Cristina Kirchner tenta intimidar jornal Clarín

“O Grupo Clarín, maior holding de mídia da Argentina, foi alvo nesta quinta-feira, 10, de uma operação da Associação Federal de Ingressos Públicos (AFIP, equivalente a Receita Federal) do governo de Cristina Kirchner. Entre 180 e 200 fiscais do órgão tiveram acesso ao edifício onde funcionam as redações dos jornais Clarín, Olé e La Razón.

Segundo o grupo, trata-se de uma “operação de intimidação”, após denúncia publica na edição desta quinta-feira, que dava conta que, por decisão da ONNCA, foram pagos mais 10 milhões de pesos em subsídios a uma empresa que estava em condição irregular, sem licença para funcionar. De acordo com a reportagem, o próprio órgão concedeu a empresa uma “matrícula provisória” após os subsídios.”

Leia mais em Cristina aperta o cerco e envia fiscais à redação do Clarín 

Leia também Un batallón de inspectores

(Com Blog do Noblat)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Cristina Kirchner tenta intimidar jornal Clarín

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =