Blog do Eliomar

Categorias para Sem categoria

Cerco policial no Centro-Sul do Estado tenta prender assaltantes e libertar gerente de banco

A Polícia realiza um grande cerco, entre os municípios de Novo Oriente e Jucás, no Centro-Sul do Estado, a cerca de 400 quilômetros de Fortaleza, para localizar cinco assaltantes que no fim da tarde desta sexta-feira (26) assaltou a agência do Banco do Brasil de Novo Oriente. O grupo efetuou vários disparos para assustar a população e fugiu em uma Hilux, quando levou o gerente da agência como refém. Por volta das 21 horas, a Polícia localizou o veículo da fuga, completamente carbonizado. Há informações que o grupo continuou a fuga em uma L-200, tomada de assalto. De acordo com a Companhia de Policiamento do Interior (CPI), o gerente ainda não havia sido localizado, até as 23 horas. O valor do roubo não foi revelado.

Casas de massagem são surpreendidas em operação contra tráfico de seres humanos

Casa de massagem é abordada na Aldeota

Casa de massagem é abordada na Aldeota

Em uma operação para localizar a presença de adolescentes, na prática da prostituição, além de identificar mulheres vítimas do tráfico nacional e internacional de seres humanos, o Escritório de Enfrentamento e Prevenção ao Tráfico de Seres Humanos e Assistência à Vítima (EEPTSH) e o Juizado da Infância e da Juventude abordaram na noite desta sexta-feira (26) três casas de massagem, frequentadas por garotas de programa, nos bairros Aldeota, Dionísio Torres e Edson Queiroz. A operação não conseguiu realizar nenhum flagrante e ninguém foi preso.

Foto: Edimar Soares / O POVO

Sindepol elege nova diretoria

Com 189 votos contra 64, a chapa de oposição “Reconstrução com Ética”, encabeçada pelos delegados Milton Castelo e Edval Amorim, foi eleita no início da noite desta sexta-feira (26) para um mandato de três anos à frente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Ceará (Sindepol). A posse está marcada para 21 de abril.

Em seu primeiro discurso como candidato eleito, Milton Castelo reiterou as promessas de campanha, como o novo estatuto da Polícia Civil, o aumento no número de vagas para delegados, além do teto salarial da categoria, equiparado ao do Governador do Estado.

Enquanto isso, o delegado Edval Amorim disse que “agora o sindicato terá agora uma nova postura contra os exageros do secretário (Roberto Monteiro, da Segurança Pública e Defesa Social – SSPDS)”. Amorim criticou as declarações do secretário de que o delegado no Ceará não sabe investigar.

UFC adere ao Enem

A Universidade Federal do Ceará (UFC) irá aderir ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), já no Vestibular deste ano. O comunicado foi feito pelo próprio reitor Jesualdo Farias, durante entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (26), na Casa José de Alencar, no bairro Alagadiço Novo. Pela manhã, Jesualdo Farias, também presidente do Conselho Universitário, havia adiado a decisão por causa de um princípio de tumulto durante um protesto de integrantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Que tal levar o estaleiro para Sobral?

marceloooo 

Eis mais um artigo sobre o projeto do estaleiro do Ceará, que gera polêmica por causa do local: praia do Titanzinho. O governador Cid Gomes (PSB) quer naquela área, mas a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), é contra. Quem assina é o médico e escritor Marcelo Gurgel, que aproveita para sugerir: por que não levá-lo para Sobral, a terra natal de Cid Gomes? Confira:

Estaleiro X Estalagens no Titanzinho

O assunto dominante na mídia cearense, nas semanas precedentes aos festejos mominos, foi a instalação de um estaleiro privado, na Praia do Titanzinho, notícia que certamente voltará, a plena carga, após a trégua do Carnaval, passando a ocupar os espaços da comunicação local. Com relação a esse investimento, o governo do estado tem empenhado todas as suas fichas, causando surpresa a objeção da nossa alcaidessa, normalmente submissa aos ditames do Sr. Governador.

O cerne da polêmica reside, principalmente, na localização escolhida, uma praia reduto de surfistas, situada no bairro Serviluz, em Fortaleza. Arautos de diferentes facções, com distinta extração técnica ou política, movidos mais pela paixão do que pela razão, alinham-se, contra ou a favor do local cogitado para o empreendimento, assacando-lhe as desvantagens ou vantagens locacionais, respectivamente, enquanto adeptos de uma terceira via optam pelo simples e radical banimento da empreitada do litoral alencarino, alegando os prováveis efeitos devastadores que essa indústria naval acarretaria ao ambiente.

É inusitado, todavia, que os argumentos em jogo não tenham sido canalizados para uma demonstração mais cabal, do tipo análise de custo-benefício, complementada por simulações de análise de sensibilidade, cobrindo um longo prazo. Se é que isso foi providenciado, é lamentável não ter chegado ao conhecimento público.

Para encerrar essa pândega, é melhor é pensar que, por enquanto, para o Titanzinho, seria mais prudente instalar estalagens, transformando parte dos seus moradores em estalajadeiros, pulverizando assim benefícios em prol de uma enorme diversidade de agentes econômicos, transmutados em microempresários, mais devotados ao ecoturismo, ao invés de serviçais da forja de Vulcano, produtores de escudos contra Titãs.

Não custa lembrar que ali é o paraíso dos surfistas residentes em suas imediações, de lá tendo saído Tita Tavares, uma atleta de renome internacional que maravilha o mundo com suas acrobacias em cima de uma prancha.

Quanto ao estaleiro, jocosamente, seria conveniente transferi-lo para Sobral, implantando-o às margens do rio Acaraú, apostando no vaticínio de uma cassandra, autora de uma suposta profecia, que circulou aqui, há uns três anos, advertindo que um avassalador tsunami varreria o litoral cearense, fazendo de Fortaleza uma nova Atlântida, uma cidade submersa, e convertendo a Princesa do Norte em cidade litorânea, guindando-a ao “status” de nova capital do Ceará.

Nessa ocasião, assegurando o bom humor futurístico, e, naturalmente, não turístico, ao cabo de alguns pares de anos, quando o desastre natural se consumar, o estaleiro recém-construído estaria postado à beira-mar, de onde escoaria, para singrar os sete mares, as oito embarcações nele produzidas, por encomenda da Transpetro, e, quem sabe, compondo uma série batizada de Titanic I, II, III …. e por aí vai.

Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Economista da Saúde

TJ-CE convoca mais um grupo de concursados

Saiu a nomeação de mais um grupo de oficiais de justiça aprovados em concurso realizado em 2008. O ato, assinado pelo presidente do Tribunal de Jutiça do Estado, desembargador Ernani Barreira, já está no Diário da Justiça dessa quinta-feira. Confira os convocados para a efetivação:

OFICIAL DE JUSTIÇA – ÁREA JUDICIÁRIA
CLASS. NOME
26 ELIEZER FRAGOSO VIEIRA
27 FLÁVIO MIRANDA LIMA
28 MICHELE DE CASTRO PEREIRA
29 JAMILLE ANDRADE XAVIER
30 MARCELO HENRIQUE FEITOSA MARCELINO
31 RICARDO DE MELO LOPES
32 ROBÉRIO FERREIRA LIMA JÚNIOR
33 IACI ROLIM DE SOUSA
34 LESLIE ANNE MAIA CAMPOS
35 DOMINGUS SÁVIO SALES NOGUEIRA
36 PEDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA NETO
37 ROBERTO SÉRGIO DE HOLANDA CURCHATUZ
38 TATHIANE LOIOLA MARTINS
39 NARA REJANE GONÇALVES DE ARAÚJO
40 CRISTIANO ALBUQUERQUE MORAES
41 FERNANDO CÉSAR ABREU DE MELO
42 FELIPE DE OLIVEIRA MELO
43 ERICA SANTOS CORREIA
44 JEFFERSON LOPES CUSTÓDIO
45 JULIANA ROSSO

Na posse do CIC, o vice de Cid Gomes rouba a cena elogiando Tasso Jereissati

cic90

Solenidade concorrida e suprapartidária.

O vice-governador do Ceará, Francisco Pinheiro (PT), roubou a cena durante a solenidade de posse da nova diretoria do Centro Industrial do Ceara (CIC) ocorrida nesta noite de quinta-feira, no auditório da Federação das Indústrias do Estado.

Ao fazer discurso encerrando o ato, com elogios à primeira mulher a assumir a presidência da entidade, em seus anos 90 anos, no caso a empresárioa Roseane Medeiros, Pinheiro acabou elogiando também a postura política do senador tucano Tasso Jereissati, um dos mais duros opositores do Governo Lula e da administração petista de Fortaleza.

pinheiropatriciatasso

Pinheiro, Patrícia Saboya e Tasso Jereissati.

“Eu queria parabenizar o senador Tasso Jereissati pela sua postura que tem sido extremamente vigilante  como nós fomos quando estávamos na oposição”, disse Pinheiro, deixando a plateia formada por empresários e lideranças de entidades da área econômica surpresa.

O vice-governador destacou que Tasso tem sido vigilante e que isso contribuiu com o fazer de uma boa oposição na presença de companheiros seus como a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT). Também ficaram surpresos os três ex-governadores presentes: Adauto Bezerra, Lúcio Alcântara e Tasso Jereissati que, nesta semana, já havia sido destacado pelo governador Cid Gomes (PSB). Durante entrevista, ao visitar obras do rio Maranguapinho, Cid definiu o tucano como “o maior político vivo do Ceará”.

heitorevicegovernador

Heitor brincou com Pinheiro: “Tá dominado!”

A fala do vice-governador teve repercussão após o ato, durante o coquetel, onde parlamentares do PT, PDT e até dirigentes empresariais chegaram a brincar. O ex-governador e presidente regional do PR, Lúcio Alcântara, disse que o vice-governador acabou dando a senha de que continuará no cargo.

lucioeguedes

Guedes Neto (Dnit) e um Lúcio surpreso.

Alguns disseram que Pinheiro havia incorporado o espírito do governador Cid Gomes (PSB), ausente ao ato porque estava em Sobral assinando ordem de serviço do futuro Hospital Regional da Zona Norte.

CONTEXTO

O vice-governador fez discurso enaltecendo ainda avanços do Governo Lula como o maior investimento feito até hoje em educação pública, bem como em obras de infraestrutura como a Ferrovia Transnordestina. Isso, em tom de resposta a discursos feitos por Robinso de Castro e Silva, que deixava o comando do CIC fazendo críticas à política nacional e estadual.

roseanemedeiros

 A nova dirigente quer debate também político.

Roseane Medeiros, em seu discurso, também falou em alguns índices de atraso registrados pelo Brasil, mas apregoou o debate transparente de idéias e sem preconceitos, o que foi elogiado por Francisco Pinheiro. A nova dirigente do CIC destacou entre suas metas à frente da entidade o empreendedorismo, educação e a manutenção do debate suprapartidário. Ela aproveitou para informar que quando o quadro dos candidatos aos cargos majoritários estiver definido, o CIC fará convite para um debate de projetos.

SUPRAPARTIDARISMO

A solenidade de posse de Roseane foi das mais suprapartidárias. Além dos três ex-governadores, a presença da senadora Patrícia Saboya (PDT), do primeiro vice-presidente da Assembleia, Gony Arruda (PSDB), do vice-prefeito Tin Gomes (PHS), do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PT), do deputado estadual Heitor Férrer (PDT), do presidente da Fiec, Roberto Macedo, que deu boas-vindas aos convidados em discurso, de empresários como Beto Studart, ex-candidato a vice-governador, Jorge Parente, atual presidente do Conselho de Administração do Sebrae, de conselheiros do TCE e do TCM e de desembargadores.

luiziannefora

Luizianne chegou atrasada e ficou fora da mesa.

A prefeita Luizianne Lins compareceu à solenidade, mas chegou cerca de 40 minutos depois. Antes, ela conversou reservadamente com uma assessora, deu entrevista rápida e foi para o auditório, onde acabou saindo da plateia para a mesa de autoridades graças ao cavalheirismo de Jorge Parente que cedeu lugar. 

adautobezerra

Adauto Bezerra, amigo de Roseane.

robetoejorge

Roberto Macedo e Jorge Parente: apoio ao CIC.

(Fotos – Paulo Moska)

Guarda Municipal de Maracanaú investigada por lesão corporal grave e rapto

A Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMM) e a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Maracanaú investigam os crimes de lesão corporal grave e rapto realizados por guardas municipais, durante o período de Carnaval, na última semana. De acordo com a denúncia, dois jovens foram espancados por homens da Guarda Municipal, sendo que um deles chegou a ser levado para uma estrada deserta.

O primeiro caso ocorreu no dia 16, quando um rapaz de 18 anos teria acidentalmente atingido as costas de um guarda municipal com a espuma de um spray. Segundo testemunhas, o rapaz se desculpou ao afirmar que tentava atingir uma colega na brincadeira do mela-mela. Mesmo assim, ele foi agredido por três guardas, na Avenida IX, e acabou internado no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, com cortes e hematomas pelo corpo. Ele foi submetido a uma cirurgia de seis horas de duração.

No outro caso, de acordo com o Boletim de Ocorrência, um jovem foi raptado para uma estrada deserta, na Pajuçara, após ser agredido e algemado por guardas municipais na Avenida IX, no Conjunto Jereissati. De acordo ainda com o B.O., o jovem teria se recusado a colocar para dentro de um bar uma mesa que atrapalhava o tráfego de pedestres. O rapaz havia alegado que não era funcionário do bar e que não seria a sua obrigação.

A Comissão de Direitos Humanos,formada pelos vereadores Raimundo Travassos, Capitão Martins e Tia Rita, espera ouvir o comandante da Guarda Municipal de Maracanaú, coronel Rogério Castelo Branco, nos próximos dias.

Órgãos federais pagaram R$ 1 bi com energia elétrica em 2009

“Órgãos federais pagaram R$ 1,1 bilhão com energia elétrica em 2009
Os órgãos públicos federais dos Três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) pagaram R$ 1.113 bilhão com a conta de energia elétrica no ano passado.

O valor desembolsado foi um pouco menor do que o registrado em 2008, R$ 1.147 bilhão. Durante o horário de verão deste ano, iniciado em outubro de 2009 e encerrado no último sábado, também houve diminuição com pagamento de serviços elétricos.”

Depois de quase quatro meses com relógios atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, as instituições federais economizaram R$ 112 milhões. O saldo representa uma economia de 22% na comparação com o horário de verão de 2008/2009. Entre outubro de 2008 e fevereiro de 2009, os órgãos pagaram R$ 508 milhões com serviços de energia elétrica, enquanto no período do último horário de verão foram gastos R$ 396 milhões.”

(Contas Abertas)

Patrícia é pré-candidata à reeleição, diz PDT

A senadora Patrícia Saboya é pré-candidata à reeleição ao Senado, segundo o presidente do PDT no Ceará, André Figueiredo. O anúncio foi feito durante reunião do Diretório Estadual do partido, na noite de quarta-feira (24), na sede do Centro. De acordo ainda com o dirigente, o nome da senadora será colocado nas discussões de alianças para as eleições de outubro.

O encontro também serviu para o PDT avaliar candidaturas à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal. A expectativa é que o partido consiga quatro cadeiras de deputado estadual e duas de federal, além de renovar a vaga no Senado.

Apesar da sinalização do PDT, a senadora Patrícia Saboya disse que somente definirá seu futuro político em abril, quando também deverá ser definido o quadro à sucessão do presidente Lula. Para a senadora, as disputas ao Palácio do Planalto terão reflexos nas eleições no Ceará.

O poste "tranca-calçada" da Coelce

cruzamentoapertado

Eis aí uma situação de risco para o pedestre. Por causa desse poste de alta tensão da Coelce, acaba ficando sem calçada, tendo que circular sob risco de carros que passam pela rua Olavo Bilac, bem na esquina com a avenida Bezerra de Menezes, no bairro São Gerardo.

Será que a Secretaria Municipal do Meio Ambiente teria condições de resolver essa situação com a Coelce? Moradores da área dizem que essa situação passa por gestões à vontade e que ninguém nunca quis resolver tal pepino.

(Foto – Paulo Moska)

Patrícia diz que não será empecilho para o PDT no apoio ao projeto da reeleição de Cid

patti

A senadora Patrícia Saboya avisou para a cúpula do seu partido, o PDT, que não será empecilho à sinalização do partido ao apoio à candidatura à reeleição do governador Cid Gomes (PSB). “Pelo contrário, o governador Cid tem feito uma boa gestão e, sem dúvida, é o melhor nome para o Estado dentre todos que já foram colocados até o momento”, destaca a senadora.

Apesar da disposição, Patrícia afirma que ainda é cedo para que o PDT declare o seu apoio ao projeto da reeleição, pois o quadro político nacional ainda é de indefinição. “Não há dúvidas que a construção de alianças ao Palácio do Planalto terá reflexos significativos no Ceará, principalmente com a determinação do Ciro (Gomes / PSB) em sair candidato”, observa.

Sobre o seu futuro político nas eleições de outubro, a senadora ressalta que a definição somente será anunciada em abril. “É quando deveremos ter também uma definição do quadro nacional. Qualquer anúncio por certo será precipitado, mas a minha disposição atual é concorrer à reeleição ao Senado”, aponta a senadora, que teve na Lei da Adoção o projeto mais relevante de 2009 para o Brasil, segundo a escolha dos jornalistas que acompanham o Senado e a Câmara Federal, divulgado no site Congresso em Foco.

O secretário e a banalização das imagens

robetomonteiro

Com o título “Voyeurismo e o teratológico”, o secretário da Segurança Pública do Ceará, Roberto Monteiro, assina artigo no O POVO desta terça-feira. Ele aborda a questãoo do direito de imagem e certas banalizações. Confira:

Certa vez, ouvi de um oculista que a visão era o mais ambicioso e insaciável dos nossos sentidos, sempre buscando ver mais e com maiores detalhes. Dessa ânsia pelo ver, que é o elo vivo entre nosso íntimo e a realidade, nasceram o microscópio e o telescópio, hoje tão evoluído a ponto de já pairar na estratosfera, em busca dos confins do espaço sideral.

O exemplo bíblico da mulher de Ló, transformada em estátua de sal ao olhar para a destruição de Sodoma, demonstra que, desde quando existimos como espécie, nossa ambição de ver não é movida apenas pela sede de conhecimento, mas abrange um amplo espectro, que vai desde a curiosidade e a necessidade de sobrevivência até o desejo de saciar prazeres inconfessáveis.

Vieira, no seu “Sermão das Lágrimas de São Pedro“, proferido na Catedral de Lisboa, na segunda-feira da Semana Santa de 1669, abordou magistralmente essa faculdade humana de ver e de sentir pelo ver ao afirmar: “Chorai, pois (diz a Santa Igreja), chorai e chorem perenemente os vossos olhos; e pois esses olhos foram a fonte da culpa, sejam também a fonte da penitência: foram a fonte da culpa, enquanto instrumentos do ver; sejam a fonte da penitência, enquanto instrumentos de chorar; e já que pecaram vendo, paguem chorando.“

Já em nossa contemporaneidade, não faz muito, li um artigo do Frei Leonardo Boff, onde, numa acerba crítica ao sistema de valores vigente, afirmava que a sociedade atual costuma adotar o que poderia ser chamado de estética do teratológico: se algo fere a nossa ética ou a nossa visão de mundo, passamos a enxergar aquilo como sendo parte do todo, inerente à estética desse todo e, por esse tolerante raciocínio, passamos a aceitar a novidade.

Hoje, ao me ver no vórtice de uma acirrada polêmica sobre o dever de cumprir o princípio constitucional da preservação da imagem das pessoas, veio-me à ideia utilizar os pensamentos de Vieira e Boff como base para explicar o porquê dessa resistência de certos setores da sociedade cearense em aceitar as medidas recentemente tomadas para o cumprimento da lei. Não se pode negar que os avanços tecnológicos na produção de imagens por meio digital, facilitando-lhes a divulgação, trouxe consigo o efeito perverso de nos transformar numa sociedade de “voyeurs“.

Nunca a fome de ver esteve tão insaciável, a ponto de nos cegar, mesmo diante das mais sagradas barreiras morais e éticas de nossa civilização. Ver é o que importa e divulgar é preciso. Essa ânsia incontrolável tem levado até mesmo profissionais e órgãos de imprensa de reputações ilibadas a cair em tentações traiçoeiras como a de publicar, verbo ad verbum, o laudo de exame cadavérico de uma infeliz criança violentada e morta por um facínora impiedoso.

O que ganhou a sociedade cearense em saber como ficaram as partes íntimas daquela coitada, após os abusos que a que fora submetida pelo seu algoz? Provavelmente, o mesmo que ganhava, até bem recentemente, ao assistir a um misto de truão e repórter entrevistar presos nas delegacias de polícia para lhes indagar se as esposas iriam ou não os trair enquanto estivessem atrás das grades.

Tais reportagens, além de representarem autênticos tele-cursos de crimes e banalizarem a violência e o mal, foram passando a fazer parte de um folclore pernicioso e a integrar, paulatinamente, a estética midiática da sociedade cearense, merecendo, quando muito, a tímida oposição de algumas honradas e inconformadas vozes, que, a exemplo de D. Quixote, ousavam lançar-se contra os moinhos de vento dos Ibopes da vida.

Como próximo avanço dessa condenável estética, já se fala até na liberação das drogas, que, de tão consumidas e difundidas, poderiam ser aceitas como algo normal. Dito isto, é fácil compreender por que tanta celeuma quando se decidiu proibir a divulgação de imagens de presos na mídia, uma prática que ao longo dos anos só tem servido para fomentar as carreiras de jornalistas e de policiais inescrupulosos, que não passam de desavergonhados exploradores da miséria alheia e incautos violadores da Carta Cidadã.

ROBERTO MONTEIRO
Secretário da Segurança Pública do Estado do Ceará.

VAMOS NÓS – Será que vale a pena a gente sentar à mesa para almoçar, ligar a tv e dar de cara com o show de corpos ensanguentados? Lembro-me da minha ifnância quando programas como o “Mão branca”, policial, só iam para o ar depois das 22h30min.

"Candidatura tucana deverá cair no colo de Aécio Neves", diz Patrícia

A senadora Patrícia Saboya (PDT) acredita que o governador José Serra (PSDB) deverá ser candidato à reeleição ao Governo de São Paulo, nas eleições de outubro. De acordo com a senadora, durante entrevista ao programa Rádio Debate, no fim da manhã desta segunda-feira (22), na FM Universitária, “a candidatura tucana deverá cair no colo de Aécio Neves”.

Para a parlamentar cearense, Serra tem caído nas pesquisas por causa de problemas na capital paulista, agravados com as fortes chuvas das últimas semanas. “Ou o Serra cuida dos problemas de São Paulo ou da sua candidatura ao Palácio do Planalto. Claro que ele deverá ficar preso a São Paulo, mesmo porque seria um risco muito grande se ele percorresse o Brasil, sem fazer o dever de casa”, avaliou Patrícia Saboya.

A senadora criticou as alianças que estão se formando no Estado, para as eleições de outubro, pois haveria uma distribuição de cargos sem o respeito devido ao eleitor. “Entregam a vice para um político, asseguram a reeleição do outro, colocam um terceiro no Senado, como se o povo não valesse mais nada”, comentou a parlamentar, ao lembrar uma reportagem publicada pelo O POVO, no último dia 14, sobre a presidência dos partidos nas mãos de governantes. “Isso acaba com o bom debate político”, lamentou.

Ao final do programa, Patrícia atendeu ao pedido de um ouvinte (professor Djacir), para que ela falasse com o governador Cid Gomes (PSB) e com a prefeita Luizianne Lins (PT), em defesa do piso nacional da categoria.

“Eu não tenho mais tanta afinidade com o governador e com a prefeita, há algum tempo. Mas não custa nada tentar. Vou pedir em nome da categoria, aqui mesmo, no ar: Por favor, governador Cid, por favor, prefeita Luizianne, atendam aos apelos dos professores e implementem o piso nacional da categoria. Eles merecem”, disse.

Nova modalidade de crime sugere extorsão de R$ 1

Pessoas da melhor idade (terceira idade) e alunos do ensino fundamental são alvos de uma nova modalidade de crime em Fortaleza, que acaba extorquindo a quantia de R$ 1 de suas vítimas. Na prática, um homem em uma bicicleta aborda a vítima em uma rua de pouco movimento e pede a quantia de R$ 1.

“Estou pedindo somente R$ 1, não quero mais que isso. Você pode me dar R$ 1? É apenas R$ 1”, diz o golpista, de acordo com relato de vítimas.

Para o delegado Valdir Passos, titular do 8º Distrito (José Walter), o golpista pode achar que não poderá ser autuado pela ausência da conduta tipificada (grave ameaça, como uso da força ou apresentação de arma). “Mas ele está enganado, pois pode pesar contra ele o horário e a localização da abordagem, como ainda a característica física da vítima”, comentou.

Já o titular da Roubo e Furtos (DRF), delegado Wilder Brito, acredita que o golpista poderá ser autuado pela “sugesta”. “É como se ele dissesse para a vítima: Se não me der, vai acontecer alguma coisa com você”, observou.

Os dois delegados recomendam que a vítima, caso se sinta constrangida, procure a delegacia mais próxima. “É até uma maneira da Polícia mapear as áreas onde esses golpes ocorrem”, ressaltou Valdir Passos.

Termina greve dos vigilantes

O Sindicato dos Vigilantes do Ceará e o Sindicato dos Empregados em Transporte de Valores do Estado encerraram, neste fim de semana,  a greve iniciada no último dia 11. A categoria aceitou a proposta oferecida pelo Sindicato das Empresas de Segurança Privada.

O reajuste foi de 6% para o salário, 9,4% para o vale alimentação e 6% de adicional de periculosidade dividido em dois anos.

Aberto processo de impeachment contra Arruda

“A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou há pouco, por unanimidade, o parecer pela admissibilidade dos pedidos de impeachment do governador afastado José Roberto Arruda (sem partido). Os deputados Chico Leite (PT), Cristiano Araújo (PTB), Bispo Renato (PR) e Paulo Roriz (DEM) acolheram o relatório de Batista das Cooperativas (PRP), favorável à abertura do processo contra o governador, preso há uma semana na Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

O pedido de impeachment de Arruda será analisado por uma comissão especial, que será constituída exclusivamente para examinar o mérito dos processos contra o governador. Ele é acusado de comandar um esquema de pagamento de propina a aliados e de tentar subornar uma testemunha de acusação no inquérito da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. 

O relator excluiu os pedidos de afastamento do governador em exercício, o vice Paulo Octávio (DEM). Na avaliação dele, os processos contra o vice-governador têm de seguir tramitação própria e serem analisados separadamente. Paulo Octávio é alvo de cinco pedidos de impeachment na Casa: um da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), outro da Central Única dos Trabalhadores (CUT-DF), e três de partidos políticos (PT, PSB e PCdoB). Pelo entendimento da CCJ, os processos terão de ser encaminhados à comissão pela Procuradoria da Câmara Legislativa antes de serem analisados.

Batista das Cooperativas deu parecer favorável aos três pedidos de impeachment de Arruda, todos protocolados em dezembro passado: um pelo então presidente do PT no DF, o ex-deputado Chico Vigilante; outro pelo advogado Evilázio Santos e um terceiro pela OAB-DF.

“A crise por que passa o DF é grave, mas pode tornar-se pedagógica. Acatar aos pedidos não significa reconhecer culpa, dar veredito, condenar, mas é uma oportunidade do contraditório, permite á sociedade que acompanhe com transparência o processo”, disse o deputado Batista das Cooperativas, ao ler seu relatório. Segundo o deputado, os pedidos de impeachment contra o governador atendem aos requisitos legais, formais e constitucionais. 

A comissão especial terá dez dias para decidir se as denúncias deverão ser votadas em plenário. Nesse caso, o governador terá 20 dias para apresentar sua defesa. Em seguida, um novo parecer será submetido ao Plenário. Se as explicações de Arruda não convencerem a Câmara Legislativa, o governador ficará, então, 120 dias afastado até que o pedido de impeachment seja analisado por cinco desembargadores do DF e cinco deputados distritais.”
 
(Congresso em Foco)

Carro é saqueado sob custódia da Polícia

“Acompanhe a sequência. Um carro é tomado de assalto a mão armada em um bairro nobre de Recife em 11 de julho de 2009. De lá, a quadrilha consegue passar por barreiras e blitze na Paraíba e Rio Grande do Norte até chegar ao Ceará. Dezessete dias depois, é localizado pela polícia, abandonado, na periferia de Fortaleza. No mês seguinte, começa a ser depenado na “calçada-depósito“ da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas do Ceará. A delegacia na esquina das ruas Antônio Pompeu com Conselheiro Tristão, em pleno Centro da cidade. Lugar que se avizinha a um Batalhão de Choque da PM e duas delegacias especializadas.

O POVO rastreou, durante quatro meses, a trajetória de um Cross Fox modelo 2008/2009, que roubado no Recife veio parar Fortaleza. E constatou: boa parte dos carros roubados ou furtados, nem sob a custódia da polícia, está protegido e imune a novas investidas de ladrões.

O Cross Fox preto, de placas frias MNZ 2096-PB, é um exemplo do “roubo do roubo“. Após ser “guardado“ junto com pelo menos 50 carros roubados, estacionados na extensão do meio fio da rua Conselheiro Tristão, entre Antônio Pompeu e Meton de Alencar, o carro teve os cinco pneus furtados em duas noites de setembro do ano passado. Informado da “depenação“ do veículo, em outubro de 2009, O POVO saiu à cata de informações e fotografou por meses o Cross Fox e outros carros que estão sob a custódia da Polícia Civil.

Saques, furtos de peças e até de um carro inteiro não são incomuns na rua que serve de “depósito e garagem“ de veículos que esperam ser reclamados por seus donos ou seguradoras. Comum é não ser aberto inquérito e não haver estatística sobre o “roubo de veículos já roubado“, admite o delegado Espártaco Esmeraldo, titular da delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas do Ceará.

Sincero, Espártaco Esmeraldo revela que só ouviu testemunhas do furto dos cinco pneus do Cross Fox após um ofício enviado pelos repórteres do O POVO no último dia 26 de janeiro deste ano. O carro saqueado foi entregue no dia 18 de novembro de 2009 à Nova Era Identificações e Reintegração de Veículos, representante da Bradesco Auto/RE Cia de Seguros, com a ressalva de que “se encontra parcialmente depenado faltando todos os pneus“.

A essa altura, a questão é saber quem teria coragem para furtar um veículo estacionado na calçada da delegacia e vizinho ao Batalhão de Choque da Polícia Militar? O delegado Espártaco Esmeraldo arrisca dizer que não suspeita dos moradores de rua que usam os carros estacionados como dormitório nem pessoas que dormem em um albergue ao lado da delegacia.

O perfil, descreve Espártaco, estaria ligado a alguém que não se incomoda com a rotina de viaturas que são abastecidas no local e de policiais que circulam dia e noite no entorno das três delegacias e do quartel. “Para tirar os pneus há de se ter uma chave especial e alguém que está esperando para comprá-los“, observa.

De acordo com pessoas ouvidas na rua, o roubo dos pneus teria se dado assim: numa noite, o ladrão veio com macaco e uma chave-de-boca e retirou os dois pneus que estavam voltados para o meio-fio, que ficam do lado do passageiro. “Foi o jeito usado para não dar na vista“. Na noite seguinte, voltou e completou o serviço levando os dois pneus do lado do motorista e o estepe. Detalhe, para roubar o estepe de um modelo Cross Fox, a operação é um pouco complexa, porque, como lembra o delegado, é necessário equipamento especial.

A versão apurada pelo O POVO é semelhante a um depoimento colhido na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas do Ceará. Perto das 12h45min de uma noite de setembro de 2009, um funcionário “terceirizado“, que trabalhava de mecânico na garagem da delegacia, trouxe um macaco e saqueou o Cross Fox que, sete meses antes, havia sido comprado “zero“ em uma concessionária no bairro de Boa Viagem em Recife.

Em média, 50 carros roubados e “recuperados” pela polícia ficam na rua Conselheiro Tristão entre Meton de Alencar e Antônio Pompeu.”

(O POVO)

TCU determina análise aprofundada sobre convênios no âmbito da reforma agrária

biraa

Cearense Ubiratan Aguiar preside o TCU.

“O feriado de carnaval quase fez com que passasse despercebida uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) referente à reforma agrária. Na última quarta-feira. o TCU determinou que a Secretaria de Controle Externo de Santa Catarina (Secex/SC) “aprofunde” a análise sobre os convênios firmados entre o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Cooperativa dos Trabalhadores da Reforma Agrária de Santa Catarina (Cooptrasc). O nome da cooperativa foi levado ao conhecimento do tribunal em março do ano passado, quando levantamento realizado pelo Contas Abertas apontou que representantes de 43 entidades privadas sem fins lucrativos que recebiam recursos federais apareciam citados, inclusive em fontes oficiais, como membros, líderes, coordenadores ou dirigentes do Movimento do Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A decisão partiu do ministro Augusto Sherman, que se baseou na recomendação do próprio tribunal de “aprofundar o acompanhamento de repasses financeiros realizados ou em vias de serem realizados pelo Incra a ONGs”. Entre 2003 e 2009, a Cooptrasc aparece em terceiro lugar em meio às 43 entidades ligadas ao MST contempladas com verba federal, com R$ 11 milhões recebidos da União. A cooperativa aparece logo atrás da Associação Nacional de Cooperação Agrícola (Anca) e da Confederação das Cooperativas de Reforma Agrária (Concrab), entidades que foram alvo do Ministério Público Federal no ano passado, em razão de repasses indevidos ao MST.  

De acordo com a legislação brasileira, “a entidade, organização, pessoa jurídica, movimento ou sociedade de fato que, de qualquer forma, direta ou indiretamente, auxiliar, colaborar, incentivar, incitar, induzir ou participar de invasão de imóveis rurais ou de bens públicos, ou em conflito agrário ou fundiário de caráter coletivo, não receberá, a qualquer título, recursos públicos”. Caso isso seja identificado e a transferência ou repasse dos recursos públicos já tiver sido autorizado, a administração pública terá o direito de retenção e rescisão do contrato, convênio ou instrumento similar.

Em 2009, a Cooptrasc recebeu cerca de R$ 3,3 milhões, valor que subiu 65% em relação ao ano anterior. Assinou convênio com o Incra como responsável pela Cooptrasc, de 2003 a 2008, Joel Tomazi, citado como membro, líder e coordenador do MST em diversos boletins nacionais e internacionais. Segundo os atuais dirigentes da organização, Joel Tomazi foi eleito vereador, motivo que o afastou da direção da Cooptrasc. Além disso, garantem que todas as prestações de contas da entidade foram aprovadas.

No fim do ano, no entanto, o TCU aprovou medida cautelar para suspender a execução de um convênio celebrado entre o Incra e a Cooptrasc ainda em 2008, cujo objetivo era a prestação de serviços de assessoria técnica, social e ambiental à reforma agrária. Na ocasião, o ministro Sherman entendeu que os elementos apurados pela equipe de fiscalização traziam indícios de diversas irregularidades, dentre elas a apresentação de projetos básicos e de plano de trabalho genéricos que, segundo os auditores, davam margem a desvio de recursos do convênio e dificultavam a fiscalização. “Da maneira como foram apresentados os planos de trabalho, é extremamente difícil a fiscalização do convênio”, diz o relatório preliminar.”

(Site Contas Abertas)