DIRIGENTES DE PARTIDOS QUE APÓIAM REELEIÇÃO DE LUIZIANNE FAZEM REUNIÃO

Dirigentes dos partidos que integrarão a aliança majoritária pró-reeleição da prefeita Luizianne Lins (PT) estão reunidos, nesta manhã de sexta-feira, no Hotel Amuarama. Participam o presidente municipal do PCdoB, Luis Carlos; Marcos Vieira (PV); Carlos Guálter (PMDB); Sérgio Bezerra (PSL); o vereador João Batista (PRTB); Clóvis (PRTB); o coordenador do Programa de Governo, Geraldo Accioly; Raimundo Ângelo, presidente do PT da Capital; e membros do Grupo de Trabalho Eleitoral do PT. O objetivo da reunião é organizar uma equipe suprapartidária para elaborar o Programa de Governo da futura de Luizianne Lins.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “DIRIGENTES DE PARTIDOS QUE APÓIAM REELEIÇÃO DE LUIZIANNE FAZEM REUNIÃO

  1. CONTRA Contra a semi-unanimidade cega e irresponsável que agora celebra, sem motivos confessáveis em público, Luizianne e o grupelho da reeleição, escreveu já Adísia Sá no O Povo. ANALISA: “Cidade maltrapilha, suja, esburacada e desdentada”. CONTINUA: “Ruas e corredores estreitos. Edifícios-garagens sem espaço para estacionamento. Nos shoppings é uma batalha conseguir vaga. Ao centro de Fortaleza, um mar de carros… buzinando. Transformam nossa cidade numa imensa boca escancarada… derrubadas as casas de gente, para ‘albergar’ carros. Terra sem gestores e defensores.” Parabéns, Professora, pela lucidez! A 4a. metrópole do País já não pode administrar-se com a politicagem das vis alianças partidárias, indiferentes às necessidades dos cidadãos, e o engodo demagógico, que apenas trata de armar o circo vadio para gáudio do Zé Povinho.

  2. CONTRA LUIZIANNE e grupelho da reeleição escreveu já em O Povo Carlos Matos Lima. ANALISA: “Completa omissão das autoridades – especialmente da prefeita de Fortaleza… Despreparo… Deu as costas para o sofrimento da população e para o caos que se instalou na cidade. Administração municipal confusa… longe de atender às reais expectativas e necessidades da população…”. CONCLUI: “Coube ao Judiciário impor alguma ordem”. Fala sobre a greve dos operadores de ônibus. Poderia ser sobre a dos agentes de saúde. Conclusões amarguradas, verdadeiras, como as de qualquer que observe a conduta da Prefeita no incidente. Episódio lamentabilíssimo, desastroso, expõe a enorme carência de ônibus. Completa incapacidade de Luizianne e grupelho em promover qualquer solução urbana. Estes, contudo, aspiram afoitamente à reeleição, querem novo mandato de festanças e omissões. Contrataram marqueteirozinho caro, ensaiaram antecipadas propagandinhas de campanha na televisão, que o TRE proibiu por impróprias, fora da lei eleitoral. Só não consta que tenham se debruçado a estudar a Cidade. Fortaleza é agora a quarta metrópole do País. Confusa, infeliz, meio selvagem, INCHA todos os dias, ultrapassa a capacidade administrativa de aventureiros. Outrora Noiva Desposada do Sol, é agora a Órfã Criada Por Madrastas, sonhando com governos mais competentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + um =