CPI da Petrobras – PT e lideranças sindicais protestam

“Sob as palavras de ordem de “A Petrobras é nossa” e “CPI é manobra da direita”, cerca de 150 pessoas, entre políticos do PT e representantes de centrais sindicais, participaram nesta sexta-feira, 19,  de ato público em frente à sede da Petrobras na Avenida Paulista.

Manifestantes principalmente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da União Geral dos Trabalhadores (UGT) se uniram das 10 horas até as 16h em defesa da Petrobras e contra a CPI criada no Senado para investigar irregularidades na estatal e na Agência Nacional do Petróleo (ANP). De acordo com os organizadores, eram esperadas três mil pessoas para o ato.

A manifestação de hoje faz parte de uma série de protestos programados para junho por entidades como a CUT, a UGT, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Nomeada de “O Petróleo tem que ser nosso!”, a agenda de protestos visa pressionar o governo federal por mudanças em artigos da Lei do Petróleo. Os protestos defendem que a Petrobras volte ao controle total do Estado e a revogação de artigo da lei que marca o fim do monopólio estatal sobre a produção e refino de petróleo.

Na Avenida Paulista, dois carros de som tomaram a calçada em frente à sede da empresa e não causaram transtornos ao trânsito de veículos.

Quatro policiais militares e dois fiscais da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) monitoraram o trânsito no local. Cinco grandes balões de ar com os símbolos da CUT e do Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo (Sinergia) foram colocados junto ao prédio da Petrobras.”

(Agênia Estado)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =