CNBB pede povo nas ruas contra a corrupção

Dom Sérgio da Rocha é o presidente da CNBB.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma nota um dia depois da sessão da Câmara dos Deputados que impediu a investigação do presidente Michel Temer por obstrução à Justiça. A entidade condena a “barganha na liberação de emendas parlamentares pelo governo” e faz um alerta sobre a situação social e política do País.

De acordo com a CNBB, existe um divórcio entre a classe política e a sociedade brasileira.

“A barganha na liberação de emendas parlamentares é uma afronta aos brasileiros”, atestam os líderes religiosos. Eles acrescenta que a retirada de indispensáveis recursos em áreas como saúde, educação e programas sociais “aprofunda o drama da pobreza de milhões de pessoas”. “O divórcio entre o mundo político e a sociedade brasileira é grave”, diz a nota.

Em outro trecho, a nota da CNBB lança um apelo: “É grave tirar a esperança de um povo. Urge ficar atentos, pois situações como esta abrem espaço para salvadores da pátria, radicalismos e fundamentalismos que aumentam a crise e o sofrimento, especialmente dos mais pobres, além de ameaçar a democracia no País.”

Os líderes da CNBB ressaltam ainda que “só uma reação do povo, consciente e organizado, no exercício de sua cidadania, é capaz de purificar a política, banindo de seu meio aqueles que seguem o caminho da corrupção e do desprezo pelo bem comum”.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “CNBB pede povo nas ruas contra a corrupção

  1. Uma curiosidade onde estava a CNBB NA época dos governos LULA E DILMA, . Dom Sérgio da Rocha vamos fazer uma reflexão honesta destes governos . E quem colocou o Temer na vice -presidência foram os apoiadores do PT .

  2. Caro amigo da reflexão, quem colocou a Dilma foi a maioria dos eleitores, eu, ha muito, voto nulo, quem colocou o temer, foram os movimentos que eram endereçados e contra a corrupção, pois bem, tiraram a Dilma, assumiu Temer, o toma lá, dá cá com o dinheiro público, blindagem de politicos suspeitos, aprovaçao de projetos anti povo, estam a todo vapor. Agora eu pergunto: cadê aquela multidão anti corrupçao? Esta é uma reflexão? Este processo anti corrupção só tem um lado puro: o bem esta do país. Não tem partido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 6 =