/2012, que pune com detenção de três meses a um ano mais multa quem exigir cheque-caução, nota promissória ou qualquer outro tipo de garantia do paciente de emergência.

A pena estabelecida pelo projeto ainda poderá ser dobrada se a recusa de atendimento resultar em lesão corporal de natureza grave e triplicada se levar à morte do paciente.

– O PLC 34/2012 trata, portanto, de priorizar a vida em vez da tendência observada de subordinar tudo ao lucro e ao ganho – ressaltou o relator, senador Humberto Costa (PT-PE).

Os senadores aprovaram em Plenário, nessa quarta-feira (9), o texto que fora aprovado, de manhã, em regime de urgência, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O PLC 34/2012 inclui a punição no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40).

O texto, de autoria do Executivo, cria um novo tipo de crime específico relacionado à omissão de socorro (artigo 135 do Código Penal). Atualmente, não há referência expressa na lei quanto ao não atendimento urgente de saúde.

Casos de pacientes que necessitavam de atendimento de emergência e foram recusados em hospitais privados por não contarem com plano de saúde ou cheque-caução, terminando por falecer, têm provocado indignação na opinião pública.

(Agência Senado)

Deputados adiam votação da PEC do Trabalho Escravo

43 1

A Câmara dos Deputados adiou mais uma vez a decisão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Trabalho Escravo que deveria ocorrer na noite dessa quarta-feira (9). A votação já havia sido adiada, a pedido dos líderes partidários, após questionamentos levantados por representantes da bancada ruralista.

Os parlamentares acataram a sugestão do líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), de transferir a votação para o próximo dia 22. De acordo com o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), está-se buscando um entendimento para aprovação da matéria por unanimidade. “Há uma discussão sobre o que é trabalho escravo. O que caracteriza trabalho escravo e o não cumprimento da legislação trabalhista precisa ficar mais claro”.

De acordo com o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Moreira Mendes (PSD-RO) a bancada ruralista tem sido vista como contrária a PEC, mas isso não é correto. “Somos literalmente contra o trabalho escravo. Queremos tranquilidade e segurança jurídica para aprovar. Não temos nenhum problema com o texto da PEC, mas com a lei infraconstitucional sobre o tema”.

Para o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), o adiamento da votação da PEC é uma decepção. “Eram 418 deputados, todos a favor e não se vota a PEC. Vai se consolidar o quê? Todo senso comum sabe o que é trabalho escravo”.

(Agencia Brasil)

Liberação de bebidas na Copa ficará a cargo dos Estados

O projeto de Lei Geral da Copa do Mundo de 2014 foi discutido no plenário do Senado, depois da apresentação do parecer pelos relatores das quatro comissões que o apreciaram em conjunto, para que pudesse ser votado mais rapidamente, antes do recesso do Legislativo de julho.

O ponto mais polêmico do projeto do governo para dar garantias à Federação Internacional de Futebol (Fifa) – a permissão da venda de bebidas alcoólicas nos estádios – recebeu da relatora da Comissão de Educação, Cultura e Desporto, senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), uma emenda de redação para deixar explícito que essa alteração no Estatuto do Torcedor – suspensão do Artigo 13 A – só terá vigência durante as copas das Confederações, em 2013, e do Mundo, em 2014.

Com isso, foi removido o principal obstáculo para a liberação da venda e consumo de bebida alcoólica nos estádios – a lei federal – já que as proibições estaduais são baseadas nesse dispositivo, por meio da assinatura de Termo de Ajuste e Conduta – TAC, com o Ministério Público.

Entretanto, a senadora Ana Amélia deixou a decisão final sobre a venda ou não de bebida alcoólica para os estados cujas capitais sediarão jogos das duas competições e do Distrito Federal, que têm legislações proibindo esse tipo de comércio. Por isso, a Fifa ainda terá que negociar com as autoridades estaduais para revogar as proibições existentes.

(Agência Brasil)

Senadores pedem ajuda à PGR para garantir pagamento de piso salarial a professores

Um grupo de senadores que integram a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) se reuniu nesta quarta-feira (9) com o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para pedir a intervenção do órgão no sentido de garantir o cumprimento do piso salarial dos professores por parte de estados e municípios. O valor mínimo, atualmente de R$ 1.451, foi instituído pela Lei 11.738/2008, que teve origem em projeto de lei do senador Cristovam Buarque (PDT-DF).

Em abril de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou legal a fixação do piso salarial nacional, em julgamento de ação declaratória de inconstitucionalidade proposta pelos governadores do Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Os senadores da Comissão de Educação querem que a Procuradoria-Geral da República entre com uma reclamação no STF para obrigar os estados e municípios a cumprirem o piso.

Segundo Cristovam, uma das saídas para resolver a situação de estados e municípios sem condições de pagar o valor mínimo aos professores é a intervenção do governo federal, que poderia assumir a gestão financeira de escolas.

– Que digam à presidente: ‘Não temos condições de manter nossas escolas com um mínimo de dignidade. Entregamos essas escolas ao governo federal.’ O governo federal já tem 300 escolas e pode incorporar outras nas cidades onde de fato fica impossível cumprir a lei do piso. Não é tão grave o impacto financeiro, porque ainda é muito pequenininho esse piso – declarou o senador à Rádio Senado.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que também participou do encontro, disse estar confiante numa resposta positiva de Roberto Gurgel. Ele lembrou que a lei do piso vale para todos e deve ser cumprida.

– Sabemos que existem outras demandas urgentes que estão na pauta da Procuradoria-Geral da República, como a CPI do Cachoeira, mas saímos confiantes de que a resposta será dada com a brevidade que o assunto merece – afirmou.

Também participaram da reunião com Gurgel os senadores Ana Amélia (PP-RS), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Pedro Taques (PDT-DF).

(Agência Senado)

Fortaleza é sede de encontro sobre tecnologias emergentes do setor elétrico

97 1

Ernani Fontenele (Transfortech) ao lado de Cid Gomes.

Fortaleza será sede, a partir das 8 horas desta quinta-feira, do I Workshop do Nordeste sobre Tecnologias Emergentes do Setor Elétrico Brasileiro. O Evento que se estenderá até sexta-feira, sempre pela manhã, ocorrerá no auditório do SEBRAE.

Segundo o engenheiro Ernani Fontenele, da comissão organizadora do encontro patrocinado pelo Grupo  TRANSFORTECH, especialistas renomados no campo das alternativas alternativas apresentarão trabalhos e discutirão temas da área importantes para o desenvolvimento regional.

Entre os conferencistas, Lúcia Helena Armesto do Ministerio do Meio Ambiente e PNUD; João Silvenger da Isolub Mineraltec; José Aparecido Cardoso do Grupo Transfortech, Paulo Fernandes, da Diagno e Cláudio Galdeano, da MG Trafos.

SERVIÇO

Evento aberto ao público, sem necessidade de inscrição.

Mais informações: (85) 9982 0217

Serra larga na frente na disputa à Prefeitura de São Paulo

51 1

Com 31% da preferência do eleitorado da cidade de São Paulo, o pré-candidato tucano à prefeitura da capital paulista, José Serra, lidera com folga a primeira pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo, divulgada nesta quarta-feira (9).

O segundo colocado é o pré-candidato do PRB, Celso Russomanno, que aparece com 16% das intenções de votos, seguido pelos pré-candidatos Netinho (PC do B, 8%), Soninha (PPS, 7%), Gabriel Chalita (PMDB, 6%) e Paulinho da Força (PDT, 5%).

Com apenas 3% das intenções de voto, o petista Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, ficou nas últimas colocações.

O Ibope ouviu 805 eleitores em todas as regiões de São Paulo entre os dias 5 e 7 deste mês. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo SP-00027/2012.

(com informações do Estadão)

CPI do Cachoeira ouve procuradores e delegado de polícia nesta quinta-feira

51 1

A CPI mista que investiga as relações de agentes públicos e privados com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, ouvirá, nesta quinta-feira (10), às 10h, o delegado da Polícia Federal Matheus Mella Rodrigues e os procuradores da República Daniel de Rezende Salgado e Léa Batista de Oliveira, co-responsáveis pela operação Monte Carlo, por meio da qual foram reveladas as conexões de Cachoeira com políticos e empresários.

A reunião será secreta, sendo permitida apenas a presença dos integrantes da CPI mista e dos depoentes. Durante a discussão do plano de trabalho da CPI, parlamentares sugeriram que as reuniões com os delegados e procuradores fossem realizadas de forma secreta para preservar as investigações. A inscrição de parlamentar para participar de depoimento deverá ser efetuada na sala de reuniões, por assinatura do próprio deputado ou senador, em livro aberto, com a antecedência de duas horas para o início da reunião.

Na última terça-feira (8), o delegado da Polícia Federal, Raul Alexandre Marques de Souza prestou o primeiro depoimento à CPI e confirmou o envolvimento de parlamentares com a organização criminosa comandada por Cachoeira. Marques de Souza foi responsável pela investigação da operação Vegas, realizada antes da Operação Monte Carlo, que culminou com a prisão de Cachoeira.

Deflagrada em fevereiro, a operação Monte Carlo apreendeu 22 veículos, dinheiro, armas e jóias com integrantes da organização que explorava máquinas caça-níqueis e jogos de azar no Centro-Oeste. Vinte e oito pessoas foram presas. Conversas monitoradas pela PF revelaram uma extensa rede de influência comandada pelo bicheiro, que se associou a agentes públicos e privados.

(Agência Senado)

STF começa a definir como será o julgamento do mensalão

Com a proximidade do início do julgamento do mensalão, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começaram a definir na tarde desta quarta-feira (9) os procedimentos que serão adotados. Pela primeira vez, o relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, levou questões desse tipo aos colegas. A expectativa é que o processo seja apreciado ainda neste primeiro semestre.

Barbosa quis debater a formatação do julgamento com antecedência porque, segundo ele, esse será um momento único na história do Tribunal. “Será um julgamento complicado e meu intuito é o de trazer questões que nos ajudem a facilitar esse julgamento”, disse o ministro. Segundo contas de Barbosa, a apreciação do caso pela Corte levará, pelo menos, três semanas.

Uma das principais preocupações do relator é com o tempo. Ficou definido que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, terá apenas cinco horas para fazer as acusações, em vez das 38 horas a que, em tese, teria direito. Como o processo tem 38 réus, segundo a legislação penal tanto a acusação quanto a defesa têm direito a uma hora de manifestação oral para cada réu no dia do julgamento. Mas, a maioria dos ministros e o próprio procurador-geral da República entenderam ser mais sensato reduzir esse tempo.

“[O período de cinco horas] não é suficiente para fazer uma acusação detalhada sobre as implicações de cada réu, mas é um tempo bom para que a acusação possa esboçar-se de forma satisfatória”, disse o procurador. Ele também ressaltou a conveniência da definição sobre esse ponto para que a acusação possa se preparar adequadamente e não ter surpresas no dia do julgamento.

O único voto contrário à definição do tempo de acusação foi o do ministro Marco Aurélio Mello, apesar de entender que as 38 horas seriam um exagero. “Nem Fidel Castro, quando estava no auge dos discursos, chegou a tanto”. Ele defendeu que a própria acusação deveria definir o tempo que considera adequado.

Também com o intuito de otimizar o tempo do julgamento, os ministros decidiram que a leitura do relatório será resumida ao extremo, de 122 páginas para apenas três. O relatório final produzido por Barbosa descreve tudo o que foi incluído no processo até agora e, segundo ele, a leitura no formato original poderia tomar uma tarde inteira.

Barbosa argumentou que a leitura do relatório resumido só será possível porque todos -ministros, PGR e advogados dos acusados – tiveram acesso antecipado ao documento original, o que elimina a hipótese de cerceamento de defesa.

Apesar de definir esses dois pontos, os ministros não chegaram a debater se o julgamento ocorrerá em dias seguidos ou alternados. A questão foi levantada pelo ministro Gilmar Mendes, mas o presidente da Corte, Carlos Ayres Britto, disse que esse assunto será abordado futuramente.

(Agência Brasil)

Venda de ingressos: Dirigente diz que há “esquema grande”

“As cortesias não são o único problema no Presidente Vargas. Ele respinga em todos os outros tipos de bilhetes. É generalizado. E quem garante é um dirigente do Fortaleza, que pede para não ser identificado.

“Já pedimos ao Mauro (Carmélio) para tomarmos conta nos nossos jogos. Mas ele não aceita. A FCF tem acordo com uma empresa, que é quem imprime os ingressos”, conta. “Ela disponibiliza terminais. Mas quem garante que não rodam ingressos a mais sem a gente saber? O esquema dos ingressos é grande”, denuncia ele. “Esse ingresso hoje é de papel e vive dando problema de leitura. Não presta”.

O presidente da FCF rebate as acusações. E diz que os clubes que quiseram mudar o sistema (antes havia um cadastro para cada compra). “A demanda era inviável. O cadastramento demorava uns três minutos”, diz Mauro Carmélio.

O POVO procurou o Núcleo do Desporto e Defesa do Consumidor (Nudetor) do Ministério Público, mas o responsável, José Wilson Sales Júnior, está em viagem a Brasília.

(O POVO)

PT de Fortaleza deve adiar encontro

A Executiva do PT de Fortaleza vai se reunir, a partir das 16 horas desta quarta-feira, na sede petista, para fazer um balanço da eleição de delegados do partido, realizada no último domingo, para discutir o calendário eleitoral do PT e a organização do Encontro Municipal da Sigla – marcado para 20 próximo, no qual, em tese, será definido o nome do petista que postulará a Prefeitura.

Petistas como os deputados federais Eudes Xavier e Artur Bruno, este último pré-candidato a prefeito pela legenda apostam na tese de adiamento do encontro. Eudes afirma que é preciso haver maior tempo para dialogar com aliados como o PSB do governador Cid Gomes. Artur Bruno segue essa mesma tese e diz que o PT tem até fim de junho para definir sobre sucessão. “Creio que devemos conversar bastante com os nossos aliados”, acentua Bruno.

Ministro divulga nesta 4º feira números sobre situação do diabetes no País

“O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, apresenta hoje (9) em Brasília os novos números sobre a situação do diabetes no país. Será às 10h30min, no Centro de Convenções Brasil 21, durante o Fórum Pan-Americano de Doenças Crônicas Não Transmissíveis.

Os dados fazem parte da pesquisa Vigitel – Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – que coletou informações nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, as doenças crônicas não transmissíveis (câncer, diabetes e doenças do aparelho circulatório e respiratório) são as principais causas de morte no mundo, correspondendo a 63% dos óbitos em 2008. Aproximadamente, 80% das mortes ocorrem em países de baixa e média renda. Só no Brasil, essas doenças foram responsáveis por 72% das causas de morte,no mesmo ano.”

(Agência Brasil)