Blog do Eliomar

Categorias para Turismo

Fortaleza ganha mais um voo para a Europa

Fortaleza ganhará um novo voo para a Europa, até o fim de outubro. Por enquanto, a Secretaria do Turismo do Estado evita detalhes.

Falando nisso, estava ontem, em São Paulo, na Equipotel, a maior feira do ramo de equipamentos para o setor da hotelaria, o titular da Setur, Arialdo Pinho.

Ele não tem dúvidas de que esse e as outras frequências que estão vindo para a Capital cearense são resultado não só de incentivos fiscais, mas da chegada principalmente da alemã Fraport, gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Jeri terá toda a rede de energia reformada e ampliada

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta segunda-feira:

Com a chegada de muitos turistas, a paradisíaca Jericoacoara (Litoral Oeste) tem enfrentado, vez em quando, problemas em sua rede de energia elétrica. É a sobrecarga de um movimento turbinado por vários voos e pelos investimentos em expansão em antigos e novos empreendimentos na região.

Por conta disso, a Enel Distribuição Ceará obteve licença da Semace para tocar um megaprojeto de reforma de toda a rede elétrica. O investimento declarado é de R$ 33 milhões. As obras sob responsabilidade da empresa já começaram, informa o diretor institucional, José Nunes. Já trechos de domínio federal estão com solicitação de licença junto ao Ibama e aguardando a anuência do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

“Essa licença encontra-se no âmbito jurídico e bem encaminhada”, adianta Nunes. A ordem é aumentar a potência de uma rede que é subterrânea e, assim, diz ele, abrir condições de Jeri receber novas pousadas e outros equipamentos turísticos.

Fica a torcida, no entanto, para que o critério da sustentabilidade não seja esquecido.

(Foto – Arquivo)

Latam lança promoção para Fortaleza de voos nacionais e internacionais; confira preços

A companhia aérea Latam lançou promoção de voos nacionais e internacionais com origem em diversas capitais. Em Fortaleza, voos para Natal são vendidos a partir de R$ 99 o trecho com taxas inclusas. A informação é do site Mercado e Eventos.

Já da Capital para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, os preços ficam em R$ 1.534 e R$ 2.028. Neste caso, o valor corresponde a ida e a volta e as taxas estão inclusas.

Preços de outros voos com saída de Fortaleza podem ser consultados no site da Latam.

(O POVO Online)

Largada do Ironman Fortaleza passa a ser na Praia de Iracema

A quinta edição do Ironman Fortaleza , que será disputado no dia 25 de novembro, terá largada na Praia de Iracema. Com a alteração, todo o percurso da corrida passa a acontecer na Avenida Beira Mar. A natação, que anteriormente acontecia na praia do Marina Park Hotel, ficará entre os espigões da João Cordeiro e Rui Barbosa. O ciclismo não sofre alteração, com percurso seguindo até o município de São Gonçalo, na Região Metropolitana.

“A Praia de Iracema, que já é palco de grandes eventos como o Réveillon, São João e tantos outros, agora recebe o Ironman. Acredito que essa mudança fará com que a cidade viva mais e respire a competição. Serão quatro dias de evento, já que antes da prova acontecem o bike checking, a feira Expo e a pintura dos atletas. A prova ainda ficará em um local mais estratégico, tanto para quem quer acompanhar, quanto para os turistas, próxima a zona hoteleira.”, destacou o secretário executivo do Turismo (Setfor), Erick Vasconcelos.

A prova, que reúne cerca de mil competidores de vários países, tem como desafio 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida. O Ironman Fortaleza movimenta cerca de R$ 12 milhões na economia local e atrai mais de 10 mil turistas, entre competidores e acompanhantes.

No ano passado, o circuito trouxe como novidade a categoria revezamento, dividida por três atletas, além do Ironkids, uma competição que busca incentivar a prática de esportes para crianças.

Organizado pela Unlimited Sports, com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza (Setfor) e do Governo do Estado do Ceará, o Ironman é considerado o maior evento turístico regular da cidade.

A etapa em Fortaleza garante as 30 vagas para o Mundial Ironman 70.3 2019, programado para a cidade de Nice, na França.

(Foto: Divulgação)

Turismo: Aonde estão os gringos?

Com o título “Turismo: Aonde estão os gringos?”, eis artigo de Allan Aguiar, ex-secretário do Turismo do Ceará. “O fato é que, não obstante o enorme barulho político eleitoral, o HUB Internacional não vem alimentando a cadeia produtiva do Turismo”, questiona o articulista. Confira:

“Cadê os gringos?” A pergunta que vem inquietando o Trade turístico do Ceará é essa. Desde os taxistas, passando pelos guias turísticos, pelas feiras e centros de artesanatos, pelas barracas de praia, pelos bares e restaurante, pelos hotéis e outros meios de hospedagem e pela cada vez mais deserta Monsenhor Tabosa. Afinal, cadê os estrangeiros dos novos voos internacionais do HUB Aéreo das propagandas eleitorais?

Examinando os dados operacionais publicados pela Fraport em seu site, relativos ao período de janeiro a julho de 2018, observa-se um vigoroso crescimento na movimentação de passageiros no interior do Aeroporto Pinto Martins que saltou de 11.579 chegadas e 12.688 partidas em janeiro/18 para 20.066 e 22.257, respectivamente, em julho/18. Usando a métrica da movimentação total de passageiros internacionais (chegadas + partidas), chega-se a 182.001 passageiros no período avaliado contra 137.510 no mesmo período de 2017. Ou seja, um crescimento de 32% que, para alguns analistas, vem frustrando as expectativas de explosão do Turismo e negócios internacionais em terras de José de Alencar e Patativa do Assaré.

O fato é que, não obstante o enorme barulho político eleitoral, o HUB Internacional não vem alimentando a cadeia produtiva do Turismo por variadas razões que apontam para falta de promoção do Destino Ceará, ausência de Operadoras Internacionais comercializando pacotes turísticos, desgastes da imagem Brasil e Fortaleza em face da violência e que esses voos são muito mais outgoing que incoming. Ou seja, levam e traz mais brasileiros que traz e levam estrangeiros.

Sem turistas internacionais e seus euros e dólares o pessoal do Ceará vem tentando sobreviver apenas com fluxos de brasileiros que tradicionalmente sempre passeiam no Nordeste e daqueles que evitam o exterior em face do forte encarecimento motivado pela alta do Câmbio. Esse ciclo nada favorável é agravado pela quase que completa desistência de investidores em turismo e hotelaria que não querem arriscar, além do risco do negócio, mendigar licenças ambientais nos intransponíveis órgãos ambientais. Assim, o Ceará vai continuar fora dos radares até a máquina funcionar e o ambiente favorecer. Sem novos turistas, sem novos hotéis, sem novos investimentos, sem novos empregos, sem crescimento. É a estagnação perfeita.

*Allan Aguiar,

Ex-secretário do Turismo do Ceará.

Feriadão deve gerar renda superior a R$ 150 milhões no Ceará

O feriado do dia da Independência do Brasil, 7 setembro, deve gerar renda de R$ 150,1 milhões no estado do Ceará, número 15,8% maior do que o mesmo período de 2017. A receita turística gerada deve ser de R$ 85,8 milhões, com crescimento percentual idêntico ao da renda: 15,8% Os dados são de uma pesquisa realizada pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur).

Todos os dados dos agregados turísticos analisados pela campanha tiveram crescimento em comparação ao ano passado. Fortaleza deve receber 75.894 mil turistas, número 12,8% maior do que o mesmo feriado em 2017.

Sobre a hospedagem, a taxa de ocupação hoteleira chega a 86%, o que indica crescimento de 5,6%. O maior índice deverá ser dos Flats, que somam 91,7% de ocupação prevista para o feriadão. Hotéis chegam a 86,7%, seguidos por Pousadas, com 79,1% e Albergues, com 73,5%.

Os principais destinos procurados pelos turistas são, como de costume, no litoral. Em primeiro lugar, Jijoca de Jericoacoara, com 94,1%, seguido por Canoa Quebrada, com 93,4%, e Guaramiranga, com 91,8%. Trairi, Praia das Fontes/Morro Branco, Porto das Dunas/Prainha e Cumbuco também entram na lista dos principais destinos, com índices entre os 89,8% (Trairi) e 80,9% (Cumbuco). A média de procura é de 88,8%.

(O POVO – Repórter Izadora Paula)

Paracuru sofre abandono na área do turismo

A Associação Turística de Paracuru, por meio do seu presidente, Capitão Moreira, e vice-presidente, Ângela Tuzze, manda nota para o Blog onde apela às autoridades por apoio ao setor nesse município do Litoral Oeste. Confira:

Prezado jornalista Eliomar de Lima,

Como voz da Associação Turística de Paracuru, composta pela sociedade civil, hoteleiros e restaurantes, pedimos socorro e chamamos a atenção do Poder Público que não acata as reivindicações, muito menos investe nos equipamentos da área dispostos nestaa cidade.

A secretaria responsável faz pouco caso de sua responsabilidade em todos os âmbitos. Praias sem manutenções sanitárias e ruas sem sinalizações são só o início do descaso. Já é notório a perda de público refletindo nas ocupações da pousadas e mesas vazias. Em plena alta estação, não há tanta procura.

O comércio, por sua vez, se reinventa com promoções e ofertas, mas com uma cidade sem manutenções viárias e coletivas, Paracuru acaba descartadas como opção nos próximos feriadões.

*Presidente da Associação Turística
Capitão Moreira

*Vice presidente
Ângelo Tuzze

Dólar em alta aquece o turismo doméstico, diz presidente da Abih nacional

O setor hoteleiro está otimista com a chegada do B-R-O-BRO, segundo o presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih) nacional, Manuel Cardoso Linhares.

Principalmente, diz ele, por conta do dólar em alta que puxa a clientela para o turismo doméstico. Neste feriadão, prevê boa movimentação no segmento, com destaque no Ceará para a paradisíaca Jericoacoara.

(Foto – Paulo MOska)

 

Flecheiras vai ganhar novo complexo hoteleiro

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

O mercado de segunda residência voltou a ganhar força e vem atraindo investidores. O grupo Bric, criado na Holanda e com sede na Espanha, está com o lançamento de um complexo hoteleiro com mais de 900 mil metros quadrados, com 700 lotes de casa, na praia de Flecheiras.

O empreendimento The Coral terá sete estágios. O primeiro consiste na construção de 88 casas, comercializadas como multipropriedades. Em entrevista à coluna, a diretora do Bric para o Brasil, Daline Moura, conta que o projeto vem sendo pensado desde 2008, mas momento atual é bem mais favorável.

Com o dólar alto, as recentes mudanças do Aeroporto Pinto Martins e os novos voos diretos para a Europa, a perspectiva é de um bom retorno do empreendimento.

O projeto vem sendo apresentado internacionalmente e pretende atrair principalmente pessoas que gostam da região para a prática de kitesurf.

(Foto – Arquivo)

Taxistas de Fortaleza fazem curso de Inglês Instrumental

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e a Secretaria Municipal do Turismo (Setfor) iniciarão, a partir das 18 horas desta sexta-feira, um novo Curso de Inglês Instrumental e História dos pontos turísticos da cidade. O curso ocupará espaços na sede da Etufor (Bairro Vila União).

A capacitação, que se estenderá até a próxima quinta-feira (30), é gratuita e exclusivamente voltada para os taxistas que atuam na zona hoteleira, orla marítima e espaços turísticos de Fortaleza.

O objetivo é melhorar a comunicação entre estrangeiros e os taxistas que, assim, poderão informar também dados e curiosidades sobre os pontos turísticos de Fortaleza aos turistas.

Fortaleza pode ter mais um voo direto para Londres

Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Mirando oportunidades de mais voos do Ceará para a Europa, o Governo do Estado se reuniu ontem com a companhia aérea Norwegian Air UK Limited, em agenda na Suécia. A expectativa é que a empresa tenha ligação direta Fortaleza-Londres (Inglaterra).

“Não há nada definido. Mas existe a possibilidade (do voo)”, disse Arialdo Pinho, titular da Secretaria do Turismo do Estado (Setur). Na segunda-feira, 20, ele esteve em Copenhague (Dinamarca), para promover o Ceará. A missão é do Ministério do Turismo e Embratur.

No dia 8 de agosto, a companhia recebeu autorização para operar voos diretos Londres-Rio de Janeiro. Os diálogos entre o Estado e a norueguesa são costurados há dois meses. No entanto, uma fonte ligada à empresa havia informado no site TravelWeekly que a ideia era operacionalizar os voos chegando a São Paulo e Rio de Janeiro, excluindo Fortaleza do circuito. Outra possibilidade, ainda que fora do radar, é a KLM operar voos Ceará-Escandinávia via Amsterdã.

A norueguesa é a terceira maior companhia low cost da Europa e a sexta do mundo. No caso do Brasil, quem vai operacionalizar os voos é a subsidiária sediada em Londres.

(O POVO – Repórter Átila Varela/Foto – Arquivo)

Centro de Eventos pode sair do pacote de concessões do Governo do Estado

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta segunda-feira:

O governador Camilo Santana prometeu na semana passada ouvir representantes do turismo do Ceará sobre a possibilidade de retirar o Centro de Eventos do pacote de concessões. Este aceno foi comemorado por algumas lideranças, preocupadas com as consequências do processo no setor.

A concessão do Centro de Eventos, que parecia inicialmente uma ótima oportunidade de profissionalização do espaço e de atração de grandes eventos, é vista agora com desconfiança.

Motivo: a experiência no Riocentro, que passou a ser administrado por uma grande empresa do setor, gerando insatisfação entre os promotores de eventos devido ao seu modelo de gestão.

O problema é que as companhias de maior porte normalmente trabalham com a criação de um combo de serviços, onde tudo passa a ser gerido pelo ganhador da concessão. Com isso, as pequenas empresas acabam ficando fora do negócio.

Para o Ceará, isso poderia representar a falência de muitas empresas.

(Foto – Divulgação)

Secretário do Turismo de Fortaleza vai à CDL apresentar projetos

O secretário do Turismo de Fortaleza, Régis Medeiros, estará ao meio-dia, da próxima segunda-feira, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas. Ele é convidado do presidente da entidade, Assis Cavalcante, para um almoço-palestra com a diretoria da CDL.

Na ocasião, Régis vai apresentar os projetos que estão sendo executados pela pasta e que visam o fortalecimento do turismo na cidade e, consequentemente, favorecem o comércio fortalezense.

(Foto – Tapis Rouge)

Beach Park – Um mês após acidente, perícia não foi concluída e Polícia faz “exames e simulações”

A morte do radialista Ricardo José Hilário da Silva, 43, vítima de acidente em brinquedo no Beach Park, completa um mês nesta quinta-feira, 16. A vítima morreu após a bóia em que estava no Vainkará, brinquedo recém-inaugurado na época, virar. As investigações sobre o caso ainda estão em andamento e o laudo pericial ainda não foi concluído. A principal suspeita é de que excesso de peso na bóia tenha causado o acidente.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou o caso está sob a responsabilidade da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur). Afirmou que testemunhas foram ouvidas e diligências foram realizadas por parte da delegacia especializada. Disse, ainda, que a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realiza exames e simulações para a conclusão do laudo pericial. A previsão era de que a perícia fosse concluída cerca de um mês após o acidente.

No dia 16 de julho, Ricardo Hilário visitava o parque aquático com sua esposa Luciane Cristina da Silva pela terceira vez e com sua filha de 8 anos pela segunda. A vítima desceu no brinquedo em uma bóia separada, já que o grupo que desceria antes da família estava incompleto. “Tinham três pessoas na nossa frente e eles precisam de mais uma para completar a boia, aí o Ricardo falou ‘então tá, vou com vocês'”, narrou a viúva de Ricardo em entrevista ao Fantástico. “Quando eu desci com minha filha um cara veio avisar pra tomar cuidado porque tinha acontecido um acidente. Quando eu olhei para trás, eu vi que era meu marido e vi que era muito grave o que aconteceu”.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo informou, que o grupo somava 395 quilos, quando o permitido era até 320. No momento do acidente, desciam no equipamento Tarcísio Pontes, pesando 105 quilos, Mateus Sena, com 110 quilos, e Michele Laverde, com 90 quilos. A reportagem aponta ainda que a vítima também pesava 90 quilos. Testemunhas relataram que o peso dos visitantes não era verificado no momento do embarque.

O parque aquático voltou às atividades dois dias após o acidente, mas o brinquedo Vainkará ainda está interditado até o fim da perícia e de reparos necessários. O POVO Online entrou em contato com o Beach Park para mais informações sobre o andamento das investigações. Eles informaram que brinquedo está interditado sem data ou definição sobre o que vai acontecer e que se pronunciarão apenas quando sair o resultado do laudo.

(O POVO Online/Foto – WhatsApp)

Nova rota turística no Ceará vai de Jericoacoara a Ubajara

Os prefeitos de Jijoca de Jericoacoara, Lindbergh Martins, e de Ubajara, Renê Vasconcelos, estiveram reunidos nesse sábado (11), na Serra da Ibiapaba, para estudos de uma nova rota turística no Ceará, que partirá da praia de Jericoacoara e se estenderá aos municípios serranos da Ibiapaba. O secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, e gestores de Tianguá, São Benedito, Ibiapina, Guaraciaba, Viçosa do Ceará, Ipu e Carnaubal.

A ideia teria surgido de um almoço informal entre os prefeitos de Jijoca de Jericoacoara e de Ubajara. “Vamos aproveitar Jericoacoara, que tem renome nacional e tem aumentado substancialmente o número de visitantes, para ajudar também no desenvolvimento da Serra da Ibiapaba”, comentou Lindbergh Martins.

O grupo voltará a se reunir, após a coleta de dados que cada município irá colher.

(Foto: Divulgação)

Setur precisa olhar com carinho as belezas do Maciço de Baturité

Vans de cooperativas que fazem o trajeto Fortaleza-Maciço de Baturité estão circulando com excesso de passageiros. Isso ocorre durante o percurso. E ainda passam pelo posto de fiscalização.

Por falar nisso, o acesso ao famosos Pico Alto, ponto turístico de Guaramiranga, está intransitável. Há trechos onde o asfalto sumiu, proporcionando verdadeiro rally para se aventura.

(Foto – Reprodução de Youtube)

Ciro recebe pauta de reivindicações do setor turístico nacional

O candidato a presidente da República pelo PDT, Cio Gomes, recebeu, nesta quinta-feira, em São Paulo, um documento com as principais reivindicações do setor turístico do País.

Ele participou de reunião com o Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade – organismo da Confederação Nacional do Comércio (CNC), onde expôs planos e recebeu o conjunto de propostas.

No ato, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih) e também vice da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, o cearense Manuel Cardoso Linhares.

Nesta sexta-feira, documento igual será entregue a Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin(PSDB).

(Foto – Divulgação)

Setor de turismo fechou 7,7 mil postos de trabalho em junho. O Ceará foi exceção

Vista panoramica do Aeroporto de Jericoacoara, situado em Cruz. (Foto – Divulgação)

O setor de turismo no Brasil fechou no último mês de junho 7.743 postos de trabalho, elevando para 16,5 mil os postos fechados desde maio, quando haviam sido extintos 8.754. As informações constam do estudo Empregabilidade no Turismo, produzido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.

“Os serviços ligados ao turismo continuaram amargando prejuízos, uma vez que se manteve a tendência do desemprego do mês anterior. Em maio, o número de desempregados foi um pouco maior, atingindo 8.754 trabalhadores. Nesses dois meses, o desemprego acumulou 16,5 mil pessoas, reflexo do tamanho do ajuste de diminuição de custos que as empresas realizaram em decorrência do tamanho das perdas nos negócios do setor no período”, avaliou a entidade.

Os números divulgados pela CNC indicam que o resultado entre admissões e demissões no primeiro semestre do ano fechou negativo em 11.689. O número, no entanto, é menor do que o verificado no mesmo período do ano passado, quando o saldo entre admissões e demissões ficou negativo em 13.061 postos.

Recuperação

A CNC avalia que a recuperação da empregabilidade no turismo vai depender do otimismo dos próprios consumidores para com a situação do país.

Para o economista da CNC Antonio Everton, enquanto esse otimismo não ocorrer, “o emprego no turismo continuará sofrendo as oscilações [decorrentes] da conjuntura econômica, retrato do desempenho das empresas do setor”.

A avaliação do economista é de que, mais do que somente o otimismo dos consumidores quanto às perspectivas do mercado de trabalho, à estabilidade dos preços e à folga para gastos novos nos orçamentos, aliado à capacidade de a economia voltar a crescer também serão fundamentais para a recuperação dos empregos do setor.

Estados

Ao analisar a retração de postos de trabalho, a CNC concluiu que o desemprego atingiu de maio para junho todas as regiões do país, com destaque para o Sul, com menos 2.049 postos de trabalho e o Sudeste, com menos 3.853.

Por força do desequilíbrio fiscal e das dificuldades empresariais inerentes à repercussão do aumento da violência, o desemprego prevaleceu no Rio de Janeiro (-2.244), seguido de São Paulo (-1.456).

Nos sete estados que compõem as duas áreas, o Espírito Santo foi a exceção, onde o emprego cresceu com pouca expressão, com apenas mais 10 pessoas.

Em junho, poucos estados registraram superávit na conta emprego no turismo: Amazonas (152), Maranhão (53), Mato Grosso (33) e Goiás (67). O Ceará ficou em primeiro (479).

(Agência Brsil)

Taxa de ocupação da rede hoteleira de Fortaleza bate nos 70%

222 1

O movimento de turistas que desembarcam pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins está em alta. Por dois fatores: campanhas promocionais da Setur no eixo Sul/Sudeste e o frio intenso nessas regiões.

Já o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares, afirma que essa movimentação também tem sido boa no seu segmento.

Em Fortaleza, a rede hoteleira, por exemplo, registra ocupação da ordem de80% por conta não só das férias, mas, também, de eventos como o Fortal.

“Uma taxa considerada ótima, até pelo momento que é de crise no País”, acentua Linhares.

(Foto – Paulo MOska)