Contratos com empresas investigadas no DF serão avaliados

O governador interino do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM), disse neste domingo (14) que pediu um estudo sobre as empresas investigadas na operação Caixa de Pandora da Polícia Federal que têm contrato com o governo. Segundo ele, não seria “conveniente” seguir com algum projeto com empresas que não passaram por licitação.

“Pedi ao secretario de Planejamento que fizesse um estudo sobre todas as citações de empresas dentro desse processo que ocorre no STJ para avaliar caso a caso. O que tem licitação, o que não tem licitação. A princípio, seria conveniente não prosseguir com nenhum projeto em execução com empresas que não participaram do processo licitatório”, afirmou, durante a visita a um hospital da cidade.

Octávio diz que não cogita sair do DEM -o diretório nacional do partido anunciou, na última quinta-feira (11), que todos os filiados devem deixar o governo do DF- mas afirmou que não será candidato neste ano. “Já coloquei, já me sacrifiquei ao ponto de dar uma conclusão à vida pública. Não serei candidato em 2010. Quero apenas fazer papel administrativo, um papel executivo de ajudar Brasília nesse momento difícil.”

Leia mais em: Contratos com empresas inv

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − dois =