Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Galeria Paleta comemora aniversário homenageando Patativa do Assaré

O grande Tota, sua Luciana e a filha Jéssica. 

A Galeria Paleta (Praia de Iracema) vai promover neste sábado, a partir das 21 horas, o evento “Forró com Arte”. Trata-se, segundo o dono do pedaço, Tota, de uma homenagem à memória do grande Patativa do Assaré.

No evento, a participação de poetas recitando em homenagem a Patativa, com um gostoso forró pé-de-serra em seguida .

“Essa festa marca o início da festa dos 22 anos de atividades de nossa galeria”, avisa Tota, um dos entusiastas da arte no Estado.

(Foto – Paulo Moska)

Agnaldo Timóteo: "Eu era apaixonado pela inteligência do Clodovil"

“Foram 42 anos de amizade. Amizaaaaade. Próxima, de intimidades. De palavras, da vida pessoal, até de homossexualismo. Nós éramos amigos. Eu era apaixonado pela inteligência do Clodovil, pela cultura do Clodovil, e, como ele era parecido comigo, pela audácia do Clodovil.” Dessa forma, o cantor e vereador Agnaldo Timóteo, 73, explica o motivo pelo qual se coloca, no horário eleitoral, como herdeiro político do estilista Clodovil Hernandes (morto em 2009).

Candidato a deputado federal em 2010, Timóteo diz pretender levar adiante, dentre os projetos de Clodovil, a “gratuidade para que todo homem possa fazer o exame da próstata a partir de 40 anos”. Ao lado de Tiririca e do humorista Juca Chaves, é uma das esperanças do PR de aumentar a bancada paulista do partido na Câmara dos Deputados.

Por que o sr. decidiu se candidatar?
Por causa do Lula. Eu sou macaco de auditório do Lula. Fui preconceituoso contra ele em 2002. Não votei nele, não acreditava nele e hoje eu e todos os demais que o preconceituaram devemos morrer de vergonha. Porque ele nos dá uma aula de habilidade, de competência, de audácia e de convergência. Até na diplomacia. É um show.

O sr. chegou a conversar com ele sobre isso?
Claro! Aliás, eu pedi duas audiências ao Lula. Ele me recebeu nas duas. Na mais recente levei comigo o meu chefe de gabinete, que é o Alexandre. Um pretinho, elegante… levei o Alexandre comigo. E quando nós conversávamos, o Lula pegou o telefone e disse: “Dilma, sobe aqui pra conhecer o Agnaldo Timóteo”. Subiu a ministra Dilma, com um sorriso fantástico, despojado, e eu disse: “mas ministra, a rapaziada lá fora diz que a senhora anda de cara amarrada… sorriso mais bonito que esse só se for da Elke Maravilha!” Na bucha, falei com ela.

Por que o sr. pediu uma audiência com o Lula?
Já havia um zunzunzum de que a Dilma seria candidata. E eu queria conversar com o presidente sobre a Dilma, sobre a linguagem que a Dilma precisa, que é essa que ela está mostrando…

Qual?
Ah! Todo mundo dizia que ela era um mulher antipática. Hoje é a figura mais simpática do programa eleitoral! Ela precisa conversar com as mulheres. A mulher dá a luz. A mulher limpa o cocô do menino, troca a fralda, faz comida pro marido, lava a roupa, e não pode ser presidente? Brincadeira tem hora!

A sua participação no horário eleitoral já está dando o que falar por causa do Clodovil. O sr. quer herdar os votos dele?
Eu estou dizendo o que é uma coisa absolutamente real. Foram 42 anos de amizade. Amizaaaaade. Próxima, de intimidades. De palavras, da vida pessoal, até de homossexualismo. Nós éramos amigos. Eu era apaixonado pela inteligência do Clodovil, pela cultura do Clodovil, e, como ele era parecido comigo, pela audácia do Clodovil. Vou chegar em Brasília e vou ter que mexer naquilo que ele deixou.

Qual parte da obra dele o sr. quer levar adiante?
O Clodovil brigava até pelo casamento entre homossexuais, que é uma coisa que eu não vou brigar.

Por que não?
Porque… come quem você quiser, dá pra quem você quiser, mas negócio de homem casar com homem… sai fora! Tá com brincadeira? “Ô, João, você aceita o Antonio como sua legítima esposa?”. Ah, para! Brincadeira tem hora. Isso era um ponto de vista distinto, meu e do Clodovil.

Mas e os pontos convergentes?
Tem o negócio da próstata, que ele apresentou….

O que é o negócio da próstata?
É um projeto do Clodovil para que todo homem tenha direito de fazer seu exame da próstata gratuitamente a partir de 40 anos. Eu vou ver isso depois direitinho. O Clodovil tem um projeto de atendimento às mamães solteiras, que eu vou ter que verificar como a gente vai administrar.

O sr. manteve contato com ele ao longo de todos esses anos?
Todos! Eu o levei para cantar num programa de rádio que eu tinha no Rio de Janeiro. Porque ele cantava bem. Suavemente, mas cantava muito melhor que o João Gilberto. Até porque o João Gilberto nunca cantou.

Mas eram amigos de frequentar a casa um do outro?
Não, não. Eu não sou uma pessoa muito sociável. Sou mais caseiro.

Vocês mantiveram contato no período em que ele esteve no ostracismo, fora da televisão?
Mas você acredita mesmo que uma pessoa como o Clodovil em algum momento tenha estado no ostracismo? Ele estava fora da televisão. É como o Agnaldo Timóteo. Onde quer que nós estejamos, somos celebridades. Não tem como nos ignorarem. Não tem.

Vamos falar dos projetos que o sr. apresentou quando foi deputado federal.
Eu apresentei um projeto transferindo para as Forças Armadas a responsabilidade sobre os menores desassistidos. Isso em 1985. De lá pra cá imagine quantas crianças poderiam ter sido salvas, em vez de aparecer na televisão com uma.45 na cintura. O Genoíno me disse: “você quer transformar o Brasil num quartel”. Eu falei: “não! eu quero transformar numa escola, onde os professores sejam militares. sargentos, soldados, tenentes, cabos. A formação moral deles a gente não pode questionar”.

Algum dos projetos que o sr. apresentou em Brasília em seus dois mandatos chegou a ser aprovado?
Lamentavelmente, nenhum. Todos saídos da minha sensibilidade de ser humano de família modesta.

O sr. tem algum projeto novo que gostaria de levar para Brasília?
A minha paixão, que lamentavelmente ainda não foi tornada realidade pelo Kassab, é um projeto que foi sancionado pelo Serra quando era prefeito, que é o posto de apoio ao taxista. Nada mais, nada menos, que um ponto de táxi com dependência sanitária. Não só para São Paulo, mas para todos os municípios que tenham mais de 300 mil municípios, ou 200 mil. Que é uma coisa absolutamente fácil de realizar. Baratíssimo.

Mas por que o sr. quer fazer isso?
Para os taxistas! É justo você ver o taxista mijando dentro do túnel? Mijando atrás da árvore? Mijando atrás da porta? Ponto de táxi tem que ter dependência sanitária. Como lá em Congonhas [Aeroporto de Congonhas, em São Paulo]. É um ponto de táxi com dependência sanitária para 60 taxistas. Tá lá! Lindo, limpinho, para homens, mulheres, um espetáculo!

Algum dos projetos que o sr. apresentou como vereador foi implementado?
Vários. Um dia eu fui a um enterro, e eu com 114 quilos. A cova ficava a uns 400 metros de distância, aqui no cemitério do Araçá. E aí andei uns 400 metros pra chegar no túmulo. E depois você desce morro e sobe morro. Eu cheguei aqui e apresentei um projeto criando a obrigatoriedade de que todos os cemitérios tenham aqueles veículos de bateria para conduzir as pessoas obesas, deficientes, até o local onde se realiza o sepultamento. Foi sancionado pelo Kassab e eu agradeço muito.

Tem algum outro projeto?
Alguns importantíssimos, que lamentavelmente foram vetados. Por exemplo, uma câmera em todas as cozinhas dos grandes restaurantes e uma tela dentro do estabelecimento para que possamos ver como está sendo preparada a nossa alimentação.”

 (Folha.com)

Casa da Esperança tem atendimento comprometido, após redução de verba

103 1

Pais e responsáveis por crianças portadoras de necessidades especiais denunciam o comprometimento no atendimento da Casa da Esperança, na Cidade dos Funcionários, desde que a Prefeitura de Fortaleza cortou em 40% o repasse de recursos, há alguns meses. A dívida da entidade chega a R$ 1 milhão. A direção admite a dispensa de funcionários, principalmente os chamados “cuidadores”, responsáveis pelo acompanhamento de cerca de 400 crianças durante o atendimento. A direção estuda uma ajuda de custo mensal, por parte dos pais das crianças, no valor de R$ 150, apesar da maioria das famílias não dispor da quantia.

Caps suspende atendimento por falta de repasse de verba da Prefeitura de Fortaleza

123 2

O Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps), ao lado da Faculdade de Medicina, no bairro Porangabussu, suspendeu o atendimento nesta terça-feira, 31, depois de ter a energia cortada por falta de pagamento. Na última sexta-feira, a Cagece havia desligado o fornecimento de água pelo mesmo motivo. A direção do Caps informou que há três meses a Prefeitura de Fortaleza não realiza o repasse da verba que deveria ser destinada ao centro. Somente uma funcionária continua no local, para informar o motivo do não atendimento.

Larissa e Juliana dão coletiva sobrre pentacampeonato

A dupla Larissa e Juliana, que conquistou o pentacampeonato do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, dará entrevista coletiva às 10h30, no Hotel Sonata de Iracema (Av. Beira Mar, 848). Elas se sagraram penta ao vencer a etapa norueguesa do circuito com quatro rodadas de antecipação. A vitória garantiu à dupla brasileira o maior número de medalhas de ouro da competição, num total de 36, uma a mais que as norte-americanas Walsh e May.

Com a conquista do pentacampeonato, a dupla também se igualou a Ricardo e Emanuel no número de títulos e fica atrás apenas de Adriana Behar e Shelda, campeãs por seis vezes do Circuito Mundial.

Ciro Gomes pede votos para Patrícia, Cid e Dilma e cita Eunício e Pimentel como candidatos ao Senado da coligação

86 1

A candidata a deputada estadual Patrícia Saboya (PDT) inaugurou na noite desta segunda-feira (30) o comitê do Conjunto Ceará, que contou com as presenças do deputado federal Ciro Gomes, dos candidatos à Câmara Federal Edson Silva (PSB) e Antônio Balman (PSB), além do vereador Vitor Valim (PHS). Patrícia destacou o carinho que sempre teve pelo bairro e criticou a administração municipal pelo abandono do Conjunto Ceará, como também da própria Fortaleza.

“Caso eu seja eleita, eu vou cobrar muito. Tenho percorrido muitos bairros e as queixas são quase as mesmas: falta de creches, crianças sem aulas e mau atendimento nos postos de saúde”, ressaltou a candidata a deputada estadual, que antes participou de uma carreata pelas ruas do bairro.

Ciro Gomes destacou o perfil político de Patrícia, que é pautado “no compromisso, na decência e na moral”. “Patrícia é uma joia na política”, completou.

O deputado também pediu votos para a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, quando afirmou já ter superado a tristeza por não ter tido a chance de ser candidato ao Palácio do Planalto. “Não sou de ficar lambendo feridas”, disse Ciro, que ainda elogiou o mandato do presidente Lula.

Além de Patrícia, Ciro Gomes pediu votos para o irmão Cid Gomes, candidato à reeleição pelo PSB, para Edson Silva e Antônio Balman e citou Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) como candidatos ao Senado na coligação com o PSB. “Vocês escolhem aí”, sugeriu ao eleitorado presente, cerca de mil pessoas, em relação ao Senado Federal. Depois afirmou: “Pedi votos para eles (Eunício e Pimentel), naturalmente”.

Pela manhã, Patrícia havia inaugurado o comitê no Centro (Excelsior Hotel), quando foi surpreendida pela presença do candidato a deputado federal Chico Lopes (PCdoB). O candidato à reeleição à Câmara Federal disse em discurso que não estava ali para pedir votos, mas para dar seu testemunho sobre o compromisso de Patrícia para com o Ceará.

Ciro Gomes dedica segunda-feira à campanha de Patrícia Saboya a deputada estadual

137 5

A candidata a deputada estadual Patrícia Saboya inaugura na manhã desta segunda-feira (30), a partir das 11 horas, o comitê do Centro (Excelsior Hotel) na companhia do deputado Ciro Gomes. Antes, Patrícia e Ciro farão caminhada no entorno do comitê. À noite, a partir das 19 horas, a candidata e o deputado farão a inauguração do comitê do Conjunto Ceará, em frente ao Pólo de Lazer da 1ª Etapa. Ainda no Conjunto Ceará, Patrícia e Ciro participarão de carreata pelas principais ruas do bairro.

Além dos dois novos comitês, Patrícia conta ainda com o comitê da avenida Monsenhor Tabosa e de oito Casas de Apoios, essas últimas de iniciativa das comunidades do João XXIII, Bonsucesso, Jardim Iracema e Granja Portugal.

Corregedor da Receita identifica esquema de compra e venda de informações

“O corregedor-geral da Receita Federal, Antonio Carlos Costa D`ávila, informou há pouco que a Receita identificou o esquema de compra e venda de informações fiscais envolvendo a violação de sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e outras pessoas ligadas ao comando do partido. Segundo ele, o esquema envolvia pagamento de propina e encomenda externa. “Há indícios de que há um esquema. Foi identificado um esquema de compra e venda”, afirmou há pouco o corregedor, em entrevista coletiva no Ministério da Fazenda.

Na próxima segunda-feira, 30, a corregedoria encaminhará duas representações para o Ministério Público contra os servidores envolvidos no esquema de quebra do sigilo fiscal. Segundo ele, as informações levantadas até agora já dão indícios suficientes sobre o envolvimento dos servidores.”

(Agência Estado)

Terminal da Parangaba sem linha. E não é de ônibus

Dos 17 telefones comunitários instalados no Terminal da Parangaba, somente quatro estão em condições de funcionamento. A maioria se encontra “fora de operação”, enquanto os demais apresentam defeitos por ações de vândalos. Por dia, estima-se que cerca de 350 mil pessoas circulam pelo terminal. Quatro telefones comunitários é um numero insignificante para atender a demanda. A situação nos demais terminais também é precária.

Presidente da Guiné-Bissau visita Embrapa

O presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, visita hoje o Ceará. O primeiro local a ser visitado é a sede daEmbrapa Agroindústria Tropical, no Campus do Pici, às 11horas.  O presidente Malam Bacai vem acompanhado de uma comitiva de 25 pessoas, que inclui oito ministros e diversas autoridades do primeiro escalão do governo guineense. O objetivo da visita é conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Embrapa no agronegócio caju. Na ocasião, serão apresentados os trabalhos de cooperação técnica em cajucultura na Guiné-Bissau e a Unidade Móvel de Transferência de Tecnologia Agroindustrial – uma parceria entre o Sesi e a Embrapa.

Segundo Vitor Hugo de Oliveira, chefe-geral da Embrapa, a empresa vem desenvolvendo ações na área de fruticultura tropical em países da África. Em sua avaliação, esses países possuem algumas semelhanças com a Região Nordeste, não só no que diz respeito às condições de clima e solo, mas também no que se refere às dificuldades econômicas e sociais. Vitor Hugo vê nessa cooperação uma ampliação da atuação da Unidade e de oportunidade de negócios para empresas nacionais, “principalmente metalúrgicas que produzem equipamentos para a agroindústria”.

Justiça climática é tema de debate

O Programa Direito a Terra, Água e Território (DTAT) – formado pela Organização Intereclesiástica de Cooperação para o Desenvolvimento (ICCO) e por um grupo de 14 organizações no Brasil – promoverá a Oficina Justiça Climática no Nordeste, nos dias 25 a 27 de agosto de 2010. No Ceará, a organização da oficina é realizada pelo Instituto Terramar e terá programação hoje em Fortaleza e na Prainha do Canto Verde (Beberibe), nos dias 26 e 27. O evento contará com a participação de 40 representantes de movimentos, entidades e populações tradicionais dos estados Bahia, Alagoas, Pernambuco, Piauí e Maranhão.
A proposta da oficina é, a partir das experiências das populações do nordeste, situar o debate da crise climática como resultado do modo de produção e consumo pautados na exploração intensiva dos recursos naturais. De acordo com o programa, essa é uma “perspectiva que confronta diretamente o discurso hegemônico que situa esta crise como um fenômeno de escala global e cujas causas e efeitos são compartilhados igualmente pela humanidade”.
Ainda de acordo com o Programa Direito a Terra, Água e Território, as “noções de injustiça e justiça climática partem do pressuposto que as conseqüências das mudanças climáticas são vivenciadas de forma desproporcional pelas populações e grupos sociais, que tem menos acesso ao poder e que estão historicamente vulnerabilizados no modelo de sociedade capitalista, racista e patriarcal em que vivemos. Estas populações são, por exemplo, aquelas que habitam as periferias dos centros urbanos ou em regiões de conflitos com grandes empreendimentos, de Norte a Sul no planeta”.
A programação da oficina tem inicio em Fortaleza, no dia 25 de agosto, às 14hs no auditório do Centro Frei Humberto de Formação, Capacitação e Pesquisa do MST com a presença de Jean Pierre Leroy, educador e ambientalista da Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase). Na ocasião, Leroy lança seu livro “Territórios do futuro.” A abertura do evento conta, ainda, com o lançamento do Portal do Mar – O Observatório de Direitos da Zona Costeira, uma plataforma na internet na qual o Fórum em Defesa da Zona Costeira do Ceará pretende monitorar os conflitos nos territórios dos Povos do Mar afirmando sua cultura e modos de vida.
Serviço: Oficina de justiça Climática no Nordeste
Dias: 25 a 27 de agosto de 2010
Locais: 25/08 em Fortaleza, às 14hs, no Auditório do Centro Frei Humberto de Formação, Capacitação e Pesquisa do MST. Rua Paulo Firmeza, 455, São João do Tauape. Dias 26 e 27/08 a programação segue para convidados na Prainha do Canto Verde, em Beberibe, Ceará.

(com informações da assessoria)

Missão Velha registra dois crimes contra a mulher

O município de Missão Velha (Região do Cariri) registrou, nessa noite de terça-feira, dois crimes tendo como vítimas mulheres. Segundo a Polícia, com características de passionais. O primeiro teve como vítima a menor M.R.S., de 16 anos, que foi assassinada com dois golpes de faca por Antônio Mauro Pereira (34). Antônio Mauro tentou o suícidio, mas foi socorrido para o hospital, onde se encontra sob escolta da polícia.

Ainda nessa cidade, Evanilda da Silva Danta Sedrin (32) foi assassinada com dois tiros por Marcos Jessivan da Silva que, em seguida, cometeu o suicídio.

Fotógrafo lucista e membro da coordenação da campanha cidista acabam na delegacia

179 7

O fotógrafo Stênio Saraiva, da Coligação “Para Fazer Brilhar o Ceará”, prestou queixa, nesta tarde de terça-feira no, 15º Distrito Policial contra o ex-diretor do DER, Quintino Vieira. Ele informou que estava registrando a pintura ilegal de um muro na esquina da Rua Luís Samir Huley com Rua vereador Paulo Mamede (Cocó), quando foi abordado por Quintino:

“Primeiro ele quis saber de onde eu era, o que estava fazendo ali. Isso já com um tom exaltado. Quando ele quis pegar minha bolsa, não deixei e começou a agressão. A partir daí, vieram outras 15 pessoas. Eles chamaram o Ronda e eu também”, explicou o fotógrafo. Stênio disse ter sofrido  socos no braço, no que prestou depoimento e se submeteu a exame de corpo delito.

Sobre esse caso, a assessoria de imprensa da campanha do governador Cid Gomes (PSB), postulante à reeleição, nega qualquer tipo de agresão ao fotógrafo e diz que ele é quem foi autuado pelo 15º DP por invasão de propriedade privada. Garante a assessoria que os membros  da campanha cidista querem sim o bom confronto: aquele que envolve ideias e propostas em favor da democracia.

VAMOS NÓS – Que o caso seja bem esclarecido para se saber quem está com a razão nesse fato. Eleição não combina com agressão. Nem com invasão.

ATUALIZAÇÃO – 19h10min – Agora há pouco, o fotógrafo Stênio Saraiva telefonou para o Blog e disse que não recebeu socos no rosto, mas no braço.

TJ-CE elege duas listas tríplices para juristas efetivo e suplente do TRE

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), elegeu na manhã desta terça-feira, 24, por meio de voto aberto e direto, as duas listas tríplices para o preenchimento das vagas de jurista efetivo e suplente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). A sessão foi presidida pelo desembargador Ernani Barreira Porto, chefe do Poder Judiciário cearense.

Na classe de jurista efetivo compõem a lista tríplice os advogados Manoel Castelo Branco Camurça, com 27 votos; Machidovel Trigueiro Filho, que obteve 26 votos; e a advogada Isabel Cristina Silvestre da Mota, também com 26 votos.

Concorreram à vaga, em substituição ao advogado Tarcísio Brilhante Holanda, cuja vacância no cargo ocorrerá no dia 7 de outubro deste ano, pela ordem alfabética, os advogados Isabel Cristina Silvestre da Mota, Júlio Norberto de Holanda Aguiar; Mônica Fortgalland Rodrigues de Lima, Machidovel Trigueiro Filho e Manoel Castelo Branco Camurça.

A lista com o nome dos três advogados escolhidos pelo Pleno do TJ-CE será encaminhada ao presidente do TRE-CE, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, que, por sua vez, a enviará para consideração da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Em seguida, a direção do TSE remete à lista ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que fará a nomeação de um dos três candidatos. O sucessor de Tarcísio Brilhante de Holanda deverá ser nomeado até o dia 7 de outubro de 2010, data em que se encerra o atual mandato. O indicado terá mandato de dois anos, a partir da data da nomeação e publicação no Diário Oficial da União.

SUPLÊNCIA

Na classe de jurista suplente, para o preenchimento da vaga do advogado Manoel Castelo Branco Camurça, o Pleno do Tribunal de Justiça, na mesma sessão plenária, elegeu Antônio Sales de Oliveira; Manoel Castelo Branco Camurça e Mônica Fontgalland Rodrigues de Lima.

O presidente da República também fará a nomeação do membro suplente do TRE nessa categoria. O cargo está vago desde o dia 11 de agosto de 2010, data do término do primeiro biênio de Manoel Castelo Branco Camurça.

Aeronave da TAM decola do Pinto Martins e volta para corrigir problema

Uma aeronave da TAM que faz o voo 3721 com destino a Brasília e São Paulo registrou problemas na parte de combustível, nesta tarde de terça-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

O avião chegou a decolar às 14h38min, mas retornou por volta das 15h20min para reparos. A empresa não deu informações sobre o fato. A Infraero, no entanto, confirmou o fato e informou que a aeronave já deixou Fortaleza seguindo sua rota normal.

DETALHE – Um dos passageiros acabou desistindo da viagem.

Patrícia realiza minicarreata no José Walter

87 3

A candidata a deputada estadual Patrícia Saboya realiza na noite desta terça-feira (24) a primeira minicarreata em Fortaleza. O ponto de concentração ocorre na Praça da Igreja da Santíssima Trindade, a partir das 19 horas, na segunda etapa do Conjunto José Walter. O encerramento será na avenida Perimetral, quase no cruzamento com a avenida N. A candidata tem feito uma campanha de porta a porta pelos bairros de Fortaleza e interior do Estado, além de contar com a participação da comunidade, por meio de Casas de Apoio e do programa “Convide Patrícia para uma Reunião com seus Amigos”. Na manhã desta terça-feira, Patrícia participou de mais uma inauguração de Casa de Apoio, no bairro Henrique Jorge. Para chegar à Assembleia Legislativa, Patrícia estima que precisará de 80 mil votos, como candidata do PDT.

Serra: Ausência de Dilma é para não se expor"

65 1

“É difícil saber que efeito pode ter num debate que entrou pela madrugada num canal de pouca audiência. De qualquer modo, a presença na plateia da cúpula da Igreja Católica e a capacidade de irradiação que os grupos religiosos podem ter pode ter alguma consequência. Pelo menos, foi nisso que o candidato do PSDB, José Serra, apostou ao criticar a candidata do PT, Dilma Rousseff, por faltar ao debate promovido pela TV Canção Nova e Rede Aparecida sobre temas que são considerados importantes pelos católicos.

“Quero cumprimentar o Plínio e Marina, porque que vieram. Lamentável é quem prefere esconder o que pensa. A ausência da Dilma não é por agenda, é por dificuldade em se explicar, em dizer o que de fato pensa”, atacou Serra. No início do debate, foi lida uma nota da assessoria de Dilma dizendo que ela faltara por incompatibilidade de agenda. “Vocês sabem o que ela está fazendo? Está tuitando!”, atacou Plínio de Arruda Sampaio, do Psol, fazendo coro a Serra. Só Marina Silva, do PV, não atacou Dilma. Na verdade, nem mencionou seu nome.

No último bloco do debate, os candidatos responderam cada um a perguntas sobre temas diversos, sem réplicas dos demais. Marina falou de política habitacional. “Minha Casa, Minha Vida é uma boa ideia, mas tem que agregar questões ambientais e culturais”. Plínio falou de agricultura, e voltou a defender a desapropriação de todas as fazendas com mais de mil hectares. “Deve ser desapropriada, produtiva ou não produtiva”, pregou ele. E Serra rejeitou a ideia de fazer plebiscito sobre o aborto, tema que já havia sido abordado em blocos anteriores.

Todos os candidatos responderam em seguida a uma mesma pergunta: como resolveriam a questão do ensino religioso nas escolas públicas. Os três defenderam a necessidade de educação religiosa como disciplina opcional, que não reprova, mas que contenha no currículo menção a todas as formas de religião.”

(Congresso em Foco)

Justiça Eleitoral usa Lei da Ficha Limpa e barra candidatura de Maluf

160 2

“Por quatro votos a dois, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo decidiram enquadrar o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) na Lei da Ficha Limpa e vetar sua candidatura à reeleição. Maluf ainda pode recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Os magistrados consideraram que a condenação no TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo pelo suposto envolvimento em uma compra de frangos superfaturada pela prefeitura da capital paulista à época em que Maluf era prefeito serve como argumento para barrá-lo. O presidente do tribunal, Walter de Almeida Guilherme, disse, no julgamento, que a Lei da Ficha Limpa “é um avanço para a moralização dos hábitos políticos”, pouco antes de votar pelo indeferimento.

FICHA LIMPA
O deputado foi impugnado pela lei aprovada neste ano, que considera “fichas-sujas” os políticos condenados por órgãos colegiados da Justiça, em geral cortes estaduais. A impugnação foi motivada pela condenação no Tribunal de Justiça de São Paulo da suposta participação em uma compra de frangos superfaturada pela Prefeitura de São Paulo. Ele responde a quatro procedimentos criminais no STF –um inquérito e três ações penais.

O mais antigo deles, a ação penal 458, começou na Justiça de São Paulo em 2001 e poucos se arriscam a dizer quando será concluído. Refere-se à acusação do Ministério Público de São Paulo de que Maluf, à frente da prefeitura paulistana (1993-1996), fraudou o orçamento para gastar mais no seu último de governo, deixando para o seu sucessor um rombo de R$ 1,2 bilhão. Os outros casos tiveram origem em investigações do Ministério Público que apontaram desvios de recursos públicos da construção do túnel Ayrton Senna e da avenida Roberto Marinho. Um deles levou à prisão preventiva de Maluf por 40 dias em 2005.

FRANGOS
No último dia 27 de julho, o TJ-SP rejeitou um recurso de Paulo Maluf (PP-SP) que buscava cassar a condenação do congressista pela suposta participação em uma compra de frangos superfaturada pela Prefeitura de São Paulo. A defesa de Maluf alegou em juízo que a condenação teve por base um cálculo incorreto e no caso da aquisição de frangos não houve prejuízo aos cofres públicos.

Os desembargadores da 7ª Câmara de Direito Público, porém, entenderam que essa questão não poderia ser discutida por meio do tipo de recurso apresentado pelo deputado– tecnicamente chamado embargos de declaração– e rejeitaram o pedido dos advogados de Maluf sem discutir sobre a correção do cálculo do suposto prejuízo ao município.”

(Folha.com)

Falta de delegado pode livrar estelionatários no 2º DP

87 2

Dois homens foram presos no início da noite deste domingo (22), no bairro Varjota, com um aparelho “chupa-cabra” em um dos caixas-eletrônicos da praia do Náutico. O aparelho é utilizado por quadrilhas de estelionatários para a leitura de dados de cartões bancários. A ocorrência foi encaminhada para o 2º Distrito (Aldeota), mas a ausência de delegado poderá livrar o flagrante. A mesma delegacia já foi responsável pela soltura de dois assaltantes, que abordavam suas vítimas na Praia do Futuro, pela falta de escrivão. Outros dois procedimentos de flagrante aguardam a presença de um delegado, de acordo com as vítimas de bandidos.