Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Líder petista compara Kassab a José Alencar ao defender aliança com PSD

181 2

Apesar das vaias durante encontro nacional do PT, o prefeito de São Paulo e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, parece já contar com aliados petistas.

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), não só defende a aliança entre os partidos como também compara a situação do mandatário paulistano à do ex-vice presidente José Alencar (1931-2011) ao ser indicado como candidato ao cargo na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva.

“Acho muito bem vinda a aliança com o PSD. Estamos construindo um projeto de unidade nacional. […] Quando nós apresentamos a aliança que o companheiro Lula nos trazia, com o saudoso José Alencar, alguns vaiaram. Daqui uns dias vão estar aplaudindo [a aliança com Kassab]”, diz Vaccarezza a seguir.

Convidado pela direção do PT para o encontro, Kassab foi vaiado ao ser anunciado no evento, ocorrido nesta sexta-feira (10) em Brasília e que comemorou os 32 anos da legenda.

O prefeito de São Paulo ensaia aproximação com o PT, que fez oposição ao seu governo nos últimos sete anos, para a sucessão municipal deste ano. O ex-presidente Lula tem sido o principal articulador do entendimento, que prevê Fernando Haddad como candidato a prefeito pelo PT e um vice indicado por Kassab.

A movimentação divide o partido e ameaça afastar da campanha a senadora Marta Suplicy. Em reunião do diretório nacional na última quinta-feira (9), ela disse que temia “acordar de mãos dadas” com o prefeito.

(Folha)

Polícia em crise

156 2

Em artigo publicado neste sábado (11), no O POVO, o médico, antropólogo e professor universitário, Antonio Mourão Cavalcante, avalia a evolução do papel da Polícia ao longo das décadas. Confira:

Antigamente a gente escutava: “Esse menino não quer estudar. Vamos mandá-la sentar praça na polícia.” No caso, a Polícia Militar. Era conhecida por sua truculência. Por matar cangaceiros e jagunços. Canudos e Caldeirão. Elas eram forças auxiliares dos governos estaduais. Um governador tinha força conforme o número de homens fardados que possuía. Algumas ficaram famosas e realmente combateram como exércitos.

Esse tempo passou. A configuração das polícias e suas funções tiveram que mudar. A ditadura de 64 tentou enquadrá-las, subordinando-as às forças armadas. Depois, com a Constituição de 88, passaram a ter uma conotação social mais evidente. Apaziguar conflitos sociais. Ser uma polícia cidadã e não militar. Esse processo está sendo muito lento. Foi não foi, elas acabam mostrando os dentes e agindo como militares. É bala mesmo!

No momento, elas vivem uma crise profunda de identidade. Não tardaram as manifestações/sintomas desse mal-estar. O policial tem agora um perfil bem diferente. Não é raro encontrar um simples soldado detentor de um diploma de curso superior. Sabe lidar com informática. Tem Orkut e Facebook. Totalmente antenado das coisas do mundo.

A saída dos quartéis e o contato com as ruas os tornaram mais vulneráveis. Alguns, por fraqueza moral, emprestam a farda e as armas ao crime. Tornam-se bandidos. Outros concluem que a missão é muito arriscada, sentindo-se super explorados. Reivindicam direitos. Querem salário mais digno. A confusão está instalada.

A cabeça de alguns governadores ainda não foi reciclada. Nem de muitos comandantes (comandantes?) que ainda se acham generais de um exército que não pode – nem deve – ser exército. Nem Polícia Militar. Apenas, polícia.

Os acontecimentos do Ceará, da Bahia e de outros que se anunciam indicam que é necessária uma definição mais clara do que a sociedade brasileira pensa e precisa desse segmento que é pago por nossos impostos.

Uma ressignificação desse pessoal, que ainda está fardado, portando armas, com uma cabeça centrada nos tempos de antigamente…

AMC realiza assembleia neste sábado e servidores do IJF param na segunda-feira

201 1

Sem avançar nas negociações com a Prefeitura, servidores municipais mantêm paralisações e greves. Funcionários do Instituto Doutor José Frota (IJF) decidiram paralisar as atividades a partir da segunda-feira (13). No mesmo dia, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), em greve há mais de uma semana, reúnem-se com a administração municipal para nova rodada de negociação. O encontro será mediado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Na manhã deste sábado (11), os agentes fazem assembleia.

Conforme a presidente da Associação dos Servidores do IJF (ASSIJF), Ana Miranda, a partir de segunda-feira, apenas procedimentos de urgência e emergência serão atendidos. “Pedimos que a população não procure o IJF. Cirurgias que estão marcadas serão suspensas. Todos os setores serão afetados”. A direção do hospital informou, no fim da tarde de ontem, não ter sido notificada da greve. Garantiu, porém, que havendo paralisação a emergência permanecerá funcionando e cirurgias eletivas poderão ser feitas em hospitais de apoio.

Sobre a greve dos agentes da AMC, que completou uma semana, o vice-presidente do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), Eriston Ferreira, cita que a entidade não recebeu notificação sobre a ilegalidade do movimento. Na quarta-feira, o Tribunal de Justiça do Ceará decretou a greve ilegal. “A movimentação mantém-se a mesma, com as atividades paradas, sem viatura rodando”. Apesar disso, a autarquia informou que agentes atuarão neste sábado no Pré-Carnaval e neste domingo (12) no Clássico-Rei.

Saúde

Agentes comunitários de saúde e os de endemias têm passeata e assembleia marcadas para segunda-feira. O encontro foi agendado após manifestação ontem em frente à Secretaria Municipal da Saúde. Eles estão parados há 15 dias.

A Justiça considerou o movimento abusivo, mas o Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Sanitaristas do Ceará (Sinasce) planeja recorrer da decisão e diz que a categoria não vai recuar. “Nossa negociação não avançou”, diz o presidente do sindicato, Luiz Cláudio Celestino de Souza. Segundo ele, o movimento tem cerca de 60% de adesão dos trabalhadores.

Assembleias

Segunda-feira

8h – Emlurb

8h – Usina de Asfalto

10h – Samu

Terça-feira

7h – Ipem

(O POVO)

Para Ivo e Ciro, Prefeitura emperra obras do Estado na Capital

249 2

Sem qualquer preocupação em fazer política de boa vizinhança, o chefe de gabinete do Governo do Estado, Ivo Gomes, e o ex-deputado federal, Ciro Gomes, ambos do PSB, teceram duras críticas à Prefeitura de Fortaleza, apontando a gestão como responsável por emperrar várias obras do Estado.

Os irmãos do governador Cid Gomes publicizaram, durante encontro do PSB na última quinta-feira (9), insatisfação em negociações com a Prefeitura nos casos das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Estação da Parangaba, entre outras ações do Governo na Capital. Durante o encontro, eles evidenciaram mais uma vez desgaste nas relações com a Prefeitura de Fortaleza.

Na contramão do que será realizado no Interior, onde as UPAs serão geridas pelas prefeituras, Ivo Gomes deixou claro que, em Fortaleza, o próprio Governo do Estado assumirá a gestão. Ele afirmou que as quatro UPAs da Capital já estão prontas. “Mas até agora não temos coragem de entregar”, disse, demonstrando falta de confiança em passar a gestão para o Município. “As UPAs não vão ser feudo de ninguém. Não vamos entregar para político nenhum”.

Outras obras

Para avançar nas obras da Perícia Forense do Estado do Ceará, Ivo Gomes reclamou que o Governo esperou oito meses para conseguir alvará da Prefeitura para construir a central de tratamento de esgoto. Ele comparou esta situação à da estação da Parangaba, que a Prefeitura tombou e hoje, segundo ele, não quer ter a ingerência. “Pra vocês verem como a gente sofre calado”.

Ciro Gomes foi ainda mais enfático. “A Prefeitura de Fortaleza, por não ter projeto, inclusive, atrasou as obras do Metrô em vários momentos. Um deles, ridiculamente, obrigando o Estado a gastar o que não podia gastar para rebaixar a Estação de Parangaba, que não tem valor histórico rigorosamente nenhum, e que tá lá, pronta, e a Prefeitura não recebe”.

Sobre o imbróglio envolvendo a Cagece, Ciro Gomes alfinetou, citando que o PT estava comandando a Cagece até um dia desses.

O POVO tentou contato com a Secretaria Executiva Regional IV, com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e com a Secretaria da Saúde no fim da tarde de ontem, mas os assessores de imprensa não foram localizados.

(O POVO)

Encontro da juventude tucana no Nordeste será encerrado neste sábado em Fortaleza

Tasso recebeu a juventude tucana

O II Encontro da JPSDB NE será encerrado neste sábado (11), a partir das 10h30min, em auditório na avenida Padre Antônio Tomas 850, sala 11. O evento será aberto ao público.

O Fórum, intitulado “Nordeste, o coração do Brasil”, conta com a presença dos presidentes estaduais da juventude tucana dos nove estados da região, bem como do presidente nacional do segmento, Marcelo Richa, e do representante na executiva nacional, Wesley Goggi. Na pauta, o planejamento de ações que propiciem o fortalecimento da Social Democracia – visando as próximas eleições -, bem como políticas públicas voltadas para o avanço do Nordeste.

Na tarde desta sexta-feira (10), o grupo esteve reunido em almoço com o presidente estadual do PSDB, Marcos Cals, quando referendou a pré-candidatura do tucano à Prefeitura de Fortaleza. Mais tarde, o encontro foi com o presidente nacional do ITV, Tasso Jereissati, que demonstrou total interesse pelo projeto da juventude tucana.

(PSDB-CE)

Hamas nunca reconhecerá Israel, diz líder de Gaza

O chefe de governo da Faixa de Gaza, Ismail Haniyeh, afirmou neste sábado (11) que o movimento islâmico palestino Hamas nunca reconhecerá Israel. “A luta dos palestinos se prolongará até a libertação de toda a terra da Palestina e de Jerusalém e a volta dos refugiados palestinos para casa”, afirmou o representante da organização, em discurso no aniversário da Revolução Islâmica no Irã. O discurso foi autorizado por autoridades iranianas, em visita de Haniyeh ao país.

Na última segunda-feira (6), os grupos rivais Hamas e Fatah, as duas principais facções palestinas, concordaram em nomear o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, como chefe de um governo interino até que sejam realizadas eleições nos territórios palestinos.

Em dezembro do ano passado, os sinais de aproximação entre Hamas e Fatah irritou os israelenses. O porta-voz do primeiro-ministro de Israel, Benyamin Netanyahu, afirmou que o “Hamas não é uma organização política que se serve do terrorismo, mas sim um grupo que tem o terrorismo por vocação”.

(France Presse)

Desembargador é denunciado por vender liminar

246 1

Oito meses depois de ser preso, o desembargador Hélcio Valentim de Andrade Filho, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por vender habeas corpus para traficantes. A denúncia foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, se recebida, transformará Valentim em réu.

Além dele, foram denunciadas outras 12 pessoas, incluindo o comerciante Tancredo Aladim Rocha Tolentino e o advogado Walquir Rocha de Avelar Júnior, vereador pelo PTB em Oliveira, no centro-oeste mineiro.

Valentim presidia a 7.ª Câmara Criminal do TJ-MG, mas foi afastado por decisão do STJ em junho do ano passado, durante a operação Jus Postulandi, comandada pela Polícia Federal. Atualmente, ele responde também a processo administrativo na corte mineira. O caso está a cargo do também desembargador Antônio Armando dos Anjos, mas, segundo a assessoria do tribunal, não há prazo para ser julgado.

Segundo o subprocurador-geral da República Eitel Santiago de Brito Pereira, o desembargador negociava os habeas corpus diretamente com Tolentino.

De acordo com a denúncia, Valentim chegou a cobrar R$ 180 mil para conceder a liberdade a traficantes, o que fazia durante seus plantões no Judiciário mineiro. Ainda segundo a denúncia, o papel de Walquir no esquema era conseguir os interessados em pagar pelos habeas corpus e receber dos familiares dos presos o dinheiro que era entregue a Tolentino, também chamado de Quêdo, para ser repassado ao desembargador.

Parte dos “clientes” era conseguida pela comerciante Jaqueline Jerônimo Silva, de Mato Grosso, cujo pai foi um dos beneficiários do esquema. Durante as negociações, o advogado chegou a receber dois carros de parentes de traficantes, avaliados em R$ 90 mil, como pagamento por seus “serviços”.

(Estadão)

Presidente da Conab entrega carta de demissão

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Evangevaldo dos Santos, anunciou nesta sexta-feira (10) que entregou carta de demissão “em caráter irrevogável e irretratável” ao Palácio do Planalto na última terça-feira (7), e aguarda apenas decisão da presidenta Dilma Rousseff de nomear seu substituto.

“Uma vez desligado da empresa, retornarei a Goiânia, onde pretendo colaborar na coordenação da campanha à prefeitura de Goiânia do pré-candidato deputado Jovair Arantes, líder do PTB na Câmara Federal”, disse.

Santos declarou ainda que muitas crises e mudanças foram enfrentadas nos últimos meses e acusou meios de comunicação de propagar “factóides” a seu respeito. Indicado ao cargo pelo PTB, como pessoa de confiança de Jovair Arantes, ele disse que “tem sido usado como instrumento de adversários políticos que vislumbram as eleições municipais, às quais o deputado concorrerá este ano”.

(Agência Brasil)

Propina na Casa da Moeda foi em dinheiro vivo, diz empresa

135 1

Relatório de uma operadora financeira de Londres diz que o ex-presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci, recebeu em dinheiro vivo US$ 6,15 milhões de “comissão” de fornecedoras da estatal. A entrega, segundo relato da corretora, seria feita num apartamento de Denucci, no Rio de Janeiro.

O ex-presidente da Casa da Moeda, afirma não ter “consistência” a informação de que recebeu dinheiro de comissão de fornecedoras da estatal.

Conforme revelou a Folha, a demissão de Denucci aconteceu após o governo descobrir que o jornal preparava reportagem sobre “offshores” que Denucci e integrantes de sua família mantinham no exterior.

Outra reportagem mostrou que o ministro da Guido Mantega (Fazenda) foi informado sobre as suspeitas de irregularidades há alguns meses.

A indicação de Denucci para o cargo também é controversa. Mantega diz que os padrinhos do ex-titular da Casa da Moeda são deputados do PTB.

Já o presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, diz que o partido apenas chancelou a indicação feita pelo ministro.

(Folha)

Site da CIA volta ao ar após suposto ataque do grupo Anonymous

O site da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos) já voltou ao ar, após ter sofrido um possível ataque do grupo de hackers Anonymous. Apesar de ainda não estar confirmada oficialmente a autoria do ataque, a organização anunciou nesta sexta-feira (10), através do Twitter, que bloqueara a página da CIA.

Em janeiro, em represália ao fechamento do site de downloads Megaupload, executado pelas autoridades policiais dos EUA, o Anonymous desativou por alguns momentos as páginas do Departamento de Justiça, do FBI e da produtora Universal Music.

Na época, o grupo também publicou em diversas redes sociais dados pessoais do diretor do FBI, Robert Muller.

Nos últimos meses, o grupo Anonymous faz ataques a páginas de governos, instituições financeiras e órgãos públicos de diversos países, inclusive o Brasil.

O site do Banco Central brasileiro foi a última vítima da versão brasileira do grupo, nesta sexta-feira (10). Os ataques sucederam uma série de outras ações contra bancos do país esta semana.

Por volta das 10h10min o grupo colocou no Twitter que o site do BC seria alvo de um ataque de “teste para calibrar as nossas armas”. Logo em seguida, a página não carregava. Pouco depois, voltou a carregar normalmente.

Procurado, o BC ainda não tem uma posição oficial. Desde a última segunda-feira (6) o mesmo grupo tem clamado a autoria de ataques a páginas de bancos.

Na mesma segunda-feira foi o site do Itaú, e, nos dias seguintes, Bradesco, Banco do Brasil e HSBC sofreram problemas, este último inclusive com sua página global.

(das agências)

Número de policiais militares presos ou punidos já passa de 150 no Rio

162 1

Já chega a 159 o número de policiais presos ou punidos administrativamente no estado do Rio desde a decretação de greve da área de segurança pública, que também envolve bombeiros e policiais civis. O comando da PM divulgou nota na noite desta sexta-feira (10) informando que a Justiça decretou a prisão preventiva de 11 militares da corporação, por conclamar ou incitar a paralisação, dos quais nove mandados já foram cumpridos.

Outras medidas punitivas foram adotadas, incluindo a instauração de processos administrativos disciplinares contra 14 policiais, sete autuações em flagrante por crimes de desobediência e a instauração de 129 inquéritos policiais militares (IPM) contra PMs do Batalhão de Volta Redonda.

Na mesma nota, o comando da PM reiterou que considera normal a situação em todo o estado do Rio de Janeiro.

(Agência Brasil)

Milícia faz matança em Salvador, diz polícia

A greve de PMs na Bahia abriu terreno para milícias praticarem uma matança na periferia de Salvador. Os alvos são usuários de drogas, moradores de rua e desafetos dos grupos armados que detêm o controle, de fato, de áreas mais violentas. As milícias baianas são grupos paramilitares bancados por comerciantes para manter a ordem na periferia.

A inteligência da Polícia Civil já detectou que os grupos operam sob proteção de policiais em áreas como Subúrbio Ferroviário, aglomerado de bairros e favelas vizinho à baía de Todos os Santos.

“Esses grupos estão se aproveitando da greve, que reduziu o policiamento, para ‘limpar’ a área e matar quem estava incomodando”, disse à Folha o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa, Arthur Gallas.

Segundo ele, há evidências de que milicianos e traficantes de drogas tenham assassinado pelo menos 38 pessoas desde o início da greve da PM, no dia 31 de janeiro.

Até esta sexta-feira (10), foram 157 homicídios em Salvador e na região metropolitana.

(Folha)

Deflagrada operação para investigar rombo de R$ 50 mil à Caixa Econômica no Cariri

Uma operação foi deflagrada nesta sexta-feira, 10, para encontrar três pessoas suspeitas de participação em esquema criminoso responsável por gerar um prejuízo de R$ 50 mil aos cofres da Caixa Econômica Federal no município de Crato, Cariri cearense. A Polícia Federal (PF) do Ceará coordena a “Operação Falácia” e já prendeu duas mulheres, sendo uma estudante de Odontologia e uma cabelereira.

Segundo informações da PF, foram apreendidos vários documentos de identidade, comprovantes de endereços falsos, cartões de créditos, veículos, relógios importados, máquina operadora de cartão de crédito e aparelhos celulares.

A suspeita é de que a quadrilha utilizava os documentos pessoais para fraudes e, desta forma, obter empréstimos na Caixa. Computadores, comprovantes de extratos bancários, mídias e outros vestígios de crimes também estão sendo verificados, segundo a PF, nos locais onde ocorrem as buscas.

Na última quarta-feira, 8, uma mulher de 49 anos foi presa no Crato, acusada de montar o esquema criminoso contra a Caixa. A acusada foi detida em flagrante na sede da agência bancária e autuada por estelionato qualificado e formação de quadrilha.

Segundo informações da PF, a mulher apresentou documentos falsos para fazer um empréstimo na agência bancária, quando foi flagrada pelo gerente e policiais federais que investigavam o caso. Uma segunda mulher, filha da presa, também foi encaminhada à Polícia Federal, onde foi indiciada pela prática do mesmo crime.

Além do rombo ao banco, a PF suspeita de que a quadrilha também agia em concessionárias de veículos e empresas de cartão de crédito.

(O POVO Online)

Policial militar é morto com seis tiros na avenida Osório de Paiva

140 1

“Um policial militar de 42 anos foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira, 10, na avenida Osório de Paiva, em Fortaleza. Rui Ferreira da Silva foi atingido por seis disparos à queima roupa, e morreu enquanto era encaminhado ao hospital Frotinha da Parangaba.

De acordo com o soldado do Ronda do Quarteirão Carlos Magno, o crime foi praticado por dois homens não identificados, que agiram em um veículo modelo Palio de cor cinza. Por volta das 6 horas, o policial seguia para abrir as portas de um comércio da esposa, localizado na Osório de Paiva, quando foi surpreendido pelos acusados.

A dupla armada desceu do veículo, se aproximou do PM e desferiu os seis disparos contra as costas do policial. A vítima chegou a ser socorrida por ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas não resistiu às lesões e morreu a caminho do hospital.

O policial Rui Silva era lotado na 7ª Companhia do 5º Batalhão Militar. Até agora, não há informações sobre os responsáveis pela execução, e nem o que pode ter motivado o crime. O caso é investigado pelo 12º Distrito Policial, no bairro Conjunto Ceará.”

(O POVO Online)

Maranhão paga R$ 1,5 mi e é tema da Beija-Flor

117 1

Com o caixa reforçado por R$ 1,5 milhão do governo maranhense, a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis vai falar de princesas, índios, serpente encantada, holandeses, bumba meu boi e Joãosinho Trinta no enredo São Luís, o poema encantado do Maranhão. Só a política vai ficar de fora, apesar do patrocínio da governadora Roseana Sarney (PMDB). O governo reconheceu o pagamento oficial à agremiação, mas outros gastos ainda estão nebulosos, como as viagens de integrantes da escola ao Maranhão e de maranhenses ao Rio.

“Algum dia você viu a Beija-Flor falar de política? Vocês querem é chegar no Sarney”, diz o diretor de Carnaval e Harmonia da escola, Luiz Fernando do Carmo, o Laíla.

Convidada especial da escola, Roseana ainda não confirmou presença na Sapucaí. Uma ausência é garantida: a do prefeito da capital, João Castelo (PSDB), adversário da família Sarney. Castelo é persona non grata na Beija-Flor. “Ele é contra a governadora, não gostamos dele. A Beija-Flor tem ódio dele”, diz Laíla. “Não quero conhecer, não quero falar. Ele é oposição.” O prefeito diz que está voltado para a festa em sua cidade. “Não conheço este senhor (Laíla). Desconheço a razão de tamanha hostilidade.”

O domínio de mais de 40 anos da família Sarney, sob o comando do ex-governador, ex-presidente da República e atual presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP), estará longe do desfile, mas a política está por todos os lados. Em outubro, a governadora visitou o barracão da escola, no Rio. Dois dias antes, a Secretaria de Turismo do Maranhão transferiu R$ 1,5 milhão à agremiação, como investimento para “promoção e divulgação do produto turístico maranhense”.

No dia 27 de setembro, o secretário Jurandir Ferro publicou no Diário Oficial do Estado o termo que atestava não ser necessária licitação para o repasse.

Líder da oposição na Assembleia Legislativa maranhense, o deputado Marcelo Tavares (PSB) vai pedir detalhes do convênio. “Sou contra esse pagamento, é um desperdício.”

Intercâmbio

Para badalar o Maranhão no carnaval no Rio, a Secretaria de Cultura do Estado organizou, no ano passado, um festival de samba-enredo de compositores locais. Carnavalescos da Beija-Flor participaram do júri em São Luís. No ano-novo, a bateria da escola foi uma das atrações da festa da capital.

Laíla se recusa a falar de dinheiro. “Vocês querem entrar na área que não compete a mim”, diz ele, subordinado apenas ao presidente de honra, o bicheiro Aniz Abraão David, preso há um mês pela Polícia Civil do Rio, e ao presidente, Nelsinho David, sobrinho de Anísio.

Há um mês, na Operação Dedo de Deus, o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, mandou prender o bicheiro. Uma tropa de elite desceu de rapel de helicóptero na cobertura de Anísio, em Copacabana. Os policiais estiveram também no barracão da escola. Sarney demonstrou insatisfação com os danos à imagem da escola causados pelo que chamou de “pirotecnia” da ação policial.

Nesta quinta-feira (9), em reunião com membros do Colégio Nacional de Segurança Pública, na qual participaram Beltrame e Sarney, o secretário levou uma proposta sua de criminalização do jogo do bicho, tipificada hoje apenas como contravenção. Escaldado, Sarney não entrou no mérito.

(Estadão)

Ciro é contra anistia para PMs grevistas

134 5

“O ex-deputado federal Ciro Gomes (PSB) disse ontem ser “absolutamente contra” à anistia concedida pelo Governo do Estado aos policiais militares que realizaram greve no início do ano no Ceará.

“A greve é um crime federal”, afirmou o ex-deputado, em evento do PSB, que discutiu a sucessão municipal em Fortaleza. Apesar de afirmar que não comentaria a decisão do governador e seu irmão, Cid Gomes (PSB), de anistiar os grevistas, Ciro ponderou que o governador “fez o que a consciência dele mandou e poupou o povo cearense da tragédia de mortes”.

Para ele, a decisão de Cid foi “muito dura de um governante, por ter sido desacatado, vendo sua comunidade feita de refém por um magote de marginais fardados”.

Ele lamentou que a presidente Dilma Rousseff (PT) só agora tenha tomado medidas contra as greves de policiais militares que se espalharam pelo Brasil. “No Ceará, onde podia ter sido abortado esse movimento fascista, a presença (do Governo Federal) foi tímida. O governador disponibilizou 176 viaturas e o Exército não ocupou por corpo mole ou covardia”, criticou.

Eleições municipais

Reafirmando as críticas que já vinha fazendo à gestão da prefeita Luizianne Lins, Ciro alertou que a mensagem oficial de Cid é de que a aliança com o PT seja mantida, mas que ele é o presidente estadual e que quem vai decidir o rumo do partido nesse ano é o diretório municipal.”

(O POVO)

Lucro da Petrobras diminui 5% em 2011

O lucro líquido da Petrobras em 2011 foi R$ 33,3 bilhões, 5% menor que o apurado no ano anterior. De acordo com os resultados operacionais e financeiros divulgados hoje (9) pela empresa, a geração de caixa – que representa o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – alcançou, no entanto, um pouco mais de R$ 62,2 bilhões em 2011.

Em nota à imprensa, a Petrobras destaca que no ano passado as reservas provadas no Brasil atingiram 15,71 bilhões de barris, com um índice de reposição de 152%. A produção de petróleo e gás natural alcançou a média diária recorde de 2 milhões e 622 mil barris.

Com relação ao pré-sal, em 2011 a produção foi crescente, passando de uma média diária de 103 mil barris em janeiro para 201 mil em dezembro. A nota ressalta a comercialidade, declarada em dezembro, da área de Guará, atual Campo de Sapinhoá, com um volume total recuperável estimado em 2,1 bilhões de barris.

Ainda no balanço dos resultados de 2011, a Petrobras menciona a entrada em operação de cinco novos sistemas de produção e de 11 sondas de perfuração marítima. Outro desempenho destacado é o aumento de 9% da venda de derivados no mercado brasileiro, que atingiu 2 milhões 131 mil barris por dia em 2011.

(Agência Brasil)

Sem vitória, Osvaldo aprova estreia no São Paulo

O atacante Osvaldo estreou pelo São Paulo nesta quinta-feira (9), no empate contra o Comercial, por 1 a 1, no Morumbi. Apesar de não conseguir a vitória, ele comemorou a participação na partida.

“Estou feliz pela estreia, mas triste pelo resultado”, disse na saída do campo. “Falta algo ainda, vou procurar entrar na minha melhor condição física para ajudar o time.”

Osvaldo entrou no início do segundo tempo e ficou até o final. Duas jogadas suas chamaram a atenção. Na primeira, deu assistência para Casemiro, que finalizou para fora. Na segunda recebeu a bola de Cortês, chutou e viu a zaga afastar o perigo.

“A gente tentou, buscou, mas a equipe dele se trancou atrás [na defesa] e por isso não conseguimos um gol para vencer”, explicou.

O São Paulo lidera o Campeonato Paulista com 14 pontos –mesma pontuação de Palmeiras e Corinthians, mas leva vantagem no saldo.

(Folha)

Policiais e bombeiros do Rio decidem entrar em greve

142 1

Policiais militares, policiais civis e bombeiros decidiram, em assembleia geral, decretar greve a partir desta sexta-feira (10). Entre as principais reivindicações, estão o estabelecimento de um piso salarial de R$ 3,5 mil e a libertação do cabo bombeiro Benevenuto Dalciolo, preso na noite da última quarta-feira, após retornar de Salvador, onde acompanhava a greve dos policiais baianos.

A concentração na Cinelândia, em frente à Câmara de Vereadores, começou por volta das 17h e a decisão pela greve foi tomada às 23h21min, quando os cerca de 1,5 mil presentes, segundo organizadores, aprovaram a paralisação por aclamação. A recomendação das lideranças foi para que os policiais e bombeiros sigam para suas unidades, mas se recusem a sair.

O secretário da Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, anunciou na parte da tarde que o Exército disponibilizou 14 mil soldados para patrulhar o estado. Também são esperados 300 homens da Força Nacional de Segurança, que trabalharão nos serviços prestados pelos bombeiros.

Com a proximidade do carnaval, a preocupação é garantir segurança aos milhares de turistas que chegam ao Rio para a festa. Segundo o comandante dos bombeiros, o carnaval será realizada com a segurança feita pelas forças federais e de efetivos que não aderiram à greve.

(Agência Brasil)