Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Téo Menezes garante que irá depor nesta sexta-feira sobre escândalo

Investigado sobre suposta participação em fraude no caso do escândalo dos banheiros, o deputado estadual Téo Menezes (PSDB) deverá depor, na tarde desta sexta-feira (7), na Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), do Ministério Público Estadual (MPE). Ele confirmou ao O POVO que não adiará o depoimento, conforme aconteceu nas duas datas marcadas anteriormente, e desmentiu a informação de que pediria licença da Assembleia Legislativa para tratar de sua defesa no caso.

A informação foi repassada ao O POVO por uma fonte que pediu para não ser identificada. Segundo Téo, ele nem sequer cogita se ausentar do Parlamento. “Se fosse para eu pedir licença, teria sido no início (da deflagração do escândalo), não agora, com as investigações já avançadas. E nunca foi provado nada contra mim”, justificou. Ele preferiu não adiantar os argumentos de defesa que levará aos promotores de Justiça. “Não sei que informações o Ministério Público vai querer saber”, disse.

Téo deveria ter sido interrogado no último dia 5 de setembro, quando ele mesmo adiou os esclarecimentos para quatro dias depois. Na ocasião, pela segunda vez, desmarcou o depoimento, remarcando para hoje. Como parlamentar, conta com a prerrogativa de ele mesmo determinar o dia em que vai prestar depoimento.

Só mais um adiamento

O promotor Ricardo Rocha disse que a Procuradoria toleraria somente mais um adiamento. Se isso ocorrer, o deputado será notificado a se pronunciar por escrito. Caso nem assim se manifeste, o resultado das investigações pode pesar para o seu lado, já que não há instrumento que obrigue a palavra do parlamentar. “Ele não terá a oportunidade de se defender do que existe apontando contra ele”, disse Rocha. “Mas não podemos ficar submissos a uma ausência dele. Ao final, vamos ajuizar ações contra as pessoas que estão ditadas como responsáveis”, diz

(O POVO)

Professores decidem futuro da greve nesta sexta-feira

O futuro dos professores da rede estadual, em greve há 63 dias, pode ser definido nesta sexta-feira (7), em assembleia geral da categoria, quando eles deverão decidir pela continuidade ou não da greve. Em protesto pelo cumprimento da Lei Federal do Piso Salarial e pela implantação do plano de cargos e carreiras, desde 5 de agosto a os docentes decidiram paralisar as atividades.

Nesta quinta-feira (6), professores que integram o comando de greve e membros do governo fizeram a última tentativa de acordo antes da assembleia que definirá os rumos da greve que paralisou as aulas em boa parte das escolas do Estado. O encontro começou a tarde e varou a noite, não sendo apresentado nenhum resultado da negociação até o fechamento desta página.

Durante o encontro, nos corredores internos do Palácio da Abolição, ecoavam os gritos dos professores, que protestavam do lado de fora da sede do Governo do Estado. Segundo a Polícia Militar, cerca de 500 manifestantes promoveram um ato paralelo à reunião, do lado de fora da Casa. Puxados pela banda de fanfarra da Escola Antonieta Siqueira, os docentes promoviam um apitaço e aguardavam pelo resultado da reunião, sem saber o que se passava do lado de dentro.

Com uma hora de atraso, a reunião teve início às 16 horas, quando o chefe de gabinete do Governo, Ivo Gomes (PSB), e a secretária da Educação, Izolda Cela, receberam o Comando de Greve.

Negociação sem fim

Essa foi mais uma negociação de tantas outras que não surtiram efeito até o momento. Nem Governo nem professores grevistas cedem em nenhum ponto. O Palácio da Abolição afirma que está disposto a apresentar novas propostas, desde que a categoria encerre a greve. Os docentes, por sua vez, afirmam que só acabam com a paralisação quando o Governo apresentar uma proposta que realmente valorize a categoria. Impasse que deixa milhares de alunos fora de aula e deverá prejudicar o desempenho deles no próximo Exame Nacional do Ensino Médio, que acontece nos dias 22 e 23 de outubro.

Na última quinta-feira, o conselho estadual do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) chegou a apresentar uma proposta que seria um meio termo entre o que exige os professores e o que oferece o Governo. A categoria não gostou e o Executivo disse que negociará os novos valores caso a greve se encerre hoje.

(O POVO)

Samu: Prefeitura diz que serviço está normalizado

Nesta quinta-feira (6), a equipe médica do plantão saiu como previsto em uma das ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eram seis médicos distribuídos pelos quatro pontos fixos, de onde saem as ambulâncias com UTI, e na Central de Regulação, onde é feita a triagem das ligações do 192. A carência era de um médico. No início da semana, quando sete médicos solicitaram o descredenciamento, eram apenas quatro no plantão. O ideal são sete por plantão de 12 horas.

A Prefeitura afirma que novos profissionais estão sendo contratados e anuncia a chegada de cinco novas ambulâncias, além da publicação de edital para a realização de processo seletivo ou concurso para médicos do Samu.

Segundo o diretor clínico do Samu, Messias Simões, o atendimento está sendo normalizado. “No plantão noturno de quarta-feira, a escala estava completa”, informa. Novos profissionais estão sendo convocados para fazer a recomposição do quadro. “Já temos três escalas repostas, mas não dá para ser imediato”, pondera.

Ao todo, são aproximadamente 48 médicos no Samu. Messias Simões acredita que o impacto no atendimento não foi maior porque a situação no Samu já era crítica há algum tempo. “Já vínhamos sofrendo para manter as escalas porque alguns profissionais estavam faltando o serviço. Conversamos com esses médicos e eles se comprometeram a não faltar mais”. O diretor não soube precisar quantos profissionais estavam nessa situação, mas garantiu que todos aqueles que deixaram de cumprir sua escala tiveram reduções nos vencimentos.

O desinteresse de médicos em continuar no Samu é gerado pela estrutura precária de trabalho e pelo atraso no pagamento do salário, além do não reconhecimento de vínculo empregatício (eles não têm direito a férias, 13º salário ou licença). De acordo com o diretor clínico do Samu, desde agosto têm ocorrido reuniões sistemáticas para discutir propostas de melhorias no Samu.

(O POVO)

CBF patrocinou congresso de delegados da PF em Fortaleza

Responsável por instaurar a investigação contra o presidente da CBF Ricardo Teixeira, a pedido do Ministério Público Federal, o superintendente da PF no Rio, Valmir Lemos de Oliveira, era primeiro-tesoureiro da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), em novembro de 2009, quando a CBF foi a principal patrocinadora do IV Congresso Nacional da entidade, realizado em Fortaleza.

A entidade deu R$ 300 mil à organização. Teixeira, inclusive, foi convidado a participar de um painel sobre a Copa do Mundo de 2014, que foi incluído pelos organizadores na pauta do encontro.

Na época, Lemos, então secretário de Segurança Pública do DF, foi ao Rio para o encontro com Teixeira que definiu o apoio da CBF. Os dois seguem mantendo boa relação. Em 5 de maio, o cartola esteve na sede da Superintendência da PF no Rio para prestigiar a posse de Lemos.

 (LanceNet)

Disputa política agrava impasse na greve dos Correios

39 1

A disputa pelo controle político-sindical dos Correios está na origem do impasse na negociação do dissídio dos carteiros. PT, PSOL, PSTU e PCdoB travam uma batalha permanente pelas bases dos 35 sindicatos representantes da categoria em todo o país.

Num quadro de conflito político como esse, a tendência ė a radicalização: os carteiros apresentaram uma proposta de aumento linear de R$ 400. Depois, passaram a aceitar R$ 200. No fim, concordaram com R$ 80, após árdua negociação no TST.

(Valor Econômico)

12 milhões trocaram de operadora sem mudar número

Desde o início da implantação da portabilidade numérica no país, em 1º de setembro de 2008, foram realizadas 12,1 milhões de trocas de operadoras com a manutenção do número do telefone. Desse total, a maioria (66%) corresponde a usuários de telefonia móvel e 34% são usuários de telefonia fixa. O número de migrações realizadas até hoje corresponde a 4,5% do total de linhas fixas e móveis habilitadas atualmente no país.

Em 2008, antes do início da vigência da portabilidade numérica, a expectativa do setor era que 11,3 milhões de pessoas aderissem ao serviço ainda no primeiro ano de implantação do sistema.

Quem quiser trocar de prestadora e manter o número do telefone deve dirigir-se à operadora para a qual quer migrar e pedir uma nova habilitação mantendo o número atual. A operadora antiga terá um dia útil para conferir os dados do usuário e o processo de portabilidade deve ser concluído em, no máximo, três dias úteis depois da solicitação do consumidor. A portabilidade só poderá ser feita dentro do mesmo serviço (móvel para móvel ou fixo para fixo) e na área de abrangência do mesmo DDD.

(Agência Brasil)

Copa 2014: Líder diz que governo deve recuar sobre meia-entrada

Vereador Eron quer meia-entrada na Copa

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou nesta quinta-feira (6) que foi um erro abrir a possibilidade de a meia-entrada ser tratada por uma lei federal. Atualmente, o assunto é tratado por meio de legislações estaduais e o desejo do governo, diz Vaccarezza, é que continue assim.

Nesta quarta-feira (5), a Câmara aprovou em votação simbólica o Estatuto da Juventude, que prevê, entre outros pontos, a meia-entrada para os jovens estudantes entre 15 e 29 anos em eventos em todo o território nacional.

O benefício valeria também para os jogos de futebol, portanto para os jogos da Copa do Mundo que vai acontecer no Brasil. O problema é que o governo não tratou do assunto na Lei Geral da Copa que enviou ao Congresso, alegando que isso teria que ser definido entre a Fifa e os Estados. (Folha)

Em Fortaleza – A polêmica da meia-entrada começou a ser discutida na Câmara Municipal. O vereador Eron Moreira (PV) deu entrada nesta quinta-feira (6) em requerimento para a realização de audiência pública. Para o vereador, a meia-entrada é um direito assegurado ao estudante de Fortaleza.

Prefeitura reduz muro para mostrar Hospital da Mulher

Usuários do transporte coletivo de Fortaleza passaram a ter uma nova paisagem no trecho onde funcionava o Jockey Club, na avenida Senador Fernandes Távora, desde a última segunda-feira (3).

É que cerca de um metro foi retirado da altura do muro, que possui quase 100 metros de comprimento. A nova altura permite a visão da estrutura do Hospital da Mulher, mesmo que de longe, somente para passageiros de ônibus e caminhões. Para a visão de motoristas de carro a passeio, o muro terá que descer mais um metro.

Médicos de Fortaleza podem entrar em greve

“Médicos do município de Fortaleza podem entrar em greve, segundo informou o Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec). A categoria realiza uma assembleia, na sede do sindicato, na noite desta quinta-feira, 6, a partir das 19 horas. No encontro a categoria deve decidir se dá início a uma paralisação.

Segundo o Simec, há cinco meses, um grupo de médicos do município, junto ao Simec, vêm tentando negociar melhores condições de trabalho e remuneração na atenção básica e nos hospitais.

Segundo o presidente do Simec, José Maria Pontes, muitas assembleias e reuniões com a Prefeitura, na Secretaria de Administração do Município (SAM), foram realizadas. Segundo o presidente, foram fechadas 18 reivindicações, mas nada foi cumprido até agora.

Segundo a comissão de negociação, a quantidade de médicos é insuficiente e não tem como responder pela demanda.”

(O POVO Online)

Grupo explode caixa eletrônico de agência do Hemoce. Polícia prende envolvidos

Cinco homens explodiram, por volta das 2h30min da madrugada desta quinta-feira, o caixa eletrônico da agência do Bradesco, que fica na sede do Hemoce (Rodolfo Teófilo). Eles, no entanto, não conseguiram levar o dinheiro. Na ocasião, passava uma viatura do Ronda do Quarteiraço.

Houve troca de tiros e um dos cinco envolvidos foi ferido. Os outros quatros fugiram para o bairro Pan-Americano, onde houve cerco policial com apoio do RAIO e Cotam e acabaram presos. Com o grupo, que tem gente da Bahia  e São Paulo, foram apreendidos dois veículos e três pistolas.  

O ferido está no IJF-Centro e os outros quatros foram presos e serão encaminhadas para a Delegacia de Roubso e Furtos.

Exame de Ordem – Faculdade de Direito da UFC obtém o 2º lugar nacional

81 1

A partir da divulgação do resultado final do 5º Exame de Ordem Unificado, feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na terça-feira, o Terra montou uma lista com as 50 melhores e as 50 piores instituições de ensino na prova.

O levantamento leva em conta somente as faculdades que tiveram mais de 10 bacharéis ou estudantes inscritos. Pelos resultados, a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará obteve o segundo lugar nacional no ranking de aprovação. A Faculdade de Direito da Urca, no Cariri, ficou em 48º lugar.

* Veja a seguir onde estão as melhores clicando aqui.

PRE prende condutor com carteira de habilitação falsa

Uma blitz conjunta do Detran e agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) prendeu, às 18h30min desta quarta-feira, na Avenida Senador Carlos Jereissati (CE 501), próximo ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, José Gonçalves da Silva (55), com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada. Ele confessou ao subtenente Mário Sérgio Fonteles, que comandou a equipe da PRE, que comprou o documento por R$ 1 mil.

Os dados do portador eram verídicos: nome, Identidade, data de nascimento. O subtenente Fonteles explicou que a falsificação chega a enganar os desavisados. Ele dirigia o Fiat de placas HPL 1506, que foi recolhido, de propriedade da filha de José Gonçalves. A coordenadora da equipe do Detran, Elenir Oliveira, disse que a proprietária do veículo cometeu uma alta gravíssima, com 7 pontos na CNH, e pagará multa de R$ 900,00. José Gonçalves oi conduzido à Delegacia do 5º Distrito, em Parangaba. Ele responderá a processo por usar documento falsificado.

(Fonte – Detran)

"Bateu, levou" vale também para Arialdo Pinho, avisa petista

34 5

A decisão do Partido dos Trabalhadores de não aceitar ataques do ex-ministro Ciro Gomes (PSB) à prefeita Luizianne Lins (PT) vale também se estende para o chefe da Casa Civil do Governo, Arialdo Pinho. 

Quem avisa é o deputado federal Eudes Xavier (PT), acrescentando que o partido espera não assistir mais a ataques contra a prefeita ou contra a legenda.

“Nós não aceitaremos ataques contra a prefeita nem contra o PT. Entendemos que somos de uma base aliada e, se estamos na base aliada, precisamos ser solidários uns com os outros e não faze provocações”, adianta Eudes Xavier, esperando que Ciro e Arialdo repensem suas posturas políticas.

"O PMDB não pode ser coadjuvante", diz Danilo Forte

42 1

O deputado federal Danilo Forte (PMDB), em contato com o Blog, afirmou, nesta quarta-feira, que seu partido não pode ser coajudante no processo eleitoral de Fortsaleza. A reação foi em consequência de declaração dada pelo vice-governador Domingos Filho se posiconando contrário a uma candidatura própria dopartido à Prefeitura de Fortaleza em 2012. O vice acentuou que essa é uma posição pessoal.

“Temos experiência administrativa na Capital. Os últimos prefeitos – desde Ciro Gomes, foram do PMDB como Juraci Magalhães e Antõnio Cambraia. Os prjetos hoje tocados em termos de infraestururfa na manlha viária da cidaded, ainda são da época de Juraci”, diz Danilo.

Danilo diz que seu nome é para fomentar mesmo o debate entre aliados. “Não estou impondo  meu nome, mas quero um debarte, porque o PMDB  não pode ser  coadjuvante. Tem história e presença na gestão de Fortaleza.” O parlamentar avaliou que o probelma da cidade “é de gestão”, no que o PMDB tem grandes quadros como Aloisio Carvalo, João Melo e Marlon Cambraia e outros que foram secretários de Juraci e têm experiência administrativa”.

 O parlamentar disse que a bancada federal ésimpa´tica a essa tese e que os seis vereadores dopartido também veem com simpatia uma postulação  própria como forma de aumentar a força da bancada na Câmara Municipal.

Ele deixa claro que uma postula peemedebista não deve ser vista como ruptura com o governador Cid Gomes ou o PT.

“A questão não é de ruptura. Se o PDT e o PCdo B, que são quantitivamente menores do a gente, lançam candidato, porque o PMDB não pode?”, reage,ressaltando que o pleito deve ser desegundo turno, no abriria para uma recomposição das forças aliadas nessa fase da disputa.

TSE reconduz prefeito de Santa Quitéria ao cargo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na noite desta terça-feira (4) reconduzir o prefeito afastado de Santa Quitéria, Francisco das Chagas Magalhães Mesquita (PSDB), ao Poder Executivo, assim como o seu vice, Eduardo Sobral Monte e Silva.

Os dois haviam sido afastados no fim do ano passado, por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE), após julgamento de compra de votos. Segundo a denúncia, um veículo da campanha do então candidato foi apreendido na véspera da eleição de 2008 com material de propaganda e a quantia de R$ 14 mil.

O prefeito e o seu vice deverão ser reempossados ainda esta semana.

(Com informações do TSE)

Após quatro altas seguidas, dólar cai mais de 1%

O dólar comercial fechou em baixa nesta terça-feira (4), após uma sequência de quatro altas seguidas. A moeda norte-americana teve queda de 1,24%, vendida a R$ 1,869.

O mercado mostrou intensa volatilidade ao longo do dia: o dólar chegou a subir 0,53% pouco após a abertura, passou a recuar perto do meio-dia, voltou a ganhar terreno ao longo da tarde, para finalmente terminar a sessão nas mínimas do dia.

A queda intensificou-se nos minutos finais da sessão, em meio à melhora no apetite por risco no exterior e a mais uma intervenção do Banco Central (BC).

(UOL)

Cearense liberado por insanidade mental é o terror em Brusque

Assaltos, formação de quadrilha, furtos e envolvimento com traficantes de drogas. Estes são alguns dos crimes praticados pelo cearense Auricélio Silva Freitas, 22, natural de Morada Nova (Baixo Jaguaribe, a 168 quilômetros de Fortaleza), de acordo com a Polícia Militar de Brusque (Vale do Itajaí-SC, a 126 quilômetros de Florianópolis).

Somente nos últimos três meses, o cearense foi detido quatro vezes pela Polícia, sendo o crime de maior gravidade um assalto a uma residência, na companhia de três outros acusados. Em todas as vezes, Auricélio foi beneficiado pela nova lei de flagrantes. A última prisão ocorreu nesta segunda-feira (3), pelo furto de um celular.

Quando residia em Morada Nova, há cerca de dois anos, segundo a Polícia catarinense, o cearense também havia sido preso por assalto e furto, mas acabou liberado por insanidade mental.

 (Com informações do TJCE e Polícia Civil de SC)

Rafinha perde mais trabalhos e dinheiro

As últimas 72 horas têm sido desagradáveis para Rafinha Bastos, não só pelo tsunami de críticas que vem sofrendo, por ter feito um comentário grosseiro sobre Wanessa Camargo grávida (em relação à artista e ao seu bebê), mas também por estar perdendo dinheiro.

Desde a última sexta-feira (30), Rafinha já teve cancelados ao menos dois comerciais e cinco apresentações pagas (entre palestras, apresentação e presença em festas), segundo Ooops!. Dependendo do evento, o humorista vinha cobrando até R$ 20 mil por duas horas de trabalho.

Rafinha foi sacado do “CQC” por determinação da Band. Ele já havia se envolvido em outro entrevero no final de agosto, quando chamou a apresentadora Daniela Albuquerque, mulher do presidente da RedeTV!, de “cadela”. Constrangido, foi obrigado a pedir desculpas.

Na semana seguinte voltou a criar caso ao falar de Wanessa. O marido da cantora, Marcos Buaiz, e seu sócio Ronaldo Fenômeno pressionaram. O caso virou uma bola de neve na internet e a Band suspendeu Rafinha, indefinidamente. O humorista não se manifestou sobre o caso até o momento.

(UOL)

Greve dos Correios pode acabar quinta-feira

Depois de mais de quatro horas de reunião e cinco intervalos para negociações, a direção dos Correios e representantes dos funcionários da empresa chegaram a um acordo para acabar com a greve deflagrada há 21 dias. A proposta negociada na tarde desta terça-feira (4), durante audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), será encaminhada amanhã (5) para avaliação em assembleias dos 35 sindicatos dos funcionários, com indicativo de aprovação pelo comando de greve. Se as condições forem aceitas, a greve será encerrada na próxima quinta-feira (6).

A categoria abriu mão do abono de R$ 500 que foi oferecido pela empresa em troca do pagamento do aumento real de R$ 80 a partir de outubro. Esse aumento estava previsto para ser pago só a partir de janeiro. Também foi mantida a proposta de reajuste linear do salário e dos benefícios de 6,87% retroativo a 1º de agosto, além de um benefício para ressarcir o valor gasto pelos empregados com medicamentos.

Em relação ao desconto dos dias parados, a proposta acordada prevê que a empresa devolva os seis dias que já foram descontados dos trabalhadores em folha de pagamento suplementar até a próxima segunda-feira.

(Agência Brasil)