Delator da JBS diz que pagou deputados pelo voto contra impeachment de Dilma

Em sua delação, no anexo 13, o empresário Joesley Batista, da JBS, disse que o deputado federal João Bacelar apareceu em sua casa na noite anterior à votação do impeachment querendo comprar deputados para votar contra o impeachment de Dilma Rousseff.

Cada deputado custaria R$ 5 milhões.

Joesley ouviu e assentiu então que ele virasse o voto de cinco deputados ao custo máximo de R$ 3 milhões cada um. Queria também a lista dos que viraram o voto. Dos R$ 15 milhões, Joesley pagou R$ 3,5 milhões. A última parcela foi em março deste ano.

(Veja Online)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − quatro =