EX-PREFEITO JURACI MAGALHÃES EVITA AVALIAR GESTÃO LUIZIANNE LINS

E o ex-prefeito de Fortaleza, Juraci Magalhães (PR), participa, nesta quinta-feira, em Brasília, mais precisamente no Tribunal Superior do Trabalho, da solenidade de posse da desembargadora federal Kátia Magalhães Arruda como ministra do TST.
Juraci madrugou no Aeroporto Internacional Pinto Martins e, antes de embarcar, evitou comentar a administração da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT). Indagado por três vezes, negou por três vezes e soltou:
“Eu não tenho opinião de nada. Eu agora sou eleitor profissional”.
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

4 comentários sobre “EX-PREFEITO JURACI MAGALHÃES EVITA AVALIAR GESTÃO LUIZIANNE LINS

  1. Quem tem rabo preso não pode avaliar nada mesmo. Ninguém esqueceu que ainda hoje ele está respondendo por desvio do dinheiro da merenda escolar. E hoje os nossos alunos comem mais e melhor e ainda têm coisas que antes não tinham: fardamento completo, mochila, agenda e muitas escolas abertas nos finais de semana. Enquanto o Juraci fazia obra para a classe média ver, a Luizianne faz serviços e obras para o povo usufruir. Essa é a mudança de rumo que cala a boca da minoria. Mas, temos que reconhecer, essa mudança de rumo só foi possível por causa da conjuntura nacional, que privilegiou diminuir o abismo social entre as classes. Estão aí o Bolsa Família, o ProUni, o Brasil Alfabetizado, o micro-crédito, o ProJovem e o PAC. Governos alinhados em prol de um projeto político que beneficia as massas dá nisso.

  2. Uma pequena pergunta: onde os serviços e obras para o povo usufruir. Anteontem caiu o telhado de um dos 23 anesxos da Regional III. Continuam em uso, os mesmos anexos de sempre. A nossa maior unidade de saúde de tratamento de trauma está em vias de fechar. Nenhuma obra urbana de relevancia foi iniciada, em qualquer ponto desta cidade. Gostaria que uma só fosse apontada. E as citações se referem a Programas do Governo Federal e são administradas pelo mesmo, sem qualquer interveniencia da Município de Fortaleza.

  3. Nunca pensei que fosse chegar a dizer isso: AÍ, QUE SAUDADE DO JURACI!!!!Só imbecil vem com essa estória (será que acredita mesmo?) de que obra de infra-estrutura só beneficia a classe média. Então pobre não usa ônibus, que precisa de vias e viadutos para encurtar o tempo de viagem de suas periferias até o local de trabalho? Então o pobre é proibido de ser atendido no IJF, grande obra de Juraci que esta gestão está sucateando? Então o pobre não se beneficia com os empregos gerados pelo turismo que uma cidade bem cuidada promove?Agora me responde: que “obra” a atual prefeita fez? Nem o tal hospital da Mulher, grande promessa de campanha dela, ela deu conta de fazer… Porque, cumpanheiro, chamar compra de mochila, farda, agenda e merenda de “obra”… só se for no sentido pejorativo da palavra!Mas tenho que confessar: entendo vocês. Deve ser duro pra caramba defender uma gestão medíocre e pífia igual a dessa prefeita petista. Só recorrendo mesmo a malabarismos, né?Cris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =