Gastos da campanha disparam no segundo mês no Ceará

“Só no segundo mês de campanha eleitoral, os sete candidatos a governador do Ceará, juntos, mais que triplicaram as despesas com suas candidaturas, sendo responsáveis por aumento de 254,3% nos gastos totais de campanha. Se no primeiro mês – de acordo com a primeira prestação de contas, feita no início de agosto – foram gastos R$ 3,3 milhões, agora, depois de dois meses, os gastos de campanha para governador já estão em R$ 11,8 milhões.

O valor, contudo, fica abaixo do que foi gasto no mesmo período das eleições de 2006, quando a segunda prestação parcial de contas apontou despesas de R$ 12,5 milhões (valor atualizado com base na inflação medida pelo INPC).

Entre as três candidaturas favoritas nas pesquisas de intenção de voto, quem puxa esse crescimento nas despesas de campanha é o candidato do PSDB, Marcos Cals. Suas despesas saltaram de R$ 820,9 mil no primeiro mês de campanha para R$ 3,2 milhões até o fim do segundo mês de disputa. O aumento foi de 296,6% de julho para agosto, conforme balanço feito pelo O POVO, com base nos dados da segunda prestação parcial de contas dos candidatos, publicados ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A previsão de gasto do candidato, informada ao TSE, é de R$ 30 milhões e o valor já gasto por Cals representa só 10,6% desse limite.

Assim como Cals, quem se destaca no ranking dos que mais gastaram no último mês é Cid Gomes (PSB), atual governador, que disputa pela reeleição. Na primeira prestação de contas, no início de agosto, Cid havia gasto R$ 1,8 milhões. Um mês depois, de acordo com os dados publicados ontem, as despesas de campanha já estavam em R$ 7,1 milhões. Cid, cuja previsão de gasto é R$ 39 milhões, aumentou os gastos quase na mesma intensidade com que Cals potencializou suas despesas. Esse aumento atingiu percentual de R$ 295,1%. As despesas de Cid até agora representa 18,20% do limite de R$ 39 milhões.

Depois de Cid e Cals, aparece Lúcio Alcântara, que aumentou as despesas de campanha em R$ 101,5%, tendo gastado R$ 714,2 mil no primeiro mês e R$ 1,4 milhão em dois meses de campanha. O valor já gasto pelo candidato em sua campanha representa 2,8% dos R4 50 milhões estipulados para a Justiça.”

(O POVO)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 19 =