Blog do Eliomar

Categorias para Turismo

Carnaval 2018 – Ceará deve receber 130 mil turistas

Cerca de 130 mil turistas deverão circular, neste Carnaval, pelo Ceará. A estimativa é da Secretaria do Turismo do Estado, acrescentando que esse número é 14,5% superior ao mesmo período do ano passado. O órgão prevê um impacto de R$ 208,9 milhões de receita direta e R$ 365,6 milhões de renda indireta, gerada em toda cadeia produtiva do turismo. O valor representa um crescimento de 15,9% em relação ao mesmo período de 2017.

Neste período, chegarão 36 voos extras domésticos e cinco internacionais em Fortaleza. Os turistas vêm principalmente de São Paulo, Campinas, Brasília, Recife e Belém. Na capital cearense, a ocupação da rede hoteleira deve atingir 93,3%, distribuída em flats (98,3%), hotéis (92,4%), albergues (79,7%) e pousadas (76,7%).

Do total de turistas que vêm ao Ceará, 51.590 utilizarão a rede hoteleira formal de Fortaleza (hotéis, pousadas, flats e albergues) e permanecerão na Capital para aproveitar a programação cultural da cidade, adianta a Setur.

Lideram o ranking da procura a praia do Cumbuco, com 93,5% de ocupação, seguida pela praia do Porto das Dunas (92,3%), Canoa Quebrada (92,1%), Guaramiranga (92%), Jericoacoara (90,8%) e Praia das Fontes/Morro Branco (88,8%).

(Foto – Paulo MOska)

Carnaval 2018 – Rede hoteleiro cearense espera taxa de ocupação superior a 93%

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quinta-feira:

As projeções da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-CE) para o Carnaval continuam melhorando. Ontem, a estimativa era de uma ocupação de 93,36% – a anterior era de 87,95%.

VAMOS NÓS – O presidente da ABIH nacional, cearense Manuel Cardoso Linhares, endossa essa projeção e garante que a onda de violência acabou não afastando quem comprou os pacotes.

Ufa!!

Ministério do Turismo fará fiscalização em meios de hospedagem até abril

Max Beltrão é o ministro do Turismo.

Até o mês de abril, todas as capitais brasileiras serão visitadas pelos fiscais do Ministério do Turismo. A ação tem como objetivo sensibilizar os prestadores de serviço sobre a importância da formalização do setor e, consequentemente, garantir a ampliação do número de pessoas físicas e jurídicas no cadastro de prestadores de serviços turísticos: o Cadastur. A “Operação Verão Legal” já esteve em Brasília, Rio de Janeiro e Boa Vista e começou nesta segunda-feira (5) as vistorias nas 23 capitas restantes.

O trabalho de fiscalização, iniciado em setembro de 2017, já tem surtido efeitos nos números do Cadastur. Em dezembro de 2017 foram identificados 64.591 cadastros, um crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior. É importante alertar que quem for flagrado com cadastro fora de validade será considerado ilegal e pode ser autuado pelos órgãos de controle. Caso não regularize sua situação, ainda pode ser penalizado com uma multa que pode chegar a R$ 854 mil.

Com a medida, a expectativa do Ministério do Turismo é garantir o cadastro dos 4.123 meios de hospedagem das capitais registrados pelo censo da hotelaria encomendado pelo MTur no ano passado. Atualmente, 1.374 estão no sistema, ou seja, 33% do total. Além da formalização de meios de hospedagem, o cadastro também é obrigatório para outras seis categorias: agência de turismo; parque temático; acampamento turístico; organizadora de eventos; guia de turismo; e transportadora turística.

Fortaleza receberá nesta segunda-feira navio com 2.500 turistas norte-americanos

Mais um navio vai atracar, nesta segunda-feira, bem cedo, no Terminal Marítimo do Porto do Mucuripe, em Fortaleza.

Trata-se do Island Princess, com 2.500 turistas americanos que passarão o dia não só conhecendo a cidade, mas, também, fazendo compras em locais como o Mercado Central e o Centro de Turismo. No roteiro, há visitas a pontos do litoral da Região Metropolitana.

Fortaleza será a primeira escala desse navio que, da Capital cearense, seguirá para Ilha Bela, em São Paulo. Seis ônibus executivos foram mobilizados para atender a esse grupo de turistas.

Carnaval 2018 – Taxa de ocupação hoteleira deve bater nos 90%

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Manuel Cardoso Linhares, comemora. A taxa de ocupação da rede hoteleira no momento, e por conta do Carnaval, bate nos 90%.

“Essa taxa é registrada também no Ceará”, garante o dirigente da Abih. Isso, mesmo após a recente onda de violência no Estado, como chacinas.

Os pacotes foram fechados ano passado e não houve cancelamentos.

Pelo menos até agora.

(Foto – Divulgação)

Plano Colaborativo da Praia de Iracema alcança 100% do cronograma

O presidente do Conselho da Praia de Iracema, Erick Vasconcelos. também secretário adjunto de Turismo de Fortaleza (Setfor), anunciou o cumprimento de 100% do cronograma do Planejamento Colaborativo da Praia de Iracema, diante do início da reforma do calçadão.

Outras ações agora são elaboradas pelo Plano Colaborativo para todo o ano de 2018. Em janeiro, como previsto, foram executados o Mutirão Coletivo, com mobilização pelo evento Somos Iracema, que aconteceu no dia, a Reforma do Calçadão, com o início da substituição de pedras cariris, lavagem com água de reúso, pintura dos bancos com verniz, a Quarta Iracema, que em sua quarta edição, oferece atividades de arte, cultura, lazer e esporte, além da colação de fotos de moradores e frequentadores do bairro e painéis artísticos.

De acordo com Erick Vasconcelos, “O cronograma está dentro do previsto. O Conselho, junto ao Instituto realiza reuniões semanais, sempre buscando novas estratégias para dar mais força ao movimento. Na última semana recebemos proprietários de imóveis e conseguimos algumas cessões”.

O planejamento da Praia de Iracema inclui oito áreas de atuação que integram o comércio, ordenamento urbano, segurança, cultura e eventos, moradores, mobilidade urbana, meio ambiente e turismo. De acordo com essas áreas, outras ações serão realizadas até o fim do ano como incentivos fiscais para novos negócios, estação de apoio ao banhista, posto integrado de segurança, centro de memória do bairro, Wi-Fi livre e programa de redução de resíduos.

(Foto: Divulgação – Átila Rocha, Totonho Laprovitera, Erick Vasconcelos, Leiliane Vasconcelos e Druso Frota)

Setfor destaca voos para o Panamá nos campos econômico e do turismo

Para o secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Erick Vasconcelos, as duas novas rotas de voos da Companhia Copa Airlines, de Fortaleza para o Panamá, irão proporcionar um grande crescimento econômico na capital cearense, diante do acesso da capital panamenha a 31 países da América do Norte, da América do Sul e América Central, principalmente aos Estados Unidos, Canadá, México e Caribe.

O lançamento das novas rotas ocorreu nesta semana, no Centro de Eventos, que contou ainda com a participação do gerente geral da Copa Airlines no Brasil, Emeson Sanglard, e dos secretários estaduais Arialdo Pinho e Maia Junior.

(Foto: Divulgação)

Fortaleza receberá neste sábado 3,7 mil turistas de cruzeiros

Fortaleza vai receber cerca de 3.765 passageiros, neste sábado, no Terminal Marítimo de Passageiros, localizado no Mucuripe. Serão 2.908 passageiros apenas do navio Queen Victoria, que tem previsão de desembarque para às 8h30min e partida por volta das 17 horas. Na embarcação, estão turistas de diversas nacionalidades como ingleses, americanos, alemães, canadenses, australianos, chineses, franceses, brasileiros, suíços, irlandeses, dentre outras.

Em seguida, às 9h30min, o navio Sirena atraca no Porto do Mucuripe, com o total de 857 passageiros. A partida está prevista para a noite, às 20 horas.Durante a curta estadia em Fortaleza, os turistas têm a possibilidade de fazer um passeio guiado pela Cidade, por empresas de ônibus particulares, saindo do Terminal Marítimo.

Entre as paradas, geralmente estão a Catedral de Fortaleza, o Theatro José de Alencar, a Empresa Cearense de Turismo (Emcetur), o Museu da Cachaça e a Praia do Futuro.

No fim de semana passado, dois cruzeiros marítimos trouxeram a bordo 1.195 turistas de diferentes países, com faixa etária entre 60 e 100 anos.

Foram 617 passageiros no navio Insignia e 403 tripulantes, totalizando 1.020 pessoas. Eles vieram de países como Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Austrália, Países Baixos e Polônia. Já no Albatros desembarcaram 910 pessoas, sendo 578 passageiros e 332 tripulantes.

A previsão é que, neste período de cruzeiros 2017-2018, a Capital receba cerca de 16 mil passageiros em 12 cruzeiros, conforme dados da Secretaria Municipal do Turismo (Setfor).

(O POVO)

Abih/CE participa da Feira Internacional de Turismo de Madrid

Eliseu Barros e Iva Dias, gerente comercial do Beach Park.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), regional do Ceará, Eliseu Barros, participa da Feira Internacional de Turismo (FITUR), em Madrid, na Espanha. A feira, que se consolida como o ponto de encontro global para profissionais do turismo, sendo a líder em mercados receptivos e emissores na América Latina, vai se estender até domingo próximo.

Nesta edição 2018 os organizadores esperam um aumento de 18,8% dos visitantes profissionais internacionais em comparação ao ano passado. Além disso, o volume de compromissos de negócios que foram programados em seus diferentes boxes, aumentou e chega a 6.800 consultas. A presença de 7.542 jornalistas também evidencia a expectativa gerada pela FITUR no circuito internacional de feiras do setor.

Ano passado, a FITUR conquistou o recorde de participação com 9.893 empresas expositoras de 165 países/regiões, 135.838 participantes profissionais e 109.134 visitantes do público em geral.

(Foto – Divulgação)

Governo, Prefeitura e Cabo Verde Airlines anunciarão novos voos de Fortaleza para a Europa

Nesta quarta-feira, às 10 horas, no Estoril, a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), a Secretaria do Turismo de Fortaleza (Setfor) e a Cabo Verde Airlines (TACV) anunciarão a ampliação das novas rotas que ligam o Brasil para Itália e França via Cabo Verde. Também um reforço de voos para Portugal.

Segundo a assessoria de imprensa do Palácio da Abolição, haverá, nessa ocasião, uma reunião de “alinhamento de estratégias da parceria entre o Ceará e Cabo Verde a partir dos novos voos”.

Alô,Tio Sam! Fortaleza terá oito frequências para os EUA

A Gol anunciou operação de voos diretos de Fortaleza para Miami e Orlando. Junto ao anúncio de dezembro do ano passado, da Latam, a Capital cearense passará a ter oito frequências para os Estados Unidos.

Segundo a Gol, Fortaleza e Brasília foram as duas cidades escolhidas para expansão da malha aérea devido à localização e à possibilidade de ligação entre os outros destinos. As novas rotas vão começar em 4 de novembro deste ano.

Serão quatro saídas para os Estados Unidos que terão voos todos os dias e 30 destinos poderão fazer conexões rápidas com Fortaleza e Brasília.

Olho no Hub

Os novos investimentos da Gol fazem parte do hub de Fortaleza com a Air France-KLM. Até março deste ano, Lisboa (Portugal), Paris, (França), e Milão (Itália), serão os destinos das aeronaves da Companhia Cabo Verde Airlines (TACV). Ao todo, a Capital tem nove rotas internacionais: Cidade do Panamá (Panamá) Bogotá (Colômbia) Buenos Aires (Argentina), Caiena (Guiana Francesa) Frankfurt (Alemanha) Lisboa (Portugal), Miami (Estados Unidos) Milão (Itália) e Praia (Cabo Verde). A partir de maio, a Capital vai oferecer mais 12 frequências, como voos para Paris, Amsterdã.

(Com O POVO/Foto – Paulo MOska)

Erick Vasconcelos assume Setfor; Alexandre Pereira viaja para mestrado

O secretário-adjunto do Turismo de Fortaleza, Erick Vasconcelos, estará à frente da Setfor, nas próximas semanas, diante da viagem do secretário Alexandre Pereira para Lisboa, em Portugal, que aproveita as férias para dar prosseguimento ao curso de mestrado.

Erick segue tocando os projetos, com prioridade nas ações de requalificação da Praia de Iracema, junto às atribuições do Conselho da Praia de Iracema, quando preside e com o Instituto Iracema.

Erick, com uma experiência de 30 anos atuando no turismo, não terá dificuldades de cumprir mais essa missão do turismo em Fortaleza, confiada pelo prefeito Roberto Cláudio.

(Foto: Arquivo)

Setfor quer incentivar turismo na Barra do Ceará

A Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor) quer incentivar a ida de turistas à Barra do Ceará, diante do apoio ao projeto Valorização dos Potenciais Turísticos da Barra do Ceará.

Entre as ações está o Stand Up no encontro das águas do Rio Ceará com o mar, além da parceria da gestão compartilhada do Mercado Central/SETFOR/COOPCENTRAL, que premiará com passeios de barco no Rio Ceará clientes do mercado que comprarem a partir de R$ 200 em produtos artesanais.

(Foto: Reprodução)

Em maio, Fortaleza recebe dois voos diretos para Paris

Em maio, dois vôos diretos ligarão Paris a Fortaleza, no Nordeste do Brasil, com a Joon, a subsidiária de baixo custo da Air France. E as conexões com os outros aeroportos locais, Natal, Recife, Salvador, Belém e Manaus, tornarão mais acessível esta vasta área do país tão grande quanto a metade da América Latina.

O presidente do Conselho Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz, recomenda a descoberta do Nordeste através de três estados, incluindo o do Ceará para seus parques nacionais (o Parque Geo de Aracati está à espera de um rótulo do Unesco). Uma região também rica em aldeias tradicionais e longas praias decoradas com dunas de areia vermelha para entrar em buggy e kitesurf.

Ministra diz que Uruguai nunca terá “turismo da maconha”

A ministra de Turismo do Uruguai, Liliam Kechichian, afirmou neste domingo (7) que sua pasta nunca verá como “ferramenta ou elemento para atrair pessoas” o fato de o país ter legalizado a produção e venda de maconha para o uso recreativo.

“Definitivamente, não. Nunca verei como uma ferramenta ou elemento para atrair pessoas ao Uruguai”, disse Liliam em uma entrevista publicada hoje pelo jornal “El País”.

Neste sentido, a ministra descartou a possibilidade de o país explorar essa característica da mesma forma que Amsterdã, onde o turismo canábico está consolidado há tempo.

“O discurso do governo foi firme: o Uruguai não terá turismo canábico nunca”, afirmou a integrante do Executivo do presidente Tabaré Vázquez.

Segundo Liliam, a legalização da produção e comercialização de maconha no país – que foi aprovada em dezembro de 2013, no governo de José Mujica (2010-2015) – é uma proposta que “tem a ver com uma luta contra o tráfico”, e não com outros aspectos.

“Nós pretendemos combater o uso das drogas e não que seja um elemento de promoção de nenhuma coisa”, acrescentou.

Perguntada sobre o fato de muitos visitantes estrangeiros pesquisarem sobre como ter acesso à substância, a ministra apontou que o “decreto é bem claro” e que não foi complicado para o seu Ministério fazer os turistas entenderem que não podem comprar maconha legalmente no país, onde a produção e venda só é possível para cidadãos uruguaios.

“Quando se sintetiza uma medida forte, como procurar um caminho alternativo para o combate ao tráfico de drogas, o estrangeiro acredita que podemos chegar a ser um país canábico. Ou que se pode fazer turismo canábico”, expressou Liliam.

(Agência Brasil)

ABIH Nacional fecha parceria com a associação portuguesa

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional) firmou nesta sexta-feira (5) um convênio para troca de informações, experiências e intercâmbio empresarial com a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP). O acordo foi assinado pelo presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares, e pelo presidente da AHP, Raul Martins, em Lisboa.

“Estabelecer uma parceria desse porte significa que poderemos trocar experiências em vários níveis, realizando, por exemplo, intercâmbio de mão de obra, já que temos uma grande experiência na formação de profissionais para o setor com uma vasta rede de treinamento e ensino na área”, disse Linhares, que assumiu o cargo nesta semana.

Em Portugal, a AHP representa cerca de 65% dos hotéis portugueses. De acordo com Martins, algumas das principais preocupações do Turismo no país atualmente estão relacionadas com a capacitação e a valorização dos profissionais do setor por todo o país. A ideia é combater a concentração de visitantes em determinadas áreas. “O turismo no país teve, em 2017, um crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2016, sendo que esse aumento também revelou alterações no comportamento dos seus principais mercados emissores: França e Espanha decresceram 4,9% e 6,4%, enquanto os turistas brasileiros e americanos cresceram 51,3% e 32,5%, respectivamente, em terras portuguesas” afirmou Martins.

Outro objetivo do acordo é promover palestras e seminários para debater e encontrar soluções para diversos problemas que os países têm em comum no setor de hospedagem. “A ideia é promover um intercâmbio total entre os congressos promovidos pelas associações”, completou Martins, referindo-se ao Congresso Nacional de Hotíes – Conotel, que esse ano chega à sua 60ª edição, e ao Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo, realizado em Portugal, que completa 30 edições em 2018.

As entidades acreditam ainda que a cooperação permitirá que ambos os países conheçam como cada um está lidando com a questão de hospedagem em residências. O assunto virou central com o destaque do Airbnb.

Em Portugal, em julho do ano passado, entrou em vigor uma lei que regulamenta a questão. As residências que vendem pernoites tiveram seis meses para se cadastrar no Registro Nacional de Turismo, o que implicou em cumprir uma série de exigências, semelhantes às da hotelaria, de acordo com o presidente da entidade portuguesa. “Portugal está recebendo um número crescente de turistas e essa regulação era urgente, pois atualmente há mais registros de casas que disponibilizam quartos do que lançamentos de novos empreendimentos hoteleiros no país”, disse.

No Brasil, o assunto começa a ser regulamentado, mas ainda não há uma regra em nível federal. Recentemente, a cidade de Caldas Novas (GO) foi a primeira a adotar uma lei de regulamentação para imóveis residenciais utilizados como meios de hospedagem em caráter remunerado.

(ABIH / Foto: Divulgação)

Gatos invadem o Centro das Tapioqueiras na Messejana

88 2

Frequentadores do Centro das Tapioqueiras, na Messejana, reclamam do número de gatos espalhados na área. Na época da alta estação, o número de turistas aumentou bastante no local. Eles aprovam os mais variados pratos com a tapioca, mas desaprovam o incômodo com os gatos.

DETALHE – A foto à direita foi colocada por engano, apesar também de se tratar de um gato…

(Fotos: Paulo MOska)

Em 2 anos – Turismo em Fortaleza tem crescimento no gasto per capta de 14,4%

Com uma média de gasto diário de R$ 416, por visitante de Fortaleza, o turismo na capital cearense apresentou este ano um crescimento de 14,4% em relação em 2015, quando o gasto per capta era de R$ 364.

Nos seis em que permanece em Fortaleza (média da estadia), cada turista deixa R$ 2,5 mil na economia local.

Segundo o secretário adjunto do Turismo de Fortaleza (Setfor), Erick Vasconcelos, somente neste período de festas de fim de ano, a injeção na economia local deverá ser de R$ 1,5 bilhão, diante do número de 650 mil turistas.

(Foto: Arquivo)

Alexandre Pereira e o reencantamento do turismo de Fortaleza

Em artigo sobre o novo momento do turismo em Fortaleza, o sociólogo e consultor político Luiz Cláudio Ferreira Barbosa aponta o crescimento do fluxo pela parceria público privada. Confira:

A Prefeitura de Fortaleza iniciou um processo de recuperação da autoestima do cidadão-contribuinte, diante da ocupação dos principais pontos turísticos da capital cearense. À frente desse processo a Secretaria de Turismo (Setfor), tarefa executada pelo secretário Alexandre Pereira, com a parceria do Governo do Estado e dos principais setores empresariais da economia cearense.

Os principais municípios brasileiros diminuíram a verba orçamentária da área de turismo. A maior cidade brasileira, São Paulo, quase que literalmente abandonou o setor de eventos e entretenimento à própria sorte. A cidade do Rio de Janeiro fez enorme corte no orçamento da Secretaria Municipal de Turismo, o que desestimulou o setor hoteleiro e de serviços à contratação de funcionários temporários necessários nas festas de final de ano e de verão.

Fortaleza vai no sentido contrário das capitais citadas, apresentando um quadro mais positivo na ocupação hoteleira e contratação de mão de obra em bares e restaurantes, o que não ocorre em cidades similares na área de turismo da Região Nordeste: Salvador (BA) e Recife (PE).

A Secretaria Municipal de Turismo teve repasse de verba pública do Poder Executivo bem menor do que nos últimos anos. O secretário Alexandre Pereira, com trânsito intenso ou livre no Governo Federal e no Governo do Estado do Ceará, já foi o incentivador pelo realinhamento das políticas públicas nas três estâncias governamentais.

Alexandre Pereira compreendeu a necessidade da ocupação pública, em parceria com os empresários dos principais pontos turísticos da orla marítima de Fortaleza. O Mercado dos Peixes e a região próxima à Ponte do Inglês (Metálica) não foram locais escolhidos aleatoriamente, pois tivemos vários eventos culturais feitos pela Prefeitura de Fortaleza durante o ano de 2017, o que provocou um aumento no fluxo de visitantes locais e turistas, assim como a contratação de mão de obra no setor turístico privado.

As festas de final de ano em Fortaleza com certeza contribuem para a ocupação hoteleira de 95% dos quartos. O universo de 650 mil turistas na capital cearense, com quase o dobro disso em toda Região Metropolitana de Fortaleza.

O reencantamento do turismo fortalezense é motivo de comemoração, pois aumentará a arrecadação local nos cofres públicos da Prefeitura e do Governo do Estado, como também aumentarão os ganhos financeiros dos setores de eventos e entretenimentos e do setor hoteleiro. Os shoppings, táxis e os transportes privados de passageiros deverão ter rendimentos econômicos recordes em relação aos últimos dois anos.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, sociólogo e consultor político