Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Cinzas de Chico Anysio serão divididas entre o Rio de Janeiro e Maranguape

199 1

Parte das cinzas do humorista cearense Chico Anysio ficará em sua cidade natal Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza. A outra parte ficará no Rio de Janeiro. A cremação está prevista para este domingo (25), no cemitério do Caju, na capital carioca.

O governador Cid Gomes, que iria ao Rio de Janeiro para a cremação, preferiu ficar em Fortaleza para receber parte das cinzas do artista que sempre destacou o Ceará. A chegada de parte das cinzas de Chico Anysio está prevista para o início da semana.

Vamos nós – Se em vida Chico se dividiu em tantas personagens, nada mais justo que suas cinzas também sejam divididas. Melhor seria em cada Estado brasileiro.

Pinheiro Supermercado investe em Mídia Indoor e homenageia governador Cid Gomes

Honório Pinheiro,controlador do Grupo Pinheiro, lançando o projeto.

Um projeto inovador e arrojado, com conceitos atuais de merchandising e mídia interna, foi lançado na manhã deste sábado (24), no La Maison, tendo na assinatura os controladores do Pinheiro Supermercado.

Centenas de fornecedores conheceram o projeto denominado PIN, que leva neste ano o título de Vila das Oportunidades. Na ocasião, o Pinheiro Supermercado homenageou o governador Cid Gomes, por meio da comenda o “Amigo do Bom Vizinho”.

A ideia inédita no ramo de supermercado chega para normatizar a mídia interna, oferecendo para os fornecedores opções de divulgação de seus produtos nos mais valiosos espaços visitados e utilizados, dentro dos supermercados, pelos consumidores.

Baseados em estudos divulgados que indicam que a atenção das pessoas para a mídia interna é superior se comparada à externa, o Pinheiro Supermercado pretende com o projeto proporcionar às marcas um contato mais direto com o consumidor, ou seja, proporcionar uma maior aproximação com os anunciantes.

Tendo como uma das missões a de construir uma Boa Vizinhança, o Pinheiro Supermercado, com 20 anos fincados no mercado cearense, possui dez estabelecimentos distribuídos entre a Capital e Interior, o qual oferece ainda espaços de entretenimento e lazer.

O Pinheiro Supermercado ao investir e desbravar o estado do Ceará já trouxe resultados para seus investimentos. Em 2011, através de pesquisa feita pelo Instituto Great Place no Work, o Pinheiro ficou entre as melhores empresas para se trabalhar no Ceará, levando em consideração os princípios de credibilidade, respeito, imparcialidade, camaradagem e orgulho.

(Assessoria de Imprensa)

Durante a festa de lançamento do PIN (Pinheiro Mídia Indoor), houve também a entrega antecipada de um cheque no valor de R$ 5.006,00 para a APAE de Sobral. O valor representando um mês do que deverá render essa inciativa do Pinheiro Supermercado de abrir espaços em suas 10 filiais para publicidade dos fornecedores. Segundo Honório Pinheiro, trata-se de uma ação do PIN ( Pinheiro Social), que ajudará as APAES de Fortaleza, Sobral, Itapipoca e de Limoeiro do Norte.

Cid Gomes, Honório Pinheiro e o filho mais velho do governador, Rodrigo.

Outro ponto alto do evento foi a entrega do troféu “Amigo Bom Vizinho” ao governador Cid Gomes, que compareceu ali com o filho mais velho, Rodrigo. Ele recebeu a homenagem das mãos do empresário Ivens Dias Branco, e foi aplaudido por um auditório lotado de empresários, fornecedores e colaboradores do Pinheiro Supmermercado e por publicitários e convidados. Entre as presenças, os secretários Eduardo Diogo (Planejamento do Estado), Camilo Santana (Cidades) e René Barreira (Ciência e Tecnologia do Estado); Jorge Parente, diretor da CNI; o presidente da Adece, Roberto Smith; Aníbal Feijó, presidente da Acesu; os prefeitos Clodoveu Arruda (Sobral) e João Dilmar (Limoeiro do Norte); o secretário de Gestão e Participação Popular do MS, Odorico Monteiro; o secretário especial dos Portos,  ministro Leônidas Cristino; o empresário Pio Rodrigues; e o juiz eleitoral Cid Marconi, além do deputado estadual Maílson da Cruz.

(Fotos – Paulo MOska)

Eleição de Fortaleza

320 10

Em artigo no O POVO, neste sábado (24), o médico, antropólogo e professor universitário, Antonio Mourão Cavalcante, critica sobre a disputa política entre Cid Gomes e Luizianne. Diz que a briga está acima da importância de Fortaleza. Confira:

Sinceramente. Confesso que essa briga de Cid Gomes com Luizianne Lins já encheu meu saco. Não é possível que, todos os dias, os jornais se ocupem em noticiar mensagens para os supostos campos em oposição. Cada um quer porque quer emplacar um candidato e a Cidade que se dane.

Fico muito indignado por Fortaleza. Nossa cidade não merece tanta mesquinharia junta. Voltamos a uma política dos tempos do partido verde contra o partido encarnado. Uma discussão que não consegue avançar em termos de um projeto político-administrativo. Cada um está mais empenhado em consolidar a sua patota política.

Fortaleza é uma megacidade. Mais que uma capital. Porém, em termos políticos se comporta como uma província. A maneira como o processo sucessório começou, me deixa preocupado. Muito limitado. Muito mesquinho.

Por mais importante que sejam estas duas personalidades em disputa: Cid x Luizianne, Fortaleza é maior que os dois. Parece uma briga de egos inflados. Nada mais. E, sinceramente, Fortaleza não merece isso.

Aliás, escolher um nome – se é Zeca ou Cazuca – pouco importa. Queremos compromissos com os problemas reais da Cidade. Como resolver essa situação da mobilidade urbana? Fortaleza está asfixiada. Não anda. Como melhorar a saúde que está calamitosa? As unidades hospitalares de urgência vivem clima de terror. Isso não é humano. Como enfrentar esse problema da violência? Que modelo de administração está sendo proposto? O que faremos com a educação? Vamos estimular e descentralizar o governo municipal? Ou vamos deixar que as Regionais sejam apenas cabides de empregos para os amigos dos partidos da base de apoio?

São muitas questões sérias, graves. E ficam estes dois trocando farpas “egóicas”. Chegam a beirar o ridículo. Cuidado Luizianne e Cid. A população de Fortaleza não é trouxa. Está percebendo e registrando essa briga ridícula, que não tem nada a ver com os reais problemas da cidade. Na hora do voto na urna, não mostrem susto se o resultado fugir ao “combinado” pelos cartolas da politicagem. Fortaleza não aceita cabresto.

Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose: OMS alerta para epidemia oculta entre crianças

Crianças de até 15 anos com tuberculose frequentemente não são diagnosticadas por duas razões: falta de acesso a serviços de saúde ou falta de preparo dos profissionais para reconhecer sinais e sintomas da doença entre pessoas desse grupo. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS) que lembra neste sábado (24) o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose.

A entidade ressaltou que foram feitos progressos no combate à doença – o total de mortes registradas caiu 40% em relação a 1990. Ainda assim, a tuberculose entre crianças configura, segundo a OMS, uma epidemia oculta na maioria dos países.

Ao todo, 200 crianças morrem todos os dias em razão da tuberculose – ainda que o custo para prevenir a doença seja de US$ 0,03 por dia e o custo do tratamento para curar a doença seja de US$ 0,50 por dia.

A estimativa é que pelo menos 500 mil bebês e crianças sofram com a doença todos os anos, enquanto 70 mil morram. Crianças menores de 3 anos e as que enfrentam desnutrição severa e que têm o sistema imunológico comprometido apresentam maior risco de desenvolver tuberculose.

A única vacina capaz de prevenir formas graves de tuberculose é a chamada BCG (Bacilo de Calmette e Guérin), aplicada em crianças e adultos sob a forma de injeção intradérmica.

Na próxima segunda-feira (26), o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, apresentam o balanço do número de casos de tuberculose no Brasil nos últimos anos. Na ocasião, também será apresentada a nova campanha para conscientizar a população sobre os cuidados e o tratamento para o enfrentamento à doença.

(Agência Brasil)

IJF fecha nova parceria para ampliar leitos de retaguarda

Após a desvinculação da Secretaria da Justiça e Cidadania, o Hospital da Polícia Militar, no bairro Farias Brito, em Fortaleza, será integrado à rede de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Dos 72 leitos desta unidade, pelo menos 20 deverão servir de retaguarda ao Instituto Dr. José Frota (IJF). O anúncio foi feito pelo secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro.

Monteiro conheceu o diagnóstico das principais demandas do IJF e o plano de ação proposto pelo Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH), instituído naquela unidade. Uma das diretrizes estabelecidas pelo plano é a consolidação de parcerias com hospitais das redes pública e privada, para a oferta de leitos de retaguarda para o IJF. Atualmente estão firmados contratos com o Pronto Socorro dos Acidentados, no Dionísio Torres, que recebe pacientes traumatológicos, e com o Hospital Fernandes Távora, na Barra do Ceará, para o atendimento de pacientes neurológicos.

Os leitos do Hospital da Polícia Militar devem ser ofertados para a retaguarda do IJF a partir de abril, para tratamento de traumato-ortopedia e cirurgias bucomaxilofaciais. A unidade será transformada para atendimentos de maior complexidade e os policiais militares que servem no hospital e que não são da área de saúde já estão sendo realocados. O Estado vai investir cerca de R$ 25 milhões.

(Ascom/Ministério da Saúde)

Justiça mantém indisponibilidade dos bens do prefeito de Quixeramobim

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve a liminar que determinou a indisponibilidade dos bens do prefeito de Quixeramobim, Edmílson Correia de Vasconcelos Júnior, do ex-deputado estadual Cirilo Antônio Pimenta Lima e dos ex-vereadores Aluísio Cosmo Lima e Francisco Neto Nogueira Lima. Eles são acusados de improbidade administrativa.

De acordo com o Ministério Público do Ceará (MP/CE), auditoria realizada no Instituto de Previdência dos Servidores do Município constatou a ausência de repasse no valor de R$ 1,5 milhão. O dinheiro foi descontado da remuneração dos servidores, mas não foi repassado ao Instituto. A fiscalização foi feita pelo Departamento dos Regimes de Previdência Social e abrangeu o período de 2001 a 2008.

Por esse motivo, o MP/CE ajuizou ação civil pública, com pedido liminar, requerendo a indisponibilidade dos bens dos acusados, até o valor correspondente ao prejuízo causado ao erário municipal. O Ministério Público argumentou também que eles cometeram crime de apropriação indébita previdenciária.

O Juízo da Comarca de Quixeramobim já havia decretado a indisponibilidade dos bens. Também determinou que fosse realizado o repasse integral dos valores recolhidos em cada mês da remuneração dos servidores para o Instituto de Previdência, bem como a elaboração de cronograma de recolhimento dos valores descontados e não repassados, devidamente atualizados, no prazo de até 30 dias.

Inconformados, os acusados interpuseram agravo de instrumento (nº 4175-83.2009.8.06.0000/0) no TJCE. Sustentaram cerceamento de defesa, motivo pelo qual solicitam a nulidade da liminar.

O relator do processo, desembargador Teodoro Silva Santos, destacou que o “deferimento de liminar em sede de ação civil pública por improbidade administrativa, antes da notificação, não gera cerceamento de defesa, não acarretando, portanto, qualquer nulidade”. Com base em precedentes do TJCE e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a 4ª Câmara Cível manteve a decisão agravada.

(TJCE)

Brasil ainda tem o desafio de atender à população com eficiência na área de saúde bucal, diz presidente da ABO

O Brasil ainda está caminhando, dando seus primeiros passos efetivos para uma saúde bucal de qualidade, mas ainda falta muito para que o Brasil atenda à população com eficiência. A declaração, do presidente da Associação Brasileira de Odontologia do Distrito Federal (ABO-DF), Hamilton Melo, foi feita nessa sexta-feira (23) ao participar do 14º Congresso Internacional de Odontologia em Brasília. O tema do congresso, que começou na última quinta-feira (21) e vai até este sábado (24), é Política de Saúde Bucal – Instrumento de Valorização Profissional e Qualidade de Vida.

Para o presidente da ABO, a oportunidade de oferecer ferramentas e possibilidades de aperfeiçoamento do profissional é o fator que garante qualidade do serviço na área de odontologia. “A realidade da saúde dental no Brasil começa a obedecer a regras impostas pela Organização Mundial da Saúde [OMS]. Faculdades e investimentos na área, pelo governo federal, são indicativos de que os parâmetros começam a deixar o papel”, ressaltou.

Cerca de 4 mil pessoas já visitaram os estandes, as salas de curso e as apresentações de formandos. O intercâmbio entre o mercado odontológico e o conhecimento técnico-científico dos cirurgiões-dentistas, e também a prestação de serviço abrem a discussão para os novos modelos de pesquisa dentro do setor.

Para o especialista em ortodontia Helder Carneiro, o congresso é importante para estipular aos profissionais o mínimo necessário às atividades diárias. “Eu atuo como professor e acredito que o congresso é fundamental para o desenvolvimento técnico e científico da profissão. Está muito organizado [o congresso] do ponto de vista científico e bastante rico, além da interação da comunidade odontológica”, avaliou.

(Agência Brasil)

Crise na base do governo e defesa da governabilidade

171 1

A crise na base de sustentação parlamentar do governo contrasta com o crescimento do apoio popular à presidente Dilma Rousseff, revelado pelas últimas pesquisas de opinião. O fosso entre os representantes dissidentes e seus representados deveria ser um sinal de que algo anda errado no Congresso e é preciso agir antes que as próprias instituições democráticas sejam comprometidas por um impasse institucional.

A ameaça à governabilidade é a “espada de Dâmocles” que paira sobre o presidencialismo de coalizão, que é uma tentativa duvidosa de “parlamentarizar” o presidencialismo (o povo brasileiro rejeitou por duas vezes o parlamentarismo, em consultas históricas). O atual modelo foi elaborado para evitar que o partido do presidente da República obtenha a maioria no Congresso Nacional. Assim, o governante fica dependente de uma coalizão partidária para governar.

O grave é que o programa aprovado na eleição presidencial tem de ser levado a cabo, sob pena de frustração do eleitorado. Mas termina comprometido pela reação de algum segmento da base que teve o interesse atingido por algum item programático. Na verdade, a coalizão não é feita propriamente entre partidos, mas entre “caciques” que dominam facções internas de cada agremiação.

Os dissidentes passam a nítida impressão de que votam contra o governo, não com o intuito de defender um interesse maior do País, mas como retaliação por não ver atendido algum pleito particular. E aí, segundo as pesquisas, a opinião pública tende a se colocar ao lado de Dilma e a encorajá-la a enfrentar de peito aberto os responsáveis por esse “jogo pequeno”. Contudo, há o risco concreto de o governo ser paralisado e o País pagar caro por isso. É preciso, portanto, pensar em uma solução institucional definitiva.

A própria Constituição prevê o remédio: introduzir o cidadão como ator direto nesse jogo para equilibrar a relação Governo x Congresso. Basta regulamentar a democracia participativa preconizada no parágrafo único do art. 1º da CF. Com isso os próprios cidadãos eleitores, através de plebiscito, resolverão os impasses eventuais. Afinal, o povo é a fonte originária do poder.

(O POVO / Editorial)

Deputados da oposição visitam obras de transposição do São Francisco e criticam baixa execução

182 1

Estado da obra é quase de abandono

Um grupo de parlamentares da oposição visitou nessa sexta-feira (23) as obras de transposição do Rio São Francisco no município de Mauriti (CE) e saíram de lá com duras críticas sobre a condução do projeto pelo governo.

A principal queixa dos oposicionistas é quanto ao aumento do preço da obra sem resultados concretos. Inicialmente, a transposição do Rio São Francisco estava orçada em R$ 4,5 bilhões. O valor já foi aumentado seguidas vezes e atualmente está previsto que a obra custará R$ 8,2 bilhões.

“A obra não só está parada como há um grave processo de deterioração, com erosões, crescimento da vegetação, concreto sendo perdido. Uma obra que em 2012 foi repactuada quase no dobro do valor inicial. E ainda com cheiro de novos aumentos de preços”, disse o líder do PSDB na Câmara, deputado Bruno Araújo (PE).

Araújo conta que viu casos de pessoas que tiveram as terras desapropriadas e agora estão em situação difícil. “O que nós vimos é um descaso não só com o dinheiro público, mas também com a criação de falsa expectativa para uma população de uma região pobre”. Ainda de acordo com Araújo, dos 16 lotes da obra só os dois onde o Exército trabalhou chegaram a 90% de execução.

Depois da experiência nas obras do São Francisco, os deputados de oposição pretendem percorrer o país para fiscalizar o investimento público em outras áreas. No que eles chamam de Caravana da Verdade, os parlamentares querem observar os gastos nas áreas de saúde, educação, meio ambiente, entre outras coisas. “Estou convencido da necessidade de montar uma caravana para contrapor a propaganda oficial do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]”, disse Araújo, que falou com a Agência Brasil em nome da comitiva.

Participaram da visita ao Ceará os deputados Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), Vanderlei Macris (PSDB-SP), Nilson Leitão (PSDB-MT), Eduardo Azeredo (PSDB-MG), César Colnago (PSDB-ES), Eduardo Gomes (PSDB-TO), Carlos Brandão (PSDB-MA), Simplício Araújo (PPS-MA) e Felipe Maia (DEM-RN).

Também hoje o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, visitou outro trecho das obras. Bezerra esteve em Pernambuco, onde se encontrou com os representantes dos consórcios executores para cobrar metas e resultados. Segundo informações do ministério, 11 dos 16 lotes estão em atividade e mais um será retomado até o final de março. Em outros três, os contratos estão sendo rescindidos e uma nova licitação deverá ocorrer até o final de abril.

De acordo com texto na página do Ministério da Integração,  “o novo investimento de R$ 8,2 bilhões resulta do acréscimo de novas condicionantes ambientais exigidas pelo Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], serão mais de R$ 900 milhões de recursos para esta área, da revisão de obras civis em decorrência dos projetos executivos, dos gastos com eletromecânica e da supervisão e do gerenciamento da obra em função do prolongamento do prazo”.

Atualmente 3,5 mil pessoas trabalham no Projeto de Integração do Rio São Francisco. Esse número deve chegar a 6,5 mil até o fim do ano.

(Agência Brasil)

Vem aí o Cotar

Da coluna Vertical, do O POVO, neste sábado (24):

Vem aí novo organismo no aparelho policial cearense. Trata-se do Comando Tático Rural (Cotar), que cobrirá as divisas do Ceará com Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Segundo o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Bezerra, o Cotar atuará inicialmente com oito viaturas equipadas com material de ultima geração e contando com telefone global (via satélite), além do apoio do Serviço de Inteligência da SSPDS e de helicóptero.

“O Cotar terá homens já treinados pelo Batalhão de Choque e especializados em ações de alto risco e confronto. Será voltado para o combate ao crime organizado também no Interior”, explica Bezerra. Ele adianta que já recebeu 58 novas viaturas picape Hilux. Desse total, saem as oito do Cotar, que será lançado em abril.

Mais 30 instituições de ensino são suspeitas de tentar manipular as notas no Enade

O Ministério da Educação (MEC) identificou em pelo menos 31 instituições particulares de ensino superior problemas em relação à participação dos seus alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). De acordo com o ministério, há “inconsistência nos dados”, já que nessas faculdades o número de estudantes que participaram da avaliação é inferior ao de formandos indicados pelo Censo da Educação Superior.

O levantamento foi feito após denúncia encaminhada à pasta de que a Universidade Paulista (Unip) estaria selecionando apenas os seus melhores alunos para participar do Enade e, assim, conseguir notas mais altas. A mesma prática poderia estar ocorrendo nessas outras instituições. Todas as faculdades foram notificadas e algumas já enviaram esclarecimentos ao MEC.

O ministério anunciou que instalou um auditoria com prazo de 60 dias para aprofundar as investigações contra a Unip. Outra medida tomada foi a determinação de visitas de comissões de especialistas para avaliação in loco de todos os cursos da universidade que estejam em fase de renovação ou de reconhecimento do credenciamento. Em geral, os cursos não precisam passar por essa etapa de avaliação se tiverem nota superior a 3 (em uma escala de 1 a 5) nos indicadores de qualidade do MEC, como o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC).

Segundo o ministério, caso sejam confirmadas as tentativas de manipular os resultados do Enade também nas outras 30 instituições, serão aplicadas as mesmas medidas determinadas à Unip. O exame é aplicado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) a estudantes concluintes e ingressantes de cursos superiores de universidades públicas e particulares. A cada ano, é avaliado um grupo específico de cursos de graduação. O objetivo é aferir a qualidade do ensino oferecido pelas instituições. Aquelas que apresentam resultados insatisfatórios podem sofrer sanções do MEC, como corte de vagas e até fechamento do curso.

(Agência Brasil)

Cid comanda jantar-adesão em clima suprapartidário

223 2

O Clube Náutico ficou superlotado nesta noite de sexta feira, 23, por conta de jantar-adesão comandado pelo governador e presidente do PSB, Cid Gomes. Além de parlamentares estaduais e federais e prefeitos, o ato contou com a presença de empresários de peso.

Entre esses, estavam o presidente da Fiec, Roberto Macêdo; o presidente do Sinduscon/CE, Roberto Studart; e o presidente do BNB, Jurandir Santiago.

De lideranças de partidos aliados, estavam o Senador Eunício Oliveira, que preside o PMDB estadual. O presidente do PT municipal, Raimundo Ângelo, foi.

O presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio, fez discurso empolgado durante o jantar-adesão. Exaltou a gestão cidista: “O PSB não é apenas um partido do discurso. Temos as obras dos dois governos mais bem avaliados do País. Podemos olhar no olho de cada cidadão, sem medo de estarmos certos de temos feito um governo socialista, de defesa dos atos interesses do nosso Estado”.

Blog deu pane

Estivemos fora do ar por quase duas horas nesta tarde de sexta-feira. Deu pane no servidor.

Pedimos desculpas aos nossos leitores. A pane foi justamente na hora em que iriamos postar notícia triste para o povo brasileiro: a morte do gênio cearense chamado Chico Anísio. Você confere mais detalhes no Porta O POVO Online aqui.

Antonio Balhmann é convidado da CDL para debate

O deputado federal Antônio Balhamnn (PSB) que é o coordenador da Frente Parlamentar Mista da Fruticultura, estará na próxima segunda-feira, ao meio-dia, na Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza.

Durante almoço-palestra, o parlamentar vai expor o tema “Desenvolvimento e Novas Oportunidades de Investimentos para o Ceará.”

Balhmann aceitou a convocação feita pelo presidente da CDL Fortaleza, Freitas Cordeiro, que considera importante sintonizar o setor lojista com questões ligadas à economia estadual, com oljhar também para o cenário nacional.

Edson Silva promete campanha estilo Avon

357 4

O deputado federal Edson Silva, pré-candidato do PSB à Prefeitura de Macaranaú (Região Metropolitana de Fortaleza), fechou acordo com o Professor Vasconcelos (PRB). Os dois acertaram a parceria política e dizem que Maracanaú precisa apostar no novo e em uma nova perspectiva de administração.

Edson Silva, inclusive, reconhece a força e o prestigio político do prefeito Roberto Pessoa (PR), mas disse que fará uma campanha de contato, de presença.

“Minha campanha será no estilo Avon. Ou seja, de casa em casa!”

Já o prefeito Roberto Pessoa estaria entre dois favoritos: o seu vice, Firmo Camurça e o secretário municipal de Obras, Carlos Bandeira.

Correndo por fora, está o ex-prefeito Júlio César Costa Lima.

Líder do furto ao BC é transferido para Porto Velho

“O cearense Antônio Jussivan Alves dos Santos, conhecido como “Alemão”, que comandou o furto ao Banco Central de Fortaleza em 2005, foi transferido na madrugada desta quinta-feira, 22, para a unidade prisional de Porto Velho, em Rondônia.

A transferência foi realizada pela Secretaria de Justiça do Estado (Sejus). Alemão estava detido na Casa de Privação Provisória de Liberdade Luciano Andrade de Lima (CPPL I), em Itaitinga

Segundo a Sejus, a operação foi comandada pela Coordenadoria do Sistema Penal (Cosipe), com reforço do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará e contou com a participação de 12 policiais, quatro agentes penitenciários do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP) e um médico que atestou a saúde do interno.

O interno foi entregue aos agentes penitenciários federais e embarcou escoltado, às 4h05min, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. A transferência para a tutela federal, solicitada e autorizada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), possui amparo na Lei 11.671/2008 que prevê vagas nas penitenciárias federais para presos que possam comprometer a segurança penitenciária dos Estados. O período da permanência no presídio federal é de 360 dias, podendo seu prorrogado por igual período.

Alemão foi condenado a 49 anos e dez meses de cadeia por comandar o furto de R$ 164,8 milhões do Banco Central em Fortaleza. O roubo foi considerado o maior da história do Brasil.

Outro participante do furto ao BC foi preso em São Paulo

No último dia 14, outro condenado pela Justiça por participar do furto ao Banco Central de Fortaleza, Pedro José da Cruz, 53, foi preso na rodovia Presidente Dutra, em São Paulo. A Polícia Rodoviária Federal parou o veículo Mitsubishi L200 onde Pedro José da Cruz, 53, estava com outras três pessoas.

Todos apresentaram documentos de identificação, inclusive o acusado, que entregou um RG falso. Pedro José argumentou dizendo que estaria em liberdade provisória, porém, judicialmente, ele só poderia sair de Fortaleza com autorização da Comarca.

Em seguida, um Peugeot 207 também foi encontrado, esperando os passageiros da L200. Uma das pessoas que estava no segundo carro identificou-se à PRF com uma CNH de outra pessoa, mas logo confessou que ela havia sido comprada. Além disto, uma quantidade de 10 gramas de maconha foi encontrada com o condutor do veículo.O grupo foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Santa Isabel.

Em 2007, Pedro José foi condenado pela Justiça cearense a 47 anos de prisão. Na operação para furtar o BC de Fortaleza, ele administrou as escavações do túnel de 78 m de comprimento, 70 cm de altura e quatro metros de profundidade. A parte final era um poço, que ainda atravessava um metro de concreto maciço.

Márcio Teles
redacaoportal@opovo.com.br

Camila Holanda
camilaholanda@opovo.com.br”

(O POVO Online)

Delegado diz que fragilidade com segurança no setor financeiro favorece criminalidade

Além de contar com a facilidade da falta de portas giratórias e da ausência de detectores de metais, a quadrilha que atacou a agência Bradesco, na última terça-feira (20), no cruzamento das avenidas Desembargador Moreira com Santos Dumont, na Aldeota, contou também com uma outra facilidade proporcionada pelo mercado financeiro.

Segundo o delegado Romério Almeida, titular da especializada Roubos e Furtos (DRF), uma das motos apreendidas com o bando formado por seis assaltantes estava em nome de um dos acusados. A outra foi tomada de assalto, dias antes.

“Há uma prática comum das quadrilhas de financiar veículos para assaltos. São inúmeros casos na Justiça desse tipo de crime. O bandido pega uma ou duas mensalidades e já coloca o veículo para assalto. A vantagem de um veículo quente (placas originais) é que o bando não correrá o risco de ser preso, diante de uma checagem de placas”, comentou o titular da especializada.

Para o delegado, as agências bancárias deveriam colocar algum outro sistema de segurança, quando decidirem operar sem portas giratórias. “Decidem não trabalhar com portas giratórias para não gerar constrangimento aos clientes (entrega de aparelhos celulares e bolsas na passagem pela porta giratória), mas não colocam nenhum outro sistema para compensar. Câmaras de filmagem não inibem mais as quadrilhas”, comentou Romério Almeida.