Governo define o dia 18 de dezembro como data para começar a votar a reforma da Previdência

O governo fechou acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para começar a votar a proposta de reforma da Previdência no dia 18 de dezembro. A informação foi dadas, nesta quinta-feira, pelo líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-BA). Depois de reunião no Palácio do Planalto, Aguinaldo disse que a data foi fixada, mas defendeu que a votação só deve ocorrer se os votos necessários para a aprovação do texto, um mínimo de 308, estiverem garantidos. A informação é do O Globo.

“Tivemos uma reunião e foi feita uma avaliação de que devemos ter mais uma semana para melhorar ainda mais o ambiente que já melhorou. Mas precisamos avançar ainda mais para conquistar os votos necessários para a aprovação da reforma. Assim, o dia acertado seria 18 de dezembro”, afirmou Aguinaldo.

Nesta quarta, Rodrigo Maia alertou que colocar a reforma em pauta com uma expectativa de derrota pode fazer com que ela tenha menos de 200 votos:

“A base não está querendo votar, e é legítimo. O que eu disse é que, se for votar essa matéria e a expectativa for de derrota, vai ter no máximo 200 votos. Se a expectativa for de derrota, vai perder de 50 a 80 votos. Se a expectativa for de derrota, ou deputado vota contra ou sai do plenário e acaba não tendo nem quorum”, avaliou.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + vinte =