Construção civil do Ceará quer financiamentos para aquecer oferta de empregos

FORTALEZA, CE, BRASIL, 08-06-2015: André Montenegro, engenheiro e presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Ceará (SINDUSCON-CE). Entrevista com André Montenegro para o caderno Imóveis. (Foto: Camila de Almeida/O POVO)

A construção civil cearense oferecia 92 mil empregos em 2014. Hoje, segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon), André Montenegro, o número é de 65 mil.

“E pode cair mais, se não vier financiamento”, avisa o dirigente da entidade, entre constantes idas e vinda a Brasília.

Na última semana, André ouviu exposição da Caixa Econômica sobre recursos para o setor. Quer ser otimista nestes tempos de governo Temer.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 3 =