Governo Federal vai recadastrar servidores públicos a partir de julho

“O Ministério do Planejamento vai fazer, a partir de julho, o censo do servidor público para acabar com os casos de pessoas que já deixaram o funcionalismo e continuam recebendo. Segundo o ministro Paulo Bernardo, serão recadastradas mais de 1,2 milhão de pessoas, entre servidores ativos e inativos.

Ele disse que alguns órgãos já realizaram seus próprios censos, isoladamente, numa experiência prévia do cadastramento geral de servidores. “Percebemos que há pessoas que estão recebendo sem estar na máquina pública, pessoas que já saíram, que faleceram. Pessoas que têm, eventualmente, alguma coisa que não está batendo com o nosso cadastro original. Então, nós já fizemos ajustes pontuais por conta dessa espécie de ensaio. Agora, nós vamos fazer um grande censo de todos os servidores.”

Segundo o ministro, o governo federal tem, atualmente, cerca de 538 mil servidores ativos, 370 mil inativos e quase 330 mil pensionistas. O ministério deve usar como base a experiência que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) adotou para o recadastramento dos aposentados, feito entre 2005 e 2007. Os técnicos do instituto vão auxiliar no processo do censo geral.”

Paulo Bernardo destacou que o objetivo do censo não é só o de cortar despesas e fazer economia. “É simplesmente pagar aquilo que é devido, pagar o que é justo, o que é correto, e eliminar o que não precisa ser pago.”

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Governo Federal vai recadastrar servidores públicos a partir de julho

  1. Esmerino Arruda,é novamente Prefeito de Granja,por decisão judicial.Pergunte-me: qual é a novidade na informação ? Eu responderei: nenhuma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =