Dólar cai 3,9% e bolsa sobe 1,69% após esta quinta-feira de tantas emoções

Após subir fortemente ontem (18), reagindo à crise política, o dólar teve uma pequena recuperação. A moeda norte-americana encerrou o pregão de hoje (19) cotada a R$ 3,26 na venda, com queda de 3,9% em relação à quinta-feira.

Após a divulgação pelo jornal O Globo de parte da delação da empresa JBS, envolvendo o presidente da República, Michel Temer, e o senador afastado do PSDB, Aécio Neves, a moeda norte-americana disparou e terminou o dia de ontem com alta de 7,9% mesmo com a intervenção do Banco Central (BC), que fez quatro leilões de swap cambial tradicional.

Os leilões de swap cambial equivalem à venda de dólares no mercado futuro e ajudam a segurar a alta ou forçar a queda do dólar em períodos de volatilidade. Nesta sexta-feira, o BC continuou a realizar intervenções no mercado de câmbio. A autoridade monetária informou em nota, divulgada no início da noite de quinta, que também realizaria operações hoje, na segunda (22) e na terça-feira (23).

A Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa) também teve recuperação de parte das perdas de ontem, quando o principal índice, Ibovespa, registrou queda de 8,8%. Neste último pregão da semana houve alta de 1,69%, com 62.639 pontos

Na manhã de ontem, sob o forte impacto das revelações da delação, as negociações na bolsa chegaram a ser suspensas por meia hora. A medida, chamada circuit breaker, ocorre quando as perdas na Bovespa ultrapassam os 10%. Na quinta, o Ibovespa chegou a cair 10,6%.

(Agência Brasil)
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 3 =