Dilma: “O Brasil nunca precisou tanto de inventores e de criadores”

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (15), ao entregar o 14º Prêmio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que, no atual estágio de crise econômica internacional e sob acirrada disputa por mercados, “o Brasil nunca precisou tanto de inventores e de criadores”. O prêmio é um reconhecimento a empresas, instituições e pessoas que tenham inovado.

Ela disse ainda que tal como a erradicação da miséria, o governo também tem como prioridade investir na capacidade do setor produtivo em criar tecnologia avançada. “O atual cenário econômico internacional exige de nós mais competitividade. Exige, nesse momento, que os mercados dos países desenvolvidos e dos países emergentes se reduzam e todas as empresas se voltem em busca de mercados significativos. Exige de nós capacidade de competir. E a agregação de valores e inovação será um dos maiores instrumentos da próxima década e dos próximos anos”, disse Dilma na cerimônia de entrega do prêmio, realizada hoje em Brasília, no Palácio do Planalto.

Um dos premiados foi o inventor Vladimir Airaldi, de São José de Campos (SP), que criou uma nova forma de tratamento dentário que substitui a broca para obturação de dentes. Segundo ele, a obturação é feita por meio de um aparelho que usa “diamante sintético” e causa “menos dor”, dispensando o uso de anestesia. Segundo ele, o procedimento, com o aparelho, é feito com maior segurança e precisão “e sem o tradicional barulho”.

Conforme Araldi, 5 mil dentistas já utilizam a tecnologia, que está patenteada e pode gerar divisas ao Brasil pelo uso em outros países. Também foi premiada a Scietch, empresa que criou o stent coronário Cronus Plus, usado no procedimento de angioplastia. O stent criado pela Scitech, ganhadora do prêmio de média empresa, tem hastes mais finas e flexíveis e proporcionam procedimentos cirúrgicos mais eficientes. De acordo com o presidente da empresa, Melchíades da Cunha Neto, ganhar o prêmio foi consequência de muito trabalho. Segundo ele, a inovação “já está rendendo lucro” e 32 países já importam o stent para o tratamento de pessoas infartadas ou com risco de infarto.”

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 20 =