Fortaleza em clima de desigualdade social

Com o título Atlas do desenvolvimento sugere melhoras no IDHM”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. No detalhe, Fortaleza, que continua em clima de desigualdade. Confira:

Os dados do Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras, divulgado ontem, fruto de parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro, revelam importante avanço nos indicadores socioeconômicos dessas áreas do país, mostrando melhora entre 2000 e 2010 em relação as disparidades nas metrópoles do Norte e do Sul do país. A análise levou em conta o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 16 regiões metropolitanas brasileiras apontando que todas elas se encontram na faixa de alto desenvolvimento humano.

O IDHM é um número que varia entre 0 a 1: quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano de um estado, município ou região metropolitana. O índice é calculado levando em conta três fatores: expectativa de vida, renda per capita e acesso ao conhecimento, que considera a escolaridade da população adulta e o fluxo escolar da população jovem. Como bem destacou o representante do Pnud no Brasil, Jorge Chediek, o resultado é a prova de que o país pode ser considerado exemplo na redução da pobreza. Para ele, estamos conseguindo melhorar nossos indicadores a partir da boa execução de políticas públicas focadas na redução das vulnerabilidades.

Apesar dos bons índices apresentados, todavia, o Atlas não é somente um documento de constatação. Muito ao contrário, sugere direcionamentos no sentido de se persistir no combate às desigualdades, que mesmo com a diminuição constatada, ainda persistem. Um dado que merece a atenção é a própria disparidade interna nas metrópoles. Em Fortaleza, por exemplo, há bairros com renda per capta média mensal de R$ 4.958,00, enquanto em outros essa renda não chega a R$ 187,00. Fatos como estes deixam a capital cearense com o 3° pior IDHM entre as regiões pesquisadas, e não são motivos de comemoração.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =