Desembargador cobra de Zezinho dados sobre possível uso da máquina da Assembleia

O corregedor regional eleitoral do Ceará, desembargador Abelardo Benevides, determinou nesta sexta-feira (30) que o presidente da Assembleia Zezinho Albuquerque (Pros) apresente, no prazo de cinco dias, toda documentação referente à campanha “Ceará sem Drogas”. O evento, realizado pela Casa, é investigado por abuso de poder político e uso eleitoreiro.

Segundo denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), a campanha possui indícios de uso eleitoreiro para promover pré-candidatura de Zezinho ao governo. De acordo com o promotor Igor Pinheiro, do Grupo Auxiliar da Procuradoria Eleitoral, a ação busca analisar se o programa realmente busca debater o problema das drogas, ou se é apenas “casuísmo eleitoral”.

(O POVO Online)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − treze =