Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Anatel prevê reuniões diárias com operadoras para resolver falhas da telefonia celular

109 2

Representantes da operadora de telefonia celular Oi estão reunidos na manhã desta sexta-feira (20) com a Superintendência de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Esta é a terceira reunião após a agência reguladora ter determinado a suspensão da venda de novos chips e modems de três operadoras a partir da próxima segunda-feira (23), entre elas a Oi, proibida de fazer as vendas em cinco estados.

Na segunda-feira, estão programadas (sem horário definido) reuniões com a TIM e com a Claro, que também foram alvo da suspensão. Além das três operadoras, a Anatel promete reunir-se com outras empresas que estão cumprindo medidas cautelares, no caso a Vivo, CTBC (que opera no norte de São Paulo e em Minas Gerais) e a Sercomtel (que opera no Paraná).

A Anatel informa não ter sido notificada, até o momento, de qualquer pedido de mandado de segurança contra a suspensão aplicada à TIM. A operadora anunciou que pretende recorrer à Justiça para manter as vendas em 18 estados e no Distrito Federal.

As suspensões estipuladas pela Anatel se aplicam apenas à venda de novos chips e modem. Os aparelhos e linhas antigos continuam funcionando normalmente. Em caso de falhas e problemas com os serviços, o consumidor deve procurar a operadora, a Anatel e o Procon estadual ou municipal.

A Anatel suspende as vendas por causa da baixa qualidade dos serviços prestados pelas empresas em vários estados, que vem gerando grande volume de queixas dos clientes. As operadoras reclamam de dificuldades para ampliar e melhorar a qualidade dos serviços, entre elas a burocracia imposta pelas prefeituras e a resistência dos moradores das cidades para instalação de novas antenas. Cada tipo de serviço em operação, 2G (segunda geração) e 3G, exige uma antena diferente, conforme o setor.

(Agência Brasil)

Jardim Japonês e os outros…

Em artigo no O POVO desta sexta-feira (20), a médica Celina Côrte Pinheiro comenta a falta de manutenção em praças, após suas inaugurações ou reformas. Confira:

O Jardim Japonês, localizado na avenida Beira Mar, em Fortaleza, já revela os primeiros sinais de falha na manutenção. A notícia não surpreende, pois a descontinuidade parece ser o destino de grande parte das obras desta cidade, em especial as praças. Elas nascem, involuem e morrem. Algumas estertoram, passam por mudanças e sobrevivem com valentia, como a simbólica Praça do Ferreira.

Amo o verde mesclado à paisagem natural, contudo o Jardim Japonês local não se coaduna bem com o ambiente. O paisagismo nipônico se caracteriza pela leveza das formas, águas cristalinas que correm entre os seixos e desembocam em lagos coloridos pelas carpas, plantas ornamentais típicas com o encanto de suas flores. A tônica é a delicadeza. O jardim daqui é pesado, com seus paredões de granito, e, não fossem os símbolos que nos ajudam a identificar que ali há um jardim japonês, seria difícil percebermos…

Caso o Jardim Japonês siga o destino de outros espaços verdes desta cidade, será um dia apenas um arremedo de praça ou um espaço tomado por ambulantes.

Queira Deus, no futuro compreendam que ali pode habitar um orgulhoso jardim nordestino com plantas que resistem aos períodos de estiagem e trazem a bênção das flores às primeiras chuvas ou durante o ano inteiro. A única exigência são os cuidados com a preservação. Disso, coisa nenhuma abre mão neste mundo!

E por falar em praças, felizmente, há por aqui pessoas como seu Virgílio Nascimento, um idoso de 82 anos com o espírito lúdico infantil, que se permite sonhar e acreditar na realidade de seus sonhos. Reproduziu o encantamento de um jardim em um terreno baldio do bairro De Lourdes, antes depósito de lixo. E a vizinhança, enfeitiçada pelo que é capaz uma mente sonhadora, colabora com a manutenção do novo espaço.

Por que não sonharmos outros jardins nesta cidade, encantados e reais, tal qual aquele criado pelo carinho do seu Virgílio?

Vereador coloca doação do percentual do reajuste salarial em suas propostas para 2013/2016

223 6

Após votar contra o reajuste de 61% (proposta original) no salário dos vereadores para a legislatura 2013/2016 e também votar contra o percentual de 28% (proposta aprovada), o líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza, Plácido Filho (PDT), anuncia em seu panfleto de campanha que, caso reeleito, doará todo mês a diferença salarial para entidades que trabalham com crianças e adolescentes, além de projetos culturais. A diferença chega a R$ 2,6 mil mensais.

Segundo o vereador do PDT, tanto a proposta aprovada, como também a proposta original, são uma afronta ao acumulado de 15,75%, concedido ao servidor público municipal nos últimos quatro anos, em votação na própria Câmara Municipal.

“Os vereadores não podem maltratar os servidores municipais, ao mesmo tempo em que reajustam seus salários acima da inflação e quase o dobro do percentual que concederam ao serviço público municipal”, justificou Plácido Filho, que também propõe mais fiscalização na falta de medicamentos nos postos de saúde, na falta de estrutura dos terminais de ônibus e na superlotação no transporte público, além da cobrança para que todo o secretariado da Prefeitura seja Ficha Limpa.

“Nunca bati e nem mandei bater em ninguém”, afirma Roberto Cláudio

266 9

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Roberto Cláudio (PSB) comentou, nesta sexta-feira (20), a última greve dos professores estaduais, em que alguns docentes foram agredidos por policiais militares durante manifestação na Assembleia Legislativa. Segundo ele, o fato aconteceu porque alguns professores estavam armados de faca, tentaram agredir os deputados, interromper a sessão e calar o Parlamento. “Eu nunca bati nem mandei bater em ninguém. Essa não é a minha postura de vida. Eu sou um negociador, eu sou um democrata”.

As declarações foram feitas durante entrevista de Roberto Cláudio ao programa Debates do Povo, na rádio O POVO/CBN. O deputado estadual é o quarto convidado da série que recebe os candidatos a prefeito de Fortaleza. Já participaram do programa Renato Roseno (Psol), Inácio Arruda (PCdoB) e Elmano de Freitas (PT).

Ao mesmo tempo, Roberto Cláudio afirma que é preciso ter respeito às instituições e à ordem pública. “Naquela dia, os mesmos que violentaram a Assembleia agrediram os sindicalistas”, afirmou.

Questionado se teria alguma crítica ao Governo Cid Gomes, o deputado disse que a área de Cultura precisa de mais investimentos e que o próprio governador já anunciou uma “virada” no setor.

(O POVO Online)

Elmano culpa Governo do Estado por lotação no IJF

138 5

O candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, responsabilizou o Governo do Estado por parte dos problemas de saúde pública na Capital, principalmente os relativos ao Instituto Doutor José Frota (IJF). “Se o Governo do Estado cuidar dos pacientes do Interior eu acabo com as filas e acabo com as macas nos corredores do IJF em seis meses”, afirmou, nessa quinta-feira (19), no programa Debates do Povo, da rádio O POVO-CBN.

Segundo ele, metade dos pacientes do IJF vem de municípios do Interior, comprometendo grande parte dos R$ 19 milhões que o hospital custa por mês à administração municipal. “O povo de Fortaleza não tem uma saúde melhor porque parte desse recurso é necessariamente gasto com nossos irmãos que chegam em situação de vida ou morte no sistema de saúde do Município e não podemos deixar de atendê-los”, argumentou Elmano.

Em resposta, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), por meio de sua assessoria de comunicação, enviou comunicado a O POVO dizendo que o atual plano de ação do Governo do Estado na área de saúde compreende vários equipamentos no Interior. Entre eles, quatro hospitais, 22 policlínicas, 18 centros odontológicos, entre outros. “Com a nova e moderna rede de assistência no Interior, fica reduzida a demanda de pacientes para a Capital”, diz o comunicado.

Elmano disse que não vai fazer um “governo de repetição”. Ele explicou que pretende garantir conquistas dos últimos anos, avançar em outras áreas e corrigir algumas situações. “O governo tem acertos e tem erros”, admitiu.

Ao apontar quais seriam alguns desses erros, o candidato citou que um deles foi subestimar a situação financeira da Prefeitura em 2012. O outro se refere à mobilidade urbana. “Tenho clareza de que nós temos que fazer uma ação na mobilidade urbana maior, porque em 2004 não tínhamos seis mil veículos entrando todo mês em Fortaleza”, pontuou.

Elmano se comprometeu a manter a tarifa de ônibus como a mais barata entre as capitais brasileiras, mas disse que pretende dar “um passo à frente”. “Quero enfrentar o problema de fila no terminal e de ônibus lotado, em especial no horário de pico.”

(O POVO)

Caixas eletrônicos são arrombados em Uruburetama nesta madrugada

“Dois caixas de uma agência Banco do Brasil de Uruburetama foram arrombados na madrugada desta sexta-feira, 20. Segundo informações do coronel Edivar Azevedo, do 9º Batalhão de Itapipoca, dois homens violaram os equipamentos com uma máquina de corte e levaram o dinheiro.

Ainda de acordo com o coronel, o alarme da agência bancária não foi acionado e imagens do circuito interno de TV não ficaram nítidas. Os dois homens fugiram em um carro de cor escura, com o apoio de mais dois homens.

Em contato com O POVO Online, o coronel informou que a Polícia acredita que a mesma quadrilha vem agindo em bancos no Interior do Estado. Até o momento, ninguém foi preso. A quantia em dinheiro roubada ainda não foi revelada pela gerência do banco.”

(O POVO Online)

Prefeita discute nesta sexta-feira imbróglio do Ipem

Após a exoneração de Fernando Rossas da superintendência do Ipem e do imbróglio sobre a “posse” supostamente não autorizada de Antônio Almir de Sousa no cargo, a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT) deverá decidir nesta sexta-feira (20) o futuro do órgão – que, na prática, está sem superintendente desde a última segunda-feira (16).

Por meio da assessoria de imprensa, o coordenador de Articulação Política da Prefeitura, Waldemir Catanho, disse que Luizianne irá chamar Rossas para conversar. De acordo com a assessoria, ele será convidado a “opinar” sobre a situação.

Rossas disse ao O POVO que sua exoneração foi comunicada, na última sexta-feira (13), sem detalhes sobre a motivação. Embora Catanho tenha comunicado a saída, a exoneração de Rossas ainda não foi publicada no Diário Oficial do Município.

A notícia sobre a saída do então superintendente foi dada pessoalmente a ele, na última sexta-feira, sem detalhes sobre a motivação. Rossas também disse que não foi informado por Catanho sobre quem o substituiria.

(O POVO)

Prévia da FGV mostra queda de 0,3% na confiança do empresário da indústria

O Índice de Confiança da Indústria, da Fundação Getulio Vargas, caiu 0,3% na prévia de julho deste ano, na comparação com o número final de junho. O índice preliminar deste mês é 102,9 pontos, ante os 103,2 pontos de junho.

A queda do indicador foi influenciada exclusivamente pela redução do Índice da Situação Atual, que reflete a opinião do empresário da indústria em relação ao momento atual. O subíndice diminuiu 1,1% e atingiu 103,3 pontos.

Já o subíndice de Expectativas, que avalia a perspectiva do empresário para os próximos meses, subiu 0,5% e atingiu 102,5 pontos. Para a prévia do Índice de Confiança da Indústria, foram consultadas 806 empresas.

(Agência Brasil)

Ceará sedia encontro sobre riscos e desastres nas regiões Nordeste e Norte

O Ceará recebe nesta sexta-feira (20) a 8ª Reunião do Grupo de Trabalho (GT) Informações de Riscos: Nordeste e Norte. O encontro acontece a partir das 9h30min, no auditório da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Com objetivo de agregar todas as informações para subsidiar a gestão de riscos e a prevenção de desastres naturais nas regiões Nordeste e Norte, o Centro Nacional de Gerenciamento de Desastres (Cenad) organizou reuniões periódicas com diversos órgãos nacionais, regionais e estaduais para discutir duas situações extremas: a Seca vivenciada pela região Nordeste e as Cheias vivenciadas pela região Norte.

Após sete reuniões, o Centro Nacional busca, agora, levar as discussões para as esferas estaduais com intuito de ampliar parcerias com órgãos estaduais que trabalham com informações de desastres.

(Funceme)

Policiamento de trânsito poderá ser exclusividade da Polícia Militar

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3477/12, do deputado William Dib (PSDB-SP), que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB – 9.503/97) para tornar explícitas as competências das polícias militares dos estados e do Distrito Federal como integrantes do sistema nacional de trânsito. Atualmente, o CTB estabelece que cabe às polícias militares executar a fiscalização de trânsito, por meio de convênio com o órgão executivo de trânsito, simultaneamente com os demais agentes credenciados.

O autor argumenta que, por envolver a preservação da ordem pública, o policiamento ostensivo, inclusive de trânsito, deve ser exercido exclusivamente pelas polícias militares dos estados e do Distrito Federal. Ele sustenta que os próprios currículos dos cursos de formação das polícias militares costumam conferir atenção especial ao policiamento e à fiscalização de trânsito. “É muito comum também a estrutura organizacional das polícias militares possuir unidades especializadas em trânsito”, disse Dib.

(Agência Câmara de Notícias)

DF, Natal, Cuiabá e Manaus estão com obras de mobilidade para a Copa de 2014 atrasadas

Faltando dois anos para a Copa do Mundo de 2014, 8% das obras de mobilidade urbana prevista para serem concluídas até o início do evento estão atrasadas. Outras 36% estão em ritmo que requer atenção e 56% estão em ritmo adequado. Os dados são de balanço apresentado hoje (19) pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.

Os locais com obras de mobilidade urbana atrasadas são Natal, Cuiabá, Manaus e o Distrito Federal. Nesse último, a licitação que faltava para as obras do veículo leve sobre trilhos (VLT) foi concluída na semana passada. Com isso, o DF pode deixar a lista das unidades com obras em atraso, segundo o ministro Aguinaldo Ribeiro.

Em Natal, os problemas estão relacionados ao atraso na entrega de projetos, desapropriação de terras, falta de licenciamentos e intervenção do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Em Cuiabá, as dificuldades são com desapropriação, falta de licenças ambiental e de instalação e também de projetos executivos. Na cidade de Manaus, há entraves envolvendo o patrimônio histórico e questionamento quanto ao formato da licitação.

“Em outubro, haverá uma nova avaliação do ponto de vista da Copa para ver se haverá comprometimento. Estamos trabalhando para que não haja”, disse o ministro. O balanço sobre as obras de mobilidade para a Copa de 2014 foi divulgado durante o evento que lançou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Médias Cidades, no Palácio do Planalto.

(Agência Brasil)

Entrega de imóvel com atraso poderá gerar indenização ao consumidor

Construtoras e incorporadoras terão de indenizar o consumidor caso não entreguem os imóveis vendidos na data contratada. É o que prevê projeto de lei apresentado pelo senador Eduardo Lopes (PRB-RJ). A proposta aguarda designação do relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

O projeto de lei do Senado (PLS 97/2012) determina que as empresas indenizem o equivalente a 2% do valor total contratado se não honrarem o contrato. Não haverá indenização apenas quando o contrato previr prazo de tolerância, que não pode ser maior do que seis meses. Para isso, a proposta de Eduardo Lopes altera o Código de Defesa do Consumidor (lei 8.078/1990).

Se a entrega do imóvel não acontecer no prazo, além da indenização, o projeto de lei determina multa moratória mensal de 0,5% sobre o valor total do imóvel, devidamente atualizado, a contar da data prevista no contrato.

De acordo com o projeto, o consumidor poderá utilizar o valor proveniente da multa para abater em parcelas que vencerem após o prazo previsto para entrega do imóvel ou pedir sua devolução, que deve ser feita em, no máximo, 90 dias após a entrega das chaves ou da assinatura da escritura definitiva.

(Agência Senado)

Projeto isenta 13º salário do Imposto de Renda

108 1

Projeto que isenta o 13º salário do desconto do Imposto de Renda pode ser examinado pelos senadores após o recesso parlamentar. A proposta altera a Lei nº 7.713, de 22 de dezembro de 1988.

O autor do projeto, senador Lobão Filho (PMDB-MA), argumenta que a medida aumentará a renda disponível do trabalhador, o que vai contribuir para fomentar o consumo.

“Ao aumentar o consumo, estará sendo dado formidável impulso aos setores produtivos da economia, aumentando a geração de empregos e a circulação de bens, serviços e renda, como um todo. Em outras palavras, contribuindo para incrementar o Produto Interno Bruto”, justifica o senador.

Na avaliação do parlamentar, a isenção do imposto não afetará o orçamento da União. Para Lobão Filho, a parcela dispensada retornará logo aos cofres públicos na forma de tributos sobre o consumo como o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

O senador argumenta ainda que o 13º salário é fator de redistribuição de renda e, além de ajudar a atenuar o endividamento acumulado durante o ano, a medida também vai proporcionar à população uma poupança para enfrentar as despesas típicas do início do ano.

O projeto (PLS 266/2012) foi apresentado no dia 17 de julho, na véspera do recesso parlamentar, e será examinado pelas comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE) – nesta, em caráter terminativo.

(Agência Senado)

Todas as operadoras de celular terão de apresentar plano de qualidade para a Anatel

Todas as operadoras de serviço de telefonia celular no país deverão apresentar plano de investimento e melhoria da qualidade dos serviços de rede e do atendimento dos call centers para os próximos dois anos.

A informação é do superintendente de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Bruno Ramos, que neste momento está reunido com representantes da Claro, uma das três empresas de telefonia celular que tiveram suspensa a autorização para comercializar chip e modem 3G.

Na reunião, estão sendo apresentadas as premissas que o plano de ação deverá seguir. Conforme Bruno Ramos, as orientações variam de empresa para empresa. “Vamos acompanhar passo a passo”, promete o superintendente. A Anatel também terá encontros com a TIM (já marcada para as 16h30) e com a Oi (horário a confirmar).

Além das três empresas punidas pela Anatel, também deverão apresentar seus respectivos planos a operadora Vivo e duas outras prestadoras locais de telefonia celular em Minas Gerais e no Paraná.

Para o superintendente da Anatel, a decisão de suspensão é “dura”, mas “vai mudar paradigma” e as operadoras já “entenderam” as exigências da Anatel.

(Agência Brasil)

Hoje é o Dia do Futebol. Sabe qual o time mais antigo do Brasil?

Errou quem apontou o Botafogo (fundação em 1894), o Flamengo (1895), o Vasco da Gama (1898) ou mesmo o Vitória da Bahia (1899). Na verdade é o Rio Grande, do Rio Grande do Sul, que este ano foi rebaixado para a terceira divisão do Campeonato Gaúcho, ao não passar da primeira fase da Divisão de Acesso.

Apesar de fundado em 19 de julho 1990 (completa nesta quinta-feira 112 anos de existência), o Rio Grande sempre foi um clube de futebol. Os clubes mais antigos somente criaram seus departamentos de futebol uma década depois. Das grandes equipes brasileiras, a Ponte Preta é a mais antiga. O time de Campinas (SP) foi fundado 23 dias após o Rio Grande.

Em homenagem à fundação do Rio Grande, a CBF estabeleceu o dia 19 de julho como o Dia do Futebol no Brasil.

Calouros e Mequinha

A história do Rio Grande é bastante parecida com a do Calouros do Ar e do América (CE). Esses clubes conheceram o apogeu nos meados do século passado e hoje amargam derrotas em divisões inferiores em seus Estados.

América e Calouros iniciam as disputas da terceira divisão do Campeonato Cearense, no fim de agosto, sem a certeza de dias melhores.

Elmano admite problemas na gestão e promete mais ação no trânsito

119 4

“O candidato do PT a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas (PT), reconheceu que a administração Luizianne Lins (PT) tem acertos e erros e diz que pretende corrigir onde considerar que há problemas. Ele fez autocrítica em relação à área financeira e às políticas de mobilidade urbana.

Elmano é o entrevistado desta quinta-feira, 19, no programa Debates do Povo, na rádio O POVO/CBN. Ele é o terceiro convidado na série que receberá todos os candidatos a prefeito da Capital. Na terça-feira, Renato Roseno (Psol) foi o entrevistado. Na quarta, foi a vez de Inácio Arruda (PCdoB).

O candidato petista disse que uma das coisas que não repetiria seria subestimar a situação financeira da gestão municipal ao tomar posse. Além disso, ele afirmou ter clareza da necessidade de ação maior no campo da mobilidade urbana, pois, ressalta, não havia seis mil veículos entrando por mês no trânsito da cidade em 2004.

Ele disse ainda que pretende ir além da manutenção da tarifa de ônibus entre as mais baratas do Brasil. Elmano afirmou que o passo à frente seria enfrentar filas nos terminais e a lotação de ônibus nos horários de pico.

Luizianne escondida.

Questionado sobre a visibilidade relativamente reduzida de Luizianne Lins em sua campanha, Elmano destacou que o PT possui vários líderes. Além da prefeita, destacou Lula, Dilma Rousseff e o senador José Pimentel.

Disse ainda que a pouca participação de Luizianne na campanha se deve às suas atribuições e compromissos como prefeita.”

(O POVO Online)

O trânsito ainda vai piorar, e muito

194 5

Da coluna Política, no O POVO desta quinta-feira (19), pelo jornalista Érico Firmo:

Para quem acha que a situação do trânsito de Fortaleza está horrorosa, a má notícia é que ainda vai piorar muito antes de melhorar um pouco. A Capital sofre o impacto de diversas intervenções simultâneas, cujo porte ainda é muito menor e em avenidas menos movimentadas que algumas que receberão – em breve, espera-se – as principais obras da Copa do Mundo de 2014.

Nesta semana, começaram os trabalhos na Washington Soares com a Rogaciano Leite. O transtorno provocado é maior que o causado nas recentes construções dos túneis em frente ao Centro de Eventos. Nos próximos meses, haverá ainda interrupções em trechos das avenidas Santos Dumont, Padre Antônio Tomás, Alberto Sá, Raul Barbosa, Dedé Brasil, entre outras. É muito provável que, em algum momento, todas estejam parcialmente obstruídas ao mesmo tempo. Como previra em dezembro o agora ex-presidente da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), Fernando Bezerra, será “uma loucura total”.

O que a realização da Copa do Mundo tem de melhor é o fato de acelerar a realização de obras importantes para a cidade e que, de outra forma, demorariam muito mais para serem feitas. Mas mesmo aí há um aspecto negativo: com muitas obras em pouco tempo, o transtorno é muito maior que seria caso as intervenções fossem graduais. Esse problema, no entanto, não é culpa da Copa, mas dos gestores.

Paulo Linhares assumirá Dragão

O ex-secretário de cultura Paulo Linhares, criador do Dragão do Mar, vai assumir o Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC). A informação foi confirmada na noite desse quarta-feira (18) por fontes do Governo.

O Instituto, uma Organização Social, é responsável pela administração do Centro Dragão do Mar, do Centro Cultural do Bom Jardim e pela Escola de Artes e Ofícios Tomaz Pompeu Sobrinho.

Paulo foi secretário da Cultura no governo Ciro Gomes, quando idealizou e criou o Instituto e o Centro Dragão do Mar. Atualmente, ele é presidente do Instituto de Estudos e Pesquisas (Inesp), da Assembleia Legislativa.

Paulo mantinha duras críticas às recentes gestões do IACC, especialmente no que se refere à política de formação na área de Cultura.

Em entrevista ao O POVO, em abril deste ano, disse que o Dragão havia adquirido uma importância tão grande que levava o secretário da Cultura a romper com o presidente do IACC. “O presidente do Dragão acaba se tornando mais importante que o secretário. É tão complicada essa relação que eu acho que o Dragão deveria se autonomizar com relação à Secretaria”, disse.

O POVO apurou que a atual presidente do Instituto, Isabel Fernandes, deverá ocupar a Secretária de Formação do IACC, que será criada na estrutura do Dragão. Os demais diretores do IACC deverão ser mantidos em seus cargos.

(O POVO)

Pedro Taques quer informações do Senado americano sobre investigação do banco HSBC

136 1

O senador Pedro Taques (PDT-MT) protocolou na CPI do Cachoeira requerimento de pedido de informações ao Senado dos Estados Unidos. O objetivo é obter detalhes de uma investigação sobre esquemas de lavagem de dinheiro que usavam contas no banco HSBC. A ocultação da origem de dinheiro ilegal é uma das acusações que pesam contra a organização criminosa investigada pela CPI.

O Requerimento 717/12 foi motivado pela apuração por parte do Senado americano do suposto uso do HSBC por narcotraficantes do México para lavar dinheiro. A investigação aponta que a falta de mecanismos de controle do banco e a falta de ação dos reguladores permitiram aos cartéis da droga lavar milhões de dólares em operações nos Estados Unidos.

No requerimento, o senador argumenta que, no Brasil, o banco é detentor da conta com maiores recebimentos de recursos federais por parte da Delta Construções, suspeita de envolvimento no esquema de Carlinhos Cachoeira. Além disso, estariam no HSBC as contas com maior movimentação de pagamentos da Delta para outras empresas já apontadas como de fachada da organização.

“Suas informações bancárias são, então, da maior relevância para as apurações aqui relatadas”, conclui o senador no requerimento.

Para Taques, não é possível dizer se houve conivência da instituição bancária com irregularidades detectadas pela CPMI, o que poderá ficar mais claro com as informações solicitadas.

“Conhecendo as práticas já apontadas como irregulares no exterior, poderemos constatar se repetem ou não na operação brasileira”, explica.

Ainda no requerimento, o senador aponta dificuldades da CPI para obter do HSBC informações sobre a Delta.

“Em que pese o prazo decorrido desde a aprovação do requerimento da quebra de sigilo bancário da mencionada construtora, as informações do HSBC ainda não foram disponibilizadas à Comissão”, argumenta.

(Agência Senado)