Blog do Eliomar

Categorias para Turismo

Ironman Fortaleza 2019 abre inscrições na segunda-feira

Sexto ano consecutivo de competição, mas com nova data para junho deste ano, o Ironman Fortaleza, maior evento turístico esportivo da cidade, abre inscrições a partir da segunda-feira (14).

“A alteração no calendário também traz outra novidade. Os atletas que se inscreverem até o dia 9 de fevereiro terão direito, em caso de desistência, à transferência para outra prova do circuito”, explica Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza e atleta de Ironman, que acrescenta que a competição é considerada o maior evento turístico esportivo regular da cidade e injeta, em quatro dias de evento, cerca de R$ 10 milhões na economia local.

Na última edição, em 2018, a Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza (Setfor), realizou uma pesquisa, através dos totens do projeto “Diga lá turista”, que apontou que 66% dos participantes são oriundos de outras cidades e países. Sendo 15% estrangeiros de 19 nacionalidades, países como Alemanha, Argentina, Bolívia, Suíça, Chile, Espanha, França, Itália, Holanda, Panamá, Filipinas, Portugal e Estados Unidos.

O questionário mostrou ainda que a média de permanência na cidade é de 6 a 7 dias, sendo cada atleta acompanhado de 3 a 4 pessoas. 49,8 % deles ficando hospedados em hotéis da cidade e o gasto per capita varia de R$300 a R$ 500.

“A mudança do local da prova trouxe um grande impacto para outros pontos da cidade. Antes mesmo do iniciarem as inscrições, recebemos informações de que alguns hotéis da orla já estão com a capacidade máxima em reservas. Muito importante lembrar que a competição vai acontecer em junho, no período de baixa ainda. O que representa um acréscimo para todo o setor e diminui a sazonalidade turística”, reforça Vasconcelos.

Assim como em 2018, este ano a competição acontece no Aterro da Praia de Iracema, proporcionando uma maior integração à capital e ao público. A prova recebe o apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza e do Governo do Estado do Ceará.

(Foto Divulgação)

Caucaia intensifica fiscalização contra transporte irregular de buggys e quadriciclos

A Secretaria Municipal de Patrimônio Serviços Públicos e Transporte de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), com suporte da Autarquia Municipal de Trânsito (AMT), intensificou a fiscalização para combater o serviço clandestino de passeios de buggys e quadriciclo no litoral do município.

O objetivo, segundo a assessoria de imprensa do prefeito Naumi Amorim,  é garantir a segurança dos usuários de transporte em passeios de todo complexo turístico de Caucaia. Conforme o agente de Trânsito e de Transporte Milton Alves do Nascimento, “a iniciativa prevê, além da segurança dos veículos, dos motoristas e passageiros, a preocupação com a higiene e conforto dos passageiros”.

Na abordagem, são fiscalizadas as condições dos equipamentos obrigatórios de segurança, a documentação dos motoristas e dos veículos, além dos percursos das trilhas autorizados para cada tipo de veículo automotor (buggys e quadriciclos).

Para realizar credenciamento, os veículos são vistoriados e os motoristas participam de cursos. Os buggys que não são cadastrados no sistema da Prefeitura serão autuados quando for constatado que estão fazendo transporte irregular de passageiros.

As blitze acontecem a qualquer hora e dia da semana nas trilhas da praia do Cumbuco e do Parque das Dunas.

Placas indicativas

Na próxima semana, serão instaladas nas trilhas do Cumbuco e do Parque das Dunas placas indicando proibição de tráfego de veículos automotores não autorizados.

(Foto – Divulgação)

Abih nacional prestigia posse do novo ministro do Turismo

O novo ministro Turismo entre Manuel Cardoso, que estava com sua esposa, Morgana

O presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria e Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares, conferiu a posse do novo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Na ocasião, entregou a pauta de reivindicações do segmento que quer investimentos em maior capacitação e promoção do setor turístico.

(Foto – Divulgação)

Ministério do Turismo habilita 59 agências para recepção de turistas chineses

A lista com as 59 agências de turismo e receptivo que poderão trabalhar no atendimento a turistas chineses que vierem ao Brasil em 2019 já está publicada no Diário Oficial da União. As empresas foram habilitadas pelo Ministério do Turismo, após uma chamada pública para seleção e credenciamento de interessados na prestação do serviço. A informação é da revista Panrotas.

O atendimento especializado aos turistas chineses faz parte de uma série de medidas para atrair visitantes do país asiático ao Brasil, uma vez que, segundo a Organização Mundial do Turismo, o viajante chinês é, em média, o que mais percorre o planeta. Em 2018, 83 agências brasileiras foram habilitadas.

A habilitação está em conformidade com o memorando de entendimento assinado com a Administração Nacional de Turismo da China, em 12 de novembro de 2004, e prevê a designação ou recomendação de empresas de turismo nacionais que façam o receptivo de grupos chineses em destinos brasileiros. O MTur é o único órgão responsável pela seleção.

Entre as exigências, estão: a inscrição no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur), a declaração de ciência dos termos do acordo assinado entre as duas nações e o aceite do termo de responsabilidade do edital que promoveu a chamada pública. Somente empresas autorizadas poderão atender turistas chineses no Brasil.

(Foto – Ilustrativa)

Fortaleza espera 1,18 milhão de turistas entre dezembro e janeiro

A Secretaria do Turismo de Fortaleza estima que a cidade receberá, entre dezembro e janeiro, 1,18 milhão de turistas.

Tudo por conta de pacotes fechados para férias, com direito a festa de Réveillon gratuita no Aterro da Praia de Iracema.

Segundo Régis Medeiros, titular da pasta, isso significará um incremento de 8%, com um outro dado: 45% de turistas internacionais.

(Foto – Setfor)

STDS e Diageo realizam festa de formatura de 30 bartenders

Trinta novos bartenders receberão o certificado de conclusão do curso nesta terça-feira , a partir das 17 horas, na Escola de Vida, Sabor e Arte (Evisa). A formatura profissional é parte do projeto Learning for Life, idealizado pela multinacional DIAGEO, que já garantiu a capacitação de mais de 900 jovens de comunidades menos favorecidas no Ceará, com o apoio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social.

Os cursos têm, em média, 300 horas, aproximadamente três meses de duração e, para serem selecionados, os candidatos devem ter ensino médio completo ou estarem cursando o 3º ano, comprovar a renda familiar de até três salários mínimos e ter entre 18 a 35 anos.

A profissão de bartender é uma boa opção para o mercado turístico de Fortaleza, com diversos bares, restaurantes, hotéis e boates.

O programa Learning for Life, idealizado pela DIAGEO, líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium e dona da marca Ypióca, tem investido na capacitação de bartenders e há seis anos oferece cursos de formação em Fortaleza.

SERVIÇO

*Evisa – Avenida do Imperador, nº 1367, bairro Farias Brito.

(Foto – Divulgação)

Ministro do Turismo prestigia cearense que comanda a Abih nacional

O ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, prestigiará nesta sexta-feira, às 19 horas, no Hotel Praia Centro, a solenidade de entrega do Troféu Habib’s Ary ao presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares.

Trata-se da mais alta comenda da Abih do Ceará, que reconhece personalidades com serviços prestados ao mercado turístico do Estado.

Por falar em Lummertz, ele será o titular dessa área no futuro governo João Doria, de São Paulo.

(Foto – Paulo MOska)

Troféu Habib Ary será entregue ao cearense que comanda a Abih nacional

Arialdo Pinho (Setur), Vinicius Lummertz (ministro do Turismo) e Manoelzinho.

Nesta sexta-feira, às 19 horas, no Hotel Praia Centro, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), do Ceará, fará festa para entregar o Troféu Habib Ary 2018, que destaca uma personalidade do setor turístico.

O agraciado desta edição é Manuel Cardoso Linhares, presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e vice da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação.

Cearense, Manuel Cardoso também comanda o Sindicato dos Hoteleiros do Estado.

(Foto – Divulgação)

Turismo anda de mãos dadas com a Segurança

Com o título “Turismo anda de mãos dadas com a Segurança”, eis artigo de Beatriz Cavalcante,  jornalista do O POVO. Ela comenta a repercussão e os impactos da violência em Fortaleza para esse segmento de mercado. Confira:

Ouvi de uma polonesa, hospedada na praia de Barra Nova, em Cascavel, que era a terceira vez dela no Ceará. Nenhuma delas contemplou visita a Fortaleza. O medo era a justificativa. Ela leu que a Capital do Estado era a mais perigosa do País. A notícia ruim se espalhou para outros continentes e foi parar na pesquisa da turista.

Mais uma prova que turismo e segurança andam de mãos dadas. A morte de 14 pessoas, sendo seis reféns e oito suspeitos, em tentativa de assalto a banco em Milagres, a mais de seis horas de Fortaleza, na última sexta-feira, 7, trouxe, além de muita tristeza a famílias e dúvidas sobre a ação policial, reveses outros no Estado.

A repercussão foi internacional. No País, houve destaque nos grandes jornais. O alerta que o Ceará é onde ações ousadas acontecem extrapola as fronteiras do País além mar. Mancha a imagem do Estado.

Dos entraves para a reconfiguração do turismo no Ceará, o mais difícil de transpor é a questão da violência urbana. O problema afeta mais que o segmento, impacta a vida em sociedade, e exige respostas públicas mais profundas de longo prazo.

Em matéria publicada no O POVO, em abril deste ano, as informações davam conta de quedas nas vendas em cerca de 30%, no turismo, devido a notícias de mortes violentas no Estado.

Neste ano, já são contabilizadas cinco chacinas ou tentativas, marcadas pela atuação de facções criminosas no Ceará, com a morte de 53 pessoas. São vidas que se vão e que fazem os turistas pensarem duas vezes antes de vir ao Estado. Somente as belezas naturais e o destaque da gastronomia já não bastam mais.

Há redes de hotéis investindo em traslado próprio dos visitantes, na tentativa de minimizar os ânimos e a sensação de insegurança. O trabalho que tem para ser feito na área de segurança pública, portanto, ainda é intenso.

Enquanto a criminalidade persiste em crescer, o investidor tem que achar as soluções e tirar o dinheiro do bolso por conta própria.

Ante um mercado em ascensão, que resulta no Ceará como terceiro estado do País em geração de empregos no turismo, o combate à violência é um dos principais desafios.

*Beatriz Cavalcante

beatrizcavalcante@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Políticas públicas para a Cultura e o Turismo nas cidades

Com o título “Políticas públicas para a Cultura e o Turismo nas cidades”, eis artigo de Cláudia Leitão, ex-secretária estadual da Cultura e diretora do Observatório da Governança do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor). “Não podemos ignorar que o aumento dos fluxos turísticos vem contribuindo para a insustentabilidade das cidades”, diz a articulista num trecho do artigo. Confira:

Em dezembro de 1786, Goethe, em sua viagem de dois anos pela Itália, escrevia em seu diário que “uma viagem contemplativa a terras estranhas acarreta radicais mudanças éticas e estéticas nos viajantes”. Como se pode observar, as viagens já eram compreendidas no século XVIII como experiências transformadoras por serem marcadas pela fruição cultural. Em tempos atuais, se, de um lado, prolifera a produção de bens e serviços culturais, de outro, temos cada vez mais a impressão de que nosso acesso se dá a um produto padronizado, esvaziado de significação, anêmico de narrativas e de imaginários, enfim, ao que o sociólogo francês Gilles Lipowetsky denomina de “diversidade homogênea”.

Enquanto monumentos, centros comerciais, museus, parques temáticos, sítios históricos se fundem e se (con)fundem na paisagem das cidades, transfigurando-se em cenários para o consumo e para a produção de roteiros turísticos, temos a sensação de que a atividade turística impacta de forma cada vez mais perniciosa sobre os nossos sentidos. Podemos “ver sem viver”, “consumir sem fruir”, “reconhecer sem conhecer”. E, quanto mais crescem as filas para as exposições de artistas consagrados, menos se observa a capacidade de decodificação cultural por parte do público.

Não podemos ignorar que o aumento dos fluxos turísticos vem contribuindo para a insustentabilidade das cidades. Não será por acaso que Zygmunt Bauman observa que o maior problema das sociedades contemporâneas será o de remover o seu próprio lixo, uma das diversas faces obscuras da atividade turística.

As toneladas de dejetos e de objetos descartáveis demonstram, muitas vezes de forma monstruosa, o fracasso dos modelos insustentáveis da indústria do turismo nas cidades. E, muitas vezes, com o álibi da valorização da cultura e da memória, acaba-se produzindo um turismo que dilapida, abandona e esquece. Este é um paradoxo que necessitamos enfrentar com planejamento, gestão e políticas públicas.

*Cláudia Leitão

claudiasousaleitao@yahoo.com.br

Diretora do Observatório de Governança Municipal do Iplanfor.

Praia de Iracema recebe Papai Noel com neve e brinquedos

Centenas de crianças acompanharem nesse fim de semana a entrega da praça Iracema de Brincar, que passou a contar com parquinho e outras atividades de entretenimento para os “baixinhos”.

O momento mais esperado da festa, no entanto, foi a chegada do Papai Noel, com direito ao coral da CDL e neve em pleno Nordeste.

Segundo o secretário adjunto do Turismo de Fortaleza (Setfor), Erick Vasconcelos, as ações fazem parte do plano de requalificação da Praia de Iracema.

(Foto: Divulgação)

Ceará ganha prêmio de destaque nacional do turismo na categoria Governo

Marcelo Álvaro, futuro ministro da área, e Arialdo Pinho.

A primeira edição do Prêmio Nacional do Turismo, criado pelo Ministério do Turismo, reconheceu e premiou 12 iniciativas, cases de sucesso e profissionais que inovaram ou trabalharam de forma proativa para o desenvolvimento do turismo no País. O evento, que reuniu importantes líderes do setor, aconteceu nessa quarta-feira, na Fundação Cidades da Artes, na capital fluminense, e teve como anfitriões o atual ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, e o seu sucessor, Marcelo Álvaro Antonio

Nessa lista, está o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, que ganhou na Categoria “Governo”. As informações são do site Panrotas.

O prêmio foi dividido em duas etapas. Na primeira, foram premiadas as melhores iniciativas, de um total de 241 inscritas, em sete categorias, são elas: monitoramento e avaliação do turismo, qualificação e formalização no turismo, valorização do patrimônio pelo turismo, turismo de base local e produção associada ao turismo; turismo social, inovação tecnológica no turismo e marketing e apoio à comercialização do turismo. Em seguida, foi a vez de reconhecer as personalidades que trabalharam em prol do setor, divididas nas seguintes categorias: Academia, Governo, Iniciativa Privada, Organizações Não Governamentais e Imprensa/Mídias Sociais.

Veja a lista completa dos premiados

Monitoramento e Avaliação do Turismo
Programa de Otimização de Performance (Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador)

Qualificação e Formalização no Turismo
Projeto Verena (Senac-RN)

Valorização do Patrimônio pelo Turismo
2ª etapa do Museu Cais do Sertão (Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer de Pernambuco)

Turismo de Base Local e Produção Associada ao Turismo
Vivejar (SP)

Turismo Social
Acessibilidade como fator de inclusão social do Turismo (Terra dos Sonhos Empreendimentos Turísticos)

Inovação Tecnológica no Turismo
Voucher Digital de Barreirinhas (Prefeitura de Barreirinhas/Sebrae-MA)

Marketing e Apoio à Comercialização do Turismo:
Plano de Desenvolvimento de Passageiros Riogaleão (Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro).

Destaque no Turismo – Academia
Selma Batista, professora no Curso de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas

Destaque no Turismo – Iniciativa Privada
Rogério Siqueira, diretor-presidente do Beto Carrero – o maior parque temático da América Latina

Destaque no Turismo – ONG´s
Thaise Guzzati, assessora técnica da Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia

Destaque no Turismo – Governo
Arialdo Pinho, secretário de Turismo do Ceará

Destaque no Turismo – Imprensa/Mídias Sociais
A youtuber Daniella Noce

(Foto – Divulgação)

Deputado mineiro será o novo ministro do Turismo. Cearense que comanda Abih prestigia ato

260 2

Manuel Cardoso, ao lado de Bolsonaro e do futuro ministro do Turismo, Marcelo Álvaro.

O deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) será o novo ministro do Turismo. O anúncio
foi feito nesta tarde pelo gabinete de transição, em entrevista coletiva em Brasília. Este foi o terceiro ministro anunciado pelo governo de transição nesta quarta-feira (28). Os outros nomes foram Gustavo Canuto para o Desenvolvimento Regional e deputado Osmar Terra (MDB) para a pasta da Cidadania.

Marcelo Álvaro Antônio é empresário, natural de Belo Horizonte e está em seu primeiro mandato
como deputado. Antes de se filiar ao PSL, partido de Bolsonaro, era filiado ao PRP.

Antônio é o 19º ministro anunciado do próximo governo. Quando em campanha, Bolsonaro
falou que sua configuração da Esplanada dos Ministérios teria 15 pastas.

A expectativa, de acordo com a equipe de transição, é que todos os titulares restantes sejam
anunciados até o final do mês, na sexta-feira (30).

DETALHE – O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares,esteve no ato. Foi um dos poucos a cumprimentar o novo ministro. Cardoso espera que ele invista firme na promoção do País. Comemora o fato de a pasta não ter sido extinta como se previa anteriormente pela equipe de transição.

(Foto – Divulgação)

Turismo: o “hub” dos voos comprados a peso de ouro

2072 6

Com o título “Turismo: o “hub” dos voos comprados a preço de ouro”, eis artigo de Allan Aguiar, ex-secretário do Turismo do Ceará. Confira:

Um novo escândalo capaz de rivalizar com o Aquário sem peixe, o CFO sem atletas, o terminal de passageiro do porto do mucuripe sem navios e o aeroporto de Aracati sem aviões foi inaugurado pelo Governo do Estado. Um novo super mamute, este para Camilo chamar de seu, em face de não ser herança do governo passado, foi incorporado ao acervo de absurdos do Estado com o milionário pagamento de R$ 12,8 Milhões efetivado pelos pobres cearenses ao grupo aéreo europeu Air France/KLM, em code share com a brasileira GOL.

Qualquer padeiro do século passado faria a seguinte conta superficial: 12,8 Milhões/ 6 meses de operação x 5 voos semanais x Nº de assentos/aeronave (275). Resultado: R$ 107.000,00/voo ou R$ 390,00 por assento com ou sem passageiros. Dado que a taxa de ocupação das aeronaves gravita em torno dos 80% (220 assentos vendidos) isso significa R$ 486,00 para cada felizardo a bordo. Contudo, no mínimo 40% desses agraciados e subsidiados são a elite Nordestina a caminho de Paris e Amsterdã para gastar seus Euros por lá. Ou seja, pasmem, R$ 107.000,00/88 = R$ 1.215,90 por brasileiro a bordo, tudo pago pelo contribuinte do Ceará. Apenas do Ceará, não obstante ser enorme o número de Nordestinos de outros Estados que usam essas rotas. Talvez seja o maior programa de transferência de renda e benefícios dos muito pobres para os muito ricos que o Governo do Ceará já realizou. Agora entrem no Site da Air France e vejam qual o preço médio de um bilhete no trecho Fortaleza-Paris-Fortaleza e adicione os R$ 1.215,90 pagos pelo contribuinte cearense e tirem suas próprias conclusões.

Esse tapa na cara dos sertanejos sem água está disciplinado na Lei Estadual 16.580/18 que dispõe sobre a concessão de subvenções econômicas para empresas aéreas que implantem voos a partir de 1 de janeiro de 2018. Lembram da licitação dirigida para as Hilux do Ronda do Quarteirão? Pois é, essa é uma espécie de Lei irmã dela, só que para pagar pelos voos mencionados.

Enquanto isso, em Lisboa, a TAP Air Portugal, que voa há 18 anos para o Ceará com voos diários e sem nunca ter recebido um centavo dos esquálidos cofres públicos cearenses, atônita, não esconde seu desapontamento com as regras da chamada Lei da Infâmia Aérea do Ceará. Pelos mesmos critérios, caberia a TAP Air Portugal a bolada de quase R$ 700 Milhões pelos 18 anos de serviços prestados ao Ceará mesmo operando e desbravando um Aeroporto sem o carimbo político de HUB Aéreo criado pelo Governo do Estado. Some-se também a TACV – Cabo Verde Airlines, a CONDOR Airlines, etc. etc…

Não é simplesmente pagando milhões as aéreas que se viabiliza fluxos turísticos internacionais e qualificados na cadeia produtiva do setor. A agenda é muito mais ampla e complexa no sentido de atrelar a promoção com a comercialização e a garantia do break even da aeronave. Esse modelo primata e caríssimo do “toma lá, dá cá” teu voo, raramente prospera. Mas isso é assunto para outro artigo.

O que temos agora é apenas mais um elefante-branco incorporado ao grande zoológico turístico/econômico do 4º Estado mais pobre da Federação. Lamentável!

*Allan Aguiar

Ex-secretário do Turismo do Ceará.

Presidente da Abih nacional receberá o Troféu Habib Ary, a mais alta comenda da rede hoteleira cearense

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, o cearense Manuel Cardoso Linhares, vai receber, às 19 horas do próximo dia 14, durante solenidade no Hotel Praia Centro, o Troféu Habib Ary. Trata-se da mais alta comenda do ramo hoteleiro do Estado.

O evento, sob coordenação de Eliseu Barros, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará (ABIH-CE), contará com a presença de convidados e autoridades. O evento também marcará a tradicional festa de fim de ano da entidade.

(Foto – Paulo MOska)

Experimento Intercâmbio Cultural abre segunda filial em Fortaleza

Janaína Ximenes e Wellington Oliveira, sócios-proprietários do grupo.

No mês em que comemora 54 anos de existência no Brasil e seis anos de operação em Fortaleza, a Experimento Intercâmbio Cultural decide abrir sua segunda unidade em solo cearense. Em 2012, a empresa que tem sua matriz nos EUA, se lançou ao mercado de Fortaleza com o desafio de criar bases em território local. Na época, a Experimento possuía 32 lojas espalhadas pelo País e detinha cerca de 20% do mercado nacional de intercâmbios.

Na nova filial, o comando fica por conta do sócio-proprietário e precursor da Experimento no Ceará, Wellington Oliveira, e a sócia que se incorpora ao projeto, Janaina Ximenes. “Apostamos nossas fichas na Experimento ainda em 2012, por acreditar solidez da marca e no profissionalismo que eles mantém há décadas. Há pouco mais de um ano também abrimos uma frente na cidade de Natal. Abrir a segunda unidade em Fortaleza era uma questão de tempo e oportunidade”, comenta Wellington.

“Nesta segunda loja decidimos levar nossos serviços para dentro do Shopping Iguatemi. Tivemos o cuidado de posicionar a unidade no corredor estratégico de serviços, aonde estão a sede da Polícia Federal, que retira passaportes e empresas parceiras de experiência em emissão de brasileiros ao exterior, como a Forvistos. Temos certeza que o Iguatemi trará bons ventos ao novo investimento”, assegura Janaina Ximenes.

Missão

A Experimento Intercâmbio Cultural trabalha, primordialmente, com cursos de idiomas em países estrangeiros, High School, programas de férias para adolescentes e universitários, formação profissional e Au Pair, que destina mulheres jovens com pretensão de estudo e trabalho legal nos EUA.

A Experimento conquistou por cinco vezes consecutivas, o prêmio Star Agency Latin America, promovido anualmente em Londres pela Study Travel Magazine. O juri é composto pelas instituições de ensino no exterior e empresas internacionais de intercâmbio, o que faz desta eleição um enorme reconhecimento ao profissionalismo e seriedade da empresa. Com a 5ª premiação, a Experimento se torna membro do seleto grupo STM Super Star Hall of Fame, honrada com o título perpetuamente.

(Foto – Divulgação)

Atletas de 21 países disputam o Ironman Fortaleza neste domingo

Cerca de mil atletas de 21 países disputam neste domingo (25), com largada na Praia de Iracema, o Ironman Fortaleza, que contará com 1.9 quilômetro de natação, 91 quilômetros de ciclismo e 21 quilômetros de corrida.

Neste sábado (24), crianças disputam o Ironkids, com distâncias de 200 metros a 600 metros.

“O Ironman Fortaleza já é o maior evento turístico/esportivo regular na nossa cidade. Na sua quinta edição, o evento se consolida na cidade com a mudança para o aterro da Praia de Iracama, palco dos grande eventos de Fortaleza”, comentou Erick Vasconcelos, secretário adjunto do Turismo de Fortaleza, que também disputará a competição.

(Foto: Divulgação)

Fortaleza está na rota dos cruzeiros

O MSC Poesia é um dos navios que agendaram passagem por Fortaleza.

A temporada 2018/2019 de cruzeiros no Brasil começou nesta segunda-feira (19). O primeiro navio atracou em Salvador (BA) de um tal de sete transatlânticos que vão oferecer, juntos, 500 mil leitos em 133 roteiros com 585 escalas pela costa brasileira ao longo de quatro meses, até 14 de abril do próximo ano. Fortaleza está nessa rota, segundo o presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLMA), Marcos Ferraz. Ele diz que o número de cruzeiros é 15% acima do período 2017/2018.

Nesta temporada, os navios MSC Seaview, MSC Poesia, MSC Fantasia e MSC Orchestra, Costa Favolosa, Costa Fascinosa e Pullman Sovereign oferecerão 133 roteiros diferentes. Com o ingresso de navios maiores, como o recém lançado ao mar Seaview, o aumento na oferta de leitos significa mais passageiros e, consequente, mais empregos. Para cada grupo de 15 cruzeiristas, é gerado um emprego. Para o período 2018/2019, devido ao aumento de 15% na oferta de leitos, a expectativa é gerar acima de 30 mil postos de trabalho.

Marco Ferraz diz que o aumento vai refletir em todos os indicadores: na temporada passada, foram criados 27 mil empregos, com impacto econômico estimado em R$ 1,8 bilhão. “Já a temporada atual poderá ter impacto superior a R$ 2 bilhões na economia brasileira, considerando o aumento no total de cruzeiristas embarcados”, avalia.

As escalas dos sete navios levarão turistas para conhecer, além de Fortaleza, alguns dos destinos mais desejados do Brasil. Entre eles, estão ainda Rio de Janeiro, Santos, Búzios, Salvador, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Balneário Camboriú, Portobelo, Cabo Frio, Recife, Angra dos Reis, Maceió e Ubatuba. Algumas dessas paradas coincidem com o Réveillon e o Carnaval de Salvador e do Rio de Janeiro.

(Foto – Divulgação)

Turismo: Um Velho Ceará em um Novo Brasil?

174 1

Com o título “Turismo: Um Velho Ceará em um Novo Brasil?”, eis artigo de Allan Aguiar, ex-secretário estadual do Turismo. Ele apoia o fim da pasta do Turismo e defende uma política de fato para o setor, que tenha uma gestão profissional para atropelar de vez as ações cosméticas, midiáticas, caras e ineficazes levadas a cabo por alguns Estados como o Ceará. Confira:

Uma nova agenda do Governo Central vem sendo delineada em um dos gabinetes do prédio da equipe de transição que poderá acarretar a definitiva transferência do protagonismo das ações de fomento às atividades econômicas de alguns Estados para o Governo Federal, rompendo a mesmice das ações de Governos Estaduais através de marcos legais e regulatórios associados a gestão profissional, atropelando de vez as ações cosméticas, midiáticas, caras e ineficazes levadas a cabo por alguns Estados. As declarações do Presidente eleito Jair Bolsonaro sobre os atalhos capazes de acelerar o setor vem pautando a equipe de transição na busca de conhecer as melhores políticas públicas e práticas de gestão para construir as soluções que possam sacudir setores vitais para o Nordeste do Brasil como Turismo, geração de energia, agronegócios e os Recursos Hídricos.

No caso do Turismo, a mais clara vocação econômica do Nordeste, o exemplo (ou o mau exemplo) do Ceará vem sendo debatido como a pior relação investimento x retorno em face dos gigantescos números “investidos” em infraestruturas correlatas e que não conseguiram incrementar o setor nem gerar os benefícios sociais. Sem “A AGENDA”, representada por políticas públicas integradas e voltadas ao desenvolvimento econômico, o Ceará nesse década e meia ficou longe da altura mínima para o sarrafo marcador do “Salto” econômico capaz de decolar os indicadores sociais. Outros Estados da Região também amargaram pífios resultados nesse período.

Assim, o Governo Federal almeja assumir o protagonismo do setor e colocar nos trilhos esse trem desgovernado que teve um Ministério Inteiro (Mtur) para tratar do tema, mas acabou se transformando em núcleo de escândalos de corrupção e de acomodações políticas de aliados. Quer mostrar que não é status de Ministério que revela prioridade do setor, mas sim uma agenda moderna e uma gestão séria e profissional.

É certo que o Ceará é o minúsculo 2% do Brasil, sendo uma região que ainda não deu certo para seus cidadãos, e que ações do Governo Federal, firmes, focadas e certeiras podem representar uma contribuição determinante para resgatar o Turismo da completa estagnação em que se encontra. É nisso que temos que nos agarrar, acreditar e oferecer o apoio necessário para que as coisas efetivamente aconteçam. Assim, vamos crer que a luz no fim do túnel foi ligada e que não é um trem vindo de lá para cá.

Vigilantes, positivos e operantes, oremos e trabalhemos!

*Allan Aguiar

Ex-Secretário do Turismo do Ceará.

Rede hoteleira cearense em alta neste feriadão

82%, pelo menos, é a taxa de ocupação da rede hoteleira de Fortaleza por conta deste feriadão. É o que informa o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), no Ceará, Eliseu Barros.

Ele acrescenta que esse mesmo índice se registra em outros estabelecimentos do ramo fora da Capital cearense como em Jericoacoara, com bom número de turistas que pagaram pacotes de fim de semana.

(Foto – Divulgação)