Blog do Eliomar

Categorias para Trânsito

Sindetran não participa de solenidade de posse de novos servidores

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Ceará (Sindetran/CE) não participou da solenidade de posse dos novos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/CE), nesta sexta-feira (1º), no Palácio da Abolição.

“Queríamos celebrar com os novos servidores e também agradecermos ao governador Camilo Santana, que atendeu à nossa reivindicação e realizou o certame após 39 anos. Mas ignoraram a entidade representativa da categoria”, lamentou Eliene Uchoa, presidente do sindicato.

A sindicalista apontou a necessidade de o Estado chamar também o cadastro de reserva, pois mesmo com a posse dos 383 agentes o Detran/CE ainda permanecerá com déficit.

O levantamento foi realizado pelo Sindetran/CE, após análise comparativa do quadro funcional do órgão, em 1979, há exatos 40 anos, quando o Detran era composto de aproximadamente mil servidores. À época, o Estado tinha uma frota de 150 mil veículos, enquanto atualmente a frota ultrapassa três milhões de veículos no Ceará. Mesmo com a turma recém-empossada, segundo ainda o levantamento, o órgão possui apenas 900 funcionários.

(Foto: Divulgação)

Serviço de parcelamento de multas de trânsito no cartão começa hoje

As multas emitidas pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) poderão ser pagas por meio de parcelamento no cartão de crédito a partir desta sexta-feira, 1º. Além disso, será possível quitar dívidas relacionadas ao veículo, como diárias e remoções.

A nova modalidade está prevista na resolução 736/2018, publicada em julho de 2018, liberada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). De acordo com a AMC, a ação visa “facilitar o pagamento de multas de trânsito e demais débitos relativos aos veículos”.

Segundo o gerente de Operações e Fiscalização da AMC, Disraeli Brasil, os motoristas podem parcelar qualquer débito retroativo. Ele diz que o consumidor pode, por exemplo, pagar uma parte da dívida em dinheiro e fazer o parcelamento do restante no cartão.

O serviço será realizado entre a operadora do cartão e o proprietário do veículo. As empresas que realizam o serviço são credenciadas no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Três empresas estão aptas para fazer o serviço: a Zignet, a Datalink e a Vamos Parcelar. O número de parcelas fica a cargo de cada operadora.

Não existe limite para o valor mínimo ou máximo para o parcelamento. Os encargos ou eventuais diferenças nos preços, que podem ser cobrados por conta da escolha dessa modalidade, ficarão a cargo do titular do cartão de crédito ou débito.

Disraeli diz que o intuito é ampliar os locais de negociação. Ele ressalta que há possibilidade de, futuramente, o serviço ser ofertado online.

O órgão informou que o serviço está disponível no depósito que fica na avenida Juscelino Kubitschek, bairro Passaré, em Fortaleza. Os interessados podem se dirigir também a Central de Atendimento no terceiro andar do Shopping Benfica, na avenida Carapinima.

(O POVO Online / Foto: Mauri Melo)

Igor Ponte é reconduzido ao cargo de superintendente do Detran

456 4

Igor Ponte vai continuar como superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Saiu no Diário Oficial do Estado, nessa quarta-feira, o ato de nomeação assinado pelo governador Camilo Santana (PT). Na última semana, já haviam sido confirmados em seus cargos, também nesse órgão, Luís Fernando Simões como diretor administrativo e financeiro, e Daniel Paiva como procurador jurídico.

Igor Ponte está no órgão desde 2008, quando ocupou a função de procurador jurídico. Em 2013, em razão da saída de João Pupo para a Secretaria de Conservação e serviços Públicos da Prefeitura de Fortaleza, assumiu a superintendência na época do governo de Cid Gomes.

(Foto – Divulgação)

 

Moradores pedem melhorias no trânsito do bairro Ellery

Moradores dos Bairros Ellery e Monte Castelo realizam nesta segunda-feira (21) uma manifestação para reivindicar melhorias no trânsito e sinalização. O protesto ocorreu no cruzamento das ruas Naturalista Feijó e Barão do Crato, a partir das 17h30min.

Segundo o diretor da Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo, Wescley Sacramento, as ruas já eram movimentadas, porém, com a instalação do Shopping Rio Mar kennedy e alargamento da avenida Sargento Herminio, o fluxo de veículos aumentou e ocasiona acidentes, entre as principais ruas do bairro.

Instalação de semáforos, redução de velocidade, passagem de pedestres elevadas, sinais para pedestres, são algumas das demandas dos moradores.

(Foto: Arquivo)

Motoristas profissionais poderão fazer curso de reciclagem para limpar histórico de infrações

O Projeto de Lei 10551/18 permite a motoristas profissionais habilitados nas categorias A (motos) e B (carros) que acumularem 14 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a participação em curso preventivo de reciclagem para limpar o histórico de infrações cometidas no trânsito.

A medida concede ao condutor que utiliza veículo para exercer atividade remunerada a chance de evitar punições mais severas, como a suspensão ou a perda do direito de dirigir, em razão da quantidade de pontos acumulados na CNH.

Atualmente o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) já prevê a possibilidade de participação em cursos preventivos de reciclagem para motoristas profissionais habilitados nas categorias C, D e E (ônibus e caminhões).
Autor da proposta, o deputado Hugo Leal (PSD-RJ) argumenta que o objetivo é estender a o direito ao curso preventivo também a motoristas profissionais das categorias A ou B.

“São mototaxistas, motofretistas, taxistas e motoristas de aplicativos que, considerando o maior tempo ao volante, estão mais sujeitos a autuações de trânsito”, diz Leal. “Para esses condutores, o documento de habilitação é o seu mais importante instrumento de trabalho, sem o qual eles não podem trabalhar”, disse.

O projeto será discutido e votado de forma conclusiva nas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Até amanhã – Camilo anuncia convocação dos aprovados do Detran e dos Agentes Penitenciários

167 1

O governador Camilo Santana disse neste domingo (30), por meio do Facebook, que anunciará até amanhã (31) a relação dos aprovados para os concursos do Detran e dos Agentes Penitenciários.

“Amigos e amigas, conforme prometi, ainda hoje e também amanhã, estarei informando a vocês, aqui pelo Facebook, sobre a data de convocação dos aprovados do concurso do Detran, e também o cronograma de convocação da nova turma de agentes penitenciários. Fiquem ligados! Hoje e amanhã já teremos notícias”, declarou.

(Foto: Facebook)

Leitor flagra cidadão pintando faixa de trânsito no Jardim América

Como forma de conter acidentes na rua Carlos Câmara, no Jardim América, nas proximidades da fábrica da Betânia, um homem pintou no asfalto a faixa de “Pare”, neste domingo (25).

A única sinalização no cruzamento é vertical, mas parcialmente encoberta por um poste.

Moradores do bairro Tancredo Neves também realizaram sinalizações horizontais em cruzamentos com histórico de acidentes.

Enquanto isso, o órgão competente…

(Foto: Leitor do Blog)

Sem acordo, Sindetran pede progressão salarial por antiguidade

Após 40 dias sem resposta do Estado sobre reajuste salarial, o Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Ceará (Sindetran) sugere a descompressão salarial dos servidores públicos do Detran/CE, diante da prioridade do critério de antiguidade.

“Não entendo como tudo funciona no Estado. O governador autoriza uma demanda da categoria, mas logo a superintendência de um órgão desautoriza”, reclamou a presidente do Sindetran, Eliene Uchoa, ao lembrara que Camilo Santana havia sinalizado de forma favorável às progressões salariais dos servidores.

Em setembro último, de acordo com o Sindetran, o superintendente-adjunto do Detran, Pablo Ximenes, havia pedido “um tempo” para análise do projeto que prevê ainda programas de capacitação permanente, além da nomeação dos concursados.

(Foto: Divulgação)

Comissão aprova projeto que só permite multar motorista quando velocidade exceder em 10% o limite

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê a aplicação das penalidades relativas às infrações de trânsito por excesso de velocidade apenas nos casos em que a velocidade medida exceder em 10% a regulamentada para a via. Pelo texto, para essa medição deverá ser descontado o erro máximo admitido na legislação metrológica em vigor.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Capitão Fábio Abreu (PR-PI), ao Projeto de Lei 3665/15, do deputado Vinicius Carvalho (PRB-SP). A proposta acrescenta a medida ao Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97).

Pela precisão dos radares não ser 100%, hoje resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) já prevê que a velocidade medida pelo aparelho é diferente da velocidade efetivamente considerada para as multas. Tabela contida no anexo 2 da resolução prevê, por exemplo, que se a velocidade do veículo for 67 km por hora, por exemplo, será considerada velocidade de 60 km/h.

O projeto original permitia que a autoridade de trânsito pudesse aplicar, alternativamente, a penalidade de advertência no caso de o condutor estar em velocidade dentro da margem de tolerância definida de 10%. Porém, isso foi retirado do texto pelo relator. “A aplicação da penalidade de advertência é adstrita à infração efetivamente cometida, o que não será mais o caso”, justificou.

A proposta será analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Editorial do O POVO – “Trânsito: Desafio da inabilitação”

Com o título “O Desafio da Inabilitação”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

A falta de habilitação de condutores de veículos motorizados é responsável por 26,7% do total de acidentes de trânsito com mortos nas rodovias cearenses, só de janeiro a agosto deste ano. Os dados são do Policiamento Rodoviário Estadual. Dessa forma constatou-se que o Ceará tem um milhão de veículos a mais do que número de condutores habilitados. A desproporção é maior no Interior, onde a fiscalização quase não chega.

A maior parte dos condutores inabilitados é formada por motociclistas. O mercado de motocicletas massificou-se durante os governos petistas devido às facilidades de crédito e o baixo custo de uma moto. No Interior, então, houve uma verdadeira febre, e até vaqueiros trocaram o cavalo pela moto, até na hora de conduzir boiadas. O outro lado da moeda foi o aumento de acidentes com esse tipo de veículo. Pesquisa feita no Instituto Doutor José Frota (IJF), nos três últimos meses de 2017, mostrou que, dos 619 condutores entrevistados, 25,4% não possuíam CNH, e todos eram motociclistas. Os danos causados aos motociclistas são mais devastadores pelo fato de ficarem muito expostos. Sobretudo, quando usam bebidas alcoólicas ou não portam o capacete protetor obrigatório.

A inabilitação também não é inusitada nos veículos de quatro rodas. Há, na verdade, uma defasagem entre o total da frota de veículos no Estado e o número de condutores habilitados. Estes correspondem a 67,11% da frota registrada no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE). Quanto mais se adentra o Interior, mais se depara com esse tipo de irregularidade. O campeão é o município de Pereiro (a 328 km de Fortaleza). Lá, são 10.492 veículos para 678 motoristas com CNH, conforme o órgão fiscalizador. Isso representa 15 veículos para cada condutor formal. Nem mesmo Fortaleza escapa: 8% dos acidentes na capital cearense envolvem condutores não habilitados.

Diante dessa realidade, é preciso fechar o cerco aos condutores inabilitados para diminuir as estatísticas de acidentes de trânsito. Se os motoristas regulares já têm um desempenho sofrível no trânsito, por conta da parca educação recebida, imagine-se o que esperar de quem não recebeu o mínimo de instrução. Evidentemente, não basta a repressão, pois a realidade social se impõe por si mesma. É preciso, sim, reforçar os programas de habilitação fornecidos pelo governo aos que têm dificuldade de bancar uma escola de trânsito particular. Essa é a realidade à qual às autoridades não podem fechar os olhos.

Ademais, necessita-se de ampliar o número de agentes de trânsito nos municípios. Nunca é demais lembrar que a educação para o trânsito deve começar no banco escolar. É um desafio a ser respondido com imaginação e criatividade.

(Editorial do O POVO)

Aplicativo vai auxiliar na fiscalização de veículos e motoristas

Informações sobre veículos e motoristas centralizadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) poderão ser acessadas com mais facilidade por agentes de trânsito. O aplicativo Fiscalização Denatran vai permitir aos profissionais de órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) verificar se o veículo foi furtado ou roubado.

Outra função disponibilizada às equipes é a conferência de pendências administrativas ou judiciais relacionadas às placas. Se houver irregularidade, os agentes podem, dependendo do caso, aplicar medidas como a restrição da circulação do veículo até que a situação seja resolvida. Os agentes poderão consultar, ainda, se a CNH do motorista está suspensa, cassada ou bloqueada.

Elaborado em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), o aplicativo apresenta as informações depois de extrai-las de três bases: Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf). O dispositivo funciona por meio da leitura dos QR Codes da Placa Mercosul, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) digitais. O aplicativo é oferecido, em um primeiro momento, a municípios do Rio de Janeiro,

Cadastro

Para obter o Fiscalização Denatran, é necessário que a instituição de trânsito solicite formalmente o acesso. Caso o órgão de trânsito seja distrital, estadual ou municipal, o pedido deve ser direcionado ao Departamento Nacional de Trânsito (Detran) de seu estado. Se o órgão for federal, o requerimento deve ser apresentado à Coordenação-Geral de Informatização e Estatística do Denatran.

Além da certificação do órgão, o agente de trânsito deve se cadastrar no Portal de Serviços do Denatran e baixar em seu celular, gratuitamente, o aplicativo através da Play Store. O dispositivo roda somente em smartphones equipados com o sistema operacional Android.

De acordo com a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, o aplicativo é bastante seguro. “Isso acontece porque todas as informações do tráfego em rede são criptografadas. Além disso, para o acesso é necessário algo que somente o órgão fiscalizador possui (um dispositivo previamente vinculado), mais algo que somente o usuário sabe (a senha) e, ainda, um cadastramento prévio feito por outro usuário de nível especial, que é detentor de um certificado digital ICP-Brasil”, explica.

(Agência Brasil)

Proprietários de veículos do Ceará já podem obter versão digital do registro e licenciamento

Os proprietários de veículos registrados no Ceará poderão obter, em seu smartphone, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), utilizando o aplicativo Carteira Digital de Trânsito que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito: a CNH e o CRLV. O lançamento da versão digital do documento ocorrerá nesta segunda-feira, às 13h30min, no Palácio da Abolição, pelo Ministério das Cidades, Governo do Estado e Detran e Serpro.

O Ceará é a segunda unidade da federação a ter disponível o documento digital de licenciamento de veículos, após o lançamento em Brasília. O aplicativo foi desenvolvido pelo Serpro primeiramente para a obtenção da CNH Digital e agora pode ser usado pelos proprietários de veículos para obter o seu Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV. O aplicativo é gratuito e está disponível em versões para os sistemas operacionais android ou IOS.

Até o dia 31 de dezembro deste ano, a tecnologia deverá ser adotada pelos Detrans de todo o país, conforme estabelece a Resolução nº 720/2017 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Sindiônibus e Fetrans encerram a Semana Nacional do Trânsito debatendo Segurança Viária

Encerrando a Semana Nacional do Trânsito, o Sindiônibus promoverá, em parceria com o Sest/Senat Fortaleza e o Sistema Fetrans, uma roda de conversa com o tema “Segurança Viária”. Será nesta sexta-feira, das 9 às 12 horas, no auditório do Sest/Senat (Centro).

O evento contará com a presença do presidente do Sindônibus, Dimas Barreira, do secretário de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza, Luiz Alberto Sabóia, do coordenador da Bloomberg, Dante Souza, do inspetor da PRF, Welber Vieira, do tenente da PRE, Carvalho Lopes, do presidente da Etufor, José do Carmo, do superintendente da AMC, Arcelino Lima, do educador de trânsito do Detran, Samuel Sales, e do instrutor de trânsito do Sest/Senat, Marcos Danilo.

SERVIÇO

*Sest/Senat – Rua Dona Leopoldina-1050, Centro.

(Foto – Reprodução do Youtube)

Multas por uso de celular ao volante crescem 33% este ano

Apenas nos primeiros sete meses deste ano, o número de multas aplicadas a quem usa o celular enquanto dirige já é 33% maior do que em todo o ano passado. Os dados são do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), mantido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De janeiro a julho, segundo o órgão, esse tipo de infração resultou na aplicação de 759,7 mil multas em todo o país. Ao longo de 2017, as multas impostas pelo uso de celular ao volante somaram um total de 571,6 mil.

O alerta sobre os riscos e ameaças no uso de celular ao volante foi reforçado durante a Semana Nacional de Trânsito, que começou no último dia 18 e vai até a terça-feira (25).

Estudos internacionais indicam que manusear o celular durante a direção é tão perigoso quanto dirigir sob o efeito de álcool. Estima-se que teclar ou atender uma ligação ao volante amplia em 400 vezes a chance de provocar um acidente.

O uso de celular no trânsito também é um risco para os pedestres. É cada vez mais comum o registro de atropelamentos de pessoas que estavam distraídos com o seu smartphone no momento de atravessar uma rua ou um cruzamento.

(Agência Brasil)

Ceará reduz óbitos de pedestres e ciclistas no trânsito

O número de pedestres que morreram no trânsito no estado do Ceará reduziu 6% em 10 anos, de acordo com os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde.

Entre os anos de 2007 e 2016, o número de pedestres vítimas de acidentes nas vias do Estado caiu de 63 para 59 vítimas de acidentes nas vias das cidades. No mesmo período o número de ciclistas reduziu 53%.

No Brasil, o percentual mostra redução de 36,2% de óbitos de pedestres e 23,4% de mortes de ciclistas em vias de trânsito.

Os dados são divulgados em alusão ao Dia Mundial sem Carro, que é lembrado neste sábado (22), e que está dentro da Semana Nacional do Trânsito.

(Agência Saúde)

SINDETRAN/CE lança nota contra demora na regulamentação das progressões dos servidores

Em nota enviada à imprensa, o Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Ceará reclama da elaboração de uma proposta sobre a regulamentação das progressões dos servidores, que seria contrária à anteriormente acordada. Confira:

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Ceará (SINDETRAN/CE) lamenta e repudia os atos antissindicais promovidos contra esta entidade e demais servidores pela Superintendência do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/CE). Como é de conhecimento geral, há mais de 2 anos o SINDETRAN/CE tenta entabular negociações, acerca da finalização do Decreto que regulamenta as progressões dos servidores, com o que não tem colaborado a gestão. Vários foram os ofícios, comunicados e reuniões, inclusive com a provocação do Gabinete do Governador, SEPLAG e PGE, sem que nada tenha avançado de forma efetiva.

O procurador e os diretores do DETRAN, juntamente com o superintendente, prometeram por várias vezes construir uma proposta a várias mãos e com a representação dos servidores, que é o SINDETRAN/CE. Porém, a portas fechadas, construíram uma proposta divorciada da realidade dos servidores, que não representa o anseio da categoria e mais, sem a participação da entidade sindical. Esse fato é grave e precisa ser denunciado perante toda a classe de trabalhadores do DETRAN. Como se não bastasse, a atual administração do DETRAN tenta desvirtuar o objetivo do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCs) dos servidores, que é a valorização profissional e o mérito de quem há mais de 40 anos têm colaborado para a construção, desenvolvimento e organização do trânsito do nosso Estado.

Atos antissindicais são aqueles que prejudicam indevidamente um titular de direitos sindicais no exercício da atividade sindical, negando, injustificadamente, as facilidades ou prerrogativas necessárias ao normal desempenho da ação coletiva. O quadro de assédio moral no Detran/CE é preocupante e sua prática tem sido reiterada, em especial contra servidores integrantes da estrutura sindical, que lutam por dignidade e independência da categoria em todas as suas frentes.

Portanto, os servidores, através da entidade sindical SINDETRAN/CE, informa a toda sociedade que vai continuar no exercício do seu direito constitucional de reivindicar as demandas de sua categoria e dos usuários em geral, lutando pelos direitos já conquistados e contra os retrocessos, e, para que isso aconteça, conclamamos a todos os servidores a se engajarem na luta por melhores condições de trabalho e salário. Sem luta, não há vitória.

Reiteramos que o SINDETRAN/CE tem sido um guardião da honra e da dignidade do servidor público do Estado do Ceará, promovendo iniciativas que coíbam todo e qualquer ato que limite ou cerceie o direito dos seus pares.

Eliene Uchoa, presidente Sindetran/CE

Audiência pública discute nesta quarta-feira a requalificação do viaduto da Mister Hull

303 1

Nesta quarta-feira (29), a partir das 19 horas, no Colégio Afonso Andrade, haverá uma audiência pública da Câmara Municipal de Fortaleza com a comunidade do Antônio Bezerra para discutir o projeto do vereador Acrísio Sena (PT) de requalificação dos espaços sob os viadutos.

“Há vários espaços subutilizados, que podem funcionar como centros de convivência das comunidades do entorno, com função de entretenimento, cultural, esportiva, social ou de lazer, adequada às condições específicas de cada equipamento”, explicou o parlamentar.

Pelo projeto, o município de Fortaleza entraria com a manutenção do ajardinamento do espaço, implantação de mobiliário urbano e adequação às atividades.

SERVIÇO

Colégio Afonso Andrade

Av. Cel. Matos Dourado, 168

(Foto: Arquivo)

Documentos de veículos vão ganhar versão eletrônica

560 3

 

A exemplo do que já ocorre com o título de eleitor e com a carteira nacional de habilitação (CNH), o registro e o licenciamento de veículos automotores terão também uma versão digital. O documento poderá ser baixado a partir de hoje (27), por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CNH Digital), já disponível tanto para o sistema Android como para o IOS.

A primeira unidade federativa a fazer uso deste documento é o Distrito Federal. “Não há ainda um prazo definido para que os demais estados aderirem porque a adesão é voluntária e depende dos órgãos de trânsito”, disse o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante a cerimônia de lançamento do aplicativo para a capital federal.

O aplicativo reunirá, na mesma plataforma, CNH, seguro obrigatório e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Segundo o ministro, a ideia do aplicativo é facilitar a vida do cidadão e diminuir as filas dos departamentos de trânsito.

“Mais de 97 milhões de brasileiros possuem CRLV; mais de 60 milhões possuem carteira de habilitação; e mais de 23 milhões de pessoas possuem a habilitação com o QR Code [espécie de código de barras que pode ser verificada pelos agentes de trânsito durante as abordagens]. Esse aplicativo tornará a ida ao Detran desnecessária [para boa parte dessas pessoas]”, explicou Baldy.

O diretor do Denatran, Maurício Alves, a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante cerimônia para lançamento da versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe

Prazos

Apesar de não haver, até o momento, um prazo definido para que os departamentos de trânsito das demais unidades federativas passem a adotar a versão eletrônica do documento, a expectativa do diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, é de que até o final do ano todos estados já estejam operando com o aplicativo.

No DF, há 1,75 milhão de pessoas habilitadas para dirigir. Segundo o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Barbosa, esse grande número de motoristas habilitados faz com que as áreas de atendimento ao público tenham de atender diariamente entre 5 e 10 mil pessoas. “Com esse aplicativo, nós retiraremos as pessoas de dentro do órgão”, disse Barbosa.

Download

Para ter o documento em seu celular, é necessário que o proprietário do veículo esteja em dia com o licenciamento. Quem já tem a CNH Digital não precisa fazer o download da Carteira Digital de Trânsito, basta apenas atualizar o aplicativo da CNH Digital. Em seguida, basta adicionar o CRLV Digital e informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo (CRV), que é o antigo DUT.

A fim de esclarecer eventuais dúvidas sobre o uso desse aplicativo, o Denatran disponibilizou um tutorial em seu site.

(Agência Brasil)

Editorial alerta sobre acidentes com motociclistas em Fortaleza

Com o título “Motociclistas: hora de corrigir”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira:

O registro de 3,5 motociclistas acidentados, só no primeiro semestre, em Fortaleza, está chamando a atenção das autoridades para o problema. Na verdade, é uma preocupação que se alastra no País e que ganhou impulso nas duas últimas décadas, quando se ampliaram as facilidades para a aquisição desse tipo de veículo, gerando um mercado massivo que modificou não só a paisagem das grandes metrópoles, mas se ramificou nos municípios interioranos e alcançou até a atividade rural. Se trouxe inegáveis benefícios para o conforto da vida moderna, por outro lado trouxe a tiracolo uma série de novos problemas, que formam a outra face da moeda.

Trata-se de um tipo de condução altamente vulnerável ao imprevisto, não só expondo a maiores riscos o condutor, mas, quando acompanhada da inabilidade deste, potencializando causas de acidentes em veículos terceiros. No caso específico do excesso de velocidade, isso fica bem claro: enquanto 22% dos motoristas de automóveis foram flagrados cometendo essa infração, esse índice alcançou 35% dos motociclistas, segundo pesquisas locais, no município de Fortaleza.

Quando se tem em vista que a capital cearense concentra um contingente de mais de um milhão (1.105.773) de motocicletas – correspondentes a 26,1% da frota total de veículos, segundo as contas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), tem-se um vislumbre da dimensão do problema. Sobretudo, depois que o Relatório Anual da Segurança Viária de Fortaleza (que totalizou os números de 2016) revelou que os motociclistas foram não só os que mais mataram, no trânsito, mas também os que mais morreram, naquele ano.

Estudo realizado pela seguradora BB/Mapfre em parceria com o Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil), ainda em 2014, com amostragem de acidentes fatais com motociclistas em todo o Brasil, concluiu que em 73% dos casos o acidente acontece por falta de perícia ou imprudência do condutor (sendo 26,5% por perda do controle da moto e 4% por embriaguez), sem envolvimento de nenhum outro veículo. Ou seja, a perda do controle da moto indica que há uma falta de preparo do condutor, que não tem habilidade suficiente para controlar a moto ou conduzir em situações de maior risco. Isto é, a habilitação não enfatiza, como deveria, a prática de frenagem e trocas de marcha, nem lições sobre a dinâmica das motos, nem aprendizado em ambiente real, como acontece com os carros. Ainda que habilitado, o motociclista está despreparado para lidar com as situações reais o que inclui identificar riscos e práticas defensivas. E isso reflete no comportamento dos motociclistas no trânsito. Feito o diagnóstico, é a vez de ir atrás dos prejuízos, sem perda de tempo.

Aulas noturnas de direção em autoescolas deixarão de ser obrigatórias

As aulas práticas noturnas deixarão de ser obrigatórias nas autoescolas. A mudança é fruto de reunião entre o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ) e ocorre levando em conta a violência urbana. A alteração deve ocorrer primeiro no Rio e depois se estender para o restante do País.

Com a nova medida, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sofrerá alteração no que se refere à aprendizagem nos Centros de Formação de Condutores (CFCs), que será até às 17 horas.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran), órgão máximo normatizador no Brasil, define que no mínimo 20% das aulas práticas devam ser realizadas pela noite.

Após a reunião entre Denatran e Detran-RJ, porém, as atividades noturnas deverão torna-se facultativas em todo território nacional brevemente, cabendo ao aluno e a autoescola pela escolha da aula no período.

(O POVO Online/Foto – Arquivo)