Blog do Eliomar

Categorias para Turismo

SPU dá prazo de 30 dias para retirada de barracas e pousadas irregulares do litoral de Trairi

A Superintendência do Patrimônio da União (SPU) está mesmo autuando donos de barracas e pousadas que estejam ocupando ou comercializando em trecho de marinha em Trairi (Litoral Oeste).

Há pousadas que já receberam multa de R$ 11.500, 00 e que recorreram administrativamente, mas a SPU deu prazo de 30 dias para que todas as barracas e pousadas irregulares sejam demolidas.

Empresários e donos de barracas querem conversar com a SPU e cobram a participação do Ministério Público Federal, pois a grande maioria diz operar em praias como Flecheiras, por exemplo, há mais de 30 anos.

(Foto – Arquivo)

Projeto Pôr do Sol Fortaleza terá samba e violino no domingo

O projeto Pôr do Sol Fortaleza, da Secretaria Municipal do Turismo, vai contar com cortejo, samba e violino no próximo domingo, a partir das 17 horas, na Praia de Iracema (Avenida Beira Mar, 1680, em frente ao Boteco Praia)..

Tendo sempre na abertura o pianista Felipe Adjafre, receberá dessa vez o Rei Momo Gil Barata e o Rei Mominho Moisés Rodrigues, acompanhados em cortejo pelo Bloco Sambamor, com vocal de Japão do Cavaco. Na sequência, será a vez do violinista Daniel Barros mostrar seu talento.

DETALHE – O Pôr do Sol Fortaleza, gratuito e aberto ao público, é realizado desde junho de 2017.

Ministério do Turismo reabre inscrições para curso gratuito de atendimento ao turista

O Ministério do Turismo reabriu, nesta terça-feira (16), as inscrições para o curso de atendimento a visitantes oferecido pelo Canal Brasil Braços Abertos (BBA), plataforma online totalmente gratuita. A informação é da assessoria de comunicação da pasta, adiantando que a capacitação, aberta a qualquer pessoa com mais de 15 anos, pode ser feita a partir de equipamentos conectados à internet, como computadores, tablets e smartphones.

O prazo de cadastro termina em 31 de dezembro e o aluno deve concluir o curso até 30 de março de 2020. Já o curso, com um total de 80 horas-aula, se divide em quatro módulos: Introdução, Atendimento, Comunicação e Temas Transversais. A capacitação usa linguagem simples e engloba conteúdos como noções de inglês, ética e marketing, transmitidos por meio de jogos e vídeos.

A conclusão do curso exige que o inscrito some um total de 696 pontos no sistema. Ao final da capacitação, o próprio aluno pode emitir um certificado, chancelado pelo MTur e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), que é válido como curso de extensão.

SERVIÇO

*Inscrições é só clicar aqui.

*A plataforma do BBA também oferece atendimento direto aos alunos, pelo email pea@turismo.gov.br ou pelo telefone gratuito 0800 200 8484.

Embratur ganha nova marca no Exterior

70 1

Gilson Machado Neto, presidente da Embratur, e Osvaldo Melo Júnior, diretor de Marketing.

A Embratur desenvolveu uma nova marca para promover o turismo do Brasil no exterior. Ela virá acompanhada do slogan Visit and love us (Visite e encante-se), ou seja, um convite aos visitantes se encantarem com o Brasil, conhecendo apreciando tudo de melhor que o país pode oferecer.

De acordo com a Embratur, a nova marca é inspirada na Bandeira Nacional, símbolo do país reconhecido em todo o mundo. “É o maior símbolo nacional. Nossa natureza, nossos esportistas, a música, a comida, todos estes pontos da cultura nacional levaram nossa bandeira lá fora, com muita maestria, e nós, como governo, devemos fazer jus a esse país tão rico”, disse o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.

“Nos inspiramos também na rosa dos ventos, em um Brasil que em todas suas direções é lindo e cheio de vida, natureza, cultura e encantamento”, acrescentou. “Esta nova marca chancela isto e a importância do governo federal dá ao setor do turismo, fortalecendo a imagem do Brasil e sua bandeira em todo o mundo”, frisa o presidente Embratur.

Outra mudança na marca é uso da letra “z”, na grafia do nome do país em inglês, no lugar do “s” na grafia em português. Segundo a Embratur, a troca de letra objetiva fortalecer o marketing digital da marca “Brazil”, facilitando as buscas na internet realizadas pelos estrangeiros.

A nova marca foi desenvolvida pelos próprios servidores da Embratur, trazendo economia e agilidade no desenvolvimento do projeto. O Instituto pretende ainda fazer um lançamento oficial, com a participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

(Agência Brasil/Foto – Embratur)

Arialdo Pinho – “Ceará: um destino forte”

108 1

Com o título “Ceará: um destino forte”, eis artigo do secretário estadual do Turismo, Arialdo Pinho. Ele comemora os primeiros resultados do Hub aéreo. Confira:

Costumo dizer que, sem muitos voos, um destino não consegue ser um mercado forte no mundo do turismo. Para que o Ceará fosse notado precisava ter facilidade no acesso. O primeiro passo nessa caminhada foi garantir a concessão do Aeroporto de Fortaleza. Com a Fraport assumindo, garantimos investimentos e ampliação do terminal. Partimos então em busca de companhias globais.

Já contávamos com os voos diários da TAP que fizeram Portugal um mercado forte e que se consolida cada vez mais ao longo dos anos. Mas após um trabalho minucioso, conseguimos triplicar o número de voos internacionais. Garantimos o hub da Air France/KLM e GOL, novos voos da Latam e agora Air Europa, transformando o Ceará em uma das principais portas de entrada de turistas do Brasil. Agora, com apenas um pouso, conseguimos chegar a praticamente qualquer lugar do mundo. E também, com somente uma conexão, uma pessoa de praticamente qualquer lugar do mundo consegue chegar ao Ceará.

E já estamos começando a colher os frutos dessa conquista. Conforme o IBGE, o Ceará registrou em 2018 o maior crescimento no setor de turismo no Brasil: 6,6%. Na comparação de abril de 2019 com abril de 2018, o volume de atividades turísticas no País ficou em zero, enquanto no Ceará houve crescimento de 5,3%. Foi o melhor desempenho entre os estados avaliados. Outro dado importante é que no primeiro ano de operação do hub Air France/KLM e GOL, a quantidade de passageiros estrangeiros subiu 102%.

Tudo isso é reflexo do nosso trabalho na área do Turismo. Esse aumento no número de voos impacta diretamente o setor e a economia do Estado, trazendo mais renda para o cearense. É impacto na rede hoteleira, no setor de transporte, restaurantes, comércio. Todo mundo sente.

Mas não basta apenas trazer mais gente. É preciso também focar no destino. Por isso, buscamos atrair grandes investidores para deixar o Ceará ainda mais competitivo. Promovemos o Estado nos principais eventos do setor no Brasil e no mundo. E investimos também em obras de melhorias de infraestrutura turística e de capacitação da mão de obra em todo o litoral, nas serras e no Cariri. Mais de 3 mil pessoas já foram capacitadas e ainda vamos abrir mais turmas. Tudo isso para melhorar nosso Estado e tornar a estadia do turista no Ceará a melhor possível.

*Arialdo Pinho,

Secretário do Turismo do Ceará.

(Foto – Divulgação)

Hotéis de luxo da Região Metropolitana de Fortaleza atingem 100% de taxa de ocupação

A Secretaria do Turismo do Ceará previa uma ocupação média de 81% nos hotéis da Prainha e no Porto das Dunas nestas férias.

Em alguns lugares, essa expectativa já foi superada: o Manhattan Beach Riviera, em Aquiraz, e o Beverly Hills, no Porto das Dunas, estão com 100% de ocupação.

(Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira)

(Foto – Divulgação)

Secretário do Turismo em clima de prospecção de negócios em Londres

O secretário do  Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, encontra-se em Londres (Inglaterra).

Ali, ele faz contato com operadores e entidades do ramo turístico em busca novos projetos para a criação de atrações turísticas no Ceará.

Esse certamente é um dos caminhos para tentar movimentar a economia do Ceará. Vale salientar que, pelo que se fala no mercado, o orçamento da Setur atualmente supera o da Embratur.

(Com a coluna da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta segunda-feira)

(Foto – O POVO)

Abih nacional lança manifesto em defesa do turismo rodoviário

O presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Manoel Cardoso Linhares, acaba de lançar manifesto em defesa do turismo rodoviário. O objetivo é aquecer um mercado que sempre contribuiu para gerar emprego e renda, sem falar nos custos bem menores, se comparado ao setor aéreo

“O transporte rodoviário de passageiros, seja intermunicipal, interestadual ou internacional, emprega quase 200 mil trabalhadores em cerca de 8 mil empresas no país atualmente”, ressalta.

Com os problemas da malha aérea nacional – Avianca fora de operações, por exemplo, os pacotes turísticos realizados através de ônibus devem ganhar um reforço. É essa a expectativa.

(Foto – Paulo MOska)

Viçosa do Ceará – Tudo pronto para o Festival Mel, Chorinho e Cachaça

Viçosa do Ceará, a cerca de 350 km de Fortaleza, será sede de mais uma edição do Festival Mel, Chorinho e Cachaça. O evento, que atrai para Serra da Ibiapaba diversos turistas e visitantes, começa nesta quinta-feira e vai se estender até o próximo sábado.

A programação é gratuita e percorre alguns espaços da cidade, entre eles o Polo Cultural da Igreja do Céu.

Com a proposta de integrar o turismo, a cultura e o agronegócio da região, o evento também aproxima a música, a gastronomia local e os produtores de mel e cachaça da Ibiapaba. Nesta edição, o festival apresenta o tema “Noites boêmias” e realiza uma série de homenagens a personagens históricos de Viçosa do Ceará. O festival acontece desde 2007.

(Foto – Divulgação)

Agência de viagens já prepara seu São João Solidário

Iprede será um dos beneficiados com o São João da Casablanca.

A Casablanca Turismo vai promover, no próximo dia 29, no Pirata Bar, o seu 19º São João Solidário. O objetivo é arrecadar leite em pó integral e produtos de higiene para instituições de caridade, além de bolsas de sangue para o Hemoce.

De acordo com a diretoria dessa agência de vaigem, serão contemplados neste ano a ONG Banho Digno e o Iprede.

Haverá ainda uma rifa, que oferece duas passagens nacionais. Os locais de doação: Megastore e unidades do Iguatemi e Aeroporto.

Nova Beira Mar deve ser concluída até agosto de 2020, diz secretária

404 1

O Projeto.

A Nova Beira Mar só vai ficar pronta até agosto de 2020.

A informação é da secretária de Infraestrutura de Fortaleza, Manuela Nogueira, adiantando que, até lá, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) deverá entregar trechos que forem concluídos.

Manuela, que deu entrevista ao jornalista Luiz Viana, na Rádio O POVO/CBN, não deu maiores detalhes sobre o ritmo dos trabalhos, mas ficou uma certeza para o setor turístico: o cenário, num dos principais cartões postais da cidade, estará péssimo.

Inclusive, com repercussões negativas para quem vive do setor, já que essas mesmas obras engolirão três temporadas das férias: julho e dezembro agora e julho do ano que vem.

A torcida é para que tudo acabe mesmo no prazo estipulado, afinal, seria um importante tento para o prefeito que, na época, já estará desfilando como seu provável candidato ao Paço.

(Foto – Divulgação)

Ceará pode ganhar operações de mais quatro empresas aéreas

O problema da malha aérea nacional pode ser resolvido ainda este ano com a entrada de novas empresas. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Manoel Cardoso Linhares, em entrevista à coluna de Neila Fontenele, informou que quatro companhias estrangeiras podem iniciar operações no Brasil ainda este ano, das quais duas com ligações com o Ceará.

A situação de voos no País, segundo Linhares, é semelhante a década de 1970, quando existiam em operação apenas três companhias, o que é péssimo para o turismo interno. Com a abertura para o capital estrangeiro a esperança é que o problema seja resolvido.

No caso do Ceará, existe previsão de chegada de novos investimentos e da criação da Zona de Interesse Turístico, o que facilitaria a liberação de licenciamentos.

(Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta segunda-feira/Foto – Paulo MOska)

9 países – Ironman Fortaleza tem largada neste domingo para 750 atletas

Fortaleza amanhece em ritmo de Ironman, neste domingo (9), a partir das 6 horas, no Aterro da Praia de Iracema. Em sua sexta edição consecutiva, mas este ano com nova data de realização, o Ironman Fortaleza reúne 750 atletas de nove países, com representantes de todo o país, diante de 135 municípios. A prova será disputada em 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida. A premiação está prevista para as 18h30min.

O secretário executivo do Turismo de Fortaleza (Setfor) e também competidor da prova, Erick Vasconcelos, destacou que o Ironman Fortaleza gera um impacto de R$ 9 milhões na economia da cidade, além de atrair cerca de quatro mil turistas no período, entre competidores e acompanhantes.

Na manhã deste sábado (8) ocorre o IronKids, que reúne crianças de 2 a 12 anos e que tem como foco estimular a prática esportiva a partir da infância.

(Foto: Divulgação)

Ministro do Turismo vem liberar recursos no Ceará

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, é aguardado, nesta noite de quinta-feira, em Fortaleza.

Ele chegará de Brasília, acompanhado do presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares, para cumprir agenda, nesta sexta-feira, na Capital cearense, com o governador Camilo Santana (PT).

Marcelo Álvaro vai assinar, às 10 horas, no Centro de Eventos, a liberação de R$ 200 milhões para ações de capacitação e divulgação do turismo local.

Os recursos fazem parte do programa Investe Turismo, parceria da pasta com o Sebrae.

(Foto – Agência Brasil)

Centro de Eventos com taxas bem salgadas

O Centro de Eventos do Ceará é público, mas opera feito empresa privada. As taxas assustam.

Na última semana, um congresso ocupou o Pavilhão B e, para ter 2 horas a mais de ar-condicionado, a organização pagou R$ 1.900.

Como se não bastasse, ainda há aquele precinho de R$ 15,00 do estacionamento.

Tanto aumento assim deve ser por conta do equipamento, de primeiro mundo.

Não é mesmo, Setur?

(Foto – Fábio Lima)

Deputado quer isentar turismo religioso de sete impostos

O deputado federal Pedro Bezerra (PTB) apresentou à Câmara dos Deputados um projeto de lei que permite incentivos tributários para o turismo religioso de qualquer credo, além de proibir a discriminação contra as religiões na isenção de sete impostos (PL 2870/19).

“O objetivo é contribuir para a conservação dos destinos do turismo religioso e para melhorar as condições de infraestrutura oferecida ao turista religioso. Como consequência, haverá aumento do interesse por essa modalidade turística, com vários efeitos econômicos e sociais benéficos”, prevê o parlamentar.

A proposta permite que os prestadores de serviços de turismo religioso e as entidades que mantêm ou administram igrejas, santuários, monumentos e museus de relevância para o turismo religioso importem produtos ou comprem no mercado interno sem ter que arcar com Imposto de Importação, IPI, Cofins, Cofins-Importação, PIS/Pasep, PIS/Pasep-Importação e AFRMM.

O projeto também classifica o turismo religioso como o conjunto das atividades turísticas que têm como objetivo principal a celebração religiosa, em todas as suas formas, e o conhecimento do patrimônio histórico, cultural ou patrimonial associado a religiões.

O deputado ainda pontua que o próprio turismo tem crescido bastante em todo o mundo, com a possibilidade de cada vez mais pessoas poderem viajar. De acordo com a Organização Mundial do Turismo, em 2018, registrou-se 1,4 bilhão de chegadas internacionais.

O volume de recursos movimentados pelo setor é tão significativo que recebeu o termo de “indústria turística”, com faturamento superior ao de indústrias como a automotiva ou a eletroeletrônica.

(Agência PTB e Assessoria do Parlamentar)

Editorial do O POVO – “Monsenhor Tabosa: o desafio de voltar à tona”

Com o título “Monsenhor Tabosa: o desafio de voltar à tona”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Hora de fortalecer um dos principais corredores turísticos da cidade. Confira:

A adequação da avenida Monsenhor Tabosa às novas demandas econômicas e culturais de Fortaleza é uma das boas novidades que circularam estes dias para quem tem guardadas na memória as lembranças de um dos polos comerciais de confecções e produtos de couro e artesanatos dos mais conhecidos, além fronteira do Estado. Vir à capital cearense sem incluir uma passagem pelas lojas daquele corredor da moda tornava incompleto o tour dos visitantes.

Uma fama que começou nos anos de 1970, acompanhando os altos e baixos da economia brasileira, até receber uma rasteira na crise iniciada em 2014, com os equívocos econômicos do governo de então e seu agravamento por um Congresso Nacional irresponsável, empenhado em paralisar a administração federal com pautas bombas transformadas em petardos para paralisá-lo e servirem de pretexto para um impeachment de consistência jurídica duvidosa que, desde então, cindiu o País.

Claro, não foi só a avenida Monsenhor Tabosa a sofrer os reflexos da crise, mas a economia brasileira…

*Confira a íntegra do Editorial do POVO aqui.

Assembleia Legislativa debate crescimento do turismo de eventos em Fortaleza

A Assembleia Legislativa realizou, nesta tarde de segunda-feira, uma audiência pública que tratou sobre o crescimento do turismo de eventos em Fortaleza. O encontro ocorreu no Complexo das Comissões Técnicas por iniciativa do deputado Sérgio Aguiar (PDT). A audiência pública discutiu principalmente a “Pesquisa do Impacto do Turismo de Eventos na Economia do Ceará”.

O Ceará é um referencial com praias paradisíacas de águas cristalinas, comidas típicas e uma divertida vida noturna. Tudo chama a atenção do mundo. Há cinco anos o setor de turismo cearense era responsável por 5% de toda a riqueza produzida no Estado. Segundo o Ipece, daqui a 15 anos serão 25%.

Pesquisas

Em 2002, só em Fortaleza, foram realizados 102 eventos de turismo. Segundo a Secretaria Estadual do Turismo foram deixados R$ 49 milhões. Em 2015 foram realizados 560 eventos e os participantes deixaram R$ 368 milhões somente no turismo de eventos. Segundo Sérgio Aguiar, esses dados são “prova de que Fortaleza cresceu no setor de eventos turísticos”. Ele diz que este crescimento não foi por acaso e lembra que em 2012 o Governo do Estado do Ceará inaugurou o Centro de Eventos do Ceará.

As atividades turísticas no Ceará registraram de 2006 a 2017 um aumento de mais de 60% de demanda turística, segundo a Setur-Ceará. Sérgio Aguiar, que é vice-presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Turismo e Serviço, disse que “o turismo se firma como um setor de crescente importância na economia estadual, contribuindo diretamente para a geração de emprego, renda”.

Na mais recente pesquisa, sob a responsabilidade, principalmente, Fecomércio, Unifor e Visite Ceará (Fortaleza Convention & Visitors Bureau), houve a constatação de que 94% dos turistas de eventos são brasileiros, enquanto 6% vêm de outros países. A pesquisa ainda descobriu que 60% dos turistas que visitam Fortaleza têm nível superior. E destes 18% têm especialização, 7% têm mestrado e 5% doutorado. Já 35% dos brasileiros que por aqui circulam vêm do Sudeste, com destaque para São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Outros 27 por cento vêm do Nordeste, principalmente da Bahia e de Pernambuco.

(Foto – Divulgação)

Novo presidente da Embratur quer trazer parques da Disney para o Brasil

271 1

Já pensou curtir parques tipo o da Disney sem precisar ir a Orlando (EUA)?

Pois o novo presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, informa que quer trazer para o Brasil alguns dos principais parques do mundo. A informação é do O Globo desta quinta-feira.

Gilson inclui nessa meta parques da Disney e Universal, numa engenharia financeira que incluiria a diminuição da taxa de importação de equipamentos necessários para a construção de parques.

– Vamos manter contato para firmar parcerias com a iniciativa privada e trazer para o Brasil alguns dos principais parques que estão espalhados pelo mundo, como, por exemplo, Disney e Universal, dos Estados Unidos”, diz ele. Inclui ainda outros que fazem sucesso no Japão, na Inglaterra, na Costa Rica e em Dubai.

(Foto – Agência Brasil)

Ministério do Turismo e Sebrae lançam programa com R$ 200 milhões para impulsionar turismo no País

Com investimento inicial previsto de R$ 200 milhões e a meta de impulsionar o turismo e gerar empregos em rotas estratégicas, o Ministério do Turismo lança hoje (28) o programa Investe Turismo. As ações chegam primeiro a 158 municípios das cinco regiões do país. A ideia é trazer competitividade a 30 rotas turísticas estratégicas.

O programa vai buscar parceria entre as iniciativas pública e privada para ampliar a qualidade e competitividade do setor de turismo. A iniciativa é uma parceria entre ministério, Sebrae e Embratur.

Os 158 municípios que integram o primeiro grupo do programa serão alvo de um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing e qualificação voltados para o setor de turismo.

As ações nas rotas selecionadas devem ser organizadas em quatro linhas, que são o fortalecimento da governança, por meio de agenda estratégica entre o setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização; e a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

O Investe Turismo quer levar os gestores públicos a dialogarem com lideranças empresariais para construir uma agenda integrada. Entre as medidas práticas propostas estão parcerias para melhorar e ampliar a cobertura de internet em destinos estratégicos, a elaboração de cartilha para investidores com o passo a passo para implantar empreendimentos turísticos, além de seminários em cada uma das rotas turísticas estratégicas.

A cerimônia de lançamento do programa está marcada para as 15 horas de hoje, em Brasília.

Rotas estratégicas

Na região Norte, vão participar do programa 18 municípios com sete rotas estratégicas, entre elas Manaus e Polo Amazônico (AM), Belém, Ilha do Marajó, Santarém e Alter do Chão (PA), Palmas e Jalapão (TO), Boa Vista e Monte Roraima (RR) e Macapá (AP).

No Nordeste, serão 56 municípios e 10 rotas, incluindo Maceió e Costa dos Corais (AL), Aracaju e Cânions do São Francisco (SE), Teresina e Serra da Capivara (PI) e Fernando de Noronha (PE).

No Sul, 35 municípios terão quatro rotas que são Porto Alegre e Serra Gaúcha (RS), Porto Alegre e Missões (RS), Corredor do Iguaçu (PR), e Serra-Mar Catarinense (SC).

No Sudeste, são mais de 30 municípios com cinco rotas: Vitória e Montanhas Capixabas (ES), Belo Horizonte e Cidades Históricas de Minas (MG), Rio de Janeiro Imperial (RJ), Costa do Sol – Região dos Lagos (RJ), São Paulo e Litoral Norte (SP).

No Centro-Oeste, 18 municípios e quatro rotas turísticas: Brasília e Chapada dos Veadeiros (DF e GO), Goiânia, Pirenópolis e Goiás (GO), Pantanal Norte e Chapada dos Guimarães (MT), Rota Pantanal Sul e Bonito (MS).

(Agência Brasil)