Governo da Venezuela qualifica de “manobra midiática” ação de senadores

O Executivo venezuelano rechaçou, em nota oficial, o que chamou de “manobra midiática” as tentativas de grupos de direita nacional e internacional que tentaram construir à base de mentiras os episódios envolvendo a visita de uma comissão de senadores brasileiros. Segundo a nota, “os senadores chegaram ao país com o único propósito de desestabilizar a democracia venezuelana, gerar confusão e conflito entre os países irmãos [Brasil e Venezuela]”.

Segundo o governo de Nicolás Maduro, entre as mentiras estão a de que o governo teria negado permissão de sobrevoo para a delegação brasileira, antes mesmo dela apresentar formalmente qualquer explicação. A nota também desmente que o governo teria obstruído a estrada principal que liga o aeroporto a cidade de Caracas. A versão do Executivo venezuelano é de que um acidente com uma carreta com produtos inflamáveis teria impedido o trânsito livre de veículos. Também foi rebatida a alegação de que a segurança e a integridade dos senadores estavam sob riscos.

De acordo com o governo, em nenhum momento a segurança e a integridade dos senadores do Brasil foram postas em risco. Na nota, o governo afirma dispor de vídeos e fotografias que mostram a interação dos senadores com os ativistas políticos que se encontravam em campanha eleitoral para as eleições deste ano, no país. A alegação é de que havia um efetivo de segurança com batedores, patrulhas que acompanharam durante todo o tempo o grupo de brasileiros.

Na nota, o governo da Venezuela reitera os seus laços de amizade e cooperação com base no respeito mútuo, na não ingerência nos assuntos internos dos Estados e na autodeterminação dos povos com o Brasil.  As autoridades do país destacam o “compromisso inabalável” em manter esses compromissos “acima de qualquer manobra divisionista” adotado contra a Venezuela.

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Governo da Venezuela qualifica de “manobra midiática” ação de senadores

  1. O que acontece com alguns brasileiros políticos são coisas insanas,hilárias e infantis. Essa viagem que foi feita a Venezuela já estava prevista que seria um desastre. Nada de oficial existia nesta empreitada,se fosse o próprio Nícolas Maduro o então substituto de Chaves tinha os recebidos com honras de estado. O que aconteceu foi uma tremenda hostilização e humilhação, até o embaixador do Brasil lá naquelas terras não foi recebe-los. A começar o avião da delegação brasileira possou numa pista secundária. Nicolas sabe que Aécio e sua turma faz uma oposição ferrenha e voraz ao governo de Dilma. Parlamentares brasileiros chegaram até desembarcar do avião ao entrar na topic não conseguiram ir até a prisão aonde se encontrava o maior opositor dos interesse bolivarianos. No qual se encontra em greve de fome. Dava a entender que a comitiva de Senadores Brasileiros iria levando a chave do cárcere para soltar o elemento. Uma viagem em vão foi um gasto do erário público a troco de nada, eles foram mal assessorados. Estamos cansados e até um certo ponto repetitivos em afirmar que os políticos brasileiros alguns não possuem jeito diplomático de resolverem questões de cunho internacional, principalmente no que se refere a presos políticos. A turma do Aécio tentou virar mídia no mundo inteiro infelizmente, voltaram pra casa na mesma pisada. Quase não temos representantes nacionais que defendam os nossos interesses, imaginem vocês eles defenderem os interesses de terceiros lá fora.Essa missão é do povo Boliviano e não de nossa alçada. Temos tantas coisas para serem resolvidas a qui dentro do Brasil. Eis uma pergunta boba e besta. Porque eles não foram até a Indonésia,salvar os dois brasileiros do corredor da morte? Por que o buraco lá é mais embaixo? Porque do pescoço pra baixo é canela? Se a Dilma tivesse sido a principal articuladora desta viagem o Nícolas Maduro tinha feito mais do que o básico. Tirar a Venezuela do MERCOSUL é uma espécie de vingança, afinal de contas vocês são negociadores internacionais ou não? Ela não vai sair por que produz uma grande quantidade de petróleo e gás natural na América Latina. Não é por causa do PSDB que ela vai ser excluída deste mercado. Gldason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =