Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Roberto Cláudio e Capitão Wagner debatem planejamento

Roberto Cláudio ressalta planejamento urbano de Fortaleza.

Capitão Wagner lamenta a falta de continuidade dos programas sociais. Capitão lamenta que atual gestão não tenha resolvido problema da saúde.

Roberto Cláudio diz que saúde é complexa e destaca investimentos feitos.

Capitão Wagner cobra solução para falta de medicamento.

Roberto Cláudio lamenta as críticas fáceis e diz que o difícil é trabalhar pela solução.

Roberto Cláudio se diz preocupado que candidatura queira governar para um segmento, não para a população

No segundo bloco, candidatos perguntam para candidatos em temas livre.

Heitor Férrer pergunta a Roberto Cláudio sobre gravação nas redes sociais sobre uso do poder público para favorecer a uma categoria.

Roberto Cláudio lamenta que querem governar para um segmento, não para a cidade. Heitor diz que gravação é muito grave.

Candidatos respondem a perguntas de estudantes

A candidata do PT à Prefeitura de Fortaleza respondeu que o aparelhamento da Guarda Municipal e a ocupação dos espaços públicos combatem a insegurança.

O candidato do PHS à Prefeitura de Fortaleza, Tin Gomes, responde sobre gratuidade para estudantes no transporte público e disse que não há como prometer a gratuidade. Afirmou que, quem prometer, está enganando a população.

O candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio responde sobre empreendedorismo e diz que a meta é tornar Fortaleza cada vez mais atrativa.

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, responde sobre programa de moradia e ressalta proposta de seu plano de governo.

O candidato do PRB à Prefeitura de Fortaleza, Ronaldo Martins, responde sobre qualidade na educação pública e sugere melhoria por meio da internet gratuita.

O candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, responde sobre saúde e critica gastos da atual gestão.

 

POVO/Datafolha – Roberto Cláudio, 34%; Capitão Wagner, 28%; e Luizianne Lins, 15%

48 3

candidatos-a-prefeito-de-fortaleza

“A uma semana das eleições municipais, a terceira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha para a Prefeitura de Fortaleza mostra que o prefeito Roberto Cláudio (PDT) oscilou positivamente dois pontos nas intenções de voto, passando de 32% para 34% desde o levantamento realizado dias 8 e 9 de setembro. Já o deputado Capitão Wagner (PR) cresceu quatro pontos na disputa, passando de 24% para 28%, e ampliou vantagem sobre Luizianne Lins (PT).

A petista, por outro lado, oscilou um ponto negativamente, indo de 16% para 15%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, Roberto Cláudio e Wagner estão no limite de um empate técnico. O Datafolha, no entanto, considera que estatisticamente o mais provável é que o prefeito esteja a frente da disputa.

Os demais candidatos oscilaram dentro da margem de erro. Heitor Férrer (PSB) passou de 8% para 6%; Ronaldo Martins (PRB) se manteve em 3%; João Alfredo (Psol) foi de 2% para 1%. Gonzaga (PSTU) e Tin Gomes (PHS) não pontuaram, enquanto brancos e nulos foram de 8% para 6%, e indecisos passaram de 8% para 6%.

A pesquisa entrevistou 864 eleitores de diversos bairros, entre 22 e 23 de setembro, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) com o número CE-02799/2016. O levantamento ocorre após passagem do ex-presidente Lula (PT) pela capital, na última quarta-feira, assim como o acirramento do debate em torno do armamento da Guarda Municipal.

Segmentos

A principal mudança geral ocorreu entre os eleitores mais jovens, de 16 a 24 anos. Entre eles, Capitão Wagner cresceu 11 pontos, passando de 29% para 40%. Já Roberto Cláudio caiu seis pontos no segmento, indo de 32% para 26%, e Luizianne caiu 4 pontos, de 20% para 16%. Heitor permaneceu nos 5%.

Se cresceu entre mais jovens, Wagner teve perda acentuada entre os mais ricos.

Entre os que ganham mais de cinco salários mínimos, o deputado perdeu 10 pontos percentuais, indo de 24% para 14%. O maior crescimento no segmento foi de Heitor Férrer, que ganhou 9 pontos e foi de 10% para 19%. Roberto Cláudio foi de 34% para 36%, e Luizianne de 18% para 15%.

Na divisão por escolaridade, tanto RC quanto Wagner melhoraram seu desempenho entre eleitores com o ensino médio completo. Enquanto o prefeito cresceu cinco pontos, passando de 30% para 35%, o deputado estadual cresceu seis, indo de 27% para 33% no segmento. Já Luizianne perdeu 2 pontos percentuais, de 16% para 14%, e Heitor perdeu três, de 8% para 5%.

Espontânea e rejeição

Na pesquisa espontânea, aquela em que os entrevistadores não apresentam a relação dos candidatos, o percentual de indecisos caiu de 30% para 23%. Nessa modalidade, que registra votos mais consolidados, apenas Capitão Wagner cresceu acima da margem de erro, indo de 15% para 23%. Respostas que citaram candidatos que não estão a disputa cresceram de 1% para 6%.

Na pesquisa de rejeição, em que os entrevistados dizem em quem não votariam de jeito nenhum, todos os oito candidatos oscilaram dentro da margem de erro.

Maior mudança foi de Roberto Cláudio, que caiu de 23% para 20% das citações.

(O POVO)