Eunício diz que aumento da carga tributária é uma afronta aos 14 milhões de brasileiros desempregados

“Entendo as dificuldades do governo, mas não temos condições, nesse momento, em que a economia passa por dificuldades, com 14 milhões de brasileiros desempregados, nós aumentarmos carga tributária”.

A declaração é do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), um dos maiores aliados do governo Temer, ao apontar que “não há ambiente para o aumento de carga tributária no Brasil”. O parlamentar sugere que o Governo Federal precisa fazer o dever de casa, em relação ao corte de despesas e outras medidas alternativas, ao invés de aumento de impostos.

“Coloquei com muita clareza, em nome do Congresso Nacional, as nossas dificuldades em pautar este assunto”, revelou Eunício o seu posicionamento na reunião com o presidente Michel Temer, com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, além de membros da equipe econômica do Governo.

Em relação à revisão da meta fiscal, Eunício pediu mais informações e tempo para debater o assunto com os demais senadores. Segundo ele, o Governo tem mostrado responsabilidade, mas a frustração na arrecadação se mostrou um problema maior que o esperado.

“Temos de levar para a sociedade essa questão com muita transparência. Se há necessidade de mudança da meta fiscal, se for inevitável, obviamente nós vamos ter que fazer. Mas, aumento carga tributária, nesse momento, dificilmente teria condições de fazer uma pauta de ofício”, comentou o presidente do Senado.

(Foto: Divulgação)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 5 =