Descaso na avenida Monsenhor Tabosa

Avenida Monsenhor Tabosa, 15 de maio de 2012.

Uma semana após a Prefeitura de Fortaleza ter recuperado o asfalto dessa avenida (já estava na hora mesmo), ‘alguém’ veio e quebrou a pavimentação nova em vários locais para, aparentemente, deixar espaço para ligações de gás (segundo informações de frentistas de um posto de combustíveis). O mais grave disso tudo é que, não importa quem tenha quebrado, mas nós contribuintes vamos pagar pelo ‘reparo’. Para piorar, o asfalto novo, se fosse homogêneo, já não seria dessas qualidades todas, imagina agora, que vai ficar todo remendado… previsões de novos buracos em breve.

VEM A PERGUNTA:
Prefeitura, por que as ligações de gás não foram feitas antes de cobrir a via com a nova manta asfáltica? Faltou comunicação?

AS DUAS OPÇÕES DE RESPOSTA (no meu mundinho perfeito):
1 – Falta planejamento das ações e isso deveria ser motivo para uma multa pesada contra a administração municipal.

2 – Há um forte esquema de corrupção que desvia dinheiro das obras e reparos nas vias de Fortaleza. Se não bastassem roubar na recuperação, os canalhas ainda roubam para fazer o reparo. ABSURDO. Nesse caso, o ideal seria investigar, identificar os envolvidos, e prendê-los, não em celas especiais, mas naquelas com superlotação.

Sem mais,

* Guto Graça

Jornalista e leitor do Blog.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

5 comentários sobre “Descaso na avenida Monsenhor Tabosa

  1. E o descaso na Luciano Carneiro, obra do pomposo TRANSFOR?

    Completamente refeita como a Costa Barros ou a Bezerra de Menezes.

    Parei de contar os buracos e seus consertos a partir do número 50.
    E ainda está cheia de buracos.
    Não sabemos se um dia serão consertados.
    E quem pagará a conta.
    Espero que ainda esteja no prazo da garantia.

  2. É um raciocínio muito correto: alguém quebra uma obra pública recém feita e a prefeitura é que deve ser multada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 4 =