Chuvas agravam buracos causados por falta de drenagem

As chuvas que caem sobre Fortaleza têm agravado e aumentado a presença de buracos em ruas e avenidas. Como medida para minimizar os danos, pacote de intervenções emergenciais que integram a Operação Tapa-Buracos foi anunciado nessa sexta-feira (24) pela Prefeitura de Fortaleza. Serão investidos R$ 7,4 milhões e reparados 210 mil metros quadrados de via pública. A promessa é de que o serviço seja concluído daqui a três meses. Entretanto, preocupa a eficiência a longo prazo da operação.

Frequente reclamação do fortalezense, a qualidade do serviço prestado na recuperação das vias foi questionada, e a Prefeitura alegou que a reincidência dos buracos ocorre por falta de drenagem. “O problema não é o asfalto. Se não tiver drenagem, a água acumula e gera o buraco”, comentou o titular da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), João Pupo. Ele justificou que apenas 50% de Fortaleza tem o sistema, e 90% dos buracos agravados pela chuva são consequência do problema.

Em alguns pontos da Cidade, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) realiza serviços de saneamento. Devido às obras e às chuvas dos últimos meses, os buracos reparados pela Companhia retornaram. Para Pupo, o monitoramento deste serviço deve ser feito pelo Conselho Coordenador de Obras (CCO), vinculado à Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). “Faz parte da autorização (concedida pelo CCO) a recuperação do pavimento”, disse Pupo.

(O POVO)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

4 comentários sobre “Chuvas agravam buracos causados por falta de drenagem

  1. Alô, Prefeitura! Na Av. Jovita Feitosa, alguns metros antes do IBGE (sentido praia-centro), há um ponto de alagamento que já passou por todos os prefeitos e até hoje nada foi feito para recuperar a via. Quando chove, o trecho fica intrafegável pelo grande acúmulo de água que alaga as duas vias da avenida prejudicando moradores, o comércio, o transito e o deslocamento das pessoas.
    Na Av. 13 de Maio, na altura da reitoria (imediatamente após a passagem pelo sinal da Av. da Universidade) há um buraco que já foi recuperado nessa gestão, mas abriu novamente.
    Na Av. 13 de Maio, na altura do Sebo/Livraria Arte e Ciência (defronte ao muro lateral da Reitoria), outro ponto de alagamento ancião prejudica o trânsito, que por ali já é muito ruim, além de constituir perigo para pedestres, por causa de uma boca,de lobo que ocasionalmente é aberta para que a água acumulada possa escorrer.

  2. Pra que tanto alarde pra essa tal de ‘Operação Tapa Buraco’?
    Não estão fazendo nada mais que a obrigação da Prefeitura. Cada Regional tem obrigação de saber onde estão os buracos e providenciar o fechamento imediatamente. Isso é elementar, é fazer o básico.
    Esse negócio de botar a culpa em falta de drenagem é coisa de quem não entende. Basta saber que todo ano chove e quais as ruas onde todo ano os buracos surgem da noite para o dia. Botem cimento impermeável nesses locais que a coisa vai minimizando. Falta também campanhas de conscientização das pessoas para não jogarem lixo nas ruas, pois a consequência é a entupição dos tubos de drenagem.

  3. Luiz Carlos está correto.
    Para fazer as operações rotineiras e necessárias de tapar buracos, tirar lixo e limpar lagoas não há necessidade de alarde.
    E se forem feitas tal como acontece com todos os prefeitos é sinal de que não fizeram no tempo devido.
    Todos sabemos onde alaga, onde há buracos, lixo e mato.
    Basta que trabalhem, trabalhem e trabalhem.

  4. RC é mais um prefeito que adota a máxima de 3 anos de enrolação e 1 ano de início de obras, que serão prontamente abandonadas após a eleição. Decepcionante…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezesseis =