Comitiva de Moçambique conhece projetos de gestão do Ceará

Flávio Ataliba, diretor-geral do Ipece, recebeu a missão.

Uma comitiva do Governo de Moçambique foi recebida, na manhã desta terça-feira, pelo diretor-geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Flávio Ataliba. Na ocasião, ele apresentou aos componentes da comitiva moçambicana as ações  PforR do Estado e os resultados parciais do projeto, assim como alguns de seus componentes específicos como sistema de gestão por resultados, sistema de relacionamento com o cidadão e gestão de investimento público.

A visita dessa delegação foi comunicada oficialmente pelo diretor do Banco Mundial no Brasil e para a América Latina e Caribe, Martin Raiser. A visita é uma oportunidade para que os representantes moçambicanos adquiram conhecimentos, tendo por base experiências brasileiras de sucesso, como é o caso do Ceará. Integrantes do Ipece participaram do encontro, dentre eles Viviane Costa, coordenadora UGP PforR (Banco Mundial) – Unidade de Gerenciamento de Projetos do Instituto.

O que é o PforR Ceará?

O Programa para Resultados (PforR Ceará) é um projeto de apoio ao crescimento econômico com redução das desigualdades e sustentabilidade ambiental do Estado do Ceará  – Programa para Resultados (PforR) do Ceará com o Banco Mundial. O objetivo da ação é garantir a continuidade dos investimentos em áreas estratégicas do Estado. A proposta do Projeto PforR Ceará é continuar avançando nos principais indicadores sociais do SWAp I e II, para consolidar conquistas já alcançadas pelo Estado, incorporando, ao mesmo tempo, a preocupação do Governo do Estado com o meio ambiente e com a redução das desigualdades socioeconômicas.

Comitiva

A missão moçambicana é  formada por Domingos Lambo, secretário Permanente do Ministério da Economia e Finanças; Cristina Matuss, directora Nacional Adjunta do Plano e Orçamento (Direção Nacional de Planificação e Orçamento – DNPO); Paula Corda, chefe do Departamento de Planificação e Orçamento Local e Municipa ( DNPO);  Anselmo Zimba, assessor Técnico do PNUD na DNPO; Manuel Rodrigues Alberto, diretor Nacional de Desenvolvimento Autárquico (DNDA); Cândida Moiane, diretora Nacional de Planificação e Cooperação( DNPC); Olegário dos Anjos Guilherme Estevão Banze, diretor Nacional de Desenvolvimento Rural ( DNDR); Leia Alexandre Quina Bila, chefe de Departamento de Finanças Rurais (DNDR), e Fátima Amade, especialista de Programas de Governação (PNUD-Moçambique).

 

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − oito =