Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Crianças negras atrasadas na escola são o dobro das brancas

105 3

O percentual de crianças negras de 7 a 14 anos que estão mais de dois anos de atrasadas na escola é o dobro do registrado entre as brancas. Enquanto 16,7% dos alunos negros estão nessa situação, entre os brancos, o índice é apenas 8%. Os dados compilados pelo Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets) são referentes a 2009 e reforçam a tese de que as desigualdades entre negros e brancos se repetem no ambiente escolar.

O fator socioeconômico geralmente é o mais usado para justificar o “atraso” escolar dos estudantes negros em relação aos brancos. Isso porque a condição social do aluno tem grande impacto na aprendizagem e a maioria da população de baixa renda do país é negra. Mesmo quando são considerados alunos de um mesmo nível econômico, os não negros têm desempenho superior aos negros.

É o que aponta um levantamento feito pelo economista Ernesto Faria, do Portal Estudando Educação. Comparando as notas de matemática e português da Prova Brasil de 2007, alunos de uma mesma faixa de renda e cor da pele diferentes também têm notas desiguais. Entre os 25% de estudantes mais pobres do 5° ano do ensino fundamental, a nota dos brancos é, em média, 8 pontos superior nas duas disciplinas. Entre os 25% mais ricos, a distância é ainda maior: os alunos brancos atingem 24 pontos a mais em português e 25 a mais em matemática.

Para André Lázaro, especialista na temática de diversidade em educação, uma das explicações para esse resultado é que, em geral, os alunos negros frequentam escolas com pior infraestrutura em comparação aos não negros. Essa situação foi revelada pelo Relatório das Desigualdades Raciais, lançado este ano pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em todas as etapas de ensino, os negros enfrentam piores condições que os brancos.

Enquanto 9,6% dos alunos brancos do 9° ano do ensino fundamental frequentam escolas com nenhuma adequação, entre os negros, o índice é de 12,9%. Já no 5° ano, 27,9% dos brancos frequentam escolas com estrutura exemplar – entre os negros, o patamar é de 22%.

“Além da questão estrutural das escolas, não tenho dúvida de que a dimensão cultural é fortemente explicativa do resultado escolar. O racismo tem um impacto muito forte na educação. Os modelos e exemplos educacionais dos livros didáticos, por exemplo, ignoram a dimensão da cultura negra e com isso você tem uma escola em que o negro não se vê”, destaca Lázaro, que foi secretário de Diversidade do Ministério da Educação (MEC) e hoje é consultor da Organização dos Estados Ibero Americanos (OEI).

Um dos autores do Relatório das Desigualdades, o professor Marcelo Paixão avalia que a discriminação existente no ambiente escolar acaba por agravar as diferenças entre negros e brancos. “O espaço escolar deveria ser de formação de cidadania – quando isso não é feito de maneira crítica ele se torna um instrumento de perpetuação das assimetrias”, diz.

Para a diretora de Educação no Campo e Diversidade do MEC, Vanessa Faria, tais resultados são reflexo da própria dificuldade da sociedade em reconhecer que existe racismo no país – situação que se repete no ambiente escolar. Em questionário aplicado em 2007 aos estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), menos de 3% se consideravam racistas, mas 60% disseram já ter presenciado uma situação de discriminação pela cor da pele e 30% afirmaram ter parentes racistas.

“A escola reflete o que acontece na sociedade. Por anos acreditou-se no Brasil que não existia o racismo, e fica difícil superar um problema quando ele é negado”, ressalta Vanessa. Para ela, a diferença de escolarização entre negros e brancos tem diminuído nos últimos anos, e a escola está mais aberta para o debate. “Nunca se falou tanto na questão da igualdade racial, mas este é um processo em construção. Os anos de estudo da população negra crescem em ritmo maior do que entre os brancos”, afirmou.

(Agência Brasil)

Vereadores da base e da oposição se unem para cobrar reparação de cirurgia

134 2

Machadinho Neto avalia o caso

Vereadores da base da prefeita Luizianne Lins e da oposição à administração municipal estão unidos para cobrar ao Instituto Doutor José Frota (IJF) a cirurgia reparadora na perna do promotor de vendas Francisco Marciano Gomes de Sousa, 28, morador do Bom Jardim.

Em maio de 2010, após sofrer um acidente de moto, nas imediações de Caucaia (Região Metropolitana), o promotor de vendas foi submetido à cirurgia no IJF, que teve à frente um médico-residente. Segundo o próprio laudo do maior hospital de emergência do Estado, o osso fraturado não ficou devidamente “encaixado”.

Desde então, Francisco Marciano passou a usar pinos fixadores e a tomar diariamente medicamentos para dor. Há cerca de um ano e meio, ele tenta uma nova cirurgia no IJF.

O promotor de vendas foi recebido na Câmara Municipal pelos vereadores Plácido Filho (PDT, líder da oposição), Ronivaldo Maia (PT, líder da prefeita), além dos vereadores e médicos Iraguassu Teixeira (PDT), Eron Moreira (PV) e Machadinho Neto (DEM), esse último com especialidade em Ortopedia.

De acordo com os vereadores, o caso deverá ser resolvido esta semana.

Os dois lados de um sistema único no mundo

Duas histórias, mesmo período, realidades distantes por cerca de 300 quilômetros. Dois contrastes do Sistema Único de Saúde (SUS). De um lado, o SUS que permite por meio do seu grau de excelência mudar a vida do comerciante de Milhã, Edneu Pinheiro, 51, que sofria com o coração crescido e agora sonha com uma vida nova, depois de passar por transplante, no Hospital de Messejana.

Do outro lado do SUS, o vendedor Francisco Braga, 56, que é hipertenso, mesmo depois de toda uma peregrinação a várias unidades de saúde em Fortaleza, desistiu de tentar conseguir consulta com um cardiologista. Fica, para ele, a sensação de descaso e desamparo. São histórias que se repetem nos lares dos brasileiros, que nos ajudam a fazer um raio-x do SUS, como você acompanha nas páginas a seguir.

O problema do SUS não é novo, mas veio à tona novamente com a doença do ex-presidente Lula, que foi diagnosticado com tumor na laringe e iniciou poucos dias depois seu tratamento no hospital particular Sírio-Libanês, em São Paulo. O tratamento em hospital particular fez com que muitos internautas criticassem, afirmando que o certo seria ele usar o atendimento público de saúde, o SUS.

Criado em 1988 pela Constituição Federal, que reconhece o direito de acesso universal à saúde para toda a população, o SUS é visto pelos especialistas como política pública ousada, que ainda tem sim suas dificuldades, mas que já avançou muito.

Único no mundo

A própria presidente Dilma Roussef, no último dia 14, ao lançar os programas Melhor em Casa e SOS Emergências, destacou que “o Brasil é o único país do mundo com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um sistema universal, público, gratuito e, que nós queremos, de qualidade”. Segundo a presidenta, dos 190 milhões de brasileiros, 145 milhões dependem do SUS. O preço por essa ousadia, porém, é caro. Com avanços, entraves e muitos desafios a serem enfrentados.

(O POVO)

Sobral receberá segundo planetário do Estado

A cidade de Sobral terá um novo espaço voltado para a astronomia, junto ao Museu do Eclipse e o Observatório Astronômico Henrique Morize. A compra de uma cúpula de projeção para o Planetário de Sobral foi anunciada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece). O contrato foi firmado com a empresa Omnis Lux, representante brasileira da marca Carl Zeiss, da Alemanha.

Segundo o coordenador Francisco Carvalho, da Secitece, o investimento para aquisição da cúpula foi de R$ 450 mil, pagos pelo tesouro estadual. A estrutura é uma parceria com a Prefeitura de Sobral e ainda não foi concluída. “O equipamento de projeção é o último a ser instalado”. A obra será implementada na Praça do Patrocínio, com previsão de conclusão em abril de 2012.

O consultor da Omnis Lux, Luiz Sampaio, diz que o material da cúpula é um tipo de alumínio microperfurado, que permite uma vazão de ar em 30% da superfície de dez metros de diâmetro: “Isso faz com que o som passe por ela e não retorne como eco, garantindo a qualidade”. Além disso, o revestimento de resina faz com que as cores captadas sejam mais exatas.

Luiz Sampaio destaca que o Planetário de Sobral ofertará a mesma programação do Planetário Rubens de Azevedo, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, de Fortaleza. O público poderá assistir a espetáculos astronômicos, ciclos de debates e projeções digitais como em um cinema de visão 180°. “O espectador se sentirá como se estivesse dentro da projeção, interagindo com as imagens”.

Sobral é considerado polo da astronomia no Ceará, devido a um experimento que comprovou a Teoria da Relatividade de Einstein, realizado no município em 1919. O coordenador da Secitece explica que o novo planetário será destinado também para ações educativas. “Outras regiões no norte e noroeste do Estado também serão beneficiadas, da mesma forma que estados próximos como Piauí e Maranhão”.

A Secitece prevê, para 2012, a construção de teatros digitais para divulgar a astronomia no centro e sul do Ceará.

(O POVO)

Brasil não pode repetir 'duas décadas perdidas', diz Dilma sobre crise

A presidente Dilma Rousseff disse neste sábado (19), em reunião com presidentes e representantes de dez países da África e América Latina, em Salvador (BA), que vê na crise econômica internacional uma “espécie de repetição” do que chamou de “nossas duas décadas perdidas”.

Nesses casos, a recessão, segundo ela, foi imposta como uma saída para todos os problemas.

“Nós ficamos 20 anos no Brasil aceitando, de uma triste forma, que as conquistas sociais fossem paralisadas pela necessidade de reciclagem das dívidas soberanas da América Latina”, afirmou. “Nós sabemos que esse processo não dá certo, ele leva à recessão, ao desemprego, a perdas de direitos, mas não tira os países da crise.”

De acordo com a presidente, só se sai da crise “adotando práticas corretas práticas que não impliquem no desperdício dos recursos públicos, que impliquem em disciplina, e combinadas com políticas de investimento, de expansão de consumo e de inclusão social”.

No encontro, Dilma conclamou os países da América Latina e Caribe a uma ação conjunta para o enfrentamento da crise. “Eu manifestei minha opinião no G20, em Cannes, a preocupação do Brasil com o risco que a instabilidade, tanto na eurozona quanto nos Estados Unidos, tem sobre nossos países, porque pode prejudicar nossas conquistas sociais e agravar as desigualdades sociais e raciais.”

A presidente lembrou que os países latinos têm “uma longa prática em relação ao FMI [Fundo Monetário Internacional]”, e disse que a experiência não foi boa. “Nós só tivemos a possibilidade de crescer pelos nossos pés quando conseguimos pagar o fundo monetário e, de fato, não ter mais de aceitar as suas proposições”.

No final do seu discurso, Dilma relativizou e disse que “cada país é um país, cada processo é um processo, cada tempo histórico é um tempo histórico”. “Nós levamos 20 anos [para começar a crescer]. Espero que os outros países levem muito menos tempo do que nós”, declarou.

(Folha)

Papa Bento XVI critica duramente corrupção… na África

O papa Bento 16 pediu neste sábado (19), de forma contundente, que os líderes africanos não tirem a esperança de seu povo. “Não desliguem suas populações de seu futuro mutilando seu presente”, disse o papa.

As declarações foram feitas em Cotonou, na República do Benin, durante o segundo dia da visita do papa à África, perante uma plateia composta por líderes políticos, econômicos e religiosos do pequeno país do Oeste do continente, assim como representantes de nações vizinhas.

Usando uma linguagem excepcionalmente dura, segundo analistas, ele pediu que as autoridades africanas acabem com a corrupção. “Adotem uma posição ética corajosa em relação a suas responsabilidades”, disse o pontífice. “Há escândalos e injustiças demais, corrupção e ganância demais, erros e mentiras demais, violência demais, o que leva a miséria e morte”. “Todo povo quer entender as escolhas políticas e econômicas feitas em seu nome.”

“Eles percebem a manipulação e sua vingança é às vezes violenta. Eles querem participação em boa governança. Sabemos que nenhum regime político é ideal e que nenhuma escolha econômica é neutra. Mas estes devem sempre servir ao bem comum. Enfrentamos demandas legítimas, presentes em todos os países, por uma maior dignidade e, sobretudo, por uma maior humanidade”.

(BBC Brasil)

Quase 300 americanos já se inscreveram para disputar Presidência

Quase um ano antes da eleição de 6 de novembro de 2012, 283 pessoas já se inscreveram para disputar a Presidência dos Estados Unidos, segundo a Comissão Eleitoral Federal (FEC, na sigla em inglês), e a lista ainda deve crescer.

O número alto de candidatos se deve à facilidade com que qualquer pessoa pode concorrer à Casa Branca.

Basta ser cidadão americano nascido nos Estados Unidos, ter no mínimo 35 anos de idade e ter vivido no país por pelo menos 14 anos.

Essa facilidade leva muita gente a se candidatar mesmo sabendo não ter qualquer chance real de chegar à Presidência.

“A maioria desses candidatos não faz nada para avançar sua campanha”, disse o especialista em lei eleitoral americana Richard Winger.

Presidiário- candidato

A relação de candidatos à Presidência nas eleições de 2012 é formada tanto por políticos tradicionais – entre eles Barack Obama, que busca mais um mandato, e seus rivais republicanos –quanto por todo tipo de personagens curiosos e desconhecidos.

Há um “Uncle Sam” (Tio Sam, um dos símbolos dos Estados Unidos), apelido usado por Samuel Lyndell Powell, que já concorreu em outras três eleições presidenciais.

Também são candidatos President Emperor Caesar e HRM (Sua Majestade Real) Caesar Saint Augustine de Buonaparte Sole Emperor of the United States.

“Há alguns que se candidatam até de dentro das prisões”, disse Richard Kimball, presidente do projeto Vote Smart, que reúne e distribui informações sobre candidatos políticos nos Estados Unidos.

Outros são apenas cidadãos comuns desiludidos com os políticos tradicionais que resolvem se lançar eles próprios na disputa presidencial.

(BBC Brasil)

Nasa lança mais audaciosa missão a Marte desde anos 70

No dia 25 de novembro, a Nasa vai lançar do Cabo Canaveral, na Flórida, a maior e mais audaciosa missão a Marte desde a década de 70. Trata-se do Mars Science Laboratory (MSL), um jipe de uma tonelada e do tamanho de um Fusca preparado para uma série de estudos sem precedentes. Se tudo der certo, o MSL pousará em solo marciano em agosto de 2012 para ajudar os cientistas a descobrir se lá existe ou já existiu vida e o que deve ser feito para que, daqui a décadas, uma missão tripulada alcance o planeta vermelho.

Batizado Curiosity, o jipe vai procurar os ambientes de Marte mais propícios à formação de vida. Para tanto, foi equipado com dez instrumentos capazes de localizar e analisar os ingredientes considerados essenciais à vida: água, energia na forma de luz ou calor e materiais orgânicos. Dos dez aparelhos, o mais importante pode detectar se uma amostra do solo ou da atmosfera possui moléculas orgânicas. Outros cuidarão de tomar medidas meteorológicas, fotografar o terreno, perfurar rochas, analisar minerais e buscar vestígios de água até dois metros abaixo da superfície.

O Curiosity também vai ajudar a determinar a quantidade exata de radiação cósmica na superfície de Marte, algo nunca medido antes. Esses dados ajudarão a desenvolver tecnologias para diminuir os efeitos da radiação em humanos e proteger futuros exploradores de Marte. O interesse da agência espacial americana revela que a intenção de enviar astronautas para o planeta é bastante séria. A coordenadora científica da Nasa, Gale Allen, vai além e acredita que o planeta possa abrigar a primeira colônia fora da Terra na segunda metade do século XXI. Para tanto, o reconhecimento de campo feito pelo Curiosity será fundamental.

A possibilidade de que Marte sustente vida é o que torna o planeta atraente para futuras missões tripuladas e até para a simulação de um ambiente favorável à subsistência de seres humanos. “Nos próximos 10 anos vamos procurar por ambientes habitáveis em Marte”, diz Meyer. Depois de identificados, os cientistas enviarão uma missão robótica que entre 2020 e 2030 vai trazer à Terra amostras do solo. “Os resultados vão ajudar a preparar melhor a visita de astronautas ao planeta depois de 2030.” Para Gale Allen, o Curiosity e o sonho de colonizar Marte representam valores que inspiram e emocionam o homem. “Hoje não existe valor comercial em ir a Marte”, diz. “Mas somos exploradores e curiosos. Queremos chegar lá.”

(Veja)

Icasa consegue segurar o Goiás no Serra Dourada, mas volta à zona

As surpreendentes vitórias do ASA de Arapiraca/AL sobre o Bragantino, em Bragança Paulista, e do São Caetano sobre o Vitória, em pleno Barradão, levaram o Icasa de volta à zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado, na penúltima rodada da competição. A equipe de Juazeiro do Norte conseguiu um heróico empate sem gols, diante do Goiás, no Serra Dourada, mas não contou com a virada do São Caetano sobre o Vitória, com dois gols nos últimos cinco minutos de jogo.

Com os resultados, o Icasa agora terá que vencer a Portuguesa de Desportos, no próximo sábado (26), no estádio Romeirão, para ainda assim torcer por um tropeço de algum desses times: São Caetano, ASA, Paraná, Guarani ou ABC.

Campeã da Série B, por antecipação, a Portuguesa quer passar a marca dos 80 pontos (81, em caso de vitória). Em seis anos de regulamento por pontos corridos, somente o Corinthians, em 2008, passou dos 80 pontos (85 no total).

Haddad elogia projetos tucanos, mas critica FHC

Um dos trunfos da gestão tucana no Estado de São Paulo, as escolas técnicas Etec e Fatec foram elogiadas neste sábado (19) pelo ministro Fernando Haddad (Educação), pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo.

Em evento organizado pelo sindicato dos metalúrgicos do ABC em São Bernardo do Campo, Haddad afirmou que “é preciso reconhecer a excelência da Fundação Paula Souza”, responsável pelas escolas profissionalizantes paulistas. E disse que o governo federal pretende apoiar a fundação para ampliar o número vagas nas Fatecs e Etecs.

As escolas técnicas foram usadas como exemplo na campanha do PSDB à Presidência, no ano passado.

“Governos anteriores preferiam prejudicar a população a apoiar governadores e prefeitos que não fossem de partidos da base aliada. Na educação acabamos com essa política. Nós apoiamos a criança, o jovem, o trabalhador, independentemente de quem esteja à frente do governo estadual e municipal”, justificou Haddad.

O ministro, entretanto, fez críticas ao governo FHC. “O primeiro eixo do Pronatec [programa recém-lançado pelo governo federal para a educação profissional] será recuperar o tempo perdido”, disse. “Imaginem vocês que havia uma lei da época do governo Fernando Henrique Cardoso proibindo a expansão da rede federal de ensino profissional.”

Haddad afirmou que a lei vigorou de 1998 a 2004, quando foi revogada. “A partir de 2005 nós demos impulso ao maior programa de expansão da rede federal já realizado”, disse.

(Folha)

Dias do chimpanzé como cobaia podem chegar ao fim

Os chimpanzés são utilizados em pesquisas nos Estados Unidos desde a década de 1920, quando Robert Yerkes, professor de psicologia da Universidade de Yale, começou a levá-los para o país. Durante a década de 1950, a força aérea passou a reproduzi-los para o uso no programa espacial, a partir de 65 espécimes capturados na natureza.

A semelhança com os humanos os torna importantes para pesquisas, mas também gera muita solidariedade. Para os pesquisadores, esses animais podem significar a melhor chance de descobrir a cura de doenças atrozes. Para muitas pessoas, porém, eles são nossos parentes atrás das grades.

A pesquisa biomédica com chimpanzés ajudou a produzir a vacina contra a hepatite B e tem por objetivo produzir a vacina contra a hepatite C, que infecta 170 milhões de pessoas em todo o mundo. Contudo, há muito que os protestos contra essa pesquisa consideram-na cruel e desnecessária.

Devido à grande pressão atual de organizações de defesa dos animais, a decisão judicial que porá um fim a este tipo de pesquisa nos Estados Unidos pode vir em um ano. Atualmente, apenas os Estados Unidos e o Gabão (África Central) conduzem pesquisas invasivas com chimpanzés.

A sociedade e outros grupos pressionaram os NIH (Institutos Nacionais da Saúde) americanos para que fosse elaborado um relatório sobre a utilidade da pesquisa com chimpanzés, aguardado para este ano. A Sociedade Humanitária também se uniu ao Instituto Jane Goodall e à Sociedade para a Conservação da Vida Selvagem para elaborar uma petição ao Serviço de Fauna e Peixes dos Estados Unidos, na qual é declarado o risco de extinção dos chimpanzés em cativeiro, uma vez que os que vivem na natureza já estão ameaçados, oferecendo a eles mais proteção. A decisão é aguardada para setembro do ano que vêm.

Os laboratórios de pesquisa dos Estados Unidos abrigam mil chimpanzés, e o Centro de Pesquisas de New Iberia é um deles. O centro pertence à Universidade de Louisiana em Lafayette, e ocupa 40 hectares do centro da Louisiana francesa ou acadiana, aproximadamente 210 quilômetros a oeste de Nova Orleans. Nele vivem 360 chimpanzés, sendo que 240 pertencem à universidade e 120 ao NIH, além de outros seis mil primatas, a maioria da espécie macaco-rhesus.

A instituição foi acusada de maus-tratos no passado, sendo que foram descobertas e corrigidas algumas violações às normas de tratamento dos animais, de acordo com as inspeções do Departamento de Agricultura.

Os chimpanzés também foram procriados para serem usados em pesquisas da AIDS nos anos 1980, que não obtiveram avanços. Em meados da década de 1970, o apoio à preservação de espécies ameaçadas de extinção havia aumentado, e a importação de chimpanzés retirados da natureza foi proibida. Nos anos 2000, foi aprovada uma lei federal exigindo a aposentadoria dos chimpanzés pertencentes ao governo após o fim de seu uso em experimentos. Foi inaugurado em Shreveport, na Louisiana, o Chimp Haven, um santuário nacional de chimpanzés, para dar assistência a esses a outros chimpanzés.

(New York Times News Service)

Favoritos, conservadores prometem 'resgate de valores' na Espanha

A eventual vitória dos conservadores nas eleições deste domingo (20) na Espanha causa grande preocupação no país entre representantes de grupos de defesa de direitos de minorias e setores progressistas da sociedade. Mariano Rajoy, candidato do Partido Popular e favorito para substituir o socialista José Luis Rodriguez Zapatero, anunciou que promoverá, durante seu mandato, o “resgate de valores tradicionais”.

“Na Espanha se perderam muitos valores que nestes tempos de crise devemos recuperar”, disse ele em um comício em Barcelona.

Por declarações como esta e pelas posições defendidas pelo Partido Popular, o temor é de que o eventual governo conservador se empenhe em revogar leis aprovadas durante os dois mandatos prévios socialistas como a do casamento gay, do aborto, da memória histórica (que obrigou a retirada de símbolos da ditadura militar de espaços públicos) e da proibição de fumar em bares e restaurantes.

Igreja

O clero espanhol não se pronunciou sobre as promessas de campanha do partido conservador, mas já deu seu parecer sobre as eleições e o que devem fazer os fiéis.

No fim de outubro, a Conferência Episcopal divulgou um comunicado com o título de “Nota ante as eleições de 2011”, afirmando que “é nossa obrigação de pastores da Igreja orientar o discernimento moral para a justa tomada de decisões que afetam o bem comum, como é o caso das eleições”.

Sem citar siglas partidárias nem nomes de candidatos, o clero, que participou de manifestações contra as leis do casamento gay e aborto e criticou publicamente o governo socialista por estas medidas, ratificou seus pontos de vista.

A igreja definindo como “perigosas e nocivas” as leis que “permitem que casamento seja mais do que uma a união entre um homem e uma mulher”. E afirmou que as “decisões políticas devem ser morais e justas de acordo com a natureza do ser humano”.

Outra das tradições defendidas pelo candidato conservador é a tourada. Rajoy promete blindar a permanência do espetáculo que divide a opinião pública entre os que defendem o evento secular e os que o consideram práticas cruéis contra um animal.

As touradas, segundo o programa de Rajoy, merecem “proteção de nossa tradição histórica e cultural”.

(BBC Brasil)

Pelé rebate críticas e diz que Romário é mal informado

De rei para craque, Pelé rebateu nesta sexta-feira (18) as críticas que recebeu de Romário, atualmente deputado federal, que o acusou de não ter “consciência” do que está acontecendo na preparação para a Copa de 2014 e chegou a insinuar que ele pudesse receber dinheiro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). “O Romário é muito mal informado”, enfatizou Pelé, durante um evento em São Paulo.

“Uma vez eu disse que ele calado é um poeta. Agora isso também vale. O Pelé fala muita m…. Ele não tem noção de p… nenhuma do que está acontecendo no País. Não conhece de leis e estatutos”, acusou Romário, durante evento no último dia 11, quando atacou o Rei do futebol por ter defendido o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. “Eu não levo nada da CBF, talvez ele leve”, acrescentou o deputado.

Pelé ainda rebateu a provocação feita pelo deputado para que se candidatasse a algum cargo público para “entender as coisas”. “Fala para o Romário que eu já me candidatei a rei e faz tempo que ganhei”, ironizou o ex-jogador. Durante um evento no Museu de Futebol, no Pacaembu, em São Paulo, Pelé também mostrou otimismo com a preparação brasileira para a Copa de 2014. “Tivemos alguns problemas, inclusive com a escolha do estádio de São Paulo, mas fiz parte do Comitê Organizador da Copa no Japão (em 2002) e eles estavam muito mais atrasados que o Brasil. Na África (em 2010), foi muito pior”, garantiu Pelé.

Indicado pela presidente Dilma Rousseff para ser o embaixador da Copa do Mundo de 2014, Pelé ainda pediu um voto de confiança do torcedor brasileiro. “Temos que ter confiança. O Brasil tem tempo de fazer a Copa. Temos que torcer para dar certo e não ficar torcendo contra. O Brasil está bem, tenho plena certeza de que vai fazer a melhor Copa de todos os tempos”, projetou o ex-jogador.

(agências)

Mototaxistas denunciam quedas por causa da altura de calçada

140 4

Altura de calçada tem provocado quedas em pedestres na Praça José de Alencar

Duas a três pessoas caem todo dia quando tentam atravessar o cruzamento das ruas General Sampaio com Liberato Barroso, no Centro, ao lado do Theatro José de Alencar. O alerta é de um grupo de mototaxistas, que faz parada em frente à praça.

Segundo os mototaxistas, a grande altura da calçada da praça José de Alencar, com cerca de 40 centímetros, é o principal motivo das quedas. O maior número de vítimas é de pessoas obesas ou da terceira idade.

De acordo ainda com os mototaxistas, comerciantes e pedestres já solicitaram aos fiscais da Prefeitura uma redução na altura do calçadão da praça. Mas há anos aguardam a obra.

Tribunal Penal Internacional diz que Líbia deve entregar filho de Gaddafi

O TPI (Tribunal Penal Internacional) diz ter recebido confirmação das autoridades líbias sobre a prisão de Saif al Islam, filho do ex-ditador do país Muammar Gaddafi. Um porta-voz do TPI, Fadi El Abdallah, disse à BBC que a Líbia tem agora uma obrigação legal de entregá-lo ao tribunal. Al-Islam, de 39 anos, é o último membro importante da família Gaddafi a ser preso ou morto. Ele é procurado por supostos crimes contra a humanidade cometidos durante o levante contra o governo de seu pai.

O local onde o julgamento acontecerá será escolhido por juízes do Tribunal Penal Internacional, após negociações com as autoridades líbias, segundo El Abdallah. Imagens exibidas na TV do país mostraram um homem que seria Al Islam deitado em um sofá, com alguns dedos da mão direita enfaixados, mas aparentando estar bem de saúde.

Segundo o ministro da Justiça do CNT (Conselho Nacional de Transição), Mohammed al Allagi, Saif al-Islam foi encontrado no deserto, perto da cidade de Obari, no sul do país. No momento da prisão, ele estaria acompanhado de seguranças e tentando escapar para Níger. Al Islam teria sido levado de helicóptero para Zintan, no norte do país.

O filho de Gaddafi estava foragido desde que as forças do CNT tomaram a capital líbia, em agosto. Sua prisão foi comemorada nas ruas de Trípoli, já que Al Islam chegou a ser visto como um possível sucessor de Gaddafi devido à sua retórica durante as revoltas populares. No entanto, anteriormente al-Islam era visto como o mais liberal dos filhos de Gaddafi e foi cortejado por autoridades ocidentais.

O coronel Muamar Gaddafi foi morto no dia 20 de outubro, durante uma batalha final em sua cidade natal, Sirte. O governo interino da Líbia lançou um inquérito para apurar as circunstâncias de sua morte.

(BBC Brasil)

Alguém atentou que esta senhora faz hoje 122 anos?

187 3

Pois é! Neste sábado (19) a bandeira do Brasil completa 122 anos. A data foi instituída quatro dias após a proclamação da república, em uma homenagem ao símbolo máximo da pátria. Lembro que em meu tempo de escola o Dia da Bandeira era recheado de homenagens e não era somente porque naquela época o país era governado por militares. Havia realmente um sentimento de patriotismo.

Mas eis algumas condutas que valem a pena lembrar:

Quando várias bandeiras são hasteadas em nosso país, a brasileira deve ser a primeira a chegar ao topo do mastro e a última a descer.

Quando uma bandeira brasileira fica velha, suja ou rasgada, deve ser imediatamente substituída por uma nova. A bandeira velha deve ser recolhida a uma unidade militar, que providenciará a queima da mesma no dia 19 de novembro.

 Caso a bandeira fique hasteada no período noturno, ela deve ser iluminada.

(com enciclopédias)

Árbitro carioca tem dado sorte aos cearenses

Foram duas vitórias e um empate a favor de Ceará, Fortaleza e Icasa. Nenhuma derrota. Esse é o retrospecto do árbitro carioca Gutemberg de Paula Fonseca, que neste sábado (19) volta a apitar seu quarto jogo que envolve um clube cearense, quando estará à frente de Grêmio x Ceará, no estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS), pela antepenúltima rodada do Brasileirão.

A sorte do apito carioca é tudo que o Vozão precisa para deixar a zona de rebaixamento, pelo menos até este sábado, embora sites de apostas online apontem o Ceará com apenas 15,2% de chances de vitória.

A última vez que Gutemberg de Paula apitou uma partida com time cearense foi no dia 6 deste mês, na vitória do Vozão sobre o Avaí, por 2 a 1, em pleno estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), quando o Ceará deixou a zona de rebaixamento na última vez.

Antes, o árbitro carioca conduziu a goleada do Fortaleza sobre o CRB, por 4 a 0, no estádio Presidente Vargas, no dia 17 de setembro, quando o time tricolor se livrou do rebaixamento para a Série D. A partida até hoje é alvo de polêmica sobre uma suposta abertura da equipe alagoana, mas o STJD julgou o resultado como legítimo.

A primeira vez que Gutemberg apitou uma partida com um clube cearense foi no dia 6 de agosto deste ano, pela Série B, quando o Icasa arrancou um empate heróico diante do ABC, em 1 a 1, em Natal.

A sorte do árbitro carioca poderá compensar um pouco a infelicidade do árbitro paulista Oscar Roberto de Godói, que em 2004 tirou o título do Vozão de campeão da Copa do Brasil, diante de uma arbitragem desastrosa, em pleno estádio Olímpico.

Preso na Líbia, filho de Gaddafi aparece com curativo na mão

A rede de TV internacional “Libya” mostrou neste sábado (19) a primeira foto do filho do ditador Muammar Gaddafi, Saif al-Islam, supostamente feita após sua detenção, na qual ele aparece reclinado em um sofá, aparentemente em bom estado de saúde, mas com curativos em três dedos da mão direita.

Na foto, o filho de Gaddafi –cuja detenção foi anunciada neste sábado– aparece vestido com uma camisa de manga longa e com uma manta marrom sobre as pernas. As imagens mais recentes de Al Islam eram de 21 de agosto, horas depois que foi anunciada sua suposta detenção, que depois foi desmentida.

O filho de Gaddafi foi preso neste sábado na região de Obari, a 800 quilômetros ao sul de Trípoli, por uma brigada de combatentes da cidade de Zintan, situada a 150 quilômetros ao sul da capital.

No início deste mês, o TPI disse ter recebido informações de que Al Islam poderia tentar fugir da Líbia com a ajuda de mercenários.

(EFE)