Blog do Eliomar

Categorias para Transportes

Dirigentes alertam: Sem aceitar vale-transporte, metrô de Fortaleza pode entrar em colapso

Dirigentes do Metrofor reclamam a perda da maior fatia de usuários do transporte público, no trajeto Fortaleza/Maracanaú, que corresponde à Linha Sul do sistema metroviário.

O motivo é a recusa do sistema em receber PassCard, o vale-transporte eletrônico. Segundo os dirigentes, em contato com o Blog, o PassCard deveria estar operando há um ano. “Mas, até hoje, o Metrofor só aceita passagens pagas em dinheiro vivo”, afirmam.

“Se isso mudar, a receita aumenta. Por enquanto, quem continua no lucro são os empresários de ônibus”, apontam.

(Foto: Arquivo)

Taxistas recorrem ao Blog para pedir presença da AMC na rodoviária de Messejana

Quase todos os dias, taxistas se indispõem com motoristas de veículos de passeio e também de transporte irregular de passageiros, em frente à rodoviária de Messejana, na rua Granja Castelo, nas proximidades do terminal de Messejana, na avenida Jornalista Tomaz Coelho.

Segundo os taxistas, os motoristas costumam estacionar paralelamente ao ponto das vagas de táxis, o que algumas vezes impede a saída deles com passageiros.

Segundo ainda os taxistas, não são raros os casos em que os passageiros desistem de corridas, diante da pressa em chegar ao destino, e acabam pegando os táxis que não estão na vez de realizarem a viagem.

Há relatos entre os taxistas de agressões verbais entre motoristas de transporte irregular de passageiros com pessoas no interior dos táxis, apressadas em chegar logo a seus destinos.

Os taxistas pedem uma maior presença da AMC, no local, principalmente no horário noturno, quando as irregularidades ocorrem com mais frequência.

(Foto: Leitor do Blog)

Rodoviários podem entrar em greve nesta quarta-feira no Ceará

Passageiros do transporte público intermunicipal e interestadual poderão ficar sem ônibus no período de férias. A decisão será votada nesta quarta-feira (4), às 9 horas, durante assembleia geral nas rodoviárias de Fortaleza e de Juazeiro do Norte (Cariri). A convocação foi feita pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti) após as negociações serem encerradas pelo sindicato patronal, informa a assessoria de imprensa da entidade.

O sindicato da categoria denuncia que em algumas empresas, os profissionais estão sendo pressionados a assinar um termo aditivo concordando com o fim da hora extra (compensação em até seis meses), fim do passe livre dos rodoviários, mudança no pagamento do 3º para o 5º dia útil, intervalo de jornada reduzida de 11 para 8 horas, além de outros pontos que retiram direitos conquistados.

A última rodada de negociação aconteceu no dia 15 de junho, no Ministério do Trabalho, quando o Sinterônibus propôs a jornada de trabalho reduzida de 44h para 24h. Para o sindicato laboral, as empresas querem implantar a reforma trabalhista demitindo funcionários antigos e contratando novos rodoviários ganhando 50% menos. Com a mesa rompida, a proposta de reajuste salarial da categoria voltou ao percentual 1,69%, também ficou estabelecido R$0,22 no vale alimentação e R$2,11 na cesta básica.

(Foto – Ilustrativa)

Sinteti-CE tem assembleia geral, amanhã, após TRT negar pedido de ação de interdito proibitório

O Tribunal Regional do Trabalho negou o pedido da ação de interdito proibitório, requerida pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinterônibus), que requeria a abstenção do sindicato dos rodoviários (Sinteti-CE) de realizar qualquer bloqueio em garagens, praças e locais de paradas dos veículos, bem como ao acesso do trabalho dos empregados.

A ação também solicitava que o Sinteti-CE renunciasse qualquer atividade de interdição de vias públicas, além de aplicação de pena pecuniária no valor de R$ 100 mil por dia. O indeferimento foi assinado pela desembargadora Regina Glaucia Cavalcante Nepomuceno que, na ocasião, designou uma audiência de conciliação para o próximo dia 19.

O Sinteti-CE tem assembleia geral extraordinária, na manhã desta quarta-feira (4), a partir das 9 horas, na rodoviária Engenheiro João Tomé, quando discutirá com a categoria o rompimento na mesa de negociações, então mediada pelo Ministério do Trabalho.

Prefeitura de Fortaleza vai cadastrar para 3 mil novas vagas de táxi

Saiu no Diário Oficial da Prefeitura de Fortaleza, da última terça-feira, 19, o edital com três mil novas vagas de táxi na Capital. Segundo a publicação, para participar, é necessário que o candidato seja cadastrado na Empresa de Transporte Público do Município de Fortaleza (Etufor) como condutor auxiliar.

Os documentos necessários para a inscrição são cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação – CNH categorias “B”, “C”, “D” ou “E” que contenha a observação EAR – Exerce Atividade Remunerada; cópia autenticada da Carteira Padrão que esteve e/ou está vigente entre 1º de janeiro de 2016 até a data de publicação do edital; comprovante atualizado de endereço; certidões negativas de antecedentes criminais expedidas pela Justiça Comum e pela Justiça Federal; certidões negativas de tributos municipais, estaduais e federais; cópia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS; e comprovante de inscrição como contribuinte individual junto ao Instituto Nacional de Previdência Social – INSS.

Também devem ser agendadas as vistorias aos veículos, que, dentre outras exigências, devem ser de cor branca, ter ar-condicionado, quatro ou cinco portas e até sete lugares. A implantação das novas vagas deve aumentar em cerca de 60% o número de táxis da Capital. Atualmente, 4.882 táxis credenciados circulam em Fortaleza.

SERVIÇO

*Os documentos para a inscrição devem ser entregues na Central de Atendimento da Prefeitura de Fortaleza, no Shopping RioMar Fortaleza, a partir da próxima segunda-feira, 25, e até 31 de julho.

Rodoviários não chegam a acordo e negociações são interrompidas

Após cerca de três meses de negociações, o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti) e os empresários de ônibus interromperam as reuniões, até então mediadas por representantes do Ministério do Trabalho. A decisão de rompimento veio após o sindicato laboral rejeitar, nessa sexta-feira (15), a proposta que reduz a jornada de trabalho dos rodoviários de 44 horas para 18 horas semanais. Para o Sinteti, os salários baixarão mais de 50%.

Os diretores do Sinteti se reuniram com motoristas e cobradores na rodoviária Engenheiro João Tomé. No local, os dirigentes explicaram pontos que foram discutidos nas reuniões realizadas no MTE e asseguraram que a redução na jornada de trabalho prejudicará os rendimentos mensais dos profissionais.

A diretoria estará reunida na quarta-feira (20) para definir um calendário de mobilizações e assembleias, que serão iniciadas até sexta-feira (22) com intuito de destravar as negociações, segundo o sindicato.

(Foto: Divulgação)

Terminal de Passageiros de Messejana e uma paradinha para queixas

149 1

De Mauricio Fontenelle, leitor deste Blog e usuário do Terminal de Messejana, recebemos a seguinte nota, em tom de queixa. Confira:

Meu amigo Eliomar de Lima, condições dignas no terminal de passageiros de Messejana? Só se for em fotos da prefeitura. O espaço gigantesco de antes se transformou em três plataformas que ficam apertadas diante de tantas linhas que operam lá. Sem falar na insegurança, devido ao excesso de falhas da iluminação, que já deixou o terminal às escuras algumas vezes depois da inauguração.

A suposta ligação entre o Vapt-Vupt que seria criada, ficou só na promessa, mantendo o sofrimento dos usuários que tem que chegar de madrugada no orgão, para serem atendidos lá pras dez da manhã.

(Foto – Arquivo)

O transporte de passageiros engrena contra as emissões de CO2

Com o título “Meio ambiente: assumindo responsabilidades”, eis artigo de Mário Albuquerque, diretor do Núcleo Socioambiental da Federação dos Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans). “Em um País como o Brasil, onde 7,8% das emissões de CO2 são oriundas do setor rodoviário, merece reconhecimento e união da esfera do transporte para tornar esse percentual cada vez menor”, diz o texto. Confira:

Em resposta a uma série de problemas ambientais vivenciados no mundo nos últimos anos, iniciativas de cuidado com o meio natural tornam-se imprescindíveis. É tempo de valorizar atitudes que colaborem para a criação de um modelo sustentável de desenvolvimento. É tempo de unir forças para tornar parte do cotidiano as ações de conservação e fazer a diferença.

Em um País como o Brasil, onde 7,8% das emissões de CO2 são oriundas do setor rodoviário, merece reconhecimento e união da esfera do transporte para tornar esse percentual cada vez menor.

Neste sentido, o Despoluir, Programa Ambiental do Transporte, coordenado regionalmente pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), trabalha desde 2007 no engajamento de transportadores, caminhoneiros autônomos, taxistas e sociedade em atitudes de preservação do ecossistema e do uso racional do combustível.

Com linhas de ação orientadas pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), o Despoluir chega ao dia a dia do trabalhador, impactando diretamente na forma como ele e as empresas veem e lidam com o meio natural. Com o programa, o setor passou a assumir sua parcela de responsabilidade na propagação de um mundo ambientalmente equilibrado. Uma das principais linhas do Despoluir é a inspeção veicular ambiental na frota das empresas de transporte de passageiros e cargas. As ações do Programa culminaram na 16ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, evento realizado pela Fetrans, que premia as melhores iniciativas sustentáveis do setor de transporte no Ceará, Piauí e Maranhão. No Ceará, 26 honrarias foram concedidas durante a cerimônia realizada na Semana do Meio Ambiente.

Durante o período de avaliação do Prêmio, 3.260 ônibus e caminhões foram inspecionados pelo programa Despoluir apenas no Ceará, número que não se limita aos inscritos no Prêmio, representando 31 empresas de cargas e 32 de transporte de passageiros no Ceará, além dos autônomos. O resultado desse trabalho é o crescimento do percentual de aprovação dos veículos quanto à emissão de fumaça negra, hoje com 92,6% de aprovação, mostrando que empresários e trabalhadores do setor de transporte estão unidos em prol da diminuição de gases poluentes e do uso racional dos recursos da natureza.

*Mário Albuquerque

fetrans@fetrans.org.br

Diretor do Núcleo Socioambiental da Fetrans.

Presidente do Sindiônibus e o Novo Terminal de Messejana

O prefeito RC e Dimas Barreira.

O presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, comemora a inauguração do Novo Terminal de Passageiros de Messejana. Ele esteve, no fim de semana, no ato em que o prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana entregaram o equipamento.

Dimas Barreira deu entrevista o radialista Mário rubens Neto (Rubão), quando falou sobre as mudanças no atendimento ao usuário do transporte coletivo em Fortaleza e Região Metropolitana, destacando também as novas tecnologias agregadas ao setor como o aplicativo “Meu Ônibus Fortaleza”, que fornece informações sobre chegada e saída de ônibus tanto nos terminais como nas paradas, além de disponibilizar a compra de créditos antecipados.

Ele destacou também os novos veículos adquiridos para a frota , quecontarão com wi-fi grátis. Outro dado ressaltando por Dimas: todos os coletivos contam com um monitoramento eletrônico para inibir assaltos.

SERVIÇO

*Confira a entrevista no www.programadorubao.com.br

(Foto – Divulgação)

Caminhoneiros e ANTT voltam a discutir preços de fretes na segunda-feira

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) voltará a se reunir com representantes dos caminhoneiros na próxima semana para debater a tabela com os preços mínimos de fretes para o transporte rodoviário. A reunião com os caminhoneiros começou na manhã dessa sexta-feira (8) e seguiu até o início da noite.

“A categoria presente se reunirá durante o fim de semana para aprofundar as conversas sobre os ajustes na tabela de frete mínimo. Na segundafeira (11), os representantes voltam a se reunir com a Agência”, diz a nota da entidade.

A ANTT disse que segue empenhada em encontrar “uma solução que harmonize os interesses de produtores, transportadores e sociedade”.

Pouco antes do meio-dia, a ANTT informou que havia suspendido os efeitos da resolução sobre o frete mínimo publicada na noite da quinta-feira (7). A tabela cancelada é a segunda a ser publicada pelo governo federal. Com a suspensão do texto, que deve ser ainda publicada no Diário Oficial da União, voltará a vigorar a primeira versão, do dia 30 de maio.

Na nota publicada pela manhã, a ANTT disse que a reunião com os caminhoneiros seria “puramente” técnica e que não produzirá efeitos imediatos. “As questões técnicas da tabela continuarão em discussão na Agência e com o setor, a fim de chegar a uma solução que harmonize os interesses de produtores, transportadores e sociedade”, disse a nota.

O tabelamento do frete foi uma das reivindicações de caminhoneiros atendidas pelo governo no fim do mês passado para tentar terminar com a paralisação que durou 11 dias, afetando amplos setores da economia.

(Agência Brasil)

TRF5 derruba liminar que suspende tabela de preços de frete no RN

O vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 5 ª Região (TRF5), desembargador Cid Marconi Gurgel de Souza, decidiu nessa sexta-feira (8) derrubar a liminar que suspendeu os novos valores mínimos para o frete o rodoviário no país. Na decisão, o desembargador argumentou que é prudente à ordem pública e à ordem administrativa assegurar as bases do acordo entre o governo e os caminhoneiros.

“Toda a sociedade brasileira tem sido testemunha do processo de negociação em que se envolveu o Poder Executivo desde o início da greve dos caminhoneiros. Pode-se dizer que as liminares proferidas num momento em que as partes ainda buscam um consenso pode interferir neste processo e, pior, inviabilizá-lo, sobretudo se de fato se concretizar o efeito multiplicador referido na inicial”, argumentou Cid Marconi.

O desembargador disse ainda que é dever do Poder Executivo buscar a solução de consenso que melhor atenda a todas as partes envolvidas.

Na quinta-feira (7), o juiz federal da 8ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, Orlan Donato Rocha, concedeu uma medida liminar para suspender os efeitos da Medida Provisória 832/2018, editada em 27 de maio e que previa uma tabela de preços para o frete rodoviário no país.

A decisão, até então, só era válida para duas empresas que entraram com a ação e que atuam no setor de sal do Rio Grande do Norte. As empresas alegaram que a medida é inconstitucional, por violar princípios como o da livre iniciativa e da livre concorrência, argumento que foi acolhido pelo juiz.

(Agência Brasil)

Fetrans premia empresas do transporte de passageiros por ações sustentáveis

Nove empresas cearenses receberam o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar promovido pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), em evento no auditório do Sest-Senat Fortaleza, nessa quinta-feira, reunindo empresários, ambientalistas e colaboradores das empresas do setor de transportes para celebrar ações de incentivo à preservação do meio ambiente.

No total, segundo a assessoria de imprensa da Fetrans, 26 honrarias foram concedidas durante a cerimônia nas quatro categorias da 16ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA). No Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, nove empresas foram agraciadas com os troféus, entre elas sete empresas de passageiros e duas de cargas. Além disso, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque, recebeu o Troféu Destaque Ambiental pelas ações de viés sustentável realizadas durante os seus mandatos de deputado estadual.

O Certificado de Qualidade “Empresa 100%” foi entregue a 13 empresas que não receberam nenhuma multa pelo órgão ambiental estadual, no caso do Ceará a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) durante o período estabelecido para a avaliação, e que também tiveram toda a sua frota aprovada pelo Programa Despoluir da Fetrans

Já no critério “Ação Inovadora”, que incentiva as empresas a buscarem novas soluções criativas e ambientalmente sustentáveis, foram premiadas as empresas Expresso Guanabara, com a ação “Ciclo Sustentável”; a Organização Guimarães – Empresa Vitória, com a ação “Cuidar do Lixo é Cuidar da Vida” e a empresa Daniel Transportes LTDA, com a ação “Redução do Consumo de Água nas Descargas e Aparelhos Sanitários”, em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Premiações

Certificado de Qualidade “Empresa 100%”

Categoria Passageiros:

Auto Viação Dragão Do Mar Ltda

Auto Viação Fortaleza Ltda

Empresa de Transporte Santa Maria Ltda

Expresso Guanabara S/A

Organização Guimarães Ltda – Empresa Vitória

São Benedito Auto Via

Transportes Urbanos Aliança S/A

Vega S/A Transporte Urbano

Viação Princesa dos Inhamuns Ltda

Viação Urbana Ltda

Prime Plus Locação de Veiculo e Transporte Turístico

Categoria Cargas:

Daniel Transportes Ltda

Tlx Transportes e Logística Ltda

Critério Ação Inovadora

1° – Expresso Guanabara – “Ciclo Sustentável”

2° – Organização Guimarães – Empresa Vitória – “Cuidar do Lixo é Cuidar da Vida”

3° – Daniel Transportes LTDA – “Redução do Consumo de Água nas Descargas e Aparelhos Sanitários”

Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2018

Categoria Passageiros:

Auto Viação Dragão do Mar Ltda

Expresso Guanabara S/A

Organização Guimarães Ltda – Empresa Vitória

Transportes Urbanos Aliança S/A

Vega S/A Transporte Urbano

Viação Princesa dos Inhamuns Ltda

Viação Urbana Ltda

Categoria Cargas:

Daniel Transportes Ltda

Tlx Transportes e Logística Ltda

DETALHE – O Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar também será entregue pela Fetrans para empresas do Maranhão (26/6) e do Piauí (28/6).

 

Governo diz que vai revogar nova tabela de fretes nesta sexta-feira

O governo federal decidiu na noite dessa quinta-feira (7) que vai revogar nesta sexta-feira (8) a nova tabela com o preço mínimo do frete para o transporte rodoviário de cargas, publicada em edição extra do Diário Oficial da União no final da tarde de ontem.

De acordo com a assessoria do Ministério dos Transportes, com a decisão, a tabela publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no dia 30 de maio estará valendo até uma nova tabela ser elaborada pela agência.

Ainda segundo a assessoria, a decisão foi tomada após reação dos representantes dos caminhoneiros com a publicação do documento nessa quinta-feira. A categoria se reúne com o governo na manhã de hoje na sede da ANTT em Brasília.

A tabela que foi divulgada ontem foi elaborada porque, de acordo com ANTT, a anterior, publicada no dia 30, estava confusa. O documento que será revogado previa valores de frete por quilômetro rodado combinado com o número de eixos dos caminhões e a possibilidade de negociação do frete de retorno entre o contratante de origem e o transportador.

O Ministro do Transporte, Valter Casimiro, disse em coletiva de imprensa, antes da decisão de revogar o documento, que a nova tabela foi acordada com o setor do agronegócio, setor de cargas e combustível e representantes dos caminhoneiros.

A criação de uma tabela de preço mínimo para o frete foi uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a paralisação da categoria que durou dez dias e resultou em prejuízos em diversos setores da economia e em desabastecimento de combustíveis, alimentos, entre outros produtos.

(Agência Brasil)

Presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros no Ceará quer ser deputado federal

Francisco Moura, que atua no Sinditaxi Ceará, está se afastando, nesta quarta-feira, não só dessa entidade como também da presidência da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) no Ceará.

Ele vai tentará cadeia de deputado federal pelo PRTB.

Antes, filia mais um sindicato à Central, no caso o de trabalhadores rurais de Nova Olinda (Região do Cariri).

(Foto – Divulgação)

Prefeito sanciona lei que beneficia taxistas “rendeiros”

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) sancionou, na manhã desta quarta-feira, no entorno da Arena Castelão, a lei que criou as 3.100 novas vagas de táxi que deverão beneficiar os conhecidos rendeiros (motoristas que trabalham para donos das vagas de táxi). Ele atende a uma reivindicação antiga dos que trabalhavam nesse tipo de condição.

Durante o ato, muitos rendeiros se emocionaram. Alguns dos seus familiares chegaram a abraçar o prefeito como forma de agradecimento, pois, a partir daquele momento, deixariam de pagar “aluguel” pelo vaga.

Que esse tipo de expansão de vagas prossiga. E não fique só neste ano, que é de eleições.

(Foto – Leitor do Blog)

Presidente da Assembleia ganha homenagem da Fetrans

O presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), Chiquinho Feitosa, vai entrega, às 16 horas de quinta-feira, no Sest/Senat Fortaleza, o Troféu Destaque Ambiental ao presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT).

A honraria será entregue durante a 16ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA), ocasião em que a Fetrans reconhece alternativas socioambientais do setor de transporte.

O Troféu Destaque Ambiental é uma das honrarias do prêmio, destinado a uma instituição ou personalidade que tenha implementado ações que contribuam para uma sociedade mais sustentável, informa a assessoria de imprensa da Fetrans.

A lavadeira e a cidadania dos jovens

O flagrante é de leitor do Blog, no terminal da Messejana. Segundo o leitor, a lavadeira teve que disputar lugar na fila da preferência com jovens saudáveis, quando, incrível (!), alguns com materiais escolares na mão, como se preparados para uma educação cidadã.

De acordo ainda com o leitor, é comum os jovens invadirem a fila preferencial, quando os ônibus encostam na plataforma. Os menos preocupados com a reprovação de verdadeiros cidadãos nas longas filas de passageiros simples, se postam na fila preferencial antes mesmo da chegada do ônibus.

Segundo também o leitor, a fiscalização admite que não há como controlar a invasão de jovens na fila preferencial. Para o leitor, os motoristas poderiam abrir a porta do meio – destinada aos terminais e às plataformas na Bezerra de Menezes – somente quando os preferenciais estivessem em seus assentos. Mas pondera que o empurra-empurra nas filas comuns foge ao controle na chegada dos ônibus.

Sobre a lavadeira, o leitor diz que a mulher conseguiu adentrar no ônibus, mas não sabe se conseguiu assento.

(Foto: Leitor do Blog)

Greve dos Caminhoneiros – CNC diz que perdas no comércio chegam a R$ 3,1 bi em seis estados

Levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgado nessa noite de terça-feira (29) aponta perdas de R$ 3,1 bilhões após os oito dias de paralisação dos caminhoneiros, considerandos os impactos em seis unidades da federação: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Do total contabilizado até 28 de maio, R$ 1,42 bilhão se refere a perda nas vendas de combustíveis e lubrificantes. Soma-se ainda R$ 1,73 bilhão relativos à restrição da oferta de produtos hortifrutigranjeiros no ramo de hiper, supermercados e minimercados, em razão dos bloqueis das estradas.

De acordo com a CNC, os ramos de combustíveis e supermercados respondem por 47% do volume anual de vendas do varejo brasileiro. Os seis estados avaliados na pesquisa são responsáveis por 56% da receita dos dois segmentos, em nível nacional.

Segundo os cálculos da entidade, o prejuízo registrado durante o bloqueio do transporte de cargas representam 4,6% no faturamento mensal do setor supermecadista e 12,7% do faturamento médio mensal no segmento de combustíveis nas regiões avaliadas. Com as perdas registradas pelos dois mais relevantes ramos do varejo, a CNC revisou sua expectativa do volume de vendas em 2018 de +5,4% para +4,7%.

(Agência Brasil)

Empresas argentinas e paraguaias registram prejuízos com a paralisação

Empresas argentinas que fazem comércio com o Brasil deixaram de embarcar uma série de mercadorias em decorrência da paralisação e dos protestos dos caminhoneiros nas estradas brasileiras. Situação semelhante ocorre no Paraguai, onde 900 caminhões do Brasil aguardam para fazer as entregas.

No caso da Argentina, os produtos que aguardam o embarque para o Brasil são carregamentos de cosméticos, soro de leite e autopeças. A empresa Tito Smart Model Logistics, responsável pela logística em transporte aéreo, marítimo e rodoviário de empresas envolvidas no comércio entre Brasil e Argentina, informou que a paralisação de caminhoneiros afetou essas exportações argentinas.

O gerente comercial da empresa, Pablo Lagreca, lamentou os impactos da paralisação. “O Brasil é o principal cliente de produtos industrializados argentinos e a greve de caminhões afeta também o transporte marítimo e aéreo, porque as mercadorias precisam sair dos portos e aeroportos para serem distribuídas no mercado”, afirmou.

A Argentina é um país de sindicatos fortes, historicamente acostumada a protestos e greves. Mas o que surpreendeu foi o que ocorreu em torno da paralisação e dos protestos, com informações desencontradas e a dificuldades em negociar um acordo, mantendo durante dias de rodovias bloqueadas. “O Brasil costuma ser mais previsível”, disse Lagreca.

No Paraguai, a paralisação dos caminhoneiros causou queda na entrada de mercadorias brasileiras no país. A Direção Nacional de Alfândegas (DNA) estima prejuízo em torno de US$ 5 milhões e US$ 7 milhões na arrecadação aduaneira. Segundo a entidade, aproximadamente 900 caminhões procedentes do Brasil que transportavam mercadorias e combustível estão parados.

O posto alfandegário de Ciudad del Este, situado na Ponte da Amizade, que conecta os dois países, é a região mais afetada, pois o fluxo de caminhões costuma ser incessante.

(Agência Brasil)